Quinta-feira, 19 de dezembro de 2019

Mensagens diárias
MENSAGEM DIÁRIA DE CRISTO JESUS GLORIFICADO, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, PAYSANDÚ, URUGUAI, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN DE JESÚS

O fim de algumas experiências

Como uma vez já lhes disse, companheiros, Meu tempo entre vocês está terminando e quando este tempo chegar tudo se desencadeará.

Hoje quero anunciar-lhes que não só está chegando o tempo e o ciclo do fim dos impulsos diários, mas também está chegando o fim de muitas experiências crísticas que alguns dos Meus, os mais próximos, viveram nos últimos seis anos e que, por diversas escolhas, perderam a experiência espiritual Comigo, e só ficaram com a recordação do que alguma vez viveram Comigo.

Com isso, quero explicar-lhes e adverti-los claramente que a escolha que foi feita por alguns dos que estavam Comigo, em Meu caminho, e que agora não estão, levou-os a perder a grande experiência crística de toda a sua vida, já que foram prisioneiros da ilusão e da crença de uma suposta invulnerabilidade aos assédios.

Em verdade, deixaram-se vencer, renderam-se e perderam forças internas por se deixarem levar pelas suas fraquezas.

Este é o tempo do fim das experiências, e as almas que ficam sem a experiência crística perdem o estado de Graça que, por Misericórdia e Piedade, uma vez receberam.

Em verdade, a gravidade das desmedidas escolhas de algumas almas não está na ação, senão na perda absoluta do sentido comum e da realidade, e do sentido espiritual da vida.

Por esse motivo, e quando essas situações ocorrem, a Hierarquia Espiritual já não pode intervir ou resgatar, porque aquelas almas mais miseráveis que receberam tudo do Universo e ridicularizaram e ofenderam os tesouros espirituais da Hierarquia, passam a estar dentro do caos planetário e do denominador comum do sofrimento inerte da humanidade.

É perder, absolutamente, a possibilidade de estar em comunhão com seu próprio espírito, porque o espírito desse ser, que se desvincula do caminho crístico, perde a experiência, que é ultrajada e roubada por Meu adversário, na arte da sua astúcia e engano. 

Compreendem, companheiros?

Estar com a Hierarquia Espiritual e viver no âmbito onde a Hierarquia está, como, por exemplo, são as Comunidades-Luz, não significa fazer, cumprir ou realizar a vontade própria.

É obedecer por amor e, na obediência estrita e amorosa, poder aprofundar na confiança da Guia que vem do Alto, e assim seguir caminhando na transformação.

Quero que todos compreendam que estar com a Hierarquia não é como estar com um amigo, familiar ou com um coordenador de tarefa.

Estar com a Hierarquia é corresponder e responder a um comando que provém do plano espiritual, que é o que depois se reflete no plano mental e, por último, no plano material.

Em todo esse movimento de integração com a Hierarquia, não há escolhas ou gostos, pareceres ou ideias próprias.

É unir-se a uma corrente divina e cósmica superior, que uma vez os contatou, e, assim, cumprir uma Vontade Suprema.

Em claras palavras: estar e seguir a Hierarquia é ser nada.

Isso evita que ingressem no caos destes tempos, na perda desnecessária de profundas experiências espirituais, as que uma vez roubadas pelo adversário ficam desativadas do núcleo da essência.

Que o processo da purificação pessoal não seja o centro da atenção de vocês.

Que o centro da atenção seja a doação de si e o amor ao divino e cósmico, porque, assim, não perderão os últimos impulsos que estão descendo do Universo, e serão assim o exemplo de uma transformação e de uma redenção verdadeira.

A Hierarquia Espiritual se desdobra dentro de um campo hostil de batalha permanente, onde a guerra de todos contra todos já começou.

Mas vocês devem aplicar a inteligência do terceiro raio, e não deixar-se arrastar por seus próprios processos ou traumas, mas devem sentir-se impulsionados e ascendidos pelas últimas Palavras da Hierarquia Universal.

