Vida de São José

MENSAGEM DIÁRIA DE MARIA, ROSA DA PAZ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN

Queridos filhos, 

Com a Sagrada Família reunida em torno deste sagrado oratório, Deus derrama novamente Sua infinita e insondável Misericórdia.

Para que isso seja possível, queridos filhos, sua Mãe Santíssima hoje lhes entrega o Rosário das Santas Virtudes de São José, que impulsionará as almas a viver os atributos do Casto Coração, impulsos internos que virão diretamente do Santo Servo de Deus, em cada momento que este Santo rosário for rezado por uma alma.

Este Rosário das Santas Virtudes de São José retirará da ignorância humana quantos o orarem de coração, invocando a devoção ao Santo Obreiro de Deus.

São José se compromete a ajudar o coração humano que o orar e, assim, puder santificar sua vida, como São José santificou Sua consciência.

Este Rosário oferecerá a todos a possibilidade de voltar a atrair os princípios da cristandade de São José e da Sagrada Família, para que eles penetrem na consciência caótica do planeta e revertam todos os males que são gerados pela própria humanidade.

Este Rosário também ajudará a despertar a consagração das almas ao Castíssimo Coração de São José. E, por esse ato de união com o Divino Espírito de São José, os corações alcançarão o Reino Celestial e poderão senti-lo próximo na vida planetária.

São José, através de suas Santas Virtudes, oferece-se à humanidade para ajudá-la a viver a santificação da consciência e também dá a oportunidade para que as famílias vivam os Atributos de Deus e se gerem as condições propícias para que a Unidade esteja presente entre todas as criaturas.

Agora lhes apresento o Rosário das Santas Virtudes de São José:
 

Conta de união:

Por Tua grandiosa Humildade,
       amado São José,
       ​derrama sobre nós Tuas Santas Virtudes.

Amém

 

​Primeira dezena:

       Pela virtude da Humildade
       que emana do Casto Coração de São José,
       todas as nossas misérias sejam transmutadas.

 

Segunda dezena:

MENSAGEM DIÁRIA DE MARIA, MÃE DA DIVINA CONCEPÇÃO DA TRINDADE, TRANSMITIDA AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN

Queridos filhos,

Como Mãe das Nações, hoje os convido, como faço há tanto tempo, a orar pela paz, a trabalhar pela paz. Invoquem, através de cada oração do coração, a Divina Misericórdia para que desça sobre todos os Meus filhos.

Pequenos Meus, neste dia de especial importância para o Senhor, o Coração de Meu Filho está presente entre vocês a recordar-lhes que já é tempo de cada um observar com compaixão a necessidade do próximo e ver a urgência em cada semelhante.

Por isso, filhos Meus, será importante que seus corações se concentrem na essência da caridade e da doação para que a Luz de Cristo possa brotar do profundo de seus corações.

A humanidade ainda deverá aprender a viver a essência da humildade. Todos vocês, Meus queridos filhos, podem converter seus corações em preciosos instrumentos para o Criador.

Hoje, Meu Imaculado Coração está também sobre todos os Meus amados filhos da América Central, filhos que contemplo com muita compaixão para que o Raio Redentor de Meu Filho emane de seus corações.

Abram os braços para receber o Amor da Mãe Universal das Graças para que, assim, cada um de seus pequenos corações se consagre aos desígnios de Deus. Esse é o motivo de Minha Imaculada vinda até vocês.

Com Meu imenso Coração Maternal, hoje lhes peço: orem, orem, orem para que todos possam estar cada dia mais próximos da Vontade de Deus!

Minha voz vem até vocês para anunciar-lhes o momento da Misericórdia, como se a Ave do Espírito Santo estivesse compenetrando-os com Seus Dons e Suas Graças. Vocês podem ajudar com a oração para que esse Magnífico e Onipotente Espírito de Deus esteja mais presente.

Quero ensiná-los a abrir o Cofre do Coração de Deus para descobrirem o imenso e poderoso Amor que Ele tem pela existência de cada criatura sobre a Terra.

Da mesma forma como Meu Coração de Mãe peregrinou com José uma vez ao Egito, hoje os convido a caminhar rumo à consagração de seus corações.

Recordem-se de que Eu os aguardo para orar o rosário todos os dias; isso os aproximará cada vez mais de Deus.

Agradeço-lhes!

Grata por responderem ao Meu chamado.

