MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Sempre que clamarem pela paz, Eu ali estarei. Meu Coração está atento a cada súplica, a cada clamor, a cada coração sincero que acende a luz de sua essência, mesmo nos abismos mais profundos da consciência planetária.

Quando oram de coração, suas vozes são como melodias que ressoam entre as dimensões e que chegam aos altares celestiais, comovendo o Coração de Deus, que responde à súplica de Seus filhos com piedade, cura e Misericórdia, com a Verdade que os desperta do sono do mundo e os faz retornar ao Seu Coração.

Sempre que orarem, recordem de fazê-lo de verdade, com atenção em cada palavra, com vida em tudo o que pronunciarem, cantarem e ofertarem, porque o milagre da oração ainda é um mistério para o coração humano. Mas hoje Eu lhes digo, filhos, que é esse mistério, guardado em seus corações, que revela o verdadeiro potencial dos seres humanos.

É quando oram com sinceridade, vencendo toda vergonha, temor e condição humana, que podem experimentar o que são e descobrir as suas potencialidades mais puras e espirituais.

E não falo da vida universal, não falo sobre realidades materiais, mas de suas essências, daquilo que os faz semelhantes a Deus e que muitos pensam conhecer, sentir e viver sob sua guia, e não é dessa forma.

Quanto mais orarem, mais poderão ir ascendendo a esse espaço profundo da consciência. Quando deixam de lado os temores e tudo o que pensam de si mesmos, quando se colocam na Presença de Deus, e só d’Ele, para entrar em um diálogo profundo com o Criador, é então que podem começar a conhecer a si mesmos.

O autoconhecimento começa com a confissão, quando se permitem estar transparentes, sem capas, sem véus, e se permitem não apenas se expor diante de Deus, mas também que Deus seja Quem os toque com Suas Mãos e lhes mostre aquilo de vocês mesmos que ainda desconhecem.

Por que lhes digo essas coisas hoje?

Porque, dos últimos anos, esta é a síntese de tudo o que tenho para lhes dizer: orem, de verdade, em confissão, diante de Deus, desfazendo-se de tudo o que creem de si mesmos. Percam o medo e a vergonha de não serem o que construíram por tanto tempo na Terra e além dela, e deixem que a Mão de Deus os limpe e lhes mostre algo maravilhoso sobre si mesmos, que nada são, senão uma essência, pura, divina, parte do Criador, capaz de recriar e renovar toda a Sua Criação.

Cada vez que orarem, que seja de verdade, e, pouco a pouco, suas vidas serão uma constante confissão, na qual já não precisarão estar sozinhos para serem transparentes, mas se encontrarão na Presença de Deus em todo momento, e tudo quanto fizerem será verdadeiro, em tudo se expressará a sua essência.

Neste dia de renovação e de Graças, venho dizer-lhes algo que creem já saber, mas que em verdade ainda precisam arriscar-se a descobrir. Orem e sigam orando, até serem nada e encontrarem tudo, até que os mistérios deixem de ser mistérios.

Têm a Minha bênção para isso.

São José Castíssimo

 

 

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Existem tantos diálogos com Deus como milésimos de segundo do tempo do mundo. A cada instante, uma alma entra em diálogo com o seu Criador, confessa-se, expõe-Lhe suas necessidades e desejos, seus pesares e alegrias, suas queixas e agradecimentos, seu silêncio e seu canto, suas angústias e sua paz. E, mesmo os que dizem não acreditar em Deus, entram em diálogo com o Senhor, suas almas vão além de qualquer incredulidade, porque o diálogo com o Criador é algo natural como respirar e viver. 

Cada diálogo que lhes contei traz um impulso para que saibam que Deus não apenas escuta os questionamentos mais profundos de suas almas, mas também responde com sabedoria, compaixão e Amor a cada uma deles. Por isso, filhos, haverão não apenas de falar e falar diante de Deus, mas também silenciar para escutá-Lo. 

Orar é entrar em diálogo com o Criador, e um diálogo é feito de verbo, mas também de silêncio. Disponham então os seus corações para que Deus também encontre espaço em suas almas para lhes falar, para que seja Ele que inicie o diálogo, para que corrija suas vidas, inspire-os e guie, indique o caminho e os ensine a retornar quando estiverem trilhando o caminho errado.

Há em seu interior uma ponte para o Coração do Pai, ponte que deve estar sempre pronta, sempre unindo as dimensões, sempre criando vínculos entre o Criador e Suas criaturas.

Assim, filhos, poderão escutar a Deus e não duvidarão de que é Ele quem lhes fala ao coração. Deus transmite paz, humildade e Misericórdia, mas fala também com retidão, com justiça e com a Lei. Em tudo sintam o Seu profundo Amor pela vida.  

Têm a Minha bênção para isso. 

São José Castíssimo

 

 

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Uma alma que buscava sempre a verdade em seu interior, ora estava mais voltada para o Céu, ora estava mergulhada no mundo. Ao mergulhar nas coisas do mundo, perdia-se na profundidade de suas águas e, quando conseguia retornar à Luz e respirar, sentia que lhe custava retornar à verdade, que se confundia e já não sabia o que era real.

Um dia, então, conversando com Deus em seu interior, questionou-O: – “Senhor, um segundo que sinto de Tua Presença fortalece meu espírito para estar em Teu Caminho, mas, um segundo que me distraio de Ti, já não consigo encontrar-Te, e me perco e me afogo nos mares das coisas do mundo. Como faço, Deus, para crescer em Ti e já não submergir no mundo?”

