Terça-feira, 31 de dezembro de 2019

Aparição Extraordinária
APARIÇÃO EXTRAORDINÁRIA DE MARIA, ROSA DA PAZ, NO CENTRO MARIANO DE AURORA, PAYSANDÚ, URUGUAI, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN DE JESÚS

Hoje venho por um mundo que está dividido, porque uma parte quer seguir a Deus e a outra quer seguir ao deus da ilusão.

Venho por aqueles que perseveraram em Cristo. É o Meu Filho que Me envia à Terra neste dia para despertar as consciências e fazer os corações sentirem o Amor de Deus.

Venho como a Mãe da Justiça, de uma Justiça Celestial e Divina, de uma Lei que a humanidade hoje não conhece e que muitas vezes alterou por diferentes circunstâncias.

Mas, apesar dessa Lei, hoje chego aos abismos mais profundos da Terra, onde as almas se perdem na ilusão e nos festejos de fim de ano.

A razão da mudança dos tempos e dos ciclos é outra. Por isso, filhos Meus, vocês, que têm mais consciência e discernimento, devem orar mais e oferecer-se mais, para poder compensar o que o resto da humanidade faz equivocadamente.

Depois de mais de dois mil anos do nascimento de Cristo, a humanidade não avançou absolutamente nada. Apenas pequenos grupos espirituais, os que seguem a Lei da Hierarquia, conseguiram, com muito esforço e de coração, manifestar a Vontade Divina na superfície da Terra.

Mas muitas mais consciências ainda fazem falta para que possam continuar manifestando a Vontade de Deus.

Viver a Vontade de Deus é viver uma felicidade plena e divina, é viver com alegria o dom do Temor a Deus e realizar na vida diária o cumprimento de todos os Seus pedidos, por menores ou maiores que pareçam.

Neste momento planetário, em que começará a última e aguda transição da humanidade, a partir do ano 2020, é que os corações perceberão uma realidade surpreendente, porque ela chegará sem avisar a ninguém.

E essa realidade, que é uma realidade planetária, colocará toda a raça humana ante a Lei de Deus, e tudo começará a suceder, sobretudo quando as Minhas Palavras não ressoarem mais neste lugar nem em nenhum lugar do mundo.

Será nesse momento e nessa hora, queridos filhos, que as Minhas mensagens e instruções deverão ressoar no profundo de suas consciências; deverão reviver as Minhas mensagens e aplicá-las na vida diária, ainda que tentem todos os dias e não consigam.

Tenho piedade daqueles que abandonam a barca de Cristo neste momento e que não compreenderam absolutamente em nenhum ponto das suas consciências o que significa representar o Meu Filho na Terra.

Meu Filho não Me permitiu interceder por eles, mas continuarei orando como uma boa Mãe e intercessora, porque o Meu Coração sempre se colocará ante os Meus filhos mais perdidos para que possam salvar-se. 

Ainda que essa salvação não seja imediata, ainda que a salvação seja para o próximo ciclo ou para a próxima raça, sua Mãe Celeste não desistirá, e as orações dos Seus bons filhos, esses filhos devotos, de todos os fiéis que respondem ao Seu chamado divino e maternal, serão os frutos que Eu levarei ao Pai para poder interceder pelos Meus filhos perdidos e também pelas causas impossíveis que o ser humano está começando a enfrentar neste momento planetário.

É assim, queridos filhos, que hoje lhes abro o Manto, o Manto da Mãe Celeste, para que não só ingressem no novo tempo, no fim do tempo, mas que aceitem viver a grande necessidade planetária que milhões de almas têm neste mundo, e que não conseguem encontrar a luz, tampouco vê-la no Coração de Deus.

É por isso que, novamente, renovo Minha oferta, não somente por todos os Meus filhos, pelos que respondem e pelos que não respondem, mas renovo Minha oferta, neste serviço eterno da Escrava Fiel de Deus, por esta humanidade e por este planeta, para que os Meu filhos que estarão nos acontecimentos do fim dos tempos e que verão coisas incríveis, tenham a força para suportar o que virá e o que se mostrará ante os seus olhos.

Quisera trazer-lhes nesta noite a realidade divina. Hoje lhes trago a realidade interna, a transparência deste tempo, a verdade sobre o que sucede, porque as portas do Universo estão fechando-se.