Maria, Mãe da Divina Concepção da Trindade

MENSAGEM SEMANAL DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

A Imagem do Casto Coração de São José

A Imagem de Meu Casto Coração deve ser contemplada por aqueles que buscam a humildade, a simplicidade, a maturidade do espírito e o despertar do espírito de serviço e de caridade.

Esta Imagem representa o momento em que o Meu Casto Coração pronunciou o Seu “sim” a Deus e aceitou, apesar de Suas imperfeições, cumprir com a Missão que Deus lhe havia encomendado.

Esta Imagem é o símbolo de que, para servir a Deus, filhos, não é necessário ser perfeito, porque a Perfeição, que do Pai provém, vai manifestando-se na alma e no coração à medida que o ser se decide a caminhar.

Diante desta Imagem, devem pedir ao Pai a Graça de saber dizer “sim”, apesar da aparente ousadia de Seus Planos. Porque hoje lhes digo: não é Deus quem lhes pede grandes coisas, mas são vocês que não conhecem o próprio potencial, não sabem de si mesmos e pensam que não podem dar o que Deus lhes pede.

Diante desta Imagem, orem a “Novena para Começar os Novos Ciclos Espirituais” e deixem que Meu Coração os inspire para que possam dizer “sim” e conhecer de vocês mesmos o que até hoje está oculto e lhes é desconhecido.

Já o Relicário de Meu Coração representa o Plano de Deus consumado na imperfeição humana. Nele colocarei todas as Graças que o Pai Me concedeu para cumprir com Sua Vontade, e diante dele, filhos, orarão não apenas por si mesmos, mas por toda a humanidade, para que os Dons da Entrega e da Rendição, que fizeram com que este Coração se tornasse um triunfo divino, possam chegar a cada um de seus irmãos, nos quatro cantos do mundo.

Por meio da Imagem de Meu Casto Coração e do Relicário de Meu Coração, o Criador lhes concede duas novas e únicas Graças, para que saibam que tudo o que precisam para se tornarem uma vitória celestial está ao alcance de vocês.

MENSAGEM EXTRAORDINÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Terceiro dia da novena.

Eu ainda era jovem quando conheci o povo Essênio no deserto. Deus colocou diante de Mim um grande mistério que, ao mesmo tempo, era absolutamente diferente de tudo o que Eu conhecia – como cultura, como vida espiritual e como forma de vida social –, mas que também era conhecido em Meu interior. Era como um espelho de tudo o que Eu guardava dentro de Mim, como uma vida oculta que não podia se expressar por não encontrar um espaço.

Ainda estando diante de algo novo e desconhecido, um ensinamento que transcendia os Livros Sagrados e que se renovava a cada instante – como a Vida –, Eu Me lancei nesta experiência e deixei que Meu mundo interior encontrasse aquele espaço seguro, que tanto buscava para se expressar.

Quando estiverem diante de um ensinamento novo ou de uma nova forma de compreender a Vida, quando estiverem diante de algo que os chama à renovação, meditem em Meu exemplo e orem a Deus, em Meu Nome, dizendo:

Senhor,
       assim como São José reconhecia
       Teus Impulsos e Tua Verdade, em Sua Vida,
       ensina-nos a estar diante do novo
       e, sem temor, deixa-nos ser renovados pela Verdade Universal.

Amém.
 

Estes serão tempos de muitas provas, mas também de muitas revelações. Vocês estarão diante de Verdades que não conheciam e também poderão compreender mais amplamente o que lhes foi ensinado por intermédio de símbolos e parábolas.

Por isso, filhos, orem e preparem os seus corações para que não temam estar diante do novo.

Seu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

MENSAGEM EXTRAORDINÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

No segundo dia da novena, vocês meditarão em Minha juventude, quando Meu Coração esteve diante de todos os estímulos mundanos, de todos os impulsos que Me chamavam a ser como os demais jovens de Minha época; quando estive diante da rejeição, da humilhação e da incompreensão de Meus irmãos e amigos, porque Deus Me chamava a uma vida de entrega, de castidade e de silêncio.

Em uma época na qual a condição humana era grosseira e sobressaía além de qualquer aspiração espiritual, Meu Coração prevaleceu perante os estímulos do corpo e pude oferecer a Deus um instrumento Seu no mundo, por intermédio de Minha Vida.

Quando estiverem diante dos estímulos mundanos, das energias capitais, da humilhação, da rejeição e da incompreensão do mundo, vocês orarão a Deus em Meu Nome:
 

Senhor,
       pela superação de São José 
       e por Sua entrega absoluta, que venceu a condição humana,
       ajuda-nos a superar os atavismos, as concupiscências
       e a superficialidade deste mundo.

