MENSAGEM PARA A VIGÍLIA DE ORAÇÃO PELA PAZ NAS NAÇÕES RECEBIDA NO NÚCLEO-LUZ SAGRADO CÉU, BELO HORIZONTE, MINAS GERAIS, BRASIL, TRANSMITIDA POR MARIA, ROSA DA PAZ, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN DE JESÚS

Eu não sou apenas sua Mãe Celestial e a Mãe da Vida, sou a Luz que impulsiona ardentemente a devoção de sua alma por nosso querido e glorioso Criador.

Sou o bálsamo com aroma de rosas que limpa, purifica e santifica seu ser para que neste tempo você se anime a dar os passos em confiança ao Criador.

Sou esse espelho que encarnou na Terra para entregar aos filhos de Deus a essência do amor, de um amor que seja capaz de regenerar a vida interna e de apagar para sempre o sofrimento e a dor.

Sou essa flor única e irrepetível. Sou essa eterna flor que se entrega nas mãos de Seus filhos para que a possam contemplar e amar, para que esse amor que ainda não surgiu dentro de cada filho possa florescer e fazer milagres de amor na vida dos que sofrem e dos que não têm nada.

Sou a Mãe que os abriga nos invernos frios da vida e que os proteje nas noites de tempestade.

Coloco-os a todos perto do Meu peito para que não somente estejam em Meus braços, mas para que também sintam o amor do Meu Coração, um Coração que bate por cada um de vocês.

Essa é a razão pela qual estou aqui, por cada um dos Meus filhos perdidos e não perdidos, crentes ou ateus, conscientes ou ignorantes. Estou por cada um, para levá-lo à Minha paz e para que em Minha paz, filhos Meus, aprendam a viver em Deus, em Sua Presença e em Seu Reino.

Sou essa Mãe incondicional, essa Mãe consoladora e aliviadora do sofrimento humano e moral.

Venham a Mim, filhos, porque em Mim encontrarão Deus, e todas as suas experiências e provas se tornarão pequenas diante do Amor que provém do Pai e que os fará livres.

Filhos, sou a Mãe que compreende e que ora, incansavelmente, pelo mundo de hoje, pela humanidade que está enferma psíquica e espiritualmente. Por isso venho, porque uma mãe faria qualquer coisa por vocês. Somente uma mãe é capaz de sentir e de compreender, até o mais profundo, cada um de seus filhos.

Hoje, que as mães do mundo, mães terrenas e mães espirituais, se unifiquem Comigo para clamar ao Pai pela humanidade e por sua grande indiferença, para que o amor e a vida sejam respeitados, para que a solidariedade seja semeada no coração humano e para que tudo possa ser reparado e curado no mais íntimo de cada ser.

Que hoje as mães rezem para que o espírito da sagrada maternidade não seja dissolvido nas mulheres do mundo e para que esse primeiro contato que a mãe tem com o recém-nascido seja protegido e amparado pela Mãe de Deus porque, apesar de tudo o que a humanidade faz hoje, o Projeto de Deus na vida da família não se perdeu, e que as almas reencontrem o sentido de estar em unidade e em família.

Rezem Comigo, rezem mães do mundo, e assim Meu Imaculado Coração triunfará.

Agradeço-lhes por responderem ao Meu chamado!

Abençoa-os,

Sua Mãe, Maria, Rosa da Paz

MENSAGEM DIÁRIA DE MARIA, ROSA DA PAZ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN DE JESÚS

Antes da existência deste Sistema Solar e do conjunto conhecido como as Nove Galáxias, que conformam o agrupamento de um universo de vidas, Deus, como Criador e grande expressão do Amor-Sabedoria, desejou profundamente que alguns de Seus Filhos, os Criadores do Universo Material, também chamados de Arcanjos, os grandes Co-Criadores deste sistema de vida, oferecessem a cada uma das Nove Galáxias a oportunidade de experimentar a evolução através do "conhecimento de si" e dos chamados "graus de amor."

Foi assim que esses grandes seres Co-Criadores levaram adiante todos os projetos universais recebidos por eles como sutis impulsos espirituais de luz, para depois oferecer aos sistemas criados, como o conhecido como "Via Láctea", a oportunidade de se aprofundar no "conhecimento espiritual" e nos "graus de amor".

