Sábado, 20 de maio de 2023

O Sagrado Chamado
APARIÇÃO DE CRISTO JESUS GLORIFICADO NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN DE JESÚS, DURANTE O SAGRADO CHAMADO

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Hoje venho falar-lhes da origem de tudo, do começo deste universo, originado no Universo Espiritual, lugar de onde todas as essências provêm, onde toda a trajetória foi construída, pensada e criada pelos Grandes Pais Criadores. 

Hoje venho com este impulso espiritual, diante da emergência do planeta e da perdição da humanidade.

Venho recordar a cada um dos Meus quem é em verdade e por que surgiu de uma Fonte tão ampla e diversa, que se reflete e se espelha nos amplos estanques do universo, espaços por onde vocês já passaram antes de encarnar neste mundo tridimensional.

Por isso, suas almas conhecem a trajetória amplamente, porque uma vez já viveram os diferentes raios e correntes deste Universo Material.

Mas, antes de chegar à razão pela qual hoje estou aqui, venho recordar-lhes a Origem de tudo que foi criado, porque é o momento de olhar para esse espaço espiritual, porque a humanidade está distraída e também influenciada por tudo aquilo que crê que a faz evoluir.

Por isso, coloquem o seu olhar interior no princípio e na origem da Fonte, onde Deus começou a pensar, meditar e refletir sobre a existência de muitíssimos universos, até chegar a este universo concreto, que vocês chamam terceira dimensão.

Por isso, venho falar-lhes dos mundos elevados, porque dos mundos elevados se emite o constante Pensamento e Som de Deus, um eco eterno e inextinguível que muitas humanidades escutam desde outrora; e agora chegou o momento, antes que se cumpra o Retorno de Cristo, de que as almas e as consciências possam despertar para esse Chamado, que não é algo concreto, é um Chamado profundamente espiritual que suas almas escutam, porque uma vez já o escutaram na Origem da origem, de onde tudo uma vez surgiu.

Por isso, o Pai Celestial, uma Consciência ampla e desconhecida para muitos, é uma Emanação Primordial, mas também é uma Lei que se reflete nos três estados de consciência: espiritual, mental e material. Ali foi onde Ele colocou primeiro Seu Pensamento, mas antes colocou Sua Contemplação e Seu Olhar, porque Ele desejava ardentemente que, através dos Pais Criadores e de suas hostes angélicas, se pudesse cumprir o Projeto, não só o Projeto desta humanidade, mas também o Projeto de outras humanidades desconhecidas.

Por isso, Ele pediu aos Criadores que pensassem em criar dimensões, planos e profundos espaços para que a vida espiritual da Fonte pudesse expressar-se nos três planos de consciência, até que essa vida eterna e infinita fosse concreta, sentida pelo coração humano, percebida pela mente e sobretudo pelo coração. Para que essa vida espiritual e eterna, que provém da Fonte, pudesse expressar-se, um sistema de evolução espiritual teve que ser criado, e isso esteve a cargo dos arcanjos.

De Seu Coração, o Pai Eterno emitia os impulsos aos Seus Filhos, os Criadores. E, quando isso começou, o Projeto começou a se concretizar.

Mas houve um deles que quis ser maior que o Criador, maior que o Pai Eterno. E esse anjo caído, por sua própria soberba e arrogância, afastou-se do Amor e, ao afastar-se do Amor, afastou-se da Luz verdadeira, que não o ilumina há muito tempo.

Por isso, Minha grande promessa não é só a redenção do mundo, mas também a redenção do anjo caído, porque, por mais que ele tenha desviado os Planos de Deus por sua grande desobediência, o Pai, que é único e inextinguível em Seu Amor, em Sua Sabedoria e em Sua Consciência, não deixa de amar a quem criou desde a origem.

