Reino Animal

MENSAGEM DIÁRIA DE MARIA, ROSA DA PAZ, TRANSMITIDA NO MUNICÍPIO DE SÃO JOÃO BATISTA, SANTA CATARINA, BRASIL, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN DE JESÚS

Sagrados Oceanos - Parte II

Nas profundas águas dos oceanos, toda a vida marinha cria a condição para que no fundo do mar, através dos seres vivos, estabeleça-se um equilíbrio que é vital para o sustento do planeta e a purificação das águas.

Da mesma forma acontece no nível espiritual e imaterial, já que os Espelhos e os Recintos Intraoceânicos cumprem uma função vital para a sustentação físico-espiritual da humanidade.

Esses Recintos Intraoceânicos estão acoplados a toda a vida física presente no fundo dos oceanos, e certas espécies marinhas, como os golfinhos, as baleias, as tartarugas e outros seres do Reino Animal, no nível interno, representam os guardiões desses espaços intraoceânicos.

O mesmo acontece com os corais oceânicos e com o chamado plâncton, espécies vegetais de altíssima vibração espiritual que não apenas atuam fisicamente gerando equilíbrio, mas também atuam em nível espiritual, gerando harmonia entre os diferentes oceanos.

Nesse sentido, cada espécie, elemento ou Reino presente nas profundezas dos oceanos faz parte de um grande ecossistema de vida espiritual, cuja presença é insubstituível neste tipo de planeta com uma forma específica, como é a Terra.

Se hoje, dentro dos oceanos existem desequilíbrios entre as espécies, isso é parte de uma degeneração que os primeiros seres humanos ocasionaram nas origens da Terra; porque, dentro da escala da evolução, todos os Reinos manifestados foram corretamente desenhados para viver em harmonia, e não em conflito.

Mas, apesar dos desajustes que existem entre os Reinos da Natureza dentro dos oceanos e também pelos desequilíbrios causados pela contaminação e pela exploração dos mares, os Recintos Intraoceânicos, guiados pela Hierarquia Espiritual, favorecem o despertar essencial do equilíbrio e da harmonia, perdidos depois de muitas experiências.

Esses Recintos Intraoceânios, que não são físicos, mas espirituais, habitam em certas regiões do planeta há muito tempo, e eles, como polos da Hierarquia Espiritual e Espelhos que captam os impulsos do Universo, geram uma atmosfera de maior proteção e de resguardo de tudo o que deve evoluir dentro da consciência, assim como em toda a vida manifestada.

MENSAGEM DIÁRIA DE MARIA, ROSA DA PAZ, TRANSMITIDA NA CIDADE DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO, SÃO PAULO, BRASIL, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN

Queridos filhos:

Com toda a alegria e a maternidade do Meu Coração Imaculado, hoje volto a encontrá-los neste hospital de almas enfermas, para que, sob a glória do Pai, do Filho e do Espírito Santo, todas essas consciências, assim como as consciências enfermas deste mundo, recebam a Graça da libertação.

Quis voltar a este lugar de enfermos mentais para lhes ensinar, queridos filhos, que a humanidade sofre, ao longo dos tempos, dessa doença, a causa dessas almas não receberem amor, compaixão nem carinho de alma para alma.

Hoje em dia, a maior parte da humanidade atravessa graves problemas mentais devido a vários fatores espirituais e humanos.

O primeiro fator que influencia muito a sanidade mental das almas é a falta de amor e da oração diária.

O segundo fator que afeta a humanidade deste planeta é a destruição dos Reinos Vegetal e Animal, principalmente. Isso abre grandes portas incertas sobre a consciência humana, que dia a dia e sem parar aniquila milhões de animais no mundo, gerando nessas pequenas consciências não apenas sofrimento, mas também um horror indescritível.

