out

28

Sexta-feira, 28 de outubro de 2016

Mensagens semanais
MENSAGEM SEMANAL DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NA SAGRADA CASA DE MARIA, MÃE PAULISTA, EM SÃO PAULO, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Filhos, pelo equilíbrio de toda guerra e de todo conflito no mundo, sejam mansos, pacíficos, fraternos e silenciosos de coração.

Pelo estabelecimento da paz, vençam tudo aquilo que, em vocês, os impulsiona a confrontar o próximo, seja para se sobressair, defender uma opinião, seja por não renunciar, por não aceitar as próprias dificuldades e as dificuldades do próximo.

Filhos, vocês já sabem que todo conflito no mundo é gerado pelo mal, mas também pela mente e pelo comportamento humano. Vocês sabem que tudo pode ser equilibrado quando geram atos de paz sinceros. Tudo pode ser transformado quando cada um assume sinceramente a transformação da própria vida. Por este motivo, peço-lhes que não apenas orem pela paz, mas que sejam pacíficos.

Como vocês pedirão a Deus que lhes conceda a graça necessária para que uma nação se pacifique, se dia a dia alimentam os conflitos e a falta de fraternidade entre os homens?

Um soldado deste exército de amor é mais do que um ser orante, é uma consciência que faz a diferença no abismo escuro da vida humana, porque dia a dia se esforça por vencer, em si, o que gera as guerras e os conflitos do mundo.

Renovem, filhos, a Campanha Semeando o Amor na Humanidade. Peçam e concedam o perdão, reconciliem-se todos os dias, porque – em um mundo de guerras – sempre haverá o que perdoar e reconciliar.

Semeiem o amor na consciência humana, fazendo da própria vida um jardim de paz, no qual as ações fraternas são fecundas e geram esperança para este mundo.

A paz deve ser um exercício permanente em suas consciências. Vocês devem fazer o exercício constante de pacificar, perdoar e se reconciliar. Cortem pela raiz as guerras e os conflitos do mundo, começando por vocês mesmos. Sigam o exemplo dAquele que pacificou primeiro e que, sendo o Filho de Deus, pleno de sabedoria e Graça, renunciou à Sua Vontade, ao Seu Parecer, à Sua Majestade e ao Seu Poder e permaneceu em silêncio na cruz da redenção dos pecados do mundo, para que todos tivessem um caminho, uma verdade, um exemplo para a vida.

A cruz destes tempos não é a mesma de ontem. O calvário de hoje se trilha no dia a dia, transmutando e transformando, em si mesmos, os pecados da consciência humana e fazendo, assim, a diferença no Todo.

Renovem-se, filhos, todos os dias e não cedam aos conflitos. Instituam a paz! Vivam a paz em seus corações!

Sei que, nestes tempos de injustiça e guerras, é difícil pacificar-se. Porém, estas são as coisas impossíveis que lhes pediremos: perdoar o que, para o homem, é imperdoável; pacificar, quando estiverem em meio a grandes guerras, ao caos e à confusão; amar e semear o amor, quando ao seu redor outros semeiam ódio e temor.

As sementes de amor transformarão o solo da Terra. Por isso, não desistam e renovem-se nesse labor divino.

Aquele que os acompanha,

Seu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

out

21

Sexta-feira, 21 de outubro de 2016

Mensagens semanais
MENSAGEM SEMANAL DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS.

Reescreve a história da humanidade, construindo hoje o novo homem, que deveria ser o homem de todos os tempos.

Destitui de teu interior os registros de um ser humano que vive para cumprir com a própria vontade e experimentar o próprio poder. Com a renúncia, o anonimato e a humildade, descobre – no ato de ser nada – o Poder de Deus, que preenche todos os espaços vazios para recebê-lo.

Mergulha em teu mundo interior e, de dentro para fora, expressa o que és. Antes de quereres ser, mostrar e aparentar, busca tu mesmo conhecer-te e, quanto mais te conheceres, mais entrega a Deus o que vês de ti, sem medo de tu seres nada.

Reescreve a história da humanidade com tua própria vida. Não acredites, filho, que essa história apenas se escreve com a vida daqueles homens que são conhecidos no mundo e que, de seus palácios e de suas públicas vidas, pensam fazer a diferença na história humana com o seu próprio poder. Essa história que se escreve entre os aparentes grandes homens é, na verdade, uma história que se repete ao longo da existência humana.

Agora, chegou o momento de escrever uma nova história, essa que não se constrói apenas com fatos materiais, mas sobretudo com a experiência espiritual de união com Deus daqueles que, no silêncio de seus corações, se esvaziarão de si e se abrirão para que o Criador possa ingressar em suas vidas, em seus espíritos e em seus corações.

Por isso, trago hoje, diante de teus1 olhos, um livro em branco e te chamo a ser um exemplo silencioso e simples para toda a consciência humana.

Então, filho, toma esse livro e escreve nele com os atos de tua vida, escreve nele com teus pensamentos, teus sentimentos, escreve com o vazio que encontras a cada dia em tua busca, em teu caminhar para Deus.

Reescreve a história da humanidade e demonstra ao universo, assim como a toda a Criação, a verdadeira essência deste projeto de criaturas tão semelhantes a Deus. Essa essência nunca foi revelada porque Aquele que a pôde viver não foi totalmente compreendido, com Seu Exemplo, pelo coração humano.

Se entrares no profundo de teu interior, encontrarás ali a essência do exemplo de Cristo e, mais do que isso, encontrarás a ti mesmo: descobrirás o que te une ao Pai. E é aí, nesse espaço de tua consciência, que quero que tomes este livro, que o abras e comeces a escrever.

Tens Minha Bênção para isso.

