MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Escuta o Coração de Deus, que palpita no silêncio de todo coração humano. Une teu espírito ao Espírito do Pai, em oração, e cresce em virtude, em gratidão e em amor, porque o mundo o necessita.

Chegou o momento em que o planeta também adentrou em sua agonia, assim como tu, filho, no profundo de teu ser, podes sentir a agonia que precede uma grande entrega e o triunfo e a renovação do Amor de Deus.

Escuta em teu interior o Coração de Deus, porque neste ciclo que começa, apenas Ele poderá guiar-te em tuas ações, pensamentos e sentimentos; apenas com teu espírito unido ao Seu, saberás discernir para dar passos seguros e sem temor.

Escuta a Voz de Deus em teu interior, inconfundível, impassível, transmitindo quietude para a tua alma e fortaleza para o teu coração.

A agonia do planeta está começando e, assim como tu foste e és provado nas tentações do mundo para perseverar em tua entrega a Deus, assim também as nações e seus povos serão provados e uma a uma se confirmarão em sua entrega e união ao Pai, para que sejam o berço de uma Nova Vida.

Tu deverás orar e unir teu coração ao Coração de Deus, prestando o maior e mais grandioso serviço, de manter aberta a porta da consciência humana para o Coração do Pai, para que os homens não percam o vínculo com o Seu Criador.

Não temas, nem entristeças, mas só mantém teu coração em Deus. Tu conheces a Cruz do Senhor e sabes que, depois do sacrifício, da humilhação e da entrega, chega a renovação do Amor. Por isso, concentra teu coração em fazer verdadeira a tua oferta, e que cada segundo de tua vida neste mundo seja para a renovação do Amor de Deus, seja um tijolo que colocas na Terra para construir a Nova Vida.

Tens a Minha bênção para isso.

Teu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

No profundo de teu corpo, no centro de teus átomos, jaz uma luz oculta e silenciosa. Esse é o Espírito da Vida, é o Sopro de Deus, que habita em ti e que é a verdadeira composição de teu ser.

És parte viva do Espírito de Deus. Assim, o Pai, Onipresente, habita na essência de teu ser. Assim, Seu Espírito Oniabarcante habita em tudo o que é vida.

Permite à tua consciência penetrar os mistérios acerca de si mesma e descobrir, através do amor, da sabedoria e da humildade, a matéria pura e plena da Glória de Deus, que se esconde em teu ser.

A glorificação do corpo é o despertar da Verdade no mais íntimo da composição da matéria humana. A Glória de Deus está em Seus filhos desde o princípio da Criação, mas assim como Sua Presença se mantém silenciosa na essência dos seres, Sua Glória e Seu Espírito também silenciam no mais íntimo da matéria humana.

Quando o ser alcança a unidade plena com o Pai e Lhe dá espaço e permissão para que Ele se manifeste em seu corpo, a Glória de Deus começa a despertar em seus átomos físicos e materiais.

Todos os seres, assim como toda a Vida, são partes de Deus, desmembrados da Criação e manifestados em criaturas aparentemente individuais.

Hoje te revelo um mistério: tudo é parte de Deus. Tudo é projeção e partícula divina. Mas o Criador Se expressa nos que despertam. Seu Espírito fala e vive através dos humildes, que reconhecem sua ignorância e não limitam a Grandeza de Deus, que ainda é tão desconhecida e incompreensível para a mente humana.

Medita na vida que está em ti, na vida que és, parte de Deus, parte de Seu Espírito, e aos poucos deixa que se manifeste, em teu ser, a Sua Glória, para que compreendas que ressuscitar não é morrer no corpo e voltar à vida; ressuscitar é morrer para a ignorância e para a ilusão e descobrir a Verdade dentro de si.

Houve aqueles que morreram no corpo e não encontraram a glorificação em Deus, e houve uns poucos, desconhecidos dos homens, que morreram para a sua ignorância e deixaram que Deus lhes mostrasse Sua Verdade, vivendo, sem compreender, a Glória e a Magnitude do Espírito do Criador.

Este é o tempo de que surja não apenas um ser glorificado, mas uma raça glorificada, que, morrendo para a ilusão de um falso tempo e de uma falsa vida, ressuscite para a Verdade, destituindo a vida retrógrada da superfície da Terra e abrindo o caminho para que o Reino de Deus habite aqui.

Vive em Cristo, para que Ele te conduza para a Sua Glória e te glorifique n'Ele, despertando, em tudo o que és, a presença viva do Espírito Santo de Deus.

Tens a Minha bênção para isso.

Teu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE MARIA, ROSA DA PAZ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, PAYSANDÚ, URUGUAI, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN DE JESÚS

Filho e filha,

Não busques a perfeição da vida tão rapidamente. Permite que o serviço e a doação constante de si sejam os que te levem, algum dia, a encontrar essa perfeição. 

Deixa que a humildade governe toda a arrogância e que a estrita obediência reja qualquer tipo de controle humano; assim, conseguirás aproximar-te um pouco mais da essência da perfeição.

Confia que, com o despojamento de ti mesmo, permitirás que outros princípios sagrados atuem em tua vida, como a renúncia, o anonimato, o silêncio e o sacrifício, virtudes que te ajudarão a construir lentamente esse caminho para a perfeição.

Enquanto isso, agradece a Deus por cada prova ou dificuldade vivida.

Agradece a Ele por ensinar-te a superá-Lo no amor, até nos detalhes mais simples.

