jul

31

Domingo, 31 de julho de 2016

Mensagens diárias
MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À LA VIDENTE HERMANA LUCÍA DE JESÚS

Que despertem os jovens da Terra, transcendendo os velhos padrões humanos e reconhecendo sua identidade universal. Que despertem para o amor e a unidade com Deus, encontrando um sentido para a própria existência.

Que despertem os jovens da Terra, renunciando aos prazeres e às superficialidades do mundo, para experimentar o verdadeiro júbilo, que é celestial. Que despertem para a missão que há éons de tempo, no Cosmos, se comprometeram a cumprir.

Que despertem os precursores do novo mundo, aqueles que não medirão esforços para fazer triunfar o bem e que, com seus exemplos, converterão e despertarão novos espíritos.

Que despertem aqueles que, no ímpeto de sua juventude, romperão barreiras e apagarão fronteiras, reconhecendo a unidade que existe entre todas as criaturas de Deus.

Que despertem os jovens da Terra para a vida superior, para o amor ao Cosmos e ao Plano do Criador. Que reconheçam que este tempo é definitivo e caminhem sem medo para o estabelecimento da paz.

Que despertem aqueles que imitarão o exemplo de Cristo e unirão culturas, credos, raças, nações, línguas e religiões com um único propósito: estabelecer a paz e manifestar um novo mundo.

Que despertem aqueles que unirão os tempos, que abrirão as portas da Terra para novas leis e raios universais; que retirarão os véus da consciência humana e dissolverão sua cegueira, fazendo-a reconhecer a verdadeira luz.

Que despertem os filhos do Novo Homem, aqueles que, na história universal, serão conhecidos como os que transcenderam os velhos padrões por intermédio do amor, venceram a escuridão com a luz da própria essência e manifestaram o Propósito Divino, levando para o universo –para a Terra redimida– uma civilização de novos Cristos.

Que despertem aqueles que não temerão dar os passos que o Criador espera e viver o que hoje parece impossível para a humanidade; aqueles que, vivendo o amor e a unidade, permitirão que o Cristo, que foi o seu exemplo, siga a Sua evolução e transcenda a vida material, mental e espiritual, chegando a ser a Vida que tudo habita, nos universos sublimes, na Consciência do Pai.

Que despertem os jovens da Terra: os jovens de corpo, mente, coração e espírito.

Que despertem todos aqueles que esperam representar o Novo.

Seu Pai e Companheiro,

São José Castíssimo

jul

30

Sábado, 30 de julho de 2016

Mensagens diárias
MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Filhos, para que a indiferença humana para com a vida superior não faça com que a humanidade perca a possibilidade de conhecer e experimentar essa vida, aqueles que estão despertos devem redobrar os seus esforços, multiplicar as suas tarefas e superar os próprios limites todos os dias para responder em nome daqueles que ignoram o chamado celestial.

Além da própria purificação e da própria carga que devem carregar nestes tempos, os novos apóstolos e discípulos de Cristo devem suportar a purificação do planeta como um todo e carregar, em suas costas, aqueles fardos que outros que se comprometeram com Cristo não quiseram levar.

No Universo, a responsabilidade da manifestação do Plano de Deus se repartiu equitativamente entre aqueles que se comprometeram em prestar este serviço. Mas, ao chegarem ao planeta, com os véus em seus olhos, as almas se confundiram, se esqueceram e permaneceram adormecidas ou presas em seus próprios gostos e em suas formas de compreender esse Plano.

Filhos, quando uma alma que tinha determinada missão a cumprir muda essa missão de acordo com a sua vontade e o seu parecer, ainda que acredite que sirva a Deus, para o Plano, isso é considerado uma indiferença para com a Verdade do Criador.

Existem muitas almas que se comprometeram com o Senhor e que, ao longo de suas experiências na Terra, cumpriram em parte com o que Deus lhes pedia; mas agora, no momento culminante do Plano Divino, se perderam nas fortes influências do caos e deixaram de lado a fidelidade, trocando-a pela superficialidade.

Digo-lhes essas coisas primeiro para que vocês estejam atentos e sejam sempre guardiões do Plano Divino e, depois, para que saibam que o Criador contará com vocês para cumprir aquela parte de Seu Plano que ficou para trás pela indiferença humana.

Que o amor ao Plano em seus corações seja maior que o seu amor próprio, para que vocês possam imitar o exemplo de Cristo e não apenas carregar a própria cruz, mas deixar que Deus coloque sobre ela o peso da indiferença e da ignorância de Seus filhos, para que eles não se percam e tenham uma oportunidade de despertar.

O Criador conta com vocês, filhos, para uma resposta e uma responsabilidade maior. É hora de servir, de amar e de se entregar ao Plano Divino.

Seu Pai e Companheiro no Caminho Evolutivo,

São José Castíssimo

jul

29

Sexta-feira, 29 de julho de 2016

Mensagens diárias
MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Filhos, a paciência na transformação e na própria purificação é primordial. Recordem-se de que estão diante de uma condição humana degenerada por séculos e diante de códigos que emergem das suas consciências para que sejam transformados e que, inclusive, transcendem a vida na Terra, pois têm as suas raízes no Universo.

Recordem-se sempre de que Aquele que veio ao mundo para dar-lhes um exemplo era o Filho de Deus vivo e teve de padecer os males da Terra e transmutar os atavismos da humanidade para abrir-lhes o caminho.

A transcendência da matéria humana de Jesus começou desde a Sua gestação até o Seu último suspiro na cruz. Se o Deus vivo trabalhou em cada instante de Sua vida para poder culminar com o Seu aprendizado de amor, não esperem que com vocês seja diferente. Como querem santificar seus corpos e suas almas se agora é que vocês estão começando a compreender este caminho?

O Filho de Deus era consciente da vida universal e de seus mistérios, era conhecedor de todas as ciências cósmicas –porque era Um com Aquele que as criou– e, ainda assim, para libertar o medo de Sua última célula e viver o pleno amor, com todos os níveis de Sua consciência, teve de chegar à cruz e perdoar tudo o que até ali tinha vivido.

Filhos, muito ainda lhes falta para chegar à perfeição. Não tenham pressa, tenham paciência. Porém, sejam constantes e persistentes e não se acomodem no fato de que a transformação lhes durará a vida inteira.

Sim, a transformação absoluta lhes ocupará toda a vida, mas a cada dia devem alcançar um novo degrau, para que, no fim desta vida, sejam dignos de chegar a outros mundos e dimensões celestiais que os aproximam de Deus.

A transformação lhes levará toda a vida porque a evolução é eterna e não porque estarão sempre mesmo lugar. A cada dia, uma nova compreensão e um novo passo, com base no esforço permanente, devem se dar. Não se preocupem se vocês dão passos maiores ou menores, porque cada dia e cada ciclo os levarão a um degrau diferente.

O que verdadeiramente importa é que não se detenham e que sejam constantes.

Abram-se todos os dias para que o Amor de Deus os transforme e retirem um pouco de si mesmos das suas próprias consciências para ceder um espaço ao Amor e à Presença Divina.

A cada dia, retirem um objeto de suas moradas interiores para dar lugar ao Morador Celestial, que um dia chegará. Em algum momento, vocês terão suas casas vazias e limpas para recebê-Lo.

Seu Pai e Amigo de sempre,

São José Castíssimo

jul

28

Quinta-feira, 28 de julho de 2016

Mensagens diárias
MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMàLUCÍA DE JESÚS

Encontrem a fortaleza interior na renovação permanente diante do Plano de Deus.

Filhos amados, nestes tempos, a pressão do planeta os levará a uma definição da consciência e já não haverá mais dois caminhos pelos quais seguir. A luz e a escuridão batalharão diante das suas consciências para triunfar no coração humano. Aqueles que se comprometeram com a vivência da paz, do amor e da unidade com Deus devem buscar no Criador sua fortaleza permanente.

Coloquem o próprio ser nos Braços do Senhor e confiem a Ele a condução da própria vida. A vontade própria não terá espaço nestes tempos. Vocês deverão escutar as indicações internas para estar no lugar correto e colaborar com este Plano de Deus.

Filhos, o Criador aos poucos silencia o eco de Sua Voz, mas aqueles corações orantes que construíram um caminho de unidade com Deus poderão sentir a Sua Vontade e escutá-la através da própria consciência.

As provas que muitos vivem nestes tempos e os desafios os quais são levados a viver são parte de uma vontade superior, que os impulsiona a uma transformação mais imediata e verdadeira. Não pensem que Deus os abandonou ou que estão fora de Seu Caminho, por estarem vivendo provas, muitas vezes, dolorosas para o coração e para a consciência.

Se os seus caminhos não os levam para o destino que esperavam, perguntem-se, filhos, se esse é o caminho certo e se os obstáculos que encontram não foram colocados pelo próprio Criador para que vocês despertem e percebam que por ali não devem caminhar.

O Senhor está tentando corrigir os passos de Seus discípulos e companheiros enquanto há tempo de reverter os erros e retornar, porque já está chegando a hora, filhos, de que os erros já não serão reversíveis como o são hoje e vocês não irão dispor da misericórdia como o manancial de que dispõem agora. Será a justiça que guiará a humanidade e serão outras as leis que conduzirão o seu aprendizado. Por isso, hoje os advirto: estejam atentos aos sinais da própria vida, meditem antes de dar os seus passos e perguntem-se internamente qual é a Vontade de Deus. Peçam-Lhe a graça de estar no lugar correto e colaborar com Seu Plano. Peçam a graça de ser conduzidos a uma definição que os leve à vontade superior.

Este próximo agosto buscará encontrá-los firmes e já adultos na vida espiritual. Isso significa que vocês deverão assumir as consequências de seus passos e suas decisões e que já não contarão tanto com a intervenção permanente da Hierarquia.

Nosso amor e nosso olhar sempre estarão sobre vocês, mas muitas vezes, filhos, apenas poderemos observá-los.

