Terça-feira, 9 de junho de 2020

Mensagens diárias
MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Uma alma convertida e arrependida de seus pecados mais profundos questionou o Senhor, dizendo: – “Senhor, aqui estou, confiando na grandeza de Teu Amor e descobrindo a Graça de Teu perdão. Dize-me, ó Pai, como posso ser eu perdoada e amada e, mais do que isso, como posso sentir em meu coração que fui tocada pelo Teu perdão?”

E o Senhor respondeu-lhe: – "Amada és, alma pequena, desde o primeiro respiro de tua consciência, desde que Meu Espírito pousou sobre ti e te deu alento e vida. Desde então és profundamente amada.

Perdoada és quando abraças o perdão e compreendes que não Sou Eu quem te priva dele, mas és tu quem passa por ele e não o vê; és tu que não lhe estende as mãos, por estar ocupada com a ignorância e com o pecado. 

Quando despertas e abres teus olhos para Meu infinito Amor, pode ser tocada por Minhas Santas Mãos. Meu Espírito te alça de volta para a pureza e a paz, e é ali que podes encontrar o Meu perdão e compreender que, em verdade, sempre estive aqui. 

Deixa então, alma Minha, que tuas angústias e incertezas deem lugar ao Meu Amor por ti, e vê que o Meu perdão está frente aos teus olhos, batendo à porta de teu coração. Deixa que ele entre e transforme tua morada interior.”

Que esse diálogo, filhos, ensine-lhes que manter-se no pecado ou na ignorância ou ser abraçado pelo Amor e o Perdão é apenas uma escolha de cada ser. São amados desde o princípio, filhos esperados por seu Criador; basta agora que abram os olhos e vejam que diante de todos vocês habita, com paciência e esperança, o Amor de Deus.

Têm a Minha bênção para isso. 

São José Castíssimo