O terceiro fator que afeta a mentalidade humana é a falta de consciência ou de atenção nas atitudes diárias, em gerar ódio, inimizade, fracasso material e econômico. Esses fatores abrem mais portas, que fazem da humanidade uma civilização primitiva, capaz de se autodestruir pelas suas ações.

A cura para tudo isso, filhos Meus, é a comunhão com a Criação e, em especial, com a Natureza.

Sua Mãe Celeste chega ao mundo para ajudá-lo na grande enfermidade espiritual e mental que este atravessa.

É assim que Meu Coração de Mãe tem muita compaixão pelos que sofrem essas dificuldades. Essas almas se ofereceram por muitas mais para equilibrar as faltas da humanidade, mas também as dificuldades mentais são produto da cegueira espiritual humana, da falta de paz interior e de um profundo desconsolo.

Como Mãe de todos os enfermos, desejo, queridos filhos, que as suas consciências despertem para a realidade e que todos os dias mudem um pouco mais, para fazer, de seus caminhos, caminhos vitoriosos para Cristo e para Deus Pai.

Que todos aceitem os equívocos humanos e que, em sábia penitência, o maior número de almas deste planeta possa reparar, ao menos com suas orações, o que a maioria das consciências cometem com ações sobre os Reinos Menores e com a própria humanidade.

MENSAGEM DIÁRIA DE CRISTO JESUS GLORIFICADO, TRANSMITIDA EM GAROPABA, SANTA CATARINA, BRASIL, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN DE JESÚS

Nos grandes oceanos da Terra, lugares onde a vida intraoceânica se manifesta, os Reinos do mar mantêm o equilíbrio primordial para a manifestação da harmonia dentro do planeta.

Nesse sentido, os seres marinhos, como por exemplo os golfinhos e as baleias, atraem à humanidade e, especialmente, ao planeta a possibilidade de manter a harmonia entre o Céu e a Terra, entre os mundos interno e externo da consciência humana.

Quando esses Reinos são ferozmente agredidos, esse ciclo de harmonia se rompe, a humanidade aumenta a sua dívida perante a Justiça Divina e a Criação, e isso tem, como efeito, um incremento no desequilíbrio psíquico dos diferentes povos e raças, sem que seja possível encontrar uma cura para todas essas desordens mentais.

Por essa razão, o amor e o respeito que o ser humano é capaz de expressar à Criação podem colaborar com esse suporte físico-espiritual que, nesse caso, as baleias e os golfinhos proporcionam, como consciências que evoluíram mais que o ser humano.

Cada aspecto da Criação cumpre uma missão dentro do Universo Material; se essas missões são interrompidas, o caos se produz na humanidade.

Os seres humanos devem realizar uma reflexão consciente para poder despertar o seu amor pela Criação.

Agradeço-lhes por guardarem as Minhas Palavras no coração!

Abençoa-os,

Seu Mestre, Cristo Jesus

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Nos Reinos da Natureza, Deus encontra a Sua morada.

Nos Reinos da Natureza, o Criador expressa Sua perfeição.

Nos Reinos da Natureza, guardam-se os mistérios do Universo e as chaves para ingressar na nova vida.

No amor aos Reinos da Natureza jaz a expressão do novo homem.

No amor aos Reinos da Natureza jaz a cura para todos os males e enfermidades físicas e espirituais, porque o segredo da vida é o auxílio mútuo entre tudo o que foi criado.

Se querem viver a cura, sirvam e curem os Reinos da Natureza. Se querem se elevar a Deus, ajudem uma árvore a viver sua elevação. Se querem aprender a viver o amor, deixem-se ser amados pelo Reino Animal e aprendam com eles a expressar, sem medo ou vergonha, o amor que há em seu interior. Se querem ser firmes e fiéis, aprendam com a doação dos minerais. Se querem ser transparentes e expressar a semelhança com Deus, contemplem, amem e reverenciem os oceanos.

O Criador lhes concedeu a graça de se renovarem todos os dias através da renovação que vivem constantemente os Reinos da Natureza.

