Mensagens Anteriores

jan

15

Sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

Mensagens mensais
MENSAGEM MENSAL DE CRISTO JESUS GLORIFICADO, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN

Deus, em Seu silêncio profundo e eterno, já se decidiu. O mundo deverá começar de novo, mas isto não acontecerá até que todos os bem-aventurados despertem nos quatro cantos da Terra e até que seja proclamada a vinda do Filho de Deus pela segunda vez.

Vocês e o mundo decidirão que passo dar neste novo tempo. A hora já passou. O momento indicado terminou e a Fonte de Minha Misericórdia preciosamente estará sendo derramada sobre aqueles que a buscarem e aqueles que a clamarem para seus irmãos. Não haverá outra saída, companheiros, senão recorrer ao Meu Sagrado Coração, ferido e lastimado pelos fatos do mundo, que se precipitam na consciência humana dia após dia.

Hoje, Me encontro no lugar onde prediquei e proclamei o Ensinamento do Pai Nosso, onde pronunciei as bem-aventuranças para todos, para todas as almas, ao longo dos tempos. Pelo menos, comprazam Meu Coração, vivendo uma bem-aventurança: que ela seja verdadeira, espiritual e profunda em suas vidas; que ela se reflita em seus rostos e manifeste a verdade de que muitos necessitam. O mundo não entende, está cego, surdo e fechado para escutar. Vocês têm as chaves para abrir as últimas portas por onde Eu poderei entrar para salvar os que restam nesta travessia sem fim do Armagedom.

Queria que hoje vocês colocassem suas cabeças no chão para suplicar-Me por aqueles que não suplicam, que nada pedem e que se vangloriam todos os dias. Bebam da Fonte de Minha Humildade e abram-se a reconhecê-La, pois será a base da humildade que os fará livres, e vocês poderão caminhar seguros até o Reino de Meu Pai.

Não percam tempo, companheiros. A última barca está passando e isso vocês devem anunciar à humanidade. Minha última barca de Misericórdia está disposta a receber os que devem refugiar-se em Meu Espírito e em Minha Divindade. Ao menos, cumpram este pedido de dar-Me a conhecer ao mundo verdadeiramente, pelos seus exemplos e pelas ações de caridade que alegram Meu Coração lastimado.

A partir deste Monte, Eu emito novamente Meu pedido para o mundo: sejam bem-aventurados e vivam as bem-aventuranças que são as Leis preciosas. A intercessão de Minha Divina Misericórdia para os tempos de hoje, que ainda está vigente para todos. Construam em seus corações o verdadeiro templo de que necessitam para poder receber-Me em espírito durante a hora mais crucial, quando os corações se desesperarão por não terem Me buscado a tempo. Vocês deverão ser aquela Luz para o mundo de que muitos necessitarão. Não uma falsa luz, mas uma Luz verdadeira, que brilhe no coração, para as almas mais carentes. Assim, Eu poderei derramar Meus Raios sobre os que nunca Me encontraram. Realizarei prodígios nos corações que Me aceitarem para viver sua redenção.

A dor de Deus é incalculável para o mundo e a humanidade. A dor de Deus não pode ser medida, porque está dentro de Seu Coração, Coração que criou todas as coisas para este mundo, para todo o Universo. Já se perguntaram: o que sente Deus deste mundo, que tem sido tão abençoado e ditoso por meio da Obra do Pai Eterno?

Companheiros, vocês sabem que a humanidade se desviou da Lei e o faz cada vez mais, sem consciência nem sabedoria. Por isso, Eu venho buscar, dos menos preparados, os frutos mais preciosos, que devem estar em oferenda aos pés de Meu altar, para que Eu possa oferecê-los ao Pai Celestial, como última intercessão. Se seus corações não mudarem, o mundo não mudará, porque o mundo já escutou a Voz dos Mensageiros de Deus e poucos a entendem em humildade.

Não venho pedir o impossível para ninguém. Vocês já o sabem, e muitas vezes já lhes disse isso. Venho buscar algo que vocês desconhecem. Venho buscar algo que está dentro de vocês e que pertence à Criação para a manifestação de Sua Obra em todo o Cosmos. Por isso, lhes mostro Meu Sagrado Coração, como seu Senhor Misericordioso, para que sigam Meus passos rumo à Casa do Pai, onde reinam todos Seus Projetos para esta humanidade.

Quem quererá ser depositário dos verdadeiros tesouros do Céu, se os corações ainda estão cheios de outras coisas? Seu vazio interior é imprescindível para os tempos vindouros. As formas e as experiências devem estar na base de Minha Misericórdia, para que tudo possa se concretizar, assim como Eu o tenho previsto desde o início. Eu Sou o Senhor da Misericórdia, Eu Sou o seu Pastor.

