MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Preparar-se para a morte: uma arte de amor e de rendição diante de Deus

Preparar-se para a morte, filhos, é em verdade uma ação diária de estar com o coração limpo e vazio das coisas do mundo, temente a Deus e rendido à Sua Vontade Celestial.

Preparar-se para a morte deveria ser um ato constante, no qual a consciência acorda a cada dia sabendo que pode ser o último e vive cada instante dando o melhor de si para que a Vontade de Deus se realize.

Temer a Deus é em verdade amá-Lo por sobre todas as coisas e não titubear no momento de renunciar às coisas do mundo para abraçar Seu Universo Celestial.

Todos os dias de suas vidas, vocês deveriam preparar-se para a morte, no sentido de deixar que a gratidão, a rendição, o amor e a entrega permeiem todos os seus átomos e ingressem nos medos mais profundos de seus seres, não apenas aqueles que se ocultam na alma humana, mas, sobretudo, aqueles que são parte da condição material dos homens e que impregnam até os seus ossos.

Para vencer esses medos, devem amar cada dia mais. Mas não amar apenas o mundo, amar a Deus, amar a vida e saber que ela não se encerra no planeta Terra; saber que uma vida maior e eterna os aguarda e que, para serem dignos dela, basta que levem consigo o Amor do Pai, do Filho e do Espírito Santo em seus corações.

Por isso, façam o exercício de amar, de agradecer e de entregar-se a Deus a cada dia. Aspirem a descobrir um Reino Maior dentro de vocês, no mundo e além dele, e descobrirão, assim, a unidade entre as realidades da vida, e que a morte é um passo para uma vida maior, na qual não existem mistérios, mas apenas a verdade  e a transparência de saber-se filho de Deus retornando ao Seu Coração.

Que a cada dia, filhos, o Amor do Criador se expanda em vocês e tome o lugar de seus medos mais profundos.

Têm a Minha bênção para isso.

São José Castíssimo

 

 

MENSAGEM PARA A APARIÇÃO EXTRAORDINÁRIA DO DIA 21 DE MAIO DE 2019, RECEBIDA NA COMUNA DE CASTEL VOLTURNO, CAMPANIA, ITÁLIA, TRANSMITIDA POR MARIA, ROSA DA PAZ, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS, POR MOTIVO DO ANIVERSÁRIO DO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN DE JESÚS

Eu sou a Mãe da Piedade, da Compaixão, a Mãe da Esperança, a Mãe que, silenciosa, roga por Seus filhos, zela por eles em Seu Coração e intercede diante de Deus para que aprendam a amar e a perdoar.

Filhos Meus, estou aqui para chamá-los ao arrependimento do coração, para que permitam que seu passado seja curado, que seu presente seja transformado e que seu futuro seja escrito com as Mãos da Vontade Divina, e não com as mãos da vontade humana e superficial.

Venho chamá-los a reconhecer as Graças e advertências que, repetidamente, o seu Senhor e Criador envia para esta nação, a fim de limpar os seus pecados e fazê-los retornar verdadeiramente ao caminho do Coração de Deus.

Eu venho como Mãe e Guardiã da Santa Eucaristia para que, com o Corpo e o Sangue de Cristo consagrados em Minhas Mãos e em Meu Coração, possa reparar todas as manchas que lhe causaram aqueles que elevaram os elementos para a consagração, mas seu coração não estava consagrado a Deus; e aqueles que comungaram da Eucaristia Viva, e não permitiram que ela ingressasse em seu coração, apesar de estar em sua boca.

Venho, filhos, em nome de Deus e de Meu Filho, conceder a Graça do perdão para aqueles que se arrependerem de coração e mostrar-lhes o caminho para a pureza.

Não venho julgá-los, mas sim mostrar as suas faltas, porque o Coração de Deus está ferido pelos ultrajes a Ele cometidos, e Eu estou aqui para despertar os corações à santidade, para chamá-los a amar o propósito de sua existência, para revelar-lhes que há verdades superiores que aguardam que rendam a própria ignorância diante de Deus, para que então lhes sejam reveladas.

Meu Coração é firme, mas piedoso, porque não posso deixar de advertir o mundo sobre as suas faltas. A Justiça de Deus já se precipita sobre a Terra, e urge que se arrependam de coração e endireitem os seus caminhos na Vontade Divina.

