MENSAGEM DIÁRIA DA VIRGEM MARIA, ROSA DA PAZ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN DE JESÚS

Agora chegou o momento de o coração humano tornar-se um coração transformado, assim como o alcançou São José.

Que o exemplo do simples carpinteiro de Nazaré motive-os a encontrar a transcendência da condição humana, aceitando a imperfeição, mas transformando-a, dia a dia, assim como viveu São José.

Que o exemplo de Sua castidade e impessoalidade convide-os a buscar o mesmo caminho, para que continuem atravessando os desafios da consagração e das aspirações da alma.

Unam-se a São José e sejam obreiros do Plano de Amor. Construam as bases do novo e a renovação chegará.

Imitem São José em Seus passos de humildade. Que seus corações sejam resignados, mas que sejam corações vazios, cheios de serviço e de caridade, assim como São José o expressou.

Que neste dia de encerramento da tarefa de São José, todas as Suas instruções estejam vivas em seu interior e que, sendo abençoados pelo Casto São José, suas almas renovem seus votos com o Plano de Amor do Pai Celestial.

Recordem: São José continuará abençoando o mundo.

Agora chegou o momento de cada alma viver o mesmo caminho que viveu São José. É um convite interno para os que queiram aprender com o exemplo de São José.

Agradeço-lhes por responderem ao Meu chamado!

Abençoa-os,

Sua Mãe, a Virgem Maria, Rosa da Paz

 

 

 

 

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Quando estive na Terra, em Nazaré, e Meu coração humano e frágil se via cansado, Eu Me afastava de tudo e de todos e, sozinho com Deus, orava.

Muitas vezes, não tinha força para orar, e a angústia calava não apenas Minha voz, mas também Meus pensamentos. Então, ajoelhado diante do Senhor, Eu silenciava. Permanecia em silêncio, sentindo o Seu Sopro ingressando em Meu corpo, no ar que Eu respirava. Buscava paz.

Não pedia nada ao Senhor, e tudo o que Eu tinha já Lhe pertencia; então apenas silenciava e esperava, esvaziando o coração do medo e das angústias e encontrando fortaleza nesse silêncio profundo que Eu compartilhava com Deus.

Por que hoje lhes digo isso? 

Porque conheço o mais profundo de seus corações e sei que, sob a pressão destes tempos, se veem cansados, angustiados e movidos sempre a uma transformação maior, a um passo mais profundo no desconhecido.

Por isso lhes ensino, filhos, que, ainda nas fraquezas, sua fortaleza se encontra em Deus. E, quando não tiverem palavras nem sentimentos para compartilhar com o Senhor, apenas silenciem e busquem a paz, compartilhando do Silêncio de Deus. Seu Sopro Divino lhes revelará essa paz.

Têm a Minha bênção para isso.

São José Castíssimo

MENSAGEM SEMANAL DE MARIA, ROSA DA PAZ, TRANSMITIDA EM PIRIÁPOLIS, MALDONADO, URUGUAI, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN DE JESÚS

Queridos filhos,

Como Senhora da Natividade de Jesus, hoje os convido a, neste tempo, através da oração, construir em vocês um presépio interior para que as suas almas, unidas à de Cristo, possam renascer e renovar-se nos atributos da Sagrada Família, para que a Sagrada Família Universal hoje possa ser uma realidade neste planeta.

Para isso, filhos Meus, hoje muitos preparam a chegada do Menino Rei armando seus presépios para recordar o importante fato do Nascimento de Jesus como uma porta à libertação da escravidão humana e à redenção dos erros do homem da superfície da Terra.

Hoje sua Divina Mãe contempla, de maneira especial, a criatividade na preparação dos presépios, e isso é muito importante, porque quanto mais almas prepararem amorosamente seus presépios, permitirão que o Sagrado Espírito da Santa Família de Nazaré esteja presente no núcleo das famílias.

Para a vigília especial da Noite de Natal,  do dia 24 de dezembro de 2019, convido todos os Meus Filhos a enviar suas fotos dos presépios para que sejam apresentados como uma oferta interna de compromisso na proteção do amor nas famílias.

Agradeço-lhes por responderem ao Meu chamado!

Abençoa-os,

Sua Mãe, Maria, Rosa da Paz

 

 

MENSAGEM DIÁRIA DE MARIA, ROSA DA PAZ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN DE JESÚS

Queridos filhos,

Na véspera do início da poderosa novena do Mistério do Rosário pelas famílias do mundo*, peço-lhes, filhos Meus, que tenham presente que, em cada nova oferta do Mistério do Rosário que vocês realizarão, Eu estarei ali, como Mãe das famílias do mundo,  ao lado de cada coração orante que, por amor e misericórdia, estará respondendo ao Meu chamado.

O sentido interno desta próxima novena não será apenas colocar as famílias divididas e distraídas do mundo inteiro no Coração Misericordioso de Deus, mas também preparar os orantes e os devotos para o dia da sagrada Noite de Natal, momento no qual o Divino Filho, do plano espiritual, dará Sua benção sacerdotal a todos, especialmente às famílias do mundo inteiro, a fim de que os Atributos de Deus, que estiveram na Sagrada Família de Nazaré, voltem a estar presentes nas famílias de hoje.

Por esse motivo, filhos Meus, tenham absoluta confiança em que suas orações retirarão as famílias que estão em perigo de situações obscuras e desagradáveis que afetam a sustentação dos matrimônios, bem como a estabilidade emocional e psíquica das crianças.

Esta próxima novena tentará ser um bálsamo de luz e de amor que se expandirá através do verbo orante, mediante a intercessão do Castíssimo Coração de São José e do Imaculado Coração de Maria.

Que por meio desta amorosa novena do Rosário pelas famílias do mundo inteiro, as graças da unidade familiar, da fortaleza nos matrimônios e da paz possam descer para todos os filhos de cada família, para que os anjos da guarda resguardem os passos de cada membro da família.

Por essa resposta que todos os orantes darão à Puríssima Mãe de Deus, Eu lhes agradeço desde agora por responderem ao Meu chamado!

Lembrem-se, filhos Meus, de recitar por uma só vez, depois do Mistério do Santo Rosário, a oração à Sagrada Família de Nazaré.

Abençoa-os para esta sagrada tarefa espiritual,

Sua Mãe, Maria, Rosa da Paz

 *Exercício espiritual para ser realizado diante do presépio de Natal, durante nove dias, de 16 a 24 de dezembrode 2018. Aqui mais informações.

MENSAGEM DIÁRIA DE MARIA, ROSA DA PAZ, TRANSMITIDA NA CIDADE DE BAHÍA BLANCA, BUENOS AIRES, ARGENTINA, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN

Enquanto Nossos Sagrados Corações hoje estão aqui presentes entre vocês, sua Mãe Celeste abre as portas para que uma legião infinita de anjos invada a Terra, a  fim de derramar sobre esta humanidade as Graças de Deus, as que uma vez a Sagrada Família de Nazaré recebeu no Presépio de Belém.

Esses mesmos méritos que foram concedidos aos Três Sagrados Corações estão chegando, por intermédio de São José Castíssimo e de sua Mãe Celeste, a todas as famílias do mundo.

A legião de anjos que hoje envia sua Mãe Celeste em direção aos cinco continentes tem o Propósito divino de dissipar e de desarmar os planos de Meu adversário.

Cada oração que hoje foi pronunciada com a sinceridade de seus corações, filhos Meus, permitiu que os Sagrados Corações expandissem Suas Graças sobre este mundo sofrido e dividido.

Quisera que esse mesmo impulso espiritual emergisse de seus corações para que uma nova família espiritual nascesse, primeiro em suas essências, para depois surgir na consciência da humanidade, livre de separações, ultrajes e indiferenças.

Hoje a Sagrada Família chega, por intermédio de seus corações, às famílias que são escravas do trabalho, da exploração manual e da venda de milhares de vidas inocentes, que estão presas pelas correntes de outros homens neste mundo.

Suas orações chegaram a todos esses corações que perderam a fé e a confiança em Deus, porque suas vidas estavam completamente vazias.

Por ultimo, quisera, filhos Meus, que neste dia de benção espiritual, oferecessem a Eucaristia pela reparação interior dos corações feridos por tantos ultrajes e explorações.

Agradeço aos que fizeram possível a Minha vinda à Argentina e espero estar logo junto aos Meus filhos para louvar a Deus.

Agradeço-lhes por responderem ao Meu chamado!

Abençoa-os

Sua Mãe, Maria, Rosa da Paz

MENSAGEM DIÁRIA DE MARIA, ROSA DA PAZ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN

O Divino Presépio, dentro do seio da família mundial, revela a presença da Santíssima Trindade através dos Sagrados Corações de Jesus, Maria e São José.

A veneração verdadeira, humilde e orante ao Divino Presépio da Sagrada Família simboliza a união interna da alma que venera com as bases essenciais dos dons e das virtudes da Sagrada Família.

Nesse sentido, a Presença da Sagrada Família dentro do seio espiritual das famílias do mundo gera e cria a condição necessária para que cada membro familiar, cada consciência ou pessoa humana que integra o núcleo da família terrestre possa participar interiormente dos valores morais, espirituais e internos que a própria Família de Nazaré encarnou e viveu nos tempos passados.