Hoje, venho dar Minha última palavra para o mundo, pois os corações já Me escutaram. Necessito de sua pureza e inocência para realizar Minhas Obras. Assim, vocês desterrarão o velho ser e surgirá o verdadeiro espírito que veio a este mundo para servir-Me, dentro do Plano de Deus. Não posso fazer esta oferta para todos, porque os corações têm seus graus de amor, mesmo para oferecer ao Céu. Mas vocês, que têm a Graça de receber-Me e de escutar-Me, que estão esperando? Eu disse que não viria buscar suas habilidades, mas sim os talentos de seus espíritos imateriais; os talentos de suas moradas, de sua verdadeira tarefa ante o Pai Celestial.

Adonai segue Me encomendando ao mundo, ainda mais nestes tempos difíceis. Mas os que não conseguem amar os seus irmãos, que repensem seus caminhos, pois não há tempo a perder. O mundo precisa de muita ajuda e não de conflitos, que já são suficientes, e isso também fere o Coração de Deus. Não percam a força interior para a transformação e abram as portas a vida eterna, onde reside o verdadeiro, que os fará livres no próximo tempo.

Hoje, estou no Monte das Bem-Aventuranças, ainda esperando que os 144 mil despertem e venham a Mim para oferecer-Me o fruto que trabalharam. Amadureçam suas consciências pela determinação e pelo sacrifício pelos demais. Isso os fará conquistar o Céu e não se perderem nas coisas superficiais. Sigam Meus passos com cuidado e atenção. Não quero que tropecem ou que caiam no chão, ainda que isso vá acontecer até a próxima vida. Mas Eu venho levantá-los de onde sempre se colocam por suas próprias decisões.

Meus tesouros não podem ser desperdiçados. Minhas pérolas preciosas não podem se perder entre as mãos dos distraídos. As joias que Eu lhes entrego são únicas: são as mesmas que Eu recebi antes de vir e encarnar na Terra; são as mesmas joias que receberam Minha Mãe e São José, para concretizarem o projeto da Sagrada Família. As joias são as virtudes da santidade, da consagração e da vida elevada. Isso é o que o mundo perdeu completamente neste ciclo e vocês não podem perder. Se isso acontecer, o que será de Meu Projeto?

Não quero deixar de ver o mundo com Meus Olhos de misericórdia. Não tentem ao seu Deus, não O desafiem. Não quero olhá-los com Olhos de justiça. Por isso, vim ao mundo e sofri a agonia no horto de Getsêmani, em absoluta solidão e abandono. Por isso, fui entregue como Ser Divino por 33 moedas. Vocês não Me entregarão? Vocês não quererão trocar-Me por nada? Espero que assim não seja.

Meu Espírito os preenche, mas também os corrige. Necessito de vocês uma vida e um exemplo que vocês nunca viveram em nenhuma etapa do mundo. Por isso venho, neste momento, para reuni-los em Meu Cenáculo de amor e de compaixão.

Fui humilhado e castigado pela humanidade. Fui flagelado e martirizado por cada um de vocês hoje presentes neste mundo. Se Eu não Me houvesse oferecido em confiança, como vocês poderiam ter conhecido Meu Sagrado Coração, que é a própria manifestação de Minha Divina Misericórdia e de Minha Glória? Eu lhes dei a conhecer Minha Misericórdia no século passado, mas muitos não a buscaram de verdade. Por isso, neste ano de misericórdia, volto a lhes abrir a Porta para que muitos mais se congreguem e sejam resgatados pela Luz misericordiosa de Meu manso e pacífico Coração.

Agora, lhes dou a conhecer Minha Glória, para que possam elevar-se um pouco mais, pois a Glória de Meu Coração os alcançou com Minha morte na cruz, quando derramei água e sangue, Raios de Misericórdia para salvar o mundo. Meu Coração se glorificou quando deixou de bater como coração humano. Sintam e pensem, por um instante, em tudo o que viveu Meu Coração durante a paixão em tão pouco tempo. E, apesar dos ultrajes, das indiferenças e dos castigos causados propriamente a Deus em Seu Filho Amado, a Misericórdia de Meu Coração, a Glória de Meu Espírito não os abandonou. A Glória foi o que permitiu Minha Ascensão pela Misericórdia. Eu tive que ascender à Casa de Meu Pai, porque já era o tempo e vocês não podiam acompanhar-Me. Mas agora, em Glória, volto da Casa de Meu Pai para recordar-lhes o compromisso de que o Projeto ainda não terminou e não se cumpriu.

Não busquem entender Meus Mistérios: guardem-nos no coração, onde verdadeiramente residem todas as coisas, onde vive a Verdade de Deus e de Sua Origem. Por isso, venho para todos os que residem em Meus núcleos de amor e também para os que Me escutam com o amor do coração, para que não desviem Meus Projetos, mas para que os cumpram assim como estão escritos no Coração de Meu Pai. Eu venho para ajudá-los, para que isso se concretize e o mundo inteiro não se perca no abismo da escuridão, que já o está abraçando.

