MENSAGEM DIÁRIA DE CRISTO JESUS GLORIFICADO, TRANSMITIDA DURANTE A VIAGEM DE PIRIÁPOLIS, MALDONADO, URUGUAI, PARA O CENTRO MARIANO DE AURORA, PAYSANDÚ, URUGUAI, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN DE JESÚS

Existem planos contrários ao nascimento de Cristo em cada coração humano, planos que tentam impedir que as almas tomem consciência do seu potencial cristificador.

Isso significa distrair a consciência para que nunca conheça as virtudes e os dons que ela mesma guarda e, assim, levá-la a uma constante ilusão.

Por essa razão, a Hierarquia Divina enfatiza o final de cada ano como um período importante em que os corações podem refugiar-se no Espírito da Sagrada Família para poder aproximar-se da realidade interior e crística.

Cada vez que uma consciência alcança o contato com o seu Cristo interno, permite que seu espírito se aproxime da realidade material e, assim, possa impulsioná-lo a dar passos mais largos em direção ao cumprimento da Vontade Maior.

Mas, nesse caminho de realizar a Vontade Divina, existem provas e dificuldades para que a consciência se fortaleça e se afirme em toda a luz que possa surgir do seu coração.

Agradeço-lhes por guardarem Minhas Palavras no coração!

Abençoa-os,

Seu Mestre e Senhor, Cristo Jesus

MENSAGEM SEMANAL DE MARIA, ROSA DA PAZ, TRANSMITIDA EM PIRIÁPOLIS, MALDONADO, URUGUAI, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN DE JESÚS

Queridos filhos,

Como Senhora da Natividade de Jesus, hoje os convido a, neste tempo, através da oração, construir em vocês um presépio interior para que as suas almas, unidas à de Cristo, possam renascer e renovar-se nos atributos da Sagrada Família, para que a Sagrada Família Universal hoje possa ser uma realidade neste planeta.

Para isso, filhos Meus, hoje muitos preparam a chegada do Menino Rei armando seus presépios para recordar o importante fato do Nascimento de Jesus como uma porta à libertação da escravidão humana e à redenção dos erros do homem da superfície da Terra.

Hoje sua Divina Mãe contempla, de maneira especial, a criatividade na preparação dos presépios, e isso é muito importante, porque quanto mais almas prepararem amorosamente seus presépios, permitirão que o Sagrado Espírito da Santa Família de Nazaré esteja presente no núcleo das famílias.

Para a vigília especial da Noite de Natal,  do dia 24 de dezembro de 2019, convido todos os Meus Filhos a enviar suas fotos dos presépios para que sejam apresentados como uma oferta interna de compromisso na proteção do amor nas famílias.

Agradeço-lhes por responderem ao Meu chamado!

Abençoa-os,

Sua Mãe, Maria, Rosa da Paz

 

 

MENSAGEM DIÁRIA DE MARIA, ROSA DA PAZ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN DE JESÚS

Série - Revelações Divinas destes tempos

Da humilde gruta de Belém ao Templo da Circuncisão - Parte II

Após os acontecimentos físicos, internos e universais ocorridos na simples gruta de Belém, alguns dias depois, São José e sua Mãe Celeste Se prepararam para apresentar o Menino Deus no Templo.

Esse já seria o segundo mistério que se revelaria naquele tempo aos homens a respeito do que, espiritualmente, significaria a vinda do Messias à Terra.

Naquele tempo, a gruta de Belém ficou impregnada e preenchida da luz crística. Por cada lugar que o Menino Rei passava, atributos e códigos divinos iam sendo depositados nesses espaços como terafins, e todos aqueles que, de uma forma ou de outra, participaram e souberam do Nascimento de Jesus em Belém também receberam impulsos espirituais que os levariam à transformação da consciência.

Dias depois de haver nascido o sagrado Menino de Israel, São José já havia feito os preparativos e suas orações, a fim de que Ele também atravessasse, no Templo, o processo da chamada purificação.

São José chegou ao Templo junto com Maria Santíssima e o Pequeno Menino nos braços; no entanto, durante o ato da circuncisão de Jesus, assim como pede a Lei de Moisés, um fato inesperado se apresentou através de um humilde sacerdote chamado Simeão.

Esse sábio e contatado ser era um dos tantos homens da Terra que esperava a chegada do Messias e o cumprimento das profecias dos Profetas.

Nessa instância da apresentação do Pequeno Menino no Templo e depois da circuncisão, Simeão, sendo inspirado pelo Fogo Divino do Espírito Santo, compartilhou e anunciou uma profecia à Mãe de Deus, dizendo-lhe que uma espada de dor atravessaria Seu Coração e, em seguida, repetiu uma das profecias sobre o advento de Cristo na Terra.

O Templo da Circuncisão foi o cenário que não só determinou a consagração total do Menino Rei ao Plano de Deus, mas ali também se viu representado o sacrifício espiritual que Sua Mãe Celeste viveria, oferecendo o Pequeno Menino como reparação e expiação espiritual por todos os erros cometidos pela humanidade.

Foi ali, a partir desse momento, com a presença de Jesus no Templo, que começou a queda do império do mal, que naquele tempo submetia e castigava a Terra, impedindo a continuidade da evolução do sagrado Povo de Israel.

A chegada do Pequeno Jesus ao Templo, na companhia de São José e de sua Mãe Celeste, permitiu que nessa mesma hora se desenvolvesse uma grande intervenção divina, que poria fim à decadência dos homens e de todas as gerações humanas por meio da presença de Cristo na Terra, assim como por toda a vida que, de maneira incondicional, o próprio Menino, depois Homem, doaria por amor a todos os Seus irmãos.

O ato da purificação no Templo significou a passagem para outra etapa desse Plano perfeito, mas silencioso, que o próprio Deus estava levando adiante através de Seu Amado Filho.

Foi através da Apresentação do Menino Rei no Templo que a intervenção angélica e arcangélica começou a ocorrer diretamente em todas as almas da humanidade daquele tempo, já que era necessário que todo o gênero humano saísse do seu processo de autodestruição e da sua ânsia de poder.

Por essa razão, desde que Jesus encarnou na Terra, os seres angélicos e arcangélicos, a pedido da Mãe de Deus, fizeram uso dos mais altos instrumentos espirituais e dos mais puros Raios Imateriais a fim de que os espíritos na Terra vivessem os primeiros passos da redenção.

Para que tudo isso fosse possível, o próprio Menino Rei, ainda recém-nascido, aplicava certas Leis divinas que, através de seu cumprimento, modificavam a condição espiritual da Terra e, ao mesmo tempo, abriam os portais para o contato e a comunicação espiritual entre a Fonte Maior e os mundos internos, lugar onde se encontram as essências.

Todo o movimento universal realizado pela presença da Sagrada Família e pela intervenção angélica impediu o avanço das potestades do mal sobre a consciência humana que, naquele tempo, era mais primitiva.

Essas entidades contrárias tiveram que presenciar, como castigo, toda a vitória que foi gerada desde o Nascimento de Jesus até a Morte e a Ressurreição de Cristo.

Dessa forma, o planeta e a humanidade foram convertidos e redimidos pela potente voltagem do Amor-Sabedoria.

A aliança que se alcançou entre o Céu e a Terra derrotou e venceu os projetos do adversário. 

Agora, neste tempo atual e antes da segunda vinda de Cristo, a humanidade se encontra em um momento muito semelhante ao do Nascimento de Jesus, um momento em que cada ser humano terá a graça de vencer através do amor e de superar e de transcender a indiferença para que Cristo volte a triunfar em todos os corações.

Agradeço-lhes por responderem ao Meu chamado!

Abençoa-os,

Sua Mãe, Maria, Rosa da Paz

MENSAGEM DIÁRIA DE MARIA, ROSA DA PAZ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN DE JESÚS

Série - Revelações Divinas destes tempos

Na humilde gruta de Belém - Parte I

E foi pela luz poderosa da Estrela de Belém que sua Mãe e Senhora, na companhia humilde de São José Esposo, depois de haver buscado um lugar simples para o Nascimento do Menino Rei, deparamo-nos com um presente de Deus que não esperávamos, mas que, ao mesmo tempo, percebemos como um sinal visível durante o Nascimento do Menino Deus. 

Foi a decisão suprema que o Deus Vivo, feito homem e consciência, quis tomar, ao nascer em um humilde presépio dentro das grutas aldeãs do povoado de Belém.

