Terça-feira, 7 de abril de 2020

Aparição Extraordinária
APARIÇÃO DE CRISTO JESUS GLORIFICADO NO TERCEIRO DIA DE INSTRUÇÃO, DURANTE A SEMANA SANTA, NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN DE JESÚS

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Não Me falta muito tempo para regressar ao mundo; por essa razão, estou chegando nestes dias, porque Meu Pai envia-Me ao mundo para estar entre os Meus e prepará-los para esse momento, que não está tão longe.

No Evangelho de hoje, vocês puderam ver representado o que Eu disse há mais de dois mil anos, que é uma realidade para os tempos de hoje.

Por essa razão, no dia de ontem, Eu os fiz ingressar conscientemente no Reino de Meu Pai, para que suas almas vivessem uma experiência e para que, dessa experiência, pudessem recolher um tesouro, que é um fruto dos Dons de Deus de que vocês necessitarão neste tempo para poder viver o que chegará.

É assim que o Universo tece pacientemente o Plano de Deus na Terra, integrado por cada uma de suas almas, que se autoconvocaram para estar aqui, como muitas almas estiveram ao longo dos tempos, em diferentes momentos da história da humanidade, por meio das Aparições da Santíssima Mãe de Deus e do Sagrado Coração de Jesus.

Porém, neste tempo e nesta hora, Eu venho por todos, e aqui não prevalece nenhuma religião nem crença, porque hoje volto a recordar que vocês são parte da Fonte e todos vêm dessa Fonte imaterial que originou a vida no Universo, depois que os planetas, as estrelas e os sóis foram criados.

Assim, poderão compreender, companheiros, quão extensa é a história de cada um de vocês dentro desta Criação Universal e que, como no dia de ontem, cada um pôde reconhecer que é algo mais do que um ser humano ou do que uma consciência que pensa e reflete.

É através do valor que as essências possam dar que Eu me servirei para levar adiante Meu retorno ao mundo.

Por essa razão, venho por todos, cristãos e não cristãos, crentes e não crentes, venho por todos. Todos os que estiveram atentos às Minhas Palavras no dia de ontem, receberam muitas Graças, que começarão a descer em suas vidas conforme o Pai pensou.

Essas Graças que vocês receberão também beneficiarão os seus seres queridos e, em consequência, o resto da humanidade. Quando a humanidade reconhecer que é uma só família, todos estarão preparados para receber-Me novamente.

Quando não existirem mais diferenças, prestígios ou protagonismos em nenhum de vocês, porque todos são iguais diante dos Olhos de Deus e Deus espera que cada um de Seus filhos possa também reconhecer o que Ele vê e o que Ele sente.

Nesta preparação, que hoje realizo por meio destas palavras, elevem suas consciências até Meu Pensamento, e de Meu Pensamento divino e universal recebam os novos impulsos e decretos que formarão suas vidas segundo o modelo que Deus espera para estes tempos. Que cada um cumpra com a sua parte, assim como o Universo cumpre com sua parte maior.

Reconhecendo estas instruções, rendidos ao Amor de Deus, abramos ainda mais as portas do Universo, para que, por um momento, vocês tenham a visão e a consciência da razão pela qual estão aqui e são chamados por seu nome para receber, neste tempo, os impulsos espirituais do Redentor.

Neste momento, Nosso Senhor Jesus Cristo, com Suas Mãos elevadas ao Céu, abre as portas para outros Universos, aonde a humanidade nunca chegou, mas que hoje, pela primeira vez, chega a esses Universos por intermédio do Redentor.

Acompanhemos este movimento espiritual de Nosso Senhor por meio de nossa conexão e contato com Ele, colocando toda a nossa atenção no que Ele está fazendo, para que possamos continuar sendo preenchidos por tudo o que Ele nos quer revelar e mostrar.

Nosso Senhor diz neste momento:

Por meio de Minhas Palavras, Eu os santifico, para que suas consciências estejam na vibração necessária e ingressem na sabedoria universal, que guarda a resposta para cada uma de suas vidas, assim como o conhecimento de cada uma de suas vidas.

Vejam, acima de vocês, o Universo e a grande abóbada da Via Láctea. Reconheçam as diferentes nebulosas e sistemas solares e sintam-se dentro do vasto Universo de Deus. E, assim, despertem em seus corações a lembrança de suas origens, assim como recordaram no dia de ontem.