Por isso, ter consciência de todos os atributos humildes e internos que foram expressos por Jesus, São José e Maria constrói na consciência que os contata o caminho da redenção.

Agora, em tempos de crise nos quais a família, como centro da sociedade e da modernidade, é influenciada, atacada e dissolvida pelas formas e pelas tendências humanas, ela deve recuperar o sentido de sua existência e o caminho de seu propósito nestes tempos.

A família desta era e deste ciclo é um dos projetos mais ousados e complexos de se manifestar, conduzir e guiar à meta do espírito.

A união primordial com o Projeto vivido pela Sagrada Família há mais de dois mil anos volta a colocar no caminho da Luz, da compaixão e do perdão todas as famílias da atualidade que decidirem reencontrar o propósito grupal que vieram cumprir.

Apesar de cada membro da família ser, neste tempo, um espelho de sua própria realidade interna, cabe ressaltar que a cura e a reconciliação entre os membros de uma mesma família constitui um dos objetivos mais urgentes no fim destes tempos, tanto para as famílias que ainda se mantêm íntegras, como também para as famílias que, por diversas razões, se  dividiram ou se separaram, sendo o adversário a causa espiritual dessa divisão.

A fim de cortar essa cadeia milenar de separação, divisão ou maltrato no seio das famílias destes tempos é que sua Mãe Celeste está empregando e solicitando a elaboração e a construção do Presépio de Belém, já que as famílias do mundo, longe das modernidades e de todas as tendências humanas, precisarão perceber conscientemente como se encontra o estado interno familiar de cada membro e também como se encontra o estado interno das grandes famílias espirituais nas comunidades e nos grupos religiosos.

Se neste ciclo certos padrões alterados de conduta e comunicação estão presentes e prevalecendo, significa, filhos, que toda a base familiar, social e interna da família em si deverá  ser completamente renovada.

Neste tempo, o sentido da aliança familiar é um caminho e um propósito fundamental que levará a gestar em cada consciência, assim como em cada membro familiar, o espírito da unidade e da consideração para com o próximo.

Se neste tempo atual as famílias desconsideram o divino modelo da Sagrada Família, ao final deste século XXI a humanidade como um todo terá substituído dentro de sua própria consciência a essência do amor na família pelas influências das mídias, dos estímulos e das realidades externas que provêm do que a própria humanidade considera inovador.

Para preservar de tudo a cultura da família e seus membros, será necessário consagrar  cada um deles à Sagrada Família de Nazaré.

Essa consagração deverá levar a família a se abrir ao caminho da oração e da verdadeira Comunhão com Cristo porque, em verdade, Ele é o modelo principal na integração das famílias por meio da Essência Crística.

O Pai Celestial, em Sua Infinita Misericórdia e Piedade, aspira a que o princípio e o sentido do propósito das famílias do mundo possa ser recuperado e acolhido por todos os seres humanos.

A família de hoje é o principal objetivo de busca e de conquista por parte das forças do caos, que promovem sua divisão com astúcia e inteligência.

Neste próximo Natal do Senhor, a intenção de sua Senhora e Mãe Celestial é poder trabalhar através do Presépio na recuperação imediata dos valores espirituais que as diferentes famílias necessitam neste tempo para poder sobreviver e atravessar o fim deste ciclo.

Por isso, cada oração feita com amor à Sagrada Família de Nazaré constituirá essa fortaleza inquebrantável que as famílias do mundo necessitarão para aprender a sobreviver a todas as interferências e influências destes tempos críticos.

Agradeço-lhes por responderem ao Meu chamado!

Abençoa todas as famílias do mundo,

Sua Mãe, Maria, Rosa da Paz

MENSAGEM PARA A APARIÇÃO DE MARIA, ROSA DA PAZ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Sintam Minha presença como um bálsamo que os acalma e lhes traz esperança e renovação.

Sintam Meu Divino Espírito como uma Fonte de Paz para as suas vidas.

Sintam, em Minha presença, a possibilidade de perdoar o passado e recomeçar.

Venho como o sol que nasce na manhã, para dar ao mundo uma nova oportunidade de ver a Luz. Venho acender essa Luz em suas vidas.

Venho como a água que brota de uma nova fonte, dando à natureza a esperança da renovação da vida. Eu hoje renovo as suas vidas.

Venho para abrir mais um novo ciclo e uma nova porta para a redenção.

Venho para que todos Me conheçam e, através de Mim, conheçam Deus; porque Minhas palavras não provêm de Mim, mas de Sua Santa Vontade.

Venho para unir o que o homem separou e demonstrar que todas as religiões, todas as culturas, todas as linhas de verdadeira sabedoria se encontram em uma busca incomum: a vivência do Amor. Venho, como portadora desse Amor, abrir as portas para a unidade entre os seres.

Já não separem o que deve se unir. Meu Filho não veio ao mundo para criar religiões. Foi a incapacidade do homem de viver as Suas palavras que fez com que as religiões fossem criadas, para que cada um seguisse o caminho que lhe permitia compreendê-las, até que um dia pudessem descobrir o Amor e a Unidade, quando tudo o que foi separado volta a se unir.

Filhos, Eu venho abrir as portas desta casa para que seja a Minha casa, na qual podem buscar auxílio. Venham e aprendam a rezar Comigo, assim como aprenderam as mulheres de Nazaré e Jerusalém.

Venham sem distinção de credos e raças, para que o Meu Amor possa uni-los.

Venham buscando o perdão e as portas para a redenção que aqui abri para suas almas.

Venham para reconciliar-se com Deus e encontrar em Sua Serva um caminho para imitar e seguir.

Esta não é uma nova igreja; esta é a Casa da Sua Santa Mãe, a Mãe de todos os pobres, a Mãe de todos os que carecem de algo.

A humanidade necessita compreender que, enquanto estiver neste mundo e presa a ele, será pobre, porque a verdadeira riqueza se encontra no Reino de Deus, onde, renunciando a todas as coisas, os seres vivem a verdadeira liberdade e são preenchidos pelo maior tesouro da Criação: a unidade com o Divino.

Filhos, permitam-se recomeçar suas vidas e ter para si novos princípios, novas metas, novas aspirações. Abram-Me as portas de suas casas e de seus corações.

Não venho trazer-lhes outra coisa senão a Paz. Venho dar-lhes a conhecer o Meu Amor, para assim liberar de suas vidas o mal que as oprime.

Venho consagrar, com a Santidade de Minha presença, esta cidade e todos os que Me disserem sim. E, da mesma forma como a Sagrada Família, com Sua vida simples em Nazaré, transformou a perdição daquela pequena cidade e preparou o caminho para a vida pública de Cristo, agora retorno em Espírito Divino para que, junto a Meus filhos, possamos libertar e transformar espiritualmente esta pequena cidade, para preparar o retorno de Meu Filho e para que não aconteça como em Nazaré, onde, apesar de tudo, muitos não puderam recebê-lo.

Abram-se de coração, filhos Meus, para que este ciclo renove suas vidas.

Reconheçam a pobreza e a necessidade de seus corações e deixem que Eu lhes mostre o caminho para a verdadeira plenitude.

Consagrem suas vidas à oração. Estabeleçam para si metas de Paz e já não neguem o Amor do Redentor, porque Ele vem para torná-los dignos de olhar em Seus olhos, tocar o Seu Coração, repousar a cabeça sobre o Seu peito e sentir a Sua Majestade, aliviados, porque o tempo da Redenção já terá chegado.

Eu os amo e os convido a ingressar Comigo em um novo ciclo de Paz.

Com Minhas mãos, abençoo-os. Com Meu Amor, liberto-os. Com Meu amparo, protejo-os e chamo-os a reconhecerem-se como Meus filhos.

Venham e orem Comigo. Criem unidade entre religiões e corações nesta casa. Que a busca pela Paz e a perpétua oração os unifique em Deus.

Sua Mãe, Maria, Rosa da Paz

MENSAGEM DIÁRIA DE MARIA, ROSA DA PAZ, TRANSMITIDA NA CIDADE DE WEED, CALIFÓRNIA, ESTADOS UNIDOS, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN

O Nascimento de Jesus

Naquele tempo, quando a presença de Cristo foi fundamental para a redenção da humanidade, a Sagrada Família, depois de ter passado três dias em Belém a pedido de Deus, dirigiu-se a Nazaré, onde a Divina Família se prepararia para acompanhar os primeiros e importantes anos da vida de Jesus.

No momento do nascimento de Cristo, depois da visita dos reis do Oriente, a Sagrada Família foi procurada por outras consciências que, como peregrinos de Deus, iam ao encontro do pequeno menino em Nazaré.

Recordamos que a profecia sobre o nascimento do Messias também foi confirmada pela sagrada Estrela de Belém e por todos os anjos que anunciaram o nascimento de Cristo em diferentes povos de toda a Israel.

Foi tão importante a vinda do Messias que até os mais afastados da Verdade e do Amor, em sonhos, tomaram consciência de que uma Luz infinita havia chegado ao planeta.