Renovem-se no amor, contemplando os Reinos. 

Superem-se no amor, servindo aos Reinos. 

Sejam mais amor, vivendo em comunhão com os Reinos e, assim, poderão ser chamados dignos filhos de Deus.

Seu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMàLUCÍA DE JESÚS​

Queridos companheiros,

Aproxima-se da Terra a chegada de um novo ciclo para a cons­ciência humana, sobretudo para a consciência do planeta; é o espírito da Terra que os ampara, os acolhe e, com tanto amor e doação, os sustenta.

Esse ciclo que chegará impulsionará os homens a oferecerem ao Projeto Divino da Terra o seu verdadeiro potencial e, para

isso, os ajudará a expurgar do próprio interior – mundos cons­ciente e inconsciente de cada ser – aqueles códigos que geraram como humanidade e que, aos poucos, foram degenerando o que deveriam expressar como consciência humana.

O novo ciclo tentará ajudar este projeto da Terra, para que já não sejam apenas os Reinos da Natureza os sustentadores da consciência do planeta, mas, sim, que existam seres humanos conscientes oferecendo o máximo de si para que o planeta cumpra sua função dentro do Plano de Deus.

No Projeto do Senhor ao criar este mundo, repleto de mani­festações de Sua perfeição por meio dos diferentes Reinos da Natureza que coabitam, Deus pensava em uma expressão viva da fraternidade e da unidade entre Suas criaturas, por mais diferentes que elas fossem.

O Criador tentou fazer da Terra uma escola de amor e de cooperação evolutiva, para que cada Reino proporcionasse ao outro algo vital para a sua existência. É por isso que a Terra necessita de equilíbrio para existir, equilíbrio gerado nos dife­rentes Reinos, incluindo o Reino Humano.

Sobretudo o Reino Humano deveria gerar especial harmonia e amor dentro do Reino que lhe corresponde como humanidade para, assim, inspirar a evolução dos demais Reinos da Natureza.

Todos os Reinos, de certa forma, cumpriram sua parte, exceto o Reino Humano, que é o grande pilar do projeto terrestre. O Reino Vegetal é a expressão da doação, da elevação e da bele­za, como lhe correspondia. O Reino Mineral é a expressão da purificação, da transmutação e da sustentação, como lhe cor­respondia. O Reino Animal é a expressão da fidelidade e do amor, é o guardião do espírito da cooperação e da fraterni­dade evolutiva em cada espécie, como lhe correspondia. O 186

Reino Dévico segue criando beleza e louvor ao Criador e, junto ao Reino Elemental, sustenta e anima os demais Reinos da Natureza, como lhe correspondia.

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO ÔNIBUS ÁGUIA DE LUZ, DURANTE A VIAGEM DE SÃO PAULO ATÉ FLORIANÓPOLIS, BRASIL,        À VIDENTE IRMàLUCÍA DE JESÚS​

Enquanto o mundo agoniza, peço-lhes que não vivam mais de maneira comum, mas que a todo instante clamem ao Pai para que Sua Misericórdia seja maior do que Sua Justiça e os que estão cegos no mundo possam despertar.

Peço-lhes que não exista mais cansaço em seus corpos que os impeça de cumprir com um pedido de oração dos Mensageiros Divinos. Deus lhes está entregando tudo, inclusive o Seu Filho, para que possam abrir as portas da redenção à humanidade.

Meus queridos, o terror, o medo, o ódio e o rancor entre os homens seguem espalhando-se pelo mundo como uma grande praga nos corações. Quem de vocês está respondendo ao Meu pedido de perdoar e de se reconciliar com o próximo? Quem está vencendo o rancor do próprio coração para dissipar esse mal da humanidade?

Enquanto vocês estão distraídos, e com tanta facilidade se esquecem dos pedidos dos Mensageiros Divinos, o inimigo não descansa nem se esquece de sua meta, de fazer desaparecer dos corações humanos a possibilidade de amar.