O tempo da ilusão dará lugar ao tempo da Justiça de Deus, e todo o lodo que antes se ocultava na consciência dos homens e das nações emergirá, e por ele próprio se sufocarão. Será o que há dentro de vocês mesmos, filhos, o que os fará perecer ou os salvará, segundo aquilo que cultivarem em seus próprios corações.

Por isso não temam apenas a Deus, mas temam a si mesmos, porque a Justiça Divina tocará aquilo em vocês que está oculto, e será o próprio peso dos homens que os fará pender para os abismos; e então tudo se revelará por si só, e não haverá diferença entre religiões, status social, cultura, nações. Será a pureza nos corações dos homens que os fará erguer-se dentre aqueles que se perderam. A palha se separará do trigo não pelas Mãos de Deus, mas pelas ações humanas, pelo que há em seu próprio coração.

Hoje, filhos, não venho colocar temor em seus corações, mas venho despertar a sua consciência para que cultivem um coração puro, apesar de serem imperfeitos; para que tentem todos os dias equilibrar os males do mundo através da oração; para que transformem suas consciências e corações em verdadeiros instrumentos de Deus; para que percebam que não estão aqui apenas pela própria salvação, mas por um propósito maior, universal e divino, que busca o despertar de um amor novo no coração de todos os seres.

Sei que se sentem distantes da concretização deste Plano, mas hoje Eu lhes estendo Minhas mãos e lhes mostro o caminho da Graça e da Misericórdia de Meu Filho, para que não corrompam os seus corações, mas que encontrem a paz, no serviço e no amor verdadeiro a Deus e aos seus semelhantes.

Eu os abençoo e lhes agradeço por estarem aqui, respondendo ao Meu chamado.

Sua Mãe, Maria, Rosa da Paz

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Percebe a vida ao teu redor, os Reinos, os elementos, a presença de teus irmãos, a luz, a cor, os sons. Percebe o que causam em teu coração os ambientes ao teu redor, o que refletem em tua mente, em tuas emoções, em teu coração.

A vida, filho, está permeada pela silenciosa presença do Espírito de Deus, mas Ele se encontra oculto, escondido como o Rei do Universo se escondia no Ventre de Sua Mãe Santíssima. O Espírito de Deus apenas se revela aos que são humildes de coração e que se abrem para perceber os mistérios da presença divina entre os homens, assim como o Seu Filho se revelou aos simples no presépio de Belém.

Se não consegues sentir a presença do Espírito de Deus ao teu redor, fecha os olhos, respira e silencia. No ar que adentra em teu ser, ali habita o Espírito de Deus. Na natureza, em seus sons, em suas cores, ali habita o Espírito de Deus.

Vive nesta presença e atua em cada instante de tua vida sob os Olhos de teu Pai Celestial. Assim verás, filho, como já não farás todas aquelas coisas que te fazem cair, uma e outra vez, nos mesmos erros e tendências do passado.

Vive com o olhar do Espírito de Deus sobre ti. Mas não apenas vive com temor de Deus; sabe que Sua Presença vem para ajudar-te a reconsagrar tua vida e perseverar na tua consagração.

Que os Olhos de Fogo de Deus, que estão sobre ti, te conduzam à transformação.

Teu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

 

MENSAGEM PARA A APARIÇÃO DE MARIA, ROSA DA PAZ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, PAYSANDÚ, URUGUAI, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS, por motivo da comemoração do dia de Maria, Mãe da Divina Concepção da Trindade

Eis que se abriram os Céus, e os Senhores do Tempo deram início a um novo ciclo para a Terra.

Os Universos colocaram os seus olhos de Sabedoria sobre os homens, e Aquele que não tem forma e está em tudo contemplou com amor as criaturas da Terra.

Hoje é mais um dia do Silêncio de Deus, mas o Seu Silêncio transmite aos homens a Serenidade e a Paz do Criador.

Benditos os que ingressarem nesta paz e nela viverem o ciclo que chegará.

Eis que o Céu se abriu, como se abre e se abrirá todos os dias 31 de dezembro, para anunciar aos corações humanos uma nova e única vontade, a renovação do Plano do Criador e Seus desígnios para as criaturas.

O Céu se abriu para que a Mensageira de Deus chegasse à Terra, e Sua Palavra é como fogo sutil e espiritual que transforma, mas pacifica os corações.

Que silenciem as mentes e escutem os corações.

