MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Quando os corações das nações estão oprimidos e clamam por paz, unam-se, filhos, a esse pedido e elevem suas vozes a Deus, pedindo sabedoria e luz para os homens, para que através deles se estabeleça a paz.

Sei que muitos pensam que repetimos uma e outra vez: “Orem! Orem! Orem!”. E assim o é, porque os seres ainda não descobriram o verdadeiro potencial da oração. Se orassem todos os dias de coração, perceberiam que a oração os transforma, transforma a vida ao seu redor e transforma este mundo.

Não são as guerras, os protestos e os conflitos que trarão paz para as nações. É a oração que une o coração humano à Sabedoria Divina, para que saiba lidar com os desequilíbrios próprios deste tempo.

A oração é o que acalma o ímpeto da impulsividade humana e coloca os seres em um estado de paz, para tomarem decisões corretas, segundo a Vontade de Deus e não a  própria.

É a oração que faz com que vejam os acontecimentos do mundo com neutralidade e com sabedoria, para saber como auxiliar.

A oração é o que abre as portas do mundo para novas Leis, novos padrões de vida, que lhes dão a oportunidade de participar de um novo tempo.

É a oração que dissolve dos planos mentais do planeta as ideias de destruição, de guerras, de maldade, de ultrajes, para que não se manifestem no mundo; ainda que tudo isso aconteça em níveis silenciosos da consciência, aonde apenas o coração pode chegar.

A oração é um exercício de humildade e, assim sendo, permite que os seres percam a arrogância humana, para permitir que Deus guie e conduza a vida neste mundo, porque Ele o criou e apenas Ele pode conduzi-lo ao Seu Propósito.

A oração, filhos, é muito mais do que tudo o que Eu lhes disse. Mas, para entrarem nesse mistério, precisam orar de coração e aprofundar a cada dia na comunicação com Deus.

Eu os abençoo e lhes inspiro a orar de coração.

Seu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Sintam em seus corações a angústia do Coração de Deus, não pela purificação das nações, mas pela indiferença dos homens diante de um tempo de transição, momento no qual os corações deveriam estar despertos, conscientes e dispostos ao Amor.

Muitos acreditam que não são indiferentes diante da situação do planeta, porque sentem fazer minimamente a própria parte, mas nestes tempos definitivos, filhos, ser indiferente é viver e sentir a vida como sempre, como se a transição e a definição da Terra fossem algo para o futuro, para outros, para os que hoje são pequenas crianças e que em sua vida adulta viverão a transição do planeta.

Ser indiferente neste tempo é não querer ver que a purificação do planeta já começou, que está sobre a Terra e sobre a consciência humana, esta que, aos poucos, é absorvida pelo caos sem perceber.

Ser indiferente é dar-se permissões de não cumprir e não viver aquilo que já sabem que lhes corresponde.

Ser indiferente neste tempo é permitir que a própria consciência saia da Lei da Hierarquia, da Lei do Amor e da Unidade e da Lei da Obediência, pensando que transgredi-las não lhes fará nenhum mal.

Ser indiferente neste tempo é não se vigiar rigorosamente, para não deixar que a própria consciência adentre na impulsividade humana e caia nas mesmas provas de sempre, como se isso fosse algo natural.

Ser indiferente neste tempo é receber todos os dias as palavras e instruções divinas e não as escutar com atenção, não meditar nelas e não saber que, em tempos de emergência, Deus mesmo os instrui com detalhes e precisão, para que não se percam do caminho.

Ser indiferente neste tempo, filhos, é não querer ver que esta batalha não é humana ou social, mas sim espiritual e definitiva, uma batalha que começou no Universo e que, neste momento, vem para definir o destino da Criação Divina.

Escutem Minhas palavras e extirpem de seus corações a própria indiferença.

Têm a Minha bênção para isso.

Seu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMàLUCÍA DE JESÚS

Oh, alma que aspiras a te consagrar, cada dia mais, aos Planos Celestiais, deixa-te levar pelos impulsos e não pela impulsividade.

Reconhece a diferença entre as correntes poderosas que provêm do Cosmos e que te convidam a dar um passo concreto e preciso, e as correntes desenfreadas da mente e das emoções, que te levarão a buscar um caminho que não é para os teus pés. Medita com o coração e não elucubres com a mente.

Não pronuncio estas palavras para confundir-te em tuas decisões, porque na verdade já estás madura o suficiente para perceberes a diferença entre impulso e impulsividade. Apenas te digo isso para que estejas atenta e não percas jamais tua disposição em seguir adiante, mas que teu ímpeto por caminhar te leve à meta correta que Deus pensou para ti.

Já não é momento de lançar-te em caminhos incertos por não meditares e não sentires a direção por onde ir. Pergunta-te antes de dar os teus passos e não respondas com a mente o que lhe corresponde ao coração decidir.

Persevera na meta que Deus tem para ti e não resistas em seguir Sua Vontade. Se te alegras com a Vontade de Deus, tua vida poderá ser de pleno regozijo interior. E, ainda que vivas alguma dificuldade, nada retirará a alegria de tua alma de viver o que a ela foi destinado.

Aquele que te alerta para que dês passos precisos nestes tempos de definição,

São José Castíssimo

MENSAGEM DIARIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESUS

Cura o teu coração, teu corpo e teu espírito, renovando em Cristo todo o teu ser.

A enfermidade, filho, tanto espiritual quanto física, é fruto da desunião de algum nível da tua consciência com Deus e vem para demonstrar que deve haver um maior equilíbrio em ti. Busca estar unido ao Pai e renascer em espírito internamente.

A vida começa na essência e na consciência. Todos os fatos que se plasmam na matéria primeiro têm a sua origem em níveis mais sutis e ocultos para a mente humana adormecida. Por isso, é para a consciência que se revertem os acontecimentos e é na essência de todas as coisas na qual surgem os novos códigos, que converterão o que estava degenerado.

Se te sentes enfermo no coração, no corpo, na mente, na alma, no espírito ou mesmo como humanidade, busca transformar na consciência esse desequilíbrio. Busca na oração a clareza para viver a transformação e para saber conduzir os próprios passos. Busca na oração a fortaleza para vencer a tua condição humana e viver princípios que este mundo não está acostumado a experimentar. Pacifica o teu interior e, a partir dele, todos os níveis do ser, desde o espírito até a matéria.

Se tiveres fé, não haverá desequilíbrio que não possa ser revertido. Porém, teu esforço e tua dedicação em ser outro devem ser permanentes.

Aquieta-te, respira, reflete antes de agir, ora antes de dar um passo. Pergunta-te internamente a correta direção a seguir. Deixa o desequilíbrio para outros que não puderam conhecer a paz. Sê tu um proclamador de um novo padrão de vida: uma vida sã, de união com o Criador.

Filho, serena o coração neste tempo e busca um contato mais profundo e interno com Deus e contigo mesmo. Aqueles que permanecerem nas superficialidades muito se confundirão e não poderão se sustentar. Por isso, firma-te em Deus e, diante de qualquer adversidade, não te deixes influenciar pelo temor, pelo desespero ou pela impulsividade.

Busca a paz e encontra nela tudo do que necessitas.

Pelo equilíbrio interior de cada coração humano,

São José Castíssimo

Quem somos?

Associação Maria
Associação religiosa cristã e ecumênica que tem por finalidade difundir a mensagem universal de amor e de paz que Cristo Jesus, a Virgem Maria e São José transmitem aos monges da Ordem Graça Misericórdia, estimulando o crescimento espiritual através da oração e do serviço altruísta.

Contato

Mensageiros Divinos