Mensagens Anteriores

jan

27

Sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

Mensagens semanais
MENSAGEM SEMANAL DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, URUGUAI, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Deixa que tua consciência chegue ao limite de sua provação. Deixa que se abra de todo o abismo de tuas misérias internas. Deixa que teu ser ingresse em cheio na escola da humilhação e da humildade. Abre bem os olhos para ver aquilo que tens que transformar e não temas.

Não vires o rosto quando perceberes que, em verdade, tudo o que pensavas sobre ti mesmo foi criado por tua mente e pelas ilusões deste mundo. Vê, filho, com coragem e valentia, o lodo que esconde a pérola de tua essência.

Agradece a Deus por saberes que não és o que pensavas ser e pede a ele que te mostre a verdade, para que assim trilhes com determinação o caminho da transformação.

Quando a consciência chega ao seu limite e já não suporta o que vê de si mesma é que decide se transformar e consolidar, no próprio ser, virtudes espirituais verdadeiras. Por isso, não entristeças o coração diante do abismo interior que estes tempos te revelam, pois – ao seu momento – tudo será revelado.

Vale-te de cada prova para buscares o que é real, para encontrares o que te faz semelhante a Deus: é nisso em que Ele tem posta a Sua Esperança; é isso o que faz com que o Criador não desista de Seu Projeto; é isso o que faz com que tantos santos, bem-aventurados e seres de luz, que já não deveriam estar neste mundo, permaneçam impulsionando a humanidade desde Planos Internos do planeta.

Deixa que todo o teu ser se canse de si mesmo. Deixa que toda a tua consciência toque fundo naqueles espaços que nunca quis ver, porque este é o tempo de vivê-lo. Vive-o enquanto a Graça, a Misericórdia e a Piedade Divina te acompanham.

Sê firme e dá mostras ao Pai de que queres ser outro. Já não te enganes, filho, e não enganes a outros. Apenas vive a verdade que hoje emerge aos teus olhos e sabe que, além dela, além de toda a miséria e a imperfeição, além de toda a condição de erro e pecado, existe algo perfeito e cristalino e a isso deves chegar.

Eleva o teu rosto e sê valente. Ora, clama por Misericórdia e deixa-te quebrar por dentro e por fora. Deixa que a humilhação te leve à humildade, que a rendição te leve à mansidão, que tuas misérias sejam o caminho para que encontres a Divina Misericórdia.

Ainda estás a tempo de ser verdadeiro e simples. Ainda estás em tempo de deixar que Deus te vença e faça, de ti, Sua Vitória neste mundo e em todo o Universo.

Confia em que toda derrota aparente guarda, em si, uma grande vitória, porque o teu Rei venceu o mundo em uma cruz, encontrando os abismos não apenas de si mesmo, mas de toda a miséria humana. Por isso, filho, quando sofreres, agradece a Deus e pede ao Pai que te mostre a verdade, porque a verdade sempre te levará ao triunfo do Bem.

Aquele que te acompanha sempre, teu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

jan

20

Sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

Mensagens semanais
MENSAGEM SEMANAL DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Filho, olha para dentro de ti e busca em teu interior a semelhança com Deus. Reconhece, assim, o verdadeiro valor da vida, que não se encontra em nada do que aparentas ser. Descobre, neste ato de conhecer e reconhecer o próprio mundo interior, a própria essência, o sentido da vida na Terra.

É transcendendo a personalidade e a aparência humana e ingressando no profundo de ti mesmo que tu encontrarás a união com Deus: motivo pelo qual tu vives e evoluis a cada dia.

Não é para engrandecer-te aos olhos humanos que tu existes. Não é para acumulares bens e destrezas, honras passageiras e elogios mundanos que tu vives. É para descobrires que, além do que o homem pensa sobre si mesmo, está a Verdade.

O grande mistério celestial é que o Nada e o Todo se encontram no homem ao mesmo tempo e, para encontrares um, deves primeiro reconhecer o outro. Ou seja, para descobrires o Todo que existe dentro de ti, deves primeiro reconhecer-te como Nada.

O maior erro das criaturas de Deus, que as separou do Pai e que as levou hoje a ter que seguir este caminho da vida na Terra, foi não reconhecer que a Unidade é um princípio único para toda a Vida: para unir-se a Deus, é preciso unir-se ao próximo. Para unir-se a Deus em si mesmo, é preciso unir-se ao mesmo Deus que habita no próximo.

Se não houver unidade com a Vida, não há unidade com o Pai. Se alguém quiser ser superior a alguém, é ao mesmo Deus que se projeta o seu desejo de superioridade. Para ser humilde diante de Deus, haverás de ser humilde diante do próximo.

Quando reconheceres que tudo é parte da Criação e que tudo ao Criador deve retornar, então viverá em ti o respeito que leva à verdadeira Unidade.

Com isso, hoje apenas te digo, filho, que não temas ser humilde frente ao próximo, porque é diante do próprio Deus que resplandece a humildade. Não temas ser considerado nada e perder tudo o que faz te sentires grande e superior aos demais, porque é sendo pequeno e nada que encontrarás finalmente o Todo diante de ti.