Tudo isso ocorreu antes da queda do adversário.

Naquele tempo, em todos os Universos foram vividos os primeiros mil anos de paz, período no qual o desenvolvimento da vida, as escolas internas de aprendizagens e, sobretudo, o despertar dos diferentes "graus de amor" concederam a este Universo Local, onde se encontra este Sistema Solar e especialmente a Terra, a oportunidade de que, em um planeta de altíssimas características espirituais como é a Terra, pudesse ser levado adiante um dos doze mais importantes Projetos de Amor de Deus.

Por essa razão, o planeta Terra atravessou diferentes ciclos. Os mares, que antes eram ácidos, passaram a ser alcalinos, para que depois se tornassem receptáculos de componentes minerais e cristalinos, vivendo assim um alto grau de oxigenação.

Os continentes, que antes eram desérticos e frios, viveram uma readaptação biológica, para depois se converterem em sementeiras de novas espécies.

Dessa forma, o planeta Terra e toda a sua atmosfera se converteram em um grande ventre de luz, para gestar, finalmente, a consciência do homem, que mais tarde foi conhecida como Adão e Eva.

Nesta primeira experiência de amor, o Pai Celestial aspirava interiormente a que este Projeto, tão ansiado por Seu Coração, permitisse corrigir e recriar a Criação, para que nela se vivessem graus de amor cada vez mais altos.

Já que um tempo mais tarde, o Universo começaria a viver as primeiras falhas na evolução, devido à fortíssima queda do anjo desobediente.

A partir dali, todo o Universo, lugar onde se vivia a paz, o bem e a harmonia, foi cenário repentino dos primeiros passos da dualidade, uma corrente contrária ao princípio da Vontade Máxima; uma dualidade que começaria a pôr em jogo a liberdade que foi concedida a todas as criaturas, para que aprendessem a amar, assim como o Pai Celestial as ama.

O planeta Terra foi um dos últimos lugares onde essa corrente espiritual de dualidade desceu para colocar em prova, através de Adão e Eva, o Projeto de uma humanidade unida essencialmente ao Reino de Deus.

Foi através de diversas e inexplicáveis tentações que o Projeto foi sendo alterado e modificado, já que correntes espirituais contrárias foram rompendo o cenário do chamado "Éden".

Por que o Pai Celestial o permitiu?

Em um sentido misterioso, Adão tivera a oportunidade de poder dar seu primeiro passo na evolução dos graus de amor e do despertar da consciência, se tivesse sido incondicionalmente obediente a Deus.

De sua parte, Eva tivera a possibilidade de ser a promissora consciência que experimentaria o Aspecto Feminino de Deus por meio do espírito da Maternidade, um estado que concederia o nascimento puro das seguintes criaturas que viriam depois dela.

Naquele momento, a Terra, como primeira experiência humana, sofreu sua primeira e grande prova, que, se tivesse sido atravessada vitoriosamente por Adão e Eva como representantes da humanidade daquele tempo, teria permitido que esta raça alcançasse um grau de amor semelhante ao de Jesus.

Esse é o motivo pelo qual o mesmo Deus, presente na Segunda Pessoa da Santíssima Trindade, isto é, no Filho, decidiu encarnar na Terra depois de muito tempo para doar-se a Seus Filhos em Amor e em Sabedoria e para ensinar a todos sobre a Verdade.

Foi no tempo preparatório da encarnação de Jesus que o Pai retirou, de uma das Suas Fontes mais puras do Universo Espiritual, um dos Seus Aspectos mais elevados e puros, que foi a base espiritual para a Concepção Divina de quem depois, na Terra, seria conhecida como Maria, a Mãe de Jesus.

Dessa forma, os Arcanjos, a pedido de Deus, foram os que prepararam esse cenário para a vinda do Messias, Aquele que, tendo dado testemunho de amor e de vida, demonstraria, em Sua máxima humildade, como se pode vencer a dualidade, para que todo ser vivente da Terra pudesse aprender  finalmente a cumprir a Vontade que o trouxe ao mundo e para transitar pela escola do perdão e da redenção, caminhos internos que levarão a recolocar a consciência humana no lugar que tinha antes de cometer os erros. 