Percebam, então, que não é impossível poder fazê-lo se de verdade vocês estão unidos a Mim e de coração confiam no que estou revelando-lhes.

Dentro de todo o Universo que os rege e os acompanha, concentrem sua atenção na nebulosa azul que estou mostrando-lhes e vejam como dentro dela existe vida e como diferentes estrelas brilham dentro dessa nebulosa, emanando sabedoria para o Universo.

Seguindo o som desta melodia, elevem suas consciências um pouco mais, esvaziando-se por completo, para que possam ser preenchidos pelo que verdadeiramente existe no Universo.

Seguindo Meus passos, ingressemos neste espaço de luz dentro desta nebulosa azul. Vejam seus seres iluminados por esta luz azul e como, desde o centro de seus peitos, iluminam-se pequenas luzes que brotam de seus corações, que são o coração de sua origem.

Frente a vocês, dentro desta nebulosa azul, identifiquem quatorze estrelas que, em perfeito alinhamento, contemplam cada um de vocês.

Vocês estão diante de seus Pais de Origem, os Pais que o Universo concedeu-lhes para que vocês pudessem ter vida, e nesse vazio que vocês devem exercitar neste momento, sintam-se preenchidos e plenos pela presença dessas estrelas de luz e perguntem-se, internamente: “quem somos?”. “Por que estamos aqui, diante de nossa origem?”.

E Cristo nos disse que recordemos, não com dor, mas com alegria, porque os erros do Universo material estão sendo corrigidos pela consagração de suas vidas e por sua filiação com Deus.

Cristo disse:

Detrás destas quatorze Estrelas de Luz, vejam uma poderosa Luz dourada. É a emanação de Adonai, sem forma alguma, mas em um sublime estado de consciência, e repitam internamente: Adonai, Adonai, Adonai.

E o Pai Celestial, abrindo Seus Braços com Sua emanação dourada de Luz, abraça com Sua onipotência todos os presentes, e nesse vazio, onde não há vontade pessoal, parecer ou querer, somos preenchidos por Sua Presença.

Cristo diz:

Ali estão os Pais de suas Origens diante da Presença de Adonai; estes são os Pais de Órion. Recordem e sintam Seu Amor silencioso e profundo. E vejam como de seus peitos ainda emerge essa luz que os une a cada um de seus Pais, que conhecem sua origem e seu surgimento desde a Fonte.

E, agora, nós nos vemos rodeados por estas quatorze Estrelas de Luz, com Cristo no centro; acima de nós, a Consciência de Adonai, e, ao redor de nós, sentimos como vibra o Universo, como uma melodia elevada, que nos traz correntes de Luz e os Impulsos de Luz às nossas consciências.

Estamos diante do que fomos uma vez, estamos diante da verdade que hoje nos revela o Coração do Redentor.

Acima destas quatorze Estrelas, que nos rodeiam, que são as essências de nossos Pais, vemos línguas de fogo. E se revelam, diante de nós, os quatorze Dons Imateriais do Espírito Santo:

        1) a Ciência do Entendimento;

        2) o Espírito da Verdade;

        3) a Fortaleza da Luz;

        4) o Amor Incomensurável;

        5) a Abnegação Eterna;

        6) a Sabedoria Divina;

        7) a Cura Espiritual;

        8) a Vida Interior;

        9) o Conhecimento Cósmico;

        10) a Transmutação;

        11) a Solidez da Alma;

        12) a Graça Incondicional;

        13) a Inteligência Divina e

        14) a Reconciliação Interior.

E Cristo nos diz:

Agora que vocês sabem que nunca estiveram sós e que Deus sempre os preencheu com Suas Graças, regressem ao que verdadeiramente são, para que este Universo material e, inclusive, este planeta cumpram com o propósito que têm diante da Criação, e assim as consciências sejam elevadas para a sua verdadeira condição espiritual, tomando consciência de sua missão e de seu propósito.

Órion foi um lugar de muitas histórias. Por isso, vem até vocês na presença de quatorze Pais das Origens, os mesmos Pais que Abraão e muitos outros patriarcas conheceram.