Digo-lhes tudo isso como um impulso de crescimento para todos. Que aqueles que ainda estejam com pés em duas barcas definam-se e não se deixem cair no mar das ilusões e ignorâncias do mundo.

Eu os amo e lhes deixo Minha Bênção. Eu os impulsiono ao novo ciclo que chegará.

São José Castíssimo

jul

27

Quarta-feira, 27 de julho de 2016

Mensagens diárias
MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Quando Jesus esteve na cruz e disse: “Pai, por que Me abandonaste?”, foi a Sua humanidade que proclamou essas palavras, foram as Suas células, sustentadas até ali pelo Poder Divino, que, no profundo, temiam a hora de se ver sozinhas com sua dor e seu padecimento.

Depois dessa pergunta de Seu Coração humano, Jesus reconheceu em todos os espaços de Sua Consciência, desde a matéria até o espírito, a Sua filiação e unidade com Deus. Compreendeu, em Seu íntimo, a essência do amor e do projeto humano e experimentou a plenitude de ser semelhante ao Pai.

O medo de Suas células se desvaneceu pela potência do amor e do perdão que dEle emanava. Jesus compreendeu a Vontade de Seu Pai e por que O abandonara naquela hora –que parecia ser a mais difícil–, se sempre O havia acompanhado. Ele descobriu que o Pai queria fazê-Lo sentir e viver que o amor que tinha em Seu interior O tornava semelhante a Deus e O unia a Ele e que, na verdade, o Criador não O havia abandonado: Ele O fez descobrir que o Pai estava nEle, assim como Ele no Pai, por meio do amor, do perdão e da misericórdia que, naquele momento, eram vertidos sobre a Terra.

A Virgem Maria e João compreenderam a Vontade de Deus quando viram Jesus na cruz, pedindo perdão em nome dos que O crucificaram, e aprenderam, junto com Cristo, a respeito desse amor insondável, que une a matéria ao espírito, que diviniza o homem.

Foi assim que a Virgem Maria e João também viveram esta profunda união com Deus, pelo simples fato de que eles observavam Cristo. Essa união foi vivida mais tarde pelos apóstolos e discípulos de Jesus e de Maria, por intermédio da graça do Espírito Santo e, dessa forma, todos venceram o medo da morte e da solidão, todos preencheram seus espíritos com a valentia que nascia da certeza de que Deus estava neles, porque eles eram parte viva da Consciência Divina.

Foi por essa certeza e por essa valentia que a Igreja de Cristo se consolidou na Terra. Mas, ao longo dos séculos, nem todos os homens compreenderam a Paixão de Jesus e meditaram em Seu exemplo, a ponto de se deixarem divinizar por Ele. Nem todos encontraram a certeza da semelhança com Deus e nem todos buscaram a sua fortaleza no Deus vivo do próprio interior.

Filhos, hoje o Criador lhes fala e os instrui por intermédio de Seus Mensageiros. O Senhor Altíssimo acompanha cada um de Seus Passos e renova a história, despertando novos Cristos. Mas, assim como Ele “abandonou” Jesus na cruz, também chegará para cada um de vocês o momento de descobrir a união com Deus na solidão consigo mesmos. E, por um instante, poderá lhes parecer injusto, doloroso ou incompreensível que o Criador os abandone quando mais necessitam dEle. Porém, se vocês vencerem o medo humano e buscarem no espírito a união com Deus, compreenderão que o Pai –que sempre buscavam nas Alturas– está vivo dentro de cada ser, em suas essências, em seus universos interiores.

Quando chegar a hora da prova da humanidade, recordem-se do que lhes disse e não temam, mas sim amem e vivam o perdão, como Aquele que amou e perdoou antes de vocês, deixando-lhes o exemplo.

Seu Pai e Amigo, Este que prepara os seus caminhos para a divina união,

São José Castíssimo

jul

26

Terça-feira, 26 de julho de 2016

Mensagens diárias
MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Filho Meu, sê verdadeiro e transparente primeiro contigo e depois com tudo. Permite que tua consciência esteja diante da verdade sem medo e sem necessidade de esconder o que vê ou aparentar ser algo diferente do que encontraste em ti.

Olha-te mais do que em um espelho: olha o profundo do teu mundo interior, reconhecendo ali os medos, as dificuldades, o que deve ser transformado, curado, perdoado, liberto. Vê também as virtudes, os dons, o que deve ser estimulado, alimentado, o que deve crescer espiritualmente, ainda que em silêncio e no anonimato.

Fica diante da verdade sobre ti para extirpar a mentira de tua consciência e, assim, ajudar a humanidade como um todo. Vence a necessidade de aparentar algo, de agradar, de conquistar, de convencer, de manipular, pois tudo isso, filho, é parte de uma mentira milenar que impede a humanidade de encontrar a verdade.

Quando os seres humanos não se conhecem e cada vez mais se distanciam da verdade em relação a si mesmos, também se distanciam de Deus, do Universo, da Realidade. Por isso, filho, neste tempo, ser verdadeiro consigo e com o mundo é um grande serviço.

Sê um exemplo para os que estão perdidos de si mesmos, de um coração que se encontrou e que não temeu ver-se tal como é, tanto em miséria como em virtude, para assim transcender as misérias e simplificar as virtudes, sabendo que tudo o que se é faz parte de um aprendizado, de uma experiência que o leva a algo maior: à Consciência de Deus.

Quando o ser está diante de si mesmo com simplicidade, nem lhe assombram as misérias, nem lhe envaidecem as virtudes, porque sabe que o caminho é ser nada, para encontrar uma Verdade ainda mais profunda do que a que encontrou quando venceu a mentira milenar que o envolvia.

Filho, caminha para a verdade sem temor e, transcendendo uma ilusão depois da outra, descobre que a verdade se encontra no vazio de si, onde o nada se converte em tudo.

Teu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

jul

25

Segunda-feira, 25 de julho de 2016

Mensagens diárias
MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESUS

À juventude do planeta

Filhos, este é o início de um novo ciclo para a consciência planetária. O próximo agosto marcará o tempo de definições ainda mais profundas para as almas, e o Festival da Juventude pela Paz vem para abrir as portas desse ciclo para todos os jovens da Terra.

Vocês devem ter a consciência de que sua missão não começa nem termina neste Festival, porque ele é o princípio de um caminho que será infinito, profundo e doloroso para muitos, um caminho de transformação, de definição, um caminho para descobrir a verdade sobre si mesmos e perder o medo de expressá-la.

Digo-lhes que será um caminho doloroso porque a juventude de hoje está muito envolvida com superficialidades, em uma vida pouco profunda, do ponto de vista espiritual. É uma juventude educada para pensar apenas em si mesma, no próprio proveito, no próprio prazer. Uma juventude construída em uma era de estímulos involutivos permanentes, uma juventude que representa os últimos ciclos do velho homem e que está completamente impregnada pelos padrões deixados por todas as gerações anteriores.

Esta é a juventude à qual caberá viver a transição do planeta e suportar as correntes que descerão para reformar a Terra e atrair uma nova vida. A esta juventude, lhe caberá dizer “não” a todos os padrões que carrega na consciência -como um compilado de experiências humanas de todas as eras da humanidade- para ser nada e renascer em vida como filhos de Deus.

Com isso, filhos, vejam que o Festival da Juventude pela Paz é apenas uma porta que se abre na consciência da juventude e que muito timidamente lhes mostra no horizonte o despontar de um novo Sol.

Sendo o princípio de um novo ciclo espiritual, ainda que não pareça, o Festival da Juventude pela Paz colocará as suas consciências diante de uma síntese interior, às vezes, mesmo antes de que o Festival aconteça.

Isso será assim porque aqueles que primeiro dizem “sim” são a ponta da lança que rompe as velhas barreiras e abre a consciência para o novo. Estes devem ser o exemplo para os que virão depois e, para isso, serão forjados no invisível do espírito.

Que despertem os jovens para um novo tempo e para uma nova vida. Que preparem os seus espíritos para sustentar o planeta com paz e harmonia interior e que sejam semeadores do futuro, preparando a vida dos que serão a juventude da nova Terra.

Deixo-lhes este impulso, que lhes amplia a consciência e os eleva, para que comecem a ser conscientes da vida do espírito e não fiquem tão presos às aparências e à matéria. A juventude de hoje já está prisioneira das aparências, e muitos jovens não sabem o que são, porque apenas conhecem o que querem aparentar ser. Como um impulso para toda a consciência humana, sejam verdadeiros e transparentes e não tenham medo de amar e de ser como são.

Reconheçam que há um grande mistério espiritual por detrás de cada pedido da Divindade, porque -quando se trabalha para Deus- tudo tem um Propósito Superior.

Deixo-lhes Meus Votos de bom despertar para todos.

Seu Pai e Companheiro,

São José Castíssimo

jul

24

Domingo, 24 de julho de 2016

Mensagens diárias
MENSAGEM DIARIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESUS

Filho, lança-te no impossível, se assim te pede o Senhor. Vence qualquer temor natural ou sobrenatural e responde à Vontade Divina, mesmo sem compreendê-la.

O que parecerá mais impossível para um homem do que aceitar que a sua virgem esposa gesta, em si, o Filho de Deus, trazido e fecundado pelo Espírito Santo? E, no entanto, filho, diante deste e de tantos outros mistérios de Minha Vida, jamais neguei a Vontade do Senhor.

Foi por essa obediência irrestrita que o Criador concedeu, ao Seu simples servo, a Graça de compartilhar de Seu Poder e de Sua Glória, mesmo que Eu estivesse, em vida, em um corpo, mente, alma e coração humanos.

O Senhor sempre Me pediu coisas impossíveis, e o mais impossível de tudo foi que, um dia, Me pediu para ser tão semelhante a Ele quanto o era o Seu Filho, na humanidade daquele pequeno Menino, que por anos carreguei em Meus Braços.