Começa trabalhando, em teu caminho à perfeição, com tua ardente necessidade de servir aos demais e de doar-te plenamente, para que o próprio Espírito Divino da Graça de Deus seja o que um dia conceba em ti a consagração total de tua consciência à Vontade Sagrada de Deus.

Nesse dia, e sob essa circunstância, estarás superando a dualidade para começar a viver na unidade definitiva. 

Agradeço-lhes por responderem ao Meu chamado.

Abençoa-os,

Sua Mãe, Maria, Rosa da Paz
 

MENSAGEM DIÁRIA DE MARIA, ROSA DA PAZ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, PAYSANDÚ, URUGUAI, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN DE JESÚS

Uma Boa Mãe - Parte I

Uma verdadeira mãe é capaz de dar tudo por seus filhos; não importa se os seus filhos lhe correspondem ou não.

Uma verdadeira mãe faz tudo em silêncio e, nesse silêncio, muitas vezes cala para não desafiar as contrariedades destes tempos.

Uma verdadeira mãe acolhe o sofrimento do semelhante e o faz parte de si.

Uma verdadeira mãe conhece a imaturidade e a teimosia dos seus filhos, mas, ainda assim, sempre lhes demonstrará a realidade e o lado bom da história e de toda experiência. 

Uma boa mãe não reclama, mas, sim, indica; não submete nem controla, mas, sim, adverte, sugere e guia, porque o seu coração maternal e feminino sempre ditará muitas coisas.

Uma boa mãe sempre dará o bem aos seus filhos e um pouco mais.

Uma boa mãe é a que sempre diz "sim" e é a que chora em sua solidão. Ela espera que os seus filhos encontrem o caminho da maturidade, da bondade e da transparência.

Uma boa e verdadeira mãe teme pela perdição dos seus filhos e quando os seus filhos não a escutam, o seu coração entristece.

Por isso o Pai lhes deu uma mãe, não importa se é correta ou incorreta. Deus lhes deu uma mãe terrena e uma Mãe Espiritual.

Essas mães esperam que os seus filhos nunca se esqueçam delas, que as levem em seu coração gravadas com fogo, porque uma mãe é o fio intermediário que os unirá a Deus em Seu aspecto feminino.

Todos os que, na vida consagrada, tiveram a graça de ter uma mãe espiritual, é para que a reconheçam, especialmente a juventude, porque, nestes tempos, estar no colo de uma mãe será como estar nos Braços de Deus.

É necessário muita humildade e confiança para poder compreender, sentir e perceber o que uma boa mãe sente por seus filhos.

Convido-os a aliviar o coração das mães, por todas as mães do mundo que agonizam, dia e noite, por não poder socorrer os seus filhos.

Deus lhes deu o Seu maior tesouro universal: ter por perto uma mãe, assim como Jesus teve a Mim, para que nos momentos mais difíceis e áridos Eu O apoiasse.

Uma verdadeira mãe sempre tem um lugar para os seus filhos, porque os seus filhos são a razão do seu existir.

Agradeço-lhes por responderem ao Meu chamado!

Abençoa-os,

Sua Mãe, Maria, Rosa da Paz

MENSAGEM DIÁRIA DE MARIA, ROSA DA PAZ, TRANSMITIDA NA CIDADE DE LIMA, PERU AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN

O vazio de si lhes permitirá atravessar qualquer deserto da vida e, nesse vazio de nada querer ou de nada esperar, permitirão que o Universo flua através de vocês.

O vazio de si é mais do que despojamento, renúncia ou penitência.

O vazio é mais do que uma atitude de introspecção ou de um profundo silêncio.

O vazio de si é estar, em confiança e com fé, nos Braços de Deus, para poder sentir Sua Vontade e Seu Querer a cada novo passo da vida.

O vazio os mantém na Lei da Impermanência.

O vazio não permite o estático ou o que leva à inércia terrestre.

O vazio de si é um impulso que pode dar-lhes o espírito, de tempo em tempo, para que caminhos internos sejam desbloqueados e para que, uma vez abertos, os passos para a luz sejam dados em humildade.

O vazio de si não é arrogante, orgulhoso, nem ostentador do que não lhe pertence.

Vazio é vazio; é estar no nada para ingressar no universo do Todo.

O vazio de si é uma escola nova para os discípulos; é um caminho que os leva a encontrar a neutralidade e o sentido da vida interna. 

O vazio de si é premeditação e, ao mesmo tempo, sabedoria.

No vazio de si, aprende-se a calar.

No vazio se encontra uma porta para a liberação interior.

O vazio de si nunca oscila, sempre está preparado para os novos desafios.

Agradeço-lhes por responderem ao Meu chamado!

Abençoa-os,

Sua Mãe, Maria, Rosa da Paz

 

MENSAGEM SEMANAL DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NA CIDADE DE LIMA, PERU, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Contempla, então, em tuas orações, este mundo e vem em direção aos Altares Celestiais para clamar por um mundo ferido e sem amor. 

Jamais te esqueças, filho, de que, mais do que clamar por ti mesmo, por tua evolução, és chamado a clamar pelo mundo. Ainda mais te direi: deixa tuas necessidades aos Pés de Deus e segue elevando-te ao Coração do Pai, para colocares ali aqueles de teus irmãos que mais necessitam. 

Percebe que o tempo passa e as provas da humanidade não cessam, mas crescem a cada dia, porque assim ditam as Leis do Apocalipse e da definição humana.

És chamado a estar em paz e, com paz em teu coração, ser uma ponte entre o mundo perdido e o Coração de Deus, para que a humanidade não perca jamais a sua conexão com a Fonte. 