E, respondendo-lhe, o Senhor, também com uma pergunta, disse-lhe: – “Vês o sofrimento das almas? Vês o que padecem em guerras e conflitos? Vês como sofrem os que não têm esperança? Vês como não se encontram os que caminham na obscuridade? Isso comove o teu pequeno coração?

Fecha então os olhos e contempla em teu interior Minha Presença. Imagina, alma pequena, que Eu estou dentro de ti. Recorda tudo o que construí desde o princípio da vida: as dimensões, as estrelas, as realidades sublimes e toda a Terra. Sentes como és pequena? Sentes quão pequeno é o teu padecimento?

Quando olhas o sofrimento do mundo ou quando olhas a grandeza do Céu, encontra ali a força para não cair nos mesmos erros e para não queixar-te de tuas pequenas dificuldades. 

Não valerá o teu esforço para aliviar o sofrimento do mundo? Não valerá tua renúncia para interceder por uma alma? Não valerá o teu esforço para que se cumpra Meu Plano? Não valerá tua renúncia para que o mundo conheça a verdadeira vida?

E, ainda que does tua vida, alma pequena, para que outros sejam os conhecedores de Meu Reino na Terra, sabe que, sim, cada renúncia teve o seu valor, cada esforço teve o seu valor, cada superação teve o seu valor, cada vez que escolheste a Mim, e não o mundo, teve o seu valor. 

Por isso, quando o teu coração estiver angustiado e sentires que preferes o mundo a seguir teu caminho de retorno ao Meu Coração, pensa nos que sofrem, pensa nos que padecem e, então, contempla o Infinito, a vida, o universo, e que tudo isso te faça pequena e também pequenos se façam os teus problemas. Dissolvidos sejam eles com Meu Sopro.”

Que essa história os inspire a superar-se cada dia, contemplando o que sofre, contemplando toda a vida.

Têm a Minha bênção para isso.

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Toma um tempo em teu dia para meditar em quem verdadeiramente és, para pensar que antes desta vida havia uma Vida Maior, da qual provém o Propósito e o sentido de toda existência.

Medita na Criação e no profundo Amor de Deus por ti, quando Ele pensou em cada uma de Suas criaturas. E tão grande foi o Seu Amor pela vida que fez nascer essências semelhantes à Sua Essência Divina, para que pudessem amar como Ele ama, multiplicar a vida como Ele multiplica e recriar a Criação como Ele recria e renova em cada respiração celestial.

Pensa, filho, que, além de todo o caos material, há uma realidade sublime, que o Paraíso é mais do que um céu de paz eterna, é o princípio e o fim da vida, de onde partem as criaturas e para onde devem retornar com todos os dons alcançados em sua evolução além das dimensões.

Recorda que este planeta é uma escola e que as dificuldades existem para serem superadas, levando-te, assim, a superar-te no amor a cada dia, através de um Amor maior, este que em algum momento de tua evolução te revelará o Amor de Deus.

Não olhes para o mundo apenas com olhos humanos, olhos que estão presos na condição de ignorância, olhos de quem vê a vida por trás dos véus. O Amor de Cristo rasgou os véus que encobriam o teu rosto. Por isso busca esse Amor. Busca o ponto de tua consciência capaz de compreender a vida mais amplamente e coloca teu coração ali, sobre as ondas da tribulação destes tempos, caminhando com teu Senhor nestas águas, pois elas nada mais são do que o Vento de Deus soprando o caos do mundo, para remover o que estava apodrecido e tornar tudo novo.

Eleva tua consciência além das atrocidades, das batalhas do caos e do mal no palco da Terra, e sê para este mundo uma ponte para o Coração de Deus.

Tens a Minha bênção para isso.

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Acalma teu coração e descansa na unidade com Deus.

Descansar, filho, no sentido de não alimentar batalhas com tua própria mente, que apenas abrem caminho para as dúvidas e as fraquezas, para os assédios e os desvios.

Descansa em Deus o teu coração, sabendo que neste tempo de caos, mais do que nunca, cada instante de tua vida é guiado e acompanhado pelo Criador.

Confia no Seu Amor insondável e misericordioso.

Confia no Seu Perdão e na Sua Cura.

Cada dia em que a humanidade, como raça, ingressa em dimensões e realidades de maior caos, teu coração deve estar mais em Deus, tua confiança, tua fé, tua vida em Suas Mãos, tua alma a Seu serviço, e assim não te perderás do caminho, ainda que na confusão do mundo.

És chamado a deixar-te guiar, humildemente.

És chamado a obedecer por amor.

És chamado a servir com todas as tuas forças e com todo o teu coração.

És chamado a curar-te de corpo, alma e espírito.

És chamado a soltar o velho homem e adentrar na vida eterna.

És chamado a descansar em Cristo e já não tentar controlar a vida e os acontecimentos, porque tua única certeza neste tempo deve ser o Amor de Deus por ti.

Tens a Minha bênção para isso.

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

A paz reina nos corações que silenciam sua boca, sua mente e seu coração para escutar a Deus.

Quando os murmúrios e clamores cessam por um instante e dão lugar ao silêncio, as almas prostram-se diante de Deus para escutar a Sua Voz, e Seus Desígnios, também silenciosos, mas cheios de Amor, podem permear os corações e trazer-lhes clarezas, certezas, respostas e, sobretudo, paz.

O silêncio, filhos, também é oração. 

No silêncio, seus espíritos podem elevar-se para além das dimensões dos conflitos e do caos e estar em um lugar seguro para dialogar com Deus.

As almas que aprendem a silenciar aprendem a entrar em verdadeiro contato com o Infinito, porque não estão apenas pedindo ou querendo elevar-se por seu próprio esforço, mas também sabem silenciar, confiar e deixar-se tocar pelas Mãos de Deus, que as conduz ao contato com a vida superior.

