Quinta-feira, 8 de outubro de 2015

Mensagens diárias
MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Queridos companheiros,

Quisera recordar-lhes que o mundo ainda agoniza e padece pelas ações da humanidade; mas não lhes digo isso para marti­rizar suas consciências e fazê-las sofrer um mal que não conhe­cem. Digo-lhes estas coisas porque, com tudo o que recebem diariamente, devem ser um pouco mais consequentes em suas ações, aspirações, seus pensamentos e sentimentos.

Muitos se esquecem, frequentemente, do que acontece no mun­do e deixam que a consciência se perca nas distrações do dia a dia e nos pequenos problemas internos, que se tornam grandes, tamanha é a atenção que colocam neles.

Os seres, em sua maioria, não reconhecem verdadeiramente que estamos em tempos apocalípticos. Até os que se consideram mais conscientes necessitarão de um grande impacto na consciência para saber que, em verdade, chegou o final dos tempos para a atual humanidade. ­

Deus espera que aqueles que creem em Seus Mensageiros e que seguem Suas instruções estejam mais vigilantes do que nunca e busquem, acima de todas as coisas, manifestar em si mesmos o Propósito de Deus, no qual confiam.

Eu sempre lhes disse que necessitam ser valentes, mas muitos tomam essas palavras com um entusiasmo meramente emo­cional e creem que serão valentes quando estiverem diante do caos que se alastra pelo mundo com violência. Mas o que venho mostrar-lhes é que esse mesmo caos habita dentro das criatu­ras do mundo nas devidas proporções e deve ser purificado e elevado pela transformação da consciência.

Pouco valerá que Meu Casto Coração desça todos os dias ao mundo e deposite nos seres uma parte dos códigos que alcan­cei como José de Nazaré, se seus corações não fizerem nada ou quase nada para desenvolver esses códigos dentro de si.

Não quero desestimulá-los ou desmerecer os seus esforços, mas devem reconhecer que muito grande é a distração de vocês e que ainda se permitem, muitas vezes, viver os velhos padrões humanos, mesmo com todo o conhecimento que têm da atual situação planetária.

Hoje Meu Coração paterno fala aos que aspiram a viver a trans­formação e aos que não se sentirão feridos com o que digo, mas sim impulsionados ao amadurecimento, porque venho neste tempo definitivo para entregar o melhor que há em Deus para aqueles que seguirão adiante.

Não terão trinta anos mais para seguir com uma mudança lenta e precária, pois o que constroem dentro de vocês, hoje, é o resultará nos anos que chegarão e é o que ditará os passos que darão como consciências no futuro do planeta.   

Eu lhes asseguro que nada ficará como está e que, com os que aceitarem seguir adiante, o Plano de Deus se cumprirá.

Eu os amo e os alerto. Eu os guio e os protejo sempre, sobre­tudo de si mesmos.

Seu amado pai e instrutor,

São José Castíssimo