Era tão imensa a grandeza daquele Menino – e infinitas a Sua Santidade e Majestade, mesmo estando em um corpo tão pequeno –, que me assemelhar a tamanho amor manifestado Me parecia impossível. Mas não Me neguei a este pedido divino e apenas Me abri a amar ao Meu Filho e a Deus como uma única coisa. Deixei-me permear pela Presença Divina em Minha vida e abri cada célula de Meu Corpo para que vivesse, em si, o despertar para este amor e esta semelhança com Deus.

Aos poucos, fui descobrindo que ser semelhante ao Pai, como o era o Meu Filho, era amar o Pai como o Meu Filho O amava e amar tudo como o Pai amava. A essência do amor era o começo, o meio e o fim de todas as coisas, de todos os caminhos.

E foi observando o pequeno Jesus que descobri que a evolução é eterna e que a união com Deus deve ser permanente, constante. Foi assim que, mesmo depois da morte, segui contemplando os passos e o triunfo de Meu Filho amado e cada vez mais Me aprofundava na vivência do amor e da semelhança com Deus.

Digo-te isso porque o Criador pede coisas impossíveis a todos os Seus filhos. Inclusive, da mesma forma como Me pediu, Ele também te pedirá que ames como ama o Seu Filho Primogênito e que sejas semelhante a Ele como o é o Seu Filho amado.

Saiba, filho, que a essência de tudo se encontra em perder o medo de lançar-se ao amor.

Ainda que te atormentem a dúvida, o temor, o orgulho e a falta de paz, jamais deixes de cumprir com a Vontade do Pai. Quando responderes ao Seu Chamado, verás manifestar-se, em tua vida, os Seus Prodígios.

Eu te amo e, com Meu exemplo, te inspiro sempre.

Teu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

jul

23

Sábado, 23 de julho de 2016

Mensagens diárias
MENSAGEM DIARIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESUS

Filho, permite que teu coração conheça a dádiva da fé. Deixa que esta fé quebre, dentro de ti, as barreiras da dúvida, da indiferença, da necessidade de manter uma aparência diante do mundo; que quebre as barreiras das impossibilidades, dos medos, das vaidades. Deixa que te inunde essa fé, que transcende a compreensão da mente e que não encontra uma confirmação de sua existência, senão no profundo do coração.

Não há uma evidência científica que comprove a ação da fé e, muitas vezes, vocês quererão explicar os milagres causados por ela como de forma a dissolver os seus méritos na vida humana. Mas a fé, filho, por si só, é um grande milagre.

Quando a fé se instala no coração, é sinal de que esse coração já venceu muitas barreiras dentro de si mesmo e que a consciência já trilhou um certo caminho de transformação e de união com Deus, para chegar até ali.

A fé nasce sem obstáculos nos simples de mente, de coração e de espírito e neles se expande a cada dia, transformando-se em fonte de amor e de graças para os incrédulos e desesperançados.

Aqueles que têm fé e que se deixam inundar por ela tornam-se -cedo ou tarde- veículos da graça divina para outros corações: a sua própria fé, revestida pela graça, opera milagres.

Filho, o que vocês chamam de milagres neste mundo nada mais é do que a ação da fé no próprio coração humano. Se aquele que necessita de um milagre, em algum nível, não dispõe a consciência para recebê-lo com fé, esse milagre não se manifesta. Porque os milagres são a manifestação da graça e da misericórdia divina, e se não há sintonia e afinidade no coração e na consciência, essas graças não descem.

As Leis Universais são um grande mistério para a mente humana, que as ignora quase completamente. Apenas aqueles que vivem sob essas Leis as compreendem.

Hoje, filho, te chamo a viver sob o princípio divino da fé, para que recebas, de Deus Altíssimo, a graça de que necessitas neste tempo, manifestada em um milagre de amor e transformação, para que cumpras com tua missão enquanto há tempo.

Dispõe-te a viver a fé e pede a graça de recebê-la.

Que o Pai te inunde com a divina fé, transformando assim não só a tua pequena consciência, como toda a humanidade, esta que, vazia de fé e de esperança, não encontra um sentido para a vida.

Te abençoo hoje e sempre.

Teu Pai e Companheiro,

São José Castíssimo

jul

22

Sexta-feira, 22 de julho de 2016

Mensagens diárias
MENSAGEM DIARIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESUS

Filhos, quando lhes falo da vida universal, muitos olham ao seu redor e veem a abismal distância que existe entre o que lhes digo e o que vivem como humanidade.

A aproximação da vida universal deve se dar primeiro na consciência, porque lhes digo que, para muitos, será de um dia para o outro que as barreiras da ilusão cairão por terra e a Verdade se fará visível aos olhos humanos. Aqueles que sempre a ignoraram temerão e acreditarão que estão loucos; aqueles que tinham uma mera ideia sobre ela temerão e não ingressão nos portais que se abrirão frente aos seus olhos; e aqueles que a conhecem e que a vivem a esperarão e, ansiosos por encontrá-la, a reconhecerão diante de seus olhos e cruzarão sem medo os portais que os levam a uma nova vida.

Acreditem que o que lhes digo, filhos, não é um conto ou uma fantasia. Bem-aventurados os que se lançam de coração no desvendar dos mistérios celestiais e que, em humildade, esvaziam o próprio interior para que sejam receptáculos da Verdade Universal.

Estejam atentos à guia celestial e busquem, com esmero e esperança, viver o que lhes dizemos.

Seu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

jul

21

Quinta-feira, 21 de julho de 2016

Mensagens diárias
MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESUS

Entrem no Coração de Deus e encontrem ali a possibilidade de transpor obstáculos e limites e viver aquilo que hoje lhes parece impossível e impensável.

Filhos, este é o tempo não só dos milagres, mas também das verdades. É o tempo em que a consciência humana deve se aproximar do que ela verdadeiramente é e já não estar presa às limitações que são impostas pela ignorância e pela cegueira deste mundo.

Em muitos ciclos e em muitas eras, a humanidade se aproximou da Verdade, mas demonstrou ao universo que ainda não havia alcançado um grau de amor suficiente para poder recordar o passado, a origem, e com isso, recordar tudo aquilo que deve ser curado e redimido no profundo de cada ser.

Depois do exemplo dado por Meu Filho Jesus e, depois que Seu Espírito de Amor seguiu despertando e ensinando, cada coração que se abriu, a amar e a perdoar, ao menos uma parte da consciência humana já está minimamente pronta para encontrar a Verdade.

Para que não se confundam e não cometam os mesmos erros do passado -quando o Criador tentou revelar-lhes a vida universal-, vocês devem ser humildes na mente, nas emoções, nas intenções, no coração, na alma e no espírito. E essa humildade não provém de um descuido consigo mesmos ou de um automartírio.

A humildade da qual lhes falo é o simples ato de reconhecer que vocês sempre estiveram adormecidos neste mundo e, ainda que o que são -em verdade, em espírito- pareça ser grande e cheio de poder, saibam que não há poder maior que o Poder de Deus e que todo poder que tenta se sobrepor ao Poder Divino é mera força humana, que -com um sopro do Altíssimo- se transforma em pó, em nada.

Para ingressarem na vida universal, devem primeiro senti-la, deixar-se permear por ela como crianças que estão diante de um novo mundo. Não queiram saber e não pensem que já sabem. Não queiram ser e não pensem que são coisa alguma. Apenas estejam diante dos Portais para o Cosmos, sabendo que a única coisa necessária neste momento é a humildade do coração e a certeza de que, para cruzarem esses portais, devem ter dentro de si mesmos a experiência do amor, do verdadeiro amor, que transcende as próprias necessidades e que, inclusive, transcende a própria vida.

Coloquem o espírito diante do Cosmos, do Universo, da Origem e peçam ao Pai a graça de que sejam humildes e de que aprendam e vivenciem o verdadeiro amor. Porque está chegando a hora de retornar e de consagrar este mundo à Verdade, derrubando com o Poder da Luz Divina os falsos reinos construídos sobre a Terra.

Filhos, esta é a última hora de construir, no interior, aquela fortaleza que cruzará os portais e as dimensões; que reconhecerá o passado, a origem, os erros cometidos; que aceitará a redenção; que pedirá perdão e que entregará ao Cosmos -no cristal do coração- a experiência do amor como símbolo da adesão absoluta à Vontade Divina e, como sinal visível para o universo, de que os mil anos de paz começaram.

Guardem hoje Minhas Palavras no coração e deixem que elas os aproximem um pouco da Verdade, porque, ainda que seja aos poucos, é hora de recordar.

Seu Pai e Amigo de todas as eras e todos os ciclos,

São José Castíssimo

jul

20

Quarta-feira, 20 de julho de 2016

Mensagens diárias
MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMàLUCÍA DE JESÚS

A Liturgia da Vida

No universo, filhos, a vida por si mesma é uma liturgia permanente.

A hora de repousar os corpos é a hora de meditar no Propósito Divino, reconfirmar o próprio espírito na adesão aos Planos de Deus e no caminho evolutivo que Ele propõe às Suas criaturas.

A hora de despertar é a hora de oferecer ao Pai cada ação, cada movimento, pensamento, sentimento, cada vibração emitida, para que tudo seja pela manifestação de Sua Vontade.

Cada trabalho realizado, cada contato que uns fazem com os outros, tudo é pelo estabelecimento da paz e pela evolução de todas as criaturas –nunca apenas pela própria evolução.

No universo, não existe individualismo: a consciência da unidade e da fraternidade é viva. Os seres sabem –desde o princípio de sua evolução– que, para que eles cresçam e cheguem à Origem de Tudo, devem viver a unidade com todos. Sabem que, para que eles cheguem ao Criador de todas as coisas, é preciso estar unido a tudo o que Ele representa. E, reconhecendo que Sua Essência Divina se multiplicou em toda a Vida, os seres conscientes vivem a unidade com todos.

Na vida universal, antes de agirem, os seres oferecem ao Pai suas ações e perguntam à própria essência –que representa a unidade com Deus– qual é o melhor passo a ser dado. A confiança no Criador está acima de todas as coisas. A certeza de que Ele habita o próprio interior e ali interage com Suas criaturas é o que fortalece constantemente os Seus filhos, para que não saiam de Seu Caminho e de Sua Guia.