O silêncio também é parte do caminho que os conduz a Deus. Saibam perceber os momentos de clamar, de cantar, de rogar e de simplesmente silenciar para ouvir a Voz do Pai, para deixar-se conduzir por Ele ao infinito de Seu Reino, aos mistérios de Sua Criação.

Têm a Minha bênção para isso.

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Onde está teu coração enquanto oras? Por onde vagam os teus pensamentos? Por onde seguem os teus sentimentos mais profundos? Acaso foges de sentir a dor do mundo?

Ora, filho, com teu coração inteiro, pleno e presente em cada instante; com teu coração rendido, ofertado aos Altares Celestiais, como ponte entre Deus e o mundo.

Ora com teu pensamento presente, vivendo e meditando em cada palavra emitida ao Coração do Pai, sentindo e recebendo a resposta de Sua Graça, que se verte sobre a Terra.

Ora com teus sentimentos elevados a Deus, deixando que a própria oração alinhe tuas emoções com as dimensões divinas, para que teu ser possa sentir a dor de Deus pelo mundo, a compaixão de Deus pelas almas, o Amor de Deus pela vida.

Já não ores apenas como um clamor ou um diálogo com o Pai; ora como uma experiência de Deus em ti. Aprende a unir-te ao Seu Coração e assim fazer com que Sua Presença esteja mais viva neste mundo através de teu pequeno, frágil e misterioso espírito. 

Sê um espelho de Deus para a vida.

Tens a Minha bênção para isso.

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Em tuas orações, clama pelo planeta, pela essência mais profunda da Terra, por seus Reinos e elementos, por seu espírito.

Clama pelo dom da vida que o Criador depositou neste mundo; vida capaz de renovar e recriar toda a existência; vida proveniente do Espírito Santo de Deus e que guarda o Seu Sopro Divino no próprio interior.

Clama para que esse dom se expresse, cresça e se revele ao mundo, à consciência e aos corações dos homens.

Clama, filho, para que este planeta encontre alívio, e toda a vida espiritual que nele se oculta, sustentando a existência da Terra, encontre esperança e motivação para dar continuidade a esse labor sagrado e desconhecido para os homens.

Clama pela própria consciência do planeta. Não te esqueças de dedicar um tempo a esse espírito feminino e materno que ampara o Projeto e a Vontade Divina desde o princípio.

Sê agradecido pela vida que se manifesta na Terra, sê agradecido por seus Reinos, sê parte desta Criação, que expressa unidade e harmonia com o Todo.

Chegou o tempo de ser consciente da participação da humanidade na sustentação do planeta, e isso é material, interno e espiritual. Em todos os níveis, a consciência humana deve atuar, porque os homens e mulheres deste planeta são o elo entre as dimensões, são a ponte para o Coração de Deus. 

Por isso, sê ponte através do amor, da oração e da gratidão. Sê ponte com o Infinito através da simples e eterna união com Deus.    

Tens a Minha bênção para isso.

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

O Reino de Deus começa a se manifestar na Terra através dos corações dos homens. Em seu interior, guardam a ponte perfeita para o Coração do Pai, o caminho para a expressão de Seus atributos, virtudes, dons e Leis universais e divinas.

Através dos filhos de Deus, criados espiritualmente semelhantes a Ele, o Seu Reino se torna realidade na Terra. 

Muito além das dimensões sublimes e das realidades invisíveis, que coabitam com a humanidade neste mundo, vocês, filhos, são o Reino de Deus na Terra. Através de suas ações, pensamentos e sentimentos, criam e recriam a vida. 

Quando seus espíritos estão alinhados com o Propósito Divino e podem expressar paz, tudo ao seu redor se transforma. 

Quando seus corações estão alinhados com Deus e podem expressar amor, os Planos do Criador se realizam.

Sejam conscientes de que não basta que o Tempo de Deus se una ao tempo deste mundo. Não basta ver com olhos físicos o que sempre lhes foi invisível, porque o que é essencial para que o Reino de Deus se expresse é que cada ser descubra a si mesmo como parte viva desse Reino.

A nova vida já existe. É nova porque a desconhecem, mas ela é desde o princípio e está viva em cada um de vocês.

Sejam, filhos Meus, o Reino vivo de Deus neste mundo.

Têm a Minha bênção para isso.

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Ainda que no mundo reine o caos, a confusão e o desespero, em teu coração deve reinar a paz. 

Eleva teu coração, filho, além das dimensões e mantém tua consciência no verdadeiro propósito de tua vida.

Este é um tempo de batalha, mas uma batalha que se trava no silêncio, com a oração, com o canto que transmuta e transforma os medos, com o amor que transcende todo o caos e com a paz que tudo equilibra.

Esta batalha se vence com o joelho sobre o chão e com o coração elevado aos Céus para que, em todos os acontecimentos deste mundo, teu coração saiba encontrar a verdade e a sabedoria para atuar e viver, manifestando sempre a Vontade Divina.

Ora, clama e entra na Paz do Coração de Deus. Sabe que esta é a base do Calvário para o qual caminhas há tanto tempo. E, ainda que a sua subida seja dolorosa, sobre ela se desenha o triunfo do amor; basta que teu coração saiba estar na Terra, mas, ao mesmo tempo, elevado aos Céus, sendo ponte constante e perpétua com o Coração de Deus.

Tens a Minha bênção para isso.

São José Castíssimo

MENSAGEM PARA A APARIÇÃO DE MARIA, ROSA DA PAZ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Filhos Meus,

Desde o princípio de suas vidas, na manifestação de suas essências no Universo, o Propósito de Deus e Seu Pensamento perfeito já se desenharam para cada um de vocês.

