Segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

Mensagens diárias
MENSAGEM DIÁRIA DE MARIA, ROSA DA PAZ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN​​​​

Do Meu ventre puríssimo devem nascer os novos sacerdotes, para que – iluminados pelos Raios de Cristo – alcancem viver na Terra a expansão de Sua Sagrada Tarefa.

Do Meu ventre deve nascer o novo homem, irrigado pela Graça de Cristo, como faz a chuva, para que dele parta o sentido de cumprir o Propósito.

Hoje, todos os Meus sacerdotes, Meus filhos prediletos, são contemplados pelo Amor da Mãe Celeste, para que em todos eles brote a força interior necessária, que os fará realizar as Obras de Cristo Jesus.

Dos sacerdotes deve partir o exemplo de uma santa disciplina, de uma constante e indissolúvel união com Cristo, para que deles brote o exemplo de simplesmente servir. Dos sacerdotes se espera a presença viva do espírito da cristandade, para que se estabeleça a ponte entre o Céu e a Terra.

As esferas maiores são as verdadeiras moradas de todos os sacerdotes. Enquanto vocês estiverem na Terra, o pensamento e o sentimento humano devem estar dirigidos para o Universo Celestial, pois isso os ajudará a perceber as necessidades de serviço que devem ser supridas física e espiritualmente na humanidade.

Os sacerdotes devem ser assumidos pelos grupos de oração, para que nunca lhes falte a proteção divina para o correto desempenho de sua tarefa espiritual. Os jovens sacerdotes são a primeira expressão da vida de Cristo e neles deve-se refletir o exemplo de Amor Sacerdotal que Jesus expressou no princípio de Sua jovem vida pública.

O conhecimento é a escola dos sacerdotes, não como algo erudito, mas como conhecimento sábio proporcionado pelo coração, o que faz colocar o olhar na necessidade espiritual das almas.

Assim como vocês têm um anjo da guarda, os sacerdotes também devem ter padrinhos que os assumam espiritualmente e os apoiem sempre que seja necessário. O sacerdote neste tempo deve aprender a guiar os rebanhos por meio da força da fé e da autoridade viva, que é concedida pelo próprio Cristo.

A vida sacerdotal nesta era é a mais difícil. Isso foi visto pelo próprio Mestre Jesus, posto que, no ciclo do Armagedom, os sacerdotes deverão trabalhar muito para que se constituam como verdadeiros herdeiros das Santas Virtudes de Cristo. Eles só conseguirão isso pelo sacrifício, que proporciona a presença da pureza; pela entrega permanente, que atrai constante sabedoria; pela renúncia, que faz refletir a humanidade; e, principalmente, pelo amor, que lhes permite refletir, nos seus atos, a Presença de Cristo.

A vida sacerdotal é um exercício constante de elevação. Apoiar esta obra é uma missão de todos os orantes. Sem sacerdotes verdadeiros e esforçados, não existirá Cristo na vida espiritual. Isso é o que Meu adversário gera nos sacerdotes da igreja de Cristo, quando na solidão eles não têm força de inspiração.

O Santo Cenáculo do Senhor é o refúgio para cada um deles. Peçamos pelos sacerdotes, porque por seu intermédio poderão ser dados os passos até Cristo.

Agradeço-lhes por responderem ao Meu Chamado!

Abençoa-os,

Sua Mãe Maria, Rosa da Paz