Digo isso, filhos, porque a Terra deve ingressar no tempo do universo e isso começa com a transformação de cada consciência. Vocês devem aproximar suas vidas dos padrões de vida universais e, para isso, é hora de reconhecer e recordar os princípios dessa vida.

Façam, de cada dia, uma liturgia viva: que todas as horas sejam momentos de encontrar a Deus, que todas as suas ações sejam motivos para buscá-Lo e que as liturgias e instâncias de oração, que já conhecem, sejam o alimento que nutre as almas e as fortalecem; oportunidades de interceder por aqueles que estão adormecidos e pelos que não conhecem a paz; oportunidades de clamar pelos reinos da Natureza e de aproximar-se mais conscientemente da Verdade.

É hora de despertar para a liturgia da vida.

Se vocês vivem o que lhes digo, em um tempo próximo, compreenderão por que lhes ensinei essas coisas.

A liturgia da vida é a Porta para o Cosmos.

Eu os amo e os abençoo sempre.

Aquele que vive na oração permanente a Deus,

São José Castíssimo

jul

18

Segunda-feira, 18 de julho de 2016

Mensagens diárias
MENSAGEM DIARIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, PAYSANDÚ, URUGUAI, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESUS

Quando São José chegou, nos mostrou uma imagem Sua com, mais ou menos, 30 anos. Era noite e Ele caminhava sozinho em um monte, olhando para o Céu estrelado e conversando com Deus. Pediu, então, que anotássemos o que, naquele tempo, Ele dizia ao Pai em oração e que, agora, nos permitia escutar. Ele orava:

 

Senhor, cura-me

Senhor, cura-me, ingressando com a potência de Teu Amor
       em todos os meus átomos e moléculas.

Senhor, cura-me, queimando com o fogo de Teu Santo Espírito
cada partícula de meu pequeno ser.

Senhor, cura-me e diminui minha alma a um verdadeiro nada,
para que reconheça a Tua Grandeza e infinita Majestade.

Senhor, cura-me e mostra a Tua Face aos meus olhos impuros,
para que eu Te reconheça como o Pai, a Verdade e a Origem de todas as coisas.

Senhor, cura-me e retira de mim o que se crê separado de Ti.
Demonstra-me, oh, Deus de toda a Criação,
que Tu estás em todas as coisas;
estás por detrás de toda a ilusão, escondido na essência de cada ser.

Senhor, cura-me, vence-me e deixa-me rendido aos Teus Pés.
Que todo o meu ser reconheça o Teu Poder e se regozije em Ti eternamente.

Deus do Amor, Deus da Verdade, Deus da Pureza, Deus da Alegria,
Deus dos pobres e dos ricos, Deus dos sãos e dos enfermos,
Deus do Céu, da Terra e de todo o Universo,
Deus do Cosmos, Deus da Existência, Deus da Criação,
cura-me, renova-me e faz com que Te descubra tão dentro de mim como eu mesmo.

Revela, Senhor, que Tu és em todas as coisas e todas as coisas são em Ti.
Revela-te em unidade com Tudo e, assim, cura-me, Senhor.

Amém

 

A verdadeira cura provém da rendição do coração perante Deus, do reconhecimento de Sua Grandeza e da nossa própria pequenez frente a Ele.

A cura -que deve nascer no espírito e ter o seu reflexo na matéria- nada mais é, filhos, que a desmistificação da unidade e sua vivência absoluta.

Quando vocês compreendem a Presença de Deus em todas as coisas, não há enfermidade, nem no corpo nem no espírito, que possa abatê-los, porque quando a consciência vive a unidade com Deus, todas as suas células são abarcadas por essa Presença Divina e encontram o Princípio do Pai em si mesmas, dissolvendo assim todo desequilíbrio, toda doença, toda angústia e toda dor.

Por isso, hoje ensino-os a pedir a cura para o Senhor. Não peçam a cura do corpo, da mente ou das emoções: peçam a cura da separatividade, da ignorância, da ilusão e, assim, filhos, descobrirão que o espírito são é aquele que se une ao Deus Vivo e O encontra dentro de si mesmo, multiplicado em suas células, animando o seu corpo, permeando com Sua Santidade tanto a matéria como o espírito.

Orem de coração, orem como humanidade, porque ela está muito enferma e se vocês -como células deste grande corpo humano- reconhecerem a unidade com Deus, aos poucos irão curando os males que ainda permeiam o mundo.

Eu os amo e lhes deixo Minha Bênção e Minha Paz, para que se curem e, assim, atraiam a cura para todo o planeta.

Seu Pai e Curador,

São José Castíssimo

jul

17

Domingo, 17 de julho de 2016

Mensagens diárias
MENSAGEM DIARIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESUS

Filho, não te esqueças de pensar no planeta, mais do que em ti mesmo. Aquele que aspira a conhecer todas as ciências e se esquece do mais importante de tudo -que é o amor ao próximo e ao Plano de Deus- não encontrará jamais o caminho que o leva a Cristo.

Concentra, então, tua atenção, todos os dias, na vida dAquele que veio ao mundo para ser o teu exemplo. Reaviva o Seu Evangelho, não buscando ser um Messias, mas sim vivendo o Ensinamento que Ele trouxe ao mundo. Messias houve um só e sempre haverá apenas um, porque essa é uma missão única, que terminará de se cumprir no retorno de Cristo. O estado de Cristo é o que deve se multiplicar. É na vivência desse Ensinamento que deve estar a tua atenção. Recorda-te que Jesus alcançou a Cristificação na cruz, quando sozinho com a Sua humanidade, foi capaz de perdoar e de amar os homens, o planeta e os Planos de Seu Pai, mais do que a própria vida.

Não te pedirei, filho, que morras na cruz para aprender a amar, mas sim que morras todos os dias um pouco mais, porque cada vez que morres um pouco, aprendes sobre o amor verdadeiro, o amor crístico.

Renuncia a toda glória na Terra, a todo reconhecimento, a toda honra, inclusive quando essa honra te for dada pelos homens, pela admiração de ver-te virtuoso e aderido aos Planos de Deus.

Jesus poderia ter descido da cruz e convencido os homens de Seu Poder. Se o tivesse feito, talvez muitos homens O honrariam e acreditariam que Ele verdadeiramente era o Messias, mas o Ensinamento de Cristo era também um aprendizado para Ele: desde o Seu nascimento até a Sua morte, Ele deveria demonstrar à humanidade que não é pela glória, pelo engrandecimento ou pelo uso do poder que se chega a Deus, mas tão somente pela simples humildade e resignação diante do Pai.

Jesus sabia que todos os poderes que tinha pertenciam ao Seu Pai e esses poderes lhe foram retirados na cruz, para que Ele aprendesse do máximo poder que provém de não ter e ser nada: o Amor e a Misericórdia.

Foi assim que Cristo renovou a consciência humana e, inclusive, a vida universal, pois não somente na Terra, mas em todo o universo, se prezava pelo poder e pelo uso das forças e energias.

Toda a Criação viveu um aprendizado com o exemplo de Cristo, pois depois de ter renunciado a Si mesmo e à Sua Vida, Ele fez renascer o Seu Corpo e recobrou a vida de Suas Células apenas com a potência do amor alcançado na cruz. Não houve ciência, substância, energia ou vibração que, em um laboratório, fizesse reviver o Corpo de Cristo: foi o puro amor, renovado pela renúncia e pela entrega de Jesus, o que lhe recobrou a vida.

Aprende assim, filho, a renovar mais uma vez a condição humana com esse exemplo vivo de Cristo dentro de ti e diante ti. Imita-o, vencendo o medo que humanamente atormenta o teu coração e abre-te para tu seres nada.

Aquele que, em humildade, foi nada e alcançou tudo, teu Pai e Companheiro,

São José Castíssimo

jul

16

Sábado, 16 de julho de 2016

Mensagens diárias
MENSAGEM DIARIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESUS

Filho, quando o universo te dá graças, distribui-as sobre o mundo por meio de atos misericordiosos, orações, silêncio, alegria e vivência das virtudes.

Quando o Céu se abre diante de teus olhos, ainda que, muitas vezes, a limitação dos olhos humanos não O vejam, contempla com o olhar interior essa insondável Graça da Presença Divina e clama pelo planeta, pelos ignorantes, pelos adormecidos. Oferece ao Pai uma transformação verdadeira, um verdadeiro milagre para a Sua Criação. Que, ao contemplar o mundo, o Seu Coração ferido encontre um alento em teu esforço permanente.

Não te pedirei, filho Meu, que já não caias ou que não peques mais, porque este mundo sempre te levará a cair e, ainda que não queiras, uma parte de ti sempre peca, porque de alguma forma colabora com a degradação humana.

O que te pedirei hoje é que, se caíres, que te levantes; se pecares, que limpes as tuas manchas com o Perdão e a Misericórdia Divina, com o arrependimento verdadeiro, este que te ajudará a não cometer sempre os mesmos erros.

Tuas debilidades são as mesmas de muitos de teus irmãos do mundo; por isso, encontra a força para superá-las na oferta permanente de fazê-lo pelos demais, por aqueles que estão cegos de espírito.

Hoje, filho, te oferecerei um caminho de reparação, caminho no qual tua vida se torna um serviço planetário, em que todos os teus atos, pensamentos e sentimentos são ofertados a Deus para reparar alguma coisa. Se assim o fizeres, errarás menos e meditarás antes de agir, porque tua consciência te recordará de que tudo o que fazes é para Deus.

Oferece ao Pai a tua tentativa diária de superar-te e, se não conseguires fazê-lo, oferece-Lhe a tua intenção e persistência. Não desistas nunca, filho, porque os méritos se encontram no coração e na consciência dos que têm intenções puras.

Muitas vezes, vale mais uma intenção sincera por superar alguma coisa e a eterna tentativa de fazê-lo, do que o ato daquele que facilmente se supera a cada dia. Mais vale o pecador que se esforça por sair do pecado, do que o santo que assim o é por sua natureza.

