Terça-feira, 22 de dezembro de 2015

Mensagens diárias
MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMàLUCÍA DE JESÚS​

Para que aquilo que consideram necessário em suas vidas se manifeste, vocês devem antes contemplar no próprio coração as necessidades do mundo, do próximo e dos Reinos da Natureza.

Àquele que cuida de seus irmãos – os semelhantes e os menores – Deus, que é perfeito, sempre enviará o Seu amparo e cuidado. O Senhor tem predileção por suprir as necessidades dos que não pensam em si e que em tudo colocam em primeiro lugar os demais.

Quando algo não fluir e não se manifestar em suas vidas, perguntem-se por que e para que desejam tal ou qual coisa.

Recordem-se de que devem esquecer-se de si mesmos todos os dias e permitir que o Senhor opere em suas vidas o Seu mara­vilhoso milagre e derrame sobre elas as Suas infinitas Graças.

Não limitem o Poder de Deus pedindo-Lhe o tempo todo o que necessitam; antes, observem o que o próximo mais precisa e supram essa necessidade. Uns necessitarão de seu respeito; outros, de sua obediência; uns, de seu amor; outros, de seu silêncio; uns, de suas palavras; outros, de suas orações mais secretas.

Alguns precisarão que vocês orem por eles; outros, que orem com eles. Alguns precisarão de coisas materiais; outros, de atos simbólicos, preenchidos pelo amor no qual se guarda a verda­deira intenção desta ação. Muitos necessitarão de seu exemplo; por isso, observem, observem as necessidades do próximo o tempo todo.

Se viverem em função da caridade e da fraternidade não somente no que diz respeito às coisas materiais, mas também às espirituais, encontrarão um caminho curto em direção a Deus e alcançarão tudo o que sempre pediram e nunca conse­guiram, porque buscavam por vias equivocadas. As Graças do espírito se alcançam por vias espirituais. As virtudes se ganham quando se doam virtudes. As Graças são recebidas por aqueles que se abrem a viver pela obra da Graça.

Aprendam, pequenos filhos de Deus, a observar a vida deste outro ponto de vista. Quando estiverem diante de uma grande oportunidade, busquem ao mais necessitado e verão como ela chegará a vocês sem que se deem conta.

Os humildes e pobres de si mesmos são os mais ricos no Reino de Deus, porque, por não quererem nada para si, Deus lhes entrega tudo, pois em suas mãos os bens divinos chegarão ao lugar correto.

Nunca se esqueçam do que lhes disse hoje. Pratiquem essas palavras todos os dias. Pensem no próximo, orem por eles, ajam por eles, vivam para doar-se e Deus fará de suas consciências pontes para que Suas Graças cheguem ao mundo.

Deixo-lhes Minha paz e Meu exemplo de perpétua doação, por­que Meu Coração Castíssimo hoje bebe de Fontes Celestiais, mas esta Água sempre busquei para saciar os que têm sede. Tudo o que recebo de Deus é para entregar a Suas criaturas, é para abençoar Sua Criação, é para tornar perfeito aquilo que provém da própria Perfeição.

Seu pai e companheiro, que vive em perpétua caridade,

São José Castíssimo