Que tudo isso os ajude a interiorizar suas vidas, para que estejam alinhadas ao Propósito. E que, depois deste momento, que todo o planeta está vivendo, muitos mais corações aspirem a chegar à verdade, além da religiosidade da vida, ingressando no abundante  Conhecimento de Deus, que se expressa em todas as Suas Moradas.

Hoje vocês estão diante de uma dessas moradas, que foi testemunha de muitos acontecimentos, mas, hoje, Órion expressa uma das mais importantes sabedorias para este Universo material. Esse impulso chega a vocês diretamente, por meio da Minha Presença, para que possam seguir afirmando o que verdadeiramente são e a razão pela qual estão aqui, neste momento planetário, não para viverem as coisas do mundo, mas para viverem o que está no Céu, no Universo, e que desde há muito tempo continua vibrando e palpitando em sua abóbada.

Reconheçam a chegada dos que vêm em seu auxílio e estarão no caminho da Paz.

Trazendo nossa consciência para este lugar, agora estamos com Cristo frente a este altar, para que possamos perceber a diferença de como alcançar um contato mais profundo com tudo o que está nas Esferas Sublimes.

Meu Pai pede-Me para fazer tudo isso por uma razão principal: para que despertem os talentos em cada um de vocês. Na Fonte, isso é chamado “linhagens”. Agora, depois deste momento, cada um está preparado para conhecer sua linhagem, que, em Meu Nome, deverá aportar e servir à humanidade na construção da Nova Humanidade, para que a cura se estabeleça, o perdão redima-os e o Amor eleve-os à Verdade.

Em honra aos Pais das Origens, hoje celebraremos, porque Deus concedeu-lhes a Graça de tomar consciência da Verdade, para que a cada dia vocês estejam mais conscientes, abertos e disponíveis para encontrar o sentido e a resposta de estarem aqui hoje.

Por isso, Eu rezo todo o tempo para que Meus amigos alcancem essa Verdade, porque a Verdade os fará livres.

Nosso Senhor está pedindo um véu e uma aliança de auxiliadora.

Para que compreendam, companheiros, quão importante é sua missão na Terra, antes de voltar a Me entregar em Corpo e Sangue para vocês, entrego-lhes Meu Amor por intermédio da consagração.

Tragam-me também, aqui, óleo para ungir e água para consagrar.

Os apóstolos e as santas mulheres conheciam esta verdade que hoje vocês sabem e, durante os três anos da Minha Vida pública, os apóstolos e as santas mulheres foram zeladores, nos planos internos, desse conhecimento do Universo. É por essa razão que Meus apóstolos e Minhas santas mulheres alcançaram a liberdade através da Verdade.

Hoje abençoo estes elementos, que pedi para chegarem ao Meu Altar, para demonstrar Minha gratidão e confiança nos que perseveram e rendem-se diante do Meu Corpo Eucarístico, como também nos Sacramentos e na oração diária.

Estes elementos são meios de conversão, assim como cada um dos elementos sagrados que vocês levam consigo, para que Eu possa consagrar neste momento.

Em humildade, coloquem seus elementos entre as mãos, sejam rosários, medalhas, cruzes ou o que levam consigo. Mas, especialmente, coloquem seus corações para que Eu possa aceitá-los.

Esperei dez anos por este momento, para consagrar esta alma para um serviço mais profundo ao Meu Coração, a fim de que se cumpra no mundo a Obra de Minha Misericórdia. Também esperei até este momento para que cada um de vocês, segundo seus aprendizados e escolas, conhecessem a Revelação desta Verdade que hoje trouxe-lhes, a qual, ao final deste encontro, Minha amada Madre María Shimani lhes explicará, pelo dom que Eu lhe darei para poder pronunciá-lo.

Mediante esta consagração do Corpo e do Sangue de Cristo, o Senhor abençoará os elementos que estão ofertados, para que sejam meios de Graça, de conversão e de luz para todos.

Neste momento, em que a Divina Misericórdia desce à Terra, por meio do Amor e da Compaixão de seu Senhor, ofereçam-Me pelo menos uma alma, uma pessoa que venha às suas consciências e que necessitem, neste momento, de Minha ajuda, seja uma pessoa sã ou enferma.