Cada ser desta Terra, e também além dela, tem uma missão única traçada por Deus para que, através do cumprimento dela, não apenas o Plano de seu Criador se cumpra, mas a Sua vasta Criação, de ciclos em ciclos, possa recriar-se e renovar-se, com base em novos e maiores graus de Amor.

Cada essência porta em si um dom único do Espírito de Deus, uma virtude que a torna única na Criação e especial para Deus, com o seu lugar guardado em Seu Sagrado Coração.

Essa virtude é como uma nota musical dentro de uma grande melodia celestial. Sem ela, a melodia não estará completa. Essa nota está no acorde que lhe corresponde, com outras notas que a complementam; essa nota está na melodia perfeita, no tempo perfeito para que, ao soar o seu tom, uma nova porta se abra para toda a Vida.

Digo-lhes isso, filhos Meus, para que compreendam que nada termina. Os ciclos não significam um fim, mas um novo degrau de uma escalada evolutiva infinita, que vem desenhando-se em suas vidas desde o princípio de sua criação, desde o princípio da criação da Vida mesma.

A evolução dos seres se constrói passo a passo, desde a criação de sua consciência, e, se bem sua missão seja a mesma, ela se aprofunda e se aperfeiçoa para que, através dela, algo maior possa construir-se.

Cada consciência, ao ser criada, recebe uma linhagem para expressar, e vida após vida, na Terra ou além dela, essa linhagem se cumpre e se manifesta mais ou menos intensamente, segundo o despertar da consciência.

Os seres que conhecem como visionários manifestam essa linhagem desde o princípio de sua existência, porque sua missão é ver além das dimensões e comunicar a Vontade de Deus, captada e percebida, a todas as criaturas.

Existem diferentes expressões dessa linhagem espiritual, que não significa que sejam melhores ou piores umas das outras, mas apenas que estão em graus de desenvolvimento diferente, segundo a Vontade de Deus e a missão de cada consciência. 

Desde sua vida universal e cósmica até sua experiência na Terra, um visionário vem aprofundando não apenas em sua capacidade de perceber as dimensões, mas sobretudo de amá-las, amar o que percebe, amar o que transmite e a quem transmite, e cada dia fazê-lo mais profunda e verdadeiramente.

Cada etapa da evolução de um visionário o convida a aprofundar não apenas em sua percepção, mas em seus graus de amor e de humildade. E, muitas vezes, um ciclo que se encerra significa um novo ciclo mais profundo que se abre. 

Quando os Mensageiros Divinos começam uma etapa de recolhimento, isso significa, filhos Meus, não apenas que o visionário deve começar a aprofundar em sua missão e ingressar em esferas mais sutis e desconhecidas, que se revelam na solidão de seu coração. Significa também que todos aqueles que compartilham do que é transmitido por Deus também devem começar um ciclo de aprofundamento e síntese interior.

Uma nota não pode sozinha recolher uma melodia inteira dentro de uma canção. Toda a canção se recolhe com ela, aprofunda-se em seus silêncios, para que então possa intensificar-se em um próximo momento dessa grande melodia. 

Dessa forma lhes explico que este é um ciclo de revelações, que não devem ser apenas escutadas, mas também aprofundadas.

Depois desse ciclo, quando começarmos a Nos recolher, virá um grande silêncio, momento no qual Nossa Voz deve fazer eco dentro de cada um de vocês.

Esse eco deve ingressar em sua consciência, em suas células e átomos, ecoando dentro de cada um a experiência das Leis superiores, a experiência e a vivência de tudo o quanto lhes dissemos ao longo dos anos. Porque é através da profundidade desse silêncio que se construirá em vocês a fortaleza que os fará dignos não apenas de sustentar este planeta, mas também de reconstruí-lo a partir dos Recintos Sagrados que, aos poucos, lhes são revelados.

Vivam cada ciclo com o espírito pleno de gratidão, com o coração pronto para um novo passo ainda maior. Dessa forma, filhos Meus, Nosso silêncio não será para vocês motivo de decaimento, mas sim de elevação. 

Tomo este tempo para que compreendam que a evolução é uma eterna ascensão, e que essa Lei se cumpre além das aparências e da pequena compreensão humana.

Vivam cada etapa sempre olhando para o Alto, e ali estará o Propósito de Deus guiando suas vidas.

Eu os amo e estou com vocês em cada instante. 

Meu Coração, desde o nascimento de Cristo até a Cruz, filhos Meus, sempre se manteve silencioso, e não por isso deixei de sentir e de viver cada instante da vida de Cristo. Compartilhei com Ele cada experiência, cada aprendizado, cada salto no desconhecido, cada desafio ultrapassado, e é isso o que hoje faço com cada um de vocês.

Por isso, confiem em Meu verbo de Amor e, mais do que isso, confiem em Meu silêncio misterioso e consolador, porque é ali onde sustento sua cruz.

Eu os abençoo e lhes agradeço por responderem com amor ao Meu chamado!

Sua Mãe, Maria, Rosa da Paz 

MENSAGEM PARA A APARIÇÃO DE MARIA, ROSA DA PAZ, TRANSMITIDA NA CIDADE DE TUSAYAN, GRAND CANYON DO COLORADO, ARIZONA, ESTADOS UNIDOS, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Desde o princípio da manifestação da vida, filhos Meus, no Pensamento mais puro e profundo de Deus, quando Ele gestava o Projeto desta humanidade, ali estava contemplada a existência dos povos originários; povos assim chamados não apenas porque deram origem às civilizações deste mundo, mas porque, desde a origem da vida, foram pensados por Deus para manter a união entre o Céu e a Terra, a união entre todos os Reinos da Natureza, a união entre a superfície do planeta e os mundos sutis.

