Aparições de Cristo Jesus

mar

31

Sábado, 31 de março de 2018

Sagrada Semana

Que a Luz de Meu Coração e de Meu Espírito esteja presente em vocês.

Que esta Luz perdure através dos tempos e das formas.

Que esta Luz penetre no que é corrupto para poder transformá-lo, e assim a matéria seja transfigurada pela Luz Glorificada de seu Mestre e Senhor.

Que suas almas recuperem a alegria de viver em Deus, porque chegou o Sábado de Glória, em que seu Mestre está reunido com vocês e em companhia das santas mulheres de Jerusalém, hoje, bem-aventuradas no Universo.

De novo, hoje chamo Minhas Filhas que Me servem em Minha cerimônia.

Chamo as Auxiliadoras da Divina Misericórdia para que, neste Sábado de Glória, estejam aos Pés do Seu Senhor, Quem hoje mostra as Chagas do Seu lado, de Suas Mãos e de Seus Pés; transfigurado por Sua Túnica de Luz, na resplandecência de Seu Espírito e na companhia das santas mulheres, veio renovar este Mistério da Luz de Deus em todas as essências do mundo, apesar de seus erros e de seus pecados.

Hoje seu Mestre e Senhor está trabalhando com os infernos deste mundo. Este é o motivo de acender as velas, em representação da Obra do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

Que as madres da Ordem também venham aqui, porque são Minhas santas mulheres; que aproximem a oferenda do óleo que trouxeram para seu Mestre e Senhor.

E agora quero que todas as almas se aproximem de Mim em espírito para reverenciar este glorificado momento em que o Filho de Deus ressuscitado e transfigurado vem submergir-se nos abismos da Terra para resgatar as essências do mundo e fazê-las dignas ante o Senhor.

Estão diante da Consciência Divina de Cristo, e ainda que isso não seja completamente compreendido, é um Mistério que está sendo revelado a partir deste dia e depois de todos os fatos sucedidos como de todos os méritos alcançados por seu Mestre e Senhor há mais de dois mil anos.

Por isso estão diante de um acontecimento novo; estão diante da Divindade de Cristo, que é a Luz de Deus para o mundo e as almas. Esta é a Luz que nunca se apagará nos que creem em Mim, porque apesar do que viverem ou do que atravessarem, a Luz da Divindade de Cristo os ressuscitará em espírito para trazê-los para a nova vida.

O Sagrado Corpo do Senhor já não está repousando no Sepulcro. Ele agora caminha pelo mundo com toda Sua Consciência e Divindade, a fim de buscar a Luz dos Novos Cristos, dos que testemunharão Minha Presença no fim destes tempos e se unirão como irmãos em sagrada comunidade, apesar de suas crenças, de suas religiões ou de suas nacionalidades.

Este é o momento, companheiros Meus, que ante a Divindade poderosa de Cristo manifestada como a Luz do Pai Eterno, todos vocês são um em Mim para que Eu Seja em vocês, em profunda igualdade. Este é um mistério que a humanidade, até os tempos de hoje, não conheceu.

Hoje se cumpre uma das tantas promessas reveladas pelos anjos de Deus no Horto Getsêmani durante Minha difícil agonia. Isso foi o que me alentou a seguir adiante, entregar Meu Ser e toda Minha Consciência por vocês, apesar dos padecimentos e de todas as provas vividas, através de todos os tempos, em todos os ministérios da Igreja e de suas gerações, apesar de todas as ofensas recebidas e das flagelações vividas em Meu Coração Espiritual.

Hoje estão ante a Divindade de Cristo, que é um dos grandes Mistérios de Deus, que vem ajudar o mundo para poder resgatá-lo, a fim de que existam novas comunidades-Luz, plenas de seres crísticos que vivam a paz e sejam exemplos de bem e de irmandade, para que os tesouros do Pai sejam concedidos a todas as almas, independentemente de seu despertar e de seu amor.

Vigiem hoje junto às santas mulheres e adorem a Divindade de Cristo, presente e manifestada na Fonte Espiritual, onde tudo se redime, tudo se transforma, porque as almas confiam no Sagrado Coração de Jesus.

Ante a Divindade de Cristo, que os ilumina e que os faz partícipes da comunhão eterna, entreguem agora sua divindade ao seu Mestre e Senhor, para que ela seja elevada em oferenda e em revelação deste Sagrado Mistério de Amor presente em todos os Tabernáculos da Terra.

Estão ante o Sacrário Luminoso de Cristo, diante da Essência Primordial de Deus manifestada na Segunda Pessoa da Santíssima Trindade.

Hoje o Universo se une à Terra apesar dos erros, e a Luz da Divindade de Cristo penetra na Terra, chegando aos mais profundos abismos da consciência humana para reparar as faltas graves e perdoar os graves cometimentos realizados por todas as almas que se afastaram de sua luz interior.

Hoje estão ante a Divindade de Cristo que ressuscitou em Glória, e a Chama profunda do Amor de Deus se expande nos corações deste mundo a fim de que despertem para a sua realidade interior, para a sua verdadeira essência.

Hoje não há nada que impeça esse acontecimento, porque, diante da Divindade de Cristo, seus corações se abrem como novos tabernáculos para que sejam depositários da Luz do Senhor, que vem santificar suas vidas em um profundo Mistério de Consagração.

Repitamos:


Eu aceito, Senhor, Tua Divindade e Espírito,
para que Tua Obra se realize no Planeta. (8x) 
Amém.


E agora sintam como Minha Divindade descende às suas almas e o gozo do Espírito de Deus se instala em seus seres, fortalecendo esta comunhão com o Altíssimo e com toda a Vida Suprema.

Não percam a esperança; não percam a alegria; nunca deixem de sorrir, apesar de suas provas, misérias ou dificuldades. Afirmem suas vidas na Sagrada Divindade de Cristo, para que a Terra seja repovoada pelo Sagrado Espírito da Paz, pela Sagrada Fonte Feminina que tudo nutre e cuida, que tudo protege e resguarda em seus Sagrados Braços Maternais.

Assim como Eu entreguei Minha Mãe a João, hoje lhes entrego Minha Mãe Poderosa, para que Ela cuide de sua divindade, de todas as essências que nestes tempos devem caminhar em direção a Cristo para ser um só Ser e uma só Consciência.

Adorem, como as santas mulheres hoje presentes, este momento, para que tudo seja iluminadamente transformado, assim como a Sagrada Divindade de Cristo o espera, em todas as almas participantes de Sua Igreja Celestial.

Ofereçamos agora, companheiros, ante esta Sagrada Divindade do Senhor, o Mistério mais importante de todos os tempos, a Eucaristia, para que seus corpos mais materiais comunguem da Divindade de Cristo.

Agora, que as madres desta Ordem elevem o óleo ao Senhor, para que seu Mestre o abençoe:


Adonai, Pai Altíssimo, Amor incomensurável e infinito, que testemunhaste Tua Presença incondicional por intermédio do Teu Filho, que Te entregaste em Corpo e Sangue, Alma e Divindade para todo este planeta e esta humanidade.

Que uma chispa do Teu Espírito, Fonte da Tua Divindade Imaterial, consagre estes óleos, a fim de que Minhas filhas e madres unjam seus filhos quando estiverem enfermos de forma física ou espiritual; para que suas almas sejam curadas, as chagas sejam cicatrizadas e se estabeleça, Amado Senhor, o Reino Infinito do Teu Amor, por todos os méritos que alcancei, por todos os padecimentos que sofri, pela Ressurreição de Teu Filho.

Em Teu Nome, Amado Senhor, Eu abençoo este elemento, fruto das árvores e de Tua Criação.

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém


Incenso e água.

Pai Nosso...

Coloquemo-nos de pé para esta consagração.

Que esta água renove o compromisso da maternidade e da aliança com cada filho, porque apesar de que possam existir padecimentos, provas ou desafios, Minha Divindade sempre as fortalecerá neste sagrado desafio de cuidar e de proteger os seus semelhantes.

Que hoje a Senhora do Universo as abençoe, Fonte Sagrada Feminina do Imaculado e maternal.

Louvado seja, Senhor, pelos que hoje serão sacramentados.

Louvado seja, Senhor, pelos que hoje serão batizados e acenderão em si mesmos a Divindade de Cristo, reconhecendo em seu interior o compromisso e a vivência da Divina Vontade de Deus.

Que por intermédio destas almas que receberão hoje o Sacramento, tanto no Batismo como na Eucaristia, muitas almas mais sejam iluminadas pelo oferecimento do Teu Filho ante a Fonte Sagrada de Sua Divindade, que tudo repara e tudo cura.

Que o Senhor abençoe esta água como Fonte de renovação e de limpeza do passado, para que despertem os frutos chamados "Talentos de Deus" naqueles que hoje participam de Tua Comunhão interna por intermédio do Teu Filho. Amém.

O Cordeiro de Deus foi imolado e agora está vivo. Ditosos serão os que comungarem dEle nesta Sagrada Ceia. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Filhas, Eu as abençoo como as santas mulheres de Jerusalém, para que tenham força interior para poder seguir-Me e sempre recordem que esperarei por sua resposta ante Meu Sagrado Chamado.

E agora todos desceremos aos pés deste altar para que vocês respondam, companheiros, a um pedido especial que hoje faz seu Mestre diante do Mistério de Sua Divindade, que hoje é revelado profundamente às suas almas e assim se possa voltar a viver a comunhão com Deus.

Esperá-los-ei enquanto se preparam, em oração, para que por intermédio desta canção que hoje escolhi especialmente, mais divindades despertem nas almas que devem sair da ilusão do mundo para encontrar a vida eterna.

Vamos em peregrinação.

As auxiliadoras podem vir aqui, aos pés do palco.

Todos me sigam.

Agora, as auxiliadoras darão três passos para trás e ali se colocarão as madres.

E agora, companheiros, que estão formados como desejo, entoarão esta canção para que a Divindade de Cristo possa ser expandida a todo o planeta, desde este Centro Mariano para todas as almas e os corações do mundo.

Não temam pelo que poderão sentir. Se Eu estou presente, nada lhes acontecerá, somente poderão sentir a alegria de servir-Me.

Agradeço-lhes por estarem Comigo em Minha Divindade.

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

mar

30

Sexta-feira, 30 de março de 2018

Sagrada Semana

Que tua cruz seja o caminho da redenção e não tua agonia. Que saibas carregá-la com coragem e com merecimento, porque o que Deus derrama nas almas é o que Ele deve derramar, e nada está fora do Propósito.

Que a cruz seja o alivio de tuas dívidas, o regozijo de teu coração, o caminho para elevar tua alma. Que ofereças essa cruz com valentia e que não penses em caminhar para trás, porque tua cruz será a ponte para os Céus, as asas que te levarão ao Reino de Deus, depois de tua purificação.

Então, filho Meu, não te lamentes, mas regozija-te pela cruz que o Pai te entregou e que ainda deverás saber qual é o seu peso. Mas deves aprender a carregá-la, não com dor, tampouco com sofrimento; deves imitar-Me. Eu já te ensinei como fazê-lo e como vivê-lo.

A cruz que Deus nos dá é uma liberação da grande condição humana, do pecado da humanidade, do espírito da mortalidade. Então anima-te a carregar a cruz que Deus te entregou e ajuda a carregar  a cruz dos teus irmãos, porque neste tempo será necessário aprender a carregar a cruz, e quando menos perceberes, terás te liberado da cruz desta humanidade e serás coroado pelo Reino do Meu Pai para poder ingressar assim na vida eterna.

Que tua cruz seja o incondicional serviço, a alegria de entregar-te a Deus todos os dias, a oportunidade de renunciar um pouco mais, sabendo que não haverá sofrimento nem culpa, mas encontrarás os caminhos abertos para cada dia mais te sacrificares pelos demais, a fim de estabelecer a cura na humanidade.

Que tua cruz seja semelhante à Minha, e que vivas no espírito do sacrifício, sabendo que Eu já carreguei o mais duro de todos os tempos e que o Pai te deixou o mais leve, para que tu possas caminhar decidido para Mim.

