MENSAGEM DIÁRIA DE MARIA, ROSA DA PAZ, TRANSMITIDA NO BALNEÁRIO EL CÓNDOR, RIO NEGRO, ARGENTINA, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN DE JESÚS

Queridos filhos,

Vocês sabem que, nestes tempos, a espiritualidade da humanidade está se corrompendo devido às influências da vida material e dos prazeres que milhões de almas vivem.

Essa é a razão pela qual a conexão espiritual com o verdadeiro está afetada; essa interferência é gerada por forças espirituais não elevadas que despertam nas almas a necessidade de ter poder ou prestígio, tanto na vida espiritual como na sociedade.

Assim, as consciências creem estar bem conectadas, quando, em verdade, estão sendo influenciadas. Isso é o que leva milhões de almas a tomarem decisões impulsivas e, em muitos casos, a destruirem sua própria espiritualidade.

A Lei da Justiça Divina virá para revelar e corrigir esse desvio da maioria da humanidade, como também virá a Lei da Liberação, que será aplicada para desobstruir o plano psíquico do planeta de todas as interferências vividas através dos tempos.

Por isso, haverá muito o que liberar nestes tempos e, assim, cortar as raízes que o próprio adversário fez crescer em milhões de consciências que estão dentro da ilusão de serem elevadas.

A consciência angélica será a encarregada de revelar e colocar em evidência essas realidades paralelas que apenas se alimentam dos sonhos das pessoas.

Tudo será exorcizado.

Agradeço-lhes por responderem ao Meu chamado!

Abençoa-os,

Sua Mãe, Maria, Rosa da Paz

MENSAGEM DIÁRIA DE MARIA, ROSA DA PAZ E VIRGEM DE SCHOENSTATT, TRANSMITIDA NA CIDADE DE EINSIEDELN, SCHWYZ, SUÍÇA, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN DE JESÚS

A Igualdade entre os Povos

Queridos filhos,

Minha finalidade de vir à Suíça, em nome do Meu Filho, é pedir aos representantes deste país um ato de igualdade entre as nações mais ricas e as nações mais pobres.

Por isso, venho para doar o Meu Coração-Espelho para que na Suíça se reflita a Vontade de Deus e não o uso desmedido do poder e da superstição dos soberbos.

Venho para pedir um verdadeiro espírito de caridade e de igualdade, a fim de poder salvar este povo da senda que percorre pela riqueza desmedida e pelo descontrole material da vida.

Aqui, e dentro desta Nação, existem almas que têm o dever de promover a equidade sem condições e o equilíbrio pelos que nem sequer têm um lar para poder se refugiar.

Venho como Mãe e Virgem de Schoenstatt para pedir consideração e atenção às Minhas palavras, antes que chegue o tempo em que não ficará pedra sobre pedra; assim como o disse Meu Amado Filho.

Desejo despertar na Suíça o espírito do esquecimento de si, para que as almas aprendam a ver e a contemplar as necessidades nos semelhantes, nos mais pobres entre os pobres.

Quisera sair da Suíça com uma esperança no Meu Coração, capaz de ter fé em que Meus filhos farão o esforço necessário para sair da comodidade pervertida e do conforto.

Necessito, filhos da Suíça, que se sirvam do espírito da pobreza e da abnegação que a Mãe e Virgem de Schoenstatt lhes oferece, a fim de que, além do seu povo e do seu "próprio mundo" possam contemplar o sofrimento, a fome e a necessidade de milhões de almas no mundo, como na África e na América.

Sei que não nascerá dos líderes o afeto necessário para perceber e reconhecer que aqui não se vive na Lei de Deus e, muito menos, no que o Meu Filho lhes ensinou.

Por isso, antes que tudo se desencadeie, dentro e fora das suas consciências, Eu os convido a viver uma vida de oração e de diálogo com Deus, para que possam sair da reinante ilusão destes tempos e percebam que é urgente mudar, primeiro saindo de si para dar espaço e lugar em seus corações aos que mais sofrem e não têm nada.

MENSAGEM SEMANAL DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

A recompensa do servidor de Deus é o eterno serviço. O Criador renova Seus servos no ato de servir, e a certeza de estar cumprindo com o Seu Plano os nutre.

Filhos, a grande escola dos discípulos de Cristo, neste tempo, é a eterna renúncia. Porém, lhes falo da renúncia das coisas deste mundo, das comodidades e dos prazeres que a humanidade como um todo prezou muito por manter.

Aqueles que temem a renúncia é porque, em verdade, jamais conheceram a Graça de servir a Deus, porque é renunciando a tudo o que é passageiro que se encontra aquilo que é eterno e que nutre a alma, o corpo e o espírito, deixando-os plenos em Deus, além das aparências do mundo.

Aqueles que querem sustentar-se durante a própria purificação devem encontrar a sua paz na renúncia de todo resultado acerca de si mesmos, pois muito sofre aquele que todo dia olha para a própria ferida e não permite que ela cicatrize, pelo poder de seu pensamento sobre ela.

Vocês devem reconhecer que as feridas estão ali, mas para que a dor não lhes atormente a vida e lhes impeça de fazer tudo o que são chamados a fazer neste tempo, vocês têm que tirar os olhos de si mesmos.

