MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Sintam em seus corações a angústia do Coração de Deus, não pela purificação das nações, mas pela indiferença dos homens diante de um tempo de transição, momento no qual os corações deveriam estar despertos, conscientes e dispostos ao Amor.

Muitos acreditam que não são indiferentes diante da situação do planeta, porque sentem fazer minimamente a própria parte, mas nestes tempos definitivos, filhos, ser indiferente é viver e sentir a vida como sempre, como se a transição e a definição da Terra fossem algo para o futuro, para outros, para os que hoje são pequenas crianças e que em sua vida adulta viverão a transição do planeta.

Ser indiferente neste tempo é não querer ver que a purificação do planeta já começou, que está sobre a Terra e sobre a consciência humana, esta que, aos poucos, é absorvida pelo caos sem perceber.

Ser indiferente é dar-se permissões de não cumprir e não viver aquilo que já sabem que lhes corresponde.

Ser indiferente neste tempo é permitir que a própria consciência saia da Lei da Hierarquia, da Lei do Amor e da Unidade e da Lei da Obediência, pensando que transgredi-las não lhes fará nenhum mal.

Ser indiferente neste tempo é não se vigiar rigorosamente, para não deixar que a própria consciência adentre na impulsividade humana e caia nas mesmas provas de sempre, como se isso fosse algo natural.

Ser indiferente neste tempo é receber todos os dias as palavras e instruções divinas e não as escutar com atenção, não meditar nelas e não saber que, em tempos de emergência, Deus mesmo os instrui com detalhes e precisão, para que não se percam do caminho.

Ser indiferente neste tempo, filhos, é não querer ver que esta batalha não é humana ou social, mas sim espiritual e definitiva, uma batalha que começou no Universo e que, neste momento, vem para definir o destino da Criação Divina.

Escutem Minhas palavras e extirpem de seus corações a própria indiferença.

Têm a Minha bênção para isso.

Seu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMàLUCÍA DE JESÚS

Ocupa tua mente, teu coração e tua alma com a vivência das Leis Superiores, as que manifestam todas as coisas nas diferentes dimensões criadas.

Se te concentras na Origem, na Raiz de tudo o que foi criado, não é necessário que temas ou que tenhas receios em tua vida na Terra.

Aquele que vive dentro das Leis Universais, em harmonia e comunhão, atrai para si apenas fatos que correspondem à manifestação dessas Leis. Mas, a partir do momento em que a consciência as transgrida, ele sai de seu fluxo e de sua proteção e está sujeito a todas as consequências comuns das ações humanas.

Quando te falo das Leis Universais, falo da Lei do Amor, da Fraternidade, da Obediência, da Compaixão; falo das vibrações que organizam os diferentes Raios do Criador e permitem a manifestação do Plano Divino.

Quando estás aderido a estas Leis –que, para muitos, são simples e raras virtudes na humanidade–, dás ao Criador um sinal vivo de que és parte de Seu Plano e que estás disposto a te deixar transformar e guiar, para que Ele te molde, tal como molda toda a Sua Criação, para manifestar nela a Sua Perfeição e Verdade.

Quando buscas viver sob as Leis Universais, filho, elas são as que primeiro se manifestam em tua vida: estarás além das leis naturais da existência humana e o Criador poderá operar em ti o que, para os homens comuns, será como verdadeiros milagres.

Não precisarás temer ou preocupar tua consciência com o futuro, porque aquele que vive nas Leis Universais está amparado e protegido por elas. Por isso, antes de tu temeres, receares ou te preocupares, vive nas Leis Universais e atrai para ti o que a elas corresponde. Entenderás, assim, o que o Criador deseja para todas as Suas criaturas e saberás que Seus Dons e Suas Dádivas estão disponíveis para todos, basta que os corações se abram e os busquem.

Teu Pai e Amigo, Este que te ensina a buscar as Leis Superiores,

São José Castíssimo

Quem somos?

Associação Maria
Fundada em dezembro de 2012, a pedido da Virgem Maria, a Associação Maria, Mãe da Divina Concepção é uma associação religiosa, sem vínculos com nenhuma religião instituída, de caráter filosófico-espiritual, ecumênico, humanitário, beneficente, cultural, que ampara todas as atividades indicadas através da Instrução transmitida por Cristo Jesus, pela Virgem Maria e por São José. Ler mais

Contato

Mensageiros Divinos