Enquanto a Justiça Divina começa a descer, convido-os a estar no equilíbrio dessa Justiça, através do seu pensamento, do seu sentimento, da sua ação e da sua palavra, para que a Lei não caia sobre vocês, mas que continuem sendo merecedores da Misericórdia Divina do Meu Filho.

Porque quando a Lei da Justiça descer, ela nada perdoará, porque é parte do fim dos tempos e da escolha que a raça deste planeta fez.

Mas Minha esperança, Minha aspiração e Minha fé estão nos que seguem adiante e que, mesmo na imperfeição, na intolerância destes tempos ou na transformação das suas vidas, não deixam de responder à Mãe de Deus, sabendo que estes últimos impulsos e aparições são definitivos, e que sua Mãe Celeste não apenas estende Suas mãos a vocês, mas também os cobre com o Seu Manto Divino, para que se animem a continuar dando passos para Cristo nesta transição em que alguns se encontrarão muito sós para poder fazer tudo que será necessário fazer neste tempo.

Por isso, convido-os para que no ingresso deste novo ano, assumam com maturidade e responsabilidade as suas tarefas. Que possam afastar-se definitivamente dos conflitos, dos julgamentos e da separação que possa existir entre os rebanhos de Cristo, porque Ele os necessita unidos, sempre e para sempre; e quando Ele regressar à Terra, poderá, assim, encontrar um lugar seguro e verdadeiro, ainda que pobre e simples, para morar no coração dos homens e das mulheres da Terra, para poder retornar em totalidade, sem encontrar impedimentos nem fronteiras, para que Ele possa chegar com toda a Sua Consciência, e não periodicamente.

Que a Lei da Justiça possa permitir, pela intervenção da Lei da Divina Misericórdia, a salvação dos seres mais perdidos, esquecidos e distraídos desta humanidade.

Por isso seguirei adiante, aproveitarei estes últimos tempos, estas últimas aparições, nas quais Deus Me autorizou a fazer o possível e o impossível para que as consciências não se percam e, sobretudo, por aqueles que estavam com Cristo e agora não estão, para que não percam suas almas para sempre no fogo da ilusão, no fogo da perdição e do inferno desta consciência planetária.

Porque Eu devo justificar, um a um, os tesouros do Meu Filho ante a presença do Pai Celestial. Não se pode perder nem desperdiçar esses tesouros, porque são grandes relíquias internas que o Meu Filho depositou nos seus corações e almas, relíquias que vêm do Universo imaterial e que lhes permitirá realizar, neste tempo agudo da Terra, o que Deus necessita no ciclo que chegará.

É momento de tomar consciência, filhos Meus. É o que o Meu Filho Me pediu, é o que Ele Me implorou: que sejam responsáveis, que assumam com maior amplitude e conhecimento o que significa trabalhar para a Mãe de Deus e cumprir as promessas de Cristo na Terra. Porque a Lei da Justiça não se deterá quando chorarem, quando se lamentarem ou pedirem, porque o tempo terá terminado.

Essa é a verdade que hoje quero trazer ao mundo. Por isso, para que os corações possam gerar mais méritos no pouco tempo que resta, não só devem amar a si mesmos, perdoar-se e reconciliar-se com Deus e liberar-se das amarras e das cadeias da vida, mas devem amar-se entre vocês cada vez mais, com um amor maior, com este amor que Eu lhes trago do Céu, para que as suas consciências cresçam na caridade e no bem, para que a soberba, a indiferença e a omissão sejam dissolvidas dos seus seres para sempre.

Os próximos tempos que chegarão serão muito importantes. As próximas peregrinações que se realizarão, oficiais ou não, também serão importantes, porque em tudo a Hierarquia estará trabalhando amplamente como nunca o fez, e usará todo o tempo possível e toda a Sua consciência para alcançar as metas que faltam e realizar os projetos que faltam neste ciclo que é muito curto, pois há pouco tempo.

Cada vez que vierem a Mim novos filhos para consagrar-se, que queiram ingressar no Meu Coração, mesmo que já o estejam, que tenham presente o compromisso que assumem, que é um compromisso espiritual, anímico e interno com o próprio Deus, além de sua Mãe Celeste, que os ama, cuida e protege para que sempre aprendam a caminhar em Cristo.