Necessito da igualdade de seus corações e não da sua indiferença frente aos fatos que acontecem no mundo. Vocês poderão sensibilizar-se neste momento, mas, saindo deste encontro, onde ressoarão Minhas Palavras? Perguntarão sobre o que Eu digo a todos vocês? Perguntarão, em seu interior, qual será o próximo passo e caminho? As Leis se demonstram nas obras da Luz, onde Meu adversário não pode atuar. Se vocês estiverem nas Leis das obras da Luz, estarão no caminho correto.

Venho prepará-los para ajudar aos mais necessitados, pois o mundo deverá ser abrigado no coração dos centros sagrados no próximo tempo. Por isso, com a Paciência infinita de Meu Coração e a Compaixão de Meu Espírito, espero-os para que se elevem, para que ascendam, para que subam até o cume do Monte das Bem-Aventuranças, onde tudo está escrito.

Cristo Jesus Glorificado

jan

06

Quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

Mensagens mensais
MENSAGEM EXTRAORDINÁRIA DE CRISTO JESUS GLORIFICADO, TRANSMITIDA DURANTE A 30a MARATONA DA DIVINA MISERICÓRDIA, NO CENTRO MARIANO DE AURORA, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN​​​​

Assim como os doze apóstolos sentados à mesa, hoje tenho a todos perto de Mim para preenchê-los com Meus Dons da vida espiritual, para mostrar-lhes o Propósito de Deus nestes tempos de caos.

Eu Sou este Sol que brilha nas trevas destes tempos finais. Eu Sou o Coração Eucarístico para o universo das almas, para todos os espíritos que estão em Deus. Mas também venho pelos pecadores, pelos que Me dão as costas por intermédio daqueles que Eu envio para entregar Minha Palavra de salvação.

Hoje, estão diante de Meu Cenáculo não apenas os doze que Me seguiram no princípio, para dar o impulso maior da cristificação da humanidade, projeto que foi alcançado somente por muito poucos. Mas não perco as esperanças: a batalha não terminou e ainda a trégua não se estabeleceu porque o Apocalipse não passou e os corações não conhecem o que acontecerá.

Hoje, venho dar a força aos mundos internos, onde verdadeiramente vive Deus e Sua grande experiência de amor. Enquanto as forças do mal se desatam furiosamente sobre o mundo para conquistar os corações, Eu venho estabelecer, nos que nunca viram, Meu verdadeiro Cenáculo de Consagração, impregnado pelo Propósito de Deus e por Seu Divino Pensamento em toda esta criação e para toda esta raça.

Se Adão e Eva romperam com o projeto, a humanidade teve de assumir suas próprias faltas ao longo dos tempos e das gerações. Mas Eu encarnei neste mundo para dar fim a essas coisas. Eu Me ofereci por vocês na Paixão e na Cruz, na Morte e na Ascensão, para ser este fio de luz que unia todos os mandamentos.

E agora que vocês já sabem que devem se amar uns aos outros, devem apoiar-se. Devem aprender a se curar por meio da experiência do amor e da unidade. Nisso, Meu adversário não poderá trabalhar, porque não conhece o Amor Verdadeiro de Deus. Quando ele estava no Céu, confundiu-se e a Lei o destituiu. Será o último que será vencido pela força de Meu próprio Sangue quando Eu retornar ao mundo em glória e em luz.

Enquanto isso está por acontecer, os bons cristãos serão perseguidos e os que creem em Mim serão maltratados, não por castigo, mas para que façam como Eu fiz. No silêncio, entreguei-Me por Amor, por Redenção e por Salvação. Não deverão pensar em quem deverá vivê-lo nem como acontecerá. No Coração do Pai está tudo escrito, mas vocês, seres da Terra, criados à imagem e semelhança de Deus desde o início do projeto da Terra e da humanidade, podem mudar os acontecimentos, quando vocês são verdadeiros, puros e humildes.

Os pecados abraçam muitos corações, que não encontram consolo nem saída. Eu lhes dou a tábua de Minha Misericórdia para que a façam conhecer. Essa tábua substitui suas faltas no livro do universo, no qual tudo está escrito desde o princípio até o fim. Eu lhes disse há tempos que Sou esse Ômega, que vem dar fim a todas as coisas, mas para isso será necessário passar pela transição.

Sei que muitos de seus corações gostariam de escutar palavras de esperança, mas esse tempo já foi escrito nos corações dos profetas, nos povos do passado.

Eu Sou essa estrela que brilha no universo, que ascendeu à casa do Pai para retornar primeiro na divindade dos seres e nos espíritos dos obreiros de Deus, que trabalham sem cansaço para concretizar o Plano. Não sofram mais por suas imperfeições: somente trabalhem para concretizar Meus Planos e Eu lhes darei a força da transformação e da vida de todo o universo.

Eu Sou esse Sol que vem se anunciar novamente no fim dos tempos, assim como uma vez vim a este mundo para morrer por vocês. Eu Sou esse Sol glorioso, esse Sagrado e Glorificado Coração, que lhes traz a Graça e a Misericórdia; por isso o meu inimigo trabalha para poder dissipar a aspiração dos corações de encontrar Minha Misericórdia e Minha Paz.

