Quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

Mensagens diárias
MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMàLUCÍA DE JESÚS​

Contempla o mundo no qual vives e, por um instante, silencia os pensamentos de tua mente e as emoções do teu ser.

Observa como teu mundo interior reconhece que a vida que se expressa na Terra em nada se assemelha ao Pensamento de Deus.

Vê como dentro de ti habita o arquétipo para a humanidade e para a expressão do planeta como um todo.

Sente como teu coração tem ânsias de viver a fraternidade e de conhecer o verdadeiro amor, aquele que te leva a dar a vida por teus amigos e a perdoar os inimigos, amando-os tal como se fizessem parte de ti.

O que farás com isso que habita o teu interior? Calarás teu coração – como o faz a maioria dos seres humanos – ou renunciarás aos pareceres mundanos para instituir no planeta uma nova vida, ainda que pareças louco aos olhos do mundo?

Filho, a era do Armagedom já chegou ao planeta, mas a maioria dos teus irmãos está buscando conceitos científicos, filosóficos e espiritualistas que coloquem em um padrão de normalidade o que hoje acontece no mundo. Aquelas são as mentes humanas tentando calar o coração.

Aqueles que escutam a voz de Deus no próprio interior sabem que um tempo final se iniciou no mundo e que, sem o estabelecimento da paz no coração humano, o caos é que estabelecerá o seu reinado e governará as mentes e os espíritos dos que não se abriram à verdade.

Os que se unem a Deus e silenciam suas mentes, para deixar que a sabedoria da essência surja, não temem conhecer a verdade e não querem calar a Vontade de Deus. Eles sabem que, no fim de toda esta batalha, triunfará o bem. Por isso, reconhecem a urgência da necessidade de transformação, reconhecem a imperiosa vontade interior de renunciar ao velho homem e às suas tendências e de se abrir para que o Novo destitua o reinado dos ultrapassados vícios humanos, por mais que, para a mente humana, essas energias retrógradas e degeneradas, quando se manifestam na matéria, às vezes sejam denominadas de tecnologias.

Filho, o caminho para o retrocesso é conhecido pela mente humana como avanço. Aqueles que seguem as tendências desses chamados “avanços” não perceberam que o caminho para a evolução ficou para trás quando a consciência humana rejeitou a simplicidade, a fraternidade e o amor e, na era industrial, que marcou o retrocesso espiritual do homem, se abriu para a competição, a escravidão, o usufruto obsessivo e a negação quase absoluta da vida espiritual.

Em outras eras de decadência, como o fim da Atlântida e da Lemúria, foi a ânsia pela manipulação do poder espiritual o que acarretou que o homem perdesse o seu caminho de pureza e unidade. Agora, novamente o falso poder se apodera da mente e da aspiração dos homens que creem que podem se colocar acima do Criador, com o seu livre arbítrio.

O homem degenerado crê que tem poder sobre a vida e sobre os Reinos da Natureza. Por isso foi que, enviando o Seu Filho, que venceu a morte e perpetuou Sua Ressurreição, o Criador quis demonstrar à humanidade que apenas Seu é o Poder e que tudo o que existe abaixo do Seu Poder pertence à força, que é aquela que se perde e se desvanece como pó diante do fogo da Glória de Deus.

Digo-te, filho amado, que muitos dos teus irmãos não aprenderam com o exemplo de Cristo e elegeram um sofrimento ainda maior, um aprendizado que transcendesse a experiência de um único homem e que envolvesse, em si, toda a humanidade e todos os Reinos da Natureza. O Armagedom é a Paixão da consciência planetária.

Poderás estar nessa Paixão de três formas, como Cristo e os ladrões crucificados ao lado dEle: ambos os ladrões pensavam apenas em si mesmos; todavia, no fim de tudo, um deles aceitou a Vontade de Deus e se converteu a tempo. O outro decidiu permanecer no seu orgulho e nem mesmo com todo o seu sofrimento se rendeu ao perdão de Deus. Ou poderás estar como Cristo, sendo tu este que viverá os mesmos passos da Paixão de todos os seres da Terra, porém não com o espírito do castigo, da culpa, da fúria, da frustração ou da dor, mas sim apenas oferecendo ao Pai cada passo com a cruz do mundo, para que uma nova raça redimida possa surgir de tua oferta de amor e de perdão.

Filho, deverás eleger, desde já, o caminho que seguirás: se tuas pegadas estarão sobre as pegadas de Cristo, confirmando a vitória de Deus; se escolherás sofrer na ignorância e permanecer em teu próprio parecer, para render-te na última hora; ou se permanecerás em teu orgulho sem limites e, mesmo na presença de Deus, elegerás o caminho do abismo.

A cruz te será entregue de todas as formas. Segura-a firme e dá teus passos.

Os primeiros passos na Paixão planetária ditarão o destino da humanidade. Por isso, desde agora, em teu Getsêmani interior, renuncia às tentações e aceita a redenção. Deus estará contigo, os anjos te ampararão e carregarás tua cruz, apenas contemplando a vitória do teu Pai Altíssimo.

Depois de tudo, reinará a paz.

São José Castíssimo, este que vem abrir os olhos da humanidade