MENSAGEM DIÁRIA DE MARIA, ROSA DA PAZ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN

Não querer a vontade própria e amar a Vontade Divina

Esta raça, no princípio, foi desenhada por Deus para obedecer e seguir um único Propósito. Mas, desde que Meu adversário, na antiguidade, despertou a tentação e o livre arbítrio no homem de superfície, o Projeto original desvirtuou-se, saindo do caminho da Vontade Divina.

Foi aí que ingressou na consciência primitiva da humanidade a dualidade, a livre escolha e a desobediência a todas as Leis superiores que regeriam, tempos depois, a humanidade, até que ela fosse uma humanidade sagrada.

Desde o momento em que Adão e Eva foram tentados no Éden a decidirem sobre sua própria vida e, assim, se separarem da Mão do Criador, ingressou na essência do ser humano o que chamamos vontade própria.

Essa vontade, carente de princípios espirituais e impregnada de códigos de corruptibilidade, foi a ação que desviou do caminho a nova humanidade. No princípio de tudo, a primeira raça era o sábio Projeto de uma nova humanidade para a superfície.

Do momento em que o primeiro Adão decidiu sobreviver no planeta transgredindo as Leis naturais e, por outro lado, Eva despertou os primeiros indícios dos pecados capitais, Meu adversário conseguiu aquilo a que tanto aspirava: fazer desta humanidade uma humanidade inerte e sem consciência de si.

Depois de passadas tantas eras, chegou o momento culminante, quando, em uma primeira etapa, se daria fim à decadência da humanidade através da aparição de Cristo no mundo, como o Filho Primogênito de Deus, encarnado para resgatar a essência deste pensado projeto humano.

Mais tarde, quando Cristo estava presente, toda a raça, que já se encontrava no abismo de sua perdição, foi desviada do seu próprio inferno através da Paixão de Jesus.

A vinda do Messias de Israel foi delicadamente preparada pelos Pais Criadores, pelos Santos Arcanjos. Cada um aportou e gestou no ventre puríssimo da Virgem Mãe as células luminosas da transubstanciação e da redenção, Leis superiores que posteriormente permitiriam liberar do mal a humanidade.

A partir do momento em que Adão e Eva ativaram em si a vontade própria, espontaneamente, a genética espiritual humana ficou afetada até o dia de hoje por essa energia de poder terrestre, de apropriação e de domínio de todas as coisas.

MENSAGEM DIÁRIA DE CRISTO JESUS GLORIFICADO, TRANSMITIDA EM REDWOOD, CALIFÓRNIA, ESTADOS UNIDOS, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN DE JESÚS

Série: As árvores Sequoias – Parte  IV

As grandes do reino vegetal guardam em sua composição e genética algo que é de vital importância para o restante dos reinos, inclusive para o reino humano.

As árvores sequoias são formadas e criadas pela matriz da Vida. Isso significa que, dentro de todos os reinos existentes, as árvores sequoias foram as que mais puderam expressar esse código, que provém da ciência de crescer, de expressar-se e de servir.

Nesse sentido, isso é o que o ser humano tem que recordar cada vez que estiver diante de um elemento do reino vegetal. Saber que esse reino foi capaz de demonstrar que o código genético da Vida Criadora tem a possibilidade de autorregenerar-se e de  autocurar-se através de todo conhecimento científico e alquímico que o reino vegetal expressa.

Por isso, é o reino mais sutil entre todos os reinos e, ao mesmo tempo, o mais doado aos demais reinos, revelando o potencial de suas propriedades curativas nos níveis cósmico, espiritual, mental e material.

No reino vegetal se encontra uma ciência, ainda desconhecida pelo homem, que seria capaz de resolver e de atender a todas as doenças humanas.

A ausência de cuidado, de proteção e de respeito, por parte do ser humano, faz que o reino vegetal não possa revelar as suas propriedades curativas.

Agradeço-lhes por guardarem Minhas palavras no coração!

Abençoa-os,

Seu Mestre e Senhor, Cristo Jesus

 

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS​

Nestes tempos do planeta, vocês devem estar muito vigilantes consigo mesmos, com tudo o que pensam e sentem e para onde vocês permitem que os leve a imaginação, porque as pequenas permissões que derem a si mesmos e as pequenas brechas que permitirem que se abram em suas fortalezas espirituais se tor­narão o motivo da ruptura de uma construção edificada com muito esforço e árduo trabalho interior.

Muito lhes custará construir uma fortaleza interior, alcan­çar a consolidação de uma virtude ou conseguir transformar um aspecto arraigado do ser, porque as forças planetárias já alcançaram certo reinado dentro das células humanas, dentro do código genético da maioria dos seres. Então, todas as suas tendências os levarão a sucumbir à vida comum e às energias capitais. Por isso, um leve pensamento ou uma aparente ino­cente imaginação poderão levá-los a se perder nos labirintos sem fim das energias mundanas destes tempos.

É por essa razão, Meus amados, que devem estar muito vigi­lantes consigo mesmos. Deem prioridade à vida de oração, que pouco a pouco os fortalecerá e permitirá que ingressem novos códigos em suas células, códigos que os deixarão mais forta­lecidos diante de determinadas influências do caos e do mal.

Enquanto não conhecem a si mesmos e não desenvolvem as próprias potencialidades espirituais, a oração será o maior ins­trumento de amadurecimento e expansão do espírito. Por isso, orem e não permitam que a mente divague nem que viva, nos planos mentais e astrais de consciência, aquelas coisas que vocês já se propuseram a não viver.

Orem, orem muito, porque necessitarão estar cada vez mais firmes nos tempos que chegarão.

Eu os amo e os conduzo com pequenas chaves, porém muito valiosas, quando usadas com o coração.

São José Castíssimo

 

Quem somos?

Associação Maria
Associação religiosa cristã e ecumênica que tem por finalidade difundir a mensagem universal de amor e de paz que Cristo Jesus, a Virgem Maria e São José transmitem aos monges da Ordem Graça Misericórdia, estimulando o crescimento espiritual através da oração e do serviço altruísta.

Contato

Mensageiros Divinos