Sexta-feira, 13 de novembro de 2015

Mensagens diárias
MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NA CIDADE DE SÃO LEOPOLDO, RIO GRANDE DO SUL, BRASIL, À VIDENTE IRMàLUCÍA DE JESÚS​

Quando os Céus anunciam a última hora da salvação para um planeta, as almas que nele habitam têm uma opção: entregar­-se ao abismo do mundo e negar a perfeição que existe em seu interior ou vencer definitivamente as dúvidas e os medos que as impedem de estar plenas em sua missão espiritual.

Compreendam que as trombetas que soam no mais alto do Céu anunciam a hora de vocês deixarem de lado a medio­cridade e começarem a ser preenchidos completamente pelo Espírito de Deus.

Em cada instante de suas vidas, devem recordar que já é o momento de dar um salto na vida do espírito.

Vivam cada dia como se fosse o último, como se estivessem diante da última oportunidade de perdoar, de se reconcilia­rem com o próximo, de prestar o serviço que nunca puderam prestar, de renunciar aos vãos prazeres e gostos que sempre estiveram em suas vidas como pequenos impedimentos e que hoje se tornaram grandes, porque não lhes permitem chegar à meta de suas consciências.

É chegada a hora de assumirem a vida universal com a plena consciência de que vocês estão na escola da cristificação para todo o universo; e de viverem consequentes com a oportuni­dade que lhes é entregue.

Por um instante, pensem que estão no momento culminante de suas vidas. Pensem que, no cosmos infinito, a Criação aguar­da que vocês retornem com a experiência do Cristo Vivo no próprio espírito.

O universo aguarda que de seu Rei Universal provenha uma raça que possa mudar completamente a Criação de Deus e per­mita que todas as criaturas que não tiveram a oportunidade de estar neste mundo vivam os códigos crísticos de amor e unidade.

Vocês vieram a este planeta para aprender a não viver para si, mas, sim, para o próximo. Esta é a essência do aprendizado na Terra: tudo entregar e tudo padecer pela evolução e pelo crescimento dos demais. E, no entanto, até agora, apenas deixaram crescer o orgulho e o egoísmo trazidos do universo e que não os deixam agir nada mais do que para si mesmos.

Cristo lhes deixou o exemplo. Ele não veio ao mundo para ser um rei. Ele tornou-Se Rei porque foi capaz de abandonar-Se por amor às criaturas de Seu Pai. Cristo viveu em Si o Amor de Deus por Sua Criação. Foi pela evolução de toda a Criação Universal que Ele entregou Sua Vida e segue entregando tudo de Si, mesmo estando em Espírito de Divindade.

Meus queridos e tão amados companheiros, chegou a hora de crescer abandonando o antigo viver e se abrindo ao novo, às virtudes espirituais, ao verdadeiro ser, ao amor, à unidade.

Se são soldados de um exército de paz, vivam a paz, vivam o amor, vivam a fraternidade.

O Plano do Deus Altíssimo se cumprirá, e isso se dará com o esforço de vocês e com a valentia de que se tornem nada, para que sejam preenchidos por Deus.

Deixo-lhes Minha paz e Minha bênção de despertar.

Seu companheiro de todas as eras,

São José Castíssimo