Faz de tua vida uma reparação permanente das Chagas de Deus e que Ele encontre em ti um alento verdadeiro.

Deixo-te Minha Bênção e Minhas Graças, para que dês passos fecundos.

Teu Pai e Companheiro,

São José Castíssimo

jul

15

Sexta-feira, 15 de julho de 2016

Mensagens diárias
MENSAGEM DIARIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESUS

Filhos, por que pensam no passado?

Esquecer o passado não é ser indiferente ao que se viveu ou ignorar tudo o que vocês experimentaram como consciências. Esquecer o passado é assimilar, no interior, os bons frutos das experiências que os fizeram crescer como seres humanos e, a partir daí, dar novos passos, elevando aquilo que não esteve bem em suas vidas.

Quando vocês deixam o passado no tempo que lhe corresponde e não tentam perpetuar uma ação ou uma experiência que já não existe, estão dando uma oportunidade de transcendência para esse estado de consciência que chamam de passado.

Todas as experiências positivas devem servir de base para que o ser alcance novos degraus evolutivos, mas os seus olhos não devem estar fixos nos próprios pés, mas sim no alto desta grande escada.

Ficar preso ao passado, filhos, é como estar subindo uma grande escada que os leva ao Reino de Deus e deter o próprio caminhar, para fixar-se nos detalhes dos degraus que pisaram ou que seguem pisando. Se, ao contrário, vocês liberam o passado e tiram os pés desses degraus, caminhando com passos firmes, darão lugar aos outros, que virão detrás de vocês, para que subam essa escada.

Muitas vezes, filhos, se prender a situações e pessoas do passado, por querer perpetuar a própria presença em uma conjuntura que já não lhes corresponde, é como estar parado no meio da escada, querendo fazer a sua presença ali eterna – acreditando que, assim, ajudarão os demais – quando, em verdade, é caminhando e subindo os degraus que podem auxiliar os próximos, porque liberarão o caminho para que eles possam subir.

Caminhem, filhos, e não olhem para trás. Não contem quantos degraus subiram ou com que detalhes eles eram feitos. Não parem na escada, não se distraiam da meta que o Criador tem para vocês. Deem os passos e deixem, para Aquele que sabe todas as coisas, o direcionamento dos que não puderam acompanhá-los. Lembrem-se de que o maior serviço é evoluir. Se evoluem como consciências, vocês o farão como humanidade e, se o fazem como humanidade, o farão em nome de todo o universo e de toda a Criação.

Contemplem um propósito maior e já não se percam nas distrações de um tempo que passou.

Seu Pai e Amigo, Este que os impulsiona ao eterno presente,

São José Castíssimo

jul

14

Quinta-feira, 14 de julho de 2016

Mensagens diárias
MENSAGEM DIARIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESUS

Filhos, para que as graças que recebem dia a dia possam se manifestar em suas vidas como uma transformação verdadeira, vocês não podem permitir que elas se percam e passem por vocês como o vento.

Ao receberem uma graça divina[1], meditem sobre essa graça, sintam-na dentro de suas essências e, em oração, peçam que ela se expanda e transforme os seus seres por completo.

A atuação da graça divina é infinita; porém, se vocês receberem essa graça e sequer sentirem o que ela está fazendo dentro de vocês, ela permanecerá latente e invisível aos seus olhos até depois desta vida.

Imaginem, filhos, que um dia possam cruzar os portais deste mundo sem ter cumprido com a própria missão e ali percebam que infinitas graças lhes foram entregues, mas que vocês nunca as buscaram e sequer pensaram nelas.

As suas vidas, por si sós, já são uma grande graça: graça inestimável é estar neste mundo, neste tempo, junto aos Mensageiros Divinos, sendo guiados nos mais mínimos detalhes. E graça maior e insondável vocês recebem para que essa instrução se torne vida dentro de cada um de vocês e, dessa forma, vocês sejam testemunhas do poder transformador da graça divina e demonstrem ao mundo, com o próprio exemplo, o verdadeiro potencial dos seres humanos, como filhos de Deus.

Busquem, filhos Meus, dentro de vocês, as graças que lhes entregamos, sintam-nas e as façam crescer e se multiplicar, sempre sabendo que o resultado da expressão perfeita da obra da graça não é para si mesmos, mas sim para o Plano Divino, para o planeta, para a humanidade. Em oração, observem o próprio mundo interior e, em silêncio, deixem-se permear e transformar pela graça.

Ao menos, enviem ao universo um sinal de que não são indiferentes a tudo o que recebem e que aspiram a que o Criador se expresse, com toda a Sua Grandeza, dentro de cada um de vocês.

Eu os amo e lhes digo tudo isso para que não desperdicem as graças que receberam, porque chegará o tempo em que nem a graça, nem a misericórdia poderão descer sobre o coração humano, pois será com os tesouros que já receberam que vocês construirão a própria fortaleza nos tempos que virão.

Seu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

 

[1] São José disse que se referia, hoje, à graça que recebemos de Nossa Senhora, na Aparição do dia anterior, 13 de julho de 2016.

jul

13

Quarta-feira, 13 de julho de 2016

Mensagens diárias
MENSAGEM DIARIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESUS

Bem-aventurados os puros de coração e valentes de espírito, os que serão chamados de débeis aos olhos do mundo, porque renunciarão aos prazeres dos sentidos e às forças capitais.

Bem-aventurados aqueles, dentre os homens, que não temem perder tudo, inclusive a si mesmos, para encontrar a Deus, os que renunciam aos méritos e às honras deste mundo, porque sabem que a maior riqueza é ser nada e não ter nada, para então ser preenchido pelo Criador.

Bem-aventurados os que não buscam conformar as Palavras de Deus com sua compreensão humana, mas que rompem as barreiras da própria mente para ingressar na sabedoria divina.

Bem-aventurados os que verão as ruínas do mundo com olhos de compaixão, mas não de temor, os que sabem que o verdadeiro Reino – eterno e imperecível – se edifica apenas no espírito.

Bem-aventurados os que escutarão as profecias que vêm de Deus e se prepararão para vivê-las como sua maior verdade, os que não esperam que os acontecimentos se manifestem para começar a crer nas palavras divinas.

Bem-aventurados os que são humildes de coração e simples de espírito e podem perceber a Presença de Deus, quando Ele se aproxima, aqueles que terão os olhos limpos para ver e compreender a verdade nos tempos que virão.

Bem-aventurados os que bebem da oração e da Graça de Deus e dão de beber a outros, com o cálice das ações misericordiosas. Eles prepararão a chegada do Reino e, apesar de serem os últimos a entrar, terão o seu lugar à direita dAquele que está à direita de Deus e O adorarão eternamente.

Bem-aventurados os que não se sabem bem-aventurados, mas que buscam a Graça e a Misericórdia divina perpetuamente.

São José Castíssimo

jul

12

Terça-feira, 12 de julho de 2016

Mensagens diárias
MENSAGEM DIARIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESUS

Este é o último tempo da ilusão planetária, e é por isso, filhos, que as forças do caos e do mal tentam desenfreadamente crescer e se multiplicar no mundo. Elas sabem que este é o seu último tempo. Assim como o Criador conhece a Sua Eternidade, essas forças conhecem o seu fim.

Filhos Meus, este é o tempo de fechar os olhos para as influências do planeta, porque quanto mais se aproxima o fim, mais cresce a ilusão e mais confundidas estão as almas, as mentes e os corações.

Se não se aferrarem à vida superior e vencerem as tendências do mundo para manter a própria fé, muito lhes custará seguir um caminho espiritual verdadeiro. Vocês confundirão a Mensagem com o mensageiro e, por não verem concretizadas as profecias no tempo e na forma que esperam, desacreditarão de tudo o que aprenderam até agora.

Permanecer no amor é uma missão para os valentes de espírito, aqueles que confiam mais em Deus que em si mesmos, que estão atentos às Suas Mensagens e não tanto à forma como elas chegam até o próprio coração.

O Apocalipse já está em ato, dentro e fora de muitos seres. A América está sendo cuidada pelos Mensageiros Divinos, mas também chegará o tempo, filhos, em que ela deverá viver a sua purificação. O nascimento de uma nova raça e de um novo princípio de vida dependerá de cada coração que ali esteja e de sua disposição em perseverar, além das provações, para reconstruir o mundo, quando chegar a hora.

Filhos, compreenderão plenamente o que vivem e a Instrução que lhes entregamos quando estiverem despertos em todos os níveis de consciência e os véus já não estiverem sobre os seus olhos. Mas hoje quisera fazer-lhes compreender que os acontecimentos planetários não se darão como vocês esperam. Tanto é assim que eles já estão acontecendo e muito poucos perceberam.

Para que o caos da Terra não os confunda, afirmem a cada dia mais a fé e a unidade uns com os outros. A oração que sustenta o coração é a mesma que manterá a mente sã.

Fiquem com o que lhes disse e não se esqueçam. Quando chegar a hora, estas palavras serão como chaves que abrem as portas do novo tempo.

São José Castíssimo

jul

11

Segunda-feira, 11 de julho de 2016

Mensagens diárias
MENSAGEM DIARIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESUS

Filho,

Nem sempre Deus te falará ao ouvido e ao coração, porque chegará o momento em que Sua Voz se tornará silêncio e vida dentro de ti.

Já não escutarás do Senhor as Suas Palavras, como escutas agora, e isso ditará o momento de ser Um com o Pai e de que Sua Voz não se pronuncie de fora para dentro, senão de dentro de ti para o mundo inteiro.

Quando o Criador silenciar e apenas observar o mundo, será a hora de que as vozes de Suas criaturas ressoem. Será o momento de viver a unidade com Deus, para que do próprio homem surja a guia para a humanidade.

A última prova do coração humano será a solidão absoluta, solidão na qual se encontrará espiritualmente como raça e como consciência. Será a solidão da humanidade consigo mesma. E, nesse momento, filho, caberá apenas ao coração humano encontrar a saída para a vivência do amor e da verdade.