Os povos originários são aqueles, filhos amados, pensados por Deus para ser os Porteiros dos mundos sublimes, das realidades superiores, onde o sagrado habita, onde os seres são convidados a retornar à sua Origem nas Fontes Celestiais.

É desta forma que, desde o início da humanidade e até os dias atuais, a Hierarquia Divina impulsiona os povos originários para que reencontrem sua pureza e retornem ao Propósito que Deus manifestou para as suas vidas no princípio.

Ao criar este planeta e cada ser desta Terra, portador de uma partícula da essência divina, seu Pai Celestial criou não apenas os Reinos, os elementos e o homem, fruto do barro consagrado por Seu Divino Sopro. Deus também criou realidades sutis, invisíveis aos olhos humanos que não buscam com sinceridade o sagrado em suas vidas.

Esses mundos sutis mantêm dentro do planeta o Propósito Divino. Neles se vive em comunhão com todos os tipos de vida; neles as dimensões se unem, e não há perigo, porque os que ali ingressam vivem puros de coração e de espírito, e apenas aspiram a cumprir a Vontade e o Propósito Divino.

Os que ingressam nesses mundos sutis, filhos Meus, já foram despojados de suas vontades pessoais e de sua condição humana de impurezas e de degeneração. Dessa forma, seus corações encontram o caminho para expressar a pureza e a unidade com o Divino.

Esses mundos sutis são resguardados pela natureza, por sua fortaleza, beleza e harmonia. E, no invisível de lagos, mares, desertos e montanhas, ocultam-se não apenas para sustentar o planeta, mas para que, através da grandeza da expressão da natureza, os que ali chegarem possam sentir que algo mais ali habita; que um sagrado mistério ali se oculta, e é como se o Céu ali estivesse mais próximo dos homens, e Deus pudesse expressar-Se.

Ao longo dos tempos e da história da humanidade, muitos foram os povos que puderam ingressar com tudo o que são nestes mundos sutis, porque, enquanto a humanidade, em outras partes da Terra, perdia-se de seu propósito, esses povos o encontravam e se aprofundavam nele, não apenas através da ciência e da sabedoria, mas sobretudo através do amor ao sagrado, ao divino e do respeito pela vida e pela natureza. 

Essas foram as chaves que fizeram com que ditos povos vivessem a ciência da Transfiguração. E tal como Meu Filho lhes revelou uma vez, um dia, no Monte Tabor, também eles puderam reconhecer a sua verdadeira face, iluminar células e átomos, e fazer com que não apenas o coração e a consciência vibrassem em outro nível mais elevado, mas também sua parte mais material. Essa, que hoje parece tão densa, em tempos remotos se elevou e transfigurou.

Através da simplicidade do coração, os povos originários descobriram que a mesma essência solar, que contemplavam e adoravam no céu infinito, habitava em seu interior. E, dessa forma, viveram uma união profunda com Deus, assim como puderam compreendê-Lo.

Ao iluminar suas células e átomos, ao deixar-se permear pela luz de suas almas, esses povos alcançaram a mesma vibração dos mundos sutis e puderam assim não apenas os ver, mas ingressar neles e participar deles, como representantes da humanidade.

Tornaram-se, assim, Guardiões e Porteiros dessas dimensões sutis, que até hoje se ocultam no planeta. Alguns desses povos deixaram na superfície rastros de sua história e de sua vida, e então desapareceram. Mas outros, filhos Meus, jamais foram conhecidos pela humanidade.

Hoje sua Mãe Divina chega a este lugar sagrado para o Céu e para a Terra, para revelar-lhes uma história e, mais do que isso, para impulsionar suas almas à busca pela pureza e pelo sagrado. 

Chegou o tempo de desvendar os mistérios ocultos na história da humanidade, não apenas para abandonar a ignorância, mas sobretudo, filhos Meus, para abraçar a pureza. E para que, no tempo que chegará, quando a Terra será elevada em sua vibração e conduzida a um novo tempo, a uma nova realidade, seus corações e seus espíritos estejam prontos, não apenas para ver, mas para participar desta vida sublime.

Busquem a pureza de seus corações, busquem a união com a vida e com a natureza, e, assim como hoje lhes revelo muitos mistérios, em seus corações outras verdades também lhes serão reveladas.

Eu os abençoo e lhes agradeço por chegarem até aqui e por se abrirem de coração às revelações que Deus lhes traz neste tempo.

Sua Mãe, Maria, Rosa da Paz

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA DURANTE A VIAGEM DE REDWOOD, CALIFÓRNIA, PARA PHOENIX, ARIZONA, ESTADOS UNIDOS, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

O Espírito de Deus habita nas montanhas, e nelas expressa Sua fortaleza para inspirar as almas à elevação e à iluminação da consciência.

O Espírito de Deus habita no silêncio das montanhas, em seu interior, onde se guarda a história de toda a vida, de onde se sustenta este mundo, em segredo e em solidão.

O Espírito de Deus habita nas montanhas, convidando os Seus filhos a descobrirem a verdade sobre si mesmos.

A natureza, filhos, guarda em si muitos atributos e dons do Espírito de Deus. Esse Espírito Santo e Imaculado habita na matéria para convidá-los a encontrar o sagrado que há nessa dimensão da vida.

O Espírito de Deus, silencioso, no profundo da natureza, convida-os a encontrar a unidade, não apenas entre irmãos, mas também a unidade com a vida, com as dimensões, com as estrelas.