A Sagrada Família sempre se manteve austera, humilde e simples. Esta era Sua missão principal: mostrar-Se como verdadeiramente era, para que os princípios da Misericórdia do universo – através de Jesus, de Maria e de São José – pudessem chegar à humanidade.

Recordem, queridos filhos, que, há mais de dois mil anos, a humanidade estava a ponto de se autodestruir e de sair definitivamente do Plano do Criador, porque poderia ter ingressado em uma profunda decadência.

O nascimento de Jesus trouxe ao mundo a possibilidade de reintegrar seu vínculo espiritual e sua filiação com o Pai, algo que estava sendo corrompido pelas ações dos homens.

Jesus, em Nazaré, ainda criança, trabalhou nos primeiros passos internos da redenção da humanidade e na construção de uma nova consciência na Terra por meio da reaproximação à Fonte Divina.

A Graça de Deus esteve presente em todo momento, especialmente quando, em Nazaré, a Sagrada Família viveu uma etapa de união mais profunda com o Criador, a partir da presença de Jesus como o pequeno Salvador.

Jesus, sendo criança, tinha consciência da urgência de resgatar a humanidade. Quando o pequeno menino contava três anos de idade, abraçou com amor e simplicidade a manifestação desse propósito que o Pai Lhe colocaria aos trinta e três anos.

Sendo Jesus ainda menino, trabalhou, junto aos anjos que O rodeavam, nos mundos internos da humanidade.

Vejamos um exemplo disso:

Posso dizer-lhes, queridos filhos, que, aos três anos, Jesus já oferecia, com Sua pequena consciência, alguns sacrifícios que eram bem visíveis a todos, como o de não tomar água nem se alimentar por alguns dias.

Sabíamos, como parte de Sua família, que o Pai, naquele tempo, já estava cumprindo Seus desígnios, porque toda a vida de Jesus esteve preenchida pelo Espírito Santo; era o Próprio Deus, feito homem e consciência humana, que vinha para resgatar a consciência da humanidade.

Jesus, sendo criança, desenvolvia ações espirituais e sobrenaturais ao tomar contato com a Fonte do Pai, que com amor e doçura brotava do Seu pequeno Coração.

O Menino Jesus concedia muitas Graças, estados que permitiam reverter a condição humana das consciências e sua dívida ante a Lei. O pequeno Menino trabalhava silenciosamente e, mesmo sendo tão pequeno, os Arcanjos muitas vezes atuavam através d’Ele. Por exemplo, o Arcanjo Gabriel, em uma etapa da vida de Jesus, concedia certo tipo de milagre às almas, que, ao tomarem contato com o pequeno Menino Jesus, não somente transformavam suas vidas, como também liberavam-se dos laços que tinham.

A Sagrada Família dedicou os primeiros anos de vida de Jesus a ajudar o próximo, e um dos principais ofícios de São José foi o que vocês conhecem como carpintaria. Em verdade, a humilde carpintaria de São José era o templo dos milagres e das conversões.

O serviço que a Sagrada Família ofereceu fisicamente à humanidade nos primeiros anos da vida de Jesus foi para restabelecer na consciência humana a necessidade de servir ao outro, ao semelhante, a fim de reativar o espírito da caridade e da fraternidade.

São José empenhou-Se para que essa simples carpintaria em Nazaré fosse capaz de acolher as almas sofredoras para convertê-las em almas preenchidas pelo alívio do Senhor.

Ao mesmo tempo que São José levava adiante Seus trabalhos na carpintaria, ensinava as crianças de Nazaré a construir algo evolutivo em suas pequenas consciências. Assim, Jesus, em muitas ocasiões, participava desses encontros, e a união e o amor que se instauravam entre Jesus e São José eram capaz de tornar essa carpintaria um lugar de elevação e de devoção a Deus, a ponto de que os trabalhos de carpintaria, de forma inexplicável, fossem milagrosamente finalizados pelos anjos.

A Sagrada Família, por meio da essência do serviço, conseguiu ajudar a reverter a precariedade espiritual humana com uma potente energia de amor e de caridade.

A Santíssima Mãe dedicava Seus espaços de oração para estabelecer uma união mais profunda com Deus e também para reviver, em Seu Espírito, o sacrifício que Seu Amado Filho viveria, do qual tomou consciência por revelação do Arcanjo Gabriel.

Durante os primeiros doze anos de Jesus, os santos arcanjos mostraram à Santa Mãe a preparação espiritual e consciente que o Divino Filho viveria naquele período.

A Santa Mãe, desde aquele tempo, resignou-Se como escrava ante Seu Pai Eterno, deixando em completa e humilde liberdade o jovem Jesus, para que Sua Missão se cumprisse tal como a sagrada profecia indicava.

Em toda a etapa primária da vida de Jesus, a Sagrada Família foi conduzida pelos santos anjos em direção às necessidades que deviam ser supridas na consciência da humanidade. Nesse sentido, a Sagrada Família aportou à consciência humana a oportunidade de ser reintegrada no projeto do Criador por meio do sacrifício de Cristo.

Foram muitos os dons e as Graças durante a primeira etapa da vida de Jesus, os quais criaram as bases principais para tudo o que o Pequeno Menino viveria em Sua santa maturidade.

Desde o nascimento de Jesus, a humanidade teve a oportunidade de se conectar com a essência do amor, mesmo depois de Cristo ter feito Sua entrega final na Cruz.

Neste tempo, em que os valores da Sagrada Família perderam a atenção do homem de superfície, os Mensageiros Celestiais vêm ao seu encontro, ao encontro de uma humanidade novamente precária em todos os sentidos, para que, por amor e misericórdia, ela desperte do profundo sonho da ilusão e recorde que deve amar seu semelhante, que deve servi-lo e ajudá-lo a curar sua consciência por meio de atos de fraternidade e de irmandade.

A Sagrada Família aproxima-Se da humanidade com a finalidade de reparar a consciência humana e de retirá-la de todos os erros que comete por meio das guerras, dos conflitos, da indiferença, assim como da destruição e domínio dos Reinos da Natureza.

A Sagrada Família convida todos a deixar que, neste Natal, o Cristo Interior nasça a partir de uma comunhão íntima com o Criador. Assim, a Terra será repolarizada na direção da Luz que já perdeu.

Agradeço-lhes por responderem ao Meu chamado.

Por todos os que se esforçarão para concretizar esta última parte da peregrinação, estarei muito agradecida.

Ama-os,

Sua Mãe, Maria, Rosa da Paz

MENSAGEM DIÁRIA DE MARIA, ROSA DA PAZ, TRANSMITIDA NA CIDADE DE WEED, CALIFÓRNIA, ESTADOS UNIDOS, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN, POR OCASIÃO DA VIGÍLIA DE ORAÇÃO DA NOITE DE NATAL

A Fugaz Estrela de Belém

Naqueles dias em que se antecipava a preparação interior para receber em Meus braços o Menino Jesus, a sagrada Estrela de Belém, o símbolo da Grande Irmandade do Céu, revelou-se para os três reis, que, por terem coração puro, puderam chegar ao nosso encontro no humilde estábulo de Belém.

A grande Estrela de Belém brilhou durante vários dias e foi enviada por Deus para acompanhar e, ao mesmo tempo, para anunciar a chegada do Filho de Deus ao mundo.

Foi assim que esta sagrada estrela, que somente apareceu durante aqueles dias, começou a revelar-se primeiro em sonhos e em sinais para algumas consciências que, por Vontade de Deus, deviam tomar conhecimento da chegada do Messias.

São José, naqueles dias anteriores à chegada de Jesus, ainda estando em Nazaré, escutou dos anjos do Céu o anúncio e a hora exata em que a Santíssima Esposa deveria estar em Belém para dar à luz o Divino Filho.

Foi assim que a sagrada Estrela de Belém também indicou o lugar e o caminho por onde a Sagrada Família deveria passar.

Naqueles dias em que o Universo inteiro se reuniu para acompanhar e, ao mesmo tempo, presenciar o nascimento de Jesus, a Estrela de Belém fez chegar ao presépio, vindas de Nazaré, as consciências mais simples entre as simples, almas chamadas pelo Altíssimo para acompanhar amorosamente a chegada do Messias.

A Estrela de Belém foi este poderoso luzeiro que naquele tempo trabalhou o plano espiritual e material da consciência planetária para que ela pudesse receber o potentíssimo amor-sabedoria, o Raio que iria transformar os acontecimentos da noite para o dia.

Esta sagrada Estrela de Belém marcou um antes e um depois. Ela esteve irradiando certas correntes universais que fisicamente modificaram, antes da vinda de Cristo, todos os erros humanos, os que fizeram da raça uma civilização comprometida com o mal.

A Sagrada Família, durante os nove meses de gestação de Jesus, foi preparada pelos próprios anjos para que esse importante acontecimento da vida de Jesus fosse vivido em todos os planos da consciência, com o fim de que esse evento divino ficasse gravado neste planeta e no sistema solar.

A Estrela de Belém foi a guardiã do nascimento de Cristo e, ao mesmo tempo, foi a ponte cósmica que uniu o tempo da humanidade ao tempo celestial. 