Mais do que os teus afazeres, inclusive quando obras para o Plano de Deus, mais do que a tua transformação, inclusive quando ela transforma a consciência humana, lembra-te, filho, de clamares pelo mundo e de cantares e orares duas vezes, por ti e pelos que não oram e não conhecem a Deus.

Assim como o Pai enviou o Seu Filho para carregar a Cruz por ti quando estavas adormecido, assim te despertou o Amor de Deus, para que hoje sejas o intercessor para as almas que estão perdidas e para que não apenas carregues a Tua cruz, mas a de toda a humanidade. Essa cruz se carrega no silêncio do espírito que vive o sacrifício com gratidão e que, diante do cansaço, oferece a Deus um pouco mais, clamando por misericórdia para este mundo. 

Tua maior missão é no desconhecido, assim como a maior Obra do Filho de Deus foi oculta, porque o que Ele trouxe ao mundo até hoje é incompreensível para a humanidade. 

Se Cristo, parte de Deus Vivo na Terra, não foi compreendido pelos homens, não busques tu este caminho, mas antes imita-O e faz triunfar o amor pela intercessão de Seu Verbo, que se eleva no secreto e, no poder de uma oração oculta, traz a misericórdia para este mundo.

Eu orarei contigo.

Teu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

MENSAGEM SEMANAL DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO DESERTO DE CHILCA, PERU, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Contempla a essência solar que é entregue às criaturas, através dos tesouros espirituais que Deus oculta no profundo dos seres. 

Contempla a essência solar que é entregue às criaturas através do “sim” que uns poucos emitem ao Universo, esquecendo de si mesmos e entregando ao Pai as próprias vidas em prol da evolução humana e, mais do que isso, em prol da evolução de todos os Universos e da renovação que vive o próprio Deus, quando os Seus filhos dizem “sim”.

Entra no deserto de teu interior e acompanha as cerimônias sublimes que se levam adiante no silêncio, enquanto a humanidade, distraída, busca uma saída para os enredos e o caos de suas próprias vidas.

Contempla a essência solar que Deus entrega aos Seus filhos, tão invisível, mas tão palpável como o vento. 

Esta luz, que não provém deste mundo, não é apenas como o Sol que ilumina os seus dias, ela não se revela aos que não a querem ver. Por isso, ingressa, filho, no deserto de teu coração e recebe ali o que Deus vem te entregar. 

Como os patriarcas que se abriam para um novo ciclo e despertavam a fé em um Deus Único, que lhes falava ao coração e despertava a consciência, entra também tu no deserto de teu espírito, aberto a um novo ciclo, disposto a uma nova Lei.

Sei que, para ti, muitos mistérios não são palpáveis e muito menos alcançáveis diante de tua imperfeição, mas hoje Eu te levo ao deserto e te mostro um lugar onde o vazio é real, onde te tornas um vaso novo, disposto a um novo ciclo e a um novo aprendizado interior. 

Apenas toma as Minhas Mãos e ingressa Comigo neste deserto e, como os povos de outrora, deixa-te renovar por Deus.

Eu te guiarei e te abençoarei neste caminho.

Teu Pai e Amigo, 

São José Castíssimo

MENSAGEM ESPECIAL DE CRISTO JESUS TRANSMITIDA PARA A 54ª MARATONA DA DIVINA MISERICÓRDIA, NO CENTRO MARIANO DE AURORA, PAYSANDÚ, URUGUAI, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN

Primeira Mensagem

Meu Silêncio também fala por Deus, e revelo nesta noite Minhas Cinco principais Chagas, para derramar Meu Sangue sobre os justos, sobre os que perseveram e fazem digno Meu Nome, enquanto alguns dos Meus calçam suas sandálias para seguir seus próprios caminhos e afastar-se de Mim.

Hoje ofereço Minha Agonia pelos que ainda estão aqui, e ao Meu lado.

E se confiaram até agora em Mim, só lhes posso dizer, companheiros, que algum dia Me encontrarão e nesse dia recordarão que tudo o que disse não foi em vão.

Não sofram pelos que derrotam a si mesmos.

Amem pelos que não amam, tenham caridade pelos que não servem e sejam misericordiosos pelos que ultrajam Meu Sagrado Coração.

Tudo o que dei aos Meus algum dia retornará ao Pai, e nada se desperdiçará.

Por isso, quem não sabe cuidar de Meus Tesouros deve pedir-Me ajuda, sincera e aberta, para que Eu possa interceder; enquanto isso não acontecer, não haverá como converter o impuro em puro, não haverá como transformar o que é resistente em flexível.

Tudo faz parte de uma Lei, e se o mundo sai da Lei para viver sua própria vontade, sofrerá a Lei, porque a Lei está para gerar justiça, igualdade e soberania.

Ninguém pode transgredir as Leis de Meu Pai como se nada tivesse acontecido.

Tenho a permissão de perdoar e de absolver, mas não tenho a permissão de permitir injustiças e rebeldias.

Porque quem não foi digno de levar Meus Tesouros onde vai parar? Quem o conduzirá? E como sobreviverá?

A energia divina que Eu derramo nunca é desperdiçada nem tampouco usada em vão.

Os homens creem que sabem tudo e riem talvez de Minhas Palavras ou de Meus Pedidos, mas recordem, companheiros Meus, que tudo o que Eu lhes digo, de tempos em tempos, já foi pensado por Deus.