Por isso, através dos tempos, o Único, em Sua Fonte Primordial, viu o desenvolvimento dos acontecimentos da vida evolutiva no universo e neste planeta. Muitíssimos foram os erros, mas grandiosas foram as vitórias e os acertos de todos os que aderiram à Divina e Insondável Vontade, de todos os que permitiram, através do universo e dos tempos, ser parte da Grande Sabedoria Cósmica.

No Projeto de Deus, em Sua origem e em Seu princípio, nunca houve erros; mas, naquele tempo, quando os Criadores pensavam na manifestação da vida nos universos e nos diferentes planos de consciência, inclusive no plano material, foi quando o anjo caído se desviou.

Como poderiam pensar que um anjo, tão elevado no princípio, queria ser maior que Deus?

Ali começou a escuridão, porque a escuridão foi gestada pela falta de amor e de fidelidade. Mas o Pai não baixou Seus Braços, não descansou; ao contrário, entregou Seu Espírito, entregou Sua Consciência e, sobretudo, entregou Seu Amor na Sagrada Encarnação de Cristo.

Ele escolheu, dentro de tantos Projetos, este planeta para poder encarnar como um homem simples e humilde através de Jesus de Nazaré.

Assim, Ele expandiu Sua Consciência na manifestação de Sua Segunda Pessoa, porque Ele sabia que depois da entrega de Cristo na Cruz, não só Seu próprio Ser emendaria e justificaria todos os erros do gênero humano desde Adão e Eva até o presente, mas que Ele também poderia manifestar Sua Terceira Pessoa por meio do Espírito Santo, encarnado na Consciência de Maria.

Por isso, Sua grande estratégia e operação desde o início foi silenciosa e anônima. Um Grande Deus como O que está nas alturas, imenso em Amor, grandioso em Humildade e infinito em Misericórdia, nunca poderia ter encarnado com honrarias e honras, mesmo que os anjos do Céu soubessem disso em segredo.

Por isso, Ele veio como Cristo para corrigir o mundo, não com uma lei severa, mas com a expressão de Seu Amor Misericordioso, porque sabia, desde o princípio da queda do criador desobediente, que as almas se perderiam através dos tempos.

Por isso, este momento atual da humanidade é o grande momento da inflexão planetária, mas também é o grande momento da oportunidade cósmica para que, através do despertar dos que se oferecem a Cristo, se possa gerar o grande acontecimento da reconstrução da humanidade a nível espiritual, mental e material; e, mais ainda, tudo isso possa gerar, pela adesão e fidelidade dos seguidores de Cristo, Seu Grande Retorno ao mundo para pôr fim ao mal e assim voltar a restabelecer a Lei da Vida, que está sendo interrompida pelas ideologias e pela falta de consciência de grande parte desta humanidade.

Quando lhes digo que é o momento de voltar à origem, não lhes falo de algo inalcançável, mas lhes falo de algo consciente, da oportunidade de voltar a estar na Lei para poder estar sob a Sabedoria e o Amor de Deus, assim como muitas vezes o povo de Israel tentou.

Se essa vivência da Lei é verdadeira em vocês, e também simples, sob a obediência e a lealdade a Deus, os planos do adversário cairão por seu próprio peso. Já não será necessário o sacrifício ou a morte, o aborto ou a divisão das famílias através do bombardeio das comunicações.

É necessário retornar à origem para começar do zero. Isso foi o que tentou um dos Adões no princípio, no Gênesis. E ainda que isso não tenha dado certo, o Pai Eterno voltou a tentá-lo, porque, por Sua Infinita Misericórdia, Ele não se rendeu com esse Projeto da humanidade, capaz de ter um contato profundo com Ele, mas também capaz, nestes tempos, de destruir esse próprio contato espiritual com Ele por todas as interferências e influências destes tempos.

Nesta reflexão e Mensagem que hoje lhes trago, Eu lhes pergunto: vocês são conscientes da importância de retornarem às suas origens e não serem fantoches do Meu inimigo?

Este é o tempo de tomar uma decisão, mas é também o tempo de dar um passo maduro para preparar as bases espirituais do Retorno de Cristo.