Aqueles que construíram a unidade com o Pai não titubearão nem temerão, porque o seu pensamento, sentimento e ação serão Um com o Pensamento, o Sentimento e a Ação de Deus. E os que não conheceram o Criador e jamais O buscaram viverão a prova de confiar em seus irmãos para não se perderem.

Os que se diziam seguros de si mesmos se verão diante de um abismo e quererão voltar atrás, sem ter para onde ir. Os valentes e confiados em Deus – e não em si mesmos – se lançarão sem temor e ingressarão nos portais que conduzem ao novo tempo, ao tempo real.

Filho, entre símbolos e literalidades, te faço conhecer uma parte da verdade. A única certeza que podes ter, diante de Minhas palavras, é a de que aquele que constrói agora a unidade com o Pai em seu espírito não se perderá – senão de si mesmo.

Por isso, antes de quereres compreender exatamente o que te digo, busca a essência de Meu ensinamento e une-te sem demora ao Criador, para que, quando for a tua hora de experimentar a solidão, Deus esteja contigo, porque Ele estará em Ti.

Teu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

jul

10

Domingo, 10 de julho de 2016

Mensagens diárias
MENSAGEM DIARIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESUS

Oração para pedir perdão a Deus

Senhor, perdoa-nos, porque desde o momento em que pisamos na Terra,
       somos ignorantes de nossas ações.

Senhor, perdoa-nos, porque o tempo passou e nossos olhos permaneceram fechados,
       assim como o nosso coração e o nosso pequeno espírito.

Senhor, perdoa-nos, porque nossas mãos pouco trabalham para Ti e muito para nós mesmos;
       pouco se estendem para o próximo e muito permanecem fechadas.

Senhor, perdoa-nos, porque viemos à Terra como espíritos em Redenção
       e nada conhecíamos do Amor, tampouco sabíamos que aqui aprenderíamos a amar.

Senhor, perdoa-nos, porque o mundo está agonizando
       e ainda não pudemos Te encontrar nos reinos da natureza e em nossos irmãos.

Senhor, perdoa-nos, porque ignoramos a unidade
       e nos separamos como consciências e como Tuas criaturas.

Senhor, perdoa-nos. Aspiramos a não voltar a pecar.

Perdoa-nos como perdoava o Teu Filho.

Perdoa-nos como perdoaste nossos espíritos, ao entregar-nos o melhor que tens
       em Tua Criação: uma experiência de amor e de unidade Contigo.

Senhor, perdoa-nos e limpa as nossas manchas, cura as nossas feridas
       e reintegra-nos ao Teu Reino.

Senhor, perdoa-nos e abre-nos as portas do Céu.

Reconcilia-nos com Teu Coração e com tudo aquilo que pertence a Ti.

Ensina-nos a amar e a perdoar como o fazes Tu.

Ensina-nos a unir o que está separado.

Ensina-nos a servir a todos em Ti, sem sair de Ti e Te encontrando em tudo.

Senhor, faz de nossos corações Teu Coração; de nossos braços, Teus Braços;
       de nossas pernas, Tuas Pernas; de nossos corpos, Teu Corpo; de nossas mentes,

Tua Mente; de nossas vidas, Tua Vida; de nossa evolução, Tua Evolução.

Senhor, perdoa-nos e faze-nos semelhantes a Ti.

Amém.

 

Hoje, apenas orarei com cada um de vocês e, como coração humano, pedirei a Deus o Seu Perdão e a Sua Intercessão para a Terra.

Seu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

jul

09

Sábado, 9 de julho de 2016

Mensagens diárias
MENSAGEM DIARIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESUS

Filho,

Que tua vida seja para a concretização de um Plano superior. Que tuas ações, teu verbo, teu pensamento e teu sentimento estejam impregnados de um sentido verdadeiro, sentido este que te conduza ao Plano Divino, ao encontro com o Criador.

Faz com que tua vida seja permeada pelo sagrado, com ações conscientes que te levem à transformação não só pessoal, mas também dos velhos padrões humanos.

Recebe de Deus, com alegria, a Graça de ser consciente da realidade planetária e da vida superior, consciente da purificação e do caos que se alastra pelo mundo. Porque, ao mesmo tempo em que tu estás aqui, diante destas palavras, existem muitos irmãos teus no mundo que não compreendem o que vivem, que não aceitam as suas enfermidades e não sabem como revertê-las; não compreendem os movimentos da Natureza e não compreendem o ódio nos corações dos homens, que causa as guerras e os conflitos; não sabem como ou onde encontrar a paz.

Que tua vida seja uma oferta permanente ao Criador, em reparação ao que ocorre no mundo.

Filho, nunca vivas apenas para ti, porque senão as Graças do Pai em tua vida não teriam sentido. Quanto mais recebes de Deus, tanto mais deves atrair um novo princípio de vida para a Terra; deves preparar, em ti e ao teu redor, a chegada do Reino Celestial.

Deves, a cada dia, transcender um pouco que seja a condição humana, para que outros que estão do outro lado do planeta possam receber o reflexo de tua transformação e, assim, receber uma oportunidade.

Filho Meu, seja lá o que fizeres, faze-o com alegria. Não deixes que o caos e a opressão do mundo desanimem o teu coração. Não deixes que a purificação que vives e a purificação da Terra te façam desistir de encontrar o que de mais maravilhoso existe no universo.

Detrás de todo o lodo da consciência existe algo puro e límpido, escondido em todos os seres. Por isso, filho, lembra-te do tesouro que há dentro de ti e, ainda que te cause dor ou incômodo, não te entristeças ao purificar-te.

Busca recursos para encontrar a paz e para aliviar-te, na certeza de que, um dia, tudo isso passará e a luz voltará a brilhar dentro ti, vencendo as trevas do teu interior. Essa mesma luz, que primeiro brilhará em ti, com toda a sua potência e majestade, brilhará nas trevas do mundo, no retorno de Cristo, consolidando a unidade e a semelhança com Deus no coração humano.

Aquele que te anima e que te abraça, para que não desistas nunca, teu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

jul

08

Sexta-feira, 8 de julho de 2016

Mensagens diárias
MENSAGEM DIARIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESUS

Ser Humano sem ser humano

A ciência destes tempos, filhos, é a transcendência do velho homem e o nascimento do novo. Nascer sem morrer no corpo. Fazer renascer a matéria, transcendendo o que estava corrompido.

O novo homem nasce dentro da consciência. Ele é fruto da purificação interior, do ato de expurgar o velho, para que o verdadeiro possa surgir.

O novo homem, filhos, em verdade não é novo: ele sempre esteve dentro de cada ser humano; ele é o princípio, é a realidade, é o início de tudo e também o final, a meta para a qual vocês caminham.

O velho homem se apoderou da verdade e construiu, sobre a essência, uma vida de ilusões: criou, por cima do que vocês são, algo que não existia e ocultou o Pensamento Divino com o pensamento humano.

A humanidade, filhos, é uma raça de semelhança com o Pai sob muitos aspectos que desconhecem. Um deles é a capacidade de criar pelo pensamento, pelo sentimento e pelo coração, capacidade até então concedida apenas aos anjos. Mas, como um grande paradoxo universal, essa semelhança com Deus os afastou do Criador, porque – em vez de aprenderem com o amor – criaram, com o pensamento, um falso homem e uma falsa evolução, que mais os levava ao abismo do que aos Céus.

Influenciados pela ilusão do tempo em que viviam, os seres humanos foram se distanciando cada vez mais do Todo e ingressando em si mesmos. Foram perdendo a capacidade de estar em tudo – que a semelhança com Deus lhes oferecia – e perderam a consciência da unidade, fortalecendo, como uma lei humana, a individualidade.

Filhos, como pode um ser criado para viver a unidade competir com os seus semelhantes? Criar armadilhas para a evolução do próximo? Querer ser melhor ou pior que os demais?

A resposta para essas perguntas está não somente na dualidade própria deste mundo, mas também em toda a ilusão na qual a humanidade se colocou como consciência.

Reconheço, filhos, que – depois de tantos ciclos evolutivos, como raça – é mais forte a ilusão do que a verdade; é mais fácil permanecer no velho do que arrancá-lo de si mesmos, para que o original possa surgir. Porém, é necessário que todos sejam conscientes do que vivem e da batalha interior – individual e humana – que deverão viver nestes tempos, para voltar às origens, ao Plano original de Deus.

Quando oram de coração e quando se permitem viver virtudes espirituais, como a humildade, a fraternidade, a compaixão e o perdão, vocês estão vivendo a partir da verdade, do homem original ou do novo homem e, aos poucos, poderão ir destituindo o reinado do velho, sem que isso lhes cause uma grande desestabilização ou sofrimento.

A vivência da verdade, de uma forma harmoniosa, depende apenas da rendição de cada ser.

Tudo o que lhes digo hoje é para que vocês se inspirem em buscar dentro de vocês a verdade e não permanecer no velho, no ilusório.

Que Minhas palavras os levem a buscar, dentro de si mesmos, esta semelhança com o Divino, que ficou oculta pelas capas da ilusão e que é ignorada pela grande maioria dos seres humanos.

Agora, filhos, é momento de ser Humano sem ser humano e descobrir a verdade sobre si mesmos.

As chaves para todas as portas que os levam ao caminho da luz se guardam na oração e na prática das virtudes.

Eu os amo e lhes deixo Minha Paz.

Que assim como Eu pude descobrir a verdade e a semelhança com Deus, que todos os que Me escutam possam fazê-lo. Esforcem-se e perseverem.

São José Castíssimo

jul

07

Quinta-feira, 7 de julho de 2016

Mensagens diárias
MENSAGEM DIARIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESUS

Filho,

Cumpre com alegria a missão que Deus te encomendou: missão de viver, na Terra, princípios que provêm dos Céus e manifestar no mundo uma nova humanidade.

