MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Assim como o Meu Coração apenas terminou de acreditar na vinda do Messias quando O tive em Meus braços, assim como os apóstolos e discípulos de Jesus acreditaram verdadeiramente que Ele é o Cristo apenas ao vê-Lo ressuscitado, assim também, filhos, muitos de vocês apenas vão compreender do que fazem parte quando os Céus se abrirem diante de seus olhos e, em meio ao caos do mundo, a Glória do Reino se manifestar através do Filho de Deus.

A humanidade fez da vida espiritual o extraordinário e da vida material a realidade, perdendo-se do propósito de sua existência, que é a unidade perfeita com o Criador, um relacionamento tão profundo e verdadeiro com Deus que sequer os anjos podem viver.

Para isso foram criados, filhos, mas sua mente se fortaleceu mais que sua fé, e o potencial de amar permaneceu escondido nos espaços mais profundos da consciência. 

Porém, digo-lhes que quando Deus tem um Propósito e um Plano para os Seus filhos, ele se manifesta além de suas crenças, de seus enganos e de suas aparentes limitações, assim como o foi ao longo dos séculos.

O Criador não esperou pela fé nos corações dos homens para então revelar Sua grandeza. Ele Se revelou em meio a corações que pareciam estar cegos, e com Sua Luz lhes devolveu a visão. Ele Se revelou a corações ignorantes, porém que tinham o compromisso de manifestar Seu Plano.

E isso não mudou. As almas ainda necessitam ser despertas e, por mais que a Voz de Deus ressoe entre vocês, como ressoou através de Seu Filho, apenas poderão despertar, em verdade, ao vê-Lo face a face, cumprindo com Suas promessas, fazendo vivas as profecias que unirão e despertarão povos, culturas, crenças e raças, porque é o próprio coração humano que despertará, é a essência humana que pulsará, reconhecendo a Presença de Deus em Seu Filho. E essa essência, filhos, não tem raça, credo, cultura ou religião.

O que os homens e as mulheres do mundo sentirão em seu interior nada poderá calar, e nem mesmo suas convicções mais profundas poderão deter o que sentirão por dentro. Tudo se derrubará: os conceitos, as ciências, as crenças e até a fé. Tudo cobrará um novo sentido, uma nova vida, um novo valor.

Em um segundo se destruirá e se reconstruirá nos corações humanos a compreensão da vida. E para esse dia devem preparar os seus corações.

Até que isso aconteça, orem e perseverem. Recordem que esse dia chegará e estejam prontos para vivê-lo.

Têm a Minha bênção para isso.

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE CRISTO JESUS GLORIFICADO, TRANSMITIDA NA CIDADE DE LA CUMBRE, CÓRDOBA, ARGENTINA, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN DE JESÚS

Do Livro Espiritual dos Segredos de Deus - Parte I

E foi naquele tempo que seu Mestre e Senhor, depois de haver caminhado junto com os doze, chamou três de Seus apóstolos para que subissem ao monte Tabor e, sob uma conjuntura divina, solar e cósmica, conhecessem a verdadeira Face do Filho de Deus.

Hoje Eu conto a vocês que não apenas os três apóstolos conheceram quem Eu era em verdade, mas que também muitas consciências mais participaram desse acontecimento no qual, através de um cruzamento e de uma união perfeita entre o Céu e a Terra, um grande portal foi aberto, e assim chegaram Moisés e Elias que, em seus aspectos transfigurados, mostraram-se para os três apóstolos.

Nesse momento, uma forma de alquimia espiritual e uma fusão de Leis imateriais foram estabelecidas para sustentar essa importante manifestação lumínica do verdadeiro aspecto do Filho de Deus.

Foi no alto do monte Tabor e uma única vez que os Meus viram o seu Senhor no aspecto glorificado e cósmico, aspecto que seu Senhor concebeu antes de encarnar neste mundo como o Messias.

Nesse acontecimento, todos os átomos e células de seu Mestre resplandeceram e, através de Seu Corpo etérico, Ele mostrou Seu aspecto transfigurado em forma de visão para os apóstolos e para todos os que ali estavam presentes.

Por um momento, o Universo espiritual concedeu a revelação desse segredo que até então ninguém conhecia, porque a finalidade dessa revelação era que os mais próximos ao Redentor fossem fortalecidos para que, quando as provas mais complexas chegassem à vida de cada um, assim como chegarão para cada um de vocês, aprendessem a se aprofundar no amor.

Agradeço-lhes por guardarem Minhas Palavras no coração!

Abençoa-os, 

Seu Mestre e Senhor, Cristo Jesus

MENSAGEM PARA A APARIÇÃO EXTRAORDINÁRIA DE MARIA, ROSA DA PAZ, TRANSMITIDA NA CIDADE DE AUGSBURGO, ALEMANHA, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Eis que a Senhora de todos os povos e de todas as raças vem ao seu encontro, com a potestade do Cetro de Deus em Suas mãos, com o amor das estrelas do céu em Seu Coração.

Eis que a Mãe e Senhora de todos os povos do Céu e da Terra, Mãe dos homens, dos anjos e do Filho de Deus vem ao seu encontro, trazendo a paz em Seu Coração, derramando Graças entre Suas mãos.

Minha Coroa de estrelas derrama Misericórdia sobre o mundo. O Cetro de Deus em Minhas mãos detém a Justiça que desce sobre as almas, porque, apesar da indiferença e da ignorância dos homens diante das coisas celestiais, o Amor de Deus por Seus filhos não tem fim.

Hoje venho, filhos, por um povo que deve recobrar a sua fé em Deus e a sua espiritualidade, arrancando da consciência as raízes do mal, da separatividade, da injustiça e do desamor.

Venho mostrar-lhes as portas da Igreja Celestial do seu Pai Criador e o caminho através do qual chegarão a ela, independentemente da sua cultura, raça ou credo nesta Terra.

Venho conduzi-los à conversão do coração, da consciência e da vida, não para mostrar-lhes uma nova religião, mas para levá-los a um novo padrão de vida, em que os seus corações se unem a Deus através da transparência, da verdade e do amor, e expressam essa unidade com os seus irmãos através do serviço, da fraternidade e do amor ao próximo.

Venho unir o Céu e a Terra em um sacerdócio de perdão e de cura que o Meu Filho Me concedeu na Cruz.

Venho guiar os apóstolos dos últimos tempos e os santos dos últimos dias, despertando-os e congregando-os dentro e fora da Igreja, porque não é apenas nas igrejas da Terra que estão os filhos de Deus e os companheiros de Cristo. Eu venho buscá-los nos quatro cantos do mundo, porque chegou a hora de despertar.

