Domingo, 24 de janeiro de 2016

Mensagens diárias
MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMàLUCÍA DE JESÚS​

Fraternidade, Unidade com Deus, Fé e Esperança são atributos que devem sempre reinar no coração humano.

Partindo do princípio da Unidade de Deus, que na diversi­dade da manifestação de Sua Consciência jamais deixou de ser Único, vivam, também vocês, a unidade entre si como um único corpo pertencente à Consciência Divina.

O Criador Se multiplicou e Se expandiu em diferentes formas de vida, de expressão, de manifestação, para que Sua Perfeição se fizesse vida e matéria, para que o Amor que Ele expressa em Seu Espírito Divino pudesse tornar-se carne, mente, sentimen­to, alma, espírito, vibração, som, para que não houvesse limite na manifestação do Seu Amor.

Deus permeia tudo o que foi criado e a todas as criaturas dá a oportunidade de ser semelhante a Ele. Conscientes dos Princípios do Criador, vocês devem imitá-Lo. Que o amor se multiplique em seus corações, que se expresse de diferentes formas, com palavras, orações, silêncio, ações, com comunhão interna, espiritual ou física, na hora de receber a Eucaristia.

Como grupo, que vocês se expressem como a Consciência de Deus: muitas formas de vida, muitas formas de servir, infini­tas possibilidades de amar, mas tudo isso sem nunca perder a unidade.

Embora as criaturas existentes sejam tão diferentes umas das outras, isso não retira de nenhuma delas a essência que as une na semelhança divina com o Pai Criador.

Digo-lhes todas essas coisas porque é hora da unidade, da reconciliação, da fraternidade como pontes para o amor.

As diferentes missões que hoje estão sendo levadas adiante assi­nalam o caminho que cada um deve trilhar em seu dia a dia: transpor as diferenças entre raças, culturas, idiomas, nações, religiões, para viver, como humanidade, a Unidade com Deus.

Que vocês sejam conscientes de que chegará a hora de unir suas consciências em um único propósito: trazer à Terra paz e reconciliação.

O sofrimento do coração humano faz com que se vençam as barreiras para amar, e a necessidade de encontrar a paz os une.

Tanto no Oriente Médio quanto no Chaco, vocês compreen­derão o que a purificação material, mental e física causa na consciência humana. Devem estar diante dessas situações tão extremas não apenas para auxiliar, mas também para aprender. Então, com esse aprendizado na consciência, deverão se pergun­tar se é realmente necessário passar por semelhantes purifica­ções para aprender a viver o amor, para buscar a unidade com o próximo, para transcender as diferenças e caminhar rumo à concretização dos Planos de Deus como uma única raça.

A dor os faz buscar o amor, mas a possibilidade de amar existe dentro de seus corações, latente como uma condição natural do ser humano. Apenas é preciso que vocês saiam de si mesmos e se entreguem à busca desse Amor Crístico, verdadeiro; amor que une os universos, amor que destrava a evolução, amor que os assemelha aos anjos e lhes permite retornar a Deus. 

Que diante das situações do Oriente Médio e do Chaco, vocês reflitam profundamente e façam as suas escolhas: esperar os tempos de caos ou aprender a amar desde já, rendendo-se à Graça da Unidade com Deus.

Seu pai e companheiro de sempre,

São José Castíssimo