MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Assim como o Meu Coração apenas terminou de acreditar na vinda do Messias quando O tive em Meus braços, assim como os apóstolos e discípulos de Jesus acreditaram verdadeiramente que Ele é o Cristo apenas ao vê-Lo ressuscitado, assim também, filhos, muitos de vocês apenas vão compreender do que fazem parte quando os Céus se abrirem diante de seus olhos e, em meio ao caos do mundo, a Glória do Reino se manifestar através do Filho de Deus.

A humanidade fez da vida espiritual o extraordinário e da vida material a realidade, perdendo-se do propósito de sua existência, que é a unidade perfeita com o Criador, um relacionamento tão profundo e verdadeiro com Deus que sequer os anjos podem viver.

Para isso foram criados, filhos, mas sua mente se fortaleceu mais que sua fé, e o potencial de amar permaneceu escondido nos espaços mais profundos da consciência. 

Porém, digo-lhes que quando Deus tem um Propósito e um Plano para os Seus filhos, ele se manifesta além de suas crenças, de seus enganos e de suas aparentes limitações, assim como o foi ao longo dos séculos.

O Criador não esperou pela fé nos corações dos homens para então revelar Sua grandeza. Ele Se revelou em meio a corações que pareciam estar cegos, e com Sua Luz lhes devolveu a visão. Ele Se revelou a corações ignorantes, porém que tinham o compromisso de manifestar Seu Plano.

E isso não mudou. As almas ainda necessitam ser despertas e, por mais que a Voz de Deus ressoe entre vocês, como ressoou através de Seu Filho, apenas poderão despertar, em verdade, ao vê-Lo face a face, cumprindo com Suas promessas, fazendo vivas as profecias que unirão e despertarão povos, culturas, crenças e raças, porque é o próprio coração humano que despertará, é a essência humana que pulsará, reconhecendo a Presença de Deus em Seu Filho. E essa essência, filhos, não tem raça, credo, cultura ou religião.

O que os homens e as mulheres do mundo sentirão em seu interior nada poderá calar, e nem mesmo suas convicções mais profundas poderão deter o que sentirão por dentro. Tudo se derrubará: os conceitos, as ciências, as crenças e até a fé. Tudo cobrará um novo sentido, uma nova vida, um novo valor.

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Desde a Sua crucifixão, e pela eternidade, do Coração de Cristo brotam Sangue e Água, gotejando pouco a pouco sobre o mundo e sobre a Criação. Sempre que oram à Sua Divina Misericórdia, sempre que vivem sob essa Lei, sendo misericordiosos, essas gotas de Sangue e Água tocam as almas, lavam seus olhos para que possam ver um novo caminho, e lavam seu coração para que possam ser dignos de caminhar sobre ele. 

Nestes tempos, filhos, precisam aprender a contemplar e amar os sinais de sua salvação, como o são o Sangue e a Água que brotam do Coração de Cristo. 

Para manter-se com o coração em equilíbrio, crescendo na vida espiritual, com fundamentos verdadeiros, não basta viver dos próprios esforços e conhecimentos ou de toda a Graça recebida; também precisam experimentar a rendição e o amor que a contemplação do sacrifício de Cristo os conduz a viver.

Há um poder único no Sangue de Cristo: poder de restaurar, curar e redimir o que é impossível. O Sangue de Cristo é a base para toda redenção, é o sentido da espiritualidade neste mundo, é o segredo para a santidade, a porta para a rendição, a revelação dos mistérios de Amor mais profundos de toda a Criação. E, para adentrar esse mistério, basta que clamem sinceramente por Misericórdia, que contemplem espiritualmente a Cruz de Cristo, sempre alçada aos níveis internos da consciência humana, e, revivendo Sua Paixão repetidas vezes, reencontrem o sentido de suas vidas.

Contemplando o Sangue de Cristo, encontrarão os Dons de Seu Espírito, a unidade de um Deus Trino, que Se entrega por amor a cada instante; reviverão a humildade de saber-se pequeno diante de um amor imenso e, ao mesmo tempo, a Graça de saber-se chamado a imitá-lo. 