Meu Coração prepara a chegada do Messias ao mundo e, assim como uma vez gestei-O em Meu Ventre e abri as portas para que Seu Espírito, Alma, Corpo e Divindade estivessem na Terra entre os Seus, hoje, filhos, venho preparar o Seu Retorno, junto a vocês. Venho anunciar a boa nova da Sua chegada ao mundo e preparar os rebanhos que acompanharão o Pastor na instituição de uma Nova Vida.

Ele virá, mais brilhante que mil sóis, com a resplandecência de Deus no Seu Coração. Sua Face se mostrará a todos com verdade e poder, mais transparente do que Ele Se mostrou aos Seus apóstolos em Sua Transfiguração. Sua presença fará visível as misérias e as virtudes dos homens, e com um simples olhar derrubará as estruturas das falsas espiritualidades da Terra. E os que não souberam amar compreenderão os seus erros e se arrependerão, mas para alguns já será tarde.

Por isso, filhos Meus, o Redentor envia ao mundo a Sua Serva, não para amedrontar os corações, mas para despertá-los, para mostrar-lhes o caminho da Misericórdia e da Graça de Deus.

Venho para que os seus corações reconheçam os desvios das suas vidas e se reconciliem com Deus, enquanto há tempo.

Venho para que haja amor nos corações dos homens, e que esse mesmo amor possa curar as manchas e feridas mais profundas da consciência das nações.

Venho dizer-lhes e mostrar-lhes que, através da oração, curarão os seus corações e as suas nações de todos os erros do passado.

Venho para que se arrependam, filhos, em nome da humanidade, e clamem a Deus, de coração, por uma Graça maior, porque ela já está em Suas Mãos, pronta para derramar sobre o mundo, basta que Lhe digam sim.

Hoje, recebam com amor as Minhas palavras, e orem Comigo por um bem maior. Sintam a Minha presença nos seus corações. Que o Meu Amor lhes revele um homem novo em seu interior, para que, a partir de hoje e para sempre, não sejam os mesmos, mas estejam perpetuamente unidos em amor ao seu Pai Celestial.

Eu os abençoo e lhes agradeço por responderem ao Meu chamado!

Sua Mãe, Maria, Rosa da Paz

MENSAGEM DIÁRIA DE MARIA, ROSA DA PAZ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN DE JESÚS

Série - Revelações Divinas destes tempos

Da humilde gruta de Belém ao Templo da Circuncisão - Parte II

Após os acontecimentos físicos, internos e universais ocorridos na simples gruta de Belém, alguns dias depois, São José e sua Mãe Celeste Se prepararam para apresentar o Menino Deus no Templo.

Esse já seria o segundo mistério que se revelaria naquele tempo aos homens a respeito do que, espiritualmente, significaria a vinda do Messias à Terra.

Naquele tempo, a gruta de Belém ficou impregnada e preenchida da luz crística. Por cada lugar que o Menino Rei passava, atributos e códigos divinos iam sendo depositados nesses espaços como terafins, e todos aqueles que, de uma forma ou de outra, participaram e souberam do Nascimento de Jesus em Belém também receberam impulsos espirituais que os levariam à transformação da consciência.

Dias depois de haver nascido o sagrado Menino de Israel, São José já havia feito os preparativos e suas orações, a fim de que Ele também atravessasse, no Templo, o processo da chamada purificação.

São José chegou ao Templo junto com Maria Santíssima e o Pequeno Menino nos braços; no entanto, durante o ato da circuncisão de Jesus, assim como pede a Lei de Moisés, um fato inesperado se apresentou através de um humilde sacerdote chamado Simeão.

Esse sábio e contatado ser era um dos tantos homens da Terra que esperava a chegada do Messias e o cumprimento das profecias dos Profetas.

Nessa instância da apresentação do Pequeno Menino no Templo e depois da circuncisão, Simeão, sendo inspirado pelo Fogo Divino do Espírito Santo, compartilhou e anunciou uma profecia à Mãe de Deus, dizendo-lhe que uma espada de dor atravessaria Seu Coração e, em seguida, repetiu uma das profecias sobre o advento de Cristo na Terra.

O Templo da Circuncisão foi o cenário que não só determinou a consagração total do Menino Rei ao Plano de Deus, mas ali também se viu representado o sacrifício espiritual que Sua Mãe Celeste viveria, oferecendo o Pequeno Menino como reparação e expiação espiritual por todos os erros cometidos pela humanidade.

Foi ali, a partir desse momento, com a presença de Jesus no Templo, que começou a queda do império do mal, que naquele tempo submetia e castigava a Terra, impedindo a continuidade da evolução do sagrado Povo de Israel.

A chegada do Pequeno Jesus ao Templo, na companhia de São José e de sua Mãe Celeste, permitiu que nessa mesma hora se desenvolvesse uma grande intervenção divina, que poria fim à decadência dos homens e de todas as gerações humanas por meio da presença de Cristo na Terra, assim como por toda a vida que, de maneira incondicional, o próprio Menino, depois Homem, doaria por amor a todos os Seus irmãos.

O ato da purificação no Templo significou a passagem para outra etapa desse Plano perfeito, mas silencioso, que o próprio Deus estava levando adiante através de Seu Amado Filho.

Foi através da Apresentação do Menino Rei no Templo que a intervenção angélica e arcangélica começou a ocorrer diretamente em todas as almas da humanidade daquele tempo, já que era necessário que todo o gênero humano saísse do seu processo de autodestruição e da sua ânsia de poder.

Por essa razão, desde que Jesus encarnou na Terra, os seres angélicos e arcangélicos, a pedido da Mãe de Deus, fizeram uso dos mais altos instrumentos espirituais e dos mais puros Raios Imateriais a fim de que os espíritos na Terra vivessem os primeiros passos da redenção.

Para que tudo isso fosse possível, o próprio Menino Rei, ainda recém-nascido, aplicava certas Leis divinas que, através de seu cumprimento, modificavam a condição espiritual da Terra e, ao mesmo tempo, abriam os portais para o contato e a comunicação espiritual entre a Fonte Maior e os mundos internos, lugar onde se encontram as essências.

Todo o movimento universal realizado pela presença da Sagrada Família e pela intervenção angélica impediu o avanço das potestades do mal sobre a consciência humana que, naquele tempo, era mais primitiva.

