MENSAGEM DIÁRIA DE CRISTO JESUS GLORIFICADO, TRANSMITIDA DURANTE A VIAGEM DO CENTRO MARIANO DE AURORA, PAYSANDÚ, URUGUAI, PARA A CIDADE DE BUENOS AIRES, ARGENTINA, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN DE JESÚS

Cânticos de Figueira - "No altar"

Neste cântico revela-se a importância que tem, para o fim dos tempos, a construção de um templo interior capaz de ser preenchido de Leis universais e cósmicas, capaz de proteger e de guardar a essência mais pura de Deus em Seus filhos, os cocriadores.

Por essa razão, o cântico clama pela Hierarquia Espiritual, seguindo em humildade e em obediência os princípios sagrados da Irmandade.

É por esse motivo que toda a base de uma verdadeira e sagrada vida espiritual encontra-se na vivência de atributos que serão as regras básicas para a construção e a fortaleza da vida do espírito; princípios e leis que nos afastam da ignorância e da sonolência espiritual destes tempos críticos.

O cântico se intitula "No altar" porque, depois da construção diária de alguns modos e condutas evolutivas de vida, o templo sagrado de cada ser, representado por cada corpo consagrado, oferece ao Senhor todo seu ser para ser purificado e abençoado pela energia divina da Graça.

Nesse sentido, o ser vivente e terrestre começa a perder o poder que os desejos e os costumes têm sobre a vida humana.

Abandonando esses hábitos mundanos, a consciência alça voo para o Infinito, em busca de sua origem e de sua realidade superior; deixa para trás a inércia e desterra qualquer vestígio de indiferença.

Assim, a alma que constrói seu templo interior para o Senhor entrega-se, em absoluto serviço incondicional, sabendo que nada do que existe lhe pertence, que nenhum reconhecimento oferecido engrandecerá seu espírito.

A alma busca ardentemente a união com o Divino Espírito e abandona a corrente pervertida da ilusão para poder ingressar na grande Consciência Universal onde habita a Hierarquia Espiritual.

Assim, a primeira premissa em prol da elevação desse templo é a vigilância e a oração, chaves fundamentais para manter a grande fortaleza do espírito protegida. Assim, nada nem ninguém tomará de improviso a alma do discípulo; ao contrário, a consciência estará atenta às novas indicações de seu espírito.

Este cântico ensina a construir, verdadeiramente, uma vida baseada na abnegação e no serviço pelos demais.