MENSAGEM DIÁRIA DE CRISTO JESUS GLORIFICADO, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, PAYSANDÚ, URUGUAI, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN DE JESÚS

Minha Obra de Misericórdia nos planos internos será realizada através de poucas almas.

Essas almas boas serão o cortejo que estará diante das portas do Céu. Ali posicionadas e colocadas com determinação e amor, cumprirão tudo que o Salvador e Redentor disser e pedir.

Através dessas almas, saciarei muitas outras que, por si mesmas e neste tempo, não conseguem cumprir com determinação o que necessito.

Por isso Minha Obra de Misericórdia será ainda um mistério divino, uma realidade que se mostrará aos corações puros de intenção. Neles, voltarei a erguer a Minha Igreja Celestial e por eles darei todo o Meu Ser, assim como o dei no alto da Cruz, sem exceções nem limites.

Da mesma forma, esse cortejo de almas agradará o Meu Coração, por todas as ofensas, ingratidões, indiferenças que o mundo Me causa e, especialmente, as almas que estão dentro da Minha Obra redentora.

Aplacarei a angústia do Pai Eterno com a bondade e a Misericórdia que as almas decididas oferecerem ao seu Redentor.

Eu entregarei dons inexplicáveis e poderes internos para que essas almas, apesar dos desertos destes tempos e de tudo que elas verão ao seu redor, não percam a fé e a convicção de cumprir o Meu Plano, porque a Obra se cumprirá com os que serão consequentes Comigo até o fim dos tempos.

Agradeço-lhes por guardarem Minhas Palavras no Coração!

Abençoa-os,

Seu Mestre e Senhor, Cristo Jesus

 

 

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Uma alma que dizia não crer em Deus nem na vida espiritual encontrava-se em um grande vazio interior e, diante de suas angústias mais profundas, olhou para o céu e disse: − “O que há depois da morte? Nova vida? De onde e por que surgiu a vida? Tu, a quem chamam Deus, verdadeiramente existes? Onde estás? Por que não Te fazes visível a estes que se dizem Teus filhos?”

E o Senhor, contemplando essa alma com grande compaixão,  respondeu-lhe: − “De Mim surgiu a vida, uma vida ampla, profunda, complexa e muito antiga, anterior à existência deste mundo, anterior à existência da mente humana e do tempo dos homens, em um espaço aonde a ciência não chega, a mente não explica e sequer os patriarcas e os profetas puderam compreender, por um motivo que se guarda em Meu Coração e que não se compreende, mas apenas se ama e se vive. 

Não criei a vida por um motivo, mas por um Amor. Por isso, não se chega a Mim por uma resposta, mas por um viver profundo do mesmo princípio e dom que Me fizeram manifestar todas as coisas. Esse mistério se encontra em teu pequeno coração.

Alma amada, quando abraçares com humildade a cura de tuas feridas mais profundas, saberás que Eu Sou Deus.

Quando te deixares amar por um Amor que não é deste mundo, mas que provém do Infinito, saberás que Eu Sou Deus.

Quando o saber de tua pequenez e fragilidade for maior que a ilusão de teu orgulho, maturidade e vaidade, saberás que Eu Sou Deus. 

Quando colocares a fronte sobre o chão e renderes tua mente mortal por um Amor eterno, saberás que Eu Sou Deus.

Quando, no vazio de tua consciência e na solidão de teu coração, tu te arriscares a olhar para dentro e descobrir que Eu estou em ti, saberás que Eu Sou Deus e estou em tudo.

Em teu interior aguardo em silêncio, e em teu silêncio poderei falar-te ao coração. Conhecerás o Meu Amor infinito e, através dele, saberás o que chamas de motivos pelos quais tudo foi criado. O que para ti é um motivo, para Mim é um Propósito. Não há um motivo para a vida, mas há um Propósito superior: o de renovar o Meu Amor e retornar a Mim.”

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Fica aos pés da Cruz do Redentor, para que compreendas onde começou a ser selada a Aliança entre o teu coração e o Coração de Cristo.

Fica aos pés da Cruz do Redentor, para que ali recordes o Seu chamado e saibas porque hoje Ele volta a te chamar no profundo de teu coração.

Fica aos pés da Cruz do Redentor, onde não há honra, senão aquela escondida em Seu Sangue; onde não há glória, senão aquela que se guarda no mistério de Seu Sacrifício.

E é assim, filho Meu, aos pés da Cruz, que começarás a compreender a Vontade de Deus para ti. Ele te quer ali, sempre em adoração ao Seu Coração, sempre unido ao Seu Sacrifício e imitando os Seus passos.

Ele te quer ali, onde tu desapareces e Ele resplandece; onde a glória do mundo se desvanece e dá espaço à Glória de Deus; onde as ânsias pela honra dissolvem-se na única necessidade de justificar Seu Sangue com a renovação do amor em tua própria vida.

Fica aos pés da Cruz do Redentor, e todas as tuas perguntas serão respondidas. Saberás que o medo da cruz é em verdade o medo de entregar-te com loucura, de perder este mundo para ganhar o Infinito, de deixar de ser um para ser Todo.

Fica aos pés da Cruz do Redentor, porque já chegou o tempo de retomar com plenitude o que Ele começou no Calvário.

Tens a Minha bênção para isso.

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

A quaresma é um momento, filhos, para voltar a conhecer a Cristo, para reconhecê-Lo com um novo olhar, um olhar sem véus e sem temores, para que saibam quem Ele é e quem são vocês diante d'Ele, o que são chamados a viver ao estar diante do Filho de Deus.

Muitos são os que caminham ao lado de Cristo, comem de Seu Corpo, bebem de Seu Sangue, participam de Seus prodígios e escutam as Suas Palavras; mas poucos são os que olham para o Senhor sem véus diante de seus olhos, sem muros diante de seus corações, e sabem quem Ele é, e descobrem também a si mesmos, diante d'Ele. 

Mas a quaresma é esse momento, porque nela o Senhor lhes diz: “Eu Sou o que Sou, Eu Sou Aquele que É; Um com Deus, o próprio Deus feito Homem e Espírito”.

E, ao escutarem essa revelação do Filho de Deus, seus olhos abrem-se para que possam não apenas reconhecê-Lo, mas também reconhecer a si mesmos.

A quaresma é um momento de definir-se a buscar a Cristo e viver a revelação de Sua Presença; deixar-se inundar por Seus mistérios e transformar-se por Seu Amor. Ou então, filhos, vê-Lo passar e fazer prodígios, ver como se transformam os corações ao escutá-Lo e, ainda assim, permanecerem cegos e surdos diante d'Ele.

Escolham a vida, a vida em Cristo, a vida na Verdade, a vida na liberdade de si mesmos. Escolham o desvanecimento do pó. 

Não se aferrem a si mesmos, às suas virtudes e destrezas, às suas convicções e conhecimentos, às suas mentes e crenças. Aferrem-se a Cristo, à Sua Verdade Celestial, à Sua Presença, à Sua Vida. 

Este é o sentido da quaresma: preparar-se e definir-se em Cristo.

Têm a Minha bênção para isso.

São José Castíssimo

Quem somos?

Associação Maria
Associação religiosa cristã e ecumênica que tem por finalidade difundir a mensagem universal de amor e de paz que Cristo Jesus, a Virgem Maria e São José transmitem aos monges da Ordem Graça Misericórdia, estimulando o crescimento espiritual através da oração e do serviço altruísta.

Contato

Mensageiros Divinos