Agradeço-lhes por responderem ao Meu chamado!

Abençoa-os,

Sua Mãe, Maria, Rosa da Paz 

MENSAGEM DIÁRIA DE MARIA, ROSA DA PAZ, TRANSMITIDA NA CIDADE DE SÃO JOÃO BATISTA, SANTA CATARINA, BRASIL, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN DE JESÚS

Querido filho,

Confirma plenamente em teu coração que sempre serei a tua Mãe e que uma boa mãe nunca esquece os seus filhos.

Uma boa mãe sente o desespero até de seu filho mais novo, assim como sente a sua alegria.

Uma mãe, que teve o seu filho, sabe tudo, e o seu coração nunca falha, porque, apesar da distância ou onde o seu filho se encontre, uma boa mãe, por meio da intuição feminina, sente tudo o que o seu filho está passando.

Por isso, confia que uma boa mãe sempre te compreenderá e te consolará. Porque uma boa mãe é capaz de dar a vida por seus filhos, assim como ela a deu no momento de dar à luz um novo ser.

No ventre materno guarda-se toda a história entre a mãe e o filho: os momentos de alegria, os momentos de dor, assim como a felicidade de trazer ao mundo uma nova vida.

Uma boa mãe espera pacientemente pelo amor dos seus filhos. Ela chora em silêncio as penas do seu coração, porque uma boa mãe sempre deseja o bem para os seus filhos, além de tudo.

Uma boa mãe é uma guerreira incansável de Deus.

Agradeço-vos por responderdes ao Meu chamado.

Abençoa-vos,

Vossa Mãe, Maria, Rosa da Paz

MENSAGEM DIÁRIA DE MARIA, ROSA DA PAZ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, PAYSANDÚ, URUGUAI, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN DE JESÚS

Uma Boa Mãe - Parte II

Filhos,

Quisera que pudessem lembrar o momento em que estavam nos braços de sua mãe terrena, em um ato tão semelhante a quando o pequeno Jesus esteve em Meus Braços.

Que tesouro nos entregou Deus através de vocês quando, uma vez, sendo pequenos, puderam estar nos braços de sua mãe!

Que momento tão especial e íntimo nos concedeu Deus de que vocês pudessem sentir o calor maternal de sua mãe, e sua mãe pudesse sentir a entrega incondicional de seu pequeno filho!

Nessa relação de mãe e filho se constrói o espírito verdadeiro da família, e é esse espírito que permite, em experiências posteriores, construir o amor e a solidariedade entre os seres.

Hoje, como Mãe de todas as mães, venho com esse exemplo porque estamos diante de uma humanidade que perdeu completamente os valores espirituais da maternidade.

Mas, se por meio da oração, hoje e durante os dias que virão, todas as mães do mundo se unirem a Mim sob o espírito feminino da Sagrada Maternidade, permitirão que a grande Mãe entre todas as mães possa interceder pelas jovens mães que hoje gestam seus filhos e são tentadas pelo adversário a se desfazerem da vida.

Se juntas, como mães espirituais e mães de todos os nossos filhos, unirmo-nos nessa aliança perfeita de mães de Deus, algum dia geraremos essa consciência tão necessária para respeitar, amar e proteger a vida nova que está chegando.

Hoje só peço às mães que se recordem do seu primeiro parto e da preparação para aquele momento.

Quão importante é para a Criação trazer a vida ao mundo, assim como Eu trouxe Jesus como luz para a humanidade!

Que hoje possa voltar a nascer este espírito bendito da Maternidade que Deus concebeu em cada ser feminino e que nestes tempos cruciais será imprescindível, porque muitos corações mais buscarão o consolo e o carinho de uma mãe na Terra.

Convido-as, queridas mães, à renovação desse íntimo princípio feminino da Criação.

Uma boa mãe guarda em seu interior o propósito da vida que uma vez gestou, e ela é zeladora e guardiã para que esse propósito se cumpra na alma que uma vez trouxe ao mundo.