Orem pela Misericórdia e vivam as bases de toda espiritualidade verdadeira. No Sangue de Cristo está a base para toda a vida religiosa. Orem uns pelos outros, contemplando o Sangue de Cristo, e, sobretudo, rendam-se aos pés da Sua Cruz e compreenderão o que lhes digo.

Têm a Minha bênção para isso. 

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Quando a natureza se agita, entra em oração e busca a unidade com o Espírito mais profundo da Terra, Espírito de Deus, silencioso, que impregna a vida e sustenta o planeta. 

Encontra em seu silêncio a paz, apesar de todos os ruídos dos elementos na superfície do mundo. Deixa rugir o vento e os mares, bravejar o fogo e mover-se a terra. Que teu coração esteja sempre no coração do planeta, em oração, servindo pelo equilíbrio e pela paz.

Aprende a observar e escutar a natureza, aprende a ver os seus sinais nos elementos e saber que quando ela se agita é porque o seu Espírito profundo necessita de paz.

Tudo na Criação é vida. Cada alma e cada espírito são partes de um Deus Único. Do coração do homem ao profundo dos Reinos da Natureza, tudo provém de Deus e encontra n'Ele a unidade.

Por isso, filho, sente-te parte da natureza, sente que tua oração lhe acalma, que teu amor lhe traz paz e que, quando tu estás em Deus, toda a vida pode ali estar, na Presença eterna do Criador. 

Por isso, ora pela vida, pelo equilíbrio e pela paz em tudo o que é vida.

Tens a Minha bênção para isso.

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Aprende, filho, a lidar com as dores e os temores que provêm de tua alma, essa alma antiga, que já percorreu tantas etapas da vida e que agora se vê diante do desconhecido, lugar onde suas seguranças e crenças mais profundas parecem desaparecer, lugar onde o deserto se vê tão amplo e a sequidão toma o lugar da fé.

Aprende a sentir as dores e os medos que provêm de tua alma e que se manifestam em teu coração como sentimentos tão intensos e profundos, cujas raízes não sabes de onde provêm. Em tua alma estão essas raízes. 

Então, fala com essa pequena alma e diz-lhe: “Confia no Senhor, alma amada. Em ti se encontra a fortaleza para cruzar desertos e provações. Em ti o Senhor construiu a base sobre a rocha para que, apesar dos ventos destes tempos, não vejas teu castelo interior ruir.”

Ora, filho, com tua própria alma, conversa com os núcleos mais profundos de teu ser e, ao mesmo tempo em que buscas a unidade com Deus, busca também a unidade contigo mesmo.

Compreender-se e abrir-se a descortinar o próprio interior para ver as próprias fraquezas e dores é algo que devem começar a viver, para que, no tempo que virá, sejam vocês pontes e luzes no mundo, capazes de ajudar os que virão cegos pelo caminho.

Por isso, ao sentir esses sentimentos profundos e ocultos, vai mais para dentro, fica de frente para tua alma e pergunta-lhe de onde vem a sua dor, de onde vem o seu temor. Ora com ela e pede a Graça de ser livre, de ver e curar as chagas mais ocultas da consciência, e não tenhas medo do que encontrarás dentro de ti, porque te espera o Curador e Redentor, o Dono de todo o perdão e Rei da Misericórdia, com os Braços abertos.

Mas se não O buscares, se sentes tuas dores e as escondes, como poderá teu Senhor tocar tuas feridas e fechá-las? Ou com um único olhar curar todo o teu ser?

Por isso, filho, não temas, mas, sim, ama. Ama a Deus, ama o próximo e ama também o que Deus aspira a manifestar em ti. Ama o sagrado que habita em teu interior, ama o Pensamento do Senhor para a tua vida e permite-te curar e retomar o teu propósito.

Tens a Minha bênção para isso.

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Onde houver um coração que ora sinceramente, ali estará Deus.

Onde houver um coração que sai de si mesmo para servir aos demais, ali estará Deus.

Onde houver um coração capaz de liberar-se de suas próprias vontades e aspirações para cumprir as Vontades e aspirações do Pai Celestial, ali estará Deus.

Onde houver um coração capaz de obedecer aos desígnios superiores e deixar de lado suas próprias crenças e formas de manifestar-se na vida, ali estará Deus.