Essas entidades contrárias tiveram que presenciar, como castigo, toda a vitória que foi gerada desde o Nascimento de Jesus até a Morte e a Ressurreição de Cristo.

Dessa forma, o planeta e a humanidade foram convertidos e redimidos pela potente voltagem do Amor-Sabedoria.

A aliança que se alcançou entre o Céu e a Terra derrotou e venceu os projetos do adversário. 

Agora, neste tempo atual e antes da segunda vinda de Cristo, a humanidade se encontra em um momento muito semelhante ao do Nascimento de Jesus, um momento em que cada ser humano terá a graça de vencer através do amor e de superar e de transcender a indiferença para que Cristo volte a triunfar em todos os corações.

Agradeço-lhes por responderem ao Meu chamado!

Abençoa-os,

Sua Mãe, Maria, Rosa da Paz

MENSAGEM DIÁRIA DE MARIA, ROSA DA PAZ, TRANSMITIDA NA CIDADE DE WEED, CALIFÓRNIA, ESTADOS UNIDOS, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN, POR OCASIÃO DA VIGÍLIA DE ORAÇÃO DA NOITE DE NATAL

A Fugaz Estrela de Belém

Naqueles dias em que se antecipava a preparação interior para receber em Meus braços o Menino Jesus, a sagrada Estrela de Belém, o símbolo da Grande Irmandade do Céu, revelou-se para os três reis, que, por terem coração puro, puderam chegar ao nosso encontro no humilde estábulo de Belém.

A grande Estrela de Belém brilhou durante vários dias e foi enviada por Deus para acompanhar e, ao mesmo tempo, para anunciar a chegada do Filho de Deus ao mundo.

Foi assim que esta sagrada estrela, que somente apareceu durante aqueles dias, começou a revelar-se primeiro em sonhos e em sinais para algumas consciências que, por Vontade de Deus, deviam tomar conhecimento da chegada do Messias.

São José, naqueles dias anteriores à chegada de Jesus, ainda estando em Nazaré, escutou dos anjos do Céu o anúncio e a hora exata em que a Santíssima Esposa deveria estar em Belém para dar à luz o Divino Filho.

Foi assim que a sagrada Estrela de Belém também indicou o lugar e o caminho por onde a Sagrada Família deveria passar.

Naqueles dias em que o Universo inteiro se reuniu para acompanhar e, ao mesmo tempo, presenciar o nascimento de Jesus, a Estrela de Belém fez chegar ao presépio, vindas de Nazaré, as consciências mais simples entre as simples, almas chamadas pelo Altíssimo para acompanhar amorosamente a chegada do Messias.

A Estrela de Belém foi este poderoso luzeiro que naquele tempo trabalhou o plano espiritual e material da consciência planetária para que ela pudesse receber o potentíssimo amor-sabedoria, o Raio que iria transformar os acontecimentos da noite para o dia.

Esta sagrada Estrela de Belém marcou um antes e um depois. Ela esteve irradiando certas correntes universais que fisicamente modificaram, antes da vinda de Cristo, todos os erros humanos, os que fizeram da raça uma civilização comprometida com o mal.

A Sagrada Família, durante os nove meses de gestação de Jesus, foi preparada pelos próprios anjos para que esse importante acontecimento da vida de Jesus fosse vivido em todos os planos da consciência, com o fim de que esse evento divino ficasse gravado neste planeta e no sistema solar.

A Estrela de Belém foi a guardiã do nascimento de Cristo e, ao mesmo tempo, foi a ponte cósmica que uniu o tempo da humanidade ao tempo celestial. 

Foi assim que a Santa Mãe de Deus, momentos antes do nascimento de Jesus, e depois de haver permanecido em silêncio durante nove dias, recebeu o impulso divino de todas estas revelações que a sagrada estrela estava realizando. 

Maria Santíssima sabia que o nascimento do Filho de Deus traria para o mundo, naquele tempo, a liberação dos erros milenares e ao mesmo tempo a luz redentora que, a todo custo, deveria brilhar neste planeta. 

A Estrela de Belém foi aquele farol cósmico que atraiu para a raça humana o despertar espiritual da consciência. Essa sagrada estrela foi a que gestou a maturidade de muitas almas para os tempos futuros; foi a grande Estrela de Belém que anunciou a todos os mundos internos a chegada da poderosa energia crística de redenção e de amor. 

Naqueles dias em que o planeta foi preparado para a vinda de Jesus e que também foi expurgado dos códigos de perdição do mundo, os santos anjos, os mesmos que estiveram no presépio de Belém durante o nascimento divino de Cristo, foram os que apoiaram o despertar do amor interior na humanidade, especialmente nos corações mais simples. Se esse amor, que foi gestado pelos santos anjos, não tivesse nascido na humanidade, a vinda de Jesus teria necessitado de outros requisitos espirituais. 

Na Estrela de Belém se refletia a presença do Amor do Altíssimo, assim como a Graça que estava sendo concedida através do nascimento de Cristo. 

Belém foi o cenário escolhido pelo Pai para que esse acontecimento guiado pelos arcanjos fosse adiante sob a perfeição divina do amor e da cerimônia.

A vinda do Messias e do Grande Libertador dos povos foi guiada preciosamente pelos anjos que, ao mesmo tempo, trabalharam no inconsciente da humanidade para poder redimi-lo a partir daquele abençoado momento. 

A grande Estrela de Belém trouxe ao mundo a oportunidade de elevar e de purificar a consciência através do pensamento elevado e não rudimentar, por intermédio da determinação. 

Essa preciosa Estrela de Belém se mostrou ao mundo naquele tempo para ir dissolvendo da raça humana os padrões da autodestruição e do compromisso com tudo o que é mundano.

A Estrela de Belém trouxe a consciência de que somos espíritos a serviço de um Propósito Maior, capaz de nos impulsionar à realização da Obra Divina.

Foi essa mesma Estrela de Belém que naquele tempo tentou refletir-se e brilhar na consciência dos seres humanos para que pudessem perceber dentro de si que uma oportunidade única lhes estava sendo dada através do nascimento de Cristo. 

Por isso, filhos, depois de todos esses acontecimentos que foram planetários e universais, uma vez mais a humanidade se encontra diante da prova do Natal - de poder passar por esta data sagrada, recordando e colocando a atenção em tudo o que significou a vinda de Cristo à Terra.

O Pai Eterno espera ver nascer o Cristo dentro de vocês, para que um amor maior do que vocês vivem hoje desperte na consciência da humanidade, que deve cumprir e colaborar para esta última parte do Plano Divino do Amor. 