Foi assim que a Sagrada Família, pela guia interior de São Gabriel Arcanjo, instalou-se e preparou-se para o esperado Nascimento de quem, através dos tempos e de todas as gerações, liberaria o gênero humano de uma possível autodestruição e de uma total perdição dos atributos e dos Mandamentos que, como povo, naquele tempo os unia a Deus.

Por essa razão, o Nascimento do Messias, o Rei de Israel e de toda a Terra, foi profetizado e anunciado para os mais sábios seres-contato que, compreendendo em nível interno a cosmovisão do espaço local deste Universo e por intercessão angélica, decifraram o dia e a hora estimada da chegada e do Nascimento do Menino Jesus em Belém, mesmo que não tivessem conhecido anteriormente a Sagrada Família.

São José Esposo, comovido e interiorizado pelo Nascimento de Cristo e pelo cumprimento das Sagradas Profecias, testemunhou que todo o Seu grande esforço e empenho nos preparativos da chegada do Pequeno Menino seriam pequenos.

Por trás do Nascimento de Jesus, Maria Santíssima, sua Mãe Divina, já sabia, a partir das treze anunciações do Arcanjo Gabriel, que a chegada do Menino Rei significaria uma importantíssima intervenção Celestial, Divina e Cósmica, uma conjuntura que modificaria e transcenderia todos os erros humanos passados, desde o Éden, com Adão e Eva, até o fim dos tempos, até o cumprimento do Seu segundo retorno à humanidade.

Tal intervenção, ocorrida no humilde e simples cenário da gruta de Belém, representou a restauração da aliança que se havia perdido entre os homens e Deus; e também significou o restabelecimento dos códigos do Amor-Sabedoria, os que do plano espiritual ajudariam o plano material de toda a raça humana.

A primeira Fonte da Criação que surgiu no plano imaterial viveu um processo de materialização de suas formas e de suas matrizes para contribuir no Nascimento de Jesus na Terra.

Esse acontecimento, motivado por uma altíssima ciência vibratória-espiritual, também significou um forte movimento de correntes cósmicas e solares, de emanações e de impulsos divinos que favoreceram que, através do Nascimento de Cristo, descesse à Terra não apenas um dos Aspectos de Deus da Trindade, mas também que se produzisse um estado de contato entre todos os seres que, naquele tempo, tinham uma total confiança na chegada de seu Salvador.

Por essa razão, a anunciação dos anjos aos pastores e também a sábia interpretação e sintonia dos Reis do Oriente geraram, em toda a consciência espiritual do planeta, a possibilidade de poder tornar a dar à Terra um caráter de resgatável.

Quando Jesus nasceu no Presépio de Belém, muitos outros acontecimentos espirituais, internos e até físicos se produziram, já que o descenso da energia imaterial de Deus abraçou e abarcou muitas situações planetárias.

Todos que, com sinceridade e devoção, fazem memória do Nascimento de Cristo, ano após ano, voltam a ingressar nas mesmas correntes cósmicas e divinas de onde se originou, há mais de dois mil anos, o processo do resgate e da redenção da humanidade.

Celebrar o Nascimento de Cristo todos os anos não é viver o passado ou retornar a uma história verídica, mas significa regressar à Origem da Origem, não apenas como planeta, mas também como ser, através do Nascimento de Cristo, para poder acessar um estado de expiação espiritual e para poder voltar a recuperar o propósito que trouxe cada ser à Terra, apesar de todos os erros vividos.

É esse impulso que, até os dias de hoje, possibilita a continuidade no planeta da existência dos seres crísticos, que gerarão, passo a passo, o cumprimento do Plano.

Agradeço-lhes por responderem ao Meu Chamado!

Abençoa-os,

Sua Mãe, Maria, Rosa da Paz 

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Caminha para o nascimento de Cristo em teu interior, reconhecendo a Graça que Deus te concede todos os dias de não estares sozinho neste caminho de transformação e de cura. 

Caminha para o nascimento de Cristo em teu interior, reconhecendo que cada um de teus irmãos e companheiros nesta senda é aquele que o Pai escolheu para que estivesse contigo, porque, através de sua presença em tua vida, poderás aprender a amar cada dia mais.

Abre-te, filho Meu, para saber agradecer a Deus todos os dias pelo que Ele manifesta em tua vida. Agradece os desafios, agradece as dificuldades, agradece os momentos de frustração e os momentos de cansaço.

Agradece momentos como este, no qual o Céu se abre diante de ti para escutar tuas súplicas, e Deus, apesar de estar em todas as coisas, neste momento coloca Seus olhos sobre ti e atentamente recebe as tuas preces.

Agradece porque, em um tempo tão difícil para o planeta, o Criador te concedeu uma família espiritual para que, como a Sagrada Família, possam caminhar juntos para Belém. Agradece porque teus irmãos e companheiros se dispuseram a superar as dificuldades deste tempo contigo.

Não virão dias perfeitos, e o tempo que passou não voltará para que possas experimentar de novo o que tua personalidade já conhece e quer seguir vivendo.

Em Belém tudo será desconhecido e, depois do nascimento de Cristo em teu interior, nada será como antes. Cada dia te surpreenderá, não porque serão dias como tu queres que sejam. Os acontecimentos te surpreenderão porque, se tu dás a permissão, este Menino Novo dentro de ti vai superar todos os desafios através do amor, um após o outro, e a cada dia o amor se renovará em teu interior. Essa será a diferença entre o que viverão aqueles que permitem que Cristo nasça em seu interior e o que viverão aqueles que não o permitem.

Não será fora de ti que o amor reinará. Chegará o tempo em que este mundo se unirá ao que é verdadeiro, ao Tempo de Deus. Mas, até lá, é dentro de ti que esse Reino deve habitar, assim como habitou em Cristo, desde o Seu nascimento até a Sua Cruz.

Os ciclos se renovam, até que a humanidade possa alcançar a Vontade de Deus. Por isso hoje, filho, Eu venho chamar-te ao espírito da gratidão, para que, através dele, te deixes surpreender, uma e outra vez, não pela vida no mundo, mas pelo amor que se renova dentro de ti e supera todas as coisas.

Esse mesmo amor vive em teus irmãos, porque o Pai te concedeu a Graça de caminhar com uma família espiritual para que, sempre que te faltar amor, possas olhar para teus irmãos, e que um simples sorriso te renove.

Abre-te então para viver o que te digo, e assim será. Isso é o que Deus constrói em tua vida através de dias como este.*

Deixo-te Minha bênção e Minha paz.

Teu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

 

*Mensagem transmitida durante o Mutirão de São José, na Comunidade-Luz Figueira.

MENSAGEM DIÁRIA DE MARIA, ROSA DA PAZ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN DE JESÚS

Queridos filhos,

Na véspera do início da poderosa novena do Mistério do Rosário pelas famílias do mundo*, peço-lhes, filhos Meus, que tenham presente que, em cada nova oferta do Mistério do Rosário que vocês realizarão, Eu estarei ali, como Mãe das famílias do mundo,  ao lado de cada coração orante que, por amor e misericórdia, estará respondendo ao Meu chamado.

O sentido interno desta próxima novena não será apenas colocar as famílias divididas e distraídas do mundo inteiro no Coração Misericordioso de Deus, mas também preparar os orantes e os devotos para o dia da sagrada Noite de Natal, momento no qual o Divino Filho, do plano espiritual, dará Sua benção sacerdotal a todos, especialmente às famílias do mundo inteiro, a fim de que os Atributos de Deus, que estiveram na Sagrada Família de Nazaré, voltem a estar presentes nas famílias de hoje.

Por esse motivo, filhos Meus, tenham absoluta confiança em que suas orações retirarão as famílias que estão em perigo de situações obscuras e desagradáveis que afetam a sustentação dos matrimônios, bem como a estabilidade emocional e psíquica das crianças.

Esta próxima novena tentará ser um bálsamo de luz e de amor que se expandirá através do verbo orante, mediante a intercessão do Castíssimo Coração de São José e do Imaculado Coração de Maria.

Que por meio desta amorosa novena do Rosário pelas famílias do mundo inteiro, as graças da unidade familiar, da fortaleza nos matrimônios e da paz possam descer para todos os filhos de cada família, para que os anjos da guarda resguardem os passos de cada membro da família.