Os soldados se formam nas primeiras filas do Apocalipse e os espíritos de todos os homens se preparam para enfrentar o tempo final. Gostaria de poder dizer-lhes tudo o que está previsto, mas a humanidade muda o destino das coisas como consequência de suas ações e de suas tarefas.

Vocês devem aprender a amar a Vontade de Deus sem que a julguem e sem que a questionem, pensando se ela está bem ou não. Devem amar a Vontade do Pai assim como Eu a amei e como sempre a amo, porque é uma vontade preenchida pelo Amor de Deus, por Seu Coração puríssimo e nobre para todo o universo. A vontade humana é a mais difícil de morrer, é a pedra mais resistente nos corações dos homens. E, por trás dela, está a soberba e está a negação.

Vim dar-lhes o impulso para transformar todas essas coisas, para que vocês não sejam os mesmos. Eu venho traçar, por meio de suas vidas, os novos caminhos, os caminhos ao Senhor. Por isso, enquanto vocês se purificam ou quando se alegram, devem agradecer a Deus, porque em verdade Eu sempre lhes estarei estendendo Minha Mão para lhes dar força interior e motivos para mudar a vida, para mudar a genética da Terra, de toda a humanidade.

Vim como Jesus para mostrar-lhes o caminho da superação, da redenção, da transcendência. Embora Eu esteja constituído como um Ser Divino, os apóstolos alcançaram os mesmos prodígios que Eu vivi, graças ao Arcanjo Miguel. Se vocês têm fé, tudo se torna possível e nada se faz esperar. Essa forma de Projeto de Deus desce e se realiza nos corações de todos os seres.

Espero que todas as almas reconheçam Minha Presença neste lugar, onde a aurora amanhece na vida de cada ser. Deixo neste lugar esquecido o refúgio de Meu Coração para os tempos que virão e espero que Meus apóstolos tomem partido para cuidar deste refúgio, que espiritualmente deixo aqui e que servirá para as almas que virão buscar ajuda, assim como o santo oratório de Miguel Arcanjo.

Venho lembrar-lhes a humildade das coisas na simplicidade das formas e na beleza da manifestação. Todos devem ser portadores do espírito da harmonia e da vigilância de tudo o que é sagrado, dos cuidados de que isso precisa para que perdure ao longo dos tempos.

Todos os orantes têm a missão, em Meu nome, de ajudar na manifestação dos Centros de Luz das comunidades que Eu estabeleço, para a grande tarefa final. A Figueira deve continuar dando brotos, flores e frutos, para que nasçam novos Centros de Luz, que servirão de apoio na transição da Terra e, especialmente, aos grupos de misericórdia que responderam ao Meu chamado neste momento.

Assim, vocês poderão ver, companheiros, que quando já não estivermos mais aqui para anunciar nossa palavra, estará nosso Espírito até o momento em que Eu voltar a este mundo para tornar a redimi-lo e encaminhá-lo à Nova Humanidade. Não haverá outro lugar na Terra para onde ir, a não ser onde vocês trabalharam espiritualmente durante tanto tempo para aprender a se instruir, para crescer na oração e no serviço pelos demais. Quando tudo estiver mais difícil, Minha Igreja estendida por toda a Terra reconhecerá o que Eu fiz aqui, mas será tarde para os ímpios, para aqueles que dizem ser imortais diante de Deus.

Deus é o Espírito de Imortalidade de vocês, é o Espírito Eterno e Onipresente, assim como é Seu Filho, que nasceu do Espírito da Imortalidade para dar-lhes a vida eterna e ensinar-lhes a transcender os tempos pelo Amor e pelo Sacrifício.

Eu instituo aqui um sinal, que será visto nos corações dos que creem, não só por sua fé, mas por amor ao desconhecido, o amor à superação de si mesmos por Meu santo nome. Por isso, hoje os tenho sentados à mesa, celebrando esta primeira comunhão espiritual, no alto do Monte Sinai, porque lembrem-se de que Eu Sou esse fio de luz que une os mandamentos.

Espero, no próximo mês, ver aqui, neste Centro, os que dizem estar Comigo, para implorar por Minha Misericórdia para esta humanidade. Pois o que acontecerá com as missões será importante e esta obra aqui deve ser apoiada. Aurora necessita disso, assim como Aurora se oferta a vocês a cada novo encontro interior.

Os grupos de oração devem se organizar para estar neste refúgio que Eu lhes estou entregando no próximo mês. Assim, constituiremos uma nova cerimônia de redenção para os que sofrem na humanidade e serão portadores de Minhas bênçãos paternais.

Neste sagrado cenáculo, sobre o Monte Sinai, encontro muitos de vocês vindo para Me apresentar muitos pedidos. Eu os escuto, quando a oração é verdadeira, assim como tem sido nestes dias, em que Meu Coração Se alivia dos pecados do mundo dos que se esquecem do Senhor.