Onde houver um coração que, apesar de suas imperfeições, ame sem condições o próximo e, sobretudo, o Criador, ali, filhos, viverá e habitará o Senhor, Se expressará e falará aos homens através de Seus filhos.

Busquem nas pequenas coisas a união com Deus; união esta que deve ser constante não apenas quando oram, mas também quando vivem sob Suas Leis e fazem da vida uma oração.

Deixem-se moldar e corrigir e não temam sofrer ou amar, mas temam, filhos, ser ignorantes e cegos diante das próprias misérias.

Vivam na Presença do Senhor, abrindo-Lhe espaço em suas vidas através do esquecimento de si e do amor ao próximo. Assim, será Ele mesmo, seu Senhor e Criador, que os transformará e moldará segundo a Sua Vontade, silenciosamente, através de cada situação de suas vidas.

Têm a Minha bênção para isso.

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Uma alma que aspirava a poder um dia viver a unidade com todos os seres e com Deus buscava em cada religião pontos que pudessem unir, no amor e no respeito, cada uma delas. E um dia, em oração, questionou o Senhor, dizendo: − “Senhor, Tu és o mesmo Deus para todas as religiões verdadeiras. És o mesmo que inspira os corações e as almas pelo caminho de retorno ao Teu Espírito de Amor. Diz-me, então, o que há em cada religião que nos une, que nos faz, a todos, Teus filhos?”

E o Senhor, com amor, respondeu-lhe: − “O que faz, alma pequena, com que sejam Meus filhos não são as religiões, mas a própria vida. O fato de existirem na vasta Criação faz de cada ser um filho de Deus, amado e predileto, criado por um propósito e com uma missão.

As religiões são impulsos que dei à humanidade, de tempos em tempos, para que as almas recordassem o caminho para a sua evolução, mas não apenas através delas enviei esses impulsos ao mundo; Eu o fiz também através da natureza, do silêncio, do serviço e, muitas vezes, através do sofrimento, porque alguns de Meus filhos escolheram esse caminho para despertar e perceber que não estavam compreendendo a vida da forma correta e que estavam perdendo o verdadeiro sentido de sua existência.

Através das religiões, enviei impulsos ao mundo que, à medida que os seres humanos cresciam e evoluíam mental, emocional e animicamente, puderam ser mais amplos, mais claros, mais diretos.

Através de Krishna, conduzi-os ao despertar de um grau de amor simples, amor pela vida, pelos elementos, pelas energias. Conduzi-os a uma percepção mais ampla da existência e comecei a criar um caminho de retorno ao Meu Coração. Porém, cada ser compreendeu a religião de uma forma diferente e a manifestou segundo as suas possibilidades, que muitas vezes não foram puras como os Meus impulsos.

Através de Buda, ensinei-lhes a unidade com o Todo, o amor compassivo e a paz. Ensinei Meus filhos a viverem em comunhão com o universo e a saírem das rodas constantes dos erros e das consequências. Já estavam prontos para compreender que são vocês mesmos os responsáveis pela própria vida e, através de suas escolhas, atraem para si os Raios e os impulsos que os elevam ou os corrigem, segundo o que escolhem viver.

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Uma alma que aspirava a conhecer a eternidade e o Paraíso e a cada dia buscava méritos para chegar a merecer um lugar no Céu, questionou o Senhor sobre qual seria o caminho para merecer estar a Seu lado, dizendo-Lhe: – "Senhor, a vida na Terra, apesar de sagrada, é-me pouco. Minha alma aspira ardentemente a estar Contigo no Paraíso de Tua eternidade. Diz-me então, Deus amado, como fazer para permanecer a Teu lado no Infinito?”

E, com profundo amor e sabedoria, o Senhor respondeu-lhe: – “Alma pequena, o que é para ti o Paraíso? Como pensas, em teu coração, que há vida em Meu Reino? Eu te criei para habitar em ti; dessa forma, quero fazer-te compreender que não precisas desejar estar no Céu para estar a Meu lado, mas descobre-Me em teu interior. Feliz e bem-aventurada é a alma que sabe encontrar na própria essência a unidade Comigo, aquela que não busca fora de si, mas sim dentro, no profundo do próprio interior.

