MENSAGEM PARA A APARIÇÃO DE MARIA, ROSA DA PAZ, TRANSMITIDA NA CIDADE DE TUSAYAN, GRAND CANYON DO COLORADO, ARIZONA, ESTADOS UNIDOS, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN DE JESÚS

A história que nunca foi lenda

Nas distantes e vermelhas terras do norte do Arizona, expressou-se uma vez uma sagrada civilização que provinha da união e da mistura de americanos originários e de asiáticos de remotos lugares, de ilhas diversas da Ásia e da Oceania.

Essa união de família, de raça e de cultura os trouxe com o tempo até o norte do Arizona, região que há milhares de anos se comportava como um terreno fértil para o desenvolvimento de populações proveitosas do plantio e do cultivo.

O que sempre se oferecia para esse sagrado povo era o rio Colorado, que banhava com suas margens toda a vegetação presente naqueles tempos.

A causa do desaparecimento desse povo não foi uma destruição nem um acontecimento extraordinário. O tempo mostrou para esse povo que ele havia alcançado um grau altíssimo de contato com o Universo, por isso já não lhe foi necessário viver do material como sempre o fazia.

Esse sagrado povo do norte do Arizona também viveu seu caminho de transição, como o viveram todas as civilizações e culturas que passaram por este planeta.

A antiguidade desse povo era anterior à perdida civilização da Atlântida.

Esse sagrado povo, originário de raízes indígenas, a partir do momento de sua união com seus antepassados do extremo Oriente, nunca mais viveu um encontro com nenhuma outra raça.

Sua experiência se baseou no aprendizado sobre o sustento da vida grupal. Era essa união de consciências que foi fazendo do povo o exemplo de uma fraternidade e de uma solidariedade recíproca.

O cenário do Grand Canyon do Colorado foi o espaço que favoreceu o desenvolvimento do aspecto intuitivo dessa civilização sagrada que, ao permanecer naturalmente separada do mundo e amparada por condições extraordinárias da natureza, criou um ambiente propício para o processo de contato.

Essa civilização, originária dessa região do planeta, foi passando por diferentes estados, e o conhecimento que recebia sobre a ciência da Criação e sobre o Universo, através do contato, fez com que tal povo acessasse princípios que abarcaram outros planos superiores de consciência, que eram preenchidos de conhecimento e instrução para cada um deles.

MENSAGEM PARA A APARIÇÃO EXTRAORDINÁRIA DE MARiA, ROSA DA PAZ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, PAYSANDÚ, URUGUAI, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN DE JESÚS

Atlântida, uma civilização desaparecida

Em tempos remotos, muito antes do nascimento de Jesus, existiu no planeta uma civilização que se destacou, depois da Lemúria, pela intuição, pelo contato interno e pelo contato com o Universo.

Seus avanços espirituais e materiais foram maiores que os avanços da humanidade de hoje.

Essa civilização estava concentrada no Oceano Atlântico, dentro de uma geografia que nos tempos de hoje não existe mais, porque a cada certa quantidade de milhares de anos o planeta vive sua transformação geológica.

A Atlântida nasceu de uma população muito anterior aos vikings, aquelas consciências que evolutivamente conquistaram e conheceram os mares e os grandes oceanos, em experiências que o ser humano ia contatando ao navegar nos oceanos.

A Atlântida se formou primeiro como uma vila de pescadores, em uma das diversas ilhas do Atlântico; algumas delas, depois de sua transformação geológica, hoje fazem parte do Mar do Caribe.

A Atlântida não esteve no Mar do Caribe, mas, sim, próxima dessa região, mais ao centro do Oceano Atlântico e no paralelo horizontal da costa da África.

Outra parte da antiga Atlântida, e o que restou geograficamente dela, encontra-se hoje no que vocês conhecem como Ilhas Canárias, Ilha Gran Canária, Lançarote, Tenerife, etc. 

Dessa forma, poderão compreender como a “Atlântida Maior” viveu uma grande transformação, já que, sendo um povo pequeno, passou a ser uma civilização que se ergueu entre um sistema de ilhas exóticas e desabitadas.

A Atlântida desenvolveu uma expansão material e estrutural muito avançada para aqueles tempos, nos quais não se contava com grandes nem profundos conhecimentos.

Era uma civilização semelhante à raça humana que hoje existe; porém, em seu esplendor, estava rodeada de menos elementos ou fatores que pudessem comprometê-la. 

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

O Anjo da Justiça tem em suas mãos uma balança, e nela mede os méritos e as faltas da humanidade, para que assim se desenhe o cumprimento das Leis para o próximo tempo.

O caos e o mal lutam para influenciar os seres a cumprirem suas falsas vontades e manifestarem seus desejos, colocando na balança o peso que fortalece suas falsas leis, baseadas no engano e na ilusão em que vive a humanidade.

Os Anjos da Misericórdia e os Anjos da Guarda oram e inspiram os corações à transformação, à rendição, ao serviço, para que na balança da justiça pese o bem, e a humanidade sempre receba uma nova oportunidade. 

Cada ação dos seres é pesada nessa balança divina. Cada pequeno ou grande ato desenha o futuro da humanidade. Por isso, filhos, muito além do Amor e da Graça Divina, cada ser deve fazer-se responsável pela humanidade.

Já não falamos das escolhas para as suas próprias vidas, mas, sim, da responsabilidade diante de Deus que cada ser tem para com o destino deste mundo. Estar desperto é, então, ser consciente de cada ação, pensamento e sentimento. Que suas vidas sejam instrumentos de paz e de Misericórdia para todos os seres. 

Têm a Minha bênção para isso. 

São José Castíssimo

Quem somos?

Associação Maria
Fundada em dezembro de 2012, a pedido da Virgem Maria, a Associação Maria, Mãe da Divina Concepção é uma associação religiosa, sem vínculos com nenhuma religião instituída, de caráter filosófico-espiritual, ecumênico, humanitário, beneficente, cultural, que ampara todas as atividades indicadas através da Instrução transmitida por Cristo Jesus, pela Virgem Maria e por São José. Ler mais

Contato

Mensageiros Divinos