E, diante do Universo de Deus e também diante de suas almas, Eu encontro aqui uma resposta, um esforço verdadeiro para seguir-Me, mesmo que seu Mestre e Senhor seja muito exigente, porque o que Eu preparo para vocês, para o futuro, é desconhecido.

Eu trarei para vocês tesouros de Andrômeda que nunca viram. Compartilharei com vocês, assim como compartilhei muitas vezes o Meu Corpo e o Meu Sangue para o fim dos tempos e, sobretudo, para o surgimento da Nova Humanidade; e não será necessário recordar mais o sacrifício de Cristo, porque, por seus próprios sacrifícios, esforços, renúncias e entregas, gerarão mérito diante de Deus e justificarão os erros próprios e os erros do mundo, sobretudo os grandes erros do sangue derramado dos inocentes.

Para que isso não aconteça mais, Eu venho recordar-lhes de suas origens, porque, em suas origens, quer dizer, em seus estanques cósmicas, está o Projeto dos Novos Cristos, que prepararão a Terra no fim dos tempos por meio de sua purificação e de sua transformação, para que o Rei do Universo retorne em glória e, com Ele, não só todos os anjos, os santos, bem-aventurados e ascendidos, mas também todas as Relíquias que deram origem a esta Criação, que espero expor junto à Arca da Santa Aliança.

E nessa hora, nesse momento, tudo poderá começar do zero. Ninguém mais recordará seu sofrimento e sua dor. Ninguém mais terá medo da morte, porque não será necessário morrer.  

A Luz do Meu Retorno trará a ressurreição para os seus corpos e seus espíritos; e assim, como foi nos tempos antigos, viverão na Eternidade, na presença do Sagrado Paraíso Espiritual que voltará a conceber o Éden no mundo.

Se vocês têm fé em Minhas promessas, suas vidas poderão ser Minhas próprias promessas, mesmo que neste momento lhes pareça impossível; porque, se a Palavra de Deus está aqui, Sua Lei está aqui e assim Sua Lei se cumpre no Céu e na Terra, no mais profundo do mundo interior e no mais externo deste universo.

Ninguém pode boicotar a Lei de Deus, porque Sua Lei é pura e imaculada, assim como é pura e imaculada Sua Manifestação Trina, através do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

Ainda chegarão tempos difíceis, e a maioria viverá situações desconhecidas, mas quem está em Mim sempre terá vida eterna e não perecerá, só se em verdade está em Mim e Eu nele; e, estando Eu nele e em cada coração, estarão Comigo no Pai e não haverá o que temer; porque chegará o momento de que sejam pilares, colunas sólidas da Luz que, apesar de a Terra, o céu ou mesmo o universo tremerem, vocês não agonizarão se confiam em Mim.

Mas ainda necessito servir-Me de algumas almas para que padeçam Meus sofrimentos e Minhas dores. Essas almas, Eu as escolho no mais absoluto silêncio e as faço saber que, no anonimato, encontra-se a grande chave do sacrifício do Amor, das almas vítimas do Amor de Cristo.

Por isso, hoje venho também oferecer-lhes, através da Minha Igreja Celestial, o Santíssimo Sacramento do Altar, para que esta Graça desconhecida pelo mundo prepare o advento dos Novos Cristos que deve ser agora, prepare a condição espiritual para que suas almas e espíritos retornem em consciência às origens.

Assim, mais uma vez, através do Sacrifício do Altar, onde o pão e o vinho se converterão em Meu Corpo e em Meu Sangue, venho renovar a vida de todos, sob a efusão do Espírito Santo, que traz o impulso de Seus Dons e Graças para aqueles que necessitam deles e que aspiram a eles.

Assim, através de Minhas Palavras, limpo seus corações, preparo seus templos internos para que Eu possa voltar a entrar, para que saiam daqui renovados, conscientes e mais disponíveis para o que Eu necessito que vivam e apoiem, porque Meus apóstolos do fim dos tempos não serão muitos, mas os poucos que forem serão de verdade.