Peço-lhes que estejam mais atentos e não permitam que nenhum rancor seja maior do que o amor em seus corações. Que o amor vertido por Deus no interior de vocês seja sempre poderoso e os impulsione a seguir adiante, batalhando para que aprendam, de uma vez por todas, a amar e a perdoar.

Quando lhes pedi a campanha para dissipar o ódio do coração humano, não foi apenas para que vivessem uma bela experiên­cia e que simbolicamente enviassem amor aos seus irmãos do Oriente Médio. Eu lhes pedi esta campanha porque os Planos de Deus correm risco quando o amor vai se apagando da cons­ciência humana.

O amor é a essência da vida na Terra; se não há amor, não há sentido para a existência da humanidade.

O que hoje acontece no planeta está espalhando com muita velocidade o ódio, a ira e o rancor em todas as criaturas do mundo inteiro. E tão forte é o impulso involutivo do inimigo que o ódio dissolve dos corações a possibilidade de amar.

Por isso, hoje não apenas lhes peço, mas também lhes rogo que se perdoem uns aos outros, que se reconciliem, que sejam misericordiosos, que se sirvam mutuamente, que se amem! Amem-se como humanidade, como Criação de Deus, como parte viva de Seu Coração Sagrado.

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Entra em comunhão com os Reinos da Natureza e aprende a amar a essência da Criação. Observa os Reinos e aprende como viver permanentemente sob as Leis Sublimes de Deus, em per­feita harmonia com o Criador.

Em Seu Plano Divino, o Criador concedeu a cada expressão de Sua Divina Face, os Reinos do planeta, um atributo para manifestar.

Comunga da paz, da harmonia e da beleza das águas. Comunga da cura e da libertação dos minerais.

Comunga da elevação das árvores e do constante espírito de doação do Reino Vegetal que, em sua humildade, entrega sem­pre o melhor a Deus, não importando como será tratado, cuida­do ou amado pelos demais. O Reino Vegetal sabe da Lei Divina da doação de si a Deus e ao Seu Plano Superior. Contempla esse Reino e descobre, por meio dele, o segredo do vazio de si.

Contempla o Reino Animal e aprende do amor à vida. Aprende a defender as Leis de Deus, a cuidar do próximo e a ser sempre fiel Àquele que amas plenamente. Aprende da plenitude do Reino Animal e, com a mesma naturalidade de coração, sê guardião da Vida e da Perfeição de Deus.

Contempla em teu mundo interior os anjos e os devas que, no invisível, criam e recriam a beleza deste mundo manifestado. Aprende com eles a manifestar em silêncio a beleza, a traba­lhar em segredo e a entregar o melhor, sem necessidade que ninguém saiba de sua existência. Vive o atributo sublime da humildade que os anjos e devas expressam no mundo.

Contempla os elementos e como se complementam entre si. Descobre, então, como se compartilha aquilo de que o outro necessita para se expressar. Sê como o vento, que permite a existência do fogo, e dá ao próximo todas as possibilidades de ser aquilo, perfeito, que está latente em seu interior.

E aprendendo dos Reinos da Natureza, expressa o que o ser humano tem de mais sublime: a possibilidade de aprender o mais belo de toda a existência e de vivê-lo em si, na essência do amor à Criação.

Eu os amo e os aguardo, simples de coração e mansos de espí­rito, sempre dispostos a observar a Criação e a aprender; sem­pre dispostos a amar e a doar de si o que falta ao outro para alcançar a perfeição.

Seu amado pai e instrutor,

São José, aprendiz e servo dos Reinos da Criação

Quem somos?

Associação Maria
Associação religiosa cristã e ecumênica que tem por finalidade difundir a mensagem universal de amor e de paz que Cristo Jesus, a Virgem Maria e São José transmitem aos monges da Ordem Graça Misericórdia, estimulando o crescimento espiritual através da oração e do serviço altruísta.

Contato

Mensageiros Divinos