A missão espiritual das mães, unidas a Deus, é uma missão ampla, mais do que parece. Uma boa mãe é essa consciência intermediária entre seus filhos e Deus, porque Deus concedeu essa autoridade à Virgem Maria e, em consequência, a todas as mães que estão sinceramente unidas ao Seu Coração Maternal.

Nestes tempos, todos os filhos de Deus deverão recordar a missão que cada mãe terrena cumpriu ante o Universo, quando ela trouxe ao mundo seu próprio filho.

Este é o motivo para reacender nas almas o espírito da Maternidade, que protegerá os filhos dos embates do adversário.

Quero deixar-lhes, para terminar, as palavras que uma vez o Pequeno Jesus expressou a Mim em Seus primeiros anos de vida, palavras que afirmaram em Meu interior que Eu deveria, como Mãe de todos, fazer o possível e o impossível para salvar Meus filhos da perdição.

E Jesus, uma vez, sendo criança, declarou-Me as seguintes palavras como uma simples oração:

Ó doce Mãe!
Terna Consoladora dos que estão aflitos.
Serva incansável que doaste e entregaste
Teu Puríssimo Ventre Virginal à Criação.

Ó bondosa Mãe!
Que acolhes os que sofrem,
que perseveras em Tua pura Fé,
que não descansas 
até poder ter nos braços 
o último de Teus filhos.

Ó Mãe da caridade!
Que fazes o bem por onde passas,
que realizas milagres e concedes graças
 a todos os Teus filhos.

A partir de agora, Puríssima Mãe,
serás Rainha e Senhora de todas as mães, 
a fim de que nesta humanidade
todos aprendam, algum dia,
por obra de Tua Graça, a amar de verdade,
assim como Tu nos amas incondicionalmente.

Com estas palavras, agradeço-lhes por responderem ao Meu chamado maternal!

Abençoa-os,

Sua Mãe, Maria, Rosa da Paz

MENSAGEM DIÁRIA DE MARIA, ROSA DA PAZ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, PAYSANDÚ, URUGUAI, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN DE JESÚS

Uma Boa Mãe - Parte I

Uma verdadeira mãe é capaz de dar tudo por seus filhos; não importa se os seus filhos lhe correspondem ou não.

Uma verdadeira mãe faz tudo em silêncio e, nesse silêncio, muitas vezes cala para não desafiar as contrariedades destes tempos.

Uma verdadeira mãe acolhe o sofrimento do semelhante e o faz parte de si.

Uma verdadeira mãe conhece a imaturidade e a teimosia dos seus filhos, mas, ainda assim, sempre lhes demonstrará a realidade e o lado bom da história e de toda experiência. 

Uma boa mãe não reclama, mas, sim, indica; não submete nem controla, mas, sim, adverte, sugere e guia, porque o seu coração maternal e feminino sempre ditará muitas coisas.

Uma boa mãe sempre dará o bem aos seus filhos e um pouco mais.

Uma boa mãe é a que sempre diz "sim" e é a que chora em sua solidão. Ela espera que os seus filhos encontrem o caminho da maturidade, da bondade e da transparência.

Uma boa e verdadeira mãe teme pela perdição dos seus filhos e quando os seus filhos não a escutam, o seu coração entristece.

Por isso o Pai lhes deu uma mãe, não importa se é correta ou incorreta. Deus lhes deu uma mãe terrena e uma Mãe Espiritual.

Essas mães esperam que os seus filhos nunca se esqueçam delas, que as levem em seu coração gravadas com fogo, porque uma mãe é o fio intermediário que os unirá a Deus em Seu aspecto feminino.

Todos os que, na vida consagrada, tiveram a graça de ter uma mãe espiritual, é para que a reconheçam, especialmente a juventude, porque, nestes tempos, estar no colo de uma mãe será como estar nos Braços de Deus.

É necessário muita humildade e confiança para poder compreender, sentir e perceber o que uma boa mãe sente por seus filhos.

Convido-os a aliviar o coração das mães, por todas as mães do mundo que agonizam, dia e noite, por não poder socorrer os seus filhos.

Deus lhes deu o Seu maior tesouro universal: ter por perto uma mãe, assim como Jesus teve a Mim, para que nos momentos mais difíceis e áridos Eu O apoiasse.