É por isso, filhos, que quanto maior for o grau de consagração, maior deve ser a renúncia, porque uma lapidação profunda lhes será cobrada e serão levados a vivê-la além da própria vontade; porém, não é nisso que deve estar a sua consciência, porque o Plano de Deus se manifesta vivendo-o e não pensando nele.

Dessa forma, vocês devem saber que aquele que dá tudo também receberá tudo e aquele que põe de lado os próprios processos, suas purificações e, inclusive, as suas necessidades, para ajudar aos outros, será por Deus recompensado e alcançará a expressão de Seu Plano sem que se dê conta.

Por isso, hoje lhes assinalo o caminho do serviço e da transcendência e lhes agradeço por tentarem se superar por amor ao Plano do Criador. É nesta eterna tentativa e verdadeira aspiração que ele se cumpre. Sigam adiante.

Seu Pai e Companheiro no caminho de ascensão,

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À LA VIDENTE HERMANA LUCÍA DE JESÚS

Que despertem os jovens da Terra, transcendendo os velhos padrões humanos e reconhecendo sua identidade universal. Que despertem para o amor e a unidade com Deus, encontrando um sentido para a própria existência.

Que despertem os jovens da Terra, renunciando aos prazeres e às superficialidades do mundo, para experimentar o verdadeiro júbilo, que é celestial. Que despertem para a missão que há éons de tempo, no Cosmos, se comprometeram a cumprir.

Que despertem os precursores do novo mundo, aqueles que não medirão esforços para fazer triunfar o bem e que, com seus exemplos, converterão e despertarão novos espíritos.

Que despertem aqueles que, no ímpeto de sua juventude, romperão barreiras e apagarão fronteiras, reconhecendo a unidade que existe entre todas as criaturas de Deus.

Que despertem os jovens da Terra para a vida superior, para o amor ao Cosmos e ao Plano do Criador. Que reconheçam que este tempo é definitivo e caminhem sem medo para o estabelecimento da paz.

Que despertem aqueles que imitarão o exemplo de Cristo e unirão culturas, credos, raças, nações, línguas e religiões com um único propósito: estabelecer a paz e manifestar um novo mundo.

Que despertem aqueles que unirão os tempos, que abrirão as portas da Terra para novas leis e raios universais; que retirarão os véus da consciência humana e dissolverão sua cegueira, fazendo-a reconhecer a verdadeira luz.

Que despertem os filhos do Novo Homem, aqueles que, na história universal, serão conhecidos como os que transcenderam os velhos padrões por intermédio do amor, venceram a escuridão com a luz da própria essência e manifestaram o Propósito Divino, levando para o universo –para a Terra redimida– uma civilização de novos Cristos.

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESUS

À juventude do planeta

Filhos, este é o início de um novo ciclo para a consciência planetária. O próximo agosto marcará o tempo de definições ainda mais profundas para as almas, e o Festival da Juventude pela Paz vem para abrir as portas desse ciclo para todos os jovens da Terra.

Vocês devem ter a consciência de que sua missão não começa nem termina neste Festival, porque ele é o princípio de um caminho que será infinito, profundo e doloroso para muitos, um caminho de transformação, de definição, um caminho para descobrir a verdade sobre si mesmos e perder o medo de expressá-la.

Digo-lhes que será um caminho doloroso porque a juventude de hoje está muito envolvida com superficialidades, em uma vida pouco profunda, do ponto de vista espiritual. É uma juventude educada para pensar apenas em si mesma, no próprio proveito, no próprio prazer. Uma juventude construída em uma era de estímulos involutivos permanentes, uma juventude que representa os últimos ciclos do velho homem e que está completamente impregnada pelos padrões deixados por todas as gerações anteriores.

Esta é a juventude à qual caberá viver a transição do planeta e suportar as correntes que descerão para reformar a Terra e atrair uma nova vida. A esta juventude, lhe caberá dizer “não” a todos os padrões que carrega na consciência -como um compilado de experiências humanas de todas as eras da humanidade- para ser nada e renascer em vida como filhos de Deus.

Com isso, filhos, vejam que o Festival da Juventude pela Paz é apenas uma porta que se abre na consciência da juventude e que muito timidamente lhes mostra no horizonte o despontar de um novo Sol.

Sendo o princípio de um novo ciclo espiritual, ainda que não pareça, o Festival da Juventude pela Paz colocará as suas consciências diante de uma síntese interior, às vezes, mesmo antes de que o Festival aconteça.

Isso será assim porque aqueles que primeiro dizem “sim” são a ponta da lança que rompe as velhas barreiras e abre a consciência para o novo. Estes devem ser o exemplo para os que virão depois e, para isso, serão forjados no invisível do espírito.

Que despertem os jovens para um novo tempo e para uma nova vida. Que preparem os seus espíritos para sustentar o planeta com paz e harmonia interior e que sejam semeadores do futuro, preparando a vida dos que serão a juventude da nova Terra.

Quem somos?

Associação Maria
Associação religiosa cristã e ecumênica que tem por finalidade difundir a mensagem universal de amor e de paz que Cristo Jesus, a Virgem Maria e São José transmitem aos monges da Ordem Graça Misericórdia, estimulando o crescimento espiritual através da oração e do serviço altruísta.

Contato

Mensageiros Divinos