Teu Pai e Amigo,

São José Castíssimo
 

1 Falo a cada um dos que lerão essas palavras e que saberão, no íntimo de seus seres, que Me refiro a eles.

out

14

Sexta-feira, 14 de outubro de 2016

Mensagens semanais
MENSAGEM SEMANAL DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Filhos, busquem neste tempo o aprofundamento na própria vida espiritual. Enquanto a tensão na vida planetária cresce, pela expansão do caos dentro e fora dos homens, vocês devem estar cada dia mais afiançados ao Propósito Superior, cada dia mais aderidos ao Plano de Deus e menos identificados com as coisas do mundo.

O reino da matéria já está em sua decadência. Como em tempos anteriores, chegou a hora de cruzar um umbral na consciência e encontrar a Verdade que vocês sempre buscaram.

Muitos dentre vocês pensam buscar a Verdade, porém, diante dela, duvidam, têm receios, despertam medos e não dão um passo em direção a ela, nem para descobri-la e menos para vivê-la.

Tantas vezes já lhes dissemos que a realidade em nada se assemelha às coisas deste mundo, porém as mentes seguem buscando compatibilidades entre a vida do espírito e a vida na matéria. Chegou a hora, filhos, de se renovar e soltar as coisas do mundo, para conhecer, ainda em vida, a realidade superior. Suas almas clamam a Deus pelo despertar definitivo e seus espíritos aspiram ardentemente a cumprir com sua missão.

Hoje, abro-lhes uma porta diante do coração, que é a porta da humildade, porque por essa porta haverão de adentrar na vida do espírito. Depois dela, mostro-lhes uma segunda, que é a porta do sacrifício. Depois desta, mostro-lhes uma terceira, que é a porta da entrega. E, depois desta, uma quarta, que é a porta da fé absoluta em Deus e em Seus Mensageiros.

Observem, em suas vidas, por quais portas já passaram e sigam caminhando até que toda dúvida seja dissipada e possam viver, com a base da humildade e o princípio da fé, uma vida pautada pela Verdade de Deus.

Digo-lhes isso porque quisera que, em suas vidas, vocês dessem passos mais concretos que possam expressar o que vieram fazer neste mundo como missão espiritual para a própria redenção e para o triunfo do Plano de Deus. E, para que isso seja uma realidade, é necessário dar um passo na humildade, no sacrifício, na entrega e na fé absoluta. Se vocês se dispõem a viver essas coisas, muito lhes poderá ser revelado ao próprio coração e não terão medo ou dúvida de seguir essa voz que os chama a caminhar.

Escutem Minhas Palavras não apenas como mais uma mensagem, mas verdadeiramente como uma necessidade interna de sair do ponto em que vocês se encontram espiritualmente e finalmente descobrir e viver o que vieram fazer neste mundo, essa missão que é puramente espiritual e que em nada se assemelha ao que fazem hoje. Não se trata de uma destreza, mas sim de assumir os seus postos na manifestação do Plano de Deus e expressar a virtude espiritual que guardam, latente, no seu próprio interior.

Aquele que almeja sair de onde está e viver o que digo, que ingresse por essas portas, clamando ao Pai pelo despertar, e experimentem, por si mesmos, esta Instrução que lhes trago.

Deixo-lhes Minha Bênção para que possam caminhar.

Seu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

out

07

Sexta-feira, 7 de outubro de 2016

Mensagens semanais
MENSAGEM SEMANAL DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NA SAGRADA CASA DE MARIA, MÃE PAULISTA, SÃO PAULO, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

A entrega da vida, filhos, não é algo passageiro. A entrega verdadeira abrange toda a consciência e vai desde o corpo, a mente e o coração, até a alma, o espírito e a essência.

Aqueles que se entregam ao Criador estão colocando nas mãos do Pai a direção de suas vidas e renunciando a toda meta pessoal, a todos os seus planos, projetos e aspirações, inclusive de cumprir com a missão que Deus lhes encomendou. A entrega deve ser pautada pelo exercício constante do esvaziamento de si, pela busca permanente por ser nada e não querer nada.

Muitos aspiram a cumprir com missões que, por si sós, cobram a entrega total de suas vidas, como o é o serviço abnegado e incondicional. Porém, antes de lançarem-se nesta entrega, filhos, devem meditar de coração no que ela significa e, assim, dispor suas consciências a algo mais profundo, para que esse serviço seja verdadeiro e as possíveis consequências dele sejam motivos de consolidar a entrega e não de gerar uma dívida para com Deus – como pode acontecer no caso de um de vocês perder a sua vida servindo.

Digo-lhes isso porque se vocês verdadeiramente meditam e se lançam no serviço abnegado e na consagração com essa consciência de que a entrega deve se aprofundar a cada dia, então poderão se tornar instrumentos de Deus e essa condição lhes trará a Graça para cumprir com sua missão com o correto discernimento e proteção.

Porém, se vocês se lançam em uma entrega inconsciente, impulsiva e pouco profunda, correm o risco de não receber de Deus a Graça e a proteção de que necessitam e viverão em constante imprudência, pela falta de discernimento.

Por isso lhes digo que não importa a tarefa que façam ou o grau do risco que correm, mas sim a profundidade espiritual e consciente de sua entrega. Isso é o que diferenciará o serviço, que terá ou não a presença direta de Deus.

Espero que tenham compreendido o que lhes disse.

Deixo Minha Bênção aos que se entregarão de coração.

São José Castíssimo

Quem somos?

Associação Maria
Associação religiosa cristã e ecumênica que tem por finalidade difundir a mensagem universal de amor e de paz que Cristo Jesus, a Virgem Maria e São José transmitem aos monges da Ordem Graça Misericórdia, estimulando o crescimento espiritual através da oração e do serviço altruísta.

Contato

Mensageiros Divinos