É tanto Amor que tenho para lhes dar que vocês não o suportariam. Cada gota de sangue derramado na Paixão foi uma gota de Amor pelo mundo, por causa de cada uma das almas no transcurso dos tempos. Se lhes contasse quanto sangue derramei na cruz, no calvário ou na flagelação e também na coroação de espinhos, vocês entenderiam o quanto os amo, porque Meu Pai os ama por Meu intermédio.

Deixo-lhes este sinal e trago sossego aos seus corações. Na Luz que provém do infinito, Eu os abençoo, no Nome Santo de Meu Pai, na Luz vitoriosa de Seu Filho e no Poder dos Dons do Espírito Santo, unindo-os ao Alto e ao Superior, renovando suas esperanças e fortalecendo sua fé, para que possam viver assim como Eu espero.

Em Nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, Amém.

Cristo Jesus Glorificado

jan

05

Terça-feira, 5 de janeiro de 2016

Mensagens mensais
MENSAGEM EXTRAORDINÁRIA DE CRISTO JESUS GLORIFICADO, TRANSMITIDA DURANTE A 30a MARATONA DA DIVINA MISERICÓRDIA, NO CENTRO MARIANO DE AURORA, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN​​​

O que temem? Quando Eu estou presente, a luz reina e a escuridão se dissipa dos espaços mais profundos de todos os seres.

Por que temem? Acaso o Poder que Deus Me deu não é mais forte que mil exércitos? O Poder que vem de Deus é invencível e não pode ser tentado por ninguém. O anjo caído ainda não saiu de seu abismo, porque ainda falta que Eu retorne para entregar-lhes Minha Vitória e Minha Paz.

A todos levo por um longo deserto, e alguns temem morrer no caminho por tanta sede. Eu Sou este grande espelho de água, Sou este oásis que está na metade de seus caminhos para salvá-los e dar-lhes de beber da última água de vida que tudo salva, que tudo redime e que tudo cura. Vocês ainda estão às portas deste grande deserto que Eu os convido a atravessar por meio das experiências e das provas. Acaso não confiam em que Eu possa estar aí para ajudá-los?

Hoje, vocês estão prostrados como Eu uma vez estive em Getsêmani. A solidão forma parte da prova de todos os iniciados. Se Eu, que Sou sua vida, o sofri, vocês também, mas não no mesmo grau que sofri por vocês e por todo o mundo até os tempos de hoje.

Não há por onde escapar, companheiros. O Armagedom é a porta de entrada do Apocalipse, que muitos creem que ainda não chegou, mas que se desenvolve de uma forma arrasadora nesta humanidade.

Eu Sou este Sagrado Coração que os consola, que os comove, que os une ao Pai Celestial. Os espinhos de Meu Coração são a mostra da gravidade do mundo e de todos os seus moradores. O jugo é forte nestes tempos, mas não há o que temer. Trabalhem por Meu Pai e junto a Mim, para servir-Me em nome do amor infinito.

Hoje, desata-se no mundo a grande e primeira batalha espiritual, que não está na visão nem ao alcance de todos. Por isso, vim esta noite para confortá-los, para dar-lhes de beber de Minha Água, que não os fará morrer sem que vocês renasçam em espírito, em união Comigo.

São tempos difíceis e se tornarão cada vez mais difíceis. Por isso, necessito de que vocês se aferrem ao Meu Coração para que possam estar no Coração de Meu Pai. Também sofro por tantas crueldades, por tantos desânimos, por tantos pecados. Mas Eu morri por vocês na Cruz e Me foi concedida a Misericórdia de Deus. O mesmo Deus se fez cravar na Cruz por vocês, para que não se perdessem. Mas essa experiência parece não ser suficiente para esta humanidade de hoje, que, na sua consciência profunda, crê que o Mestre fracassou. A vitória está na força do Amor verdadeiro e invencível que provém da Fonte de Meu Pai e que regenera todas as coisas, as coisas mais perdidas.

Se seus caminhos, alguma vez, se desviam dos Meus, saibam que vocês podem retornar.

Quanto amor tenho para dar às almas, mas poucos o aproveitam. Quanto tempo levo com Meus Braços abertos e estendidos a vocês para acolhê-los, mas poucos me abraçam. Quanta paz posso entregar-lhes, mas poucos a buscam.

Dei-lhes os Sacramentos, os sinais da salvação, para que pudessem vivê-los uma e outra vez, porque o corpo pode morrer, mas a alma vive na Eternidade. É por suas almas que vocês não devem falhar; é aos seus espíritos que vocês não devem ferir por suas ações, por suas dúvidas, por sua pouca fé. Eu sei que muitos não se animam a atravessar este deserto tão extenso e duro. Quem confia em Minha Misericórdia se salvará e não estará perdido.