Deixem que seus espíritos encontrem o silencioso Espírito de Deus, escondido em tudo o que expressa harmonia e beleza, e deixem-se inspirar, despertar e renovar por essa Presença Divina.

O Espírito de Deus habita nas montanhas para conduzi-los ao ponto mais alto da própria consciência, que é, ao mesmo tempo, o mais oculto, e que se revela no silêncio do próprio interior. 

Encontrem em si mesmos os altos cumes, onde o Espírito de Deus habita. Ali estarão em paz.

Têm a Minha bênção para isso. 

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA EM REDWOOD, CALIFÓRNIA, ESTADOS UNIDOS, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Conhece o ilimitado Amor de Deus através da união com teu Criador e compreenderás a amplitude da Sua Criação e a perfeição com a qual teu Senhor preencheu de mistérios, de detalhes, de caminhos, as dimensões que unem Sua Consciência com as consciências de Seus filhos.

Conhece o ilimitado Amor de Deus pela vida e, ao descobrir a grandeza de Sua Criação, não te surpreenderás. Infinitas são as formas que as essências receberam de Deus para cumprir com Seu Propósito e recriar a vida.

Mas recriá-la, filho, não apenas começando do zero uma nova Criação. Recriar significa que a espiral evolutiva chegou a um ponto mais elevado e, dali, mais próximo de Deus, começa um novo ciclo.

Contempla e conhece o ilimitado Amor de Deus e não te assombrarás ao descobrir que, mais do que enviar o Seu Filho a este mundo, o Criador enviou muitos outros de Seus companheiros e também criou outros mundos, outras raças, outras vidas, para que, na perfeita expressão de cada uma delas, complementem-se, auxiliem, cresçam e retornem ao Seu Coração com um amor renovado, multiplicado e amadurecido pelas experiências e superações vividas.

Contempla, então, e conhece o ilimitado Amor de Deus e sê tu também ilimitado em tua compreensão, em tua abertura, em tua doação e em tua entrega, para que algum dia, filho, mais do que contemplar e conhecer, possas viver e ser o ilimitado Amor de Deus.

Tens a Minha bênção para isso.

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA EM WEED, SISKIYOU, CALIFÓRNIA, ESTADOS UNIDOS, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Onde estiveres, une teu coração a Deus, para cumprir com Sua Vontade e manifestar o Seu Plano. 

A Vontade e o Plano de Deus são muito maiores e mais amplos do que tua pequena mente pode conceber. No entanto, é através das coisas simples que teu coração encontra o caminho para viver essa Vontade e concretizar esse Plano.

A Criação de Deus é vasta e ampla entre as dimensões, tanto no Céu como na Terra. Porém, para recordá-la e reconhecê-la hoje, podendo acessar estas realidades sublimes, basta que sejas simples de coração, puro de intenção e disposto a amar e a servir cada dia mais e melhor.

Ainda que teus olhos físicos não vejam extraordinárias existências e manifestações da vida, teu coração pode participar do que é invisível e tua alma pode transitar nas realidades eternas quando estás unido a Deus.

A humanidade foi criada para muito mais do que ver e sentir as realidades da vida. Os seres humanos foram criados para unir essas realidades, vivê-las e estar nelas ao mesmo tempo.

Porque, assim como o Coração do Pai Celestial, os corações de Seus filhos têm essa possibilidade de unir em si toda a Vida, de estar unido a tudo e participar de todas as dimensões da existência.

Por isso, antes de ver, sentir ou experimentar sensivelmente a Verdade Divina, busca, filho, entregar teu coração a Deus e, através da rendição de teu espírito e de cada parte de tua consciência, fazer-te um com toda a Criação.

As dimensões habitam em ti, e teu coração pode habitar em todas elas e vivê-las quando és simples e verdadeiro.

Tens a Minha bênção para isso. 

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, PAYSANDÚ, URUGUAI, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Os desertos, filho, são vividos em diferentes etapas da entrega e da transformação dos homens.

Ao longo de seu crescimento interior, o Criador traz os Seus filhos para o deserto muitas vezes. Às vezes de forma rápida e simples e, às vezes, de forma profunda e prolongada, e que parece não ter fim.

O deserto é um estado interno de vazio onde o Criador retira de Seus filhos e amigos todas as consolações da Terra, todo sentir, todo afeto, tudo aquilo que o ser espiritual cria como apoio e, às vezes, como trampolim em seu caminho para a vida interna.

Tudo isso lhe é retirado para que, assim, a consciência aprenda a sustentar-se em bases puramente espirituais, no conhecimento e na experiência de Deus, que nasce da fé e da vivência do vazio.

Consolida tua união com Deus pela simples certeza de que Ele está presente, ainda que não Se faça sentir, ouvir ou ver.

O deserto pode ser visto como áspero e doloroso, mas em verdade, filho, o deserto é o convite de Deus para que as almas alcancem uma união profunda e direta com Ele, distante das ilusões e dos sentidos, distante das dimensões da matéria e de tudo o que as compõe.

O deserto é o convite para o que é real; mas para cruzar esse deserto não basta o conhecimento. Necessitas descobrir a ciência da humildade, da rendição e da entrega, a ciência de lançar-se nas Mãos Divinas e saber que Sua Vontade é perfeita, no oásis como no deserto, nos templos cheios de almas que despertam como no calvário cheio de almas que desprezam.

Por isso falo sobre o deserto, para que aprendas a amá-lo e aspirar a ele. Não para aspirar ao sofrimento, mas sim para aspirar a uma união direta, profunda e verdadeira com Aquele que te criou e que te convida a expressar a semelhança com Seu Coração.

