Sexta-feira, 13 de julho de 2018

Mensagens diárias
MENSAGEM PARA A APARIÇÃO DE MARIA, ROSA DA PAZ, TRANSMITIDA NA CIDADE DE COLÔNIA, ALEMANHA, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Tempos de Perdão e de Misericórdia

Com a Graça de Deus em Meu Imaculado Coração, venho revelar-lhes o mistério do Perdão e da Misericórdia Divina, para a qual nenhum erro é eterno, nenhuma condenação é definitiva e inalterável, se as almas se abrem de coração para, arrependidas, conhecer o poder e a graça do Perdão e da Misericórdia.

Hoje, filhos Meus, venho convidá-los a curar em seus corações as feridas que se abriram pelas marcas deixadas no passado, pelos erros cometidos contra a humanidade e contra Deus mesmo. Em Sua infinita Graça, o Deus do Amor e do Perdão sempre está disposto a perdoar e derramar Misericórdia sobre os Seus filhos.

Com a mesma simplicidade com que oram de coração e clamam pela paz, assim, filhos Meus, o Criador abre os Seus Braços para irradiar-lhes e apagar de seus espíritos e corações todas as manchas.

Conhecer Deus é saber o poder de Seu Perdão e a grandeza de Sua Misericórdia, e temer afastar-se dela, não por um castigo eterno, mas pela necessidade infinita que o coração sente do Amor de Deus quando verdadeiramente o conhece.

Nenhum erro é imperdoável quando o coração se dispõe ao perdão, quando em humildade se rende aos Pés de Deus para dizer-lhe: “Senhor, aqui estou, colocando aos Teus Pés meus erros e minha existência. Redime meu espírito, lava meu coração e consagra-me a Ti, para que seja testemunha de Tua Graça, neste e em todos os tempos que virão”.

Clamem pela Misericórdia que brota incessantemente do Coração de Deus, e não deixem que este rio de eterno Amor passe por suas vidas sem que bebam de suas Graças.

A única condenação eterna, filhos Meus, é aquela imposta pelo próprio coração humano que, por sua ignorância, orgulho e indiferença, prefere estar preso às suas enfermidades e sofrimentos a lançar-se rendido aos Pés de Deus e reconhecer que esteve perdido e que necessita encontrar-se novamente.

O Criador de todas as coisas, que lançou sementes de vida no vasto Universo de Sua Criação, aspira a colher os frutos do crescimento de Seus filhos; frutos que cresceram superando desafios e que se farão fortes, não por sua beleza, mas pelo que guardam em seu interior.

Os erros os fazem crescer em humildade e entendimento, reconhecer que por si mesmos não conseguirão chegar a um propósito verdadeiro e que ficarão prisioneiros de suas próprias ilusões, quando não se renderem ao Amor de

Deus e Sua eterna e insondável Verdade.

Percam, filhos Meus, o medo de serem amados por um Amor desconhecido e imenso.

O Amor de Deus em nada se compara ao amor vivido pelos homens, não porque os seres humanos não possam amar como Deus, mas simplesmente porque ainda não se abriram a amar como Deus.

Esse amor começa quando se permitem ser amados, transformados e curados por Sua Presença. E é depois de terem sido abençoados que poderão multiplicar o que receberam.

Escutem com amor o que lhes digo e abram seus corações para um novo tempo e um novo ciclo, pois é chegado o momento de receber Perdão e Misericórdia, enquanto essas Fontes ainda jorram sobre a Terra.

Eu os amo, abençoo e lhes agradeço por escutarem o Meu chamado!

Sua Mãe, Maria, Rosa da Paz