Será que estão postulando para isso?

Não devem dar-Me a confirmação agora. Eu lhes disse uma vez: "Por seus frutos os conhecerão".

Celebremos na Glória do Pai, do Filho e do Espírito Santo para que a Graça da valentia desça sobre os Meus e conceda aos corações o ímpeto e a força da determinação para fazer o máximo e até o impossível por Cristo, até que doa nos próprios ossos, por um só fim: o triunfo do Meu Amor na humanidade.

E para que o mundo não aborte seu próprio Projeto, rezemos:

 

Adonai
Pai da Bondade, da Sabedoria
e da Misericórdia,
escuta a Voz de Teu Filho Amado,
que incansável se apresenta mais uma vez
ao mundo,
para que Teu Grande Chamado Cósmico seja escutado por todos.

Pai Amado,
que Tua Palavra e Teu Amor ressoem
nos corações,
que as almas perdidas ressuscitem em espírito
e que a Sagrada Família Universal se constitua
em honra e glória a Tua Infinita Presença,
até o cumprimento dos Mil Anos de Paz.

Amém.

 

Frei Elías del Sagrado Corazón de Jesús:

Cristo disse que aprendemos muito bem, como foi no Monte das Bem-Aventuranças assim deve ser sempre.

Vamos preparar-nos para este sagrado momento. E, a pedido de Cristo, vamos invocar os Sagrados Nomes de Deus para que todas as manifestações do Pai Eterno desçam neste momento, inundem as almas de Graça e de Amor, de Consolação e de Misericórdia e, assim, nesta cerimônia, abramos as portas da Igreja Espiritual de Cristo, hoje presente nos céus do Brasil, a fim de fortalecer o Propósito das almas e deste país, a fim de aliviar o coração do anjo do Brasil através do oferecimento de nossos anjos da guarda.

A pedido de Cristo, nós nos prepararemos para este oferecimento interior, para que sejamos dignos de celebrar este Sacramento, merecedores de Sua Misericórdia, de Sua Paz e de Seu Perdão.

Cantemos, diante da Presença de Jesus e de Seu Sagrado Coração.

 

Canção: Nomes de Deus - Cânon n° 1

 

Diante do Sagrado Coração de Jesus, diante da fonte infinita do Amor e da Misericórdia de Cristo, preparamo-nos junto ao Mestre para este sagrado momento em que Ele vem compartilhar conosco, mais uma vez, Seu Corpo e Seu Sangue.

E, diante do Grande Altar da Igreja Celestial, celebramos.

Depois de Ele ter purificado o nosso coração e preparado o nosso templo interior para poder voltar a recebê-lo em júbilo e alegria, oferecemos a Ele nossa vida, assim como Lhe oferecemos estes elementos que se converterão no Corpo e no Sangue de Cristo.

E elevamos a nossa mais pura intenção para estes Altares Celestiais através do nosso anjo da guarda. Por um momento, unimo-nos a ele em silêncio, assim como todos os anjos neste momento se unem a Cristo, e aspiramos, em nome do Senhor, a que a nossa vida e a vida dos nossos irmãos possam ser o testemunho que Cristo espera dentro da Arca da Santa Aliança.


Por isso, volto a consumar este momento em memória do sacrifício do Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo e que lhes volta a outorgar Sua Paz. Hoje, em memória daquele sagrado momento no Cenáculo, volto a reunir os Meus apóstolos e seguidores do fim dos tempos para celebrar este momento de união com Minha energia crística.

Por isso, em nome de Deus, volto a elevar o pão que hoje vocês Me oferecem, para que Deus o receba em Seu Reino e por meio de Seu Amor Consolador e sob a intercessão dos anjos e dos arcanjos presentes, de todos os que guardam a Arca da Santa Aliança, Ele o converta em Meu Glorioso Corpo e aceite a oferta dos Meus.