Eu Sou o Senhor da Santa Cruz da Liberação do Mundo. Ditosos serão os que caminharem com sua cruz em direção a Mim, porque conhecerão o Mistério do Amor e da Verdade. E algum dia, esse esperado encontro Comigo será inesquecível, porque já não existirão cruzes, martírios nem padecimentos.

Quero que com tua cruz, amigo Meu, liberes o mundo de seu constante sofrimento e dor. Não necessito de grandes oferecimentos, senão de pequenas ações verdadeiras que possam demonstrar para Mim a maturidade da tua consciência e o crescimento de teu espírito, sob o princípio da cooperação e da irmandade. Isso fará tua cruz mais leve, quando deres o primeiro passo saindo de ti, abandonando-te completamente em Mim, sabendo que Eu cumpro com tudo o que o Pai Me pede.

Agora podes ver, filho Meu, que a cruz não é só sofrimento, senão uma oportunidade de entregar-se mais, de beber do cálice do compromisso e de fazer de cada encontro com o Mestre uma oportunidade única, que só passará uma vez e não se repetirá mais.

Hoje vim acompanhado de dois grandes Santos e amantes da Cruz, que vieram confirmar tudo o que lhes digo: São Pio e São Francisco, dois Santos transpassados pelas chagas de Minha Cruz.

Por que o Senhor quererá Novos Cristos? Por que o Senhor necessita de novos apóstolos se Sua Obra já foi realizada? Se neste tempo não há corações decididos a suportar sua própria cruz, que possam seguir-Me, como será possível uma nova humanidade?

A Nova Terra não terá ingratos, indiferentes nem omissos. A Nova Terra será de Cristos que tenham sabido carregar a cruz, sem temor algum pelo que sucederá.

O que Eu lhes peço parece algo impossível, mas está à altura dos acontecimentos da humanidade.

A cruz é o portal para os não redimidos, para os não rendidos, para os que não se entregam a Mim nem cedem o menor espaço para que Eu possa obrar em suas vidas.

Todos os que acompanham Meu caminho com sua própria cruz, se forem perseverantes e consequentes, conhecerão a verdadeira liberdade das cadeias da inércia e da ignorância humana. Porque, enquanto o mundo caminha mais na ilusão, menos Cristos são os que se decidem a seguir-Me.

Pelos padecimentos vividos na Cruz, Eu venho ao encontro desses poucos, para que representem a maioria neste Meu grande canal de liberação. Pelo Sangue derramado por seu Senhor, desde a flagelação até o alto do Monte Calvário, Eu venho ao encontro dos que decidem seguir-Me, em representação da maioria da humanidade, para que possam suportar junto a Mim a onda da indiferença e da soberba, assim como da arrogância que endurece os corações, afastando-os cada vez mais de Deus.

Se vocês aceitaram viver a cruz e seguir-Me, que essas maldades não estejam em seus corações, porque não poderão entrar em Meu Reino, neste nem no próximo.

Por Meu Sangue derramado, purifiquem seus pecados, reconciliem suas vidas e façam penitência, a fim de que Deus Todo-Poderoso, o Pai Eterno do Amor e da Justiça, alivie os corações oprimidos e auxilie as almas perdidas na ilusão das modernidades destes tempos, em que as essências dos seres humanos estão em jogo entre o bem e o mal.

Enquanto há almas que sucumbem nos infernos destes tempos e são aprisionadas pelas forças do Meu adversário, vocês, que são seres conscientes do Meu chamado, devem redobrar seu esforço e sua entrega ao Meu Coração, porque não é suficiente o que Me dão.

Pelos padecimentos vividos por seu Senhor, do Horto Getsêmani até o alto do Monte Calvário, hoje venho reforçar este pedido aos Meus companheiros, para que Meus martírios, dores e agonias vividos durante a Paixão tenham o valor que merecem nestes tempos e não sejam colocados em segundo lugar pelo reinado do Meu adversário.

As forças espirituais do Cosmos estão em uma grande batalha. Enquanto o relógio marca as horas, os acontecimentos no mundo se desencadeiam.

Que seus sofrimentos não sejam maiores, porque não o são. Façam pequenas suas próprias dores e abracem a dor do mundo que deve ser transmutada, mas agora, pela própria humanidade. Não virá outro Cristo para fazê-lo. É necessário que assumam as responsabilidades e as consequências.

Ainda são guiados pela liberdade e sua escolha neste tempo será definitiva. Ninguém poderá ser culpado por isso, nem no Céu nem na Terra.

Sua própria escolha, companheiros, definirá tudo, porque estamos na última batalha, em que os méritos alcançados por seu Mestre e Senhor terão poderes incalculáveis nas almas que os aceitarem viver dentro desta batalha do final dos tempos, em que se define o triunfo do amor ou da indiferença.

Por isso lhes sugiro e lhes recomendo que nunca deixem de buscar o espírito da gratidão. E quando não o sintam ou não o vejam, prostrem-se no solo e, em humildade e resignação, peçam ao Pai Celestial para que seus corações não estejam cheios de arrogância e a soberba não cegue seus olhos para sempre.

Quisera que compreendessem que o que Eu lhes peço é definitivo; não há tempo a perder nem momento para pensar.

A Cruz que Eu carreguei por vocês tem um valor incalculável e seus méritos devem ser respeitados e honrados pelos discípulos de Cristo, assim como o Universo o estabelece.

Que seus corações não se incomodem por MInhas Palavras, porque sei que alguns não creem que Eu estou aqui, mas isso não importa para Deus.

Céu e Terra passarão, mas Minhas Palavras semearão nos corações humildes e abertos a escutar a Voz do Mestre.

Quisera que as estruturas caíssem e que os corações prevalecessem para fazer triunfar Meu Sagrado Coração como Deus o espera. Para enfrentar o fim dos tempos junto Comigo, devem ter um coração limpo, sem dualidades nem dúvidas, sem vacilações ou omissões.

Estamos chegando a um momento em que tudo se definirá e não poderei tornar a dizê-lo, como tenho dito muitas vezes, para que suas consciências despertem para isso; é hora de viver o Plano como Deus o necessita, é hora de realizar o Plano como Deus espera, porque ainda há muito por fazer.

Por Meu sacrifício serão honrados; por Meus padecimentos serão reconhecidos; por Minha Cruz serão elevados à Casa do Pai, para que se cumpra, definitivamente, Sua grandiosa Vontade.

Se hoje trouxeram a cruz com vocês mesmos é porque a aceitam e ainda que não saibam com profundidade do que se trata, estão abrindo caminho para a realização do Plano.

Não tenham medo por tudo o que lhes digo; é hora de enfrentar o chamado e de não viver em dois caminhos, porque cedo ou tarde deverão definir-se e isso será entre vocês e Deus.

Os Novos Cristos devem nascer e o espirito do Amor Crístico deve reinar no Planeta ante as forças do caos, que perturbam as almas e as nações do mundo.

Não necessito de grandes seres nem de almas perfeitas, senão de corações abertos à humildade e ao chamado, por amor ao Nosso Criador.

Incenso.

Que o Senhor abençõe estes elementos para a cura e a redenção das almas, para a santificação das essências e para o despertar dos Novos Cristos.

Peçamos ao Pai Celestial por Sua Graça, a fim de que o Sagrado Coração de Jesus obre e se manifeste nas almas do mundo.

Pai Nosso...

Nesta hora em que toda Minha dor padecida na Cruz e durante a Paixão é honrada pelos anjos do Céu e de todos os Universos, quisera que dessem honra e glória à Cruz de seu Redentor e Senhor, a fim de que Seus Códigos Divinos de reabilitação, de cura e de perdão descendam ao mundo e em seus corações.

De pé.

Estes dois sacerdotes, que Eu escolhi, aspergirão a água por este lugar para que Eu, ao mesmo tempo, irradie Meus Códigos de Luz dos Poderes da Santa Cruz ao mundo e às almas. Quando eles passarem abençoando, vocês elevarão suas cruzes, a fim de que recebam esta Bênção, e a levem consigo para onde forem.

Frei Elías:

Vamos cantar "Adoramos" e acompanhemos o Senhor neste exercício espiritual.

Neste momento, cada um fará sua oferta a Cristo.

Com mais Fé!

Meus Códigos já foram derramados. Que eles sejam acolhidos nos corações nobres para dar honra e glória à Presença do Rei Universal, que descende do Universo à Terra para preenchê-la de muitas Graças e de infinitas Misericórdias.

Levem agora a cruz sobre seu peito e digam: Jesus, Eu confio em Ti! (3x)

Dando solenidade à Morte e à Paixão de seu Senhor, ante os anjos do Céu e do Universo, ante as Potestades Celestiais, ante os Arcanjos e os Elohim, ante os Hellel e as Forças Superiores que regem a Criação, em nome da Luz, seja selada esta confirmação e entrega ao seu Senhor Jesus Cristo, Rei do Universo e da Terra.

Em nome do Pai, do Filho e do Espirito Santo. (3x)

Agradeço-lhes por escutarem-Me de coração, porque um coração aberto nunca se cansa de escutar-Me.

Vão em paz e em comunhão, nesta sexta-feira, com Meu Espirito.

mar

29

Quinta-feira, 29 de março de 2018

Sagrada Semana
Aparição de Cristo Jesus durante a Sagrada Semana, no Centro Mariano de Figueira, Minas Gerais, Brasil, ao vidente Frei Elías del Sagrado Corazón

Eis aqui o Pai, o Filho e o Espírito Santo celebrando este momento com a humanidade e com todos os povos da Terra.

Eis aqui Quem deu origem ao criado.

Eis aqui o Filho que padeceu por vocês.

Eis aqui o Espírito Santo que desceu em Pentecostes para trazer ao mundo a Graça de Deus.

Estão diante do Mistério dos Céus, da revelação da Santíssima Trindade, presente em suas três Pessoas, para testemunhar ao mundo que ainda se deve cumprir a Vontade de Deus até o fim dos dias.

Escutem agora a Voz do Pai:

Eu Sou o princípio e Sou o fim. Quem vive em Mim, Eu vivo nele e nunca nada lhe faltará.

Peço ao mundo que escute a Voz do Pai e que a faça própria em si, para que germinem as sementes de Seu Reino.

Queridos filhos de Minha Criação, não esqueçam o Propósito. Tudo tem uma finalidade para Mim e a vocês restará cumprir Meus desígnios, para que toda a Criação os abençoe e faça deste tempo um tempo de Justiça, no qual tudo deverá ser reparado.

Escutem a Voz d'Aquele que deu origem a tudo e que nasce de uma Fonte Imaterial, a que esparge raios por tudo o que foi criado, para que as virtudes divinas se cumpram em todos os planos e em todas as suas manifestações.

Vim junto a Meu Filho para reviver este momento em que o Pai, o Filho e o Espírito Santo se fazem pequenos na Eucaristia e se dão às almas, infinitamente.

Que o mundo corrija seus caminhos para ser merecedor da Misericórdia do Altíssimo.

Que as consciências reconsiderem e assumam a missão que vieram cumprir nesta Terra, porque assim o Plano descenderá e não ficará somente nos Universos Superiores. Vocês devem ser testemunhas, filhos Meus, deste Plano. E isso primeiro começará em vocês, com a transformação da vida, com a consagração de suas almas, com a elevação de seus espíritos.

Assim como vim a Moisés, hoje venho a vocês, para reunir Minhas tribos sagradas nos quatro pontos da Terra e prepará-los para o grande momento do retorno de Meu Filho.

Que as almas sejam dignas deste momento e que recebam o Pai, o Filho e o Espírito Santo como uma benção, para que este planeta conte com sucessores do Projeto de Deus, porque ainda é necessário que Meus desígnios se cumpram em todas as raças e em todos os povos. Ainda tenho desígnios importantes para as almas, para tudo o que deve cumprir-se neste mundo. Vivam este momento como o último e façam-no parte de si, nesta Comunhão Trina com o Único.