Muitos se perguntam, todos os dias, se estão fazendo o que devem fazer como almas e como espíritos; se perguntam onde deveriam estar, com quem e fazendo o quê. Mas poucos, muito poucos, estão se esforçando para verdadeiramente abrir o coração e atrair um arquétipo da vida que ainda não existe na superfície do planeta.

Se queres viver o que Deus pensou para ti, então começa por dispor o teu coração para algo novo. Busca dentro de ti o que deve ser perdoado e aquilo que deves perdoar. Busca dentro de ti a força para vencer a ti mesmo e ser mais manso, mais humilde, mais serviçal e mais pacificador.

Busca romper as barreiras dentro de ti que te separam do próximo e trabalha, em ti, tudo aquilo que julgas nos demais. Fica todos os dias com o espelho do coração voltado para ti mesmo e, antes de te irritares ou de criticares algo que vês no outro, observa o espelho do coração e vê a ti mesmo refletido naquele defeito que tu não podes suportar.

Busca compreender o outro como compreendes a ti mesmo: assim como sabes que tens infinitas dificuldades e misérias, os outros também as têm. Assim como tentas dar os passos e de bom coração te esforças, o outro também o faz.

É apenas a compreensão mútua o que abre o coração para a vivência do amor.

Se não consegues controlar as reações de tua mente e de tuas emoções, não te preocupes tanto, mas que elas durem pouco e que energias como a ira, a inveja, a cobiça ou mesmo o sentimento de superioridade não tenham a tua permissão para permanecer dentro de ti.

Se amas o Plano de Deus, filho, ou, pelo menos, queres amá-lo, então reflete sempre que o Criador necessita de uma raça de Cristos e não de um só, e que não será suficiente que tu te cristifiques. Recorda de que não necessitas ser melhor nem pior que ninguém, mas que tanto tu como aquele que tens ao lado devem chegar à meta da união com Deus.

Esse é o grande mistério da existência humana e, por isso, vem como espírito, até aqui, para curar os erros do passado no universo.

Para que o Plano de Deus se cumpra, os seres humanos devem se ajudar mutuamente. Recorda disso, filho, todos os dias e, antes de colocares armadilhas no teu caminho, desejando que este e aquele desapareçam da Terra, lembra-te de que, sem eles, a tua vida tampouco tem sentido.

Lembra-te de que não importa quão imperfeito sejas tu ou o outro, pois existe algo dentro de cada ser que o assemelha a Deus e que abre os portais entre as dimensões para que toda a Criação se una ao Pai.

Se queres que teu espírito se aproxime e que tua alma te conduza pelo caminho da Vontade do Criador, abre-te primeiro para a transformação, para a vivência do amor e da fraternidade e, depois, o próprio universo conduzirá os teus passos e não terás de andar tão preocupado contigo mesmo.

Escuta com atenção as Minhas palavras e volta a escutá-las uma e outra vez, porque muito mais fácil é esquecê-las do que ser verdadeiramente transformado por elas, já que a tua humanidade não está acostumada a buscar o Divino, senão somente aquilo que a engrandece e a afirma como matéria.

Ilusão das ilusões é não buscar ser nada como homem, acreditando que a vida começa e termina em ti. Não conheces o que é verdadeiramente ser um ser humano semelhante ao Pai, pois para isso, filho, tu deves viver a unidade com Ele: morrer para ti e nascer novamente dentro do Criador.

Deixo-te Minha Paz e Minha Bênção, para que descubras a verdade sobre ti mesmo, esquecendo o que pensas ser.

Abre-te para ser nada e ali encontrarás tudo.

São José Castíssimo

jul

06

Quarta-feira, 6 de julho de 2016

Mensagens diárias
MENSAGEM DIARIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESUS

Filho,

O homem por si só é fraco e não pode suportar os assédios e as provas deste mundo. Mas o homem que se une a Deus é invencível, porque compartilha com Ele de Sua Glória e Grandeza.

Quando o coração humano de Cristo disse: “Pai, afasta de Mim este cálice”, foi o medo de Suas células que o levou a pronunciar estas palavras. Mas logo, unido a Deus, Ele disse: “Que se cumpra a Tua Vontade e não a Minha”. E foi na perfeita união com o Criador que Jesus suportou os insultos, as humilhações, as traições, a flagelação e a morte em Cruz.

Une-te a Deus, filho, para que Sua Vontade se cumpra. Não queiras viver neste tempo com tuas próprias forças, porque teu coração humano e material é fraco e pode morrer até mesmo de susto.

Aferra-te ao espírito e sê Um com o Espírito Divino. Não penses que o Criador te encomenda uma grandiosa missão e te deixa sozinho. Tudo o que o Senhor te pede é para que cumpras com Ele, por Ele e nEle.

O Criador nunca abandona as Suas criaturas, mas é preciso vencer o medo e aceitar a Sua Vontade, tendo sempre a fé em que Ele te acompanhará.

Reconhece a tua fraqueza, assim como a reconheceu o Senhor – que representa, para ti, o Caminho –, quando se confessou com o Pai e disse: “Afasta de Mim este cálice”.

Mas, em seguida, filho, reconhece também que essa missão não é apenas tua, é sobretudo de Deus – pois este projeto humano a Ele pertence – e, unido a Ele, afirma: “Que se cumpra a Tua Vontade e não a minha”.

Filho, nem mesmo Deus te condenará por tua fraqueza, como não o fez com o Seu Primogênito. O Senhor te colocará em Seus Braços, unirá o Seu Santo Espírito ao teu e te fará invencível perante os desafios desta vida. Ele é quem te abrirá os portais que unem as dimensões e elevará o teu ser, na vivência do verdadeiro amor. Mas, antes de tudo, vence tua fraca humanidade e reconhece-te como filho de um Criador majestoso, que – de uma forma misteriosa e desconhecida para ti – te faz semelhante a Ele, no profundo de teu ser.

Descobre a semelhança com Deus, aceitando a Sua Vontade, e compreende o Caminho pelo qual o Senhor te conduz, à medida que dês os passos dentro dele.

Nem sempre o Criador te levará por um caminho de flores, pois mesmo ao Seu Filho Amado conduziu pelo caminho da cruz, da renúncia, do sacrifício, da humilhação, do martírio e, por fim, do Amor absoluto e da Misericórdia, que se perpetuou na Terra e que até os dias de hoje intercede pelas almas.

É pela atuação dessa Misericórdia, alcançada pelo Filho do Altíssimo, que tu estás hoje escutando as Minhas palavras.

Serás tu, filho, capaz de abrir outro manancial, semelhante a este, para que outras almas que virão detrás de ti tenham uma oportunidade de redenção?

O Criador te chama e aguarda que dês um passo na transcendência do medo e que, unido a Ele, digas: “Que se cumpra a Tua Vontade e não a minha”.

Teu Pai e Companheiro,

São José Castíssimo

jul

05

Terça-feira, 5 de julho de 2016

Mensagens diárias
MENSAGEM DIARIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESUS

Renova-te todos os dias, ainda que a vida pareça passar e os anos se reflitam na aparência de teu rosto.

Renova-te em um tempo que não passa, no fluir de leis que se transformam apenas para gerar novas possibilidades de evolução para as criaturas.

Renova-te em espírito e permite que teu ser redescubra o sentido da vida a cada dia, para que cada vez mais te aproximes da Vontade de Deus para ti.

Servindo um Deus que é movimento constante, mudança e renascer permanentes, não podes ficar preso de uma ideia ou de um velho pensamento e vislumbre do que é a Vontade do Criador para a tua vida. Por isso, filho, renova-te; lança-te ao novo, renovando os teus planos, segundo o fluir das Leis Divinas.

Não te apegues às metas que tinhas quando eras uma criança, no corpo e no espírito. Tudo o que é vivo muda; a transformação e a renovação no Criador são uma lei.

Renova-te como criatura, como alma, como filho de Deus. Dissolve de teu coração as impossibilidades e busca dentro de ti a possível e alcançável perfeição em Cristo. Se te reconheces tão filho de Deus quanto o Seu Primogênito, vive como Ele, sob Leis que pertencem ao Pai e não ao mundo.

Renova-te, começando todos os dias como uma pequena criança: olha o mundo como se nunca o tivesse visto. Olha cada ser humano como se nada soubesses sobre ele e permite que teu coração transpasse os erros do passado, as ideias fixas sobre a conduta do próximo e ame a cada um de uma forma nova todos os dias.

Renova-te, respirando o ar como se fosse a primeira vez, vendo a chuva, o sol, os Reinos da Natureza como se fosse a primeira vez. Por um instante, permite que teu ser encontre um estado de renovação desconhecido para ti e, ainda que te pareça louco ou impossível, renova-te.

Esquece o tempo, o passado, as metas para o futuro e mesmo o presente. Entra, por um instante, no tempo do não tempo e renova-te. Diz: “Senhor, faze-me de novo”.

Se não te renovares, filho, os padrões do velho homem envelhecerão a tua consciência e morrerás estando em vida, sem saber da existência da Eternidade. Viverás para cumprir uma meta que a sociedade colocou dentro de ti quando ainda eras uma criança, enquanto a vida do espírito, que é a verdade, será para ti sempre a ilusão, o segundo plano, o universo paralelo.

Renova-te e redescobre a vida todos os dias. Faze-te filho de Deus e não dos homens. Vive sob leis que provêm do Pai e não só do mundo.

Aquele que te impulsiona à renovação,

São José Castíssimo

jul

04

Segunda-feira, 4 de julho de 2016

Mensagens diárias
MENSAGEM DIARIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESUS

Miséria maior que a miséria da matéria é a da falta de compaixão e de unidade entre os homens.

Carecer do necessário é a consequência de uma carência ainda maior, uma carência que não é individual, mas que é humana: a carência de amor nos corações.

Ser pobre e miserável fisicamente, filhos, não é o maior dos males. Ser pobre de virtudes e miserável no espírito é o que impede o homem de repartir o pão para o corpo. Onde não há compaixão, não há igualdade. Onde há indiferença, não pode haver fraternidade e equilíbrio.