Tens a Minha bênção para isso.

São José Castíssimo

MENSAGEM PARA A APARIÇÃO DE MARIA, ROSA DA PAZ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, PAYSANDÚ, URUGUAI, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Quando o Criador pensou o projeto humano, contemplou desde o princípio a possibilidade de fazer-se, Ele mesmo, criatura entre as Suas criaturas.

Os seres humanos foram criados entre tantos seres e civilizações do Universo para expressar algo que nenhum deles havia expressado.

Foram criados para unir as dimensões, para expressar o amor que supera os limites de toda a existência e que permite que os seres se unam a Deus. Foram criados para expressar a semelhança essencial com o Pai de toda a vida.

O propósito humano é grandioso, e por isso, filhos Meus, não se alcança simplesmente, apesar de que tudo possa se dar com o despertar da consciência e a firme decisão de amar sem condições e entregar tudo por este propósito de adentrar os mistérios divinos no próprio coração, como no Cosmos infinito.

Viver o potencial humano parece algo impossível, porque a maioria dos seres não se abriu para experimentar verdadeiramente o Amor de Deus, que são capazes de encontrar e sentir dentro de si mesmos.

Eu os ensinei a orar para que, dessa forma, cruzassem as portas do próprio coração e, pouco a pouco, descobrissem a possibilidade de unir-se a Deus, senti-Lo e vivê-Lo.

Quando um ser vive verdadeiramente o Amor de Deus, filhos Meus, ainda que seja por um instante, isso é suficiente para levá-lo a compreender que todo sacrifício, esforço ou renúncia das coisas do mundo e das ilusões humanas é pouco para alcançar a Eternidade dentro desse Amor Divino.

Sabendo Deus que os Seus filhos estavam perdidos em sua evolução e cada vez mais se distanciavam do seu propósito e da sua verdade, e para não permitir que a humanidade novamente se perdesse, como tantas outras vezes aconteceu, seu Pai Criador decidiu Ele mesmo vir ao mundo e mostrar-lhes o caminho.

Tão imenso e misericordioso foi o impulso de Deus para a humanidade – impulso nunca antes dado a nenhuma criatura, nem no Céu nem na Terra – que toda a existência colocou seus olhos, seu coração e sua esperança neste mundo.

Mistério entre mistérios é a evolução dos homens, filhos amados, onde os erros do passado e a história de antigas consciências universais se detêm para que tenha início uma história de redenção e a revelação do Amor de Deus para toda a vida.

Ainda nenhum ser da Terra foi capaz de compreender a si mesmo e adentrar tanto na sua origem quanto no verdadeiro potencial da sua essência, estando em vida. Todos aqueles que receberam de Deus a possibilidade de viver a experiência do amor neste mundo, apenas depois desta vida foram capazes de perceber a oportunidade que receberam.

Mas hoje, filhos Meus, vocês são chamados a viver o maior milagre deste e de todos os tempos, o milagre do despertar da consciência; o milagre da união dos tempos; o milagre de compreender o que foram antes de chegar a este mundo e qual é a essência e o propósito de suas vidas. São chamados a viver o milagre da Ciência e da Sabedoria Divina, para comunicar ao mundo a Sua Verdade, não apenas com o verbo, mas, sobretudo, com a própria vida.

Há mais de dois mil anos, a pedido do seu Criador, reuni os discípulos e companheiros de Cristo para que, sobre eles, o Espírito Consolador vertesse Línguas de Fogo. Sua missão era anunciar a Boa Nova da chegada do Messias e plasmar, na consciência e na história da humanidade, a presença e o exemplo de Deus entre os homens.

Hoje os reúno para que o Espírito Consolador lhes dê fortaleza, desperte em vocês o Dom da Ciência, que se converte em sabedoria e discernimento. A ciência para despertar, filhos amados; a ciência para saber como atuar e como se fazerem responsáveis não apenas pela própria redenção, mas pela sustentação deste mundo em transição.

Enquanto Minhas últimas palavras ecoam no mundo, Eu lhes derramo Graças no meio da Justiça, trago-lhes Dons entre as correções, porque é necessário que sejam corrigidos, mas também é necessário que despertem e cumpram o Propósito de Deus.

Assim como o Criador veio ao mundo quando a humanidade estava perdendo-se do seu propósito e lhes mostrou o Caminho, a Verdade e a Vida, novamente, filhos Meus, Ele virá mostrar-lhes a revelação do Amor dentro do caos, mostrar-lhes o despertar da Verdade no ápice da ilusão do sofrimento humano. Virá para que saibam como unir os tempos e as dimensões, e assim o façam não apenas neste mundo, mas em toda a Criação, porque não apenas a Terra necessita de redenção, toda a vida deve aprender a retornar a Deus, e isso acontecerá através da plenitude de suas vidas e da expressão do que verdadeiramente são.

Eu os amo, abençoo-os, e com a profunda humildade do Meu Imaculado Coração lhes agradeço, para que vocês aprendam que através da gratidão o Céu se abre e o Criador toca todos os corações do mundo.

Sua Mãe, Maria, Rosa da Paz

MENSAGEM PARA A APARIÇÃO DE MARIA, ROSA DA PAZ, TRANSMITIDA EM POTRERILLOS, LUJÁN DE CUYO, MENDOZA, ARGENTINA, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN DE JESÚS

Era uma vez, no tempo eterno, um Propósito infinito e amoroso do Único, no qual Ele queria refletir Sua experiência através de uma Criação formada e constituída por muitos tipos de vida.

Assim, foram criados primeiro os universos, suas galáxias, sóis e estrelas; depois foram criadas as nebulosas, e dentro delas já habitavam as dimensões e os planos de consciência.

