MENSAGEM PARA A APARIÇÃO DE MARIA, ROSA DA PAZ, TRANSMITIDA NA CIDADE DE COLÔNIA, ALEMANHA, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Tempos de Perdão e de Misericórdia

Com a Graça de Deus em Meu Imaculado Coração, venho revelar-lhes o mistério do Perdão e da Misericórdia Divina, para a qual nenhum erro é eterno, nenhuma condenação é definitiva e inalterável, se as almas se abrem de coração para, arrependidas, conhecer o poder e a graça do Perdão e da Misericórdia.

Hoje, filhos Meus, venho convidá-los a curar em seus corações as feridas que se abriram pelas marcas deixadas no passado, pelos erros cometidos contra a humanidade e contra Deus mesmo. Em Sua infinita Graça, o Deus do Amor e do Perdão sempre está disposto a perdoar e derramar Misericórdia sobre os Seus filhos.

Com a mesma simplicidade com que oram de coração e clamam pela paz, assim, filhos Meus, o Criador abre os Seus Braços para irradiar-lhes e apagar de seus espíritos e corações todas as manchas.

Conhecer Deus é saber o poder de Seu Perdão e a grandeza de Sua Misericórdia, e temer afastar-se dela, não por um castigo eterno, mas pela necessidade infinita que o coração sente do Amor de Deus quando verdadeiramente o conhece.

Nenhum erro é imperdoável quando o coração se dispõe ao perdão, quando em humildade se rende aos Pés de Deus para dizer-lhe: “Senhor, aqui estou, colocando aos Teus Pés meus erros e minha existência. Redime meu espírito, lava meu coração e consagra-me a Ti, para que seja testemunha de Tua Graça, neste e em todos os tempos que virão”.

Clamem pela Misericórdia que brota incessantemente do Coração de Deus, e não deixem que este rio de eterno Amor passe por suas vidas sem que bebam de suas Graças.

A única condenação eterna, filhos Meus, é aquela imposta pelo próprio coração humano que, por sua ignorância, orgulho e indiferença, prefere estar preso às suas enfermidades e sofrimentos a lançar-se rendido aos Pés de Deus e reconhecer que esteve perdido e que necessita encontrar-se novamente.

O Criador de todas as coisas, que lançou sementes de vida no vasto Universo de Sua Criação, aspira a colher os frutos do crescimento de Seus filhos; frutos que cresceram superando desafios e que se farão fortes, não por sua beleza, mas pelo que guardam em seu interior.

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Uma alma, que se sentia perturbada por não conseguir conter o fluxo dos seus pensamentos ao orar, questionou o Senhor, dizendo: – “Senhor, quando paro para estar diante de Ti e orar, meus pensamentos seguem agitados, as palavras de minha oração se confundem com o verbo incessante de minha mente e não encontro paz. Como posso, Deus, purificar meus pensamentos para estar em paz diante de Ti?”

E o Senhor respondeu-lhe: – “Alma pequena, tua mente é um espelho de tudo o que recebes e consomes do mundo. Aquilo com que tens contato durante o teu dia é o que estará em teus pensamentos quando chegar o momento de orar. Para que alcances a paz, não há uma fórmula, mas uma atitude que se deve transformar dentro de ti, uma decisão de já não buscar determinadas coisas que apenas poluem tua mente e tomam espaço em teu coração.

Se fizeres o contrário, e, no lugar de alimentar tua mente com as coisas do mundo, a alimentares com as coisas do Céu, verás como a oração será para ti um momento de aprofundamento interior, e não de eterna e constante autotransmutação. Mas, para isso, deves escolher pensar e sentir corretamente, cortar os pensamentos degenerativos, deter-te diante dos impulsos que te conduzirão para a obscuridade e sempre escolher estar em Mim e pensar no que te conduz ao Meu Coração.”

Que esse diálogo, filhos, ensine-lhes como estar em Deus e permanecer n'Ele, construindo em cada instante de seus dias, através das pequenas escolhas, o seu momento de oração.

Têm a Minha bênção para isso.

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Uma alma sofrida, que nesta vida parecia não conhecer a alegria e o amor que outras tinham a oportunidade de experimentar, questionou a Deus, perguntando-Lhe: – "Senhor, vejo o mundo e encontro desigualdade, almas que se regozijam e almas que se desesperam, almas que são fortalecidas por Ti e almas que perdem suas forças e não encontram sentido para a própria vida. Diz-me, então, Tu que és o Deus de todos, o mesmo e o Único, qual o motivo dos desequilíbrios do mundo?”