Assim, volto a parti-lo e a compartilhá-lo com todos, voltando a dizer-lhes: "Tomem e comam, porque este é o Meu Corpo, que se entregou por amor a vocês. Este é o Sagrado Corpo de Jesus, que libera as faltas do mundo e os pecados".

Louvamos-Te, Senhor, e bendizemos-Te.
Louvamos-Te, Senhor, e bendizemos-Te.
Louvamos-Te, Senhor, e bendizemos-Te.
Amém.

 

Frei Elías del Sagrado Corazón de Jesús:

Reverenciemos o Corpo Eucarístico de Cristo, na Presença do Sagrado Coração de Jesus, assim como os anjos reverenciam e adoram a Presença de Cristo no Sagrado Altar.


Da mesma forma, volto a tomar o Cálice com Minhas Mãos pela redenção de todo o gênero humano e do planeta e, em nome de todos o elevo ao Pai, recordando-lhes o sacrifício do último Cordeiro, Aquele que foi imolado e se entregou por vocês, pedindo ao Pai que transubstanciasse este vinho em Meu Precioso Sangue, por meio da intervenção dos anjos e arcanjos presentes, de todas as testemunhas e anjos da guarda.

Assim, volto a oferecê-lo aos Meus por Amor, dizendo-lhes: "Tomem e bebam todos dele, porque este é o Cálice do Meu Sangue, o Sangue da nova e eterna aliança entre as almas e Deus, o Sangue que se derramou e segue derramando-se espiritualmente pelo mundo através das Cinco Poderosas Chagas de Jesus, para a remissão de todas as faltas. Voltem a fazer isto em Minha memória e em Minha Presença, porque Eu já estou retornando".

Louvamos-Te, Senhor, e bendizemos-Te.
Louvamos-Te, Senhor, e bendizemos-Te.
Louvamos-Te, Senhor, e bendizemos-Te.
Amém.

 

Frei Elías del Sagrado Corazón de Jesús:

Reverenciamos.

 

Para participar Comigo deste Mistério de Amor, presente e vivo na Eucaristia e no Sagrado Cálice, volto a pedir-lhes que se unam a Mim em oração para que este planeta e esta humanidade sejam ajudados e, especialmente, as causas impossíveis se revertam em todos os corações que sofrem.

Voltemos a implorar a Deus por Sua Misericórdia e por Sua Graça, e, em unidade interna com todos os anjos do Céu, cantemos o "Pai Nosso" em aramaico.

 

Canção: "Pai Nosso" em aramaico.

 

Que desça a Paz de Deus.


Frei Elías del Sagrado Corazón de Jesús:

E, com fé, dizemos a Cristo:

Senhor, eu não sou digno de que entreis
em minha morada,mas dizei uma só Palavra, e serei salvo.
 Amém.

 

E assim como Cristo neste momento nos outorga Sua Paz, damo-nos o gesto fraterno da paz: "A Paz de Cristo".

Neste momento, como Nosso Senhor nos ensinou, vamos anunciar a Comunhão Espiritual de todas as almas com Cristo.    

 

Quem está em Deus nada teme.
Quem está em Deus não retrocede.
Quem está em Deus vive do Amor de Deus.
Esta é a força de hoje.
Em Deus, em Deus, em Deus.
Amém.

(duas vezes)

 

Dou-lhes Minha Paz e Minha Força interior para que sejam Minhas testemunhas no fim destes tempos, apóstolos de Minha Divina e Insondável Misericórdia.

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

 

Frei Elías del Sagrado Corazón de Jesús:

Somos gratos, Senhor, por quanto nos dás!

Neste encontro, honramos-Te, Senhor. 

Agradecemos a todos os que nos acompanharam e nos recolhemos em Cristo até o dia de amanhã para voltarmos a nos encontrar com nossa Mãe Santíssima.

Obrigado a todos.