Amém.
 

Seu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

MENSAGEM EXTRAORDINÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA DURANTE A VIAGEM ENTRE AS CIDADES DE LIMA, PERU, E SÃO PAULO, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Hoje, começarei a lhes entregar uma novena, para iniciar um novo ciclo, não apenas entre o Meu Casto Coração e a humanidade, mas para que cada ser possa encontrar, dentro de si, a forma de se renovar, dar passos e abraçar os ciclos que chegam, com alegria, com o coração livre e em paz.

Cada dia representará um impulso vivido por Mim, por intermédio da humildade, da constância e da persistência, para transcender a condição humana e abraçar os novos ciclos espirituais que se apresentam.

Que estes impulsos cheguem aos seus corações e os fortaleçam, pela Graça da oração e da unidade com Meu Casto e simples Coração.

No primeiro dia, vocês meditarão em Minha infância, como criança pobre e simples, diante do Mistério de Deus, que Me chamava a dar passos que Me pareciam impossíveis, diante de Minha pequenez e infantilidade. Abraçado pelo espírito da fé, respondi ao chamado de Deus e, ainda sendo tão pequeno, permiti que Ele Me fizesse grande.

Quando estiverem diante de desafios que lhes pareçam impossíveis de ser transpassados, vocês orarão a Deus em Meu Nome:
 

Senhor,
       como a São José Castíssimo,
       concede-nos a Graça da Fé, para viver Tua Vontade,
       ainda que ela nos pareça inalcançável e, às vezes, impossível.

       Transforma nossa pequenez na Graça de Tua Grandeza;
       nossa debilidade, em Tua Fortaleza.

Amém.
 

Vocês poderão orar por 14, 33 ou 72 vezes, conforme sintam na necessidade de suas almas.

Com Minha Bênção em suas vidas, recebam de Deus a Graça para seguir adiante, cumprindo com Sua Vontade e manifestando o Seu Propósito de Amor.

Seu Pai e Companheiro,

São José Castíssimo

MENSAGEM PARA A APARIÇÃO MENSAL DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, À VIDENTE IRMàLUCÍA DE JESÚS​​​​​​​​​​​​

Muitos ainda não compreenderam os tempos em que vivem, assim como quando Meu Filho estava no mundo, a humanidade também não compreendia a Graça que recebia.

A Sagrada Família tinha um dom especial de obedecer a Deus, porque O conhecia, e porque jamais duvidou que o Seu Filho Primogênito estava entre Eles.

A fé de Meu Castíssimo Coração e do Imaculado Coração de Maria transcendia qualquer necessidade de manifestações físicas, de acontecimentos materiais que confirmassem a importância dos tempos que vivíamos.

Não esperávamos verem cumpridas as Profecias nem as Escrituras, não esperávamos porque sabíamos que elas já estavam se cumprindo. Mas, o tempo passou, e a mente humana se desenvolveu, como muitos dizem.

Naquele tempo éramos mais simples, não tínhamos tantos conceitos ou ideias sobre o Plano de Deus, sobre Sua Criação. Nossa fé estava baseada nas Escrituras, e no que cada um de nós podia sentir e experimentar na Presença do Divino.

Hoje, filhos, a mente humana é muito concreta, apesar de que acreditem que é mais evoluída do que naquele tempo.

Essa evolução da mente os auxiliou de muitas formas, porém fechou o coração de muitos que não conseguem desenvolver a fé porque pensam muito; não conseguem acreditar nas Palavras de Deus ou em Suas indicações, porque necessitam de algo concreto como suas mentes para fazê-lo.

Sempre lhes dissemos que são os simples de mente, de alma e de coração, os que podem ser instrumentos de Deus, porque o Criador pode pensar com suas mentes, sentir com seus corações e viver em suas almas.

Quando Eu estive sobre a Terra como São José, Meu Coração era simples, por isso não hesitava em responder aos Desígnios superiores, não hesitava em acreditar que vinham de Deus os sinais e as palavras que Eu escutava em oração.

Neste momento, filhos, sei que para muitos lhes custa ter esta simplicidade, porém deverão responder aos Desígnios superiores como Eu respondi, porque, da mesma forma como o Plano de Deus tinha como foco principal a Sagrada Família, dessa forma hoje esse foco está sobre a Obra que construímos dia a dia através de vocês.

O destino humano será um ou outro a depender da concretização deste Plano que estamos traçando com suas vidas.