É tempo de definição, de ver diante de seus olhos os caminhos que se apresentam e elegê-los.

Não tenham medo de seguir, mas saibam, filhos, que, antes de todo passo a ser dado, deve estar a certeza em seus corações de que Deus é quem guia o seu caminhar.

A humanidade já cresceu e conhece as consequências de suas ações, como de seus pensamentos.

Já experimentaram o suficiente da vida sobre a Terra para saber, hoje, definir os próprios passos.

Por isso, diante dos Céus que se abrem sobre a Terra, encontrem o olhar silencioso do Criador que os observa e proclamem para Ele a sua própria definição.

Chegou a hora do diálogo com Deus, porque o Criador necessita saber com quem contará neste último tempo.

Seu Plano já não se redefinirá a cada instante, porque os Céus já estão abertos, e a Misericórdia, mas também a Justiça, preparam-se para descer ao mundo.

Os cálices da consciência humana estão abertos e livres para serem preenchidos com aquilo que as consciências tenham escolhido beber nestes tempos.

Por isso, filhos Meus, já não são crianças e já não podem brincar com a evolução da Terra.

Não lhes digo que tenham medo, não lhes trago o terror, mas, sim, o Dom do Espírito de Deus, que é a consciência do temor de afastar-se de Seu Caminho.

Tomem o Dom do Temor de Deus e deixem que ele os auxilie neste novo e último ciclo, para que saibam olhar nos Olhos de fogo e silêncio do seu Pai Celestial e declarar a própria definição, sua escolha para este tempo.

Com base nisso, filhos, seu Pai e Criador desenhará para as suas vidas aquele caminho que escolheram viver, porque Seu Amor, inalterável, respeita as eleições de Suas criaturas, por mais que sejam imperfeitas e, às vezes, muito imaturas.

Eis que o Céu hoje se abre, e o olhar silencioso de Deus contempla o mundo.

Que as criaturas saibam perceber Sua Presença e não comecem este ciclo definitivo na cegueira e na profunda ignorância.

Orem hoje pelos que se perdem nos abismos da própria ignorância e nas festividades deste mundo e não perceberam que o planeta está agonizando por sua indiferença.

Orem pelos que estão solitários, enfermos de espírito e de coração, e não encontram sentido para as suas vidas.

E também orem pelos que dirão sim a Deus e começarão este novo ciclo ao Seu lado, para que sua fé seja maior que as tentações do mundo, e a Grandeza e a Fortaleza de Deus tomem o lugar de sua pequenez e fragilidade humana.

Eu os amo, abençoo-os e os convido a olhar para o Céu que hoje se abre e, olhando nos Olhos do Criador, proclamar o seu “sim” ao Seu amor infinito.

Sua Mãe, Maria, Rosa da Paz e Mãe da Divina Concepção da Trindade

MENSAGEM DIÁRIA DE MARIA, ROSA DA PAZ, TRANSMITIDA NA CIDADE DE FÁTIMA, PORTUGAL, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN

Deus tem misericórdia dos que persistem em Seu Divino Caminho e dos que aspiram todos os dias a ser melhores no amor, na incondicionalidade e na bondade.

Deus tem misericórdia e compaixão dos que O seguem, apesar de tropeçar, ferir a si mesmo e cair no caminho.

Deus tem imensa misericórdia dos que se arrependem de coração e dos que dão a vida para que Ele realize Sua Vontade.

Deus tem misericórdia dos que tentam todos os dias colocar em prática, uma a uma, as palavras com que Ele instrui, ao inspirar os Sagrados Corações para que Eles as pronunciem.

Deus tem misericórdia dos que se reconhecem indignos, imperfeitos e errantes.

Deus tem misericórdia dos que trabalham todos os dias para serem humildes e honestos consigo mesmos e com os irmãos de caminho.

Deus tem muito misericórdia dos que se consagram e dos que deixaram a vida da consagração, pois Seu profundo e ardente desejo é que a humanidade responda ao Seu Filho, o Cristo.

Deus tem misericórdia dos que temem sentir-se separados d’Ele em algum plano de consciência ou longe de Seu Amor.

Deus tem misericórdia dos que se rendem até o fim e dos que não querem nada mais para si a não ser viver em Sua Eterna Graça, em Sua Divina Fé e em Seu Poderoso Amor.