Os três dias de escuridão chegarão, e as Ilhas de Salvação deverão estar preparadas e acondicionadas para o movimento em massa que terá que atender como emergência humanitária sem precedentes, que da noite para o dia se apresentará para ser atendida e aliviada.

Toda preparação e formação que viverem os ajudará a estar à altura dos acontecimentos.

Por outro lado, a Hierarquia convida todos a seguir colaborando na manifestação e na ordem da vida das Comunidades.

Mas também, a Hierarquia Espiritual convida as consciências que, neste momento, não estejam à altura das necessidades do Plano, a recolocarem-se em outros lugares, fora das Comunidades, para que certos processos de purificação não continuem bloqueando a concretização de um propósito que, como lhes disse, é divino.

A Hierarquia sente em Seu Coração o esforço e o amor de todos, mas não há mais tempo, e vocês devem escolher pela sua transformação verdadeira ou pela sua saída.

O Plano correu riscos importantes e, neste momento, a unidade da Hierarquia Divina e a assistência de alguns servidores na superfície sustentam a realização de uma meta que já havia sido desestimada.

É momento de que cada um seja sincero com a Hierarquia; que não engane mais a si mesmo e que não dê tanto trabalho, assim como o dá o resto da humanidade.

Estamos navegando mar adentro na única barca da Irmandade, que está vivendo a tempestade e o naufrágio para que possa salvar-se a maior quantidade de consciências indiferentes, seja como for.

Hoje venho com Palavras de dor e silêncio dizer-lhes tudo isto, porque é responsabilidade e maturidade de todos dar o melhor a Deus, por tudo que Deus lhes deu, e continua dando depois destes últimos doze anos de aparições.

Como vocês sabem, o ciclo se encerrará, e isso não significa que tudo termine e que depois disso vocês se alimentem de fontes não seguras nem espirituais para poder sentir suas carências supridas.

Significa assumir com maturidade este planeta, a redenção de todo o gênero humano e, no serviço abnegado, preparar as bases para o retorno de Cristo.

São tempos em que a necessidade de mudança e a purificação das consciências os colocará diante de um universo de responsabilidades.

Muitos dos que hoje já não estão, ainda creem haver saído invulneráveis, e creem estar livres da Lei, porque não aceitaram ser ajudados, corrigidos e endireitados como a pobre árvore que estava torcida.

Agora não há tempo de retroceder, é tempo de avançar, de dar esse testemunho que Eu tanto lhes pedi e que muitos não compreenderam seu significado.

O Coração do seu Senhor e da sua Mãe Celeste muitas vezes se sentem sós, abandonados pelas mesquinharias, pelas ofensas e ridicularizações que cometem frequentemente, perdendo a consciência, o sentido, o discernimento.

Já basta de tudo isso!

Porque é hora de crescer e não de reclamar. É hora de agradecer todos os dias o que muitos não tem, mas agradecer de verdade.

Quando vocês tiverem lido muitas vezes tudo isso que lhes disse, demonstrar-Me-ão de verdade alguma mudança. Enquanto isso não aconteça, tudo continuará no mesmo ponto.

Em Ruanda advertimos sobre o genocídio, e ninguém acreditou. Hoje advertimos sobre a urgência de muitas mudanças, para que depois o seu arrependimento não seja demasiado tarde.

São momentos de amadurecer, mas também de abrir espaços ou de colocar-se de lado para não bloquear o que outros sim, com tanto esforço, querem concretizar, conforme o pede a Hierarquia.

Chegou o momento de que escutem claramente e que não se fechem, porque caso se fechem à instrução, serão presa fácil do Meu Inimigo.

Que o fogo das Minhas Palavras os impulsione e os coloque em outro degrau do Plano, para que as verdadeiras emergências humanitárias, que são muitas, possam ser atendidas.

Agradeço-lhes por terem valentia e amor para escutar a verdade!

Abençoa-os e espera pela sua verdadeira mudança,

Seu Mestre e Senhor, Cristo Jesus