MENSAGEM PARA A APARIÇÃO NA CIDADE DE BUENOS AIRES, ARGENTINA, TRANSMITIDA POR MARIA, MÃE E RAINHA DA PAZ, NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Bem-aventurados serão os que abrirem os olhos e o coração para as verdades universais e que em vida recordarem que existe uma origem para a qual devem retornar.
Filhos, nestes tempos em que a humanidade se perde pelas astúcias do inimigo, convido-os a serem soldados de Meu exército Mariano, para que, através da oração, possam retirar dos enredos do mal todos aqueles que se perdem a cada dia.

Quero que, neste tempo, também sejam inteligentes e através do coração descubram que a oração é a chave que os liberará de toda escuridão e manterá diante de seus olhos um caminho iluminado, pelo qual deverão seguir, para cumprir com os Planos do Senhor e com Sua Divina Vontade.

Hoje lhes digo que, enquanto o mal submete muitas almas neste mundo, devem existir aqueles capazes de transformar em vida todas as palavras que lhes foram entregues ao longo destes sete anos em que estou ao lado de todos vocês.

Meus amados, quero que se esforcem neste tempo que chega, para viver os atributos de Meu Imaculado Coração; atributos que há tanto tempo lhes entreguei, para que pudessem alcançar os princípios de uma nova raça.

Minhas palavras não devem se tornar belas palavras, para os momentos em que necessitam de consolo. Minhas palavras devem impulsioná-los a um novo tempo, a uma nova raça, que seja capaz de refletir a semelhança com o Criador de todas as coisas.

Meus queridos, cada dia mais, a humanidade se afasta da semelhança com Deus e a essência Divina que o Senhor Todo Poderoso depositou em todas as Suas criaturas em muitos começa a se apagar. Por isso lhes peço, que não meçam esforços para acender outra vez a essência Divina em seus irmãos e em vocês mesmos. Para isso, não se cansem de orar e de cruzar os umbrais deste universo de oração, que ainda é tão desconhecido para todos.

Meus amados, respondam a Meu Chamado, para não serem surpreendidos nos tempos que virão. Compreendam agora que tudo o que lhes peço é urgente e é vital, não só para as suas vidas, mas para toda a humanidade.