Apenas obedecer em um momento não será suficiente, porque muitos obedecem com o corpo, mas não com a mente nem com o coração.

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMàLUCÍA DE JESÚS

Filhos, já está terminando o ciclo de mensagens diárias que há um ano lhes prometi entregar. Durante esse período, ensinei-lhes muitas coisas e abri os seus olhos para outras que, na verdade, já conheciam, mas que não conseguiam viver.

Pelo fato de ter sido homem, com um coração semelhante aos seus, pude chegar ao profundo de suas consciências e recordar-lhes o seu compromisso com Deus.

A partir de agora, no ciclo que virá depois do dia 20 de agosto –quando terminarão as mensagens diárias–, caberá a cada um voltar a estudar as Minhas Palavras e reacender cada código e cada impulso que ali lhes deixei, impulsos que serão eternos e que estarão vivos para todos aqueles que se abrirem de coração e em consciência.

Espero, em Cristo, que possam viver cada impulso que lhes entreguei ou, ao menos, que tentem fazê-lo todos os dias.

Vocês sabem que o tempo do relógio já não corre como costumava correr antes. Pouco a pouco, vocês estão ingressando em um novo tempo e cada segundo lhes é precioso, porque traz, em si, uma oportunidade que nunca se repetirá.

A depender da resposta interior de cada um, poderei alcançar do Criador a graça de seguir falando com a humanidade e, junto com Maria e Cristo, seguir sustentando o coração humano, enquanto seja possível, para que até a última hora contem com o Nosso apoio. Para que isso seja possível, o esforço de cada um de vocês é imprescindível.

Neste novo ciclo, a aspiração de serem outros deve estar viva dentro de vocês, impulsionando-os a fazer coisas diferentes pela concretização do Plano de Deus e demonstrando ao Criador que verdadeiramente querem responder ao Seu Chamado, aos Seus Desígnios.

O Amor dos Mensageiros Divinos pela humanidade é infinito e cada segundo de instrução que entregamos a todos Nos é precioso. Mas não apenas Nós devemos anelar por este encontro: cada um de vocês deve sentir dentro de si essa necessidade de se aprofundar na própria transformação e receber, dos Céus, os novos impulsos que os levarão a um maior grau evolutivo.

Filhos amados, meditem na essência deste novo ciclo planetário e recebam todas as graças que lhes estão sendo entregues. A hora de se transformar é agora, não depois. Tudo é possível com a persistência e a perseverança de todos.

MENSAGEM DIARIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESUS

Filho, lança-te no impossível, se assim te pede o Senhor. Vence qualquer temor natural ou sobrenatural e responde à Vontade Divina, mesmo sem compreendê-la.

O que parecerá mais impossível para um homem do que aceitar que a sua virgem esposa gesta, em si, o Filho de Deus, trazido e fecundado pelo Espírito Santo? E, no entanto, filho, diante deste e de tantos outros mistérios de Minha Vida, jamais neguei a Vontade do Senhor.

Foi por essa obediência irrestrita que o Criador concedeu, ao Seu simples servo, a Graça de compartilhar de Seu Poder e de Sua Glória, mesmo que Eu estivesse, em vida, em um corpo, mente, alma e coração humanos.

O Senhor sempre Me pediu coisas impossíveis, e o mais impossível de tudo foi que, um dia, Me pediu para ser tão semelhante a Ele quanto o era o Seu Filho, na humanidade daquele pequeno Menino, que por anos carreguei em Meus Braços.

Era tão imensa a grandeza daquele Menino – e infinitas a Sua Santidade e Majestade, mesmo estando em um corpo tão pequeno –, que me assemelhar a tamanho amor manifestado Me parecia impossível. Mas não Me neguei a este pedido divino e apenas Me abri a amar ao Meu Filho e a Deus como uma única coisa. Deixei-me permear pela Presença Divina em Minha vida e abri cada célula de Meu Corpo para que vivesse, em si, o despertar para este amor e esta semelhança com Deus.

Aos poucos, fui descobrindo que ser semelhante ao Pai, como o era o Meu Filho, era amar o Pai como o Meu Filho O amava e amar tudo como o Pai amava. A essência do amor era o começo, o meio e o fim de todas as coisas, de todos os caminhos.

E foi observando o pequeno Jesus que descobri que a evolução é eterna e que a união com Deus deve ser permanente, constante. Foi assim que, mesmo depois da morte, segui contemplando os passos e o triunfo de Meu Filho amado e cada vez mais Me aprofundava na vivência do amor e da semelhança com Deus.