Tão largo como foi o teu caminho até chegar aqui, será o teu caminho de retorno ao Pai. Porém, se colocares os teus pés na senda correta agora, não seguirás perdido, distanciando-te cada vez mais de Deus.

Reconhece sem medo o que te separa do Criador e volta o teu olhar para dentro de ti. Encontra ali o caminho de retorno para a Casa dAquele que te espera desde o dia em que Lhe deste as costas.

Vê diante de ti a porta da humilhação e a senda do sacrifício: por ali haverás de cruzar e ali haverás de caminhar.

Teu Pai e Companheiro na entrega de si,

São José Castíssimo

jan

19

Quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Mensagens semanais
MENSAGEM MENSAL DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Lavem o rosto na fonte da perseverança todos os dias. É tempo de renovar o próprio ser, para que cada dia traga uma oportunidade de recomeçar.

Os atavismos emergem para que sejam curados. As misérias emergem para que sejam limpas com a água de vida da Divina Misericórdia. Como será sanada uma ferida, se vocês não a trazem à luz e não deixam que o sol e os ares puros da vida a regenerem?

Filhos, já lhes disse tantas vezes que este é o tempo da valentia interior, mas muitos não compreenderam. Falo da valentia de vencer a si mesmo, de renunciar, de se humilhar, de se reconhecer ignorante, de obedecer sem compreender, de seguir sem saber aonde se chegará.

Falo da valentia de ver os abismos no seu próprio interior sem temor, sem receio; de abrir as cortinas do teatro da vida na Terra, para que a Verdade possa emergir; de deixar de lado os tantos personagens que se criam para sobreviver neste mundo, para reconhecer que vocês não são nada do que pensavam ser e saber que, em verdade, as virtudes são poucas e escassas quando estão diante das misérias ocultas da condição humana, mas que é possível transformar essa balança quando o ser se dispõe a ser sincero e transparente diante de si, do mundo e de Deus.

Chegou o momento de deixar de fazer o mal, que não querem, para fazer o bem ao qual sempre aspiraram, porque agora contarão a constância, a persistência e a determinação de cada ser.

Vocês já têm força suficiente para vencer e transcender a própria condição humana, porque foram fortes para estar hoje aqui e ainda existir como humanidade, mesmo em um mundo que se degenerou. Vocês foram fortes para não perder a condição de Filhos de Deus e, ainda que o caos tenha se expandido pela Terra, a possibilidade de viver o amor crístico ainda está latente dentro dos seres.

Por isso, lhes digo que, sim, vocês são fortes para crescer e dar passos concretos na própria transformação, para alcançar o que lhes parecia impossível e para que sejam dignos de se chamar companheiros de Cristo, pacificadores, apóstolos do novo tempo.

Assim como existe o potencial humano de responder ao mal e manifestar tais atrocidades, como há hoje no mundo, também existe, com maior poder, com maior potência, a possibilidade de amar, de entregar tudo por amor e transformar este mundo em uma Terra redimida.

É chegado o tempo, filhos, que tanto esperavam. Os abismos internos e externos se abrirão, ainda que vocês não queiram vê-los, e mesmo que tratem de escondê-los de si mesmos, todos os seus irmãos perceberão. Não haverá outra forma de viver estes tempos senão com a determinação de dizer “sim” a Deus.

A cruz dos pecados do mundo já está sobre vocês, como esteve sobre Cristo, e já não há como dizer “não”, apenas carregá-la com amor, pela redenção do planeta, até o fim.

Transmutem-se, transcendam-se, sejam agradecidos ao Pai e Ele nunca os abandonará. No final de tudo, as Portas da Misericórdia, da Redenção Universal e da União Perpétua com Deus se abrirão, e todos os esforços, a entrega e os sacrifícios terão sido poucos frente à grandeza da Presença Divina.

Todos os corações que se dignaram a imitar Cristo se glorificarão com Ele em Sua Presença e, assim como o Filho é no Pai, todos o serão, porque a unidade se constrói com as bases da entrega absoluta. Agora, é o tempo de começar a construir.

Aquele que os inspira à concretização do Plano de Deus,

São José Castíssimo

jan

13

Sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Mensagens semanais
MENSAGEM SEMANAL DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA DURANTE O VOO ENTRE AS CIDADES DE MIAMI, FLÓRIDA, ESTADOS UNIDOS, E SÃO PAULO, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Agradeçam cada instante em que o Céu se aproxima da Terra.

Agradeçam cada instante em que Deus se faz sentir nos corações.

Agradeçam cada pequeno mistério que lhes é revelado.

Agradeçam cada gota de novo conhecimento que enobrece a alma e desperta o espírito para a Verdade, para a Origem.

Agradeçam cada etapa de suas vidas: quando veem o triunfo de Deus se manifestando e também quando percebem uma queda, um aparente fracasso, porque reconhecer um erro é sinônimo de crescimento para aqueles que aspiram a dar passos rumo à evolução.