Tantas são as almas que dizem querer estar Comigo, mas quantas são as almas que, em silêncio, detêm-se para encontrar-Me em sua própria essência?

Muitas são as almas que dizem preferir o Meu Reino ao mundo; mas quantas são as que deixam de lado, mesmo que por um instante, as coisas do mundo para buscar o Meu Reino no próprio coração e saber-se Reino?

Muitas são as almas instruídas em Meu Conhecimento, as que sabem de Minhas Palavras e dizem amá-las; mas quantas são as que, depois de serem instruídas sobre algo, não se detêm em conhecer e buscam uma experiência sobre o que aprenderam?

Alma pequena, o Meu Reino está em ti, assim como Eu também estou em ti, e o caminho para encontrar-Me é simplesmente buscando-Me de verdade, com sinceridade e com amor. Quando simplesmente te detiveres para encontrar-Me em ti, verás que Meus mistérios não estavam ocultos nas estrelas. Meu Paraíso não é apenas no Céu; ele está em teu interior.”

Que esse diálogo, filhos, inspire-os a buscar a Deus no próprio interior, e não apenas conhecer os Seus mistérios, mas também experimentá-los a cada dia.

Têm a Minha bênção para isso.

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Acalma teu coração e descansa na unidade com Deus.

Descansar, filho, no sentido de não alimentar batalhas com tua própria mente, que apenas abrem caminho para as dúvidas e as fraquezas, para os assédios e os desvios.

Descansa em Deus o teu coração, sabendo que neste tempo de caos, mais do que nunca, cada instante de tua vida é guiado e acompanhado pelo Criador.

Confia no Seu Amor insondável e misericordioso.

Confia no Seu Perdão e na Sua Cura.

Cada dia em que a humanidade, como raça, ingressa em dimensões e realidades de maior caos, teu coração deve estar mais em Deus, tua confiança, tua fé, tua vida em Suas Mãos, tua alma a Seu serviço, e assim não te perderás do caminho, ainda que na confusão do mundo.

És chamado a deixar-te guiar, humildemente.

És chamado a obedecer por amor.

És chamado a servir com todas as tuas forças e com todo o teu coração.

És chamado a curar-te de corpo, alma e espírito.

És chamado a soltar o velho homem e adentrar na vida eterna.

És chamado a descansar em Cristo e já não tentar controlar a vida e os acontecimentos, porque tua única certeza neste tempo deve ser o Amor de Deus por ti.

Tens a Minha bênção para isso.

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Cada dia mais, filho, busca imitar o vazio e o nada de teu Senhor. 

Deixa-te ser instrumento nas Mãos de Deus, e que não te importe ser elevado e aclamado, não te importe o sacrifício e o peso da cruz, a humilhação, a solidão ou o abandono. 

Deixa que tua consciência penetre na verdade de cada acontecimento. Enquanto serves, e teu serviço é elevado diante dos olhos dos homens, que teu coração esteja colocado na verdade de que tudo o que fazes é para a manifestação do Plano de Deus na Terra. 

E quando o Senhor te pedir para renunciar, ou te entregar provas e humilhações que forjam em teu ser a unidade com Ele e o vazio interior, deixa que tua consciência seja moldada segundo a Sua Vontade.

Sabe que tanto os grandes feitos como as grandes renúncias constroem com a mesma intensidade o Plano de Deus, assim como o teu Senhor, que começou a construir um vínculo com as almas nos montes, em meio a milagres, mas consolidou a Aliança entre os homens e Deus, vazio de si, na Cruz sobre o Calvário.

Aprofunda cada instante em tua entrega e no sentido da verdade de tua fé, para que sempre permaneças nessa verdade. 

A situação do planeta colocará em teu caminho muitas provas, incompreensões e desafios, mas teu coração deve estar no Cristo do Calvário, vazio com Ele, transitando a Paixão deste mundo para culminar como cálice pleno de Deus vertido sobre a Terra.     

Tens a Minha bênção para isso.

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Quando Deus mostra o Seu Coração aos homens, uma parte deles dissolve-se na unidade com o Divino. A essência desperta e começa a recordar; a alma expande-se e, de seu interior, os registros de amor mais antigos emergem e transmutam aquilo que estava obscuro em sua consciência.