Queridos companheiros, Meu Pai quisera dizer-lhes muitas coisas mais. O mundo deve escutar a Verdade e não temê-la, porque ainda há tempo para converter-se e realizar na vida de cada ser o princípio do Propósito de Deus.

Sintam a Insondável Presença do Espírito Santo e como o Santo Espírito emana Sua infinita realidade fazendo as almas partícipes desta Comunhão Trina. Hoje não somente o Filho se entrega ao mundo, mas também o Pai e o Espírito Santo.

Sabemos que ninguém compreenderá o que isso significa, porque assim como tudo sucede no Céu neste dia, hoje também tudo sucede na Terra. E unindo os tempos de Deus se estabelece uma condição especial no espírito, na mente e nos corpos.

Têm que saber que mais núcleos profundos estão sendo trabalhados, porque enquanto o Pai, o Filho e o Espírito Santo estão aqui, o mundo inteiro estará sendo ajudado para seu processo de redenção nos próximos tempos.

Hoje o Filho Amado veio com o Pai e o Espírito Santo para voltar a instituir Seu legado na Terra e, dessa forma, renovar os tempos e as consciências com o sagrado ofício da Eucaristia.

Benditos sejam os que reviverem hoje a Paixão de Cristo no Santíssimo Sacramento do Altar, porque de ano em ano mais almas despertam e a ignorância humana vai se debilitando, porque reina o Amor de Deus e Sua Presença nos corações.

Quisera, atrás dos sacerdotes, todas as madres desta Ordem; aos pés deste cenário, todos os consagrados do monastério; depois dos consagrados, os adoradores e, por último, as auxiliadoras de Minha Divina Misericórdia.

Venho, neste dia, expandir Minha Obra no mundo definitivamente e sei que tampouco saberão o que isso significa, porque é muito imaturo. Somente coloquem Meus desígnios em seus corações para que seu Mestre possa obrar neste tempo e nesta humanidade.

Quisera que todas as madres tivessem uma vela acesa para estar em vigília Comigo neste momento.

Chegamos a um momento definitivo na humanidade nesta Quinta-feira Santa, mas também chegamos ao começo de um novo tempo, em que tudo se desatará.

Quisera agora os sacerdotes ao redor desta mesa.

Duas vasilhas de água, duas jarras e dois panos.

Hoje, o Filho se oferece de novo diante do Pai e do Espírito Santo neste Sacrifício e vem testemunhar novamente para o mundo o legado de Sua Paixão por intermédio deste exercício espiritual em que as almas aqui presentes e as almas do mundo participarão deste Sacramento Espiritual.

Incenso.

Abençoaremos esta mesa assim como Deus o manda; dessa forma, os anjos transubstanciarão os elementos e as consciências que estiverem abertas para recebê-los.

Quem não puder ficar de pé pode sentar-se, porque descerá uma potente energia.

Pai do Amor e da Misericórdia, que hoje estás presente junto a Teu Filho e a Teus filhos na sagrada companhia do Espírito Santo, abençoa este momento e este lugar, como todos os que participam deste momento, dando honra e glória à Tua Presença infinita como um ato de reparação, de reconciliação e de perdão por todos os pecados do mundo cometidos até o presente.

Que Tuas Mãos, Pai, santifiquem tudo o que criaste à imagem e semelhança de Teu Amor. E que esta água derramada hoje eleve as consciências em profunda comunhão com a doação de Meu humilde Coração.

Amém.

Óleo doce.

Hoje o Senhor abençoa o óleo com o qual será ungido espiritualmente por seus filhos, para que as Chagas do Senhor sejam cicatrizadas depois de Sua profunda agonia e martírio. Antes de que Ele ressuscite no Domingo de Páscoa, será ungido por Seus filhos como um símbolo de expiação.

Hoje Meus discípulos Me oferecem a água com a qual seu Mestre e Pastor lavará suas mãos para esta ceia, a fim de que se apaguem os pecados em todo o mundo, para que triunfe o Amor de Deus.

Enquanto o Senhor lava, também repara e alivia seus corações; traz a paz e a alegria de servir e encomenda Seus discípulos ao Reino de Deus e traz a cura para a alma, o gozo de viver em Mim, de estar junto a Mim neste Propósito.

Chegou o momento do Sacrifício do Filho do Homem, quando Ele se faz presente no pão e no vinho, testemunhando assim o universo de Seu Amor por todas as criaturas de Seu Pai.

Naquele tempo e antes de ser entregue, reuni-Me com os Meus: tomei o pão, elevei-o a Deus e dei graças. E desceu a Santíssima Trindade. Eu o parti e voltei a colocá-lo na cesta. Disse aos apóstolos: "Tomem e comam todos dele, porque este é Meu Corpo que será entregue por vocês, para o perdão dos pecados".

Acabada a Comunhão com Meu Corpo, seu Redentor tomou o Cálice, elevou-o e deu graças a Deus e disse: "Tomem e bebam todos dele, porque este é o Cálice de Meu Sangue, Sangue da Aliança nova e eterna, que será derramado por seu Mestre e Senhor para expiação das faltas". E olhando-os nos olhos, disse-lhes: "Façam isso em Minha memória até o fim dos dias, até que Eu retorne ao mundo pela segunda vez. Tomem e bebam do Cálice da santidade".

Que o Sangue precioso os lave e que o Espírito do Sagrado Cordeiro os preencha, para que não sintam que algo lhes falta, mas que estão preenchidos pelo Espírito de Deus.

Água.

Bebam o que resta.

Os sacerdotes se dão as mãos

E assim, o Senhor sela esta Eucaristia entre irmãos e consciências a serviço de Deus.

Repitam agora a oração do Anjo da Paz:


Santíssima Trindade, Pai, Filho e Espírito Santo,

adoro-Os profundamente e ofereço-Lhes o preciosíssimo Corpo,

Sangue, Alma e Divindade de Jesus Cristo,

presente em todos os sacrários da Terra,

em reparação dos ultrajes, sacrilégios e indiferenças com que Ele é ofendido. E pelos méritos infinitos de Seu Santíssimo Coração e do Imaculado Coração de Maria,

peço-Lhes a conversão dos pobres pecadores.

Amém.


Os sacerdotes soltam as mãos.

O Senhor hoje leva em Seu Coração a oferta de Seus filhos.

E o Pai recolhe deste momento o amor de Suas criaturas, fazendo solene este legado que o Cordeiro de Deus lhes entregou, em memória de todos os Seus méritos, de todos os Seus padecimentos, fazendo triunfar o poderoso Sangue de Jesus e a sublime Eucaristia nos corações do mundo.

Hoje quero que celebrem esta Ceia não como uma agonia, mas como uma vitória, porque Seu Senhor já padeceu por vocês. E Ele ressuscitou e vem dar testemunho de Amor ao mundo.

Enquanto os anjos estão aqui presentes, que suas vozes se elevem em louvor e glória, fazendo vivo este recolhimento, em união ao Sagrado Coração, como uma só voz.

Escolhi uma canção para este dia que atrai para a Terra as Graças de Deus, como uma chuva incessante. Refiro-Me a "Chuvas de Amor".

Coloquemo-nos de pé para que hoje seja o Pai quem sinta o amor de Seus filhos e Sua confiança esteja novamente neste Planeta.

Eu os abençoo nesta noite de Paz, neste dia de júbilo, nesta tarde de Misericórdia.

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Todos podem dar-se as mãos.

Canção Chuvas de Amor...

mar

28

Quarta-feira, 28 de março de 2018

Sagrada Semana

E agora que vim ao teu encontro, recosta tua cabeça sobre o Meu Peito e sente toda a paz que Eu posso te proporcionar neste tempo; uma paz que ninguém mais pode te dar, nem entregar.

Sente agora o Meu Coração vivo, que pulsa interiormente, perto dos teus ouvidos. Este é o Coração que padeceu pelo mundo e pela humanidade.

É o Coração que derramou Seu Sangue pelas almas, para o perdão das faltas, e que ainda continua fazendo-o por todos os Seus companheiros e por Seus inimigos.

Mas hoje não penses, amado Meu, no que estás sofrendo ou no que poderias sofrer. Pensa em Mim, une-te à Minha Consciência e sente o Meu abraço paternal, porque Eu cuido de todas as Minhas ovelhas, uma a uma, e nunca Me esqueço de ninguém.

Entrega-te a Mim e rende-te, como tantas vezes te peço.

Não temas pelo que virá, mas pelo que não está sucedendo em tua vida.

Agora, refugia tua alma sob os Raios do Meu Coração e sente o sopro do Espírito atuando em cada momento, em cada respiração, bem como em cada palavra.

Eu posso restaurar todas as coisas. Eu posso suprir todas as coisas, porque não sou Eu quem o faz, é Meu Pai que está nos Céus, é Ele quem obra, quem realiza e quem manifesta a Vontade Superior.

Deixa para trás o que não compreendes, o que não aceitas ou o que não entendes.

Confia neste Amor que Eu estou te doando, porque é um Amor que deve se realizar em ti para que o Plano de Deus se realize na Terra.

Recosta-te como João, o apóstolo, sobre o Meu Peito e sente as dores e as agonias do teu Senhor, no silêncio e na calma.

Deus não oferece sofrimento às almas, são as almas que buscam o sofrimento, porque no Reino dos Céus, de onde Eu provenho, não existe dor nem culpa. Alegra-te por estares recostando tua cabeça sobre o Peito do Teu Mestre.

Sei que não compreenderás tudo de uma só vez, mas isso não importa para o teu Senhor. O que importa é que vivas plenamente, unido a Mim, em espírito e em essência.

Não confirmes teus pecados, não afirmes teus erros; eleva teu coração e coloca-o dentro do Meu, para que Eu possa transformá-lo e poli-lo como as mãos do oleiro. Assim estarás em perfeita liberdade e em profunda calma e, da noite para o dia, não saberás o que te sucedeu, porque tudo terá se transformado tal qual Eu pensei, segundo os desígnios de Deus.

Recebe o Amor do Meu Coração como um bálsamo e rende-te. Meu Coração não te fará mal; Meu Coração não te causará dano. Meu Amor é bem e é pacificação para as almas.

Serve-te de tudo o que Eu posso te doar e confia, porque tudo está marcado, tudo tem a sua hora e o seu tempo.

Assim como tu estás hoje sobre o Meu Peito, sentindo o fogo do Meu Coração e a suavidade da Minha Alma, a ação da Minha Divindade e do Meu Espírito, quisera que muitos mais imitassem este exemplo de união com o Senhor.

Acalma teu coração de toda angústia e aceita o que te entrego, porque tudo tem um fim maior e um propósito que algum dia ainda descobrirás.

Deixa para trás o que padeceste, o que não entendeste; submerge-te no oceano da Minha Luz e tudo se dissipará, porque quem confia em seu Mestre confia em Deus Todo-Poderoso. E a sua vida, dia a dia, passo a passo, com esforço e sacrifício, tornar-se-á livre.

Eu quero da tua alma um novo ser, que seja parte de uma nova humanidade, consciente e desperta, responsável e digna com a Criação.

Há tantos tesouros no Céu, querida alma, que tenho para revelar. Minhas Mãos estão cheias de desígnios e ainda não posso derramá-los sobre o mundo, porque não encontro lugar nem refúgio na humanidade inteira.

Mas se tu, valente Meu, hoje dás o passo por muitos mais, algum dia muitos mais reconhecerão Meu Nome e Minha Glória, e a farão digna em suas vidas para que, assim, triunfe o Amor de Deus.

Agora abraça-Me e sente o calor do Meu Espírito, sente a proteção dos Meus Braços e a respiração do Meu Corpo como um sopro renovador que tudo santifica e tudo renova.

Não há nada que possa se perder. Tudo é transformado segundo a Minha Vontade.

Converte-te em uma das santas mulheres de Jerusalém ou tão semelhante ao apóstolo João, em total entrega e abnegação.