Deus tem tanta misericórdia para dar que a maioria dos Seus filhos se esquece de ir buscar a Água de Vida na Fonte Imaterial de Sua Criação.

Deus espera, todos os dias, que apenas olhem para o Céu e digam: “Pai, aqui estou, faça-se Tua Vontade Eterna, e não a minha; faz-me semelhante a Teu Filho, libera-me das amarras, das faltas que me aprisionam, para que somente abunde Tua Paz e Tua Verdade”.

Tão somente com essas palavras, o Reino de Deus descerá à Terra.

Agradeço-lhes por responderem ao Meu Chamado.

Abençoa-os e sempre os consagra,

Sua Mãe, Maria, Rosa da Paz

MENSAGEM DIÁRIA DE MARIA, ROSA DA PAZ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, BRASIL, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN

O Dom do Temor de Deus

O Dom do Temor de Deus é um dos sete Dons do Espírito Santo. É uma virtude interior que Deus depositou nas almas desde sua concepção espiritual no Universo.

A partir desse momento, o Dom do Temor de Deus, assim como o amor e a unidade, foram pequenas chispas colocadas em todos os espíritos criados, para viverem e evoluírem nos Universos.

O Dom do Temor de Deus foi concebido na Fonte Única, e a partir dali, assim como os outros Dons, o Espírito Santo se encarregou de distribuí-lo como consciência entre as criaturas do Universo. Isto foi possível pelo serviço que prestaram os santos anjos desde o momento em que os seres surgiram dos Estanques de Luz.

Antes que cada espírito partisse para viver seu aprendizado em alguma parte do Universo, os anjos semearam neles o Dom do Temor de Deus, para que as criaturas, em suas diferentes escolas, pudessem se manter unidas a Deus.

Este Dom, até agora não compreendido, desperta na consciência, em alguma etapa de sua caminhada, a possibilidade de perceber ou de tomar consciência de estar se afastando de Deus.

Por isso, o Dom do Temor de Deus gera no espírito, assim como na Criação, a lembrança do nosso compromisso com o Alto e do quanto devemos corresponder ao Nosso Pai Eterno.

Assim como a criança que é gerada no ventre de sua mãe e é alimentada através do cordão umbilical, assim é o Dom do Temor de Deus; é um Princípio e, ao mesmo tempo, um estado que nos faz recordar a importância de nos mantermos unidos, através de fios de luz, com a Fonte Suprema.

O Dom do Temor de Deus manifesta-se quando a consciência se afasta do caminho de Deus e vive todo tipo de dificuldades, a ponto de não saber como regressar à senda que uma vez abandonou.

O Dom do Temor de Deus nos lembra que, como seres espirituais, não podemos perder nossa filiação com o Pai, porque se o fizermos, tudo torna-se mais difícil.

O Dom do Temor de Deus sempre nos ajuda a buscar o equilíbrio e a harmonia em todas as coisas, e a recordar qual é o nosso verdadeiro propósito.

Nestes tempos, muitas almas vivem o Dom do Temor de Deus ao se sentirem distanciadas do Pai, por todas as causas da vida material e interna.

O Dom do Temor a Deus nos auxilia para que a consciência humana não tome decisões de maneira impulsiva ou adote ações precipitadas. Este Dom tem como essência o Primeiro Raio da Vontade-Poder, porque sua finalidade é remover tudo na consciência para assim retirá-la do ponto em que está.

O Dom do Temor de Deus nos traz consciência sobre nossas verdadeiras ações e exigências; nos corrige e nos coloca, ao mesmo tempo, no caminho adequado.

Quando o Dom do Temor de Deus se apresenta na vida de algum ser é sinal de que algo profundo, material e espiritual, necessitará revisar-se para poder endireitá-lo.

O Dom do Temor de Deus eleva a consciência à verdadeira realidade, deixando em evidência tudo o que a separou do Amor do Pai.

Este Dom pode reconstruir os laços de amor e de paz com o Universo, a partir do momento em que a consciência de superfície se reconhece pequena, humilde e semelhante ao próximo. O Dom do Temor de Deus nos ajuda a retornar ao que é verdadeiro e não supérfluo. Desperta o espírito de caridade e de transparência.

O Dom do Temor a Deus alinha a consciência com o que é superior. Assim, ela sente-se amada e aceita por algo que é cósmico e divino, apesar de se reconhecer imperfeita.

Este Dom permite reativar em nós a confiança no Único para que participemos de Sua Fonte de renovação e de cura.