Hoje, venho como Jesus da Divina Justiça para o mundo. Minhas Mãos continuam feridas pelas faltas do mundo, pela soberba, pela arrogância, pela falta de penitência. Mas Eu lhes dou a força para reconstruí-los, para curá-los, para renová-los uma e outra vez.

Estou às portas desse deserto para acompanhá-los, pois muitas almas não saberão como percorrê-lo, porque não têm a guia interior. Todavia, Eu sou esse Caminho que os levará ao Pai, à casa do Pai Celestial, onde não existe o medo, não existe a escuridão, pois só reina o Amor.

Ofertei-Me ao mundo para que vocês chegassem ao Meu Pai, para que ascendessem ao mais Alto. Muitas vezes, seus corpos não o querem, mas não se amedrontem: o universo é dual e a experiência é viva para todos. Mas se existe o Amor entre os Meus, nada passará, porque onde estiver o Amor verdadeiro e não orgulhoso, Eu estou presente. Talvez vocês não poderão Me ver ou sentir nos momentos mais cruciais, mas quando a batalha estiver em pleno auge, Eu estarei presente para apoiá-los.

Vivi por vocês a primeira guerra da redenção pela Paixão e pela Cruz. Eu os ensinei como fazê-lo no silêncio, na entrega e na confiança em Deus, mas muitos não querem fazê-lo, porque temem fracassar. A não resistência será sua cordial irmã, aquela que os fortalecerá para vocês viverem as provas assim como estão escritas. Se vocês não se purificarem, não poderão chegar ao Reino de Deus.

Adão e Eva saíram desse projeto durante o Gênesis e, desde esse momento, o pecado original foi cultivado no coração dos homens e das mulheres da Terra. Chegaram os patriarcas para endireitar os caminhos da humanidade. Chegaram os profetas para anunciar a salvação do mundo por meio de Cristo. Chegou Maria, Sua Mãe, para acompanhá-los no amor e na fé. Se essa mulher tão simples decidiu viver os poderes do Céu, abraçando-os com fervor e devoção, aceitando a Vontade do Pai, por que vocês não fazem o mesmo?

Tudo o que se mostra em seus caminhos é parte de uma experiência. A santidade é a meta dos Novos Cristos, dos Novos Cordeiros, que irão a diferentes matadouros. Mas ninguém irá ao matadouro como Eu fui por cada uma das essências às quais faltavam a paz e a reconciliação. Meu Sangue foi vertido sobre o mundo e poucos O adoraram. É o Sangue Divino de Deus feito carne, que se entregou pela redenção. A luz dos mistérios é para todos, sem exceção. Os mistérios do Sangue vertido, os mistérios da Cruz, da Paixão, da Agonia e da Ressurreição foram e são para que o mundo possa dar seus passos para o Senhor.

Enquanto lhes falo, contemplo o mundo, que agoniza, enquanto outros festejam suas próprias realizações. O que é mais valioso? Que uma humanidade se salve ou que uma nação se desenvolva por seus pobres poderes? As armas foram criadas para instigar os corações, para criar o medo e a perseguição. Se vocês estiverem unidos a Mim, poderão morrer, mas seus espíritos sempre ressuscitarão. A vitória se encontra no amor, na unidade que é encomendada por Meu Pai a todo o universo.

Enquanto lhes falo, caminho no deserto junto a vocês, assim como fiz com os doze apóstolos, para mostrar-lhes onde se encontrava a verdade. Que seus corações se pacifiquem, se acalmem, que sejam mansos e amorosos. Seus semelhantes poderão falhar, mas seu amor não poderá desaparecer. Como Eu estarei presente em vocês se não houver a força do amor que tudo move e que tudo recria para que as almas cresçam no Amor de Deus?

Hoje, consolo os que caíram, os que não conseguem se levantar do solo por suas próprias experiências.

Hoje, batizo-os, assim como João Me batizou no Jordão, e confio-lhes a alegria de viver essa experiência, que muitos não compreendem, porque é desconhecida. Não percam a esperança, que sua fé não sucumba, pois hoje o Rei de Deus, o Filho do Homem, o Servo do Altíssimo pisa com Seus próprios Pés o que causa a dor e a amargura nos corações, libertando-os dos pecados, das tentações, dos desvios. Entrego-lhes Minha Fé, que é o que posso entregar-lhes. Não deixem de buscar-Me, pois muitos corações necessitam de Mim, por intermédio de Meus verdadeiros discípulos.

Hoje, trago-lhes a serenidade e a calma, pois as batalhas não terminarão e, cada vez, muitas mais almas deverão somar-se para que esse exército de luz nunca esmoreça e Sua Mãe corra ao deserto, para o seu refúgio. Assim como disse João, vocês também deverão fazê-lo, antes que chegue o mau tempo. Muitos se surpreenderão por não se haverem preparado.