Tudo que vives, alma Minha, tem um motivo e um significado para Deus; não há nada que esteja fora do lugar, tudo tem um sentido e um tempo para se realizar, seja no bem, ou longe dele.

Mas Eu quero que hoje sintas o pulsar do Meu Coração manso, de um Amor inexplicável e redentor, que anseia pelas almas boas e dignas, que cumpram a Vontade de Deus neste tempo de difíceis provas.

Abraça-Me forte e sente o Meu consolo, que é intransferível e imediato. Deixa que Eu te nutra com a Minha Paz e com a chama da Minha Fé, que é o que Me traz ao mundo para buscar os que chamei pelo nome, para que Me acompanhassem nesta era e neste ciclo, quando o mundo viverá o seu maior desafio de todos os tempos e de todas as eras. Não poderei dizer-te o contrário.

Almas Minhas, é hora de viver o Meu Plano e de não esperar mais tempo.

Às vezes, vosso Senhor e Mestre necessita sentir o calor do amor dos Seus filhos para seguir adiante. Por mais que Eu esteja no Céu, não significa que não sinta como um ser humano, porque como ser humano estive entre vós para que pudésseis viver-Me e compreender-Me.

Assim, estareis abraçando o vosso Pai Celestial, que também necessita de consolo ao ver as ofensas e as afrontas do mundo.

Quanto o Amor pode fazer nos corações que decidem vivê-lo plenamente, o Amor que vem do Alto e pode brotar dos corações, fazendo nascer Novos Cristos!

Quero que hoje Me ofereçais o vosso abraço porque necessito dele como vós necessitais de Mim para continuardes caminhando por esta senda, a mais difícil de todos os tempos, que nenhuma outra humanidade viveu, em nenhuma outra época.

Vós viestes aqui, almas Minhas, por um propósito e um desígnio maior, que conhecereis algum dia.

Mas hoje não necessito que compreendais os Meus mistérios, porém que sintais a agonia do vosso Senhor e o pedido de consolo aos corações valentes.

Agora senti como Eu vos cubro com o Meu Manto, aquele Manto que foi rasgado pelas mãos dos Meus inimigos, durante a Paixão, e que cobriu o Meu Corpo chagado, com feridas e ofensas.

Estas são as Chagas que Eu vivo pelo mundo, e quero compartilhá-las com os Meus servidores, com os que se dispuseram a seguir-Me incondicionalmente.

Quero oferecer-vos os Meus sacrifícios e as Minhas dores, porque quem padece com o seu Senhor, padece com Deus, e o Amor que nunca acaba, tudo transforma, até o mais impenetrável. Que as Minhas Chagas sejam motivo da vossa santificação, da vossa persistência e da vossa renúncia.

Porque Eu tenho um plano precioso para cada um dos Meus servidores, que deve cumprir-se nesta hora aguda do planeta, quando tudo se precipita, hora após hora.

Por isso, consagro filhas e filhos para ter exércitos na Terra, que estejam firmes em Mim, apesar do que suceda.

Não tenho nada mais para dar, só o Amor do Meu Coração, que é o que Me trouxe até aqui, através dos tempos e das gerações.

Amor que testemunha a presença do Corpo e do Sangue de Cristo para a reparação das faltas e de todas os cometimentos que não estão na Lei de Deus. Volto a dizer, almas Minhas, que necessito ainda mais dos vossos corações abertos para que Eu possa ingressar com a Minha Consciência nos recintos mais profundos das suas almas, onde o Reino de Deus deve realizar-se para que o mundo e a humanidade ainda existam.

Por isso, nesta quarta-feira santa de recolhimento e oração, não só peço as vossas orações, mas também o vosso abraço, para que o espírito consolador possa estar presente e as almas se animem a dizer 'sim', cada dia mais.

Hoje vos trago o momento mais sagrado da Minha vida, que foi a antessala da última Ceia. Venho falar-vos com o mesmo amor com o qual Me dirigi à Minha Santa Mãe e às mulheres de Jerusalém, assim como aos Meus apóstolos. É este Amor irrestrito e infinito que nunca acaba, porque parte e nasce da Fonte de Deus para as Suas criaturas.

Vós necessitais, finalmente, serdes como Eu e superardes-Me, porque Eu venho aqui para que façais coisas maiores que as que Eu fiz um dia. Isso demonstrará ante o Universo que é possível uma Nova Humanidade, que estará arrependida e pedirá perdão por tudo o que realizou, que não terá vergonha de confessar as suas faltas e estará aberta a receber a Misericórdia de Deus, que é inextinguível e eterna.

Quero que vivais no gozo do Meu Amor Celestial.

E tu, pequena alma, que estás aprendendo a Me amar, não deixes de fazê-lo. Anima-te a cruzar os umbrais da resistência humana, porque Eu te ajudarei a ser verdadeiramente livre de ti para sempre.

Não deixes de sentir o Amor que hoje o Meu Coração emana, e vivifica-o como se fosse a última vez, porque o que Eu venho dar hoje não poderei dá-lo novamente; já está se cumprindo o tempo, e a hora definitiva se aproxima.

Não quero coroar-te com flores, mas com espinhos, para que possas superar-Me no Amor, sabendo que o ser humano é um ser imprevisível em todo este Universo, assim como Eu fui, testemunhando Minha Paixão, Morte e Ressurreição.

Eu ofereço a glória e a honra aos que decidiram estar ao Meu lado, mas também ofereço a Minha dor e a Minha agonia aos que se confirmaram diante de Mim nesta tarde de Graça eterna.

E agora devolvo tua alma ao centro do teu ser, onde existe o Templo sagrado do Amor, que sempre deve estar aceso pela luz do Espírito Santo.

E o Meu Coração Se recolhe para Se oferecer novamente a outras almas no mundo, que também necessitam de Mim.

Benditos sejam os que receberam as Minhas Palavras com gratidão, porque compreenderão tudo no próximo tempo. E quando Eu não estiver mais aqui, entre vós, em pouco tempo, conhecereis profundamente tudo o que Eu quis fazer neste lugar, nesta casa e, principalmente, em vós.

Porque deverei aparecer em outros lugares do mundo que também necessitem de Mim, que também tenham sede da Minha Palavra e do Meu Verbo, e sobretudo, do Amor de Deus.

Com esta solenidade que tento construir em vossos corações através deste encontro, quero que hoje vos dignifiqueis ante o Nosso Pai Celestial, assumindo este compromisso Comigo até o fim dos dias, sabendo que tudo que vivereis será uma grande escola para a alma e o espírito.

Só necessito que deis o vosso amor ao mundo, não importando quem seja, não importando a sua crença ou religião, sua pobreza ou sua riqueza, sua doença ou sua saúde.

Quero que ameis como Eu vos amo, porque a prova que chega ao mundo será muito dura. E nem todos suportarão esse momento. Por isso, fortaleço-vos neste tempo e, por meio do Meu serviço incondicional às almas, dou-vos o Meu Corpo e o Meu Sangue para que possais sobreviver, como seu Mestre sobreviveu em cada passo da Cruz e da Sua agonia.

Não é hora de estardes divididos, distanciados, nem indiferentes. Colocai os vossos corações dentro do Meu, e tudo passará. Porque o que Eu desejo do mundo é muito grande, e isso poderá suceder quando Eu retornar pela segunda vez. Ofereçamos então, almas Minhas, este momento ao nosso Deus Todo-Poderoso, O que permitiu novamente, neste dia, esta Graça espiritual a um mundo infiel. Mas o Amor sempre superará todas essas coisas. Tudo será cumprido como Deus pensou.

Incenso.

Podemos pôr-nos de pé para a bênção destes elementos.

Eu vos chamei aqui, porque nunca Me esqueci de vós e porque tudo tem um tempo para Deus e para o Universo *.

Como estes elementos sagrados que estão aos pés do vosso Mestre e Senhor, hoje também oferecerei as vossas consciências a Deus para que Ele possa cumprir os Seus desígnios em vós.

O Senhor Todo-Poderoso, nosso Pai Eterno que está nos Céus, abençoe com a Sua mais infinita Luz e Sabedoria.

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Grato por Me abraçardes de verdade.

Hoje escolhi uma canção que testemunha a Obra da Mãe Celestial, de como cada alma da Terra, tal qual Maria Santíssima, pode responder ao chamado de Deus quando Ele o realiza.

Hoje escolhi vozes tão complementares, uma da outra, para oferecer ao Meu Coração esta resposta das almas, este oferecimento que os corações realizaram ao Meu Espírito.

Cristo chama duas pessoas ao palco.

mar

27

Terça-feira, 27 de março de 2018

Sagrada Semana

O que farão com tudo o que Eu lhes dei? Que lugar terá em suas vidas? Quem justificará o que recebeu no momento mais agudo, quando tudo aconteça? Assim como venho com Minha Misericórdia, também devo vir com a Justiça.

Que seus corações não se perturbem, que a Lei corrija a vida e que suas pessoas não interfiram na transformação. Aceitem as correções que vêm do Universo e o que o Universo coloca em seus caminhos para que aprendam a amadurecer no bem e na justiça.

Tudo o que vem do Céu nunca será desperdiçado, porque necessitarão para os próximos tempos que chegarão.

Assim como lhes dou a conhecer o profundo do Meu Amor, neste tempo venho ao mundo para dar a conhecer a Justiça, da qual ninguém escapará. Enquanto isso, vivam a penitência do coração para que a Sabedoria de Meu Pai os permeie completamente e estejam à altura de tudo o que Eu lhes peço, sem poder dizer depois que nunca o escutaram. Porque aqui Eu venho por todos e pelo mundo, pelos justos e pelos injustos, pelos que são verdadeiros e pelos que se aproveitam de Minha Presença.

Mas tudo Eu posso ver. Nem a mínima célula de seus corpos pode se esconder ante Minha Presença. Nenhum pensamento pode ficar guardado ante os Olhos do Filho de Deus.

Necessito que aprendam a viver a transparência, para que as coisas que sucederão no mundo não os confundam e não sejam levados, como tantos outros, por sua própria arrogância e poder.

Eu lhes disse uma vez que os quero frios ou quentes. Não necessito dos tíbios de coração.

Meu Amor também é Justiça. Minha severidade também é Amor. Porque quem mais dará a vida por vocês neste tempo, senão Seu Mestre e Senhor que está nos Céus, que estando sentado à direita de Deus Todo-Poderoso, descende nesta Semana do Céu para falar com vocês? Nada é por acaso, companheiros, e se hoje vocês estão aqui é porque suas almas os chamaram, além de suas pessoas.

Aprendam a perceber a realidade deste tempo em seu interior. É hora de que as águas já não estejam divididas. Eu quero de todos os filhos de Meu Pai uma só corrente de Luz, porque quando Eu já não estiver mais aqui para falar-lhes, deverão ter como recurso espiritual Meus Tesouros, impregnados por cada uma de Minhas Palavras, que vêm libertá-los, retirá-los do erro e da cadeia constante do sofrimento.

Tudo o que Eu lhes dou é Amor, por mais que seja serevo. Não venho falar em meios termos. O mundo está agonizando e sua humanidade também. Os erros da humanidade se acumulam como grãos em um celeiro. Quem carregará todo esse peso? O Filho de Deus deverá retornar para carregar uma segunda Cruz?

Eu já lhes mostrei, companheiros, o caminho da transformação e da verdadeira correção.

Eu venho buscar de vocês a bondade de suas almas e a transparência de seus espíritos. Aprendam a transcender o que não pertence à Luz e o que não pertence ao Meu Reino.

Aprendam a morrer para si mesmos, para que seus irmãos, que estão mortos, possam nascer em espírito. É hora de dar tudo por Mim e não esperar para fazê-lo. É hora de viver a cooperação pelo Plano Maior, porque se esta assistência de Nossos Sagrados Corações não estivesse acontecendo neste momento, o mundo já estaria perdido, embora não pareça.