Quisera que Meus filhos não fossem indiferentes, mas que aproveitassem esta data do Natal para reconfirmar seus votos diante da Hierarquia Celestial, porque essa confirmação abrirá as portas da consciência para outras almas no mundo. 

Que nesta véspera de Natal, em que a Sagrada Família se encontra em adoração aos pés do presépio de Belém, todos os Meus filhos se prostrem para reverenciar em seu interior o nascimento do Rei Menino em seus corações. 

Ao menos o façam em devoção e em oferta daqueles que hoje se perderão nas celebrações banais.

Por sua consciência e união a este momento, queridos filhos, agradeço-lhes por responderem ao Meu chamado. 

Sob a sagrada Estrela de Belém, abençoa-os, 

Sua Mãe, Maria, Rosa da Paz

MENSAGEM DIÁRIA DE MARIA, ROSA DA PAZ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN

Não querer a vontade própria e amar a Vontade Divina

Esta raça, no princípio, foi desenhada por Deus para obedecer e seguir um único Propósito. Mas, desde que Meu adversário, na antiguidade, despertou a tentação e o livre arbítrio no homem de superfície, o Projeto original desvirtuou-se, saindo do caminho da Vontade Divina.

Foi aí que ingressou na consciência primitiva da humanidade a dualidade, a livre escolha e a desobediência a todas as Leis superiores que regeriam, tempos depois, a humanidade, até que ela fosse uma humanidade sagrada.

Desde o momento em que Adão e Eva foram tentados no Éden a decidirem sobre sua própria vida e, assim, se separarem da Mão do Criador, ingressou na essência do ser humano o que chamamos vontade própria.

Essa vontade, carente de princípios espirituais e impregnada de códigos de corruptibilidade, foi a ação que desviou do caminho a nova humanidade. No princípio de tudo, a primeira raça era o sábio Projeto de uma nova humanidade para a superfície.

Do momento em que o primeiro Adão decidiu sobreviver no planeta transgredindo as Leis naturais e, por outro lado, Eva despertou os primeiros indícios dos pecados capitais, Meu adversário conseguiu aquilo a que tanto aspirava: fazer desta humanidade uma humanidade inerte e sem consciência de si.

Depois de passadas tantas eras, chegou o momento culminante, quando, em uma primeira etapa, se daria fim à decadência da humanidade através da aparição de Cristo no mundo, como o Filho Primogênito de Deus, encarnado para resgatar a essência deste pensado projeto humano.

Mais tarde, quando Cristo estava presente, toda a raça, que já se encontrava no abismo de sua perdição, foi desviada do seu próprio inferno através da Paixão de Jesus.

A vinda do Messias de Israel foi delicadamente preparada pelos Pais Criadores, pelos Santos Arcanjos. Cada um aportou e gestou no ventre puríssimo da Virgem Mãe as células luminosas da transubstanciação e da redenção, Leis superiores que posteriormente permitiriam liberar do mal a humanidade.

A partir do momento em que Adão e Eva ativaram em si a vontade própria, espontaneamente, a genética espiritual humana ficou afetada até o dia de hoje por essa energia de poder terrestre, de apropriação e de domínio de todas as coisas.

Só aquelas consciências que através dos tempos conseguiram se abrir para descobrir o Cristo dentro de si, se viram confrontadas a renunciar e desterrar esse velho código humano que desvia do Propósito milhões de almas até os dias de hoje.

A vontade própria é a consequência de não se aceitar, de forma verdadeira, o Amor de Deus, de estar a consciência impregnada por suas próprias ideias e conceitos, que são opostos ao Pensamento Divino.

Ainda que Cristo tenha dado a vida e morrido por todos também com o propósito de desativar o velho código corrupto da vontade própria, depois de todos os acontecimentos e fatos que o Mestre Jesus gerou na consciência daqueles que o escutaram, a outra parte da humanidade fortaleceu o vínculo precário com a vontade própria; isso foi como uma besta de dez chifres recriada por todas as ações involutivas da raça humana.

A vontade humana sempre foi honrada e apreciada pela maioria; essa é uma das razões pelas quais, neste final dos tempos, consciências comprometidas com o Plano não podem dar seus passos, ao estarem afirmando sua vontade própria: uma cadeia que as ata a um inferno sem fim.

Aquelas santas consciências que conseguiram vencer sua vontade própria, fizeram-no através de três fatores: primeiro, trabalhando todas os dias com a renúncia de si mesmas; segundo, buscando o vazio de si; e terceiro, servindo, incondicionalmente, sabendo que, mesmo vivendo todas essas experiências, existe vontade própria e está baseada na arrogância e na soberba.

Quando o discípulo de Cristo se dispõe a transcender os estados que corrompem o amor na humanidade, ele deve ter presente que enfrentará dentro de si suas próprias bestas, que tentarão fazê-lo desistir de todos os esforços.

Algumas consciências sobre a superfície do planeta, como no caso dos que optaram pela vida consagrada, têm a missão espiritual de fazer desvanecer de suas consciências todas essas energias que condenam a vida evolutiva de uma alma, e também têm a missão de fazê-lo pela humanidade, imitando Cristo.

Nestes tempos, a humanidade deverá se definir por qual caminho seguirá. Isso será antes do esperado Juízo que acontecerá neste amado planeta.

Cristo foi e é um extraordinário exemplo de vida e de verdade para todos os que aceitarem retornar ao momento do Plano anterior, em que Adão cometera o chamado pecado original, pecado a partir do qual todas as criaturas nascem com o código da vontade própria e do livre arbítrio.

Para poder mudar essa frequência, a determinação e o esforço que são estimulados pela oração permitirão ir desarmando os impulsos contrários que a vontade própria traz .

Viver na Vontade Divina significa nada querer para si e tudo para os outros. Viver na Vontade Divina significa seguir passo a passo o que se pede, evitando assim falhar muitas vezes.

Mas sabemos que a humanidade de hoje não quer seguir em obediência e adesão o que os Universos superiores estão emitindo. Isso leva a aumentar a perdição espiritual das consciências; leva a mergulhar-se em todos os enganos possíveis; leva a perder o caminho que se veio percorrer.

Por isso, Deus envia novamente Sua Mensageira para advertir a todos e ao mundo inteiro de que ainda estão vivendo sua própria vontade, e isso não deterá o sofrimento planetário, mas o aumentará gradualmente.

Convido-os, filhos, a fazerem o exercício de cortar a cadeia da própria vontade; assim, vocês terão força interior para poder cristificar suas vidas e preparar a gloriosa vinda de Cristo ao mundo.