Quando Deus mostra o Seu Coração aos homens, o mundo interior se estremece, a individualidade busca o seu sentido, e tudo que a humanidade sempre defendeu, enquanto expressão de cada ser separado do Todo, começa a se derrubar. As estruturas do engano começam a ruir, os véus da ilusão começam a se rasgar. O Reino de Deus expande-se de fora para dentro e, com o mesmo poder, revela-se de dentro para fora de todas as Suas criaturas.

Nada fica como está. 

As almas regozijam-se, as mentes não encontram explicação, os sentimentos perdem as suas bases humanas, porque não reconhecem as emoções que lhes causa a Presença inteira e perfeita de Deus, através de Seu Filho.

É o momento de revelação e desconstrução interior. 

É o momento de ser barro novo nas Mãos do Oleiro. 

É o momento de ser água transformada em vinho. 

É o momento de ser nada nas Mãos de seu Senhor.

Hoje, filhos, Deus mostra o Seu Coração aos homens. Permitam que essa revelação aconteça, que a transformação se realize e que a unidade se manifeste.

Têm a Minha bênção para isso.

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Eleva-te, filho Meu, para além das aparências, dos sentimentos, dos pensamentos e das sensações. 

Eleva-te para onde tua consciência pode expressar a verdade e a paz, a unidade com o Criador e com a vida. 

Eleva-te, em silêncio e em oração, para os mundos sutis, que não estão necessariamente sobre ti ou debaixo de ti, mas que podes ser tu mesmo a porta para ingressar nos Recintos Sagrados.

Elevar-se não é subir aos Céus, mas, sim, mudar de vibração, de dimensão, de pensamento e de sentimento, colocando a própria consciência na Verdade e no Tempo de Deus, e não na ilusão do tempo dos homens.

Elevar-se é poder sentir-se um com o próprio Criador, saber de Sua Presença em si mesmo e em todas as coisas e, através d'Ele, poder contemplar a maravilha da vida evolutiva que habita no planeta e além dele.

Elevar-se é simplesmente estar no que é real, filho. E, para fazer o que te digo, basta que tentes fazê-lo uma e outra vez, e que sintas a imperiosa necessidade de estar com a consciência colocada no lugar correto. 

Às vezes, para saltar para o que é real, os seres humanos precisam antes estar nos abismos mais profundos do desespero da ilusão, para que então sintam a urgente necessidade de estar no lugar correto, do Amor de Deus e de Sua Graça, do que é, enfim, real.

Mas não sempre, filho, isso deve acontecer. Já podes, por ti mesmo, perceber quão necessário é estar com a consciência no Amor, na Sabedoria e na Verdade Divina. 

Por isso, não busques o sofrimento. Busca o esforço, busca a rendição, busca o clamor, busca o silêncio, busca o serviço, busca a humildade, busca a oração e todas essas coisas te conduzirão à Verdade de Deus. Elevarão, enfim, tua consciência. 

Tens a Minha bênção para isso.

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA EM WEED, SISKIYOU, CALIFÓRNIA, ESTADOS UNIDOS, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Ingressa nas esferas celestiais através da adoração ao Corpo Eucarístico de Cristo. Deixa que o Pão se revele parte consagrada de teu Senhor e encontra nele os espelhos e os portais.

Vê tua essência refletida n’Aquele que se dá para ser adorado e, no silêncio de teu coração, vive a revelação da Aliança, sempre nova e eterna, selada por Cristo para que tua consciência transcenda a condição humana e viva o Seu Propósito Divino.

Adorar o Corpo Eucarístico de Cristo em profundidade é viver a revelação da unidade entre Deus e os homens, entre o infinito Cosmos e o microcosmo em teu interior. É ali onde a verdade se revela, onde os véus já rasgados se abrem, como as cortinas de um teatro que teve o seu fim, e os personagens deixam de existir para mostrar sua verdadeira face.

Não apenas contempla e adora a Eucaristia, filho, mas, como um imã espiritual e divino, deixa que ela venha ao teu encontro, e vai também tu ao encontro desse portal para o Coração do Pai, do Filho e do Espírito Santo. 

