Quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

Mensagens diárias
MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMàLUCÍA DE JESÚS​

Acalma teu coração, entregando-o a Deus.

Aquieta tua mente, rendendo-te aos pés do Criador e lançando-te firmemente ao cumprimento da Sua Vontade e não da tua.

Serena teu espírito na certeza do triunfo de Deus na Terra.

Fortalece teu interior com a simples oração e descobre quão fácil é viver em paz e em harmonia com toda a Criação.

Busca dentro de ti a unidade com o Todo e sê parte consciente do Plano de Deus.

Se queres ser humilde de verdade para que se cumpra em ti o Pensamento de Deus, resigna-te a ser servidor de todos e deixa que em tudo sejam melhores os demais.

Obedece, então, com o coração e por meio da rendição da mente, porque se o coração busca obedecer, mas a mente não se rende, poderás até aparentar ser obediente e bom, mas nunca alcançarás a paz. A mente poderá levar-te a aparentar muitas coisas, porém só encontrará a paz no dia de sua rendição.

Deixar a mente rendida diante de Deus é entregar a Ele suas potencialidades e não fazer caso delas, a não ser que Deus mes­mo disponha as situações da vida nas quais elas são necessárias.

Render-se mentalmente é renunciar à própria forma de pensar, de agir e de ser. Renunciar a tudo o que se assimilou como aprendizado, para estar vazio e disposto à permanente mudan­ça, característica destes tempos.

Render-se de coração é simples, porque o coração é a mente da alma e quando a alma aspira ardentemente a encontrar Deus, o coração não teme lançar-se nesta aventura. Mas a mente, que é a rainha dos sentidos e da matéria, jamais vai querer perder o seu reinado e muito lhe custará entregar o trono para ser serva de um Rei tão incompreensível e pouco alcançável para ela e suas capacidades.

Começa pelo coração, que já conhece a verdade que a alma lhe imprimiu e, aos poucos, anima-te a dar passos ainda maiores, para alcançar aquilo para o que vieste ao mundo; aquilo que necessita que sejas o que nunca foste em aparência, mas que sempre foste como essência proveniente de Deus.

Amo-te e deixo-te Minha bênção paternal.

São José Castíssimo