Por isso, os Sacramentos serão as chaves para vocês entrarem nesse refúgio, assim como a oração e a vigília. Vocês não devem se perseguir, não devem se amedrontar, mas devem estar a serviço daquilo de que Deus necessita para a humanidade. Pois neste livro, que hoje trago em Minhas Mãos, são poucos os que se comprometeram, ainda que poderiam ser muitos mais se todos caminhassem na fé.

Eu os amo, abençoo-os e batizo-os na indulgência concedida por Minha Divina Misericórdia.

Adorem ao Senhor, adorem a Adonai.

Pai, que confiaste ao Teu filho o mistério do sacrifício pelo mundo, ajuda-os, Senhor, para que voltem a se erguer em Teu Santo Nome. Assim como enviaste, ao horto do Getsêmani, centenas de anjos para que Me auxiliassem, assim, Senhor, levanta-os do chão quando caírem. A carne é fraca, mas a alma é forte, criada à Tua semelhança, criada em nome de Teu Amor. Adonai, nutre os espíritos, eleva as almas ao Teu Reino, à Tua Vida, ao Teu Coração. Dissolve a dor do mundo, reconstrói Teu Projeto por aqueles que Te escutam por intermédio de Teu Filho. Amém.

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Cristo Jesus Glorificado

jan

04

Segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

Mensagens mensais
MENSAGEM EXTRAORDINÁRIA DE CRISTO JESUS GLORIFICADO, TRANSMITIDA PARA A 30a MARATONA DA DIVINA MISERICÓRDIA, NO CENTRO MARIANO DE AURORA, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN​​

Quando estávamos orando o Terço da Divina Misericórdia, comecei a ver o Mestre muito silencioso, muito introspectivo, caminhando por um deserto diferente ao da última vez. Nesse momento, o Mestre, que era seguido pelos apóstolos que estiveram com Ele no passado, mostrou-me que caminhava por regiões do Egito e que se dirigia a um certo lugar. Até aquele momento, não sabíamos de que se tratava nem o que Ele estava vendo.

À medida que íamos orando, Ele começou a subir vagarosamente uma escada de pedra bem longa que contornava uma grande montanha. Nesse momento, Ele mostrou a imagem de Moisés com os povos do deserto daquele tempo e naquele mesmo lugar. O Mestre estava fazendo o mesmo percurso que Moisés havia realizado por essa escada até o cume do Monte Sinai. Depois de um tempo, chegou ao cume e começou a olhar para o abismo, para o horizonte, onde se desenhavam outras montanhas e outro deserto ao redor do Monte Sinai e por cima começaram a surgir cenas de várias situações do planeta. Uma delas o Mestre contemplava em profundo silêncio e em seguida a sinalizou com Sua Mão para que os apóstolos também aprendessem e se instruíssem com o que Ele queria mostrar.

Nesse momento, o Mestre estava vestido com uma túnica de cor marrom claro; também tinha uma espécie de véu marrom que cobria Sua Cabeça, e observava a cena que se desenrolava: era a situação no Oriente Médio. A partir dessa cena, começou a contemplar outras e utilizou a situação que agora se está vivendo no planeta para instruir-nos um pouco sobre isso. Enquanto falava, tentava colocar através da mensagem nossas consciências em outro ponto, como Ele dizia, ”em outro degrau”. Ele necessita de que todos estejamos lá como consciências, como irmãos, para poder ver as coisas com a gravidade como Ele as vê.


      Levem Meu Coração Misericordioso como um emblema para estes tempos finais.

Do Egito, no alto do sagrado Monte Sinai, hoje entrego para o mundo a sagrada palavra de salvação. Vim ao Egito pela segunda vez, depois de havê-lo visitado quando criança com Minha Abençoada Mãe e com Meu Amado Pai São José. Estou no lugar em que Meu Pai Moisés recebeu as primeiras instruções para o mundo: os Dez Mandamentos. Subi ao alto do Monte Sinai com os apóstolos, em espírito de vida, para mostrar-lhes o que naquele tempo passado aconteceu.

Venho neste dia de oração para recordar-lhes o legado fundamental a que muitos não quiseram prestar atenção por se deixarem arrastar pelos pecados do mundo. Subi até o cume do Monte Sinai para reintegrar, com Minhas próprias Mãos, a restauração das dez básicas Leis, que, nestes tempos, já não são respeitadas.

Quando Me encontrei com Elias e Moisés no monte da transfiguração, concluímos uma etapa do ensinamento e esse ensinamento ainda está vigente nos tempos de hoje.

“Amarás a Deus sobre todas as coisas”, e Seu Pastor complementou naquele tempo: “Amarás a Deus sobre todas as coisas e ao tu próximo assim como amas a ti mesmo.” Essa Lei primeira não foi compreendida nem praticada.

Tampouco se viveu o mandamento: “Não cometerás adultério” e, tampouco, o “Não matarás”. Foi assim que o Filho de Deus entregou-se como Cordeiro para ser levado ao matadouro e para que todas as Leis não se precipitassem sobre o mundo. O Cordeiro foi levado ao mais doloroso matadouro e, em silêncio, deu a vida por todos.