Então, ao ingressares, estarás no Tempo eterno de Deus e poderás reconhecer quem és.

Contempla na Sagrada Eucaristia a Igreja Celestial de teu Senhor. Que ela mesma revele o sagrado que há em ti. 

Compreende, assim, que há mistérios infinitos, não apenas no oculto e no silêncio das dimensões invisíveis da vida, mas também, filho, naquilo que te foi entregue como Graça e cerimônia e, mais do que isso, em teu próprio ser, em teu próprio corpo, alma, espírito e coração há mistérios que deves desvelar.

Contempla na Sagrada Eucaristia a porta que te conduz a essa revelação celestial, e que já não existam mistérios. 

Tens a Minha bênção para isso.

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, PAYSANDÚ, URUGUAI, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Abre teu coração e te mostrarei que Minha presença está além do que os teus olhos podem ver e Meu silêncio revela mais mistérios que mil palavras pronunciadas todos os dias.

Abre teu coração e te mostrarei que o caminho da renúncia é uma ponte que a alma cria para cruzar os abismos do mundo e chegar a Deus.

Abre teu coração e te mostrarei que os mistérios universais se encontram quando permites que todo conceito sobre ti mesmo se perca.

Abre teu coração e te mostrarei um caminho silencioso e humilde, revelado e profundo, o mesmo caminho que apontei para Maria Santíssima quando expirei em Seus braços: o mesmo caminho que Ela Me mostrou através de Seu olhar, quando Me disse: “vai”.

Abre teu coração e deixa ingressar em teu interior a liberdade do vazio, a profundidade de saber-se unido a todas as coisas, além dos sentidos, dos sentimentos ou dos pensamentos. Deixa que se te revelem os sentidos de Deus, de Sua Essência, de Seu Coração.

Quero te mostrar um caminho novo, um ciclo novo, no qual Meu Coração estará contigo e te ensinará a encontrar o infinito em teu próprio coração, através do silêncio e da simples união com Deus.

Sente, filho, em teu coração, o mesmo amor que sentiu tua Mãe Santíssima e o pequeno Menino Jesus quando, em silêncio, viram Meu Espírito se fundir com o Espírito Divino e descobriram a essência da Eternidade, da Onipresença.

Meu Coração respira no Sopro de Deus e vive dentro de Sua Graça; por isso, sempre Me encontrarás, silencioso como o ar, em todos os instantes da vida.

Abre teu coração para um novo ciclo, um novo tempo, um tempo que será vivido por toda a humanidade, um ciclo que será vivido por toda a Criação.

Chegou o momento de subir o Calvário deste mundo, de descobrir o que é ser um ser humano. Já tens todas as chaves para isso; agora, caminha rumo à cruz, rumo à revelação do Amor, rumo a Deus.

Tens a Minha bênção para isso.

Teu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, PAYSANDÚ, URUGUAI, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Quanto mais contemplas e adoras a Deus na Eucaristia, mais Ele estará em ti e Se revelará em teu interior.

A Eucaristia não é apenas o Cordeiro entregue por Amor, para reparar os pecados do mundo. A Eucaristia é o Coração completo e perfeito de Cristo, onde se guardam os mistérios da Criação e a essência do Amor de Deus; Amor esse que, contendo em si todas as coisas, multiplicou-se para que a vida tivesse forma e espírito, renovando e recriando a Existência Divina.

A Eucaristia é a presença do Altíssimo revelada. Ali está quem é Deus, Seus mistérios, Seu Amor e Sua esperança. Contempla e adora a Eucaristia e, nela, o Portal para retornar à Origem, à Verdade, à Luz.

Deus oculta-se em Seus mistérios e revela-se para os que O buscam. Busca teu Criador e Redentor na Eucaristia e, em silêncio, deixa que Ele te conduza ao Seu Coração, a uma unidade perfeita com Sua Verdade e Amor.

O mistério da Eucaristia se revela aos humildes, no silêncio de seu coração. Em humildade, fica diante desse elemento consagrado e, assim como Deus preencheu o pão com tudo o que Ele é, deixa que também consagre e transforme os elementos de teu ser em uma unidade com Ele.