Uma verdadeira mãe sempre tem um lugar para os seus filhos, porque os seus filhos são a razão do seu existir.

Agradeço-lhes por responderem ao Meu chamado!

Abençoa-os,

Sua Mãe, Maria, Rosa da Paz

MENSAGEM DIÁRIA DE MARIA, ROSA DA PAZ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, PAYSANDÚ, URUGUAI, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN DE JESÚS

Meus queridos filhos,

Minha carícia é como a passagem do vento suave.

Meu colo é como receber o calor cálido do Sol no inverno.

Meu amor é como a ternura de uma mãe com seu pequeno filho.

Minha oração é como a chuva que cai constantemente.

Minha esperança é como a flor que se abre aos raios do Sol.

Minha fé é como a abóboda celeste na noite.

Minha súplica é como o chamado do Universo a todos os seres.

Minha devoção é como o fogo da noite.

Minha paz é como as ondas que batem harmoniosamente nos oceanos.

Minha cura é como o raio do Sol que penetra a terra escura.

Minha unidade é como o equilíbrio e a harmonia do Universo local.

Minha luz é como o Sol no amanhecer até alcançar seu ponto mais alto.

Minha alegria é a consagração dos filhos de Deus.

Meu júbilo é a concretização da vida sacerdotal

Minha paciência é como a fruta que amadurece lentamente na árvore.

Minha doçura é como a fruta mais doce do planeta.

Minha missão é como o serviço abnegado dos que servem a Deus sem cansaço.

E como são, filho Meu, as tuas virtudes?

Encontraste a semelhança de tuas ações na Criação?

Deixa fluir em ti esse princípio do Dom de Deus.

Permite que despertem os talentos destes tempos para que a Terra seja repovoada de simples, mas verdadeiros valores.

Anima-te a dizer "sim" à virtude do coração.

Agradeço-lhes por responderem ao Meu chamado.

Abençoa-os,

Sua Mãe, Maria, Rosa da Paz

 

MENSAGEM DIÁRIA DE MARIA, ROSA DA PAZ E MÃE DA DIVINA CONCEPÇÃO DA TRINDADE, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, PAYSANDÚ, URUGUAI, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN DE JESÚS

A Origem da Sagrada Fonte Feminina 

Amados filhos,

Quem nestes últimos onze anos lhes tem falado e compartilhado o Amor de Deus provém de uma Fonte peculiar que foi criada pelo Universo Ultraterrestre antes que existisse o Universo Material.

Nessa Fonte, a Essência Divina de quem mais tarde seria Maria, a Mãe de Jesus, foi gestada, acondicionada e amorosamente preparada para levar adiante a grande missão na humanidade.

Essa Fonte Ultraterrestre do Universo Espiritual se caracterizava por seu altíssimo grau de pureza, de amor e por sua essência imaculada.

O Pai, após a queda do Projeto de Seus primeiros filhos, Adão e Eva, pensou em criar um meio e uma Consciência suficientemente pura, imaculada e humilde que, com Seu Amor invencível, pudesse abraçar todo o erro humano e convertê-lo através do perdão e da sublime Maternidade.

Foi assim que os Pais Criadores, os Arcanjos, receberam o pedido de Deus e, nos elevados Universos Celestiais, cada Arcanjo começou a contribuir com o melhor de si, a fim de que a Essência Feminina, que surgiria da Fonte Criadora, chegasse à Terra para começar, como alma e divindade, Sua especial missão.

A Sagrada Fonte da Energia Feminina se transluziu por meio do Princípio da Maternidade.

Em tempos passados, o Pai Eterno pensou que era necessário que Seus filhos tivessem uma Mãe capaz de acolhê-los, de compreendê-los, de ajudá-los e de guiá-los pelo caminho correto do bem e da paz.

Assim nasceu de dois seres humanos, de Ana e de Joaquim, a Consciência de Maria, que desde jovem levaria adiante a missão de gestar em Seu Puríssimo e Imaculado Ventre o Menino Jesus, o Redentor.

Uma especial conjuntura universal, cósmica e espiritual aconteceu durante a gestação de Maria, assim como durante a gestação de Jesus.

