Sábado, 24 de outubro de 2015

Mensagens diárias
MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS​

Quando uma nação vive as consequências de ações humanas milenares tão intensas que se plasmaram em sua cultura polí­tica e social, como é o caso da Venezuela e de muitas outras, a única saída para tamanha ilusão e ignorância humana é a vida de oração verdadeira.

Se ao menos um pequeno grupo em cada nação orasse verdadei­ramente todos os dias e se, ainda mais, pudesse transformar a própria vida em um ato permanente de oração, poderia mudar por completo a consciência da nação e, em consequência, o seu destino físico e espiritual.

Isso ocorre porque um ser que ora permanentemente vai ingres­sando com o coração na Consciência de Deus e ali reconhece o verdadeiro propósito de sua vida sobre a Terra ou, ao menos, pode reconhecer o que está fora desse propósito e, desta forma, as ilusões da matéria lhe soam destoantes e não as pode supor­tar. É nesse momento que a alma é impulsionada à constante busca da Verdade e vive sua elevação. Essa experiência fica mar­cada na consciência da nação, que pouco a pouco é conduzida a uma busca superior por meio de seus habitantes, de seus guar­diões, já que aqueles que vivem em cada nação são, para Deus, os guardiões do propósito para ela.

É por isso que os Mensageiros Divinos chegaram à Venezuela no início de sua crise e agora retornam para renovar o impulso dos corações venezuelanos, como também os do mundo inteiro.

Os Sagrados Corações chegam à Venezuela não para terminar com a crise social, política, econômica e espiritual que hoje esse país vive, mas sim para que, como nação, ela aprenda a trans­por os acontecimentos materiais por meio da vida de oração e mantenha vivo o propósito da nação, aquele atributo que Deus depositou em todos os seres que vivem sob a sua aura, para que o desenvolvam e, assim, auxiliem no cumprimento do Plano Divino para toda a humanidade.

Se a Venezuela, como consciência, puder viver esta experiência de encontrar a verdade e sair da ilusão material por meio da vida orante, esse aprendizado servirá para muitas outras nações e para toda a humanidade nos tempos que virão, tempos nos quais a crise espiritual, com consequências físicas, será o viver diário da humanidade.

É por isso que Meu Casto Coração hoje abençoa essa nação e a todos os venezuelanos, impulsionando-os à vida orante ver­dadeira e pacífica e para que, assim, vivam como um serviço que realizam para toda a humanidade.

Lembrem-se destas palavras nos dias que virão, porque hoje Eu as pronuncio para a Venezuela, mas em um futuro próximo servirão para muitas outras nações.

Eu os amo e lhes dou Minha paz, para que mantenham seus corações pacíficos diante de todos os acontecimentos da vida.

São José Castíssimo