Teu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Mantém tua consciência em paz e nela a inspiração única da iluminação, da unidade com Deus, do cumprimento de Seu Propósito, da manifestação de Seu Reino.

Deixa que os desejos e vontades sejam lavados de teu coração e, aos poucos, encontra a verdadeira paz, a paz que provém do Criador.

Já conheces o caminho, já conheces teu destino, porque ele é a tua Origem e habita em ti.

Pacifica teu coração observando tuas ações, pensamentos e sentimentos e recordando, assim, o propósito de tua vida, que é apenas reencontrar a Deus em teu interior e permitir que outros também possam encontrá-Lo.

Cada instante seja para ti uma oportunidade de transcendência e ascensão. Que cada prova te aproxime mais de Deus.

Tens a Minha bênção para isso.

Teu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Percebe, filho, a vida ao teu redor, as cores, os sons, os elementos, as vibrações que esta vida emana, o que atrais para ti, o que irradias para o próximo. Observa como tudo está unido, como tudo é parte de um Todo, e silencia.

Percebe mais profundamente o teu mundo interior; percebe o mundo interior de teus irmãos, sempre tão cheio de mistérios. Sente como tudo está unido, como tudo é parte de um Todo.

Percebe a alegria e a plenitude; percebe a angústia e o sofrimento; percebe o vazio e o incompreensível, e sente como esses mesmos estados se manifestam na vida, na consciência dos povos, no interior dos seres, na expressão dos Reinos da Natureza, na manifestação dos elementos. Percebe como tudo está unido, como tudo é parte de um Todo.

Encontra o mistério da semelhança com Deus, sente que és parte d'Ele, parte do planeta, das estrelas, da vida e, ao mesmo tempo, tudo isso é parte de ti.

Ora pela paz, vivendo a paz.

Ora pelo amor, vendo esse amor nascer e se expressar em ti.

Ora por uma nova vida, renascendo.

Ora por um novo tempo, deixando que a união dos tempos aconteça em teu interior.

Vive o presente, o agora, o serviço, a necessidade, a oração, o Plano de Deus.

Encontra a Deus dentro de ti; encontra o Pai em teu interior.

Teu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Oferece a Deus todo padecimento, dor e sofrimento, para que tudo em tua vida sirva de reparação para toda a humanidade.

Transforma os obstáculos em um salto para a evolução e agradece ao Pai todas as oportunidades que recebes de reparar o Seu Coração.

Tu, filho, és chamado a ser um instrumento nas Mãos de Deus e, pela perpétua gratidão de teu coração, podes tornar isso uma realidade.

A gratidão é a chave para que o Pai tome a tua vida em Suas Mãos.

Busca, a cada dia, amar mais a Deus, Sua Vontade e Seu caminho, e não te digo que não padecerás coisa alguma, mas sim que tudo o que padecerás será para o Pai como méritos para que o Seu Amor e a Sua Graça desçam sobre este mundo, sobretudo para aqueles que são ingratos e indiferentes diante de Deus.

A gratidão sincera é a chave para a unidade com o Pai, é a porta para o que chamam neste mundo de santidade.

Teu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

O Sábado de Aleluia foi marcado pelo silêncio e pelo vazio, no céu como na Terra. O Coração e o Verbo do Criador silenciaram, e o próprio Deus se recolheu no profundo de Seu Coração. Ali se gestava o poder da Ressurreição de Cristo, a sabedoria da eternidade, o renascimento e a renovação do Amor.

Já não seria pela ciência que o universo conheceria a eternidade e o prolongamento da vida. A ressurreição espiritual era algo novo, nunca vivido em toda a Criação de Deus; e até mesmo os sábios e os arcanjos acompanharam em silêncio o movimento de amor que em todas as dimensões fazia ressurgir a vida de Cristo.

Seu Espírito, que havia entregado tudo de Si, tocou o Pai com Sua experiência e voltou para a Terra para que pudesse renovar o Seu Amor.

Deus acompanhava em profundo silêncio o Amor que nascia de Seu Filho. Até o próprio Criador aprendia de Sua entrega e de Sua Ressurreição.