Sejam inteligentes e não permitam que a vontade própria os aparte para sempre do caminho de sua redenção.

Os tempos anunciam grandes mudanças para todos.

Agradeço-lhes por perderem sua própria vontade e por fazerem nascer a Vontade Eterna de Deus!

Impulsiona-os à purificação interior,

Sua Mãe Maria, Rosa da Paz

MENSAGEM DIÁRIA DE MARIA, ROSA DA PAZ, TRANSMITIDA NA CIDADE DE PORTO, PORTUGAL, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN

O divino diálogo entre Maria Santíssima e Jesus Cristo, Seu Filho Amado

Maria Santíssima: Filho, sabes que as almas em seu naufrágio necessitam de Tua ajuda. Peço-Te, Adorável Filho de Deus, que Te aproximes dos mais fracos, que por seus erros e faltas perdem a graça de conhecer-Te.

Olha, querido Filho, quantos seguem Teus caminhos e se esforçam por vivê-los.

Jesus Cristo: Clementíssima Mãe, escuto com atenção e graça Tua doce e amorosa voz, assim como a escutava quando ainda era muito pequeno e estava em Teus braços.

Quando será o momento em que os homens vão se abrir para conhecer o poder de Teu Amor?

Meu Coração se envergonha quando as almas não são dignas de proclamar-Te e reconhecer-Te como a Mãe do Messias e Corredentora, porque neste mistério, Tu sempre foste a mulher de Nazaré que suportou todos os martírios junto a Teu Filho em profundo silêncio.

Maria Santíssima: Sim, Filho Amado, em Tuas palavras transparecem a verdade e a importância da mensagem. Minha Paz tudo alcança, e não te aflijas, Santo Rei, porque ainda existem corações verdadeiros e santos, que Me vivem e Me glorificam; neles estão as bases da obra que o Pai Me confiou. Neles edifico a verdadeira igreja celestial, livre de bens e de poderes humanos.

Jesus Cristo: É essa igreja interior que Eu espero proclamar em honra ao Meu Pai e a cada criatura da Terra, que dia a dia perde sua filiação para com Deus.

Santíssima Rainha dos Céus, é por essa divina causa que confiei a Tuas mãos e ao Teu Coração toda a humanidade, para que Tu, Arca Sagrada do Espírito Santo, fosses o portal através do qual todos os Teus filhos pudessem passar.

Maria Santíssima: Por isso Te rogo, Divino Filho, que ajudes Teus rebanhos dispersos pelo mundo para que se unifiquem e só exista um único propósito em cada coração humano.

Desejaria, Amável Senhor, que Tu pudesses erguer em cada espírito Tua verdadeira igreja celestial para que, fundando milhares delas em cada coração, as criaturas reconhecessem que Tu és o Rei do Universo.

Jesus Cristo: Amada Mãe do Mundo, Tuas súplicas são para Mim carícias e ternuras celestiais de uma Mãe bondosa e incansável, que nunca se detém até ver todas as almas no Paraíso.

Tua divina intercessão, Querida Mãe, é motivo de Graça, de Misericórdia e de Glória. Responderei ao chamado de Teu Coração Puríssimo, pois Teus santos anjos fizeram-Me saber que, na Terra, tens exércitos orantes que estão despertando por Teu Amor.

Maria Santíssima: Sim, Glorioso Filho, na Terra estão despertando novos exércitos, rebanhos Teus que estou congregando para que, finalmente, sigam um único caminho: o caminho do amor.

Por isso, Precioso Rei, estou pedindo a todos os anjos e, especialmente, ao Anjo de Portugal que reúnam todas as consciências angélicas, para que a divina obra de redenção se realize em todos os corações ainda não redimidos.

Por isso, revisto com Meu manto celeste os que aceitam Minha convocatória, pois Meu mais íntimo desejo é que o Teu Coração seja glorificado para que o Pai seja glorificado e os acontecimentos mudem.

Jesus Cristo: Compreendo, Santíssima Mãe, o propósito que levas adiante, por isso reforçarei Teus exércitos angelicais para que as almas sejam retiradas da ilusão e do engano terrenos.

Enviarei mais consciências ultraterrestres para que os corações despertem e sejam portadores do Projeto de Deus que nosso Amado Pai pediu que fosse realizado neste tempo.

Maria Santíssima: Por isso, Filho Primogênito, semearei flores em jardins internos para que as almas sintam a existência de sua pureza original.

Verterei graças inexplicáveis em corações que não as mereceriam para que eles se reconheçam dignos filhos de Deus. Não deixarei, Bendito Filho, que ninguém parta deste mundo sem ter consciência de que o amor tudo pode quando o coração se abre para experimentá-lo.

Jesus Cristo: É esse misericordioso amor, Divina Mãe do Céu e do Universo, que ainda não é vivido nem aceito. É o amor de Meu Coração manso, que derrama Seu Sangue de luz sobre o planeta e que ainda espera ser apreciado por todos os homens.

É esse amor celestial que espera ser aceito por cada consciência, especialmente por aquelas almas que nunca conheceram o amor. Meu Coração glorifica-Se quando os corações vivem os sacramentos e, mais ainda, Meu Coração se enche de gratidão quando as criaturas respondem ao chamado do Céu, seja qual for.

Maria Santíssima: Em Tua divina plenitude, Amado Jesus, as almas encontram sua fortaleza e as portas para a redenção se abrem tantas vezes, tentando fazer com que as consciências terrestres possam cruzá-las.

Por isso Te peço, Queridíssimo Filho de Deus, que ajudes com Tua bondade e Misericórdia todos os que delas necessitam, para que se animem a dar o passo e já não percam tempo nem espaço na superficialidade da vida.

Prometo, Santo Filho, que Minha doação e amor abrirão os caminhos para que Teus rebanhos possam passar.

Jesus Cristo: É uma infinita graça escutar Tua casta e doce voz, que proclama incansavelmente o triunfo da esperança e do amor que o mundo tanto necessita.

Teu Coração amoroso se entrega por inteiro nas mãos dos imperfeitos e Ele não teme ser rejeitado, porque Tua confiança no Pai não tem limites nem barreiras.

Faz, Minha Santa Mãe, que cada filho Teu se anime a cruzar o portal para que finalmente Eu encontre em Teu regaço os que têm sede de Mim. Acalma cada coração e ressuscita em espírito os que ainda devem elevar-se ao resplendor do Reino de Deus.