Digo-te isso porque o Criador pede coisas impossíveis a todos os Seus filhos. Inclusive, da mesma forma como Me pediu, Ele também te pedirá que ames como ama o Seu Filho Primogênito e que sejas semelhante a Ele como o é o Seu Filho amado.

Saiba, filho, que a essência de tudo se encontra em perder o medo de lançar-se ao amor.

Ainda que te atormentem a dúvida, o temor, o orgulho e a falta de paz, jamais deixes de cumprir com a Vontade do Pai. Quando responderes ao Seu Chamado, verás manifestar-se, em tua vida, os Seus Prodígios.

MENSAGEM DIÁRIA EXTRAORDINÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMàLUCÍA DE JESÚS​

Hoje lhes pedirei que fechem os olhos e que Me encontrem diante de vocês.

Estou sobre o céu de Aurora, com os pés descalços, uma túnica branca, um manto de cor vinho. Tenho em Minhas mãos um ramo de nardo, que representa a pureza, mas também a consagração. Seguro este ramo com Minha mão esquerda e, com a direita, toco Meu Castíssimo Coração, rodeado por três lírios, que representam a castidade. Os Meus cabelos pendem sobre os ombros, os Meus olhos, da cor de mel, estão voltados para o mundo, irradiando a humildade que Deus imprimiu neles, para que Eu pudesse ver todas as coisas sob a Sua Verdade e a Sua Justiça; assim é como Meus olhos humildes Me concedem ver. Atrás de Mim, lhes mostro um caminho, um caminho para o deserto, para terras que um dia foram sagradas, mas que hoje deixaram submergir na maldade, no ódio e na perdição os corações que nelas habitam.

Todo este mal era conhecido por Deus, quando enviou o Seu Filho a este povo. Também enviou a Mim, como homem comum, para demonstrar à humanidade que é possível viver a transformação, viver a transformação em Cristo e a união com Deus.

Eu fui homem nascido nesta Terra e, por isso, retorno a ela para resgatar aqueles de Meus companheiros e amigos de outros tempos, aqueles que não quiseram escutar quando Meu Filho pronunciava Suas palavras nos vales e nos montes, aqueles que fecharam os olhos para não vê-Lo passar, porque temiam viver a conversão e ser arrebatados por Seu Amor, que sabiam que era invencível. Muitos dos que viraram o rosto para Cristo ainda estão neste mundo para aprender a olhar para Ele sem medo e se deixar vencer pelo poder de Seu Amor.

Não desistimos desta Terra, porque para Nós ela ainda é sagrada.

Como deixará de ser sagrada a Terra onde Deus colocou os Seus Pés, onde derramou Seu Sangue e abriu o caudal de Sua Divina Misericórdia, para que permeasse todo o universo, por intermédio deste mundo?

Como deixará de ser sagrada esta Terra, que – em verdade – é a escola do amor para todas as civilizações do universo?

Como deixarão de ser sagradas as suas almas, que portam em si uma possibilidade única de aprender a amar, de se unir a Deus e fazer esse Deus ainda maior em Sua Glória?

Como deixarão de ser sagradas as suas essências, assim como os seus corações, por mais que pequem e vivam nas ilusões do mundo?

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS​

Queridos companheiros em Cristo,

Quero trazer-lhes, a cada dia, mais do que palavras, porque tenho a possibilidade de levá-los a viver o que vocês verdadeiramente são não apenas como indivíduos, mas também como humanidade.

Por isso insisto, uma e outra vez, para que, em cada momento de suas vidas, vocês ofereçam tudo o que fazem pela consciência humana, sobretudo por todos aqueles que não conhecem a Deus e que, independentemente de sua classe social e de sua situação física, vivem na ignorância e na plena ilusão.

Meus amados, quando estive neste mundo como José de Nazaré, em tudo o que Eu fazia em Meu trabalho, no descanso ou nas liturgias diárias, a oração era sempre o que movia Meu Casto Coração e, assim orando, oferecia tudo pelos demais irmãos do mundo.

Eu trabalhava pelos que não o faziam; repousava pelos que não podiam repousar; era verdadeiro e simples pelos que não podiam sê-lo. E assim era com tudo. Então, fui descobrindo como amar as imperfeições dos homens. Dessa forma, enquanto trabalhava por alguém que não o fazia, comecei a compreender por que aqueles que não trabalhavam estavam nessa situação e, em Minhas intenções, oferecia sempre a Deus as dificuldades de Meus irmãos.