E o Senhor, contemplando a sinceridade de seu sofrimento, respondeu-lhe: – "Eu Sou o Deus de todos os seres, Pai e Senhor de toda a vida, Deus Único e Trino, Deus de Amor e de Verdade. Mas a vida, alma pequena, é desenhada por leis que mantêm o equilíbrio da evolução de todas as consciências e as conduzem segundo as suas próprias escolhas. O Meu Amor pelas almas é o mesmo; com a mesma esperança aguardo que os corações retornem a Mim; mas o sofrimento ou as alegrias neste mundo não correspondem a uma decisão que Meu Coração toma em relação às criaturas.

O que é para ti o regozijo? Onde vês que encontram os homens a alegria em seus corações? Porque uma alma, para estar em verdadeira alegria, precisa apenas estar em Mim, e, ainda que sofra com a dor dos homens, o Meu Amor em seu coração não a deixa perecer.

O sofrimento do mundo, alma pequena, deve te fazer compreender a fragilidade da vida humana distante de Mim. A verdadeira dor que sentem as almas é por estarem distantes de Meu Coração ou por ignorarem a Minha Presença. Uma alma pode ter tudo na matéria e ser profundamente vazia e infeliz, assim como uma alma pode não ter nada e, no entanto, possuir a maior de todas as alegrias, que é estar em Meu Coração. Mas isso, alma pequena, é uma decisão diária, constante e permanente das almas que escolhem estar em Mim, e não no mundo.

Por isso, quando sentires vazio e sofrimento em teu coração, pergunta-te não onde Eu estou, mas onde estás tu. Meu Coração está em ti, mas tu estás em Mim?”

Que esse diálogo lhes recorde, filhos, que devem estar em Deus para compreender que a vida é feita de leis, que não descem aleatoriamente do universo, mas que são atraídas por cada alma que escolhe, com suas ações, pensamentos e sentimentos, o que atrairá para a sua própria vida.

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Quando não tiveres força, oferece a Deus as tuas fraquezas, a tua debilidade humana, a tua pequenez.

Quando teu coração parecer vazio, oferece a Deus este espaço, para que seja Ele, e não o mundo, quem preencha esse vazio em teu interior.

Quando teu canto estiver mudo, oferece a Deus o teu silêncio e ora com o pensamento, para que seja Ele, e não o mundo, a preencher a tua mente.

Quando teu corpo estiver cansado, oferece a Deus os passos dados, todo serviço vivido e cada mérito alcançado e percebe assim, filho Meu, que sempre há algo para oferecer ao teu Criador, Este que espera não apenas teu triunfo, mas todo o teu ser, da pequenez à grandeza, do que conheces ao que te é um mistério; tudo coloca nas Mãos de Deus.

Tens a Minha bênção para isso.

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Bate às Portas do Céu com tuas orações e clama por Misericórdia.

Com teu verbo e tuas intenções, apenas pede a Deus que tenha compaixão dos que se perdem nas ilusões e nos enganos do mundo, para que, no tempo de seu despertar, conheçam a paz, e não a angústia e o desespero.

Bate às Portas do Céu com tuas orações e roga ao Pai que, com Suas Mãos estendidas ao mundo, resgate aqueles que estão nos abismos e não têm força, fé ou esperança para clamar por si mesmos. Sê a voz dos que se arrependem de seus pecados, mas que seu orgulho e medo foram maiores do que sua capacidade de pedir perdão e redenção a Deus.

Bate às Portas do Céu e fica em reverência aos Pés de Deus, reconhecendo-te pequeno, imperfeito e pecador, e clama ao Pai que te lave com Sua pureza, para que esta mesma pureza que recebes de Deus possa ser vertida como uma chuva de glória e de graças sobre todos os seres da Terra.

Bate às Portas do Céu e oferece teu coração e tuas orações pelo resgate dos Reinos da Natureza. Não te canses de clamar a Deus por este mundo, porque, até o último instante do tempo de redenção e de purificação da Terra, a Misericórdia e a Graça serão necessárias.

Sê portador da Misericórdia. Sê multiplicador da Graça. Sê um intercessor entre Deus e os homens.

Tens a Minha bênção para isso.

Teu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

 

Quem somos?

Associação Maria
Fundada em dezembro de 2012, a pedido da Virgem Maria, a Associação Maria, Mãe da Divina Concepção é uma associação religiosa, sem vínculos com nenhuma religião instituída, de caráter filosófico-espiritual, ecumênico, humanitário, beneficente, cultural, que ampara todas as atividades indicadas através da Instrução transmitida por Cristo Jesus, pela Virgem Maria e por São José. Ler mais

Contato

Mensageiros Divinos