Maria Santíssima: Apreciado e honrado Filho Meu, é uma graça cumprir Teus desígnios, porque em Teu Coração se guarda a máxima Vontade de Deus - que os corações da Terra devem aprender a viver para que o Propósito divino se cumpra.

Por último Te suplico, Amado Filho, que cada criatura deste enfermo planeta possa despertar para o seu propósito, que os véus caiam da consciência e que todos os que estão cegos espiritualmente possam ver e assim cumprir com Teus sagrados pedidos.

Jesus Cristo: Faz com que o mundo saiba, Mãe Querida, que já estou retornando e que Minha hora se aproxima. Faz saber que as almas devem arrepender-se e se perdoar-se umas às outras para que abandonem a soberba e a indiferença humana.

Faz saber que Me comprazo, Santa Mãe, nos que se esforçam e cumprem em obediência Meus pedidos, porque assim Eu construo Minha igreja interior nos corações. Faz com que o mundo saiba que o grande e esperado Juízo da humanidade está próximo e que todos devem rezar pelas agressões causadas através dos tempos a todas as raças e aos Reinos da Natureza.

Faz saber, Mãe Celestial, que porei fim a muitas coisas.

Queridos filhos, este segundo diálogo foi vivido no Reino Celestial com Meu Amado Filho e hoje eu o compartilho com todos para que o estudem.

Agradeço-lhes por responderem ao Meu chamado!

Ama-os,

Sua Mãe Maria, Rosa da Paz

MENSAGEM DIARIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESUS

Filho,

Não te esqueças de pensar no planeta mais do que em ti mesmo. Aquele que aspira a conhecer todas as ciências e se esque-ce do mais importante de tudo, que é o amor ao próximo e ao Plano de Deus, não encontrará jamais o caminho que o leva a Cristo.

Concentra então tua atenção todos os dias na vida d’Aquele que veio ao mundo para ser o teu exemplo. Reaviva o Seu Evangelho sem buscar ser um messias, mas, sim, vivendo o Ensinamento que Ele trouxe ao mundo. Messias houve um só e sempre haverá apenas um, porque essa é uma missão única que terminará de cumprir-se no retorno de Cristo. O estado de Cristo é o que deve multiplicar-se. É na vivência desse Ensinamento que deve estar a tua atenção. Recorda-te que Jesus alcançou a cristificação na Cruz, quando, sozinho com a Sua humanidade, foi capaz de perdoar e de amar os homens, o planeta e os Planos de Seu Pai mais do que a própria vida.

Não te pedirei, filho, que morras na cruz para aprender a amar, mas, sim, que morras todos os dias um pouco mais, porque cada vez que morres um pouco, aprendes sobre o amor verdadeiro, o Amor Crístico*.

Renuncia a toda glória na Terra, a todo reconhecimento, a toda honra, inclusive quando a honra te for dada pelos homens pela admiração de ver-te virtuoso e aderido aos Planos de Deus.

Jesus poderia ter descido da cruz e convencido os homens de Seu Poder. Se o tivesse feito, talvez muitos homens O teriam honrado e teriam acreditado que Ele verdadeiramente era o Messias, mas o Ensinamento de Cristo era também um aprendizado para Ele: desde o nascimento até a morte, Ele deveria demonstrar à humanidade que não é pela glória, pelo engrandecimento ou pelo uso do poder que se chega a Deus, mas tão somente pela simples humildade e resignação diante do Pai.

Jesus sabia que todos os poderes que tinha pertenciam ao Seu Pai, e esses poderes Lhe foram retirados na Cruz para que Ele aprendesse do máximo poder que provém de não ter e não ser nada: o Amor e a Misericórdia.

Foi assim que Cristo renovou a consciência humana e inclusive a vida universal, pois não somente na Terra, mas em todo o universo, prezava-se pelo poder e pelo uso das forças e das energias.

Toda a Criação viveu um aprendizado com o exemplo de Cristo, pois após ter renunciado a Si mesmo e à Sua Vida, Ele fez renascer o Seu Corpo e recobrou a vida de Suas Células apenas com a potência do amor alcançado na Cruz. Não houve ciência, substância, energia ou vibração que, em um laboratório, fizesse reviver o Corpo de Cristo: foi o puro amor, renovado pela renúncia e pela entrega de Jesus, o que Lhe recobrou a vida.

Aprende assim, filho, a renovar mais uma vez a condição humana com esse exemplo vivo de Cristo dentro de ti e diante de ti. Imita-o, vencendo o medo que humanamente atormenta o teu coração, e abre-te a ser nada.

Aquele que, em humildade, foi nada e alcançou tudo, teu pai e companheiro,

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Santifiquem suas vidas, adorando ao Deus Vivo que habita em tudo o que foi criado.

Na essência do ato de adorar, puramente interior, encontrarão o verdadeiro sentido do serviço e da caridade, que é a busca da unidade com o Deus existente em todas as coisas.

Em um passado longínquo, os seres humanos reconheciam o sagrado como algo mais natural e podiam senti-lo como parte de suas vidas. Hoje em dia, ensiná-los a reverenciar e a adorar a Deus, internamente, é como oferecer-lhes um grande desafio.

Em Jerusalém, assim como em todo o Oriente, muitos passaram a vida inteira buscando o Salvador e esperando o Messias, acreditando que viviam e respiravam apenas para encontrá-Lo.

Quando, porém, estiveram diante d’Ele, não O aceitaram e negaram a Humildade de Deus, que era o símbolo puríssimo de Sua manifestação entre os homens.

Não corram o risco de viver o mesmo que a humanidade de tempos atrás viveu. Ela acreditava que buscava Deus e que vivia para Ele e, no entanto, nunca acreditou na veracidade de sua busca e menos ainda de sua meta. Recebia o ensinamento como algo sagrado, mas apenas para manter-se na teoria e organizar a vida social e eticamente, de forma que pudesse viver com um pouco mais de paz em tempos de tantas guerras, conflitos e busca incessante de poder.

Que as palavras dos Mensageiros Divinos, hoje sagradas para muitos, não sejam apenas belas teorias, mas que os tornem mais pacíficos diante da comum sociedade em que vivem.

Desterrem do seu interior a dúvida oculta sobre a veracidade do ensinamento e não permitam que o inconsciente da humanidade os faça acreditar que Cristo nunca retornará, porque, se refletirem e buscarem no profundo da inconsciência, encontrarão em vocês muitos aspectos que negam a existência de Deus e de Seu Plano, assim como o retorno de Seu Filho. Esses são resquícios de uma humanidade degenerada que, há mais de 2.000 anos, não acreditou na encarnação do Messias.