Grande parte da humanidade não aceita viver Minha Vontade porque sabe que sua própria vontade deverá morrer algum dia, e esse será o grande momento de dar o grande passo no amor e na evolução.

Hoje não vim dedicar esta mensagem aos que foram injustos ou rebeldes.

Hoje vim aqui para estar com vocês e com os que, sem compreender absolutamente nada, vivem Meu Chamado e confiam cegamente.

Se Judas uma vez Me traiu, acaso os homens não poderiam trair- Me pela segunda vez?

A história torna a se repetir, e é doloroso poder vê-la.

Ninguém pode ocultar-se a essa verdade. Eu só lhes peço que aprendam a morrer para si, para que seus inimigos internos não os condenem, assim como alguns já foram condenados antes de entrar na vida eterna, ficando sem ela.

Porém, nada ficará sem resolver-se, companheiros.

Porque, assim como Sou um Deus de Misericórdia, Sou um Deus de Justiça. E a Justiça de Deus está plena do Amor do Pai; mas ela não pode ser julgada nem tampouco tentada por nenhuma criatura deste planeta.

Hoje levo sobre Minha Cabeça a Coroa de Espinhos para representar neste dia a flagelação que vivo pelos ingratos e pelos soberbos de coração.

Se Meu Amor ainda não pôde chegar a eles, ensinem a todos, filhos Meus, para que possam chegar ao Meu Amor antes que seja demasiado tarde para que as almas se arrependam.

Hoje venho como o Deus da Justiça e da Soberania, sem deixar de derramar Minha Divina Misericórdia.

Para que Eu possa renová-los, devem morrer para si mesmos, e isso se consegue com a obediência e a confiança que muitos hoje não querem viver; por isso sofrem, por isso se perturbam e não encontram saída.

Mas aqueles a quem Eu dei tudo, porque os escolhi, algum dia deverão dar conta ao Pai Celestial.

Torno a repetir, companheiros, a energia celestial não se desperdiça, nem tampouco se ultraja.

Quero que reparem Meu Coração pelos que mentem, pelos que se distanciam de Mim e Me rejeitam, pelos que são ignorantes e estão cegos, pelos que não creem no amor do coração nem na regeneração da vida, pelos que Me dão as costas, pelos que Me fazem sofrer e Me envergonham, calçando suas sandálias para abandonar-Me.

Porém, hoje lhes digo que tudo isso Eu já sabia, desde o Horto Getsêmani até a Cruz.

Judas Me entregou para que Eu pudesse amar o mundo em sua condição mais mortal e humana.

Hoje revivo Minha Igreja Celestial nos que são bem-aventurados, nos que honram Meu Nome e Meu Evangelho, vivendo-o todos os dias, apesar das imperfeições e das dúvidas.

Hoje quisera que brotasse de seus corações um amor incondicional, capaz de superar todas as provas, todos as indiferenças e todos os obstáculos.

Não desejo que sejam melhores que os demais, senão mais humildes que os que são humildes e não o sabem.

Deus derrama Sua Graça para os que são mais miseráveis, por isso Eu escolho os mais imperfeitos para poder servir-Me e realizar Minha Obra, a ponto de que Minha Presença e Meu Coração forjem a liberação das resistências e de tudo o que é arcaico.

Quando lhes chegar esse momento, companheiros, não desistam e repitam quantas vezes for necessário: "Jesus, eu confio em Ti".

Assim, uma porta inexplicável de liberação se abrirá, e seus corações serão aliviados, e já não existirá temor, porque haverão confiado no Nome do Senhor.

Eu venho aqui para celebrar este reencontro com Aurora e deixar para atrás os que profanaram Meu Nome e o sujaram com seus exemplos e suas palavras.

Eu venho aqui, a Aurora, para honrar Meu Pai, Emmanuel, para que Ele volte a descer, com Seu Raio de Liberação e de Cura, em todas as almas que participarem da bênção da Cruz Azul.

Virei especialmente abençoá-la no dia 5, à noite, quando já tiverem orado durante todo o dia ao Meu Coração Misericordioso.

E chamei sete Anjos Regentes para que depositem na Santa Cruz os sete poderes da Redenção para as almas:

Primeiro, o arrependimento.

Segundo, a introspecção.

Terceiro, o perdão.

Quarto, a cura interior.

Quinto, a reconciliação.

Sexto, a transformação interior.

Sétimo, a transfiguração interior.

Esses sete poderes descerão sobre a Cruz Azul quando ela for contemplada como a Vitória de Emmanuel sobre a Terra e para voltar a consagrar os Centros Marianos ao Plano do Criador.

Emmanuel virá para ver a união e a congregação de Seus filhos durante este dia e, assim, concederá uma expiação para o Uruguai e para o Cone Sul.

E aqueles que se prostrarem diante da Cruz serão perdoados, porque o Pai, que está nos Céus, espera pelo grande amor de Seus filhos, pela grande confiança de Suas criaturas, pela reparação de todos os pecadores.

Alegrem seus corações, porque um novo ciclo começará sob o estandarte universal da Cruz de Emmanuel.

Bem-aventurados serão os que crerem em Seu Poder, porque vencerão os assédios, e o adversário perderá a milhões de almas que conquistou, porque a Santa Cruz, uma vez iluminada, chamará as essências em Aurora e nos demais Centros Marianos onde se elevar a Cruz de nosso Pai Eterno.

Infelizes serão os que hoje não estão aqui para este grande acontecimento, porque, se tão somente tivessem confiado, suas amarras teriam se liberado e suas dívidas teriam sido perdoadas.

