Sábado, 5 de janeiro de 2013

Mensagens diárias
MENSAGEM DIÁRIA DE CRISTO JESUS, TRANSMITIDA AO VIDENTE FREI ELÍAS

Frei Elías del Sagrado Corazón: Durante a oração, antes de terminar o Orândio da Paixão e da Transfiguração de Jesus, Ele já estava presente.

Apareceu com um grupo de doze anjos que vestiam túnicas brancas e luminosas, tinham cabelo curto e dourado e formavam uma meia-lua atrás do Mestre. Cada anjo trazia nas mãos um cálice que era oferecido a todos nós.

Dizemos que Cristo apareceu, porque sentíamos Sua Presença mas, até aquele momento, ainda não O víamos. Logo depois, enquanto cantávamos a última parte de Cristo Redentor e, no momento em que entoávamos Retorna, Ele Se tornou visível. Apareceu da mesma forma como a Mãe Divina aparece. Desceu das Alturas como uma luz e, ao chegar próximo de nós, manifestou-Se e pudemos, então, vê-Lo com clareza. 

Logo que apareceu, Ele fez o sinal da cruz com a Mão direita, abençoando a todos, e disse:

Louvado seja o Senhor!

Vestia uma túnica branca, os cabelos caíam sobre os ombros como na imagem do Cristo Misericordioso, trazia um manto dourado e estava descalço. Em Seu Rosto, desenhava-se um belo e suave sorriso e os Olhos, de cor azul-celeste claro, brilhavam. Seus Braços estavam estendidos ao longo do Corpo, um pouco separados, com as palmas das Mãos voltadas para nós. Delas emanava Luz. De Seu Coração saíam dois raios cor turquesa-cristal. 

Ele estava sobre nuvens e atrás havia vários Céus  abertos. Disse que nos mostrava a Face do Seu Retorno. Depois, permaneceu por um tempo em silêncio, observando-nos, contemplando-nos. Nossas essências eram transparentes a Seus Olhos; deu-nos a entender que podia ler todos os nossos sentimentos ao mesmo tempo em que tudo ficava em evidência diante d’Ele. 

Nesse momento, não sabíamos como seria realizada a tarefa que Ele havia indicado. Estava presente e nós apenas O observávamos sem saber o que diria. Até que começou a falar e transmitiu a mensagem.

Queridos Meus,

Esperei ardentemente compartilhar este momento com vocês e, em especial, com seus corações. Depois de quase dois mil e treze anos, agora, em misericórdia e perdão, venho, em nome da Vontade Suprema de Deus, para guiar mais de perto
seus corações.

Meu segundo e esperado Retorno ainda não começou.

Hoje venho em Espírito e em Essência para preencher com Minha Luz seus pequenos corações. Os que ainda não Me escutam, que Me ouçam, porque estou chegando. Os que não Me veem, que Me vejam, porque Minha Paz está se aproximando. Os que Me ignoram e flagelam Meu Coração Sagrado, que Me sintam, pois venho a esta parte do mundo trazer-lhes Minha Paz e Minha Glória, Meu Auxílio e Meu Consolo.

Já estive uma vez entre vocês e, agora, volto aos Meus rebanhos para recordar-lhes que este é o momento da Eterna Comunhão Comigo, com Minha Alma, com Meu Coração, com Minha Divina Morada.

Eu Sou o pobre, Sou o moribundo, Sou o que sofre em cada lugar deste mundo. Venham a Mim que Eu os iluminarei. Venham a Mim, porque tenho sede.

Sejam bem-aventurados na Glória do Espírito de Deus. 

Grato por receberem em seus corações Meu último Chamado Redentor.

Cristo Jesus

Terminada a mensagem, perguntamos o que queria mais de nós neste dia.

Ele disse:

Hoje lhe dou a permissão de que algum de seus irmãos, quando seu coração assim o indique, participe do encontro Comigo, às três horas da tarde, todos os dias. 

Nesse momento, teremos de orar para esperá-Lo. Ele disse que não nos esquecêssemos de orar o Terço à Divina Misericórdia, porque Ele estará escutando atentamente essa oração.

Antes de ir-Se, perguntamos-Lhe algo mais: “O Mestre aparecerá em algum outro lugar para o qual formos?” Ele respondeu:

Para onde vocês forem, onde quer que seja, Eu lhes indicarei.