"Diante deste conhecimento sagrado, que os preenche e que beneficia a humanidade no ato de perdão e de reconciliação, Adonai, como faz mais de dois mil anos, mas hoje reunido com muitíssimos seguidores Meus, peço-Te, em nome de Teus filhos e do Amor infinito e cósmico que Tu tens por cada um deles, que abençoe estes elementos que são oferecidos, para que Tu, Pai, estejas mais presente na vida de cada um de Teus filhos, para que eles possam sentir Tua bênção e Teu Amor além do que suceda."

"Por essa razão, hoje Te ofereço este pão, para que seja consagrado por Ti e converta-se no Corpo Glorioso de Cristo."

Por essa razão, volto a lhes dizer: "Tomem e comam, porque este é Meu Corpo, que até os dias de hoje é entregue para o perdão dos pecados".

Louvamos-Te, Senhor, e bendizemos-Te.

Louvamos-Te, Senhor, e bendizemos-Te.

Louvamos-Te, Senhor, e bendizemos-Te.

Amém.

"Elevo este Cálice, Senhor, para que também seja abençoado por Ti e para que se converta no Sangue de Cristo e, assim, o sopro de Teu Espírito esteja em todos os corações da Terra".

É assim que hoje volto a lhes dizer: "Tomem e bebam, porque este é o Cálice do Meu Sangue, Sangue da Nova Aliança, que é derramado por seu Redentor para a remissão das faltas. Façam isto em Minha memória".

Louvamos-Te, Senhor, e bendizemos-Te.

Louvamos-Te, Senhor, e bendizemos-Te.

Louvamos-Te, Senhor, e bendizemos-Te.

Amém.

Unidos ao Nosso Redentor, rezemos a oração que Ele, amorosamente, nos ensinou.

Pai Nosso (em espanhol).

Pai Nosso (em inglês).

Que a Paz de Cristo desça à Terra.

Somos gratos, Senhor, por quanto nos dás. Neste encontro, honramos-Te, Senhor.

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.
 

 

Comentários de Madre María Shimani de Montserrat:

Vamos tentar trazer para todos uma história muito antiga do Universo; e vamos contar essa história de forma simples, como se estivéssemos em uma reunião com muitas crianças que necessitassem compreender uma realidade muito ampla, e por isso a simplicidade será a chave para sua compreensão.

Há muito, muito tempo, quando Deus pensou o que queria para a Sua Criação, Ele se multiplicou em todos os Seus Atributos e sentiu a necessidade de que criaturas materiais, que pudessem viver a experiência do Amor e da Unidade, guardassem, no coração de suas raças, cada um de Seus Atributos.

Então, encarregou Seus arcanjos de construir formosas raças, belas criaturas que pudessem representar Seus Atributos no Universo material.

Uma dessas raças era Órion, uma raça de Coração Azul, na qual se guardava o profundo Amor do Universo.

Mas, por essas coisas que sucederam entre os anjos, há muito tempo, um deles, que não soube valorizar o Amor de Deus e compreender o que Deus queria realizar, caiu preso em sua própria ignorância e quis destruir a Criação de Nosso Senhor, o Pai Eterno. E foi buscar no Universo uma das maiores Criações de Deus, a raça Órion. E ele quis conquistar, através de seus enganos, o Coração Azul dessa raça que guardava o mais profundo Amor de Deus. 

Mas o Coração Azul de Órion, depois de viver muitas provas, através desse Amor que guardava em seu coração, pôde sobreviver e aprender o que nunca mais deve suceder no Universo. 

Órion tinha 14 Pais, os sábios mais sábios da raça Órion, que zelaram pela Criação durante muito tempo. E nessa história, conta-se que esses 14 Pais pereceram nas mãos do enganador, ofereceram suas vidas para salvar a raça Órion, e hoje brilham como 14 estrelas azuis, como o Coração de Órion, para que no Universo sempre se lembre de que o Amor do Coração de Deus triunfará sempre, porque essa é Sua Vontade. 

Todos nós, neste planeta Terra, tivemos, algum dia, algo a ver com esse Coração Azul de Deus. É uma história que cada um terá que descobrir, porque, à medida que ingresse mais no Coração de Deus, irá encontrar essa cor azul, que guia seu caminho de retorno à Casa. 

Somos gratos, Senhor, por quanto nos dás!

E unidos a Ti, Rei do Universo, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Fiquem todos com Deus.