Foi assim que a Santa Mãe de Deus, momentos antes do nascimento de Jesus, e depois de haver permanecido em silêncio durante nove dias, recebeu o impulso divino de todas estas revelações que a sagrada estrela estava realizando. 

Maria Santíssima sabia que o nascimento do Filho de Deus traria para o mundo, naquele tempo, a liberação dos erros milenares e ao mesmo tempo a luz redentora que, a todo custo, deveria brilhar neste planeta. 

A Estrela de Belém foi aquele farol cósmico que atraiu para a raça humana o despertar espiritual da consciência. Essa sagrada estrela foi a que gestou a maturidade de muitas almas para os tempos futuros; foi a grande Estrela de Belém que anunciou a todos os mundos internos a chegada da poderosa energia crística de redenção e de amor. 

Naqueles dias em que o planeta foi preparado para a vinda de Jesus e que também foi expurgado dos códigos de perdição do mundo, os santos anjos, os mesmos que estiveram no presépio de Belém durante o nascimento divino de Cristo, foram os que apoiaram o despertar do amor interior na humanidade, especialmente nos corações mais simples. Se esse amor, que foi gestado pelos santos anjos, não tivesse nascido na humanidade, a vinda de Jesus teria necessitado de outros requisitos espirituais. 

Na Estrela de Belém se refletia a presença do Amor do Altíssimo, assim como a Graça que estava sendo concedida através do nascimento de Cristo. 

Belém foi o cenário escolhido pelo Pai para que esse acontecimento guiado pelos arcanjos fosse adiante sob a perfeição divina do amor e da cerimônia.

A vinda do Messias e do Grande Libertador dos povos foi guiada preciosamente pelos anjos que, ao mesmo tempo, trabalharam no inconsciente da humanidade para poder redimi-lo a partir daquele abençoado momento. 

A grande Estrela de Belém trouxe ao mundo a oportunidade de elevar e de purificar a consciência através do pensamento elevado e não rudimentar, por intermédio da determinação. 

Essa preciosa Estrela de Belém se mostrou ao mundo naquele tempo para ir dissolvendo da raça humana os padrões da autodestruição e do compromisso com tudo o que é mundano.

A Estrela de Belém trouxe a consciência de que somos espíritos a serviço de um Propósito Maior, capaz de nos impulsionar à realização da Obra Divina.

Foi essa mesma Estrela de Belém que naquele tempo tentou refletir-se e brilhar na consciência dos seres humanos para que pudessem perceber dentro de si que uma oportunidade única lhes estava sendo dada através do nascimento de Cristo. 

Por isso, filhos, depois de todos esses acontecimentos que foram planetários e universais, uma vez mais a humanidade se encontra diante da prova do Natal - de poder passar por esta data sagrada, recordando e colocando a atenção em tudo o que significou a vinda de Cristo à Terra.

O Pai Eterno espera ver nascer o Cristo dentro de vocês, para que um amor maior do que vocês vivem hoje desperte na consciência da humanidade, que deve cumprir e colaborar para esta última parte do Plano Divino do Amor. 

Quisera que Meus filhos não fossem indiferentes, mas que aproveitassem esta data do Natal para reconfirmar seus votos diante da Hierarquia Celestial, porque essa confirmação abrirá as portas da consciência para outras almas no mundo. 

Que nesta véspera de Natal, em que a Sagrada Família se encontra em adoração aos pés do presépio de Belém, todos os Meus filhos se prostrem para reverenciar em seu interior o nascimento do Rei Menino em seus corações. 

Ao menos o façam em devoção e em oferta daqueles que hoje se perderão nas celebrações banais.

Por sua consciência e união a este momento, queridos filhos, agradeço-lhes por responderem ao Meu chamado. 

Sob a sagrada Estrela de Belém, abençoa-os, 

Sua Mãe, Maria, Rosa da Paz

MENSAGEM DIÁRIA DE MARIA, ROSA DA PAZ, TRANSMITIDA NA CIDADE DE SAN JOSÉ, COSTA RICA, AOL VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN

A Libertadora do Amor

Queridos filhos da Costa Rica e da América Central,

Sua Mãe Celeste vem hoje ao encontro de vocês com a missão de proclamar a paz, em vocês e entre seus povos centro-americanos, para que assim, finalmente, se ponha fim ao conflito e se semeie a paz nas nações deste lugar do planeta.  

Com um olhar de misericórdia, a Libertadora do Amor espera que os Seus filhos da América Central, mediante o perdão, dissolvam as feridas geradas pelas diferentes guerrilhas nos últimos quarenta anos da história.  

A Senhora Libertadora do Amor vem à América Central para deter o castigo e o sofrimento inesquecível que viveram os Meus filhos. 

Somente por meio de uma justa causa de amor é que a Senhora Libertadora do Amor quer pôr fim a um passado triste, que ficou gravado nos corações que atravessaram esses acontecimentos.

Agora, com um olhar de esperança, verão no horizonte o esperado auxílio do Céu, que os encontra abertos de coração para levar adiante, junto a sua Mãe Celeste, essa missão de reconciliação e paz.

Necessito, queridos filhos, que desapareçam de sua memória todos os fatos que viveram como povos e nações.

Venho em nome de Meu Filho para curar a dor através do amor infinito do Meu Coração.

Por isso, neste dia, livres de tudo o que viveram e unidos a Mim, professemos ao Pai Celestial nossa filiação. Com  Sua Misericórdia e com caridade e amor, abram as portas para que os seus inimigos civis recebam a oportunidade da liberdade espiritual e interior.

Como Senhora Libertadora do Amor, desejo que aprendam a viver um estado de consciência e de amor que nunca viveram. Por isso, com toda a simplicidade do Coração, ensino-lhes, Meus queridos filhos da América Central, a pôr fim aos fatos e a renascer em espírito sob a Graça e sob a Reconciliação com Deus. 

Quisera, Meus queridos filhos, que, com a Minha visita à América Central e ao México, pudessem dar um passo definitivo e deixar para trás uma história de luta e de poder, que só adoece o coração bom. 

Filhos Meus, sei que desprender-se do passado dos seus povos será muito esforço para vocês. Não temam! Eu sou a Libertadora do Amor. Sou Aquela mesma mulher de Nazaré que entregou o Seu Amado Filho por vocês para gerar sua salvação e sua liberdade de uma milenar prisão de erros humanos.

Queridos filhos, esse ato de perdão que hoje peço-lhes que vivam os levará a encontrar a Misericórdia, e seus opositores de sempre também serão merecedores de uma Graça inexplicável, porque Meu Filho Me pediu para chamar os piores e os mais imperfeitos; neles reside o Seu Projeto redentor para o fim dos tempos.

Tudo isso é possível, simplesmente, mediante o amor e a paz, algo que espero que assumam porque, vivendo esses atributos, ajudarão muito suas nações a serem liberadas do cativeiro onde os homens as colocaram.

Lembrem-se de que sou a Senhora Libertadora do Amor e que só desejo o melhor para suas vidas e para seus povos. Só desejo que vivam a santa paz.

Agradeço-lhes por responderem ao Meu chamado.

Em nome do Amor,

Sua Mãe, Maria, Rosa da Paz

MENSAGEM DIÁRIA DE MARIA, ROSA DA PAZ, TRANSMITIDA NA CIDADE DE PORTO, PORTUGAL, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN

O divino diálogo entre Maria Santíssima e Jesus Cristo, Seu Filho Amado

Maria Santíssima: Filho, sabes que as almas em seu naufrágio necessitam de Tua ajuda. Peço-Te, Adorável Filho de Deus, que Te aproximes dos mais fracos, que por seus erros e faltas perdem a graça de conhecer-Te.

Olha, querido Filho, quantos seguem Teus caminhos e se esforçam por vivê-los.

Jesus Cristo: Clementíssima Mãe, escuto com atenção e graça Tua doce e amorosa voz, assim como a escutava quando ainda era muito pequeno e estava em Teus braços.

Quando será o momento em que os homens vão se abrir para conhecer o poder de Teu Amor?

Meu Coração se envergonha quando as almas não são dignas de proclamar-Te e reconhecer-Te como a Mãe do Messias e Corredentora, porque neste mistério, Tu sempre foste a mulher de Nazaré que suportou todos os martírios junto a Teu Filho em profundo silêncio.

Maria Santíssima: Sim, Filho Amado, em Tuas palavras transparecem a verdade e a importância da mensagem. Minha Paz tudo alcança, e não te aflijas, Santo Rei, porque ainda existem corações verdadeiros e santos, que Me vivem e Me glorificam; neles estão as bases da obra que o Pai Me confiou. Neles edifico a verdadeira igreja celestial, livre de bens e de poderes humanos.

Jesus Cristo: É essa igreja interior que Eu espero proclamar em honra ao Meu Pai e a cada criatura da Terra, que dia a dia perde sua filiação para com Deus.

Santíssima Rainha dos Céus, é por essa divina causa que confiei a Tuas mãos e ao Teu Coração toda a humanidade, para que Tu, Arca Sagrada do Espírito Santo, fosses o portal através do qual todos os Teus filhos pudessem passar.

