Mensagens Anteriores

dez

29

Sexta-feira, 29 de dezembro de 2017

Mensagens semanais
MENSAGEM SEMANAL DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, PAISANDÚ, URUGUAI, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Filho, às portas de um último e definitivo ciclo para a humanidade, clama por misericórdia e discernimento, para que teus passos sejam corretos e o caminho por ti escolhido te leve sempre ao Coração de Deus.

Às portas de um último e definitivo ciclo para a humanidade, deixa-te inundar pela Humildade que provém do Coração de Deus.

Teu Senhor já começa a dar os primeiros passos em direção à Terra e não serão os ouros do mundo que te farão brilhar diante dos Olhos de Deus, para que Ele te encontre. Será a pérola revelada em teu coração, quando limpares e purificares o lodo de tuas misérias, que será para Deus o sinal e o selo, para que Ele encontre os redimidos sobre a Terra.

Às portas de um último e definitivo ciclo para a humanidade, não deixes que a vergonha e o medo de ver-te humilhado sejam maiores do que a Graça de alcançar a humildade. Deixa-te desnudar das coisas do mundo e que a ele só pertençam as suas vaidades.

Chegará o dia em que Deus buscará receber de ti a multiplicação dos tesouros a ti entregues, mas se não os tiveres conhecido, como haverás de multiplicá-los?

Deus não te entregou as riquezas da Terra, mas virtudes ocultas no coração às vezes encobertas, inclusive, por destrezas e boas aparências, mas que, na verdade, não são o que o teu Criador espera de ti.

Às portas de um último e definitivo ciclo para a humanidade, busca em teu coração a virtude maior da rendição, o tesouro da fé, a riqueza da caridade, a alegria da entrega. Céu e Terra passarão, mas o que Deus colocou em teu interior se multiplicará.

Rende-te, como Deus rendido feito criança nos braços de Maria Santíssima.

Rende-te, como o Criador escapando da morte para o Egito, em profunda entrega nas mãos dos Seus Santos Filhos, feitos ali os Seus Pais.

Rende-te, no silêncio de Deus, negado na terra que elegeu para santificar, caminhando para povos distantes que soubessem ouvi-Lo.

Rende-te, como o Deus que sabe perdoar, que atira sobre o chão a pedra dos pecados dos homens e não lança a estes senão Perdão e Misericórdia.

Rende-te, como o Cristo, que – sendo perfeito – Se sentou à mesa dos pecadores e, convidando-os como são, os perdoou e redimiu seus pecados.

Rende-te e transforma a solidão, o sacrifício e a dor da cruz em um real e perfeito amor, que cruza e transforma os Universos.

Rende-te, como o Deus rendido à morte, mas também rendido ao mistério da fé, que devolve a vida e ressuscita com Aquele que morreu por ti, que hoje vive para te ensinar a voltar à vida.

Às portas de um último e definitivo ciclo para a humanidade, filho, rende-te e já não julgues, não critiques, não difames, não finjas e não peques mais.

Teu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

dez

22

Sexta-feira, 22 de dezembro de 2017

Mensagens semanais
MENSAGEM SEMANAL DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, PAISANDÚ, URUGUAI, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Quando Deus te chama a cumprir com Seu Plano, entrega-te um desafio e ao mesmo tempo te conduz ao cumprimento de uma Lei.

Se foste criado para manifestar um Pensamento Divino, que outra coisa haverás de querer senão viver este Propósito que o Criador tem para ti?

Mistério entre mistérios é a criação humana entre todas as criações materiais de Deus.

Mistério insondável, inclusive para os anjos que acompanham os homens sem compreender os seus passos, que outra criatura, reconhecendo que foi pensada com perfeição para um Propósito único, queira viver outra coisa, um caminho próprio, longe do que Deus pensou para ela?

Filho, a Vontade de Deus ainda te espera porque, para vivê-la, é necessário renunciar aos teus caminhos, render tua vontade e entregar-te a algo que desconheces e que, ao mesmo tempo, é o único propósito de tua existência.

Render-se ao amor é uma meta difícil, porque o Amor que provém de Deus, aquele que Ele te ensinou ao multiplicar-Se para dar vida aos Seus filhos, é doação, entrega, renúncia, vazio.

Deus abandonou Sua Soberania para dar a Vida.

Multiplicou-Se e escondeu Sua Perfeição nas misérias dos homens, para que um dia o Seu mistério fosse desvendado.

Mas o amor também é plenitude, é soberania, que se encontra na unidade, porque Deus volta a ser Único quando os Seus filhos se unem a Ele.

O amor também é Graça infinita e transbordante que se oculta no vazio, liberdade que se oculta na obediência, repouso que se oculta no serviço.

É o ato de receber que se oculta na entrega. É quando deres tudo de ti que receberás de Deus a riqueza que se oculta no vazio, o macro que se oculta no micro, o Todo que se oculta no Nada.