Por essa resposta que todos os orantes darão à Puríssima Mãe de Deus, Eu lhes agradeço desde agora por responderem ao Meu chamado!

Lembrem-se, filhos Meus, de recitar por uma só vez, depois do Mistério do Santo Rosário, a oração à Sagrada Família de Nazaré.

Abençoa-os para esta sagrada tarefa espiritual,

Sua Mãe, Maria, Rosa da Paz

 *Exercício espiritual para ser realizado diante do presépio de Natal, durante nove dias, de 16 a 24 de dezembrode 2018. Aqui mais informações.

MENSAGEM PARA A APARIÇÃO DE MARIA, ROSA DA PAZ E SENHORA APARECIDA, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Para que o triunfo de Deus nas nações seja uma realidade 

Para que o triunfo de Deus nas nações seja uma realidade, filhos Meus, tomem os seus Rosários e rezem incansavelmente. Rezem para que a fé não desapareça deste mundo e que ela seja inabalável e indestrutível nos corações dos Meus filhos.

Os Planos de Deus para este mundo ainda estão vigentes e a Sua Paz não se perderá dos corações, se eles lutarem com o que de mais precioso têm para isso, que é o poder da oração, a graça do serviço e a humildade de suas vidas para vencer ante todo orgulho e vaidade deste mundo.

Encontrem, filhos Meus, em oração, o Coração Imaculado de sua Mãe Celestial, e contemplem-no, para que a fortaleza alcançada por Mim, enquanto acompanhava a Cruz do Meu Filho, possa ser vertida sobre os seus espíritos e, da mesma forma, que todas as virtudes do Meu Imaculado Coração estejam disponíveis para que vocês as vivam e as expressem ao mundo como um exemplo nestes tempos.

Rezem o Santo Rosário e, contemplando estas passagens da vida da Sagrada Família, deixem que os Dons que Deus Nos entregou, para cumprir a divina missão no planeta, também estejam disponíveis para cada um dos orantes da Terra.

Que a oração os una a Deus e lhes traga compreensões mais amplas sobre a vida. Que a oração os leve a compreender as próprias provações e, além disso, a grande prova das nações e do planeta, que já está em curso.

Tudo já começou, filhos Meus. 

Saibam que nada do que viverão na Terra é símbolo do abandono de Deus. Todas as provas que o Senhor lhes permitir viver é para que se superem no amor e na fé, e deixem na consciência humana um princípio novo do Amor de Deus, que nasce em seus corações quando são capazes de amar independentemente das circunstâncias.

Saibam que o Reino de Deus habita em seu interior, e é primeiro ali que ele deve ser uma realidade. Se deixarem que este Reino se estabeleça em seus corações, não importa o que venha a acontecer no mundo, o Pai sempre terá um caminho aberto para enviar o Seu Filho à Terra, quando chegar o tempo.

Orem pelas nações e orem por esta Sagrada Obra de Deus. 

Zelem para que os Centros Marianos se expressem e sejam verdadeiras fontes de paz para o mundo. Que neles as almas saciem sua sede e encontrem alento, esperança e paz.

Confiem que o mal não permeará o mundo para sempre, e persistam na oração e na unidade com os Mensageiros Divinos. 

Um dia, filhos Meus, este Reino que habita em seu interior se revelará ao mundo e se estenderá aos quatro cantos da Terra, em uma expressão bela e infinita de uma vida sagrada que sempre habitou a Terra, mas que esteve invisível, como o Reino de Deus em seus corações. 

Encontrem a paz contemplando as estrelas e saibam que, além delas, um vasto Universo os aguarda, porque o amor que aprenderão aqui levarão para cada espaço da Criação Divina.

Por isso tenham fé e persistam, rezem e estejam em unidade. Assim, o triunfo de Deus será uma realidade nas nações como em toda a vida. 

Agradeço-lhes por responderem ao Meu chamado! 

Abençoa-os,

Sua Mãe, Maria, Rosa da Paz e Senhora Aparecida 

MENSAGEM DIÁRIA DE MARIA, ROSA DA PAZ, TRANSMITIDA DURANTE A VIAGEM DE SANTA FÉ, ARGENTINA, PARA O CENTRO MARIANO DE AURORA, PAYSANDÚ, URUGUAI, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN DE JESÚS

Na pequenez do Meu Coração, Meu amor e respeito pelo Egito e seu povo são muito grandes, porque foram os egípcios que acolheram com hospitalidade e amor a Sagrada Família quando ela chegou à cidade do Cairo.

Naqueles tempos, a Sagrada Família, depois de ter escapado e de ter-se exilado no Egito, foi recebida com glória e amor por todos os egípcios que encontrou no caminho e pelos que a receberam naquele tempo para proteger o Menino Jesus recém-nascido.

Foi um pedido do Alto que os egípcios fossem os primeiros guardiões do Menino Jesus. A família real do Egito, ao saber da chegada do Messias, dispôs-se a ajudar em tudo o que fosse necessário.

A Sagrada Família foi a primeira consciência refugiada em terras estrangeiras. Esse foi um acontecimento inesquecível porque, até os dias de hoje, Meus filhos do Egito recordam a passagem da Sagrada Família por esse lugar, onde marcas espirituais e divinas de cura, de amor e de redenção são vividas hoje pelos devotos cristãos destes tempos.

O exílio da Sagrada Família no Egito foi o primeiro passo na expansão da cristandade.

Agradeço-lhes por responderem ao Meu chamado!

Abençoa-os,

Sua Mãe, Maria, Rosa da Paz

MENSAGEM DIÁRIA DE MARIA, ROSA DA PAZ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, PAYSANDÚ, URUGUAI, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN

Uma Sagrada Noite de Paz

Sob a Sagrada Estrela de Belém, queridos filhos, Sua Mãe Celeste e São José aguardam, nesta noite, pelo Nascimento do Cristo interior em cada ser, em cada alma e em cada espírito, a fim de que se estabeleça a comunhão espiritual com o Criador.

Enquanto isso, São José recolhe palha para preparar o Presépio, e os moradores de Belém lhe aproximam panos e jarros com água, preparando todo o cenário do grande e esperado momento.

Os anjos da guarda dos Cristos internos oram sem cessar junto a sua Mãe Celeste, à espera de que os seres desta Terra deem à luz todo o amor interior.

As cabras, ovelhas e demais animais do estábulo oferecem sua quietude e silêncio e dão calor na Sagrada Gruta para criar um ambiente acolhedor de paz e de amor.

Por outro lado, os pastores de Belém se aproximam da cidade em busca daquele Cristo interno que está por nascer e anuncia o novo.

Todo o cenário está preparado à espera da Boa Nova: o nascimento do Cristo interno de cada ser que, nesta noite, define a próxima etapa de sua existência.

Assim, os Mestres do Oriente, os Reis que trazem a mirra, o ouro e o incenso, vestem seus trajes de cerimônia, porque, como anunciadores e profetas do Universo, trazem em seus corações uma mensagem de reconciliação e de amor para os Cristos que hoje nascerão.

Dentro da Gruta, a sagrada e elevada presença dos anjos atrai, dos mais altos Céus, as dádivas que todos necessitam para dar o passo a uma entrega maior.

Maria Santíssima não detém suas preces e orações e pede ao Pai Eterno que a faça tão pequena e semelhante a Ele, para poder acompanhar o Cristo interno que, em pouco tempo, terá nos braços.

É hora de viver o esperado momento.

É hora de permitir que na Gruta de Belém nasça o Cristo interior, o que suplica aos corações do mundo atenção e consciência, para poder perceber a realidade.

Ante o cenário do fim dos tempos, o Sagrado Cristo interno nasceu. Ele vem anunciar que é a hora da grande mudança da consciência. Ele vem testemunhar que não há outro caminho senão o amor do coração e a transparência da vida.

O Cristo interno vem dizer que é tempo de fazer a paz e de já não viver as guerras, internas e externas.

É tempo de confraternizar e de ser consciente com a vida, com o destino e com o Propósito.

É hora de repensar o caminho e de decidir-se pelo Caminho do Amor e da energia crística.

É hora de abrir as portas do coração e de confiar.

Que o Cristo interno que hoje nasce diante dos seus olhos brilhe como a Luz que Ele é e se perpetue para sempre para que, nestes tempos definitivos, haja discernimento, sabedoria e paz.