Maria Santíssima: Por isso Te rogo, Divino Filho, que ajudes Teus rebanhos dispersos pelo mundo para que se unifiquem e só exista um único propósito em cada coração humano.

Desejaria, Amável Senhor, que Tu pudesses erguer em cada espírito Tua verdadeira igreja celestial para que, fundando milhares delas em cada coração, as criaturas reconhecessem que Tu és o Rei do Universo.

Jesus Cristo: Amada Mãe do Mundo, Tuas súplicas são para Mim carícias e ternuras celestiais de uma Mãe bondosa e incansável, que nunca se detém até ver todas as almas no Paraíso.

Tua divina intercessão, Querida Mãe, é motivo de Graça, de Misericórdia e de Glória. Responderei ao chamado de Teu Coração Puríssimo, pois Teus santos anjos fizeram-Me saber que, na Terra, tens exércitos orantes que estão despertando por Teu Amor.

Maria Santíssima: Sim, Glorioso Filho, na Terra estão despertando novos exércitos, rebanhos Teus que estou congregando para que, finalmente, sigam um único caminho: o caminho do amor.

Por isso, Precioso Rei, estou pedindo a todos os anjos e, especialmente, ao Anjo de Portugal que reúnam todas as consciências angélicas, para que a divina obra de redenção se realize em todos os corações ainda não redimidos.

Por isso, revisto com Meu manto celeste os que aceitam Minha convocatória, pois Meu mais íntimo desejo é que o Teu Coração seja glorificado para que o Pai seja glorificado e os acontecimentos mudem.

Jesus Cristo: Compreendo, Santíssima Mãe, o propósito que levas adiante, por isso reforçarei Teus exércitos angelicais para que as almas sejam retiradas da ilusão e do engano terrenos.

Enviarei mais consciências ultraterrestres para que os corações despertem e sejam portadores do Projeto de Deus que nosso Amado Pai pediu que fosse realizado neste tempo.

Maria Santíssima: Por isso, Filho Primogênito, semearei flores em jardins internos para que as almas sintam a existência de sua pureza original.

Verterei graças inexplicáveis em corações que não as mereceriam para que eles se reconheçam dignos filhos de Deus. Não deixarei, Bendito Filho, que ninguém parta deste mundo sem ter consciência de que o amor tudo pode quando o coração se abre para experimentá-lo.

Jesus Cristo: É esse misericordioso amor, Divina Mãe do Céu e do Universo, que ainda não é vivido nem aceito. É o amor de Meu Coração manso, que derrama Seu Sangue de luz sobre o planeta e que ainda espera ser apreciado por todos os homens.

É esse amor celestial que espera ser aceito por cada consciência, especialmente por aquelas almas que nunca conheceram o amor. Meu Coração glorifica-Se quando os corações vivem os sacramentos e, mais ainda, Meu Coração se enche de gratidão quando as criaturas respondem ao chamado do Céu, seja qual for.

Maria Santíssima: Em Tua divina plenitude, Amado Jesus, as almas encontram sua fortaleza e as portas para a redenção se abrem tantas vezes, tentando fazer com que as consciências terrestres possam cruzá-las.

Por isso Te peço, Queridíssimo Filho de Deus, que ajudes com Tua bondade e Misericórdia todos os que delas necessitam, para que se animem a dar o passo e já não percam tempo nem espaço na superficialidade da vida.

Prometo, Santo Filho, que Minha doação e amor abrirão os caminhos para que Teus rebanhos possam passar.

Jesus Cristo: É uma infinita graça escutar Tua casta e doce voz, que proclama incansavelmente o triunfo da esperança e do amor que o mundo tanto necessita.

Teu Coração amoroso se entrega por inteiro nas mãos dos imperfeitos e Ele não teme ser rejeitado, porque Tua confiança no Pai não tem limites nem barreiras.

Faz, Minha Santa Mãe, que cada filho Teu se anime a cruzar o portal para que finalmente Eu encontre em Teu regaço os que têm sede de Mim. Acalma cada coração e ressuscita em espírito os que ainda devem elevar-se ao resplendor do Reino de Deus.

Maria Santíssima: Apreciado e honrado Filho Meu, é uma graça cumprir Teus desígnios, porque em Teu Coração se guarda a máxima Vontade de Deus - que os corações da Terra devem aprender a viver para que o Propósito divino se cumpra.

Por último Te suplico, Amado Filho, que cada criatura deste enfermo planeta possa despertar para o seu propósito, que os véus caiam da consciência e que todos os que estão cegos espiritualmente possam ver e assim cumprir com Teus sagrados pedidos.

Jesus Cristo: Faz com que o mundo saiba, Mãe Querida, que já estou retornando e que Minha hora se aproxima. Faz saber que as almas devem arrepender-se e se perdoar-se umas às outras para que abandonem a soberba e a indiferença humana.

Faz saber que Me comprazo, Santa Mãe, nos que se esforçam e cumprem em obediência Meus pedidos, porque assim Eu construo Minha igreja interior nos corações. Faz com que o mundo saiba que o grande e esperado Juízo da humanidade está próximo e que todos devem rezar pelas agressões causadas através dos tempos a todas as raças e aos Reinos da Natureza.

Faz saber, Mãe Celestial, que porei fim a muitas coisas.

Queridos filhos, este segundo diálogo foi vivido no Reino Celestial com Meu Amado Filho e hoje eu o compartilho com todos para que o estudem.

Agradeço-lhes por responderem ao Meu chamado!

Ama-os,

Sua Mãe Maria, Rosa da Paz

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Fui criado em espírito de humildade no Reino dos Céus, tendo esse atributo como primordial para a história que escreveria no mundo. Assim como trago esse atributo divino, cada alma e cada essência traz em seu interior um atributo para manifestar.

Minha criação não foi diferente da de vocês; apenas tive a missão de ser um exemplo para a humanidade e, ao longo de Minha existência no mundo, fui ajudado nisso.

Desde criança, sabia que algo dentro de Mim não podia viver a mesma vida que vislumbravam Meus irmãos. Essa busca pelo propósito que o Criador tinha para Mim, muitas vezes Me fez afastar do mundo e mesmo dos que Eu amava.

Vivi muitos momentos de solidão, tentando encontrar o sentido da vida e, quando o encontrei na união com Deus, descobri que em Minha solidão se encontravam todos aqueles que Eu amava.

Apesar de não ter sido compreendido por muitos, sustentei-Me na fé e na confiança de que aquela vida era vivida pelo bem e pela evolução de todos os que estavam ao Meu redor e que, sem saber exatamente como, o que Eu vivia os estava ajudando.

Eu tinha doze anos quando fui buscar no silêncio o que Deus tinha para Mim e que não encontrava na vida cotidiana que levava junto a Meus irmãos. Em silêncio e oração, comecei a crescer em espírito e a descobrir que a maturidade não estava na idade que Eu tinha e que, apesar de ser tão pequeno, encontrava no espírito todas as compreensões de que necessitava para crescer.

Foi assim que consagrei a existência a Deus. Ele Me escutou e aceitou Minha oferta, mostrando-Me o plano que tinha para Mim nesta e em outras vidas. Naquele momento, Eu ainda não sabia da magnitude da missão que Me esperava e foi apenas diante de Jesus Menino que pude compreender e superar provas maiores.

Conto-lhes tudo isso porque Deus também veio ao encontro de vocês, colocou-os diante de todos os absurdos deste mundo e os impulsionou a buscar um sentido verdadeiro para a vida. Levou-os ao caminho da consagração da alma; alguns, do espírito, e outros, de todos os aspectos do ser.

Por meio de Seu Espírito Trino, revelou-lhes uma missão: preparar o retorno de Cristo e tornarem-se um exemplo para as almas que não terão um rumo nestes tempos de tanta confusão.

Se mergulharem no próprio mundo interior, encontrarão toda a maturidade do espírito e crescerão rapidamente, muito além dos corpos materiais. Compreenderão o que é incompreensível para a mente humana que não está unida ao espírito e, ainda que não saibam realizar grandes teses e científicas explicações sobre o que vivem, saberão de Deus e O viverão. Manifestarão o Seu Propósito e passarão por muitas provas, até cumprirem a missão primordial encomendada por Ele.

Mas, diante do Cristo Vivo, todos os pesares se tornarão pequenos e passageiros. Não haverá sofrimento ou tribulação que não seja recompensado diante da grandeza de Seu Amor e da Glória de Seu Espírito Resplandecente.

É por isso que venho ao mundo: para ensiná-los a repetir o que vivi como José de Nazaré; para que compreendam que a essência da trajetória humana é a mesma e que, com a mesma naturalidade com que os erros se repetem tantas vezes, a glória também se repete, a santidade se repete, o nascimento e o retorno de Cristo vão se repetir. Assim como ressuscitou em Espírito e abriu os Céus à Sua Ascensão, Ele retornará e abrirá os Céus para pousar Seus Pés no solo deste mundo.

Eu os abençoo e os guio no cumprimento da missão espiritual do coração humano.

São José, servo confiante e fiel de Deus  

 

MENSAGEM DIÁRIA EXTRAORDINÁRIA DE MARIA, ROSA DA PAZ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN

O Princípio da Sagrada Família Universal

Era uma vez uma família humilde de Nazaré, que em seu espírito cultivou a sagrada obediência às leis divinas.