Abram seus olhos para ver o Raio da Justiça de Meu Coração. É hora de construir as bases na honestidade, na comunidade e no bem. É hora de fazer florescer os desígnios de Deus e de fazê-los vivos em seus corações. Não poderão esperar mais trinta anos para viver uma grande mudança, porque já não há tempo, companheiros, já não há tempo.

Limpem com a luz da oração a indiferença de seus corações, para que a fraternidade possa prevalecer acima de tudo. Suas vidas já se transformaram, porém ainda falta muito mais. Não poderei dizer-lhes o contrário, porque o Senhor Jesus nunca mente.

É hora de colocarem o propósito de Deus no centro de seus corações e que não sejam arrastados todo o tempo à tensão, porque já são conscientes do que é necessário e justo e enquanto isso não aconteça, não poderei aprofundar Minha Obra em vocês, nem tampouco no mundo. E pergunto-lhes: quem arcará com essa responsabilidade?

Aos Meus apóstolos Eu pedi que deixassem suas famílias e lares, seus trabalhos e seus compromissos, para seguir um plano que era desconhecido por suas mentes, e que deveria se manifestar na superfície com a Paixão de seu Senhor.

Agora, neste tempo, Eu lhes peço coisas maiores, mas muito determinantes. Não poderei realizar Minha Obra com vacilações. Necessito que a firmeza que Meu Coração constrói em vocês seja permanente e que a façam perdurar por Amor a Deus e à Sua Divina Presença.

Por acaso pensam que não estou dizendo a verdade? Pergunto-lhes: por acaso pensam que não estou dizendo a verdade? No Reino de Deus existe o Amor, mas também a Justiça. Sem a Justiça de Deus, Seu Reino não pode se realizar, neste ou em outro mundo. As Leis de Deus existem para endireitar os corações e levá-los à verdadeira vida, para encontrar o sentido do Propósito.

É hora de meditarem em tudo o que estão fazendo, porque não há tempo para se perder em coisas superficiais. Devem ter sua atenção no objetivo e na meta, nas demoras e nos avanços do Plano. Assim estarão construindo o que Eu necessito e não serão lentos para caminhar, porque, enquanto Eu lhes falo aqui sobre isso, muitas coisa acontecem no mundo, e são muito graves. Almas mais miseráveis necessitam da presença e do Amor de Seu Senhor, mas para que tudo isso seja possível, companheiros, Eu necessito da verdade de vocês, não só de sua verdade Comigo, senão com a Obra, com seus irmãos, com o dia a dia, porque nas pequenas coisas mostrarão a verdade.

Eu não lhes peço que sejam perfeitos, resplandescentes ou magníficos. Eu lhes peço, suplico sua sinceridade diante de tudo o que vivem e tudo o que fazem, assim não estarão perdidos como estão tantos outros e darão passos seguros na evolução, no caminhar da fé e da consagração.

Tudo o que Eu lhes entreguei através destes últimos tempos deverá ser testemunhado no dia do Grande Juízo Universal. Os grandes Arcanjos perguntarão a vocês o que fizeram com os Meus Tesouros e como eles foram cultivados em seus espíritos, levando adiante a consciência do que isso significa.

Agora não deixem seus corações tristes. É hora de ver a realidade com determinação. Não posso oferecer-lhes um jardim de rosas, porque não há. A realidade planetária está aguda e difícil e cada vez mais cristãos se decepcionam com Minha Igreja, a que Pedro fundou neste Planeta. E ainda mais se decepcionam por seus sucessores, sacerdotes e religiosos; e a fé se apaga.

Por isso Eu escolhi vir aqui, a pedido de Meu Pai, para reacender no mundo a chama do Amor do Coração em uma fortaleza inquebrantável e em uma fé inextinguível, que possa superar todos os tempos e todas as provas, todas as crueldades humanas e todos os agravos.

Por isso necessito que sejam simples e a simplicidade de suas vidas se alcançará com a verdade. Que possam olhar para si mesmos sem temor, sabendo que são seres em transformação e em redenção e que estão recebendo esta dádiva divina para alcançar o despertar.

Por isso, estendo Minhas Mãos para vocês, mostro-lhes a Face de Meu Sagrado Coração e lhes peço que segurem forte em Minhas Mãos, sentindo Minha Presença espiritual e divina, e que possam escutar Minhas Palavras com regozijo e amor, porque assim sua transformação será rápida e não estarão no velho padrão da humanidade, senão que terão seus corações abertos para escutar-Me, para escutar a súplica que hoje Meu Sagrado Coração emite para o mundo.

Aceitem Meu Amor que tudo transforma, aceitem a Justiça de Deus que tudo corrige e alegrem-se por serem conscientes disso e não estarem tão hipnotizados como está o mundo, longe de Deus, afastado do amor e da unidade entre irmãos.

Minha obra não é assumida somente para receber Graças. Minha obra é assumida para poder ser cumprida e levada adiante com atos de renúncia, de penitência, de serviço e de sacrifício, de doação permanente e absoluta por algo que há de vir do Universo ao mundo e que deverá manifestar-se depois do Armagedom.

Enquanto isso, companheiros, sejam valentes. Vivam sua transformação interior. Têm a força de Meu Amor Misericordioso para fazê-lo. Têm Minha Presença durante estes oito dias para vivê-la. Que mais necessitam para poder concretizá-la?

Se o Filho de Deus desce do Alto, do lado de Seu Pai Celestial, para falar ao Mundo claramente e sem murmurações, não quero vê-los indiferentes, porque isso entristece Meu Coração. Quero vê-los dando o "sim" à Minha Justiça, vivendo o que devem viver neste tempo, sabendo que o Espírito de Deus os preencherá quando sua vida for justa e fraterna. Nada lhes faltará. Em verdade, tudo foi-lhes dado e um pouco mais.

Não retrocedam. Avancem, como avança Seu Mestre e Senhor neste tempo. É urgente a redenção das almas, a cristificação dos corações, a elevação da consciência e a conversão deste planeta, para que vejam quanto Eu os amo e que Meu Amor é infinito e transparente, que traz sabedoria e entendimento aos corações.

Venho novamente sacramentá-los para que suas pessoas não se incomodem, para que o amor de seus corações seja o que prevaleça neste momento, confiando no que é imaterial e invisível, mas que vem do Universo Espiritual de Deus para falar-lhes em forma de Pessoa Divina.

Venho batizá-los com a Água do Espírito neste dia especial, onde suas consciências vivem o primeiro passo da verdade de si, sem que Meu inimigo interfira em nada, porque quando Eu estou presente ele se paralisa e suas obras são derrotadas, as obras que ele imprime, que ele executa nos corações.

Porém, Minha Justiça também vem dissipar tudo isso, porque o justo deve ser justo e não manipulado nem transgredido. Por isso devem viver sempre a Lei primeira que é o Amor, para que aprendam a ser justos e dignos neste tempo difícil onde tudo é oferecido. Coisas inimagináveis são ofertadas para que as almas se distraiam e saiam de seu caminho, perdendo sua evolução.

Muitos que hoje estão aqui foram resgatados, mas outros, que hoje não estão aqui, se perderam.

Meu Amor nunca será tíbio. Ele é um Fogo que vem acender tudo, na igualdade e na justiça, no bem e na irmandade.

O Pai Me deu a Soberania de Seu Reino para poder levar esta Obra adiante neste tempo, não só com vocês, mas também com o mundo, indo ao encontro dos mais sofridos, como Peregrino e Pastor das almas, entre as nações do mundo e entre os povos.

Espero ter sido claro, e que seus mundos internos tenham acolhido Minha Palavra, além de suas mentes. Vibrem em Meu Coração e tudo estará dito.

O Espírito Santo atua hoje através de Minha Boca, para que a Verdade de Deus siga prevalecendo entre os homens e sobretudo entre irmãos, para que a verdadeira Justiça, que vem do Universo e não dos homens, seja constituída neste planeta e neste tempo como uma das Leis do Armagedom.

Recordem esta mensagem e tudo o que hoje Eu lhes disse, para a verdadeira transformação de suas vidas. Vejam esta mensagem quantas vezes for necessário e que não passe como tantas outras, ou fique perdida nas bibliotecas.

Recordem que Minha Palavra não se desperdiça, porque Minha Palavra vem se realizar com muitos sentidos, com infinitos propósitos, com inumeráveis obras.

Cada um recolhe em seu interior o que necessita e que Minhas Palavras sejam Sementes de Luz em seu interior para que se cumpra, finalmente, Minha Vontade.

Eu não sou o Juiz do Apocalipse; Sou o Grande Senhor, o Redentor do Mundo, o Governante deste Universo Celestial depois de Meu Pai, na Segunda Pessoa da Santíssima Trindade. Quem lhes fala é a Voz de Deus através de Seu Filho, assim como a Voz de Deus uma vez falou ao povo de Israel e ao mesmo Moisés no deserto.

Voltam a se cumprir as profecias dos profetas, antes de que tudo aconteça. Os rebanhos estão sendo agrupados, de diferentes escolas e lugares, com diferentes ensinamentos e experiências, para que todos se unifiquem na Igreja Celestial do Senhor por intermédio do Poder de Meu Sagrado Coração, na Essência do Amor e da Unidade Divina.

Incenso.

Eu lhes falo com a bondade de Meu Coração.

Hoje Meu Rosto não está sério, mas Meu Coração está em paz, porque a Justiça também é Paz e a Paz obra em tudo.

Senhor, concede às almas o dom de Tua Sabedoria, para que os corações de Tuas Criaturas estejam abertos à Luz de Tua Verdade e de Tua Santa Justiça. Amém.

Água.

Que a água expulse o que é corrupto e eleve o que é incorrupto em essência, no espírito imaterial de cada ser.

Em Minha Congregação, reúno-os para a elevação da Consciência Planetária, para que a Misericórdia de Deus seja cada dia mais profunda em todas as criaturas que foram criadas à Imagem e semelhança de Deus.

Por meio dos Sacramentos, seu Mestre e Senhor renova a Vida, desperta virtudes e talentos nas almas, a fim de que elas possam realizar a Vontade de Deus e sair desta vida com um propósito cumprido, rumo à Fonte Primordial.

Por isso, cada virtude é um dom que Eu desperto nos corações. São parte de Meus exércitos os inumeráveis dons que Eu desperto nos corações. Estes dons, que provêm do Espírito Santo e que renovam a vida na superfície da Terra, hoje são testemunhados através dos Sacramentos que em humildade são concedidos aos corações.

Por isso, quem vive o Sacramento não só vive uma renovação, mas ingressa dentro de um Mistério desconhecido que provêm da Fonte de Deus, do Princípio que deu origem a tudo, antes de existirem as criaturas na Terra.

Esse Mistério é derramado através de cada Sacramento e um Princípio da Energia Divina atua por meio dos que o oferecem e também por meio daqueles que o recebem. Assim se estabelece uma comunhão profunda e espiritual com o Princípio Primordial da Fonte, que é o Amor renovador que traz a cura e o alívio aos corações, o perdão de seus pecados e a absolvição de suas faltas por intermédio da ação poderosa do Santo Espírito.

Nesta tarde, o Deus da Misericórdia e da Justiça Divina concede aos que hoje receberão este Sacramento esta Graça especial, a fim de que sirva para os próximos passos de suas vidas, para a próxima caminhada no sagrado infinito do Universo.

Abrindo as portas de Minha Igreja Celestial, colocando Minhas Mãos para o alto, para que Nosso Criador Me Escute:

Sagrado Pai do Amor, deposita Tua Corrente Divina neste Elemento que Tu concedeste por meio da Água, para que as almas sejam banhadas com Teu Espírito e sejam aliviadas de todos os seus sofrimentos.

Peço-Te, Sagrado Senhor, que não olhes hoje os erros, senão a fé das almas, a fé que constitui sobre esta terra Minha Igreja Celestial; e pelo Sagrado Sacerdócio que Tu Me concedeste, Adonai, e por todos os méritos alcançados durante Minha Paixão na Terra, que todas as faltas sejam perdoados e exista nos corações o despertar da consciência interior, que as levará por Teu Nome, Pai, a concretizar Teu Plano neste Planeta.