Que nesta Noite de Natal de Belém rezemos pelos Cristos internos que ainda não nascerão, por estarem presos pelas ilusões do ser humano.

Rezemos pelas essências que necessitarão de muita ajuda espiritual.

Celebremos este Natal do Senhor e, junto a Ele, para sempre.

Agradeço-lhes por responderem ao Meu chamado!

Abençoa-os em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

Sua Mãe, Maria, Rosa da Paz

MENSAGEM DIÁRIA DE MARIA, ROSA DA PAZ, TRANSMITIDA NA CIDADE DE BAHÍA BLANCA, BUENOS AIRES, ARGENTINA, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN

Enquanto Nossos Sagrados Corações hoje estão aqui presentes entre vocês, sua Mãe Celeste abre as portas para que uma legião infinita de anjos invada a Terra, a  fim de derramar sobre esta humanidade as Graças de Deus, as que uma vez a Sagrada Família de Nazaré recebeu no Presépio de Belém.

Esses mesmos méritos que foram concedidos aos Três Sagrados Corações estão chegando, por intermédio de São José Castíssimo e de sua Mãe Celeste, a todas as famílias do mundo.

A legião de anjos que hoje envia sua Mãe Celeste em direção aos cinco continentes tem o Propósito divino de dissipar e de desarmar os planos de Meu adversário.

Cada oração que hoje foi pronunciada com a sinceridade de seus corações, filhos Meus, permitiu que os Sagrados Corações expandissem Suas Graças sobre este mundo sofrido e dividido.

Quisera que esse mesmo impulso espiritual emergisse de seus corações para que uma nova família espiritual nascesse, primeiro em suas essências, para depois surgir na consciência da humanidade, livre de separações, ultrajes e indiferenças.

Hoje a Sagrada Família chega, por intermédio de seus corações, às famílias que são escravas do trabalho, da exploração manual e da venda de milhares de vidas inocentes, que estão presas pelas correntes de outros homens neste mundo.

Suas orações chegaram a todos esses corações que perderam a fé e a confiança em Deus, porque suas vidas estavam completamente vazias.

Por ultimo, quisera, filhos Meus, que neste dia de benção espiritual, oferecessem a Eucaristia pela reparação interior dos corações feridos por tantos ultrajes e explorações.

Agradeço aos que fizeram possível a Minha vinda à Argentina e espero estar logo junto aos Meus filhos para louvar a Deus.

Agradeço-lhes por responderem ao Meu chamado!

Abençoa-os

Sua Mãe, Maria, Rosa da Paz

MENSAGEM DIÁRIA DE MARIA, ROSA DA PAZ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN

Queridos filhos,

Antes que sua Mãe Celeste parta em peregrinação de paz à Argentina e depois ao Uruguai, neste dia desejo estar mais perto de Meus filhos de Figueira e quero anunciar que no dia 1º de dezembro, dia da primeira mensagem diária deste mês, quisera vê-los reunidos às 18h30 para, juntos, abençoar o Sagrado Presépio, assim como todos os presépios que Meus filhos colocarem para abençoar em suas comunidades e lares das famílias.

Minha missão e aspiração será, por meio dessa consagração, poder trabalhar no seio das famílias e, principalmente, na consciência das nações que, nestes tempos críticos, necessitarão de ajuda espiritual no momento de tomar decisões futuras.

Como no último 25 de novembro, sua Mãe Celeste quisera voltar a ver reunidos os peregrinos e os orantes, para poder abençoar vocês e todos os presépios que colocarem aos pés do Meu Altar.

Este encontro especial também tem a finalidade de fortalecer o espírito da Sagrada Família da Figueira, a fim de que os irmãos de um mesmo caminho se amem mais, muito mais, como Cristo os ama, incondicionalmente.

Esperarei vocês, filhos, no próximo 1º de dezembro para ingressarmos juntos no espírito do Natal.

Meu último pedido é que todos os grupos de oração e os peregrinos do mundo, para este Natal, enviem suas saudações de paz e de esperança para que a alegria e a perseverança se irradiem às famílias do mundo que necessitem fortalecer a sua fé e sua união com Deus. Essas saudações de paz serão especialmente entregues a todos os telespectadores nos dias 24 e 25 de dezembro, no Centro Mariano de Aurora.

Agradeço-lhes por responderem ao Meu chamado!

Abençoa-os,

Sua Mãe, Maria, Rosa da Paz

MENSAGEM DIÁRIA DE MARIA, ROSA DA PAZ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN

O Divino Presépio, dentro do seio da família mundial, revela a presença da Santíssima Trindade através dos Sagrados Corações de Jesus, Maria e São José.

A veneração verdadeira, humilde e orante ao Divino Presépio da Sagrada Família simboliza a união interna da alma que venera com as bases essenciais dos dons e das virtudes da Sagrada Família.

Nesse sentido, a Presença da Sagrada Família dentro do seio espiritual das famílias do mundo gera e cria a condição necessária para que cada membro familiar, cada consciência ou pessoa humana que integra o núcleo da família terrestre possa participar interiormente dos valores morais, espirituais e internos que a própria Família de Nazaré encarnou e viveu nos tempos passados.

Por isso, ter consciência de todos os atributos humildes e internos que foram expressos por Jesus, São José e Maria constrói na consciência que os contata o caminho da redenção.

Agora, em tempos de crise nos quais a família, como centro da sociedade e da modernidade, é influenciada, atacada e dissolvida pelas formas e pelas tendências humanas, ela deve recuperar o sentido de sua existência e o caminho de seu propósito nestes tempos.

A família desta era e deste ciclo é um dos projetos mais ousados e complexos de se manifestar, conduzir e guiar à meta do espírito.

A união primordial com o Projeto vivido pela Sagrada Família há mais de dois mil anos volta a colocar no caminho da Luz, da compaixão e do perdão todas as famílias da atualidade que decidirem reencontrar o propósito grupal que vieram cumprir.

Apesar de cada membro da família ser, neste tempo, um espelho de sua própria realidade interna, cabe ressaltar que a cura e a reconciliação entre os membros de uma mesma família constitui um dos objetivos mais urgentes no fim destes tempos, tanto para as famílias que ainda se mantêm íntegras, como também para as famílias que, por diversas razões, se  dividiram ou se separaram, sendo o adversário a causa espiritual dessa divisão.

A fim de cortar essa cadeia milenar de separação, divisão ou maltrato no seio das famílias destes tempos é que sua Mãe Celeste está empregando e solicitando a elaboração e a construção do Presépio de Belém, já que as famílias do mundo, longe das modernidades e de todas as tendências humanas, precisarão perceber conscientemente como se encontra o estado interno familiar de cada membro e também como se encontra o estado interno das grandes famílias espirituais nas comunidades e nos grupos religiosos.

Se neste ciclo certos padrões alterados de conduta e comunicação estão presentes e prevalecendo, significa, filhos, que toda a base familiar, social e interna da família em si deverá  ser completamente renovada.

Neste tempo, o sentido da aliança familiar é um caminho e um propósito fundamental que levará a gestar em cada consciência, assim como em cada membro familiar, o espírito da unidade e da consideração para com o próximo.

Se neste tempo atual as famílias desconsideram o divino modelo da Sagrada Família, ao final deste século XXI a humanidade como um todo terá substituído dentro de sua própria consciência a essência do amor na família pelas influências das mídias, dos estímulos e das realidades externas que provêm do que a própria humanidade considera inovador.

Para preservar de tudo a cultura da família e seus membros, será necessário consagrar  cada um deles à Sagrada Família de Nazaré.

Essa consagração deverá levar a família a se abrir ao caminho da oração e da verdadeira Comunhão com Cristo porque, em verdade, Ele é o modelo principal na integração das famílias por meio da Essência Crística.

O Pai Celestial, em Sua Infinita Misericórdia e Piedade, aspira a que o princípio e o sentido do propósito das famílias do mundo possa ser recuperado e acolhido por todos os seres humanos.

A família de hoje é o principal objetivo de busca e de conquista por parte das forças do caos, que promovem sua divisão com astúcia e inteligência.

Neste próximo Natal do Senhor, a intenção de sua Senhora e Mãe Celestial é poder trabalhar através do Presépio na recuperação imediata dos valores espirituais que as diferentes famílias necessitam neste tempo para poder sobreviver e atravessar o fim deste ciclo.