Quando Jesus nasceu, filho, Eu estive diante deste mistério feito vida e, a partir daquele momento, toda a Minha compreensão da evolução se converteu em uma única aspiração de ser tão pequeno quanto aquele Menino que ocultava em Si o Pai de toda a Vida.

Deus está dentro dos homens. Está escondido em ti. E este grande mistério só deixará de ser para ti uma história bíblica e uma teoria quando experimentares ser pequeno, quando te renderes ao nada.

Eleva, então, os teus olhos ao Céu, como Eu elevei quando saí da gruta de Belém para ver que o mesmo Universo que estava entre as estrelas se encontrava naquele pequeno Menino, e diz como Eu disse:

“Senhor, Teu Mistério é insondável, Teu Pensamento, incompreensível, mas Tua Vontade é imutável e invencível pois, não suportando a indiferença e a ignorância dos homens, Te fizeste pequeno, o menor deles e, carne de Sua carne, vieste à Terra. Teu Nada revela o infinito Amor de Teu Coração. Faz-Me nada Contigo para que um dia alcance a Graça de ter parte em Tua absoluta grandeza. Amém.”

Revela assim nos mistérios destes tempos e já não te enganes buscando em grandezas a Perfeição de Deus, porque ali encontrarás apenas misérias e confusões.

Olha antes para dentro de ti mesmo e deixa-te ser nada. Ali algo misterioso se revelará.

Teu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

dez

15

Sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

Mensagens semanais
MENSAGEM SEMANAL DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

A Arte de ser humilde para chegar a Deus e a Seus Mistérios

Ser humilde, filhos, apesar de ser simples, não é algo fácil para a condição humana.

A humanidade aprendeu, ao longo de sua evolução na Terra, a sempre ambicionar algo: conhecimentos, bens materiais e dons que engrandecessem a própria consciência e a autoafirmassem.

O homem, até hoje, apesar dos exemplos que já recebeu, ainda não aprendeu a amar a essência da vida na Terra.

Não lhes digo que ele não a conhece, porque sim, conhece-a e sabe que a Vontade de Deus se expressou em Seu Filho e que Seu exemplo foi como uma barca que remou contra a corrente da condição humana e lhe mostrou que os esforços da humanidade estavam indo no caminho contrário à sua verdadeira evolução.

Apesar de saber da essência do propósito de sua existência, a humanidade não ama esse propósito mais do que a si mesma, e aí radicam todas as raízes das resistências e dificuldades para manifestar verdadeiramente esse propósito.

Amar a Vontade de Deus mais que a si mesmo é lançar-se em um abismo onde o controle próprio não existe, onde as próprias ideias e vontades são sempre uma opção, mas não uma verdade.

Não lhes digo que ser humilde é ser indiferente, não pensar, não opinar, não participar da vida com o próprio discernimento.

A humildade está em saber que sempre há uma verdade que transcende as capacidades humanas de pensar, saber e discernir.

Sempre há uma verdade que está além do que os seres podem saber, e o caminho é a busca constante, a eterna tentativa de encontrar o caminho certo, mas sempre dispostos a serem corrigidos e iluminados para saírem da ignorância e do equívoco.

A humildade é a consciência de que, por melhor que atuem, pensem e sintam, sempre haverá algo mais, uma realidade que transcende suas possibilidades, e que, por si mesmos, sempre terão graus de ignorância que devem ser preenchidos à medida que se permitem corrigir, abrem-se para aprender e reconhecem que cada ser recebe uma parcela do Conhecimento Divino e com todos podem aprender e deixar-se complementar.

Não há ninguém sobre a Terra portador de uma sabedoria absoluta.

O grande mistério de Deus é que Seu Legado se repartiu entre todos os Seus filhos e, desde os mais miseráveis aos mais santos, todos têm uma peça para completar o quadro da plenitude.

Reconheçam, então, a própria ignorância e deixem que seus seres ingressem em um novo ciclo de maior humildade, porque, dispostos a aprender, poderão ensinar ao mundo em silêncio, e mais valerá o próprio exemplo que mil sermões e palavras ditas sem vida.

A vaidade não se oculta e não silencia por mais que suas bocas estejam fechadas e as mentiras circulem em seus pensamentos.

Tudo está visível.

Sejam apenas puros no que fazem, pensam e sentem.

Busquem a consciência de que nada sabem e poderão estar verdadeiramente aptos, não apenas para escutar as Palavras que provêm de Deus, mas para vivê-las. E já não as guardarão em seus livros ou em suas mentes, mas as escreverão com suas próprias vidas na história da redenção humana.

Eu os amo e os chamo a um novo e verdadeiro ciclo de vazio de si e de entrega absoluta.

Seu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

dez

08

Sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

Mensagens semanais
MENSAGEM SEMANAL DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Se os tempos finais tocam nas portas do mundo, abre-te para o Novo e deixa que se desvaneça o teu velho e ultrapassado ser. Abre-te para despertar uma fé inquebrantável. Abre-te para amar sem limites, inclusive quando és negado, humilhado e ofendido por aqueles que tentas amar.