A Confiança de Deus se conquista com o amor do coração, e não com a mente.

A mente é um meio para levar adiante o Plano de Deus, mas não para dirigi-lo nem para  concretizá-lo.

Se o amor não está em seus corações, não podem viver o Plano de Deus; não tentem, porque fracassarão, como alguns fracassaram.

Os que calçaram suas sandálias e se afastaram de Mim estão escritos na última folha de Meu Livro Sagrado; não ficará pedra sobre pedra, isso já não é uma teoria.

Que se arrependam as almas antes do tempo da grande tribulação.

Ai daqueles que Me deram as costas, porque recordarão vivamente tudo o que já não têm, porque perderam o estado de Graça e saíram da guia de Minha Mão.

Mas, confiem, porque tudo será encaminhado, e os que já não poderão estar aqui estarão em outras moradas para aprender a amar, desde o princípio.

Os que Me negaram conhecerão o Dom do Temor a Deus, e quando esse Dom descer, em pouco tempo tudo estará consumado.

Celebrem pelos que estão vivos de coração e orem pelos que estão mortos em espírito.

O legado que Eu dou aos que chamei não se pode desperdiçar nem alterar.

Enquanto isso, aferrem-se à Cruz Azul de Emmanuel, porque assim não só Me ajudarão a carregar o mundo e a humanidade, mas seus corações e vidas se elevarão em união ao Pai pelas asas que ela expressa.

Que esta Maratona seja dedicada como uma entrega maior pelos que Me ofenderam, pelos que Me ferem, pelos que sujam Meu Nome.

E, com todas as suas orações e súplicas, poderei dizer ao Pai, assim como disse na Cruz, antes de expirar:

"Pai, perdoa-os, porque não sabem o que fazem.
Perdoa-os, Pai, porque não Te vivem nem Te sentem;
porque não Te chamam nem Te suplicam, com humilhação e renúncia.
Perdoa-os, Pai, e coloca-os em Teu Reino para que, algum dia, sejam Teus dignos filhos.
Amém".

Enquanto Minhas Chagas doem pelos cravos dos ingratos, Meu Coração se alivia com o pranto dos justos.

E, assim, tudo se recria, tudo se transforma, e as almas participam da comunhão com Meu Espírito.

Que nesta Maratona se reviva o compromisso de Meus soldados com Meu Sagrado Coração; que suas cabeças, pés e mãos sejam lavados e purificados pela Água de Vida, para que rebrote em seus corações a doação incondicional de si e o serviço aos semelhantes e aos Reinos deste planeta.

Pai da Humildade e do Amor,
Senhor da Misericórdia e da Justiça,
Eu Te ofereço este Sacramento em nome dos que ainda Me seguem e persistem,
para que, por meio de Tua Graça e de Tua Sabedoria,
Meus exércitos, Meu soldados e Meus companheiros
cumpram o porvir de uma nova e fraterna humanidade.

Que assim seja. Amém.

Como todas as vezes em que Me encontro com vocês para que Me revivam, sintam-Me e escutem a vibração e o poder de Minha Mensagem, neste espírito da reparação e da consolação desejo escutar uma canção para que Minhas Chagas dos Pés, das Mãos e de Meu Lado se fechem, e Eu também, como aprendiz da Obra do Criador, possa reviver o que uma vez o Pai Me mostrou no Horto Getsêmani, quando as gerações futuras, quando todos os Meus seguidores fariam digno Meu Projeto neste planeta.

"Cristo és Tu". (Canção solicitada pelo nosso Senhor).

Esse é o Meu pedido para seus Cristos internos e para os que hoje não estão aqui, entre nós.

Eu os abençoo e os preparo para uma Maratona de interiorização e de reconfirmação de votos; para que façam conhecer ao mundo que existe uma Cruz Azul, que desce como Projeto à Terra para salvar as almas mais perdidas.

Bem-aventurados os que choram, porque serão consolados.

Bem-aventurados os que persistem, porque serão fortalecidos.

Bem-aventurados os que confiam, porque terão sabedoria.

Bem-aventurados os que amam, porque conhecerão o Reino de Deus.

Amém.

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

MENSAGEM DIÁRIA DE MARIA, ROSA DA PAZ, TRANSMITIDA NA CIDADE DE MAR DEL PLATA, BUENOS AIRES, ARGENTINA, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN

Aos Valentes

Queridos filhos,

Hoje sua Mãe Celeste dedica esta mensagem de paz e de consolo aos que desapareceram há quase um mês no Oceano Atlântico.

Quisera que todos os Meus filhos, especialmente os da Argentina, soubessem que os 44 valentes estão em Meu Colo de Mãe, como também suas famílias, que foram espiritualmente consoladas por Meu Imaculado Coração.

Nestes tempos definitivos, em que toda a vida planetária está em jogo, certos grupos de almas neste mundo se oferecem ao Criador para que muitas almas mais aprendam a perceber que os tempos e os acontecimentos mudam inesperadamente.

As almas que oferecem suas vidas e suas famílias para que milhões mais aprendam que é urgente sair do hipnotismo e despertar para a vida do espírito, fazem-no em sacrifício interior, a fim de gerar na humanidade uma mudança muito grande.

Os 44 valentes chegaram a este mundo para ensinar a humanidade sobre a imperiosa necessidade de buscar, nestes tempos, a Vida superior e de unir-se na Confiança de Deus.

Eles deixaram para todos a memória de que a vida não termina aqui neste plano material, mas que continua adiante por meio da alma de cada ser.