Por isso, cada oração feita com amor à Sagrada Família de Nazaré constituirá essa fortaleza inquebrantável que as famílias do mundo necessitarão para aprender a sobreviver a todas as interferências e influências destes tempos críticos.

Agradeço-lhes por responderem ao Meu chamado!

Abençoa todas as famílias do mundo,

Sua Mãe, Maria, Rosa da Paz

MENSAGEM DIÁRIA DE MARIA, ROSA DA PAZ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN

Queridos filhos,

Que a Paz de Jesus esteja em seus corações para que, neste tempo, vocês aprendam a viver o fim dos ciclos.

Hoje os ilumino com Minha Estrela de Luz de Belém. Venho para pedir-lhes e anunciar que, no dia 30 de novembro, quisera ver em todos os lares, locais de trabalho, assim como em cada Monastério da Ordem, o Presépio da Sagrada Família.

Para isso, hoje entrego a missão a cada um de seus corações para que se comprometam a colaborar na manifestação do Presépio da Sagrada Família, a fim de que, em cada espaço de oração, ele esteja presente para abençoá-los.

Desejo que o lugar que vocês mesmos escolherão para colocar o Sagrado Presépio seja adornado preciosamente com guirlandas natalinas, criando assim um espaço sagrado de adoração e de contemplação.

Com esse pedido, Minha aspiração é que, do dia 1º de dezembro até o Natal de seu Senhor, orem pelo menos três vezes ao dia a Oração, uma vez entregue, ao Divino Presépio da Sagrada Família.

Desejo que, especialmente nas Comunidades, durante esses dias se trabalhe em oração aos pés do Sagrado Presépio de Belém, para que os corações recordem, neste ciclo, a importância de fecundar o espírito da fraternidade, da solidariedade e da compaixão entre os seres.

Desejo, filhos Meus, que os que aceitarem levar adiante o cumprimento desse pedido de sua Mãe Celeste saibam que, de 1º de dezembro até a data do Nascimento de Jesus, estaremos trabalhando juntos na reconstrução do espírito do amor nas famílias do mundo, como também na cura do ódio, do rancor e do desamor que é gerado diariamente entre os servidores do caminho espiritual e nas famílias mais afastadas de Deus.

Quisera ver os corações humildes preparando em si mesmos, todos os dias, o renascimento da criança interior, para que a humanidade seja curada ao menos da indiferença e da omissão.

Bem-aventurados serão os que cumprirem o pedido, porque Deus verá quão grande pode ser o amor em seus corações.

Agradeço-lhes por responderem a este importante pedido.

Abençoa-os,

Sua Mãe, Maria, Rosa da Paz
 

MENSAGEM PARA A APARIÇÃO DE MARIA, ROSA DA PAZ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

A Graça e a Alegria de ser Fiel

Queridos filhos,

Quero hoje contar-lhes uma história para que, inspirados por Meu exemplo, possam dar novos passos nos tempos que se aproximam. Dessa forma, venho despertar em seus corações a Graça e a alegria da fidelidade.

Deus Me chamou a cumprir com Sua Vontade muito antes do nascimento de Jesus, antes mesmo que Eu chegasse a este mundo; assim como Ele chamou cada um de vocês.

Ainda pequena, reconheci o Chamado e a Vontade de Deus e, ao longo de Minha Vida na Terra, uma e outra vez, tive que confirmar Minha fidelidade para com o Criador. Meu Coração pertencia ao Senhor desde o princípio, mas isso não o fazia livre de dificuldades e padecimentos.

Sua Mãe Celeste teve que superar muitas provas espirituais, materiais, mentais e emocionais, como parte da humanidade. O mesmo teve que viver Meu Filho e São José Castíssimo.

A humanidade daquela época, filhos, era precária, e escasso era o amor em seus corações. Por isso Deus enviava ao mundo um impulso tão grande de Amor e Verdade através da Sagrada Família. Mas para que esse impulso se fizesse vida, Nós, como parte da consciência humana, tivemos que transcender essa condição de limitação e romper as capas do desamor e da ignorância, para cumprir com o que Nos foi pedido.

Para cada provação que o Criador Me concedia viver, Ele também deixava emergir um Dom em Meu Imaculado Coração. Cada vez que Me confirmava diante de Deus, via emergir a Fortaleza do Pai e Sua Graça, e era n'Ele que encontrava a força para prosseguir.

Assim foi quando o Espírito Santo gestou em Meu ventre o Messias. Assim foi quando chegamos a Belém e não havia lugar nas hospedagens. Assim foi quando mandaram matar o Menino, e apesar de fugir com Ele, senti em Meu peito a dor de cada mãe que perdia o seu filho injustamente. Assim foi quando O perdemos em Jerusalém. Assim foi quando Ele foi negado na Galileia e quando escutava os insultos proferidos ao Filho de Deus, pela ignorância e cegueira humana. Meus olhos, que viam a Verdade além de qualquer compreensão, tiveram que superar as injustiças causadas pela cegueira dos homens, e tudo vivi em silêncio.

A Graça e o Dom de Deus também emergiram em Meu interior quando Jesus foi condenado, flagelado e subiu ao Calvário, unicamente com o poder de Seu Amor. Eu senti cada Chaga Sua em Meu peito e, cada sim que Ele dizia ao Pai, Eu repeti em Meu Interior.

Da mesma forma, perseverei fiel a Deus quando O vi expirar. E na mesma certeza Me mantive quando Ele ressuscitou e ascendeu aos Céus, deixando-Me a missão de seguir com Seus apóstolos e companheiros, fortalecendo-os até o fim.

Na mesma fidelidade Me mantive quando o Senhor Me elevou ao Seu Reino e ali Me entregou não apenas o Cetro da Paz, mas a maternidade de toda a Criação para que, da mesma forma como fui fiel na Terra, Eu o fosse no Céu e, assim como acompanhei a Paixão de Meu Filho, que acompanhasse hoje a paixão deste planeta e de cada um de Meus filhos.

Eu os vejo sofrer e sinto sua dor em Meu Coração. Assim como senti cada Chaga de Jesus, sinto hoje cada chaga de cada um de Meus filhos da humanidade; e em nenhum momento, filhos Meus, desejei que fosse diferente.

Apenas quero ajudá-los a crescer, como vi crescer o pequeno Jesus. Venho ensiná-los a serem fiéis e a não se deixarem esmorecer pelas pequenas ou grandes dificuldades desta vida.

O calvário deste mundo está no princípio, e muito ainda lhes falta para viver plenamente o amor que se esconde em seus corações.

Deus os provará na fidelidade e na perseverança, como provou cada um dos que Ele mais ama. E Eu estarei a seu lado, ajudando-os a se renovarem, sempre quando abraçarem a cruz e derem os primeiros passos.

Descubram, filhos amados, que a fidelidade a Deus transcende a vida na Terra, transcende sua pequena compreensão. Aprendam a amar o Seu Plano acima de todas coisas e fortaleçam o seu vínculo com Ele, para que Céus e Terra passem, e vocês se mantenham fiéis e firmes no Propósito que Ele lhes entregou.

Eu os amo e hoje lhes deixo a Graça e a alegria da fidelidade para que, apesar de tudo, a façam florescer e a multipliquem, com exemplos e com amor, nos corações de seus irmãos deste mundo.

Eu os abençoo hoje e sempre,

Sua Mãe, Maria, Rosa da Paz

MENSAGEM DIÁRIA DE MARIA, ROSA DA PAZ, TRANSMITIDA DURANTE A VIAGEM DE LOS COCOS, CÓRDOBA, À CIDADE DE MENDOZA, ARGENTINA, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN

Hoje os levo todos ao momento do exílio da Sagrada Família no Egito, momento em que o Divino Filho Encarnado trouxe para a humanidade daquela época a fé em um só e único Deus.

Por meio do exílio da Sagrada Família no Egito, a consciência humana aprendeu a reconhecer através de Cristo a presença da Sagrada Vontade do Criador, a qual deve ser irrefutável e amplamente aceita por todos os seres humanos; dessa forma, a consciência humana estará livre dos constantes erros e plena na Vontade de Deus.

Foi assim que o Divino Filho com Sua Presença no Egito trouxe para aquele tempo a dissolução do ateísmo e o estabelecimento, por meio da energia crística, da união interna e sacramental com o Todo-Poderoso.

A Presença da Sagrada Família no Egito marcou um antes e um depois para esse povo milenarmente acostumado a uma forma de crença superficial e pagã.