Abram os olhos e purifiquem-se. Caminhem verdadeiramente à transformação, para que assim não sejam surpreendidos por si mesmos em um futuro próximo.

Eu os amo e os conduzo à transparência interior, para que conheçam a si mesmos e desterrem o velho ser.

São José Castíssimo, fiel guardião do retorno de Cristo

 

MENSAGEM PARA A APARIÇÃO EXTRAORDINÁRIA NA CIDADE DE BRASÍLIA, DF, BRASIL, TRANSMITIDA POR MARIA SANTÍSSIMA, ROSA DA PAZ, NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Que se abram as portas dos Reinos dos Céus e as esferas sublimes e celestiais desçam em Glória ao reino deste mundo para transformar e despertar todas as criaturas desta Terra bendita.
Meus amados, alegrem-se e regozijem-se todos, pois de forma extraordinária estou descendo ao mundo para derramar, mais uma vez, um rio de Graças sobre a humanidade.

Enquanto o mundo dorme, que aqueles que estão despertos amem o sacrifício e a entrega absoluta.

Enquanto o mundo deixa apagar a própria chama interior e a fé se desvanece da consciência da humanidade, que aqueles que estão ao Meu lado sejam inabaláveis e que não existam dúvidas alheias que lhes retire a fé que depositei em seus corações.

Enquanto a angústia e o medo tomam os corações daqueles que não cumprem os desígnios do Criador, que os Meus soldados se alegrem e, mesmo frente à grande tribulação planetária, estejam fortes, firmes e confiantes no cumprimento dos Planos Celestiais.

Enquanto o mundo teme o colapso de um sistema material, que os discípulos de Cristo apenas esperem confiados o Seu retorno e observem cada acontecimento como o sinal verdadeiro de que este retorno se aproxima.

Enquanto o mundo se preocupa com o tempo que passa e a morte que chega, que aqueles que Me acompanham abram suas consciências para transcender os tempos e ingressar no tempo infinito, onde apenas existe a eternidade, a unidade com Deus e toda a Sua criação.

Meus amados, venho convidá-los neste dia a transcender as leis deste mundo e todas as suas tendências. Convido-os a retirarem o coração dos amores terrenos e materiais, que abraçam apenas o que este mundo lhes oferece, para que então conheçam um amor sublime, que tudo sabe em profundidade, que vive e ama para cumprir os Planos de Deus e manifestar Sua Criação, tal como Ele pensou em Seu Espírito Sacratíssimo.

Meus queridos, estes são tempos de sair do comum viver e lutar com o coração, para perseverar em um caminho que, em pouco tempo e de forma absoluta, irá contra todas as tendências e energias deste mundo.

Deverão estar fortalecidos pelo poder do verbo dos Mensageiros Divinos e não se deixar abalar jamais pelos processos internos que viverão outros ou pela purificação do próprio planeta.

Abram os olhos para uma realidade que a maioria da humanidade não é capaz de ver e saibam que, por detrás de todas as provas deste mundo, há um Grande Propósito que busca fortalecê-los e confirmar os seus espíritos na adesão ao Espírito Sacratíssimo de Deus Todo Poderoso.

Que a fé em seus corações jamais se dissipe. Que a esperança no retorno de Meu Filho apenas se fortaleça e cresça, como uma verdade imperecível, no interior de Seus discípulos e apóstolos.

Muitos apenas acreditarão em Seu retorno, ao vê-lo cruzar o Céu e colocar os Seus Pés no solo desta Terra, assim como o foi em Sua Ressurreição. Porém, bem-aventurados serão aqueles que sabem que Ele vive, assim como sabiam que Ele era o Messias; e sabem que Ele retornará, assim como sabiam que venceria a morte. Esses serão os que perpetuarão Sua Presença no mundo.

Elevem, hoje, aos Céus a infinita gratidão de seus espíritos, por estarem sendo guiados diretamente por Deus e por aqueles que são o eco de Sua Voz e a manifestação espiritual de Sua Vontade para todo o universo.

Meus amados filhos, deixo-lhes Minha bênção e Minhas mais preciosas Graças, para que, com amor e valentia, possam transitar pelas provas que virão.

Que Minha amada filha que hoje se renova em Meu Coração, seja fortalecida pelo poder de Meu Amor.

Unam-se uns com os outros e amem-se sempre. Vivam os princípios do Reino de Deus.

Eu os amo e aguardo encontrá-los com fé e paz interior.

Sua Mãe Maria, Rosa da Paz

MENSAGEM ESPECIAL DE CRISTO JESUS, TRANSMITIDA DURANTE A 6a MARATONA DA DIVINA MISERICÓRDIA, NO CENTRO MARIANO DE AURORA, URUGUAI, AO VIDENTE FREI ELÍAS

Há pouco mais de dois mil anos de seu tempo, a grande Estrela de Belém guiou o caminho dos iniciados Reis Magos, os que receberam a bênção original do Filho de Deus.

Esse especial encontro em Belém com os santos e sábios Reis do Espírito marcou um antes e um depois na vida e na evolução da humanidade. Eles prepararam, a partir do coração, a vinda gloriosa do Rei das Estrelas.

Os reis que chegaram de diferentes partes do Oriente Médio e do longínquo Oriente eram mais de três. Recordo que Minha Amada Mãe Maria, quando Eu tinha apenas seis anos de idade, disse-Me que os santos reis haviam sido enviados pelo Espírito de Deus para ungir, por meio das sagradas oferendas, o Filho de Deus.

Foi assim que naquele tempo os reis reabriram o caminho da cura e da redenção espiritual de toda a humanidade perdida. Em verdade, eles foram os que prepararam o caminho para o Messias, aliados à missão que cumpriu João Batista.

Também, naquela noite, os pastores de Belém receberam a visita do Anjo da Paz, que anunciou a Glória e a Salvação pelo nascimento do Messias. Maria e José, regozijados pelo Espírito Santo, foram levados nos planos internos diante dos altares do Criador. Ainda que houvesse poucos dias que Minha sagrada Mãe tivesse dado à luz, Ela foi coroada e abençoada pelo Espírito de Deus.

Hoje lhes revelo este mistério, porque, para este ano que começa, Meu Coração Misericordioso virá em busca dos novos apóstolos; já é hora de abrir as portas para a liberação interior e para o caminho da paz.

Imitem o exemplo sagrado dos Santos Reis do Oriente, porque será necessário resgatar a reverência e o sagrado na humanidade.