De um ventre puríssimo, nasceu a Suprema Misericórdia chamada JESUS e, naqueles tempos tão difíceis, os três Sagrados Corações cumpriram uma tarefa em prol da salvação espiritual da humanidade.

De São José brotou a humildade de servir a Deus. Em Maria, expressou-se a obediência e o amor pelas almas e no pequeno Menino Jesus se manifestou a Graça e a Misericórdia do Universo Maior.

Era esse projeto de família sagrada que deveria cultivar-se em todas as criaturas não redimidas. Era esse projeto, tão pensado, que transcenderia as barreiras do mal e da dor, por meio do amor professado pelo pequeno Jesus.

Este projeto trino terminou quando o Mestre cumpriu a Vontade de Deus ao deixar-se pregar na Cruz e foi lá que a Sagrada Misericórdia se derramou uma vez mais sobre o mundo.

É esse projeto que ainda está latente nos Mensageiros Divinos e é por ele que Eles trabalham incansavelmente, para que a obra máxima da redenção planetária possa se cumprir na humanidade.

Que se abram os ouvidos internos das criaturas e que possam ouvir o chamado celestial, pois a Vontade oniabarcante dos Mensageiros Celestes é que todas as criaturas da Terra sejam uma sagrada família universal.

E será, filhos Meus, durante o tempo da purificação que esse sagrado e divino desejo de Deus poderá ser concretizado.

Não deixem de trabalhar por sua redenção. Não descansem até que estejam completamente vazios de vocês mesmos; será assim que Meu Filho encontrará barro novo para moldar o arquétipo de uma família divinizada por Deus e pela Santíssima Trindade.

É este sagrado projeto criador que deverá se cumprir, ao menos em uma parte da humanidade. Quando alguém conseguir viver os princípios da unidade e do amor, será o sinal para os Mensageiros Divinos de que a Obra Sacra foi completada.

Será nesse dia que os anjos cantarão Aleluia, porque terão visto cumprir-se a promessa na sagrada família universal, que deverá ser formada por cada um de vocês; assim o planeta será liberado do mal.

Agradeço-lhes por responderem ao Meu chamado!

Unifica-os na Santíssima Trindade,

Sua Mãe Maria, Rosa da Paz

MENSAGEM DIÁRIA EXTRAORDINÁRIA DE CRISTO JESUS, TRANSMITIDA NA CIDADE DE LONDRINA, PARANÁ, BRASIL AO VIDENTE FREI ELÍAS

Queridíssimos peregrinos Meus,

Pela primeira vez na história de Meus encontros internos com vocês, Meu Coração se compraz em abrir novas portas de luz e de paz para mais almas³. Por isso, em alegria e gratidão, o Filho de Deus estará presente, orando com vocês, por vocês e pelo mundo inteiro para que a maioria alcance o estado de Minha Divina Misericórdia.

O Senhor do Universo Me enviou especialmente a Londrina para que os primeiros grupos de oração, que nasceram na Comunidade-Luz Figueira há muitos anos, possam se renovar e ingressar no caminho do coração porque, nestes tempos, tudo o que façam deverão fazê-lo por meio do amor verdadeiro do coração servidor.

Quero que contemplem a expressão sincera desse amor por meio do fiel exemplo de trabalho, dedicação e entrega absoluta ao Plano de Deus que aconteceu por intermédio dos grupos de oração de São José do Rio Preto e da região de São Paulo. Ali vocês poderão ver como as almas podem ser ajudadas e também receber as Graças do Céu quando os servidores da Hierarquia abrem as portas de maneira correta. Isso, nestes tempos, determinará o cumprimento do Plano de Resgate.

O Céu, por meio de Meu Coração, quer lhes mostrar que existe um só caminho a percorrer, caminho que se chama amor à doação e ao esmero. Amor que muitos de vocês alguma vez irradiaram para o Meu Coração, por mais que em outros tempos Eu não tenha estado tão presente em suas vidas como estou agora.

Tudo o que foi aprendido com a instrução espiritual do passado gerou a possibilidade de agora o Céu lhes entregar os frutos da fé e da paz por seus esforços sinceros. Vocês sabem que o mundo inteiro está repleto de emergências e de necessidades para serem resolvidas. Por isso o Universo, em sua infinita ciência e inteligência, convocou os diferentes grupos de almas para que, por afinidade e sintonia, servissem ao Plano Maior.

Agora a cada servidor e orante cabe cumprir uma parte da missão para que, no final de toda esta trajetória, cumpra-se o importante Propósito de Deus.

Londrina foi uma cidade escolhida por Deus para que os grupos de oração nesta região possam se retirar para meditar e orar, dois exercícios importantes para fortalecer o serviço.

Londrina, espiritualmente, Me faz recordar muito Minha primeira casa em Nazaré, por suas serras e fazendas. Em Londrina existe o ar da simplicidade e do recolhimento, por isso poderá ser um ponto de encontro e de meditação para quando os servidores tiverem necessidade de se retirar para orar e estudar com o coração.

A Quinta Maratona da Divina Misericórdia, em Londrina, trará o fruto da unidade entre os grupos de almas, já que a Região Sul do Brasil deverá ser preparada para servir, nos próximos tempos, em uma tarefa de resgate e de serviço regional.

Por isso os Mensageiros Divinos, depois de terem estado no ano anterior em Porto Alegre, retornam com o objetivo de recordar a todos a necessidade de se renovarem e de manterem viva a missão que o Pai lhes oferece.

Essa será a missão da unidade entre todas as regiões do sul, concentrando-se como uma só coluna espiritual de fraternidade e de irmandade. Hoje o sul do Brasil tem a oportunidade de manifestar isso para o Plano de Deus em tempos decisivos.

Que a Quinta Maratona da Divina Misericórdia represente não só um encontro de oração pela necessária Misericórdia para o mundo, mas que também sintetize a reunião de servidores e de corações em Cristo, com a esperança de colaborar por amor com o Plano e sua manifestação sobre a Terra.

A Quinta Maratona da Divina Misericórdia, que pela primeira vez é aberta a todos, tem a finalidade de congregar novos orantes e, em consequência, novos rebanhos que possam iniciar esse caminho de retorno ao Coração de Deus. Minha Presença incondicional será para vocês a confirmação de suas tarefas de oração e de serviço nesta parte do mundo.

Hoje deixo aos presentes Meu Abraço Paternal, aquele abraço de Mestre a discípulo, de Companheiro a amigo, abraço que nutre a alma de vida e esperança. Desejo a todos um bom trabalho de oração e paz para seus corações e para o 
mundo inteiro.

Que a Divina Misericórdia seja a chama inextinguível que arda sempre em luz e amor.

Sob a Misericórdia de Deus, sejam bem-aventurados.

Grato por guardarem Meus Ensinamentos no coração.

Cristo Jesus, seu Senhor do Amor


__________________________                                                                                       
3.  Cristo Jesus se refere à população da cidade de Londrina, Paraná, Brasil.

 

MENSAGEM EXTRAORDINÁRIA PARA À VIGÍLIA DE ORAÇÃO NA CIDADE DE BRASÍLIA, BRASIL,TRANSMITIDA PELA BEM-AVENTURADA VIRGEM MARIA, MÃE DA MISERICÓRDIA AO VIDENTE FREI ELÍAS

Queridos filhos,

Hoje os Céus se abrem e desce em Glória a Senhora da Divina Misericórdia, sobre a cidade de Brasília e sobre o mundo inteiro. Meu Manto de Luz estende-se sobre a humanidade para ajudar Meus filhos a caminharem na fé e no amor de Jesus Cristo.

Filhos amados, em honra a Deus Altíssimo, Minha presença hoje ingressará em seus corações para que sintam que sou a mesma de Nazaré, aquela Santa Mulher da Galileia, que cuidou do pequeno Menino Jesus e que trouxe ao mundo a Sagrada Pureza de Deus.

Por isso, hoje necessito, mais que nunca, que seus corações se abram, assim como uma flor sob os raios do sol. Desta forma, darão a permissão para que o mundo inteiro, que sofre e se desespera dia após dia, encontre por meio de Meu Coração um tempo maior de Paz.

Em outra ocasião, transmiti à irmã Lúcia dos Santos, em Fátima, que o mundo deveria ser consagrado a Meu Imaculado Coração, porém, as almas mais procuradas pela astúcia do inimigo estão decaindo. Por isso, necessito da oração de todos os devotos, porque assim permitirão que se manifeste a fraternidade entre os povos.

Queridos filhos, hoje Minha mensagem é um chamado ao despertar de suas consciências, especialmente o despertar para a necessidade de Misericórdia e de oração em prol da Ásia, e por tudo o que ali vive, como as almas, a vida marinha e a natureza.

Rezem, rezem de coração por toda a Criação de Deus, porque as próprias mãos de Seus filhos destruíram a beleza que Ele lhes entregou no princípio. Como sua Mãe da Misericórdia, venho recordar-lhes que existe esta Sagrada Fonte de Piedade e Reparação, por cuja intercessão e ajuda maior seus seres poderão chamar.