Eles ensinaram, com sua entrega, que a Verdade a tem Deus e que, nos momentos críticos e nas situações limite, só lhes bastará ir ao seu interior para poderem encontrar-se com Deus e unificar-se em Sua Divina Vontade.

Neste tempo, em que situações desconhecidas se apresentam na vida das pessoas, é importante, queridos filhos, perceber que, se em verdade não estão unidos em obediência a tudo o que provém do Alto e que é Lei verdadeira, não poderão estar em justiça e em equidade para com seus semelhantes.

Hoje lhes peço que recordem a mensagem que os valentes deixaram, a mensagem de um profundo e misterioso silêncio no fundo do mar.

Essa mensagem representa, apesar dos acontecimentos, a oportunidade de silenciar-se e de buscar uma resposta verdadeira no próprio interior, para que, a partir dali, tudo seja aclarado com Sabedoria e com um Amor maior.

O Universo fecha um ciclo interno com este acontecimento, que sempre chamará e convocará as consciências para a necessidade de que todos os dias repensem suas vidas e saibam que, acima de tudo, têm que estar nas Sagradas Mãos de Deus para viver e atravessar o que, em muitos casos, é inexplicável e não está ao alcance da própria humanidade.

Com tudo isso, queridos filhos, convido-os neste dia, a amar o desconhecido, o que não tem resposta concreta e que algumas almas se oferecem para viver por muitas mais, para que a maioria dos corações algum dia reconheça que a existência e a vida não é só material, que tudo parte do que é infinito, imaterial, que provém da Fonte Criadora e que, para a maioria dos seres, é um grande mistério.

Amando o que não conhecem, vivendo o que o Universo lhes apresenta dia a dia, aprenderão, filhos, a viver a Redenção, o caminho para a unidade interior e a comunhão com a Existência Divina, aproximando-se, assim, da verdadeira realidade e abandonando o que é materialista e satisfaz o ego.

Convido-os, como os 44 valentes, a penetrar o mistério do desconhecido, do que desde o Princípio existe nesta Criação e provém de Deus.

Convido-os a experimentar a união com a Vida Universal.

Agradeço a todos os presentes por estarem aqui hoje, por haverem respondido ao Meu chamado e por haverem orado de coração pelas famílias dos 44 valentes.

Ama-os e os abençoa,

Sua Mãe, Maria, Rosa da Paz

MENSAGEM SEMANAL DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Filhos, quanto maior for o compromisso de uma alma, maior será o desafio de sua consagração, porque mais almas estão vinculadas com o seu passo e, sendo assim, a sua definição resultará no despertar e na redenção de muitos seres.

Quanto maior for o compromisso de uma obra, maiores serão os desafios para manifestá-la, porque o adversário de Deus não silenciará diante do eco da Voz do Criador.

Peço-lhes que sejam firmes, valentes e unidos de coração; que mantenham sua fortaleza em Cristo, no universo e em todas as revelações que já conhecem, para que, assim, compreendam que o triunfo de Deus vai além desta vida.

A humanidade vive extremos opostos de despertar e de profunda ignorância, de amor e de muita maldade, e a batalha entre o estabelecimento da paz e das trevas se verá em todos os níveis de consciência.

O que nunca deve existir em seus corações é a ira, porque toda ira que provenha do coração humano apenas alimenta o que o adversário está tentando construir.

Vocês não serão indiferentes frente ao que acontece no mundo e, diante dos ataques do adversário, aumentarão em si o poder da paz, da unidade e do amor. Vocês se valerão de cada prova para crescer e fortalecer a própria fé e, assim, não permitirão que o adversário de Deus encontre combustíveis para seguir acendendo a fogueira das ilusões, das perdições e do engano.

Cada ser será conhecido por seus próprios frutos. Esta obra será reconhecida por seus frutos porque semeará a paz e a fará florescer e multiplicar-se nos corações.

Enquanto as falsidades emergem dos seres e todas as mentiras ficam visíveis para todos, também as virtudes devem emergir. Unam-se apenas à luz e não vejam as mentiras alheias como forma de se defender e se justificar, porque esta batalha não deve ser competitiva de sua parte, sequer com a mente.

Para dissolver a escuridão e deixar que o mal se envenene consigo mesmo, é preciso não beber desse veneno e sim beber da Fonte de Cristo, que vence em silêncio e na cruz a luta das falsidades, os ataques e as difamações.

Filhos, pacifiquem o seu interior e orem pelos seus irmãos. Hoje, o Coração de Deus está mais ferido e Cristo ora diante de Seu Pai pela ignorância daqueles que novamente se permitem ser instrumentos do mal.

O Senhor espera que haja unidade entre os Seus companheiros e isso deve ser construído por aqueles que estão mais conscientes dessa necessidade. Por isso, orem e peçam que Cristo ingresse nos corações de todos os homens, purifique suas misérias e torne verdadeiros aqueles que dizem seguir o Seu Nome.

Nunca percam de vista o exemplo do Redentor e lembrem de não alimentar o mal, sequer em pensamento.

A Sagrada Família retorna para ensiná-los que é apenas no amor, no silêncio e na vivência da verdade, que já conhecem, que vocês podem fazer triunfar o Plano de Deus.

Sigam o Nosso exemplo e não temam viver e anunciar o que lhes pedimos, porque – apesar de toda a resistência, de parte da humanidade, em perder a sua potestade sobre as coisas do mundo – existem muitos que necessitam despertar para cumprir com sua missão.

