MENSAGEM DIÁRIA DE MARIA, ROSA DA PAZ, TRANSMITIDA NA CIDADE DE FÁTIMA, PORTUGAL, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN DE JESÚS

Além dos Universos - Parte II

Dentro do espaço-tempo encontramos várias realidades, segundo contemplamos a imensidão do Universo.

Sabemos que o Universo não é só físico, mas também interno e espiritual.

Sabemos que, além do físico, existe um Princípio que ainda não chegou ao seu fim, porque esse Princípio está evoluindo e desenvolvendo-se.

Em toda esta existência do Universo Material, Interno e Espiritual está Deus, que é o grande Gestor da Criação dentro dos sistemas de vida que conhecemos, ou seja, da vida material, mental e espiritual. 

Deus está presente e manifestado em tudo o que foi criado. Dependemos d'Ele para poder viver, verdadeiramente, o Princípio que nos criou. 

Ainda que haja criaturas não crentes, e por mais que isso aconteça na maioria dos casos, em algum lugar delas, Deus, como Pai e Morador da vida do espírito, está à grande espera de que Seus filhos se tornem conscientes de que a vida não é só material, que não apenas nascemos, crescemos e morremos. 

O próprio Universo Criador, que é Deus expressado em uma infinidade de Nomes e de manifestações cósmicas, espera que, em Seu Amor Superior,  Seus filhos reconheçam algum dia que vieram à vida por um Propósito. 

No Universo Material, ou o chamado vasto Cosmos, encontramos infinitas formas para poder compreender a Existência de Deus em todos os espaços e planos de consciência. 

Porém Deus, em Sua mais pura inteligência, guardou-Se e Se protegeu em um lugar onde toda criatura poderia encontrá-Lo, além de tudo o que é externo.

O Pai Eterno, em Sua grande Humildade, colocou-Se dentro de cada criatura para que Seus filhos pudessem aprender a encontrá-Lo e a senti-Lo bem próximo.

Se o Pai Celestial está dentro de nós, é porque dentro de cada alma existe um universo criado por Deus, tão semelhante ao Universo que podemos conhecer.

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Sintam em seus corações a angústia do Coração de Deus, não pela purificação das nações, mas pela indiferença dos homens diante de um tempo de transição, momento no qual os corações deveriam estar despertos, conscientes e dispostos ao Amor.

Muitos acreditam que não são indiferentes diante da situação do planeta, porque sentem fazer minimamente a própria parte, mas nestes tempos definitivos, filhos, ser indiferente é viver e sentir a vida como sempre, como se a transição e a definição da Terra fossem algo para o futuro, para outros, para os que hoje são pequenas crianças e que em sua vida adulta viverão a transição do planeta.

Ser indiferente neste tempo é não querer ver que a purificação do planeta já começou, que está sobre a Terra e sobre a consciência humana, esta que, aos poucos, é absorvida pelo caos sem perceber.

Ser indiferente é dar-se permissões de não cumprir e não viver aquilo que já sabem que lhes corresponde.

Ser indiferente neste tempo é permitir que a própria consciência saia da Lei da Hierarquia, da Lei do Amor e da Unidade e da Lei da Obediência, pensando que transgredi-las não lhes fará nenhum mal.

Ser indiferente neste tempo é não se vigiar rigorosamente, para não deixar que a própria consciência adentre na impulsividade humana e caia nas mesmas provas de sempre, como se isso fosse algo natural.

Ser indiferente neste tempo é receber todos os dias as palavras e instruções divinas e não as escutar com atenção, não meditar nelas e não saber que, em tempos de emergência, Deus mesmo os instrui com detalhes e precisão, para que não se percam do caminho.

Ser indiferente neste tempo, filhos, é não querer ver que esta batalha não é humana ou social, mas sim espiritual e definitiva, uma batalha que começou no Universo e que, neste momento, vem para definir o destino da Criação Divina.

Escutem Minhas palavras e extirpem de seus corações a própria indiferença.

Têm a Minha bênção para isso.

Seu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMàLUCÍA DE JESÚS

Ocupa tua mente, teu coração e tua alma com a vivência das Leis Superiores, as que manifestam todas as coisas nas diferentes dimensões criadas.

Se te concentras na Origem, na Raiz de tudo o que foi criado, não é necessário que temas ou que tenhas receios em tua vida na Terra.

Aquele que vive dentro das Leis Universais, em harmonia e comunhão, atrai para si apenas fatos que correspondem à manifestação dessas Leis. Mas, a partir do momento em que a consciência as transgrida, ele sai de seu fluxo e de sua proteção e está sujeito a todas as consequências comuns das ações humanas.

Quando te falo das Leis Universais, falo da Lei do Amor, da Fraternidade, da Obediência, da Compaixão; falo das vibrações que organizam os diferentes Raios do Criador e permitem a manifestação do Plano Divino.

Quando estás aderido a estas Leis –que, para muitos, são simples e raras virtudes na humanidade–, dás ao Criador um sinal vivo de que és parte de Seu Plano e que estás disposto a te deixar transformar e guiar, para que Ele te molde, tal como molda toda a Sua Criação, para manifestar nela a Sua Perfeição e Verdade.

Quando buscas viver sob as Leis Universais, filho, elas são as que primeiro se manifestam em tua vida: estarás além das leis naturais da existência humana e o Criador poderá operar em ti o que, para os homens comuns, será como verdadeiros milagres.

Não precisarás temer ou preocupar tua consciência com o futuro, porque aquele que vive nas Leis Universais está amparado e protegido por elas. Por isso, antes de tu temeres, receares ou te preocupares, vive nas Leis Universais e atrai para ti o que a elas corresponde. Entenderás, assim, o que o Criador deseja para todas as Suas criaturas e saberás que Seus Dons e Suas Dádivas estão disponíveis para todos, basta que os corações se abram e os busquem.

Teu Pai e Amigo, Este que te ensina a buscar as Leis Superiores,

São José Castíssimo

Quem somos?

Associação Maria
Associação religiosa cristã e ecumênica que tem por finalidade difundir a mensagem universal de amor e de paz que Cristo Jesus, a Virgem Maria e São José transmitem aos monges da Ordem Graça Misericórdia, estimulando o crescimento espiritual através da oração e do serviço altruísta.

Contato

Mensageiros Divinos