Que o Espírito Santo conceda esta Graça na efusão com Tua Divindade e que os anjos que Te louvam perpetuamente transubstanciem este elemento surgido das entranhas da Terra e que faz parte da vida dos homens, que concede a cura, a purificação e a redenção.

Que Teu Sagrado Dom da Misericórdia, Adonai, se funda nesta água, criando assim uma essência viva, uma vibração divina quando ela for derramada sobre aqueles que a recebam.

E assim, Pai, novamente, pela Obra infinita de Tua Misericórdia e por Tua insondável Piedade,Tu concederás a paz e o perdão aos que recebam este Sacramento.

Sagrado Espírito de Deus, Sagrada Chama da Vida Divina, faz-Te presente neste momento, para que reine Teu Amor e Tua Glória para sempre.

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém. (x3)

E agora que são abençoados, abençoem seus irmãos. Deem-se uma saudação de paz.

Hoje a oferenda é oferecida ao Dom da Reconciliação, para que isso sempre reine no mundo, especialmente nos corações que devem alcançar a vivência do Amor.

Por isso volto a dizer-lhes, como lhes disse há mais de dois mil anos: "Comam todos dEle porque este é Meu Corpo, que foi entregue pelos homens para o perdão dos pecados. Tomem e bebam de Meu Cálice, porque este é Meu Sangue, o Sangue da Nova Aliança que reinará entre os homens até o retorno de Seu Redentor ".

Assim fica instituída a sagrada Eucaristia, da qual se servirão os corações para testemunhar em seu interior a Presença de Meu Amor Vivo, o que sempre deverá perdurar através dos tempos.

Frei Elías.

Agora nos colocaremos todos de pé e nos daremos as mãos. A pedido de Cristo, vamos fazer a oração que Nosso Mestre e Senhor nos ensinou no Monte das Bem-Aventuranças, a oração que traz o Reino de Deus à Terra e concede a Paz aos corações.

Vamos fazer a oração em Português, Espanhol, Aramaico e, por último, em Latim, quando o Senhor indicar.

E oferecerão estas orações pela humanidade, pela reconciliação dos povos e das nações, pelo fim das guerras, das perseguições e da fome, para que desperte a Consciência da Fraternidade na humanidade, da igualdade e do equilíbrio, a fim de que se cumpra a Justiça Divina, onde todos possam viver o bem.

Pai Nosso...

Quero que afirmem em suas vidas uma canção que hoje escolhi, que se chama "La razón de mi existir". Nessa canção revela-se a confirmação do discípulo de Cristo e a aspiração verdadeira de viver a nova vida, uma vida no Reino de Deus sob Seus desígnios e Sua divina Vontade.

Concedendo a paz e a reconciliação para o mundo, Eu os abençoo em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Agradeço-lhes por escutarem-Me de coração.

mar

26

Segunda-feira, 26 de março de 2018

Sagrada Semana

Eu lhes dou a Paz.

Precioso Sangue é derramado pelos inocentes, mas uma fortaleza inquebrantável se constrói nos que adoram Meu Coração Eucarístico. É um mistério ainda muito desconhecido; é uma ciência universal muito inexplicável; é uma alquimia diferente que se dá entre o adorador e a Adoração. Ainda estão por conhecê-lo, mas isso é parte do Ministério de Meu Sacerdócio.

Quando as almas Me adoram, adoram a Deus, que é Aquele que merece toda a Glória; mas Eu também adoro as almas que se unem a Mim na essência de seu coração.

Eis aqui o Sangue que deu tudo, até a última gota; o Sangue da Liberdade e da Redenção; o Sangue do Cordeiro de Deus que pôs fim ao cativeiro da consciência humana e do planeta.

Naqueles que adoram Meu Coração Eucarístico, encontra-se o Poder do Sangue de Jesus, misteriosamente escondido nas profundas entranhas do pão que é transubstanciado na celebração eucarística. Mas hoje honraremos o Sangue que foi derramado pelo Cordeiro de Deus para liberar os pecados do mundo, porque o Corpo e o Sangue de Cristo são uma coisa só, uma só Essência e uma só Vida, que se funde espiritualmente nas almas que comungam dEle.

O Sangue que é bebido pelos homens e que provém do Cordeiro de Deus é preciosamente honrado pelo Pai, porque é a justificação verdadeira para a Redenção dos homens. É o Sangue que tira o pecado do mundo e tudo converte; o Sangue que foi entregue por Amor aos homens para a reparação dos ultrajes, das indiferenças e de todas as culpas. É o Sangue que libera o coração. É o Sangue que dá vida nova a todas as coisas.

Água

Com este Sangue, Eu lavo as almas e acendo nos corações seu propósito divino, a fim de que se liberem de suas manchas mais profundas e recebam a Graça da Reparação de Deus.

Este é o Sangue que dá vida às essências e que recupera o que está perdido. É o Sangue que traz a Paz e que estabelece no mundo o triunfo do Criador sobre a Terra, acima das forças do caos e da maldição.

E agora que vocês já comungaram com os Códigos Divinos de Meu Sangue, já pude estabelecer em seus corações a eterna cerimônia de amor, que é construída e vivificada por todos os que adoram Meu Coração Eucarístico.

Hoje quisera fazer uma menção especial a este exercício e ao que sucede nos planos internos da vida quando uma alma se prostra aos pés do Santíssimo do Altar. Muitas misérias são dissolvidas, faltas são perdoadas, curas inexplicáveis são concedidas e, sobretudo, emerge do coração adorador a força de Meu Amor, para que possa seguir adiante, adorando por um planeta que sofre, por uma humanidade que adoece e também pelos Reinos que sofrem as consequências destes tempos.

A Adoração no Céu é toda para Deus, porque é o testemunho verídico da Paixão, Morte e Ressurreição de Seu Amado Filho, testemunhada por intermédio da Sagrada Eucaristia e elevada aos Altares de Deus como o maior triunfo da humanidade de Jesus neste planeta.

Por isso, todos os que se colocam diante do Altíssimo, de tempos em tempos, vivem uma renovação, um processo de cura e de redenção, e portas internas se abrem para que as almas possam cruzá-las e encontrar a essência de sua missão espiritual e de seu propósito divino para esta vida.

O Santíssimo do Altar é a representação do Deus vivo na Terra, por meio do Corpo Eucarístico de Cristo. Mas se a isso se soma a corrente amorosa dos adoradores, muito mais atributos poderão ser concedidos no mundo e nas almas, sobretudo àquelas almas que se desesperam e não encontram a paz.

Os adoradores de Meu Corpo Eucarístico são parte de Meu Coração, em sua constituição como corpo místico, mas também são parte de Minhas Mãos e de Meus Pés, para que Eu possa chegar e auxiliar os que mais necessitam. Cada nova Adoração que realizam não é igual à anterior; é um passo para poder aprofundar na vida espiritual e na entrega, no propósito verdadeiro de serem embaixadores da Paz e de Minha Divina Misericórdia.

Do Santíssimo Corpo de Cristo, que é adorado, parte o Sopro do Espírito para as almas, e os impulsos do Céu chegam à Terra cada vez que uma alma adoradora se coloca ante Meu Corpo Eucarístico para que, tão somente no silêncio e na paz, encontre a nova vida e a redenção.

Os adoradores representam os peregrinos que se elevam ao Céu para se encontrarem com o Senhor e se fundirem na Comunhão de Sua Igreja Celestial. Por isso, alegrem-se pelos que hoje serão consagrados, porque muitos mais serão consagrados pelo Poder do Precioso Sangue de Jesus e de Seu Divino Corpo Eucarístico, gravemente ultrajado nestes tempos pela indiferença dos homens e pelas calúnias.

Cada momento de Adoração é um momento de reparação, e tudo, tudo se renova. Não há nada que não seja resolvido naquele que adora Meu Precioso Corpo Eucarístico, porque, em verdade, fortalece sua união interna com Meu Sagrado e insondável Coração, que dá vida a todas as coisas, que ressuscita tudo o que está morto e que traz a Paz.

Comecemos com esta Cerimônia de novos postulantes à Igreja Celestial do Senhor, para que representem nesta Terra os pacificadores do Redentor.

Escutaremos o Pater Noster. Podem subir aqui os adoradores, os que se consagrarão.

Incenso.

Enquanto Minha Igreja Celestial se abre ao mundo, que os autoconvocados se coloquem de pé para entrar em Minha Consciência Celestial e, junto aos Anjos e Arcanjos, celebrar uma vez mais o triunfo do Sagrado Coração de Jesus.

Senhor, abençoa este Ministério, que hoje vivifica as almas para a Glória e Honra de Teu Nome.

E hoje volto a repetir: tomem e comam todos dEle, porque este é o Meu Corpo, que é entregue pelos homens para o perdão dos pecados.

Tomem e bebam de Meu Cálice, o Cálice da Nova Aliança, que concebe nos corações a eterna paz.

Coloquem-se de pé os adoradores para receber a Comunhão.

Inspiramos.

Chegou o momento mais importante de suas vidas, que é estar por alguns segundos diante de Meu Corpo Eucarístico, para que o mundo seja reparado e coisas inexplicáveis sejam perdoadas, por sua oferenda ao Meu Sagrado Coração.

Amado Pai do Universo, recebe a oferenda destas almas, que só buscam viver a grandeza do Universo de Teu Amor e o propósito de Tua Existência, a fim de que se cumpra, em tudo o que Tu criaste, Tua sábia Vontade.

Hoje te oferecemos, Pai, esta simples Adoração como um ato de união profunda Contigo e, junto aos Anjos, elevamos esta intenção aos pés de Teu Altar. Amém

Que todo propósito contrário seja desestabilizado. Que a cura profunda seja alcançada nas almas. Que os espíritos reunidos em Teu Nome, Senhor, vivifiquem a Paz; porque Tu Te fizeste tão pequeno e semelhante que chamaste Teu povo para que voltasse a honrar-Te e glorificar-Te pelos séculos dos séculos e, assim, levar-se-á adiante Teu Projeto em cada partícula que Tu criaste e deste a vida para que pudesse experimentar o Amor e a Unidade.

Sendo tão infinito, Senhor, Tu Te fizeste um homem simples e humilde. Encarnaste neste mundo através de Teu Amado Filho, para voltar a recordar aos homens e a todo este planeta que Teu Amor sempre triunfará e que no Amor se alcançará a liberdade do Espírito e a realização da alma nesta humanidade.

Enquanto os Anjos e as almas adoram Meu Corpo, Senhor, que ao mundo seja concedido um tempo de paz, para que as almas tenham tempo de despertar e de viver a reconciliação com Teu Ser. E ante Minha Igreja Celestial e os Coros Angélicos, hoje celebramos mais uma vez, Senhor, Teu triunfo nos corações que se abriram à existência de Teu Amor e de Tua Vontade.

Entoaremos, junto aos anjos, o Kodoish melódico, elevando ao Céu esta oferenda de amor e de perdão por todos os que não estão aqui e pelos que deveriam estar aqui e não estão.

Com um só coração e uma só voz, companheiros, cantarei hoje junto a vocês o louvor ao Todo-Poderoso, Àquele que nos criou por um grande e desconhecido mistério de Amor. Cantemos.

Eeihe, Asher Ehie. EU SOU O QUE SOU.

Juntos.

Mais uma vez.

Louvado sejas, Senhor, por Me permitir estar com Teus filhos, glorificar Teu Nome e toda Tua infinita Existência.

Louvado sejas, Senhor, porque Tu permitiste o ingresso das almas em Minha Grande Igreja Celestial, onde se perpetuarão os códigos e os méritos de Meu Amor nos corações que confiaram em Minha Divina Presença.

E assim Eu os consagro e os abençoo como Adoradores de Meu Corpo Eucarístico. Em Nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Hoje irei ao Céu escutando um louvor do Povo de Deus, uma canção que aproxima os anjos dos homens, que traz o Universo à Terra e que permite que a Graça esteja acima de todo erro.