O Divino Filho no Egito, ainda sendo silenciosamente pequeno, trouxe ao mundo a possibilidade de compreender e de viver a visão espiritual em um sentido evolutivo e não de apropriação, como os egípcios concebiam os astros do Universo.

A Presença do pequeno Menino Jesus ordenou o sistema de crenças e também a visão cósmica universal, porque Ele, naquele tempo, manifestava o correto alinhamento com as Leis e os Raios. Jesus abriu a Fonte da Renovação sobre o planeta, para que as consciências fossem curadas e aliviadas de seu sofrimento.

Ele reuniu todas as consciências de diversos caminhos e as colocou nas Mãos do Pai Eterno, para que tivessem a oportunidade de sentir o Amor de Deus e, assim, recuperar sua filiação com a Criação.

A Presença da Sagrada Família gerou o renascimento espiritual das origens deste Projeto, para que a raça humana daqueles tempos recuperasse os princípios desta escola de amor e de perdão.

Agradeço-lhes por responderem ao Meu chamado!

Abençoa-os,

Sua Mãe, Maria, Rosa da Paz

MENSAGEM PARA A APARIÇÃO DE MARIA, ROSA DA PAZ, TRANSMITIDA NA LOCALIDADE DE LOS COCOS, CÓRDOBA, ARGENTINA, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Eis que virá, mais brilhante que o Sol, a Serva de Deus, preparar o retorno de Seu Filho, como preparou um dia o Seu Sagrado Nascimento na Terra.

Eis que a Silenciosa e Humilde Serva tornou-se Rainha e Mãe Celestial, porque Seu silêncio revelou Sua Majestade e Unidade com Deus Pai e Seu Amado Filho.

Assim como os Céus se abriram para recebê-La em Corpo, Alma e Divindade, no Mistério de Sua Assunção, novamente os Céus se abrem para o descenso de Sua Divindade e o anúncio de Seu Sagrado Verbo; porque a Bem-Aventurada Mãe do Senhor já não pode permanecer em silêncio, diante de tudo o que acontece no mundo. Seu silêncio de outros tempos sustentou o eco da Voz de Seu Filho, nos vales e nos povos do Oriente, e agora, o Seu Verbo vem preparar o Triunfo Universal de Cristo, porque Ele já não virá predicar e ensinar entre os homens. A potência de Sua presença será a própria conversão; o poder de Seus Pés postos sobre a Terra será a própria redenção para o planeta. De Sua boca sairão apenas orações e decretos, que unirão o Céu e a Terra, fecharão os infernos e os abismos, acalmarão os desesperos e instituirão a paz.

Por isso, antes do Filho, novamente se aproximam Sua Mãe Celeste e Seu Pai adotivo, Humilde e Fiel, para que sejam Eles a preparar o coração humano.

Filhos, hoje lhes digo que, com atenção, escutem os Desígnios de Deus trazidos por Seus Mensageiros. Eles são como as verdades ditas pelos Profetas no passado, para preparar a chegada do Messias ao mundo.

Nosso Verbo não apenas os instrui, mas transforma e une ao Ensinamento Universal, que virá com o Filho de Deus, como uma expressão viva da Realidade que habita os Universos.

Com simplicidade lhes abrimos as portas do coração e os olhos do espírito, para que reconheçam as Leis que ditam a evolução universal e ingressem nelas, em obediência e amor, enquanto há tempo.

Todos os Mistérios se revelam na Lei do Amor e da Obediência, princípios que regem toda a Vida Evolutiva, no Céu como na Terra. A Vida Espiritual se revela aos que sabem amar, e todo Mistério revelado se torna simples e compreensível àqueles que conhecem o Amor, porque suas mentes se tornam puras e seus corações são simples.

Com isso, filhos amados, quero lhes dizer que a Serva Fiel e Incansável de Deus vem ao mundo, com palavras simples, para revelar Verdades Sublimes. Venho para despertar o Amor em seus corações, para que possam Me compreender e, sem dificuldades, viver o que lhes digo.

O que lhes impede de viver as Minhas Instruções não é a condição humana, não é o carma material e não é a ignorância; é a falta do verdadeiro Amor e da verdadeira Humildade.

Em um mundo de misticismos cheios de vaidade e falsas bases de conhecimento verdadeiro, Eu venho conduzi-los à Verdade. Mas antes, devo destituir de seus corações o orgulho e a ambição pelo poder e pelo conhecimento.

Por isso lhes ensino a amar e a obedecer, sobre todas as coisas, os simples Desígnios de Deus. E é assim que os preparo, transformo e revelo a Nova Vida, que surgirá nos corações sem que eles o percebam.

É assim que os uno à verdadeira Irmandade Celestial e Cósmica, e torno os seus corações aptos para serem verdadeiros companheiros de Seu Rei e Mestre Universal e Divino, Cristo.

Eis que estou aqui, como Rainha e Mãe Celestial, e na simplicidade de Minhas palavras se oculta o Poder de Deus e a Verdade que Eu Sou. Em Minha presença se oculta a Unidade com o Infinito. E assim lhes digo que, se se unirem a Mim, unir-se-ão ao Todo, ao Cosmos, à Vida, à Criação de Deus.

Preparem junto Comigo o Retorno de Meu Filho e anunciem, filhos, que é tempo de se arrepender de estar em caminhos vãos, que a nada mais levam senão a perder-se, não apenas de Deus, mas também de si mesmos.

Eis que venho para encontrá-los e para conduzi-los ao encontro consigo mesmos, para que saibam quem são e o que vieram fazer neste mundo. Já não estejam perdidos. Sigam os Meus passos e Eu os guiarei sempre.

Eu os abençoo e os amo.

Sua Mãe, Maria, Rosa da Paz

MENSAGEM DIÁRIA DE MARIA, ROSA DA PAZ E ESPOSA VIRGINAL DE SÃO JOSÉ CASTÍSSIMO, TRANSMITIDA NA CIDADE DE LISBOA, PORTUGAL, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN

Meus queridos filhos,

Na castíssima presença de São José Obreiro, unimo-nos à divina Pureza Original presente no coração humano, que nestes tempos perdeu o sentido da espiritualidade e da sabedoria suprema.

É por essa divina causa que hoje os Sagrados Corações de Maria e de São José se apresentam à  humanidade, para que ela renove seus votos internos de serviço e de entrega ao Coração do Pai Celestial.

Hoje a Sagrada Família, neste dia 19 de maio, chega a seus corações e almas para tirá-los da inércia planetária e da indiferença, para que, saindo desse ponto da consciência, seus olhos se abram para o infinito e supremo amor do coração, capaz de transformar e de transmutar todas as coisas do planeta.

Viemos à humanidade para dar-lhes a conhecer a importância e a urgência de despertar interiormente para o que são, a fim de conseguir, finalmente, abandonar a indiferença mundial.

Nossa aspiração é que, através de suas simples e orantes vidas, vocês possam refletir o que a raça humana perdeu, ajudando assim a restaurar o mental da humanidade, permeando-o com códigos de amor, de simplicidade e de entrega.

Deus deseja de toda a Europa uma consciência mais fraterna, que possa corresponder, acima da vida material, aos desígnios celestiais que, através do Centro de Amor de Fátima, esperam descer do universo e revelar-se como um grande tesouro interno para os seus corações.

Neste tempo em que tudo está permitido, os Sagrados Corações, os Mensageiros Celestiais, chegam novamente ao mundo para retirá-lo do hipnotismo mundial, pois a necessidade planetária é muito grande, desde os níveis espirituais até a vida física.

É por isso que os convidamos, assim como estão fazendo alguns peregrinos aqui presentes, a viver na Europa, sem resistência e sem medo, a vida do apostolado destes tempos. Porque dependerá dos europeus mais conscientes, de seu caminho espiritual e da vida universal, que toda a Obra dos Sagrados Corações possa, em uma próxima etapa, chegar não somente à Ásia, mas também à África, onde Minha promessa maternal de visitar algumas nações deverá cumprir-se.

Sua Mensageira e Serva de Deus necessita chegar aos corações de Minha amada África, porque desejo ardentemente que a Misericórdia e a Cura universal de Deus cheguem a cada um deles.

Essa será uma das Minhas últimas missões de paz no planeta, porque, depois da Ásia e da África, a humanidade ingressará em sua etapa final, antes do Retorno de Meu Filho à humanidade.