Agradeço a todos os presentes por compartilhar Comigo estes dias de oração e de paz pela humanidade. Deus está alegre por seus esforços.

Ama-os sempre e os protege,

Seu Santo Rei, Cristo Jesus

       

MENSAGEM DIÁRIA DE CRISTO JESUS, TRANSMITIDA AO VIDENTE FREI ELÍAS

A Antiga Lei da Purificação

Desde o primeiro dia em que Minha Mãe, Maria, apresentou-Me no Templo do Senhor, o sumo sacerdote reconheceu, diante de seus olhos e diante dos olhos dos mais sábios, que se encontrava frente à presença da Pureza Virginal de Deus.

Em um ato de humildade, São José Castíssimo levou como oferenda ao Templo duas pombas, que, misteriosamente, representaram o Espírito Santo durante a circuncisão de Jesus. A partir desse dia, a Lei da Purificação converteu-se na Lei da Consagração para todos os seres.

Cristo, como Menino Rei, trouxe mudança profunda para a vida de todas as consciências. Ele foi o Messias que anunciou a liberação do pecado do povo e, em consequência, da humanidade, por meio do poder do Amor de Deus.

Por isso hoje não temam por estar frente à atual Lei da Purificação, porque quem aspira à Vida do Infinito poderá alcançar a consagração de seu coração a Deus.

Ninguém chega ao Pai sem antes haver passado pela purificação de seu corpo, de sua mente e de seu espírito.

O Menino Rei, desde sua consagração no Templo de Jerusalém, trouxe a oportunidade de reverter os pecados e os aspectos da vida por meio da compaixão.

Não se vejam tão impuros, vejam seus seres no ciclo da ardente purificação da vida terrena.

Jesus Misericordioso é esse Manancial que os lavará e ao mesmo tempo lhes mostrará tudo o que deverá ser purificado pela alma valente que se anime a vivê-Lo.

Vocês estão em um tempo de profunda redenção dos pecados capitais; por isso afirmem sua fé no Senhor Deus Todo-Poderoso, para que Cristo receba a permissão de liberá-los e de auxiliá-los durante a grande purificação.

Ofertem suas misérias ao Universo.

Hoje os convido a ingressar no templo da purificação para que mais almas se consagrem logo ao precioso Plano do Criador.

Sob o Bem do Pai, sejam bem-aventurados.

Grato por se purificarem através de Meu Amor Redentor.

Cristo Jesus
 

MENSAGEM SEMANAL DE MARIA, RAINHA DA DIVINA PUREZA, TRANSMITIDA NA CIDADE DE VITÓRIA, ESPÍRITO SANTO, BRASIL, AO VIDENTE FREI ELÍAS

Queridos filhos Meus,

Depois de um importante encontro com todos vocês nos dias 12 e 13 de setembro, em Vitória, Espírito Santo, hoje, neste dia de infinita Misericórdia, peço-lhes que busquem e vivam na pureza do coração, neste tempo, para que o mundo recupere a inocência que perdeu perante Deus.

Como Mãe da Santíssima Pureza, digo-lhes que retornem à origem verdadeira de seus seres, que regressem ao sentido do puro amor do coração.

O Senhor necessita de almas imperfeitas e pecadoras para realizar Suas obras puríssimas de paz e de conversão.

Na sagrada escola que Meu Coração Imaculado viveu sobre a Terra, a Divina Pureza estava gestada em Meu Ser antes de receber a Graça do Messias.

Essa pureza da qual Eu lhes falo, e que deverão buscar, é a pureza de suas intenções, é a pureza que não gera juízos nem conflitos, porque a Divina Pureza é o escudo contra seu próprio sentido da vida, que os leva ao erro.

A Divina Pureza é a essência, flor de Meu Coração, é o princípio universal que emana Meu Espírito santíssimo através do amor e da compaixão.

Por isso, rogo-lhes, queridos filhos, que busquem esse raio de pureza que brota fluidamente do Sagrado Coração de Deus para os Sagrados Corações de Jesus e de Maria, porque em sua pureza poderão reconhecer o poder do perdão e da Misericórdia.

Eu retorno ao mundo para recordar-lhe a essência da Divina Pureza. Toda a humanidade perdeu a sinceridade pura de coração, porque o mundo, por si mesmo, e o inimigo se encarregaram de apagar essa pureza interior.

Orem e meditem, durante esta semana que chegará, sobre seus atos puros de coração. Assim entenderão, a partir de seu espírito, quão verdadeiros são diante da vida e diante de seus irmãos.

Como sua Sagrada Mãe Puríssima, quero que não se julguem, mas que se observem e aprendam por meio da serenidade que lhes irradia Meu amado Filho. Em Cristo está o exemplo vivo da pureza do amor e da humildade para as famílias, os sacerdotes, os religiosos, os laicos e os devotos de Meu Coração.

Verdadeiramente, Eu tento, semana a semana, que, através da oração, algum dia morram para vocês mesmos e despertem para o Universo Puríssimo de Deus; porque em verdade lhes digo, Meus pequenos, que, se buscarem a pureza de intenção, o mundo se curará do mar de impurezas no qual vive.

Para fazer parte da Nova Terra, será necessário purificar-se através da oração, da comunhão, da confissão e do perdão puro que suas pequenas vidas podem refletir quando se encontram diante de suas impurezas e das impurezas do próximo.

O Amor puro de Cristo, do Pai e do Espírito Santo será sua inesgotável força espiritual para alcançar o Reino da Santa Pureza do Criador. Pelo seu esforço de viver, dia a dia, a Sagrada Pureza, Deus consegue que a humanidade se libere das grandes impurezas e, como uma Graça universal, receba a Divina Misericórdia de Meu Filho.

Sejam puros; tentem-no todos os dias. Chamem, ao despertar a cada dia, a Minha Divina Pureza. Eu ajudarei quem se animar a ser puro de coração.

Agradeço-lhes por viverem Meu chamado puríssimo de paz!

Sua Mãe abençoa-os e os ama.

Grata, queridos filhos!

Maria, Mãe da Santíssima Pureza do Coração

 

 

Quem somos?

Associação Maria
Fundada em dezembro de 2012, a pedido da Virgem Maria, a Associação Maria, Mãe da Divina Concepção é uma associação religiosa, sem vínculos com nenhuma religião instituída, de caráter filosófico-espiritual, ecumênico, humanitário, beneficente, cultural, que ampara todas as atividades indicadas através da Instrução transmitida por Cristo Jesus, pela Virgem Maria e por São José. Ler mais

Contato

Mensageiros Divinos