Os Arcanjos conseguiram manifestar e atrair para o Universo Material correntes criadoras de energia que continham altas voltagens de Amor-Sabedoria, assim como de pureza essencial e virginal.

Naquele tempo, a Ideia de Deus foi concretizada e uma vez mais, pela Presença da Mãe de Deus e do Divino Filho, o mal foi vencido, assim como o anjo caído foi vencido por Miguel Arcanjo uma vez no Universo.

A existência da Consciência de Maria, uma simples mãe de Nazaré, foi o resultado de uma experiência divina e angélica que superou todos os tempos.

O Pai Eterno, através de Maria, demonstrou-nos Seu Amor Consolador, ensinou-nos quão grande é Sua Misericórdia e que infinito é Seu Perdão para os Seus filhos mais perdidos.

Deus nos ensinou, através de Maria, a universalidade do Seu Amor e a presença do Seu Coração Paterno em todo momento.

Dessa especial Concepção Divina provém Maria, a Mãe de Cristo e Mãe de todos.

Ela é a incondicional e eterna advogada entre os homens e Deus.

Ela é a que espera no silêncio e a que reza por Seus filhos na quietude do Seu Imaculado Coração.

É a que vem em auxílio dos que com sinceridade se arrependem. Ela chega a todos os pobres e humildes de coração.

Maria é a Mãe que tudo consola, que tudo repara e que tudo cura.

Seu Coração sofre quando Seus filhos se separam da Verdade e se submergem na mentira.

É a Mãe que nunca dirá "não", que sempre dirá "sim" a quem A chamar.

Deus nos deu uma Mãe que muitas vezes ofendemos, lastimamos e omitimos com nossa indiferença e ignorância.

Ela é a Mãe paciente que espera que sempre possamos ir além das aparências, que possamos sentir o coração do irmão que busca paz e compreensão.

Maria nos ensina a amar de verdade para que, em Cristo, caminhemos até a meta de estar em Deus para sempre.

Agradeço-lhes por responderem ao Meu chamado!

Abençoa-os,

Sua Mãe, Maria, Rosa da Paz e Mãe da Divina Concepção da Trindade

MENSAGEM DIÁRIA DE MARIA, ROSA DA PAZ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN​

Queridos filhos,

O cálido abraço maternal que Eu lhes ofereço todos os dias é para que suas almas reconheçam o grande e infinito Amor de Deus.

O cálido e amoroso abraço materno que Eu lhes ofereço é para que suas vidas renasçam em Cristo.

É por meio do cálido e amoroso abraço materno que Eu redimo seus corações e os levo em direção à paz.

Quem poderá resistir a esse grande e cálido abraço maternal?

O Amor do Pai tudo transforma, restaura e alivia, quando tão somente a alma se abre para viver uma experiência de amor.

Queridos filhos, um abraço maternal amoroso e cálido faz falta a toda a humanidade, para que já não se sinta perdida nem distraída. Por isso, filhos, busquem Meu abraço maternal; assim imitarão o pequeno Jesus quando Ele estava em Meus braços, em cada momento de Sua Vida, inclusive depois da Cruz.

Vejam, então, como o abraço maternal resolve muitas coisas, até aquelas que parecem impossíveis. As almas devem arriscar a sentirem-se amadas e não esquecer o caminho perfeito que constitui o Amor de Deus.

Estejam em Meus braços com esperança e alegria; ainda muito será aliviado quando tão somente vocês reconhecerem e adotarem Minha santa maternidade.

Desejo, agora e sempre, o melhor para todos. Desejo a paz e a redenção para todos os Meus filhos do mundo.

Agradeço-lhes por responderem ao Meu chamado!

Em um abraço perpétuo,

Sua Mãe Maria, Rosa da Paz

Quem somos?

Associação Maria
Fundada em dezembro de 2012, a pedido da Virgem Maria, a Associação Maria, Mãe da Divina Concepção é uma associação religiosa, sem vínculos com nenhuma religião instituída, de caráter filosófico-espiritual, ecumênico, humanitário, beneficente, cultural, que ampara todas as atividades indicadas através da Instrução transmitida por Cristo Jesus, pela Virgem Maria e por São José. Ler mais

Contato