Unidos, sigamos cumprindo os Desígnios de Deus, que estão evitando a ativação de guerras nucleares e de bombas.

Agradeço-lhes por responderem ao Meu chamado!

Abençoa-os e, novamente,  agradece-lhes por estarem concretizando esta missão,

Sua Mãe, Maria, Rosa da Paz e Esposa Virginal de São José Castíssimo

 

MENSAGEM DIÁRIA DE MARIA, ROSA DA PAZ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, BRASIL, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN

Santa Maria, Mãe Pura e Fiel

Queridos filhos,

Que nestes tempos de grandes desafios e provas vocês aprendam a viver do exemplo da sua Mãe fiel e pura.

Que em vocês exista a sã e verdadeira intenção de que reine a fidelidade, assim como a fidelidade do Meu amado Filho e de Sua Mãe Celeste chegou até os pés da Cruz, somente aspirando cumprir com a Sagrada Vontade do Pai.

Nestes duríssimos tempos de transição, que a sagrada fidelidade os motive a zelar pelo Plano de Deus e por todas as almas que o compõem, obedecendo a cada decisão espiritual e interna que é tomada pela Hierarquia espiritual e planetária.

Assim, em humildade, aprenderão, da mesma forma que a Sagrada Família, a seguir em adesão e união todos os passos que são indicados para a concretização desta Obra, que é mundial.

Queridos filhos, desejo que desperte em vocês a sincera aspiração de respeitar e seguir até os limites da consciência e da matéria todas as decisões que são tomadas, porque por trás de algo aparentemente incompreensível para a mente humana existe um divino e sagrado Propósito.

Para que cada um de vocês, neste tempo, cumpra com a aspiração de sua Mãe Celeste, Eu os convido a respeitar amorosamente a Lei da Hierarquia e a não sair dessa preciosa Lei, por meio de suas ações, pensamentos e cometimentos.

Convido-os a se apoiarem no exemplo fiel de Cristo e de Sua Mãe Universal, o que pode levar a humanidade inteira a encontrar a salvação e a Misericórdia de Deus.

Por isso, filhos Meus, que suas consciências e especialmente seus corações estejam despertos e mais atentos para que as portas à traição e à indiferença entre os seres do bem não sejam abertas.

Só lhes peço que tenham suficiente maturidade e amor para se comportarem evolutivamente, como almas que estão no caminho da irmandade e da unidade.

Não quisera ver com Meus olhos de Mãe, nestes tempos, nenhum outro Judas.

Aprendam a perdoar a injustiça e poderão ser sábios no espírito e não na competição.

Saibam que cada um dos servidores e dos consagrados de Cristo, nosso Senhor, é responsável espiritualmente para que esta Obra, que é um milagre de amor infinito da Hierarquia, possa dar resultado e assim se cumprir.

Queridos filhos, hoje lhes falo através de Minha Face de fidelidade e de pureza para que creiam que, em verdade, é necessário proteger a Obra de vocês mesmos.

Busquem, a cada nova decisão, o propósito do Amor Superior e não permaneçam na superficialidade das coisas.

Vocês nasceram para alcançar a fidelidade no fim dos tempos. Isso faz que esta Obra seja puramente verdadeira e transparente diante da humanidade.

Quisera que neste ciclo de mudanças e de renovação, vocês dessem passos para uma unidade mais profunda, porque, dessa forma, estarão protegidos no deserto junto à sua Mãe Celeste, escapando das garras de Meu adversário.

O mal não conhece o amor e teme o amor crístico. O mal não conhece a unidade e teme a unidade entre as almas que se congregam em Cristo.

Finalmente, sejam misericordiosos e não perderão o discernimento.

Amem as decisões divinas e humanas que são tomadas, porque se aceitam sem compreender, julgar, nem trair a Obra, terão o mesmo discernimento que Meu Filho amado teve durante Sua agonia no Horto de Getsêmani.

Não desafiem o adversário, sejam mansos em todas as coisas e sempre alcançarão a paz.

Peço-lhes que se unam ao Meu Espírito de Fidelidade, para que não estejam tão desprotegidos.

A Obra divina ainda não terminou e vocês são parte de uma nova história que está sendo escrita.

Meditem em humildade, e Minhas Palavras maternais ressoarão no profundo.

Agradeço-lhes por responderem ao Meu chamado.

Unifica-os,

Sua Mãe, Maria, Rosa da Paz

MENSAGEM PARA A APARIÇÃO DE MARIA, ROSA DA PAZ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Sintam Minha presença como um bálsamo que os acalma e lhes traz esperança e renovação.

Sintam Meu Divino Espírito como uma Fonte de Paz para as suas vidas.

Sintam, em Minha presença, a possibilidade de perdoar o passado e recomeçar.

Venho como o sol que nasce na manhã, para dar ao mundo uma nova oportunidade de ver a Luz. Venho acender essa Luz em suas vidas.

Venho como a água que brota de uma nova fonte, dando à natureza a esperança da renovação da vida. Eu hoje renovo as suas vidas.

Venho para abrir mais um novo ciclo e uma nova porta para a redenção.

Venho para que todos Me conheçam e, através de Mim, conheçam Deus; porque Minhas palavras não provêm de Mim, mas de Sua Santa Vontade.

Venho para unir o que o homem separou e demonstrar que todas as religiões, todas as culturas, todas as linhas de verdadeira sabedoria se encontram em uma busca incomum: a vivência do Amor. Venho, como portadora desse Amor, abrir as portas para a unidade entre os seres.

Já não separem o que deve se unir. Meu Filho não veio ao mundo para criar religiões. Foi a incapacidade do homem de viver as Suas palavras que fez com que as religiões fossem criadas, para que cada um seguisse o caminho que lhe permitia compreendê-las, até que um dia pudessem descobrir o Amor e a Unidade, quando tudo o que foi separado volta a se unir.

Filhos, Eu venho abrir as portas desta casa para que seja a Minha casa, na qual podem buscar auxílio. Venham e aprendam a rezar Comigo, assim como aprenderam as mulheres de Nazaré e Jerusalém.

Venham sem distinção de credos e raças, para que o Meu Amor possa uni-los.

Venham buscando o perdão e as portas para a redenção que aqui abri para suas almas.

Venham para reconciliar-se com Deus e encontrar em Sua Serva um caminho para imitar e seguir.

Esta não é uma nova igreja; esta é a Casa da Sua Santa Mãe, a Mãe de todos os pobres, a Mãe de todos os que carecem de algo.

A humanidade necessita compreender que, enquanto estiver neste mundo e presa a ele, será pobre, porque a verdadeira riqueza se encontra no Reino de Deus, onde, renunciando a todas as coisas, os seres vivem a verdadeira liberdade e são preenchidos pelo maior tesouro da Criação: a unidade com o Divino.

Filhos, permitam-se recomeçar suas vidas e ter para si novos princípios, novas metas, novas aspirações. Abram-Me as portas de suas casas e de seus corações.

Não venho trazer-lhes outra coisa senão a Paz. Venho dar-lhes a conhecer o Meu Amor, para assim liberar de suas vidas o mal que as oprime.

Venho consagrar, com a Santidade de Minha presença, esta cidade e todos os que Me disserem sim. E, da mesma forma como a Sagrada Família, com Sua vida simples em Nazaré, transformou a perdição daquela pequena cidade e preparou o caminho para a vida pública de Cristo, agora retorno em Espírito Divino para que, junto a Meus filhos, possamos libertar e transformar espiritualmente esta pequena cidade, para preparar o retorno de Meu Filho e para que não aconteça como em Nazaré, onde, apesar de tudo, muitos não puderam recebê-lo.

Abram-se de coração, filhos Meus, para que este ciclo renove suas vidas.

Reconheçam a pobreza e a necessidade de seus corações e deixem que Eu lhes mostre o caminho para a verdadeira plenitude.

Consagrem suas vidas à oração. Estabeleçam para si metas de Paz e já não neguem o Amor do Redentor, porque Ele vem para torná-los dignos de olhar em Seus olhos, tocar o Seu Coração, repousar a cabeça sobre o Seu peito e sentir a Sua Majestade, aliviados, porque o tempo da Redenção já terá chegado.

Eu os amo e os convido a ingressar Comigo em um novo ciclo de Paz.