Agradeço-lhes por responderem ao Meu Chamado.

Abençoa-os,

Sua Mãe, Maria, Rosa da Paz

MENSAGEM PARA A APARIÇÃO EXTRAORDINÁRIA DE MARIA, ROSA DA PAZ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, PAYSANDU, URUGUAI,  À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS, POR MOTIVO DE SEU ANIVERSÁRIO

Meus amados filhos,

Enquanto o mundo agoniza e o Meu adversário tenta escrever um futuro diferente para a Terra através das feridas marcadas nos corações e espíritos das crianças e dos jovens que vivem nas guerras, Meu Espírito materno de amor tenta levá-los ao equilíbrio e à reparação do coração humano.

Filhos, as feridas profundas que estão sendo marcadas espiritualmente nas crianças e nos jovens de hoje fazem crescer nos corações de Meus pequenos o ódio e o rancor, a ânsia de gerar novas guerras e a vingança, e apagam de dentro deles o temor a Deus, a possibilidade de amar, de encontrar a paz, de expressar a harmonia, a beleza, a fraternidade, a pureza e a compaixão.

Os jovens e as crianças que hoje sofrem pelas guerras, e que inclusive participam ativamente delas – obrigados ou levados pelo rancor de seus corações – são almas que vieram ao mundo para prestar um serviço, expressar um atributo divino e levar para o Universo um aprendizado de amor e de unidade.

Para que esse Plano do Criador não se perca e não seja modificado pelas mãos do adversário, Eu os chamo a equilibrar, a gerar unidade, paz, harmonia e fraternidade. Eu os chamo a difundir o amor e a possibilidade de experimentar, na Terra, uma vida sã e plena de Deus. Eu chamo toda a juventude do planeta a colaborar na redenção, não apenas do próprio ser, mas também a ser zeladora do futuro de toda a humanidade; zeladora do projeto divino que lhe caberá manifestar no próximo tempo.

Filhos Meus, o Festival da Juventude pela Paz não é um encontro de distração para jovens, como tantos festivais que acontecem ao longo do mundo. O Festival da Juventude pela Paz é a semente de uma nova vida que Eu estou plantando na consciência daqueles que deverão levar adiante os Planos do Altíssimo; daqueles que deverão transcender a si mesmos e a todas as influências e superficialidades mundanas para expressar um arquétipo divino, baseado no amor, na unidade e na fraternidade.

Hoje chamo todos os jovens do mundo a se unirem de coração e em espírito ao Festival da Juventude pela Paz, onde se expressarão por meio da arte, do canto, da criatividade, do espírito, e falarão a linguagem do coração através da oração que se encontra em todas essas coisas.

A arte que ali expressarão não será apenas uma manifestação individual ou grupal da harmonia e da beleza, será uma oferta por todos os jovens e crianças do mundo que já não podem se expressar livremente através das artes, e que não conseguem encontrar no próprio interior a forma de expressar com cores, harmonia e beleza a alegria de suas almas, porque muitas vezes, filhos Meus, essa alegria está ausente.

Que o canto seja um canto que cure, que irradie, que renove e que inspire novos corações.

Que as artes fotográficas os levem ao sagrado, à comunhão com a vida, à expressão da beleza divina, que no dia a dia não conseguem observar.

Que as palavras escritas entre versos e poemas expressem a gratidão da alma por servir a Deus, e que sejam sempre fonte de despertar para outros espíritos.

Que cada momento de interação e de fraternidade seja uma oferta por toda a falta de amor que hoje permeia o mundo e pela incapacidade que o adversário causou em muitos de Meus filhos de viver a unidade com o próximo, inclusive em suas próprias famílias.

Filhos amados, hoje pedirei a todos que apoiem, ajudem e participem do Festival da Juventude pela Paz, vendo-o não apenas como um momento de paz para os Meus queridos jovens, mas, sim, filhos, como um serviço planetário que se baseia no exemplo e na vivência de princípios divinos que se expressam na simplicidade do coração jovem.

Que todos os jovens e crianças do mundo recebam a irradiação dessa semente divina que se plantará na consciência humana por meio deste Festival e, assim, o Plano do Criador encontre uma esperança e uma renovação no coração humano, no coração dos mais jovens.