A canção que escolhi se chama Alleluia, que precisamente o Brasil entoa com amor ao Pai Criador.

Agradeço-lhes, e sigam em frente.

mar

25

Domingo, 25 de março de 2018

Sagrada Semana
Aparição de Cristo Jesus durante a Sagrada Semana, no Centro Mariano de Figueira, Minas Gerais, Brasil, ao vidente Frei Elías del Sagrado Corazón

Vim em Glória para encontrar-Me com os Meus e, antes de entrar neste dia em Jerusalém, coloquei-os aos Meus Pés para que lavassem suas mãos em representação de todos os que ainda devem seguir purificando suas vidas, para que algum dia entrem no Reino de Deus.

Porém hoje não venho falar de sua mortalidade, mas da imortalidade de seu espírito, que é o que retornará à Fonte de Deus, livre da matéria, de toda a corrupção e perturbação.

Venho, por meio desta Graça que o Todo-Poderoso está concedendo ao mundo, elevar seus espíritos e almas para dentro de Minha Igreja Celestial, onde, todos estes dias, será celebrada a grande comunhão com Meu Coração, com Minha Alma e Minha Divindade.

Também venho pelos que mais sofrem, pelos que ainda devem testemunhar Meu Nome no mundo, ainda que sejam perseguidos ou martirizados. Porque, para que todo o mundo creia que Eu estou regressando, da mesma maneira que os primeiros cristãos após Minha Ascensão, alguém deverá sacrificar sua vida por Mim. Não importa como seja nem quem seja: tudo já está escrito no Livro Sagrado de Deus.

Por isso os animo, durante todo o tempo, à consagração da vida e do espírito, porque assim estarão preparados, companheiros, para enfrentar o fim dos tempos.

O mais importante para Mim é o que acontece em suas essências, o que elas podem conceber, gestar e realizar a partir do Plano de Deus. A partir dali tudo se realiza, tudo pode-se concretizar e materializar. Não se aferrem às questões materiais da vida, porque a matéria morrerá e voltará a ser pó. Cultivem nesta vida material a ciência do espírito imaterial, aquele espírito que está dentro de vocês e que levará para o Universo uma grande experiência de amor e de redenção.

Porque depois que tudo suceda, depois do Armagedom, mesmo depois que Eu tenha retornado ao mundo, serão recolhidos no Universo todos os tesouros espirituais, todos os passos espirituais, cada meta alcançada por cada discípulo Meu, para serem depositados na Grande Fonte do Amor e da Renovação, de onde surgirá o Grande Espírito de Deus, totalmente transfigurado e transformado, O que gestará a Nova Humanidade no nível do espírito e da consciência.

Por mais que lhes fale neste momento de coisas abstratas, façam memória e recordem Minhas Palavras.

Eu venho realizar através de vocês uma obra inexplicável que está plena absolutamente do Amor de Deus e totalmente preenchida da Divina Misericórdia do Criador.

Neste primeiro dia, às portas de Jerusalém, onde Me encontro com os Meus, mas também com Meus inimigos destes tempos, venho convidá-los a acompanhar seu Mestre e Senhor durante esta Semana Sagrada, a dar os passos na consciência e no espírito, a fim de que se estabeleçam os desígnios de Deus em cada um de vocês como em todo este Planeta. Que assim seja.

Não venho falar-lhes com palavras tíbias. Depois de vários encontros, companheiros Meus, em que seus corações foram agraciados e suas vidas foram abençoadas, chegou o momento, companheiros, de Me acompanharem para separar a palha do trigo. E primeiro, isso começará em vocês, dentro de seu mundo interior e de suas vidas. Mas não temam; Eu não venho ser um juiz, mas seu Salvador e Redentor.

Bem-aventurados são vocês que, através dos anos e dos tempos, acreditaram em Minha Palavra. Mas agora venho pedir-lhes e suplicar-lhes pelo grande momento de sua transparência interior, que os fará cristalinos aos olhos de seus semelhantes e verdadeiros ante as forças do caos no mundo. Assim, serão Minhas colunas espirituais sobre a Terra e poderão quebrar os grandes sepulcros do mundo, onde muitas almas ainda estão presas na perdição e no caos.

Chegou o momento, queridos companheiros, de ir de dois em dois ao mundo predicar Minha Palavra, testemunhar Meu exemplo por meio de suas vidas cristificadas e transformadas pelo fogo do Meu Amor Superior.

Desejo, neste dia e nos dias que virão, poder recolher de suas almas o sagrado talento que Deus lhes entregou para que Eu possa manifestar neste último tempo Minha Obra planetária, aquela que vem descendo do Universo Superior para a Terra.

Mas Minha Vontade se cumprirá assim como Meu Pai pediu e não como vocês pensaram. Por isso os necessito verdadeiros e abertos de coração para que saiam daqui não somente abençoados e agraciados novamente, mas definidos com seu compromisso pessoal diante do Criador, a fim de que os Sagrados Tesouros do Céu, as pérolas mais preciosas do Universo, as Sagradas Ferramentas do Criador, estejam em suas mãos para definir este tempo e, sobretudo, este planeta e esta humanidade, que já está próxima do umbral da grande decisão, do grande Juízo Universal.

Por isso venho em glória e alegria, abrindo Meus Braços e estendendo Minhas Mãos para vocês, para que se segurem fortemente em Mim e, apesar de suas quedas, voltem a se levantar. Porque assim como Eu ressuscitei os mortos, tenho a autoridade, neste tempo final, de ressuscitar seus espíritos.

E ai daquele que queira intrometer-se, Meus Companheiros, porque conhecerá a Sagrada Justiça de Deus e deverá vigiar durante toda a sua existência, em oração e arrependimento, para conceber em seu coração o perdão de Deus.

O que Eu venho entregar a seus corações é inextinguível, eterno, infinito e duradouro. Eu lhes trago a Vida do Espírito, a Ciência do Amor e a Sabedoria interior de Deus, para que as almas a vivam e sejam neste tempo as testemunhas da Bíblia.

Hoje não mostro minhas chagas de dor pelo mundo, mas Minhas feridas de Luz, que foram transformadas pelas orações dos bem-aventurados, de todos os que aspiram, apesar de seu sofrimento e dor, a viver em Meu eterno Coração.

Hoje não choro pela humanidade, mas pelos que alegram Meu Coração por sua persistência e constância, por seu amor sincero, por sua comunhão com Meu Eucarístico Coração, por viver a vida sacramental e por ser parte deste pedacinho de Meu Projeto que hoje desce à Terra e se aproxima das almas para que conheçam finalmente o Reino de Deus.

Com o gozo do Meu Espírito, venho vivificá-los; com o Fogo do Meu Coração, venho acendê-los; com a Luz do Meu Espírito, venho santificá-los e, assim, absolvê-los de todas as faltas cometidas até os dias de hoje, para que sejam parte do Paraíso, depois deste mundo, ao fim desta vida.


Louvado sejas, Senhor, porque Tu concebes a vida.

Louvado sejas, Senhor, porque Tu perdoas todo erro e submerges as almas na Fonte de Tua Misericórdia, onde tudo é reparado e absolutamente redimido, seguindo os Princípios de Tua Divina Vontade.

Louvado sejas, Senhor, por tudo o que criaste e por tudo o que ainda criarás neste mundo e nos outros, para que toda a Tua Criação viva, finalmente, no Universo de Teu Amor, onde tudo será iluminado, transcendido e perdoado pela Chama Viva de Tua Unidade.

Louvado sejas, Senhor, pelos que colocaste aos Meus Pés para que escutem Minha Palavra que é Fonte de Tua Palavra Viva, sopro de Teu Espírito e elevação da consciência.

Louvado sejas, Senhor, por Tua Insondável Misericórdia, que dissipa as dúvidas, que perdoa as faltas e que concebe nos corações a vida eterna.


Quantas almas unem-se a Mim neste dia afirmando e confirmando seu compromisso com Meu Glorificado Coração, para que no próximo mundo, na Nova Terra,  se realize finalmente o Plano do Criador!

Quantas almas que vieram do Universo à Terra e que hoje volto a congregá-las por meio desta aliança com Meu Sacratíssimo Coração e com Minha Divina Consciência! Que estas almas, em nome de muitas mais, concebam no mundo a graça de viver em Deus, a alegria de servi-Lo em plenitude e santidade.

Senhor, Tu és o coração de toda a vida. És Quem pulsa no interior de Teus filhos, para que todas as Tuas criaturas vivam no Universo de Teu Amor, a fim de sentirem-se parte de Tua Sagrada Criação.

Enquanto tudo é abençoado, tudo é reparado e a nova Graça desce aos corações que creem n'Ela.

O incenso representa a elevação do espírito imaterial, daquele espírito que se entrega a Deus em doação absoluta e não teme nada, mas que se entrega à Criação em infinita confiança.

Agora sim, a aliança do Meu Coração com todas as almas que a aspiraram já está pronta, e isso é motivo de alegria para Meu Coração, para a Vida eterna.

Que venham aqui as auxiliadoras para celebrar junto ao Seu Esposo a comunhão interna, antes que seu Mestre entre em Jerusalém para viver Sua agonia, que espero compartilhar com aqueles que a aceitem, para que seja aliviada.

Podem se colocar ao redor para estarem próximas de seu Senhor, neste dia, quando a aliança com o Céu e a Terra se estabelece, e entre as almas e Deus.

Hoje Minha filha Amerisa representará a Minha Mãe Maria e vocês serão as mulheres de Jerusalém que estiveram aos Pés de seu Redentor, em Betânia. Eu oficiarei este momento por vocês e pelo mundo, a fim de que permaneça guardada em suas essências esta lembrança, que as ajudará no próximo tempo,  na Nova Terra.

E dei à Minha Mãe o Santo Graal, para que fosse a Portadora dos Códigos Divinos de Meu Sangue e infundisse o Poder de Meu Sangue no mundo e de Meu Espírito Redentor por onde Ela passasse.

E Eu sustentei o pão, que entregaria como Meu Corpo Espiritual e Místico às santas mulheres, a fim de que vivessem a consagração com o Criador.

Hoje elevamos, Todo-Poderoso, esta oferenda que é o testemunho inextinguível do Amor do Criador por intermédio da Presença de Seu Divino Filho. Semeia e deposita nestes elementos os Raios poderosos de Tua Fonte Superior, a fim de que as almas saciem sua sede, acendam seus corações na alegria eterna de estar vivendo em Ti e por Ti.

Amém.

Primeiro lhes dou Meu Corpo e Meu Sangue antes da aliança, porque esta é a primeira aliança com Meu Coração e Minha Consciência. Celebrem este momento com alegria.

E quisera que hoje, quando Eu partir daqui, pudesse voltar a escutar sua voz, porque suas vozes hoje foram uma só voz na unidade com o Pai, o Filho e o Espírito Santo.

Agrada-Me estar aqui com os que são consequentes Comigo, com aqueles que vivem Minha mensagem e realizam Minha Obra nesta parte do mundo. Uma Obra que é intangível, desconhecida e infinita para toda a Criação.

Por isso as faço comungar com Meu Corpo e com Meu Sangue, porque, assim, estou fazendo toda a humanidade comungar com Meus Códigos de Vida, de  Reparação e de Cura para este planeta. Algo que nunca se extinguirá, mas que perdurará através dos tempos quando cada comunhão seja simplesmente verdadeira (*).

Agora que completei Minha Vontade, retiro-Me daqui em paz, sabendo que nas almas boas florescerão os talentos de Deus, os sagrados tesouros que darão a oportunidade de conceber nos espíritos a Eternidade.

Eu as abençoo e abençoo todos os presentes na perfeita Comunhão com a Criação, em Nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Vão em paz e deem testemunho de Minha Palavra no mundo, por meio de seu exemplo de conversão e de redenção e de um serviço amoroso pelos que mais sofrem.