Essa deveria ser a consciência de todos os Filhos de Maria, consciência de responsabilidade, compromisso e fidelidade, além da sua Mãe Celeste, com a própria Fonte imaterial de Deus, que emite os Seus últimos impulsos de Graça, Misericórdia e redenção para as almas.

Com essa consciência, hoje chamo aqui os que se consagrarão, para que aos pés da sua Mãe Celeste, da mesma forma que a sua Mãe Celeste está aos Pés do seu Pai Celestial, realizem sua oferta sincera e verdadeira para que esse compromisso se realize e se manifeste neste tempo crucial.

Escutando o hino da sua consagração, prepararemos este momento de benção e de graça, em que a luz das suas almas poderá emergir e espelhar a flor dos seus corações e, assim, realizar a oferta tão merecida e tão esperada por Deus.

Que a entrega que hoje realizarão seja uma entrega pela humanidade e o planeta, pelos que estão perdidos. Este será o motivo principal da sua consagração: orar pelos que estão perdidos, pelos incrédulos, pelos ateus, pelos que não vivem nem buscam a vida espiritual divina.

Coloquem em suas orações todos esses Meus filhos, para que Deus possa contemplá-los algum dia, e para que mais e mais almas deste planeta, através das suas orações e ofertas, serviços e sacrifícios, entregas incondicionais e amorosas, possam ser salvas e consideradas no próximo projeto da nova humanidade.

Para o novo ano que chega, será o Cristo interno de cada ser que deverá governar e dirigir as suas vidas, para que as suas almas, que sofreram as consequências de outros tempos, possam também alcançar a cura que esperam e a reconciliação com Deus. Não temam a Justiça, temam não buscar a Divina Misericórdia.

Que dos seus corações, almas e espíritos, sempre brote o impulso da devoção, da oração e do amor a Deus, para que mais consciências, povos, culturas e nações sejam curados pela Misericórdia infinita de Deus.

E assim, com a oferta de todos os Filhos de Maria, ainda se mantenha aberta a porta das Graças, das Misericórdias da Mãe de Deus. Amém.

Os filhos que se consagrarão coloquem suas mãos em sinal de recepção e recebam da sua Mãe Celeste a benção da Luz Divina, para que possam curar-se e sanar internamente, e assim renovar as suas vidas na infinita Misericórdia de Deus.

Agora, levem suas mãos ao coração e digam-me:

"Mãe, eu Te aceito, eu Te reconheço, eu Te amo e eu Te vivo, para que se cumpra, através de Ti e através de mim, a Santa Vontade de Deus.

Que a Luz poderosa do Reino dos Céus governe a minha alma.

Que a Luz poderosa do Reino dos Céus me impulsione a servir.

Que a Luz poderosa do Reino dos Céus abra os caminhos da minha vida para que eu possa reconhecer no próximo tempo o Retorno de Cristo.

Que assim seja.

Amém."

E hoje lhes entregarei todas estas rosas abençoadas, como entreguei a muitos filhos Meus que, na fé, na simplicidade e no amor, responderam a Deus.

Que  esta flor que hoje lhes entrego seja o símbolo, para vocês, do amor e da beleza da Mãe de Deus para com os seus corações, e para que sempre recordem que Eu sempre estarei aí, ainda que deixe de vir algum dia.

E agora, os Filhos de Maria que se consagraram receberão a flor da Mãe de Deus.

E para fundir, concretizar e realizar a oferta das suas almas para com a Mãe Celestial, escutaremos a Ave Maria de Gomez, afirmando e confirmando a nossa consagração interior.

Do Céu e do esplendor de todo o Universo, abençoo as almas do mundo, todos os que estão reunidos em família, fortalecendo a unidade do projeto de Deus, em seus lares e nas comunidades, para que se possa cumprir o que Deus tanto espera.

Que esta bênção os renove e os impulsione a enfrentar com coragem e valentia o próximo ano, sabendo que a Minha mão sempre estará estendida para segurá-los forte e levá-los a Jesus.

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

Agradeço-lhes por responderem ao Meu chamado e lembrem-se de orar pelas almas perdidas.

Agradeço-lhes.