Pequenos filhos de Brasília, Meu Coração alegra-se por sua sincera doação à Minha Obra Mariana na América. Agradeço do profundo de Minha Alma que tenham aberto a porta de seus corações para receber-Me, pois, viver a mensagem que anuncio para estes tempos é a premissa que permitirá gerar a salvação do mundo.

Queridos filhos de Brasília, rogando a Deus por Misericórdia, permaneçam em Meus braços maternais. Sempre os ajudarei quando Me chamarem.

Agradeço-lhes por escutarem Meu Chamado pela Paz.

Sua Sagrada Mãe,

Maria, Mãe da Misericórdia

 

Ao final da mensagem transmitida pela Virgem, Nossa Senhora começou a rezar por algumas vezes a seguinte oração:
 

Mãe do Céu,
Mãe Terra,
intercede por nós
e pelos Reinos.

Amém
 

Após a Aparição, disse-nos que essa oração poderia ser recitada quantas vezes a alma sentisse, especialmente pela situação das centrais nucleares do Japão e por todos os Reinos daquela região.

MENSAGEM PARA A APARIÇÃO EXTRAORDINÁRIA DE MARIA, SENHORA DAS GRAÇAS, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, AO VIDENTE FREI ELÍAS

Eu sou a Fonte universal da Graça de Deus manifestada a todo o universo. Eu sou Maria, a Mãe das Graças, e neste sábado de Glória venho ao reencontro dos filhos do Altíssimo.

Desde já, estou agradecida pela Graça sincera que os Meus, Meus queridos filhos da Nova Terra, fizeram surgir como um manancial neste sagrado lugar, porque aqui também o Céu do Pai tocou com Suas mãos a Nova Terra para consagrá-la hoje a Meu Imaculado Coração.

Meu Imaculado Espírito maternal está cheio de gozo supremo!

Queridos, aceitem Minha Graça suprema, que os liberará do mal e os curará completamente, que os renovará como na origem, e assim serão bons espíritos da Criação.

Meus queridos, vivam neste mundo sem paz através de Minha Graça suprema, que os lavará por inteiro como um manancial.

Eu sou a Bendita cheia de Graça, sou a que intercede por vocês de dia e de noite, sou a Mãe das Graças, sou a que derrama o estado de Misericórdia e de piedade através de Meu queridíssimo Coração materno.

Eu sou a que, por Graça Maior, intercede por vocês diante de Meu Filho Jesus, para que recebam os dons de Sua infinita Misericórdia.

Para todos vocês, Eu sou a Mãe milagrosa, sou a que lhes tira dos olhos a venda da perdição para que possam ver a divina compaixão no horizonte.

Eu sou a Mãe da divina Graça, sou a que os livrará do juízo final para que ingressem através de Meu Coração no sagrado paraíso.

Eu sou a Graça universal, sou a que lhes provê o mistério de sua fé, sou a que lhes brinda e irradia a esperança, sou a Mãe construtora da Nova Humanidade do coração.

Hoje esta Graça suprema desce sobre suas vidas e acalma seus corações, trazendo-lhes paz, cura e redenção. Como disse o Arcanjo Gabriel em sua profunda humildade: "Ave Maria, cheia de Graça, o Senhor é Contigo..."; e hoje Eu lhes digo: "E bendito em Meu ventre é o fruto da Nova Humanidade, porque ela surgirá pela intercessão de Minha Graça, pela mesma Graça que Deus derramou sobre Meu Ser".

Queridos filhos, amados crianças da Nova Terra, como Eu lhes prometi, neste dia extraordinário, descerei do Céu para estar muito próxima de Meus filhos e para confirmar que é possível resgatar a humanidade perdida, a humanidade que está sem Deus.

Por isso, hoje virei a este sagrado lugar por meio de Minha Graça, Graça que quero e desejo que possam amar e que aspirem a encarnar em seus corações.

Eu me encho de gozo e de amor quando a Mãe do Céu está entre Seus filhos menores, porque Minha Graça Me recorda Jesus em Meus braços. Sejam como o pequeno Jesus, manso, simples, humilde e amoroso. Que hoje Meus braços possam embalar toda a humanidade necessitada de amor.

Agradeço-lhes, agora e sempre, por haver aberto aqui o manancial de Minha Graça através da humilde manifestação desta gruta, porque ela Me recorda a Minha antiga morada sobre a Terra. A gruta Me recorda José Castíssimo, quando construiu com Suas mãos a simples casa para Jesus em Nazaré.

Com esta finalidade, Eu peço as grutas para que as almas se recolham no interior da Sagrada Família.

Abençoa-os, ama-os e agradece-lhes por este amado recebimento.

Sua Mãe, Maria, Senhora das Graças

MENSAGEM EXTRAORDINÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA

Escute em seu coração a história que vou lhe contar. Deixe que Minhas palavras fluam como água pura do rio de sua mente e que os mistérios de Minha vida corram dentro desta água com a mesma harmonia. Confie no compromisso que seu coração tem Comigo, porque muito pouco é o que o mundo sabe sobre esta história e muito pouco continuará a saber, até que ingresse no Reino dos Céus.

Nasci de uma gestação de infinita pureza, preparada pelos anjos, como se criassem uma flor, quando era Minha alma que crescia no ventre de Minha santa mãe. Chamo-a santa, porque sobre ela desceu o Espírito Santo e, através dos sonhos, foi preparada pelos anjos para compreender a maternidade que viveria, de uma criança pouco comum para a época.

Minha mãe cantava-Me ao coração, orava e preparava sua gestação com profundo amor; amor que Deus lhe infundia, para inspirar a Sua criação, que seria a semente do que viria a ser José, o chamado filho de David.

Nasci e cresci acompanhado dos anjos. Minha santa mãe, ornada pelo Espírito Santo, foi quem primeiro Me ensinou a realizar as primeiras obras de caridade. Ensinou-Me que, para o próximo, deveria ser ofertado sempre o melhor e, quem assim procedesse, dando ao próximo o que de melhor possuísse, receberia de Deus o que Ele mesmo tinha de melhor no Reino dos Céus.

Desta forma, fui compreendendo as Leis de Deus, que eram muito diferentes das leis da Terra e, quanto mais Minha consciência infantil mergulhava neste Reino, mais Me via fora de todas as leis do mundo, sobretudo das leis da matéria, as que prendem o homem e o fazem refém das energias capitais.

Dotado de profunda união com Deus, o Senhor não permitiu jamais que as leis da Terra atuassem sobre Minha consciência juvenil.

Aprendi do trabalho e da solidão, do silêncio, da oração e do jejum e, nestes hábitos diários, cresci. De família simples e pobre, assim foi se refletindo a vida em Minha alma; cresci simples e pobre das coisas do mundo.

A solidão ensinou-Me a humildade, pois na solidão aprofundava-Me nos mistérios da Fé e na ciência do Reino de Deus, o que Me fazia compreender dia a dia, quão pequeno era, diante da Grandeza de Deus Altíssimo.

É verdade que fiz voto de castidade aos 12 anos. Em verdade, a castidade e a pureza Me foram infundidas por Vontade Divina e eram virtudes naturais de Meu pequeno ser. Quando aos 12 anos compreendi parte da Vontade de Deus para Minha pequena consciência, confirmei-Me nesta Vontade e ofereci o voto de castidade perpétua.

Não apenas este voto fiz diante de Deus, mas também Lhe prometi ser eternamente serviçal, em todas as coisas, enquanto vivesse e ainda na Eternidade. Seria Seu fiel servo e obreiro, servindo eternamente à Sua Santidade e a todos os Seus filhos, aqueles mais necessitados.

Quando Me casei com Maria, encontrei Nela também a perfeita caridade, da qual fomos exemplo como família e como pessoas.

Todo trabalho realizado por Minhas mãos era ofertado aos pobres – os mais pobres que nós – e como havia aprendido de Deus, quando dava aos que necessitavam, por Obra e Graça do Espírito Santo, recebíamos em nossa mesa tudo quanto necessitávamos nós para subsistir.

Maria era exemplo de caridade também espiritual. Formava no Amor a Deus todos quantos necessitavam, desde as anciãs às mais jovens, estando sempre rodeada de mulheres de Nazaré e de Jerusalém.

Em Meu trabalho de carpinteiro, exercia o ofício sempre unido à Vontade do Senhor e isto permitia que os instrumentos confeccionados fossem dotados do Espírito Santo. Muitos milagres aconteceram, dentro e fora de Meu conhecimento; milagres sobre os quais, pedia perpétuo silêncio aos que os recebiam e atribuição total à Graça Divina e à Sua Santa Vontade e Obra.

Em Minha carpintaria, formava os jovens e as crianças de Nazaré, dentre os quais o Menino Jesus, que mais Me ensinava do que aprendia. Com Sua presença, os milagres, realizados através dos objetos que confeccionávamos, começaram a crescer.

Como nossas confecções eram feitas para gente muito pobre, mas de muita fé, não lhes custava acreditar nas Obras do Espírito Santo e, embora profundamente agradecidos àquela família tão misteriosa de Nazaré, vendo tão grande humildade e pureza, não hesitavam em atribuir estas santas obras a Deus.