Pelo poder perfeito do Amor, Sua Alma, Espírito, Divindade e Corpo humano e material se acenderam e se reconstruíram. O Amor era o ar que voltava a circular em Suas células. O código da cristificação deu vida a Seu Sangue, a Seus órgãos físicos e espirituais. A vida recobrava o seu sentido.

O Amor de Cristo permanecia se expandindo além das camadas materiais. Sua entrega seguiu crescendo e penetrando dimensões desconhecidas, no cosmos como nas dimensões mais obscuras da vida material, os chamados infernos terrestres.

Como uma onda que caminha em todas as direções do mar da Criação, o Amor de Cristo percorria os universos e todas as manifestações da vida. Ao mesmo tempo que tocava todas as criaturas, a própria experiência de Amor fazia com que Seu Corpo revivesse e se renovasse em uma nova vida, imperecível, uma vida onipresente e oniabarcante. Uma vida que não tem uma dimensão própria e que ao mesmo tempo habita em todas as dimensões, vida eterna por ser vida em Deus, na unidade com o Criador.

Assim como o Pai está em todas as coisas, também o Filho o está. Seu Corpo poderia se manifestar na matéria como nas supradimensões. E onde não há matéria, nem mesmo cores e sons, apenas a Existência silenciosa e invisível, ali também está o Filho de Deus. Tudo se une a Seu Amor.

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Quando Cristo disse aos Seus companheiros: “Vem e segue-Me”, eles escutaram o Seu chamado como um trovão em seu interior; algo que, com uma frase, despertou os seus espíritos e os impulsionou a seguir uma nova vida. Mas tudo isso acontecia nos níveis espirituais, enquanto as suas mentes seguiam pensando e questionando, e suas emoções seguiam instáveis e suscetíveis às influências do mundo e da mente humana.

Os apóstolos seguiram Jesus pela potência de Sua Presença, sem saber quem Ele era. Suas instruções os transformavam, Sua Presença lhes dava segurança e paz. Tudo o que Ele fazia era extraordinário, como um verdadeiro sonho, algo diferente de tudo o que aconteceu em todos os tempos.

A vida espiritual era o eixo da sociedade, e todos os homens se sentiam honrados de estar ao lado de um verdadeiro profeta, unido ao Amor e ao Poder de Deus. Mas, quando a Paixão de Cristo começou, quando em Sua agonia, os apóstolos viram a humanidade de Cristo temer, suar sangue, sofrer, suas crenças se quebraram, suas estruturas se romperam e toda a glória que de alguma forma alimentava a sua parte mais humana, de um instante para o outro se retirou, derrubando no chão sua vaidade e condição humana.

Conhecer o sacrifício os colocou dentro de uma batalha interior entre a mente, a alma e o coração, onde suas seguranças deixaram de existir, e seus conhecimentos pareceram desaparecer. O Plano de Deus revelou-se diferente de tudo o que eles pensavam e a renovação de Seu Amor deu-se primeiro na Cruz, depois na Glória.

Hoje, filhos, começou para vocês o caminho do Calvário. Depois de anos de experiências espirituais extraordinárias, que os elevaram e os transformaram, agora, o sacrifício vem para confrontar sua condição humana e vencer as barreiras que os impedem de viver a entrega absoluta, para a renovação do Amor.

A cruz destes tempos vem lhes revelar o desfecho do Plano de Deus, que se mostrará diferente de tudo o que imaginaram. Ver-se-ão diante de contradições e desafios que forjarão em vocês o despertar da fé e a renovação do Amor.

Compreenderão enfim que a união com Deus começa na Cruz e depois na Glória. É vivendo o Seu Amor incondicionalmente que chegarão à unidade com Ele.

Seu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

Quem somos?

Associação Maria
Fundada em dezembro de 2012, a pedido da Virgem Maria, a Associação Maria, Mãe da Divina Concepção é uma associação religiosa, sem vínculos com nenhuma religião instituída, de caráter filosófico-espiritual, ecumênico, humanitário, beneficente, cultural, que ampara todas as atividades indicadas através da Instrução transmitida por Cristo Jesus, pela Virgem Maria e por São José. Ler mais

Contato

Mensageiros Divinos