Agradeçam todas as oportunidades de corrigir suas vidas. Assim seja com algo que lhes cause dor.

Agradeçam cada alegria e cada momento de plenitude.

Agradeçam quando os caminhos se abrem e quando têm obstáculos, porque os obstáculos no caminho são sinônimos de fortaleza e despertar da fé para aqueles que se dispõem a caminhar, apesar das circunstâncias.

Agradeçam quando um ciclo se encerra e recebam no coração as sementes por ele deixadas. Recebam com gratidão os ciclos que se iniciam, reverenciando cada etapa da vida como algo único.

Agradeçam cada dia como se fosse o último.

Na essência da gratidão, filhos, se encontra a união com Deus e a chave para vocês viverem a experiência da Terra preenchidos pelo Espírito da Paz.

No ato de agradecer todas as coisas se encontra a diferença entre estar com Deus e estar sem Ele.

O coração que é agradecido abre os caminhos para viver a Paz, e nem as grandes alegrias, nem as abissais tristezas o farão mudar a sua união com Deus, pois ele encontrará dentro de si, por intermédio da gratidão, a essência de cada aprendizado, e tudo lhe será motivo de crescimento interior.

Agradeçam cada palavra que vocês escutam de Deus ou de seus irmãos, porque assim saberão encontrar ali o ensinamento oculto que o Universo lhes traz.

Eu lhes agradeço, hoje e sempre, por Me acompanharem.

E agradeço a Deus, por Me permitir estar entre os homens.

Seu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

jan

06

Sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

Mensagens semanais
MENSAGEM SEMANAL DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NA CIDADE DE MIAMI, FLÓRIDA, ESTADOS UNIDOS, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Filhos, para que este seja um ciclo de Graças, ao menos no interior dos homens, vocês devem ser agora consequentes com tudo o que já receberam.

Este novo ciclo representará o amadurecimento dos frutos nascidos em todos os servidores e consagrados a Cristo.

Todas as sementes da Nova Vida já foram depositadas na essência dos que disseram “sim”. Agora, cada um se fará responsável por fazê-las crescer, para então comer dos frutos do seu desenvolvimento.

Muitos se verão diante de um solo interior árido e seco, e a esses lhes caberá buscar uma fonte mais profunda e verdadeira dentro de si. Aqueles que vivem na sequidão espiritual assim estão porque devem escavar fundo na própria consciência, romper rochas e limites, encontrar e purificar abismos, beber do barro que encontrarão, para que então estejam diante de uma fonte de água pura.

Todos os filhos de Deus têm essa pureza em seu interior. Em alguns, está mais escondida e, em outros, menos. Mas o fato de que ela esteja mais escondida em uns não significa que estes sejam piores, mas que têm força suficiente para romper tudo o que a oculta dentro de si.

Os companheiros mais imperfeitos de Cristo também são os mais fortes; porém, sua força foi usada para separá-los dAquilo que os criou. Com a mesma força como a qual se separaram de Algo que está dentro de si e que os conduz à Sua Criação, eles devem vencer a si mesmos e retornar.

Os que são humildes por natureza não têm grandes méritos em sua humildade, apenas devem perseverar nela. Mas os que vencem a si mesmos, com a dura batalha e o esforço constante, os que se deixam humilhar e romper pelo Poder de Deus e que se arrependem de ter-se distanciado do Criador, estes sim, filhos, arrastarão a outros com o seu exemplo e com os méritos de sua conversão, abrirão as portas do Universo para Deus.

Para aqueles que descobrem que a verdadeira grandeza está em Cristo e não em si mesmos, a imperfeição é o melhor caminho para chegar a Ele, porque se deixam que o Senhor os vença e transforme suas misérias com a Fonte da Divina Misericórdia, eles jamais se afastarão dEle, pois – tendo conhecido o gosto do lodo e do barro das águas impuras – não quererão outra coisa, senão a Água da Fonte Divina.

Por isso, filhos, já não chorem pelas suas misérias e imperfeições, mas reconheçam, a cada dia, a possibilidade de ser uma vitória de Cristo e encontrem o sentido da vida na batalha permanente por render o próprio ser aos Seus Pés.

Rompam as duras e áridas capas do próprio interior e encontrem, dentro de si, um Princípio de pureza. Fortaleçam-se e façam crescer as sementes das virtudes. Cuidem das Graças que receberam, para que elas sejam fecundas, pois neste ciclo muitos dependerão da multiplicação das Graças que uns poucos receberam, porque abriram seus corações.

Por isso, não basta receberem as Graças: vocês devem fazê-las crescer e expandir o Reinado de Deus, começando por se tornarem servidores inteiramente dEle.

Aquele que os guia com o próprio exemplo, o Servo incansável do Pai,

São José Castíssimo

Quem somos?

Associação Maria
Associação religiosa cristã e ecumênica que tem por finalidade difundir a mensagem universal de amor e de paz que Cristo Jesus, a Virgem Maria e São José transmitem aos monges da Ordem Graça Misericórdia, estimulando o crescimento espiritual através da oração e do serviço altruísta.

Contato

Mensageiros Divinos