A vida de José foi uma vida sobretudo de silêncio, de trabalho e de oração. Diz o Senhor que este é o Arquétipo da vida consagrada; uma vida que existiu há tantos anos e que para muitos pode ser considerada como ultrapassada, mas que veio revelar ao mundo o Arquétipo das famílias sobre a Terra.

José e Maria se completavam nas virtudes e na devoção, no Amor a Deus e nos cuidados com Jesus. Jesus aprendeu, em Sua infância, das virtudes de Seus pais e sobressaiu em todas, crescendo nelas e ensinando aos Seus humilíssimos pais a viver sob a Lei de Deus.

A Sagrada Família era o complemento de perfeita santidade, Obra puríssima do Criador, vista desde os mínimos detalhes e preparada não apenas em José e Maria, mas em todas as últimas 14 gerações de ambos os pais de Jesus.

Estas gerações foram crescendo em santidade e pureza, para ofertar aos dois santos a santidade mais pura que pudesse existir sobre a Terra e, desta união perfeita poderia nascer, protegido do mundo e amparado pelo Espírito Santo, o Filho dileto de Deus, Seu primogênito, Jesus Cristo.

 Os escritos que há na Mística Cidade de Deus se complementam com o que consta do Evangelho.

Tudo deve ser lido e estudado com o coração, para que através dele seja transmitido.

Que nasça primeiro em seu coração esta devoção, que depois percorrerá o mundo.

Seu amado Irmão e Instrutor, São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE CRISTO JESUS, TRANSMITIDA AO VIDENTE FREI ELÍAS

Meu Coração Pacificador também se faz presente e vive entre as famílias que, unidas a Mim, rezam o Terço à Minha Divina e Insondável Misericórdia.

Por isso, nestes tempos, permito-Me dizer-lhes que Meu Amor Restaurador e Compassivo quer chegar ao coração de cada família, porque desde a origem de Minha Vinda ao mundo como Jesus, o Filho de Maria, Minha Missão foi e será conservar a unidade perfeita e amorosa entre os seres queridos de cada família no mundo.

Nestes tempos a oração misericordiosa em família permitirá restabelecer a paz e o amor verdadeiro e sincero que se perde em numerosas famílias do mundo inteiro. Antes de Meu esperado Regresso, Eu peço às boas famílias a oração diária.

Este pedido tem como motivo espiritual a consagração de todos os seres queridos ao símbolo predileto da Sagrada Família de Nazaré, aquela essência de vida amorosa, austera e simples, que ficou gravada nos três Sacratíssimos Corações de Jesus, de Maria e de José.

Com esta finalidade, se a oração misericordiosa se fizesse presente todos os dias às três da tarde, como um modelo de união e de fraternidade entre os corações das famílias, o Sagrado Coração de Jesus se serviria da oração poderosa que cada família gerasse por amor ao Bem Maior.

A oração à Divina Misericórdia, como epicentro familiar, evitará futuras divisões, conflitos, desarmonias e barreiras que o inimigo cria e impõe entre os seres queridos. Como disse Minha Mãe Celestial, o Sagrado Coração de Jesus triunfará em cada lar que se abrir para recebê-lo como um emblema protetor.

Sob o Amor do Pai, sejam bem-aventurados.

Grato por escutarem com amor Minhas humildes Palavras.

Cristo Jesus


Frei Elías del Sagrado Corazón: Ao final desta mensagem diária, Cristo nos entregou, com o Absoluto Amor de Seu Coração, a seguinte oração para ser recitada todas as sextas-feiras, dia da consagração das famílias ao Coração de Jesus.
 

Oração de Consagração Familiar
ao Sagrado e Poderoso Coração de Jesus


Eterno e Sublime Céu
que nos impregna por inteiro.
Precioso Coração do Rei Universal.
Sagrada Água de Vida
que brota constantemente.
Divino Sangue que a tudo lava, cura e redime.
Amadíssimo Coração de Jesus:
protege, consagra, ampara,
preserva, cuida, cura e redime
cada uma de nossas famílias,
para que eternamente,
ante Tua Presença Misericordiosa,
mereçamos viver agora e sempre
em Teu Glorioso Reino,
pela intercessão do Imaculado
e Poderoso Coração de Maria.

Amém.
 

MENSAGEM DIÁRIA DE CRISTO JESUS, ACOMPANHADO PELO CASTÍSSIMO CORAÇÃO DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA AO VIDENTE FREI ELÍAS

Queridos Meus,

Hoje os convido a recordar a união perfeita que existiu no passado entre os membros da Sagrada Família para que, através desse exemplo, seus seres internos possam alcançar o sagrado.

Para o melhor entendimento de vocês, Eu lhes direi quais foram os frutos que a Sagrada Família alcançou pela convivência e pela vida diária em Nazaré.

Em cada um de nós despertaram Dons do Espírito de Deus, que estiveram a serviço constante da humanidade, ainda quando vivíamos sobre a face da Terra.

O Espírito de Deus despertou na Virgem Maria o dom da oração para realizar os Planos de Deus; o dom da maternidade para acolher todos os filhos de Deus; o dom da humildade para reafirmar Sua puríssima entrega a Deus; e o dom da virgindade para irradiar o Amor Puro de Deus.

Em Meu Pai, São José, despertou o dom da castidade para conservar os Desígnios de Deus; o dom do bom obreiro para manifestar a Vontade do Pai; o dom do silêncio para construir o novo nos planos internos; e o dom da alegria para curar os enfermos.

Esses e outros dons também se fizeram evidentes no espírito do pequeno Menino Jesus, como o dom da palavra para transmitir o Amor de Deus; o dom da redenção para converter os que estavam distantes de Deus; o dom do retiro para interiorizar os Planos de Deus; o dom do coração para irradiar o Espírito de Deus; e o dom da meditação para levar adiante as Ideias do Pai Universal.

Os dons na Sagrada Família sempre foram um mistério para muitos e eles geraram, por meio dos três Sagrados Corações da Santa Família, uma mudança profunda na consciência da humanidade, levando-a, assim, à conversão e à redenção.

Por isso, neste dia, orem e meditem sobre os poderes dos Dons que emanam do Coração de Deus.

Assim ajudarão a consagrar de novo a necessitada humanidade.

Sob o Amor do Pai, sejam bem-aventurados.

Grato por viverem os Dons de Deus.

Cristo Jesus
 

MENSAGEM DIÁRIA DE MARIA, MÃE DA DIVINA CONCEPÇÃO DA TRINDADE, TRANSMITIDA AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN

Como Maria de Nazaré, dou-lhes hoje todo o Amor de Meu Imaculado Coração de Mãe.

Queridos filhos,

Há seis meses, as mensagens diárias são transmitidas com alegria e imensa gratidão a vocês. Quero dizer-lhes que o caminho da oração é infinito para suas vidas e é nesse caminho que poderão encontrar a paz e a fé para o coração.

Acompanho-os hoje, como venho fazendo há seis meses, neste ciclo decisivo na vida de Meus filhos no mundo. Por isso, a perseverança de vocês permitirá despertar a motivação espiritual para a oração por parte de outros filhos. Cada ação que é realizada com o coração glorifica a Deus Pai. Assim vocês estarão dentro do Reino de Seu Amor e de Sua Vontade.

Para que suas vidas deem os passos corretos até o Senhor, vocês devem imitar o caminho de humildade e de obediência que Cristo, Meu Filho ressuscitado, viveu diante da Presença do Coração do Pai. Este exercício de obediência e de humildade despertará em vocês a confiança nas decisões misericordiosas de Deus e, assim, seus corações poderão fortalecer-se no caminho.

Recordem-se, filhinhos, de que as boas obras nascidas do coração não só agradam ao Coração do Pai, mas também repercutem sobre a missão redentora para a humanidade, missão que Meu Filho levará adiante em Seu retorno à Terra.

Para estes momentos, seus corações deverão estar em oração e despertos diante da necessitada realidade do mundo para que seus olhos, olhos de almas a serviço de Deus, possam reconhecer a Presença de Meu Filho entre vocês.

Saibam, queridos filhos, que da mesma maneira como Ele esteve entre Seus seguidores depois da Gloriosa Ressurreição, assim estará de novo no mundo, em especial com os novos discípulos que O aguardam com o coração aberto e entregue.

A Vontade do Pai poderá se cumprir neste último ciclo através da resposta de vocês. Minha Vontade de Mãe vem da Vontade Suprema.

Celebremos em oração os seis meses de encontros diários Comigo, a Mãe da Paz.

Agradeço-lhes por responderem ao Meu chamado.

Maria, Mãe da Divina Concepção da Trindade

Quem somos?

Associação Maria
Fundada em dezembro de 2012, a pedido da Virgem Maria, a Associação Maria, Mãe da Divina Concepção é uma associação religiosa, sem vínculos com nenhuma religião instituída, de caráter filosófico-espiritual, ecumênico, humanitário, beneficente, cultural, que ampara todas as atividades indicadas através da Instrução transmitida por Cristo Jesus, pela Virgem Maria e por São José. Ler mais

Contato