Domingo, 4 de agosto de 2019

Mensagens diárias
MENSAGEM DIÁRIA DE CRISTO JESUS GLORIFICADO, TRANSMITIDA NA CIDADE DE BUENOS AIRES, ARGENTINA, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN DE JESÚS, POR MOTIVO DO DIA DE CELEBRAÇÃO DOS SACRAMENTOS

E verão, companheiros, o Filho de Deus vir transfigurado no momento culminante da humanidade, assim como Ele vem hoje ao seu encontro em Divindade e em Espírito. Eu retornarei na hora culminante da Terra, quando virei buscá-los e reuni-los em Meu Nome, da mesma forma que Eu reuni os doze apóstolos no passado, mas desta vez será diferente porque, apesar de o mundo estar em convulsão, vocês poderão reconhecer-Me e Me receberão da mesma forma que o fazem neste momento. 

Reunirei todas as tribos do Meu Pai, não só aqui na Argentina, no alto de uma montanha, mas também aparecerei, como em Betânia, em outros lugares da América do Sul para que, nessa hora tão aguda e difícil, vocês, Meus amigos, não sintam medo algum, mas um profundo e jubiloso gozo por voltar a encontrar-Me.

Chamarei cada um pelo seu nome original e, assim, despertará em vocês a doce recordação de haver estado Comigo uma vez, compartilhando o mesmo pão e o mesmo vinho que hoje volto a entregar a todos.

Minha chegada à Argentina desta vez é diferente; já os encontro mais maduros e conscientes da importância de seguir o seu Redentor sem dúvida alguma.

Este é o tempo em que a sua preparação interior finalizará e começará o seu verdadeiro serviço pela redenção e pelo perdão de todo o gênero humano.

Chegou o tempo do Meu Retorno.

Agradeço-lhes por receberem-Me!

Abençoa-os,

Seu Mestre e Senhor, Cristo Jesus

 

Palavras de Cristo Jesus transmitidas durante a consagração dos elementos, na presença de muitos peregrinos:

Que as Minhas Palavras possam ser o sopro do Espírito em vocês, para que o verdadeiro ser se manifeste neste tempo, aquele que Me representará na Terra e que dará testemunho da Minha Presença no mundo inteiro.

Eu venho para congregá-los na Verdade, na única Verdade de Deus, que os faz participar da Sua liberdade espiritual e que lhes promete a redenção total dos seus seres e de suas consciências, para que o Meu Propósito Crístico se cumpra.

Agora que os encontro com esta alegria e com esta recepção que sinto em Meu Coração, o Espírito Santo atuará através dos Seus Dons e por meio dos Sacramentos para que, renovados na fé e na confiança em Deus, saibam que seguirão caminhando Comigo para diante, buscando em seu interior a realização do Plano de Deus e a concretização do Seu Projeto nesta raça humana, por meio da ação da Minha Misericórdia, da Minha Graça e da Minha Piedade.

Abro as portas do Meu Coração e da Minha Consciência para que recebam a presença da Minha Igreja Celestial, que os congrega em igualdade e em amor, que os faz celebrar o Amor do Pai eternamente Comigo.

Ponhamo-nos de pé.

Neste momento, cada um dos Meus representantes e servidores na superfície da Terra fará sua oferta ante o Pai Celestial por intermédio do Meu Sagrado Coração, para que Ele receba suas súplicas, suas intenções e seu verdadeiro oferecimento, para que Sua Graça continue descendo à Terra e tocando todos os corações.

No silêncio de seus corações farão esta oferta Comigo, enquanto o seu Mestre e Redentor, na presença do Amor vivo de Deus, transubstanciará os elementos junto com as hostes angélicas para que a Misericórdia do Pai desça sobre os seres e o planeta, e a chama de luz em seus corações volte a fortalecer-se e reacender, para que o amor e a graça abundem no mundo e o amor e a vida sejam respeitados.

Na Presença de Cristo, Nosso Senhor, pelo Seu convite e chamado, vamos ingressar na consciência da Sua Igreja Celestial entoando todos juntos o "Kodoish melódico".

Voltemos ao instrumental de "E assim falou o Mestre".

E ante a Presença de Nosso Senhor Jesus Cristo, nosso Redentor e Salvador, a Seu pedido e chamado, neste momento vamos participar da consagração e da transubstanciação do pão e do vinho, que se converterão no Corpo e no Sangue de Nosso Senhor.

Convidamos os que puderem a ajoelhar-se ou ficar de pé.

Damos graças a Deus pela renovação deste sacrifício e pela inspiração que nosso Senhor Jesus Cristo nos dá neste momento através dos Sacramentos e, especialmente, do Sacramento da Eucaristia.

Naquele tempo, Jesus estava reunido com Seus apóstolos e muitas consciências mais nos planos internos, que estão hoje aqui presentes.

Ele tomou o pão, elevou-o, reconheceu o sacrifício que o Pai estava pedindo-Lhe para viver e, com a imensidade do Seu Amor, agradeceu, entregou-o aos Seus apóstolos e disse-lhes: "Tomem e comam todos d'Ele, porque este é o Meu Corpo que será entregue por vocês para o perdão dos pecados". E ao soar de três badaladas se estabeleceu a transubstanciação do pão no Corpo Divino de Cristo.

Louvamos-Te, Senhor, e bendizemos-Te (três vezes).

E antes de o Senhor finalizar a Sua Ceia e entregar o maior presente de amor à humanidade, tomou o Cálice, elevando-o a Deus, o Pai o abençoou e Ele agradeceu profundamente por esse sacrifício que viveria por cada um de nós até o fim dos tempos. Entregou-o aos apóstolos, dizendo-lhes: "Tomem e bebam todos d'Ele, porque este é o Cálice do Meu Sangue, Sangue da Nova Aliança, que será derramado pelo Seu Redentor e por muitos mártires para o perdão dos pecados. Façam isso em Minha memória". E ao soarem três badaladas estabeleceu-se a transubstanciação do vinho no Sangue precioso de Cristo.

Louvamos-Te, Senhor, e bendizemos-Te (três vezes).

O Corpo e o Sangue Divino de nosso Senhor. Amém.

Em unidade ao Seu Sagrado Coração e pelo triunfo e a vitória do Seu Reino na humanidade, unidos a Ele, em absoluta consciência e sintonia, repetimos a oração que Ele nos ensinou:

Pai Nosso.

Ponhamo-nos de pé.

Companheiros, nunca percam a esperança e a fé, porque são virtudes que os renovarão e sempre os impulsionarão a seguir adiante, sabendo transcender barreiras, sabendo viver desafios e, assim, alcançarão a paz, nunca a perderão porque estarão em Mim e Eu em vocês.

Que a paz, neste dia, esteja em vocês e na Argentina. Amém.

Na presença do Amor do Pai, do Filho e do Espírito Santo, em fraternidade, vocês se darão a saudação da paz.