Eu os amo e hoje os abençoo, ao mesmo tempo em que abençoo Minha amada filha, que também representa a juventude consagrada ao Meu Coração, o futuro do planeta e o seu ingresso no real tempo do universo.

Deixo-lhes Minha santa paz.

Sua Mãe, Maria Rosa da Paz

MENSAGEM DIÁRIA DE MARIA, ROSA DA PAZ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, PAYSANDÚ, URUGUAI, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN

A vida humana é igual a uma pedra dura. Ela deve ir sendo quebrada pouco a pouco até que seja feita pó, e todos os aspectos que nela se representam sejam dissolvidos.

A pedra humana é a mais dura de romper-se, porque guarda em si uma força que resiste a transformar-se ou a ser moída como o grão.

No ser humano existe ainda uma pedra mais dura, que é a pedra do seu coração, que não pode ser quebrada de uma só vez porque perderia todo o sentido de sua existência. A pedra do coração é mais dura porque se fortalece através dos sentimentos que ela gera e que não lhe permitem encontrar o caminho da paz.

São poucas as pedras que se quebram por si mesmas de uma só vez. O que desintegra o orgulho dessas pedras é a humilhação ou, às vezes, sentir o temor de Deus.

Há pedras tão duras e fortes que não se rompem facilmente. Se essa ação de se quebrar por dentro não funciona na consciência, às vezes nem com uma instrução recebida, não se pode mudar, porque se fortalece seu próprio eu, e na verdade se perde a Graça de encontrar um caminho de transformação mais leve.

Agora Meu Filho está com a Sua grande ferramenta de Luz entre Suas Mãos a ponto de quebrar muitas pedras de corações duros. Se Ele desse um só golpe, o efeito poderia ser intenso. Se Ele golpeasse medianamente, o impacto repercutiria pouco. Por isso, Cristo necessita que algumas pedras sejam bem destruídas, para que o orgulho possa morrer logo, e a alma encontre o sentido de sua missão verdadeira.

Não há pedra dura ou menos dura que possa resistir ao golpe de Cristo. Para que Ele possa reinar em uma consciência supérflua, o Mestre deve expulsar de um só golpe as resistências e expurgar todas as suas raízes.

O universo sabe que a resistência é uma energia que condena ou faz a alma sofrer continuamente. Digo-lhes, Meus filhos, que se preparem, porque as pedras mais duras e resistentes serão quebradas surpreendentemente.

O Senhor tenta que os aspectos da vida não afundem a evolução da alma. Por isso, em certos casos, a Lei do poder celestial evita que mais coisas se precipitem.

Queridos filhos, o efeito de um golpe certeiro de Cristo nas suas pedras duras pode gerar várias consequências e movimentos internos. O Mestre sabe que um golpe de Sua Mão quebra todas as coisas, porque não é um golpe de castigo ou de medo, mas a energia é que removerá as coisas internas e externas de seu lugar.

Ninguém pode opor-se a isso. Por isso, que as pedras mais duras, mais resistentes e orgulhosas se preparem para viver uma quebra total de suas estruturas. Não há mais tempo para coisas superficiais.

Aqueles corações que sabem que são resistentes e que não o conseguem, saibam que serão ajudados a destrancar os vícios humanos. O tempo da paciência já passou; a humanidade ingressou no ciclo da árdua e aguda purificação.

O Universo de Cristo fará todo o possível para que Suas ovelhas não se percam, mas não haverá espaço para acumular pedras duras no estábulo do Coração do Senhor. Tudo será moído; por isso abracem a oração e implorem para que sempre sejam guiados.

Agradecemos o arrependimento dos que não o conseguem e são humildes ao pedir ajuda. Eles logo estarão livres de sua própria soberba.

A balança da Lei tem Meu Coração Imaculado sobre um dos pratos; Minha Consciência gera peso de amor e de pureza para salvar as almas.

Agradeço-lhes  por responderem ao Meu chamado!

Desperta-os para a consagração,  

Sua Mãe, Maria, Rosa da Paz

 

Quem somos?

Associação Maria
Fundada em dezembro de 2012, a pedido da Virgem Maria, a Associação Maria, Mãe da Divina Concepção é uma associação religiosa, sem vínculos com nenhuma religião instituída, de caráter filosófico-espiritual, ecumênico, humanitário, beneficente, cultural, que ampara todas as atividades indicadas através da Instrução transmitida por Cristo Jesus, pela Virgem Maria e por São José. Ler mais

Contato