Vendo a pureza de Seu servo, que não orava para si, mas sim para que o Reinado de Deus se expandisse pelo mundo, o Senhor começou a mostrar, aos olhos do Meu Coração, diferentes situações do planeta em lugares que, em vida, Eu não havia conhecido, mas sabia da realidade de tudo o que via.

Deus Me deu a graça de servir mais profundamente e de ter a certeza de que, a cada instante de Minha vida, Ele poderia interceder por alguma alma. Foi dessa forma que fui aprendendo a arte de interceder, perante Deus, pelas almas e pelos seres da natureza, estes que nunca eram esquecidos por Meu Coração Castíssimo.

Hoje lhes digo que o segredo para ser um intercessor diante de Deus é jamais perder a pureza de intenção e não se crer em coisa alguma, mas somente em ser apenas um servo de Deus. Onde houver orgulho por alguma obra ofertada a Deus, essa obra já não alcançará o Céu.

Muitos creem que intercedem pelas almas quando, na verdade, estão perdendo um precioso tempo de orar com o coração para, em vez disso, alimentar o próprio orgulho e a vaidade.

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS​

Quando estive sobre a Terra como José de Nazaré, muitos Me buscavam, procurando um conselho sobre como se unir a Deus. Meu Casto Coração estava descobrindo, em Jesus Menino, que Deus estava dentro de todos os seres. Mas em uma época na qual não se pensava em um Deus Vivo, senão nas Escrituras, muito difícil seria conceber a existência de Deus dentro de cada ser.

Hoje, já existem conhecimentos e experiências suficientes, como humanidade, para que vocês compreendam as coisas do Céu e como elas se expressam no mundo. Desta forma, vocês descobrirão no mundo o potencial que ele tem de viver segundo a Vida Celestial.

Assim como Deus está vivo em cada ser e poucos podem vê-Lo, o Seu Reino vive na ideia original da criação da Terra. Desta forma, tanto o Deus Vivo deve surgir nos seres como o Seu Reino deve se manifestar no mundo.

Para encontrarem o Senhor dentro dos seus próprios corações e reconhecerem-se semelhantes a Deus, vocês haverão de se desconhecer como indivíduos imperfeitos e meramente humanos do ponto de vista da Terra.

Para que o Reino de Deus seja uma realidade no mundo, tudo o que não conforma esse Reino deve deixar de existir. E não será Deus quem fará desaparecer todas as coisas e, assim, irá resolver todos os problemas planetários. Vocês, Meus amados, é que devem fazer desaparecer, primeiro das suas próprias consciências, todos os conceitos, os princípios, as ideias e as intenções que constroem todas aquelas coisas que os separam de Deus como humanidade.

Por exemplo: por mais que não sejam governantes e não tenham a potestade de começar ou acabar com uma guerra, para abolirem as guerras do mundo, vocês devem aplacar, nas suas próprias consciências, a ira, a competição, a avareza, a cobiça. E, dessa forma, devem atuar com tudo, porque é aos poucos que o Reino de Deus descerá ao mundo. Mas, para isso, a harmonia com a qual esse Reino se instalará dependerá do preparo da consciência humana para recebê-la.

Muitos temem a tão citada transição planetária, mas poucos estão reconhecendo que o curso dessa transição será o resultado do que cada um possa fazer para transformar, em si, a consciência humana e, em decorrência, a consciência planetária.

Meditem no que lhes digo e no que lhes disse nos dias anteriores. Vocês encontrarão em Minhas palavras as chaves para alcançarem a redenção de uma forma pacífica e harmoniosa.

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS​

Como coração humano de homem simples e sem grandes aprendizados intelectuais, aprendi a confiar naquilo que não se vê com os olhos do corpo, apenas com os do coração.

Como José de Nazaré, vivi o maior milagre de vida, que foi a concepção e o nascimento de Meu Filho Jesus, que assumi como Meu, sabendo que era, em verdade, o Filho de Deus.

Não houve maior prova de confiança e de fé em Deus, senão esta que José e Maria viveram ao saber que o filho que tinham nos braços, naquele presépio em Belém, era o Filho de Deus Vivo, o Messias tão esperado por todas as gerações que antecederam a Nossa. Era como viver constantemente dentro de um sonho e não saber qual era a realidade: se era o que vivíamos com o Deus Menino – na confiança de que Deus, em Sua Humildade, se fez criança entre Nós e Nos permitiu cuidar dEle e protegê-Lo – ou se era o que viviam todos os que estavam ao Nosso redor, a maioria que jamais poderia conceber a verdade de que aquele Pequeno Menino era, na realidade, um grande Rei.