Por isso, hoje, em glória e espírito, encontro-Me no cume do Monte Sinai para recordar ao mundo e a todas as almas que as Leis básicas não foram cumpridas pela maioria, apesar de o grande Cordeiro ter sido levado ao matadouro e entregado Seu Sangue por vocês.

Venho para dar-lhes o sinal verdadeiro de sua salvação. Venho para demonstrar que muitos dos que se dizem sábios estão equivocados e não fizeram cumprir as Leis de Meu Deus. Se as Leis foram entregues por Adonai era para que fossem praticadas na experiência da vida. Ainda muitos creem ter vitória sobre os outros, mas estão mortos.

Venho para desvendar os que se dizem imortais e estão dentro de Minha Igreja.

Venho para desmitificar os que se dizem heróis de Minha Instituição Divina, porque, na verdade, pedi a Pedro, o Apóstolo, que apenas fizesse fundar a verdadeira igreja do coração, não a igreja da posse.

As obras se cumprem espontaneamente. Se as obras não são espontâneas, elas são falsas, não são verdadeiras. A cabeça de Minha igreja espiritual se dá através dos simples, dos verdadeiros e dos humildes servidores que não são vistos pelas multidões. Neles está o Poder multiplicador de Deus; neles está a obra única para estes tempos. É por isso que vim recordar aos letrados e aos que se dizem sábios que a verdadeira igreja mora no espírito de cada coração entregue a Meus desígnios. Não existem duas igrejas, só existe uma, que é a morada dos puros, dos inocentes.

Por isso, do alto do Monte Sinai, declaro amorosamente que não estão cumprindo o que pedi – dar suas riquezas aos mais pobres, dar seus banquetes aos famintos. A Igreja Celestial está apoiada nos esquecidos de sempre, nos mais simples de coração. Se os que dizem Me seguir não cumprem as Leis, como as cumprirão os demais?

Não venho para acusar ninguém, mas para corrigir o que está torto desde o princípio.

Saibam que Meu nome santo é de todos. Meu nome não é posse de ninguém, nem de nenhuma autonomia. Vim ao mundo pelos desesperados e não pelos fariseus vestidos agora de tempo atual.

Minha verdadeira morada está nos corações cristalinos. Está nos que fazem sorrir uma criança com simplicidade. Está nos que estendem suas mãos aos enfermos e aos possuídos de espírito. Minha Presença está no espírito das pessoas simples e não nas paredes dos templos. Busquem a igreja que vive em seu interior para que Eu possa cear com cada um de vocês.

É dessa forma que, do alto do Monte Sinai, Meu olhar já acompanha os passos dos que verdadeiramenrte se encaminharão para entregar suas vidas nesta próxima missão ao Oriente Médio, assim como fazem outros seguidores Meus. Porque os que dizem que falam de Mim no mundo inteiro não estão onde existe a dor do mundo, a fome e o desespero por tão longo exílio.

Um verdadeiro apóstolo de Cristo não trabalha para Meu Pai de sua poltrona. Um apóstolo de Cristo dá um pouco mais do que pode dar, até doer. A verdadeira paz se alcança nos desafios extremos. Não basta olhar com consolo o que sofre; basta somente entregar-lhe um lugar de alívio e de refúgio.

Quisera que suas consciências, nesta Maratona, depois de vinte e nove encontros, já estivessem em outro nível de caridade e de serviço. Façam-no não apenas pelos que padecem o exílio pelas guerras, mas também por aqueles que governam e rompem com as Leis de Deus. Enfrentem, por meio desta Maratona, um Armagedon com fé e esperança, sem baixar os braços, sem deixar de sentir no interior o pedido de misericórdia. Este já é o tempo das batalhas, mas também o das últimas Graças. Declarem a Meu Coração sua confiança em Mim e doem-se por inteiro, sem medos. Assim o mundo, pelo menos uma pequena parte, será digno de estar no Senhor e de retornar a Seu Plano infinito. Que esta Maratona os unifique o tempo todo. Que esta Maratona os faça crescer em maturidade, assumindo seus lugares nesta batalha final.

Que Meus soldados sustentem a tocha da vitória de Minha Misericórdia até o final, ainda que tenham que dar a vida por Mim, para defender Minha Obra redentora.

É assim que, do coração do deserto do Egito, do alto do Monte Sinai, envio uma saudação de paz. Que essa paz ecoe nos corações abertos para escutar-Me.

Sob a Misericórdia de Deus, sejam bem-aventurados e mansos.

Alenta-os, ama-os, guia-os,

Cristo Jesus Glorificado

Quem somos?

Associação Maria
Associação religiosa cristã e ecumênica que tem por finalidade difundir a mensagem universal de amor e de paz que Cristo Jesus, a Virgem Maria e São José transmitem aos monges da Ordem Graça Misericórdia, estimulando o crescimento espiritual através da oração e do serviço altruísta.

Contato

Mensageiros Divinos