Agora sim, consagradas a Mim, na aliança perfeita com Meu Coração, Meu Coração se deleitará escutando suas vozes, afirmando novamente o hino de sua consagração.

Agradeço-lhes.

(*) Cristo chama todas as auxiliadoras, cada uma por seu nome.

mar

24

Sábado, 24 de março de 2018

Sagrada Semana

Bem-aventurados os que creem em Mim porque, por mais que não Me hajam visto, creram. E isso tem um preço incalculável para o tempo final, para o grande dia do Juízo Final.

Venho com todos os Meus Anjos e Santos dar honra, glória e exaltação Àquele que tudo criou.

Venho como Seu discípulo, mas também como Seu servo.

Enquanto as portas do Universo se abrem para testemunhar na Terra o triunfo da Luz poderosa de Emmanuel, as trevas se mobilizam e são derrotadas.

Eu Sou o grande apaziguador das forças do mal, mas também Sou o triunfador diante das trevas, porque aquele que chama Deus através do Meu Coração, com sinceridade e lealdade, não perecerá.

Poderá haver terremotos, os mares poderão subir, o forte vento poderá soprar e destruir tudo o que toca, mas aquele que crê em Mim e, em seu coração, é fiel à Minha Palavra não perecerá. Porque Eu lhe darei a autoridade de vencer o inimigo por meio da força e do poder do Amor, por intermédio da Unidade, que é inquebrantável na essências que vivem em Deus.

Nesta Sagrada Semana que começa, que não será igual à anterior, onde seus corações e vidas viverão uma grande definição ante o Altíssimo, acontecerá um antes e um depois. E uma nova história será escrita no Livro Sagrado dos Céus.

Que o triunfo dos fiéis se estabeleça. Que os tíbios sintam calor em seus corações, para viver dentro de Meu Fogo Universal e fazer parte dos Meus exércitos do fim dos tempos.

Enquanto falo, as portas do Universo ainda se abrem, como foi na esplendorosa Aurora, para que a Divindade do Pai desça à Terra através dos Coros Celestiais e dos anjos servidores de Deus, que hoje detêm as trevas, porque desce Aquele que nos criou à Sua imagem e semelhança, Aquele que sempre deu origem à poderosa Fonte do Amor e da Verdade.

Hoje venho coroado pelas flores dos Meus discípulos e em Meus Pés recebo as oferendas dos que deram testemunho do Meu Amor no mundo. Por isso este acontecimento não é usual.

Eu venho reunir os que convoquei em outros tempos, os que viriam nesta Era para testemunhar o retorno de Cristo nas nações do mundo e em todos os povos e cantos da Terra.

Daqui deverão sair os novos Cristos, redimidos por Meu Amor, santificados por Minha Consciência, elevados por Meu Espírito, porque deverão ser os humildes entre os mais humildes, os simples entre os mais simples, os verdadeiros entre os mentirosos.

Minha Lei deverá ser parte de suas vidas neste novo ciclo. Por isso escolhi para esta Sagrada Semana um número incalculável de tesouros celestiais, diria de Graças inexplicáveis, para serem derramadas em seus espíritos, que se preparam para enfrentar o último ciclo deste agudo e duríssimo Armagedom.

Porém Eu os quero livres de si mesmos, para que Eu possa esvaziá-los completamente e preenchê-los com o Amor Sabedoria de Deus, que está sendo necessário no mundo, sobretudo nos que mais sofrem, nos que padecem o erro e o horror das guerras.

Necessito que difundam Minha Divina Misericórdia para que a Paz de Deus possa se estabelecer. Cada cruz abençoada em algum ponto da Terra significa, companheiros, o retorno do Reino de Deus à humanidade, como foi no passado com o povo que Moisés guiou até o alto do Monte Sinai, onde foram recebidas as Leis da evolução e do despertar, o que vocês chamam de "Sagrados Mandamentos".

Por meio do Meu Amor Universal e Crístico, venho renovar todos os tempos, unir todas as leis e todos os princípios por meio da poderosa intercessão de Nosso Pai Emmanuel, que hoje se faz presente em Seu Reino Celestial, contemplando a Terra e esta parte da humanidade reunida em Meu Nome, que vem reconfirmar, com seu simples "sim", o triunfo do Meu Sagrado Coração em todas as essências, como em todas as nações, por intermédio de todos os orantes, devotos, consagrados e adoradores, como também através dos mais simples, daqueles corações silenciosos, que são imperceptíveis e não se mostram ao mundo.

Comecemos então, companheiros, a grande cerimônia da consagração, chamando os nomes de Deus, as chaves sagradas, que trazem para a Terra o conhecimento e a renovação dos espíritos e, sobretudo, o estabelecimento da Lei do Amor.

Acendamos a Cruz.

Cantemos como uma só voz, companheiros, e como um só coração, para que o Reino de Deus desça à Terra.

(Elementos para abençoar)

Enquanto o coração arde no Amor de Deus, que o compromisso se acenda em suas almas e que seja revivido o reencontro com o Criador, com tudo o que existe dentro do Seu Universo Celestial e que dá motivo à vida e à regeneração da consciência.

Que seja elevada até os Tronos do Pai esta simples oferenda da Sagrada Cruz de Emmanuel, a fim de que mais espíritos no mundo encontrem a redenção e a paz, o despertar de sua consciência crística e a elevação de seus espíritos, em absoluta rendição aos Pés do Todo-Poderoso.

Enquanto os anjos da guarda se prostram ante o Criador, que agora seus corações sejam elevados em oferenda até o Reino de Deus, para que, de Sua Divina Fonte de Graça, de cura e de reparação, os poderosos e invencíveis Raios de Emmanuel desçam à Terra, e o planeta e o Universo se unam em perfeita comunhão, como um ato de reconciliação e de cura para as almas.

Vim em companhia do Arcanjo Metatron, que abençoará esta Cruz em nome de Nosso Pai-Mãe Criador. Vindo diretamente da Fonte Primordial, derramará a Água espiritual de vida, para que esta Cruz seja abençoada e seja o símbolo do resgate universal das essências perdidas e caídas nos abismos da Terra, a fim de que, por um instante, tão só por um segundo, esta humanidade sinta em seu interior o chamado do Criador.

Invocaremos Seu Nome. Chamaremos por Sua Presença, pela Presença de Deus no Nome Sagrado de Emmanuel.

Louvado sejas, Senhor do Universo, por tudo que Tu criaste para fazer vivificar em Tuas Criaturas o Amor do Criador.

Abençoa, Senhor, este momento, este lugar e todos os que se congregam ao redor de Tua Luz invencível, de Tua resplandecência e de Teu Fogo azul, a fim de que as essências reencontrem o caminho da vida , a vida que os levará a unir-se nestes tempos ao Teu Coração, onde encontrarão refúgio, consolo e cura.

Que as almas se elevem em oferenda; que os corações se regozijem e se alegrem, porque o Todo-Poderoso, Emmanuel, vem ao encontro, através de Seu Amado Filho, de todas as Suas criaturas na Terra, de todos os que afirmam a fé em seu interior.

Abençoaremos este momento com os elementos e esta Sagrada Cruz que, a partir deste momento, infundirá no mundo a Luz espiritual de Emmanuel. E aquele coração que aqui se prostre, em arrependimento e entrega, será elevado pelos Braços do Pai ao Seu Reino de Amor.

Senhor, abençoa esta água, para que se esparja como luz espiritual, de redenção e de cura, por meio desta Cruz, aos quatro pontos da Terra.

(Cristo pede que se ore o Pai Nosso em português, espanhol, aramaico e latim).

Nesta mesa, oferecida pelos peregrinos da fé e pelos devotos do Amor de Deus, durante toda esta semana sagrada e abençoada pelo Altíssimo, será oferecida a Comunhão da reconciliação e da cura interior, para que os corações estejam prontos para tudo o que viverão nos próximos tempos, servindo-se deste Sacramento, com todo o poder que ele tem, com toda a graça que ele concebe, com tudo o que ele traz para a vida espiritual de cada coração.

Seja então elevado este Sacramento aos pés do Altar de Deus e, sob a benção de São Metatron Arcanjo e por intercessão de Seus exércitos de Luz, dos Resplandecentes, sejam instituídos neste pão e neste vinho os códigos da Paixão de Jesus, de Sua Morte e de Sua Ressurreição, a fim de que os corações recebam a assistência que necessitam para enfrentar estes tempos por meio da fé, da confiança e da convicção em Deus.

Por isso, depois de dois mil anos, Seu Mestre e Redentor celebra sobre esta colina, como foi no alto do Monte Calvário, a glória de Sua Paixão, de Sua Morte e de Sua Ressurreição, vencendo novamente aquele que causa a dor, a angústia e o desespero nos corações da Terra, triunfando o Corpo de Cristo e o precioso Sangue do Rei Universal.

Senhor, faz-Te presente em tudo o que existe. Vibra com Teu Princípio de Amor em cada coração. Transforma tudo o que tocas e, por meio deste Sacramento, reacende a fé e o compromisso em Tuas criaturas, a fim de que se cumpra Tua Vontade.

Que nesta ceia, em recolhimento interior, as almas encontrem a esperança e a alegria de servir-Te eternamente, sem nenhum medo, sem nenhuma culpa, renovadas por Teu Fogo de Amor e por Tua Luz de esperança. Amém.

E agora que esta Cruz lhes servirá de escudo e de proteção, e o Brasil recebe como dom espiritual a proteção de Emmanuel, que esta Cruz seja venerada como o triunfo do Reino de Deus nesta parte do planeta.

Que os que mais necessitam da Luz de Deus possam chegar aqui para que também sejam renovados, como vocês hoje são renovados nesta comunhão interna com Meu Espírito.

Sintam agora esta Luz de Emmanuel em seu interior e como se reflete em vocês o Espelho de Seu Amor, de Sua Luz e de Sua Unidade, renovando tudo o que existe e tudo o que foi criado por Seu Divino Pensamento.

Às portas desta Sagrada Semana e neste momento de união com Deus, realizem internamente, ante Meu Sagrado Coração, a petição, o que tanto aspiram que se realize em suas vidas depois destes sagrados encontros com Meu Coração Glorificado. Escuto-os interiormente.


Que se cumpra o advento da nova raça.

Que a humanidade possa expressar seu arquétipo.

Que a palavra seja viva e construa Teu templo.

Que se expanda em nós Teu mistério

e que se revele ao mundo a verdadeira existência

para que possamos nos reunir em Teu Nome

e glorificar a perfeita Unidade.

Amém. (2x)


Enquanto as estrelas do Cosmos registram este acontecimento, que seus corações, vidas e consciências façam memória deste momento, a fim de que esta experiência de amor retorne às suas origens algum dia.

Sejam consciências renovadas pelos Dons de Deus e que este momento seja apenas uma Graça, não só para suas vidas, mas também para o mundo.

Agradeçamos a Deus por este momento. Porque hoje, se isto acontece aqui é porque é Sua Vontade. Uma Vontade infinita e desconhecida pelo mundo, que vem trazer a Verdade à Terra.

Que seus corações se elevem neste exercício de reconciliação para que muitas almas mais recebam o que necessitam e o Espírito Consolador de Deus ingresse em todas as essências, a fim de que reine Sua Paz.

Eu os abençoo e os deixo com a Luz de Emmanuel para que sempre esteja presente em seus caminhos, afirmando Sua Divina Vontade e a concretização de Seu Projeto.

Que este símbolo de Redenção e de Luz se plasme em suas vidas e em todo o planeta.

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém (x3).

Agradeço-lhes por estarem hoje Comigo e por estarem Comigo nos próximos dias que virão, em perfeita união e comunhão com a vida.

Agradeço-lhes.

Quem somos?

Associação Maria
Associação religiosa cristã e ecumênica que tem por finalidade difundir a mensagem universal de amor e de paz que Cristo Jesus, a Virgem Maria e São José transmitem aos monges da Ordem Graça Misericórdia, estimulando o crescimento espiritual através da oração e do serviço altruísta.

Contato

Mensageiros Divinos