Todos os dias, ao olhar o Pequeno Jesus, Eu Me perguntava: como pode Deus, este que nos protege e nos guarda, entregar-se, assim, nos braços dos homens e confiar no seu cuidado e na paternidade humana?

Foi assim que Meu Coração se abriu para descobrir que havia algo no coração humano que apenas Deus conhecia, para que Ele, que era o grande Pai da Criação, se entregasse como filho à paternidade dos homens.

Apenas a humildade de Meu Coração foi o que abriu as portas para que Eu compreendesse que Deus estava mostrando a nossa semelhança com Ele. Ele vinha ao mundo como Filho, para que pudéssemos descobrir dentro de nós o Pai, Ele mesmo, Deus Altíssimo.

Digo-lhes estas coisas porque seus corações humanos também estão diante de muitos mistérios e estarão diante de verdades ainda maiores, que farão despertar em vocês a fé ou a incredulidade, conforme a maneira como vocês se coloquem frente ao aprendizado que Deus lhes traz com Sua Perfeição.

Se forem humildes, vocês poderão compreender a Humildade de Deus, que de muitas formas se entrega aos Seus filhos, para que eles descubram o que são em verdade e, assim, despertem para a semelhança com Seu Coração Sacratíssimo e Grandioso.

Deixo-lhes hoje esta reflexão e estes códigos de luz de Minha Vida junto a Cristo Jesus, que agora reina em todo o Universo.

Eu os amo hoje e sempre.

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Ingresse na plenitude de Deus existente em seu coração e jamais perca a esperança de alcançar o Seu propósito.

Quando estive sobre a Terra como José de Nazaré, o caos de Minha época e a ignorância dos que Me rodeavam Me leva­vam a buscar ainda mais assiduamente o Espírito Divino. Compreendi, em Minha busca, que Eu deveria ser o motor para a elevação e a transformação de todos os que conviviam Comigo.

Era a própria fé que habitava em Meu interior que, por si só, tocava os corações dos homens e os fazia perguntar interna­mente qual era o mistério que se vivia naquela Família e se não era Deus mesmo que estava em pessoa entre Eles.

Saibam que Deus mesmo está entre vocês, e que devem anun­ciar essa graça no silêncio da transformação e na vivência dos atributos sagrados que o Senhor infundiu em suas consciências.

Que todas as almas que se aproximarem de seus seres sejam impulsionadas a buscar o Divino e, ainda que não saibam bem o foco dessa busca, sintam que ela as conduz ao Alto, ao Universo, ao Infindável.

Vocês vivem hoje, como grupo, uma das maiores graças já entre­gues à humanidade.

O espírito do Amor deve fazer-se carne em cada um dos que acompanham os Mensageiros Divinos e, dessa forma, esse Amor irá se expandir por toda a humanidade.

Cada passo que derem ao longo dos dias vocês devem ofertar a Deus, conscientes de que muitas essências dependem deste despertar e deste caminho evolutivo que estão trilhando.

Bebam da Fonte das Palavras Divinas de Cristo e preencham seus seres da certeza de que Ele é quem as pronuncia. Deixem-se moldar e amadurecer pelos impulsos espirituais de Maria e consagrem, pouco a pouco, toda a consciência ao Divino. Mergulhem na simplicidade de Minhas palavras e façam delas um manual para a vida sobre a Terra.

Sejam simples de coração e nunca se cansem de buscar o espí­rito da simplicidade. É apenas dessa forma que cruzarão os Portais Celestiais com a humildade de uma criança.

Não percam a fé e confiem na imprevisibilidade do coração humano. Busquem o potencial que desconhecem de si mesmos e, em oração e reflexão, desvendem os mistérios do próprio mundo interior.

Deixo-lhes Minha paz.

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Fui criado em espírito de humildade no Reino dos Céus, tendo esse atributo como primordial para a história que escreveria no mundo. Assim como trago esse atributo divino, cada alma e cada essência traz em seu interior um atributo para manifestar.

Minha criação não foi diferente da de vocês; apenas tive a missão de ser um exemplo para a humanidade e, ao longo de Minha existência no mundo, fui ajudado nisso.

Desde criança, sabia que algo dentro de Mim não podia viver a mesma vida que vislumbravam Meus irmãos. Essa busca pelo propósito que o Criador tinha para Mim, muitas vezes Me fez afastar do mundo e mesmo dos que Eu amava.