Um dia, todos se valerão do que lhes ensinamos para dar o seu último passo, não importando se estiveram contra ou a favor da Obra de Deus, porque a verdade emergirá além da vontade humana.

Eu os amo e lhes deixo Minha Bênção,

São José Castíssimo

MENSAGEM PARA A APARIÇÃO EXTRAORDINÁRIA DA FESTA DA MÃE DA DIVINA CONCEPÇÃO DA TRINDADE, NO CENTRO MARIANO DE AURORA, PAYSANDÚ, URUGUAI, TRANSMITIDA POR MARÍA, MÃE DA DIVINA CONCEPÇÃO DA TRINDADE  AO VIDENTE FREI ELÍAS

Encontre-Me no silêncio deste mundo.

Descubra-Me no coração de todos os Meus filhos orantes.

Eu sou a Voz Suprema que provém do Universo.

Eu sou a Ave que sobrevoa a Paz Celestial.

Eu sou a Mensageira do Caminho.

De Mim renascem os corações que caíram.

Eu conduzo a todos ao Reino Maior.

Sou a Mãe da Eterna Graça.

Aquele que busca Me encontrará; aquele que Me chama Me escutará.

Eu sou a doce voz que provém do Verbo de Deus.

Sou a Mãe de todas as criaturas.

Eu sou o caminho direto ao Meu Filho.

Sou quem acolhe todas as suas súplicas.

Sou a que entende seus problemas; também Eu sou quem os resolve.

Sou uma parte da Luz Infinita.

Eu sou Filha e Mãe da Trindade.

Sou o Espelho Maior que irradia Justiça.

Sou o Espírito da Paz.

Minhas palavras provêm do Verbo Divino e o Verbo Divino nasce de Deus.

Eu sou a Filha do Altíssimo. Sou Sua Mensageira Fiel e Sua Senhora Universal.

Sou a Mãe dos que estão perdidos; também Eu sou a mãe dos que estão no Caminho.

Eu sou o Escudo contra todo mal, porque Minha proteção reside no Absoluto Amor.

Estou em auxílio dos que Me chamam;

Eu escuto com atenção as necessidades dos Meus filhos.

Sou a Mulher Vestida de Sol, aquela anunciada no Livro Sagrado.

Sou a Palavra de Vida junto a Meu Filho.

Eu sou a Mãe Universal.

Sou a que revela os mistérios para os que estão distantes de Deus.

Eu venho em busca dos valentes, também Eu venho em busca dos adormecidos.

Em Meus braços repousa a Nova Geração que nascerá como a Nova Humanidade.

Eu sou a que gesta o Novo Tempo.

Sou a Obreira que prepara a vinda do Salvador.

Eu sou a que ordena os mundos internos.

Eu sou a Mãe da Luz Maior.

Quem recorre a Meu Coração sempre será acolhido, quem busca consolo sempre o encontrará.

Eu sou a Senhora do Grande Pensamento Divino.

Sou a Mestra da Oração. Sou a que reúne em Minha Escola os discípulos para que aprendam a amar a união com Deus.

Eu sou a Estrela incandescente.

Eu sou a Rainha da Santa Paz.

Minha Graça brota do Coração de Deus e manifesto a todos o grande milagre de Amor.

Sou a Mãe que cura as feridas.

Eu sou a Imaculada e Poderosa Companheira de Cristo.

Eu sou a que lhes ensina o Evangelho. Sou a que lhes pede que amem a instrução.

Eu sou a Estrela Guia dos navegantes do caminho espiritual.

Sou a querida Mãe Maria. Eu sou a que lhes ensina sobre a humildade.

Quem vive em Mim viverá o amor ao sacrifício e se tornará uma fonte de constante doação.

Eu sou o Portal ao Infinito.

Sou o Imaculado e Sagrado Coração.

Sou a que irradia os novos princípios para os que se unem à simples oração.

Sou a Governanta do Universo. Eu sou o Espírito Onipresente do Amor Materno de Deus.

Neste dia especial, Eu sou para todos. Sou a Mãe da Verdade e do Amor.

Quero que no mundo celebrem o dia da Divina Concepção.

Aqueles que o fizerem se unirão perfeitamente ao poder da manifestação de Minha Face da Trindade.

Agradeço por este dia ser de alegria e gratidão para todos.

Uno todos a Meu Imaculado Coração, porque sou para vocês a Rainha da Luz e da Redenção.

Amo-os e os protejo.

Amparo-os e os guio.

Agradeço-lhes por responderem ao Meu chamado.

Maria, Mãe da Divina Concepção da Trindade

MENSAGEM EXTRAORDINÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA

Escute em seu coração a história que vou lhe contar. Deixe que Minhas palavras fluam como água pura do rio de sua mente e que os mistérios de Minha vida corram dentro desta água com a mesma harmonia. Confie no compromisso que seu coração tem Comigo, porque muito pouco é o que o mundo sabe sobre esta história e muito pouco continuará a saber, até que ingresse no Reino dos Céus.

Nasci de uma gestação de infinita pureza, preparada pelos anjos, como se criassem uma flor, quando era Minha alma que crescia no ventre de Minha santa mãe. Chamo-a santa, porque sobre ela desceu o Espírito Santo e, através dos sonhos, foi preparada pelos anjos para compreender a maternidade que viveria, de uma criança pouco comum para a época.

Minha mãe cantava-Me ao coração, orava e preparava sua gestação com profundo amor; amor que Deus lhe infundia, para inspirar a Sua criação, que seria a semente do que viria a ser José, o chamado filho de David.