Não deixes que as misérias deste mundo te sejam mais fortes e intensas que tua capacidade de ser misericordioso. Quantos motivos teve o teu Mestre e Rei para odiar os homens? Para não suportá-los? Para decretar diante de Seu Pai o fim da humanidade? E, no entanto, filho, Deus te revelou um mistério: o mistério de viver em Paz os tempos de guerra e de caos; o mistério de triunfar com a humildade e a renúncia, em um mundo de egoísmos, soberba e vaidade; o mistério de servir sem retornos, amar sem expectativas e morrer para dar a Vida.

Teu Senhor e Rei, teu Pai e Criador não veio ao mundo, através de Seu Filho, apenas para Amar-te, porque o Seu Amor é infinito, inexplicavelmente. Ele veio, como um sinal universal e divino, revelar um mistério insondável para toda a Criação. Veio para retirar os véus da consciência humana e revelar o profundo Amor que se oculta detrás das misérias dos homens.

A Cruz foi a água que lavou o lodo da humanidade e revelou as pérolas ocultas pela ignorância, pela falta de autoconhecimento, por não saberem quem são, de onde vêm e o que vieram fazer neste mundo.

A Vida de Cristo e Sua Cruz revelaram o propósito da existência humana e deram a conhecer, a toda a Criação, a potência deste Projeto Divino e por que o Pai ainda persiste com Sua Esperança posta sobre os homens.

Toma, então, a tua cruz e deixa que ela seja, para ti, a revelação de um grande mistério interior. Encontra o propósito de tua existência na imitação de Cristo e prepara-te para passos maiores, pois ainda te espera a cruz deste mundo, deste final de ciclo, a cruz que abre as portas para o novo tempo.

Medita no que te digo e encontra, todos os dias, a forma de transcender desafios, flagelações da consciência, verdugos das energias capitais deste mundo, e vive o Amor, vive a Paz e prepara o teu espírito para o novo tempo, quando teu exemplo anunciará à humanidade o novo propósito da vida humana.

Até aqui, a vida na Terra se sustentou pelo Amor alcançado por Cristo na Cruz, mas agora Deus te chama a um passo maior, porque é necessária uma mudança definitiva. Ele te chama a ser um multiplicador, um renovador da vida, uma ponta de lança para o novo tempo. E basta Amar sem condições.

Teu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

dez

01

Sexta-feira, 1 de dezembro de 2017

Mensagens semanais
MENSAGEM SEMANAL DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Que a pureza que irradia a Sagrada Família se estenda além de Nossos Sagrados Corações e chegue a cada lar deste mundo, transformando e curando a condição humana, trazendo a paz e resgatando a unidade entre os corações.

Que as famílias sejam o símbolo da restauração da vida humana, a possibilidade de que a humanidade volte a reconhecer a fraternidade e a reconciliação.

Que o Amor seja a base das famílias, que o respeito seja a sua proteção e a unidade seja a sua fortaleza. Que os filhos aprendam o melhor de seus pais. Que os pais também aprendam de seus filhos o novo e se deixem renovar pelos impulsos que chegam à Terra através das crianças que nascem neste tempo.

Se houver feridas em suas famílias, busquem o perdão e a reconciliação, para curar e cicatrizar o que está ferido nos corações. Orem por suas famílias, por seus filhos e por seus pais, por seus irmãos, avós, amigos.

Orem pelas famílias espirituais, pelas congregações religiosas, pelas igrejas, pelos templos e pelas reuniões de bem e de união com Deus, em que muitas vezes o Propósito do Pai se perde, pela condição retrógrada da humanidade.

É tempo de curar, perdoar e unir. É tempo de respeitar, compreender e aprender com o próximo.

Enquanto, para muitos, é custoso pedir perdão, para o inimigo de Deus muito fácil é semear a discórdia, a dor e o medo. Apenas o Amor pode curar uma consciência enferma, um coração fechado. Apenas o exemplo pode transformar as vidas dos que estão ao seu redor. Apenas a vivência da Verdade pode fazer com que as famílias recobrem o seu arquétipo. Porque é ali em que primeiro se devem viver o Amor e a Unidade, para depois expandi-los às suas nações, aos continentes, ao planeta, ao Universo, devolvendo ao Coração de Deus o que Ele lhes deu para desenvolver e multiplicar, desde o princípio.

Orem pelas famílias e tragam a Paz para o mundo.

Hoje os abençoo e lhes deixo o Amor e a Paz da Sagrada Família de Nazaré.

São José Castíssimo

Quem somos?

Associação Maria
Associação religiosa cristã e ecumênica que tem por finalidade difundir a mensagem universal de amor e de paz que Cristo Jesus, a Virgem Maria e São José transmitem aos monges da Ordem Graça Misericórdia, estimulando o crescimento espiritual através da oração e do serviço altruísta.

Contato

Mensageiros Divinos