Vivi muitos momentos de solidão, tentando encontrar o senti­do da vida e, quando o encontrei na união com Deus, descobri que em Minha solidão se encontravam todos aqueles que Eu amava.

Apesar de não ter sido compreendido por muitos, sustentei-Me na fé e na confiança de que aquela vida era vivida pelo bem e pela evolução de todos os que estavam ao Meu redor e que, sem saber exatamente como, o que Eu vivia os estava ajudando.

Eu tinha doze anos quando fui buscar no silêncio o que Deus tinha para Mim e que não encontrava na vida cotidiana que levava junto a Meus irmãos. Em silêncio e oração, comecei a crescer em espírito e a descobrir que a maturidade não estava na idade que Eu tinha e que, apesar de ser tão pequeno, encon­trava no espírito todas as compreensões de que necessitava para crescer.

Foi assim que consagrei a existência a Deus. Ele Me escutou e aceitou Minha oferta, mostrando-Me o plano que tinha para Mim nesta e em outras vidas. Naquele momento, Eu ain­da não sabia da magnitude da missão que Me esperava e foi apenas diante de Jesus Menino que pude compreender e supe­rar provas maiores.

Conto-lhes tudo isso porque Deus também veio ao encontro de vocês, colocou-os diante de todos os absurdos deste mundo e os impulsionou a buscar um sentido verdadeiro para a vida. Levou-os ao caminho da consagração da alma; alguns, do espí­rito, e outros, de todos os aspectos do ser.

Por meio de Seu Espírito Trino, revelou-lhes uma missão: pre­parar o retorno de Cristo e tornarem-se um exemplo para as almas que não terão um rumo nestes tempos de tanta confusão.

MENSAGEM EXTRAORDINÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA

Escute em seu coração a história que vou lhe contar. Deixe que Minhas palavras fluam como água pura do rio de sua mente e que os mistérios de Minha vida corram dentro desta água com a mesma harmonia. Confie no compromisso que seu coração tem Comigo, porque muito pouco é o que o mundo sabe sobre esta história e muito pouco continuará a saber, até que ingresse no Reino dos Céus.

Nasci de uma gestação de infinita pureza, preparada pelos anjos, como se criassem uma flor, quando era Minha alma que crescia no ventre de Minha santa mãe. Chamo-a santa, porque sobre ela desceu o Espírito Santo e, através dos sonhos, foi preparada pelos anjos para compreender a maternidade que viveria, de uma criança pouco comum para a época.

Minha mãe cantava-Me ao coração, orava e preparava sua gestação com profundo amor; amor que Deus lhe infundia, para inspirar a Sua criação, que seria a semente do que viria a ser José, o chamado filho de David.

Nasci e cresci acompanhado dos anjos. Minha santa mãe, ornada pelo Espírito Santo, foi quem primeiro Me ensinou a realizar as primeiras obras de caridade. Ensinou-Me que, para o próximo, deveria ser ofertado sempre o melhor e, quem assim procedesse, dando ao próximo o que de melhor possuísse, receberia de Deus o que Ele mesmo tinha de melhor no Reino dos Céus.

Desta forma, fui compreendendo as Leis de Deus, que eram muito diferentes das leis da Terra e, quanto mais Minha consciência infantil mergulhava neste Reino, mais Me via fora de todas as leis do mundo, sobretudo das leis da matéria, as que prendem o homem e o fazem refém das energias capitais.

Dotado de profunda união com Deus, o Senhor não permitiu jamais que as leis da Terra atuassem sobre Minha consciência juvenil.

Aprendi do trabalho e da solidão, do silêncio, da oração e do jejum e, nestes hábitos diários, cresci. De família simples e pobre, assim foi se refletindo a vida em Minha alma; cresci simples e pobre das coisas do mundo.

A solidão ensinou-Me a humildade, pois na solidão aprofundava-Me nos mistérios da Fé e na ciência do Reino de Deus, o que Me fazia compreender dia a dia, quão pequeno era, diante da Grandeza de Deus Altíssimo.

Quem somos?

Associação Maria
Associação religiosa cristã e ecumênica que tem por finalidade difundir a mensagem universal de amor e de paz que Cristo Jesus, a Virgem Maria e São José transmitem aos monges da Ordem Graça Misericórdia, estimulando o crescimento espiritual através da oração e do serviço altruísta.

Contato

Mensageiros Divinos