Mais tarde, quando essa primeira Criação havia amadurecido, vibratória e espiritualmente, o Pai, com todo Seu Amor, fixou Seu olhar em um ponto do Universo, onde um planeta, o que mais havia brilhado, gerou uma condição espiritual maior que era capaz de abrigar e de receber um Projeto.

Para isso o Pai pediu que esse tesouro do Universo, que se estava expressando espontaneamente, recebesse um dos elementos e fluidos mais especiais da Criação: o elemento água, para que o que aconteceria depois tivesse o apoio necessário para poder desenvolver-se e evoluir.

Esse elemento traria para a consciência humana, que foi o último projeto realizado, a capacidade interior e também material de recordar sua origem não só desde o ventre materno, mas também sua origem superior.

O elemento água é a base fundamental para o equilíbrio emocional e sentimental do ser humano. Por isso, na criação do planeta Terra, o Pai quis conceder a Seus filhos a maior quantidade de oceanos e de mares, para que não sentissem a desconexão espiritual do ventre materno.

Foi assim que o Projeto humano foi acompanhado desde o princípio e tem sido o Projeto genético mais privilegiado, porque o próprio Projeto, para poder ser corrigido e redimido, recebeu a encarnação do Filho de Deus, para que a raça humana encontrasse um caminho direto por onde pudesse retornar à sua verdadeira essência.

Foi assim que outros seres humanos se ofereceram para que o Projeto pudesse perdurar e alcançar o maior grau de perfeição, o que foi possível por tudo o que ensinou Cristo, que foi o caminho do Amor e do Perdão.

Por isso todos os seres humanos, sob qualquer condição, têm a possibilidade, dentro de todo o Universo, de viver e de experimentar o Amor de uma forma direta e sem grandes esforços; um Amor que provém do espírito, um Amor que transcende os erros e que pacifica, que amplia a consciência e abre os sentidos internos para poder viver conscientemente o Plano e a Vontade de Deus.

Este pequeno planeta azul, dentro da Criação, é a escola predileta onde outras consciências universais podem aprender sobre como o Amor verdadeiro pelo Criador, pelo Pai Supremo, pode mover os acontecimentos e pode conceder milagres de vida e de redenção.

A chave está em vivê-lo e em confiar no poder do Amor Maior.

Agradeço-lhes por responderem ao Meu chamado!

Abençoa-os,

Sua Mãe, Maria, Rosa da Paz

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, PAYSANDÚ, URUGUAI, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

No princípio da Criação Divina, antes mesmo da existência dos anjos e arcanjos, das dimensões e das estrelas, o Criador escreveu no Espelho de Seu Coração uma história. Fez nascer de Seu Amor um pensamento e o manifestou em cores e sons. Para vê-lo, refletiu-o em um Espelho, que emanou de Seu interior, e tudo começou a se plasmar, de um puro sentir divino.

A história pensada por Deus e escrita imaterialmente no Espelho de Seu Coração foi repartida entre as dimensões e colocada no interior de cada uma de Suas criaturas. Todos os filhos de Deus guardam em si uma parte de Seu pensamento. A história da Criação se completa quando todos esses espelhos voltam a se reunir em um só e tudo aquilo que estava escrito em cada um deles tenha se manifestado.

A história imaterial, escrita nos espelhos, toma vida quando os seres encontram a Vontade Divina no próprio interior e cada passo dado no cumprimento dessa Vontade se torna uma informação de luz, que preenche o seu espaço imaterial nos espelhos dos corações. É como se, com suas vidas, filhos, vocês pintassem o desenho da Vontade Divina para cada um de vocês. Essa Arte Universal, plasmada nos espelhos, se completará quando todos regressarem ao Coração de Deus.

Para manifestar esta Obra Divina, busquem nos espelhos de seus corações essa Vontade e a expressem. Encontrem ali os mistérios da Origem, o caminho de retorno e o sentido do presente, do agora. Tudo isso está em seu interior.

Seu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA EM MEDJUGORJE, BÓSNIA E HERZEGOVINA, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Por onde passares, busca resgatar com teu coração os princípios espirituais, para que o sagrado aos poucos desperte e revele os seus mistérios.

Deixa que a paz habite em teu interior e a reverência more em tua consciência, para que possas reconhecer a presença da Hierarquia nos lugares sagrados, além das aparências humanas.

Que teu coração esteja sempre elevado ao alto, unido e em sintonia com o Propósito Divino, para que dessa forma, filho, prestes um serviço ao mundo de unir as dimensões superiores com a vida sobre a Terra, para liberar o que está obscuro no planeta através da harmonia e da elevação da consciência.

A humanidade deve ingressar em um novo ciclo para se aproximar da realidade divina, e esse ciclo é de um contato interno mais profundo e verdadeiro, porque isso é o que permitirá aos seres discernir e dar passos corretos no tempo que chegará. A sua consciência deve aprender a estar elevada, além do caos e das aparências, colocada na Verdade através do amor, do silêncio e da oração. Assim, não só encontrarás a paz, mas serás veículo dessa paz para o mundo.

Teu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

 

Páginas

Quem somos?

Associação Maria
Fundada em dezembro de 2012, a pedido da Virgem Maria, a Associação Maria, Mãe da Divina Concepção é uma associação religiosa, sem vínculos com nenhuma religião instituída, de caráter filosófico-espiritual, ecumênico, humanitário, beneficente, cultural, que ampara todas as atividades indicadas através da Instrução transmitida por Cristo Jesus, pela Virgem Maria e por São José. Ler mais

Contato

Mensageiros Divinos