Não fiquem indignados com a miséria desumana em que vivem os seus irmãos, se ainda lhes faltam a compaixão e a fraternidade – e, com isso, colaboram com o crescimento da indiferença e da desigualdade social em que vocês vivem hoje como civilização.

Filhos, que haja mais ação e menos emoção em suas vidas. Que estejam mais prontos para atuar e não se deixem envolver por sentimentos que não fazem crescer o espírito. Se vocês estiverem diante da miséria de seus irmãos, não apenas lhes deem um pão, mas, além do pão, deem também a própria vida, oferecendo a sua transformação em reparação da carência que há na consciência humana e que resulta nessa miséria que veem plasmada na matéria.

Amem, sintam o próximo pela compaixão, sejam fraternos, vençam a indiferença, vençam o egoísmo, rendam-se à fraternidade e apaguem das suas consciências o medo de carecer de algo no futuro – medo esse que faz vocês guardarem tudo para si mesmos. São esses códigos, filhos, que – quando depositados na consciência humana – fazem a diferença.

Por que vocês reclamam tanto dos sistemas de governo e se indignam com a miséria social, se nada fazem para que a consciência humana seja outra e, inclusive, alimentam os velhos padrões que a mantêm nesse ponto de involução?

É hora de crescer e de forma muito neutra dar os passos, compreendendo o ponto em que vocês se encontram e se esforçando todos os dias para que a humanidade receba novos princípios divinos.

Não busquem virtudes para si – para afirmar a miséria alheia e ressaltar a si mesmos –, busquem ser virtuosos, para que a humanidade inteira o seja; dessa forma, filhos, alcançarão virtudes verdadeiras.

Sirvam e sintam no coração o pesar pela miséria material e interior de seus irmãos, mas não permaneçam ali. Mudem, cresçam, alcem voo e levem consigo cada coração humano.

A meta não é apenas a própria santificação: a meta é a conversão de toda a humanidade e a cristificação de uma raça inteira, que seja capaz de amar ao próximo como a si mesma e a Deus por sobre todas as coisas.

Que a paz e a unidade estejam em seus corações.

São José Castíssimo

jul

03

Domingo, 3 de julho de 2016

Mensagens diárias
MENSAGEM DIARIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Filhos,

Cada missão lhes trará um novo aprendizado e uma nova forma de compreender a vida.

A verdadeira razão da existência do grupo de missionários não é tanto o serviço material que vocês prestam, mas sim o ato de ir em direção à necessidade dos próximos para curar as raízes dos males que os colocaram nessa condição de necessitados.

O mais importante é a atuação com o coração e a experiência – que depositam na consciência humana – desse aprendizado de serviço. Com os seus irmãos indígenas, aprenderam sobre a mansidão, mansidão que transcende a realidade material em que eles vivem.

Esses seus irmãos tinham tudo – porque estavam unidos a todas as coisas, a toda a vida, ao Criador – e tudo lhes foi retirado, porque perderam quase toda a sua possibilidade de se expressar e, em muitos casos, já não têm um veículo para se unir a Deus, ou seja, um ambiente natural, preservado e harmonioso; apenas têm o próprio mundo interior.

A consciência indígena, apesar de tudo, não deixa de ensinar alguma coisa ao coração humano, pois neste tempo, filhos, mesmo sem que possam se expressar como povo, como cultura e como essência, eles estão colocando, na consciência da humanidade como um todo, os princípios da perseverança, da fortaleza e da paz, independentemente do estado em que se encontra o mundo ao redor.

Não lhes digo, com isso, que seus irmãos não sofrem com o estado de degeneração do planeta, porque o pesar desses corações e o que carregam como dor na essência indígena não são compreensíveis para o homem moderno de hoje.

O que lhes digo é que a paz em seu interior – apesar do sofrimento, da miséria e da opressão – é algo que permanece. A luta por não serem corrompidos pelas forças de hoje é constante e dura para todos, mas eles não perdem a fé em permanecer como povo na Terra e, inclusive, em poder um dia voltar às origens e recobrar a pureza que estão perdendo.

Aprendam com essa fé, para que, quando chegar a hora de reconstruir a Terra, vocês não percam a paz e a certeza de que são capazes de se manter de pé e de recobrar a semelhança com Deus, que perderam, por tantos descaminhos.

Deixo-lhes Minha Paz e Meus votos de que novas missões possam surgir. Que despertem aqueles que se comprometeram com o serviço e com a vivência da caridade crística.

Seu Pai e Companheiro nas missões,

São José Castíssimo

jul

02

Sábado, 2 de julho de 2016

Mensagens diárias
MENSAGEM DIARIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESUS

Cura o teu coração, teu corpo e teu espírito, renovando em Cristo todo o teu ser.

A enfermidade, filho, tanto espiritual quanto física, é fruto da desunião de algum nível da tua consciência com Deus e vem para demonstrar que deve haver um maior equilíbrio em ti. Busca estar unido ao Pai e renascer em espírito internamente.

A vida começa na essência e na consciência. Todos os fatos que se plasmam na matéria primeiro têm a sua origem em níveis mais sutis e ocultos para a mente humana adormecida. Por isso, é para a consciência que se revertem os acontecimentos e é na essência de todas as coisas na qual surgem os novos códigos, que converterão o que estava degenerado.

Se te sentes enfermo no coração, no corpo, na mente, na alma, no espírito ou mesmo como humanidade, busca transformar na consciência esse desequilíbrio. Busca na oração a clareza para viver a transformação e para saber conduzir os próprios passos. Busca na oração a fortaleza para vencer a tua condição humana e viver princípios que este mundo não está acostumado a experimentar. Pacifica o teu interior e, a partir dele, todos os níveis do ser, desde o espírito até a matéria.

Se tiveres fé, não haverá desequilíbrio que não possa ser revertido. Porém, teu esforço e tua dedicação em ser outro devem ser permanentes.

Aquieta-te, respira, reflete antes de agir, ora antes de dar um passo. Pergunta-te internamente a correta direção a seguir. Deixa o desequilíbrio para outros que não puderam conhecer a paz. Sê tu um proclamador de um novo padrão de vida: uma vida sã, de união com o Criador.

Filho, serena o coração neste tempo e busca um contato mais profundo e interno com Deus e contigo mesmo. Aqueles que permanecerem nas superficialidades muito se confundirão e não poderão se sustentar. Por isso, firma-te em Deus e, diante de qualquer adversidade, não te deixes influenciar pelo temor, pelo desespero ou pela impulsividade.

Busca a paz e encontra nela tudo do que necessitas.

Pelo equilíbrio interior de cada coração humano,

São José Castíssimo

jul

01

Sexta-feira, 1 de julho de 2016

Mensagens diárias
MENSAGEM DIARIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESUS

Aos Meus filhos missionários

Filhos,

Como síntese interior da missão no Paraguai, reconheçam tudo aquilo que nos últimos dias foi se transformando dentro de cada um de vocês e ofereçam isso a Deus.

Ofereçam ao Pai as suas expectativas, as suas aspirações de terem feito mais do que fizeram, de levarem para os seus irmãos um auxílio mais concreto, que lhes trouxesse uma vida mais digna e sã.

Ofereçam ao Pai a aspiração de terem ensinado e de terem aprendido com os povos originários, de lhes entregarem o amor e a caridade e receberem o aprendizado da simplicidade e da pureza.

Ofereçam ao Pai tudo o que nos últimos dias foi curado e transmutado na consciência humana, como os erros do passado.

Ofereçam ao Pai os seus esforços de cada dia, por vocês seguirem o que Eu lhes disse e também todas as vezes em que se esqueceram de Minhas palavras.

Quisera que essa missão marcasse um aprofundamento interior da tarefa missionária, uma maior disposição dos aprendizes da caridade crística em cumprir com um papel espiritual e não apenas material. Que a missão, que acontece no espírito, seja cada dia mais a prioridade de suas vidas.

Cada vez que vocês aprendem a valorizar o que acontece nos mundos invisíveis e compreendem que é ali onde a verdadeira missão tem o seu resultado, como Divindade, podemos abrir outros caminhos na consciência humana e liberar situações cada vez mais profundas e arraigadas, cada vez mais antigas e inconscientes para a humanidade atual.

Filhos, não são muitos os missionários de hoje que servem na matéria conscientes do reflexo espiritual de sua missão. É por isso que o Criador está tão atento aos seus movimentos e com tanto amor os acompanha por intermédio de Nossa Presença e de Nossas Palavras.

Que o espírito missionário possa se expandir na consciência humana e que a sua disposição em se aprofundar na transformação interior – como forma de prestar um serviço cada dia mais cristalino – seja como um código para a humanidade, que a impulsione. Um exemplo que dê a outros servidores um sentido espiritual para o próprio serviço.

Se vocês se dispõem a viver a transformação e assumem dar os passos na própria redenção, ajudarão a muitos outros, que deambulam pelo mundo sem saber o que fazer e que, por seus exemplos, descobrirão a essência do serviço, que é mais do que um ato social, é um caminho para a vida crística.

Agradeço-lhes por prosseguirem e por nunca desistirem da transformação.

Acreditem, filhos, que a redenção está ao alcance de todo aquele que diz sim. E se, ao mesmo tempo em que caminham para a redenção do espírito, vocês prestam um serviço verdadeiro, abrirão as portas para a redenção dos cegos e dos indiferentes.

Eu animo toda a Rede Missionária Planetária a seguir se aprofundando na essência do serviço e tomar contato com os povos indígenas, como uma forma de reparação de tudo o que eles viveram nos quatro cantos do mundo.

Seu Pai e Companheiro nas missões,

São José Castíssimo

Quem somos?

Associação Maria
Associação religiosa cristã e ecumênica que tem por finalidade difundir a mensagem universal de amor e de paz que Cristo Jesus, a Virgem Maria e São José transmitem aos monges da Ordem Graça Misericórdia, estimulando o crescimento espiritual através da oração e do serviço altruísta.

Contato

Mensageiros Divinos