Segunda-feira, 18 de julho de 2016

Mensagens diárias
MENSAGEM DIARIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESUS

Quando São José chegou, nos mostrou uma imagem Sua com, mais ou menos, 30 anos. Era noite e Ele caminhava sozinho em um monte, olhando para o Céu estrelado e conversando com Deus. Pediu, então, que anotássemos o que, naquele tempo, Ele dizia ao Pai em oração e que, agora, nos permitia escutar. Ele orava:

 

Senhor, cura-me

Senhor, cura-me, ingressando com a potência de Teu Amor
       em todos os meus átomos e moléculas.

Senhor, cura-me, queimando com o fogo de Teu Santo Espírito
cada partícula de meu pequeno ser.

Senhor, cura-me e diminui minha alma a um verdadeiro nada,
para que reconheça a Tua Grandeza e infinita Majestade.

Senhor, cura-me e mostra a Tua Face aos meus olhos impuros,
para que eu Te reconheça como o Pai, a Verdade e a Origem de todas as coisas.

Senhor, cura-me e retira de mim o que se crê separado de Ti.
Demonstra-me, oh, Deus de toda a Criação,
que Tu estás em todas as coisas;
estás por detrás de toda a ilusão, escondido na essência de cada ser.

Senhor, cura-me, vence-me e deixa-me rendido aos Teus Pés.
Que todo o meu ser reconheça o Teu Poder e se regozije em Ti eternamente.

Deus do Amor, Deus da Verdade, Deus da Pureza, Deus da Alegria,
Deus dos pobres e dos ricos, Deus dos sãos e dos enfermos,
Deus do Céu, da Terra e de todo o Universo,
Deus do Cosmos, Deus da Existência, Deus da Criação,
cura-me, renova-me e faz com que Te descubra tão dentro de mim como eu mesmo.

Revela, Senhor, que Tu és em todas as coisas e todas as coisas são em Ti.
Revela-te em unidade com Tudo e, assim, cura-me, Senhor.

Amém

 

A verdadeira cura provém da rendição do coração perante Deus, do reconhecimento de Sua Grandeza e da nossa própria pequenez frente a Ele.

A cura -que deve nascer no espírito e ter o seu reflexo na matéria- nada mais é, filhos, que a desmistificação da unidade e sua vivência absoluta.

Quando vocês compreendem a Presença de Deus em todas as coisas, não há enfermidade, nem no corpo nem no espírito, que possa abatê-los, porque quando a consciência vive a unidade com Deus, todas as suas células são abarcadas por essa Presença Divina e encontram o Princípio do Pai em si mesmas, dissolvendo assim todo desequilíbrio, toda doença, toda angústia e toda dor.

Por isso, hoje ensino-os a pedir a cura para o Senhor. Não peçam a cura do corpo, da mente ou das emoções: peçam a cura da separatividade, da ignorância, da ilusão e, assim, filhos, descobrirão que o espírito são é aquele que se une ao Deus Vivo e O encontra dentro de si mesmo, multiplicado em suas células, animando o seu corpo, permeando com Sua Santidade tanto a matéria como o espírito.

Orem de coração, orem como humanidade, porque ela está muito enferma e se vocês -como células deste grande corpo humano- reconhecerem a unidade com Deus, aos poucos irão curando os males que ainda permeiam o mundo.

Eu os amo e lhes deixo Minha Bênção e Minha Paz, para que se curem e, assim, atraiam a cura para todo o planeta.

Seu Pai e Curador,

São José Castíssimo