Nasci e cresci acompanhado dos anjos. Minha santa mãe, ornada pelo Espírito Santo, foi quem primeiro Me ensinou a realizar as primeiras obras de caridade. Ensinou-Me que, para o próximo, deveria ser ofertado sempre o melhor e, quem assim procedesse, dando ao próximo o que de melhor possuísse, receberia de Deus o que Ele mesmo tinha de melhor no Reino dos Céus.

Desta forma, fui compreendendo as Leis de Deus, que eram muito diferentes das leis da Terra e, quanto mais Minha consciência infantil mergulhava neste Reino, mais Me via fora de todas as leis do mundo, sobretudo das leis da matéria, as que prendem o homem e o fazem refém das energias capitais.

Dotado de profunda união com Deus, o Senhor não permitiu jamais que as leis da Terra atuassem sobre Minha consciência juvenil.

Aprendi do trabalho e da solidão, do silêncio, da oração e do jejum e, nestes hábitos diários, cresci. De família simples e pobre, assim foi se refletindo a vida em Minha alma; cresci simples e pobre das coisas do mundo.

A solidão ensinou-Me a humildade, pois na solidão aprofundava-Me nos mistérios da Fé e na ciência do Reino de Deus, o que Me fazia compreender dia a dia, quão pequeno era, diante da Grandeza de Deus Altíssimo.

É verdade que fiz voto de castidade aos 12 anos. Em verdade, a castidade e a pureza Me foram infundidas por Vontade Divina e eram virtudes naturais de Meu pequeno ser. Quando aos 12 anos compreendi parte da Vontade de Deus para Minha pequena consciência, confirmei-Me nesta Vontade e ofereci o voto de castidade perpétua.

Não apenas este voto fiz diante de Deus, mas também Lhe prometi ser eternamente serviçal, em todas as coisas, enquanto vivesse e ainda na Eternidade. Seria Seu fiel servo e obreiro, servindo eternamente à Sua Santidade e a todos os Seus filhos, aqueles mais necessitados.

Quando Me casei com Maria, encontrei Nela também a perfeita caridade, da qual fomos exemplo como família e como pessoas.

Todo trabalho realizado por Minhas mãos era ofertado aos pobres – os mais pobres que nós – e como havia aprendido de Deus, quando dava aos que necessitavam, por Obra e Graça do Espírito Santo, recebíamos em nossa mesa tudo quanto necessitávamos nós para subsistir.

Maria era exemplo de caridade também espiritual. Formava no Amor a Deus todos quantos necessitavam, desde as anciãs às mais jovens, estando sempre rodeada de mulheres de Nazaré e de Jerusalém.

Em Meu trabalho de carpinteiro, exercia o ofício sempre unido à Vontade do Senhor e isto permitia que os instrumentos confeccionados fossem dotados do Espírito Santo. Muitos milagres aconteceram, dentro e fora de Meu conhecimento; milagres sobre os quais, pedia perpétuo silêncio aos que os recebiam e atribuição total à Graça Divina e à Sua Santa Vontade e Obra.

Em Minha carpintaria, formava os jovens e as crianças de Nazaré, dentre os quais o Menino Jesus, que mais Me ensinava do que aprendia. Com Sua presença, os milagres, realizados através dos objetos que confeccionávamos, começaram a crescer.

Como nossas confecções eram feitas para gente muito pobre, mas de muita fé, não lhes custava acreditar nas Obras do Espírito Santo e, embora profundamente agradecidos àquela família tão misteriosa de Nazaré, vendo tão grande humildade e pureza, não hesitavam em atribuir estas santas obras a Deus.

A vida de José foi uma vida sobretudo de silêncio, de trabalho e de oração. Diz o Senhor que este é o Arquétipo da vida consagrada; uma vida que existiu há tantos anos e que para muitos pode ser considerada como ultrapassada, mas que veio revelar ao mundo o Arquétipo das famílias sobre a Terra.

José e Maria se completavam nas virtudes e na devoção, no Amor a Deus e nos cuidados com Jesus. Jesus aprendeu, em Sua infância, das virtudes de Seus pais e sobressaiu em todas, crescendo nelas e ensinando aos Seus humilíssimos pais a viver sob a Lei de Deus.

A Sagrada Família era o complemento de perfeita santidade, Obra puríssima do Criador, vista desde os mínimos detalhes e preparada não apenas em José e Maria, mas em todas as últimas 14 gerações de ambos os pais de Jesus.

Estas gerações foram crescendo em santidade e pureza, para ofertar aos dois santos a santidade mais pura que pudesse existir sobre a Terra e, desta união perfeita poderia nascer, protegido do mundo e amparado pelo Espírito Santo, o Filho dileto de Deus, Seu primogênito, Jesus Cristo.

 Os escritos que há na Mística Cidade de Deus se complementam com o que consta do Evangelho.

Tudo deve ser lido e estudado com o coração, para que através dele seja transmitido.

Que nasça primeiro em seu coração esta devoção, que depois percorrerá o mundo.

Seu amado Irmão e Instrutor, São José Castíssimo

Quem somos?

Associação Maria
Fundada em dezembro de 2012, a pedido da Virgem Maria, a Associação Maria, Mãe da Divina Concepção é uma associação religiosa, sem vínculos com nenhuma religião instituída, de caráter filosófico-espiritual, ecumênico, humanitário, beneficente, cultural, que ampara todas as atividades indicadas através da Instrução transmitida por Cristo Jesus, pela Virgem Maria e por São José. Ler mais

Contato