Com Minhas mãos, abençoo-os. Com Meu Amor, liberto-os. Com Meu amparo, protejo-os e chamo-os a reconhecerem-se como Meus filhos.

Venham e orem Comigo. Criem unidade entre religiões e corações nesta casa. Que a busca pela Paz e a perpétua oração os unifique em Deus.

Sua Mãe, Maria, Rosa da Paz

MENSAGEM DIÁRIA DE MARIA, ROSA DA PAZ, TRANSMITIDA NA CIDADE DE WEED, CALIFÓRNIA, ESTADOS UNIDOS, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN

O Nascimento de Jesus

Naquele tempo, quando a presença de Cristo foi fundamental para a redenção da humanidade, a Sagrada Família, depois de ter passado três dias em Belém a pedido de Deus, dirigiu-se a Nazaré, onde a Divina Família se prepararia para acompanhar os primeiros e importantes anos da vida de Jesus.

No momento do nascimento de Cristo, depois da visita dos reis do Oriente, a Sagrada Família foi procurada por outras consciências que, como peregrinos de Deus, iam ao encontro do pequeno menino em Nazaré.

Recordamos que a profecia sobre o nascimento do Messias também foi confirmada pela sagrada Estrela de Belém e por todos os anjos que anunciaram o nascimento de Cristo em diferentes povos de toda a Israel.

Foi tão importante a vinda do Messias que até os mais afastados da Verdade e do Amor, em sonhos, tomaram consciência de que uma Luz infinita havia chegado ao planeta.

A Sagrada Família sempre se manteve austera, humilde e simples. Esta era Sua missão principal: mostrar-Se como verdadeiramente era, para que os princípios da Misericórdia do universo – através de Jesus, de Maria e de São José – pudessem chegar à humanidade.

Recordem, queridos filhos, que, há mais de dois mil anos, a humanidade estava a ponto de se autodestruir e de sair definitivamente do Plano do Criador, porque poderia ter ingressado em uma profunda decadência.

O nascimento de Jesus trouxe ao mundo a possibilidade de reintegrar seu vínculo espiritual e sua filiação com o Pai, algo que estava sendo corrompido pelas ações dos homens.

Jesus, em Nazaré, ainda criança, trabalhou nos primeiros passos internos da redenção da humanidade e na construção de uma nova consciência na Terra por meio da reaproximação à Fonte Divina.

A Graça de Deus esteve presente em todo momento, especialmente quando, em Nazaré, a Sagrada Família viveu uma etapa de união mais profunda com o Criador, a partir da presença de Jesus como o pequeno Salvador.

Jesus, sendo criança, tinha consciência da urgência de resgatar a humanidade. Quando o pequeno menino contava três anos de idade, abraçou com amor e simplicidade a manifestação desse propósito que o Pai Lhe colocaria aos trinta e três anos.

Sendo Jesus ainda menino, trabalhou, junto aos anjos que O rodeavam, nos mundos internos da humanidade.

Vejamos um exemplo disso:

Posso dizer-lhes, queridos filhos, que, aos três anos, Jesus já oferecia, com Sua pequena consciência, alguns sacrifícios que eram bem visíveis a todos, como o de não tomar água nem se alimentar por alguns dias.

Sabíamos, como parte de Sua família, que o Pai, naquele tempo, já estava cumprindo Seus desígnios, porque toda a vida de Jesus esteve preenchida pelo Espírito Santo; era o Próprio Deus, feito homem e consciência humana, que vinha para resgatar a consciência da humanidade.

Jesus, sendo criança, desenvolvia ações espirituais e sobrenaturais ao tomar contato com a Fonte do Pai, que com amor e doçura brotava do Seu pequeno Coração.

O Menino Jesus concedia muitas Graças, estados que permitiam reverter a condição humana das consciências e sua dívida ante a Lei. O pequeno Menino trabalhava silenciosamente e, mesmo sendo tão pequeno, os Arcanjos muitas vezes atuavam através d’Ele. Por exemplo, o Arcanjo Gabriel, em uma etapa da vida de Jesus, concedia certo tipo de milagre às almas, que, ao tomarem contato com o pequeno Menino Jesus, não somente transformavam suas vidas, como também liberavam-se dos laços que tinham.

A Sagrada Família dedicou os primeiros anos de vida de Jesus a ajudar o próximo, e um dos principais ofícios de São José foi o que vocês conhecem como carpintaria. Em verdade, a humilde carpintaria de São José era o templo dos milagres e das conversões.

O serviço que a Sagrada Família ofereceu fisicamente à humanidade nos primeiros anos da vida de Jesus foi para restabelecer na consciência humana a necessidade de servir ao outro, ao semelhante, a fim de reativar o espírito da caridade e da fraternidade.

São José empenhou-Se para que essa simples carpintaria em Nazaré fosse capaz de acolher as almas sofredoras para convertê-las em almas preenchidas pelo alívio do Senhor.

Ao mesmo tempo que São José levava adiante Seus trabalhos na carpintaria, ensinava as crianças de Nazaré a construir algo evolutivo em suas pequenas consciências. Assim, Jesus, em muitas ocasiões, participava desses encontros, e a união e o amor que se instauravam entre Jesus e São José eram capaz de tornar essa carpintaria um lugar de elevação e de devoção a Deus, a ponto de que os trabalhos de carpintaria, de forma inexplicável, fossem milagrosamente finalizados pelos anjos.

A Sagrada Família, por meio da essência do serviço, conseguiu ajudar a reverter a precariedade espiritual humana com uma potente energia de amor e de caridade.

A Santíssima Mãe dedicava Seus espaços de oração para estabelecer uma união mais profunda com Deus e também para reviver, em Seu Espírito, o sacrifício que Seu Amado Filho viveria, do qual tomou consciência por revelação do Arcanjo Gabriel.

Durante os primeiros doze anos de Jesus, os santos arcanjos mostraram à Santa Mãe a preparação espiritual e consciente que o Divino Filho viveria naquele período.

A Santa Mãe, desde aquele tempo, resignou-Se como escrava ante Seu Pai Eterno, deixando em completa e humilde liberdade o jovem Jesus, para que Sua Missão se cumprisse tal como a sagrada profecia indicava.

Em toda a etapa primária da vida de Jesus, a Sagrada Família foi conduzida pelos santos anjos em direção às necessidades que deviam ser supridas na consciência da humanidade. Nesse sentido, a Sagrada Família aportou à consciência humana a oportunidade de ser reintegrada no projeto do Criador por meio do sacrifício de Cristo.

Foram muitos os dons e as Graças durante a primeira etapa da vida de Jesus, os quais criaram as bases principais para tudo o que o Pequeno Menino viveria em Sua santa maturidade.

Desde o nascimento de Jesus, a humanidade teve a oportunidade de se conectar com a essência do amor, mesmo depois de Cristo ter feito Sua entrega final na Cruz.

Neste tempo, em que os valores da Sagrada Família perderam a atenção do homem de superfície, os Mensageiros Celestiais vêm ao seu encontro, ao encontro de uma humanidade novamente precária em todos os sentidos, para que, por amor e misericórdia, ela desperte do profundo sonho da ilusão e recorde que deve amar seu semelhante, que deve servi-lo e ajudá-lo a curar sua consciência por meio de atos de fraternidade e de irmandade.

A Sagrada Família aproxima-Se da humanidade com a finalidade de reparar a consciência humana e de retirá-la de todos os erros que comete por meio das guerras, dos conflitos, da indiferença, assim como da destruição e domínio dos Reinos da Natureza.

A Sagrada Família convida todos a deixar que, neste Natal, o Cristo Interior nasça a partir de uma comunhão íntima com o Criador. Assim, a Terra será repolarizada na direção da Luz que já perdeu.

Agradeço-lhes por responderem ao Meu chamado.

Por todos os que se esforçarão para concretizar esta última parte da peregrinação, estarei muito agradecida.

Ama-os,

Sua Mãe, Maria, Rosa da Paz

Páginas

Quem somos?

Associação Maria
Fundada em dezembro de 2012, a pedido da Virgem Maria, a Associação Maria, Mãe da Divina Concepção é uma associação religiosa, sem vínculos com nenhuma religião instituída, de caráter filosófico-espiritual, ecumênico, humanitário, beneficente, cultural, que ampara todas as atividades indicadas através da Instrução transmitida por Cristo Jesus, pela Virgem Maria e por São José. Ler mais

Contato