MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Bem-aventurados aqueles que, apesar de todas as dádivas recebidas, sempre se deixam moldar e corrigir pelas Mãos de Deus.

Bem-aventurados aqueles que nunca deixam de ser aprendizes, aqueles que nunca perdem a oportunidade de observar, aprender e crescer, tornando-se cada dia mais um representante do bem e da paz no mundo.

Bem-aventurados os que ensinam com o exemplo e que de suas bocas saem palavras sábias que amam e que corrigem com amor o que estiver fora do caminho e do Propósito de Deus.

Bem-aventurados os que buscam a humildade, os que trabalham para que outros cresçam, os que amam os passos dados e as oportunidades recebidas por seus irmãos.

Bem-aventurados os que observam as faltas dos demais com compaixão e que não afirmam e reafirmam o erro do próximo para justificar os próprios erros e sentir-se melhor que os demais.

Bem-aventurados os que sabem silenciar para trazer a paz, mas que não calam sua boca para condenar com o pensamento, senão que calam a boca para abrir o coração e, em pensamento, orar e atrair Misericórdia.

Bem-aventurados os que são transparentes diante de Deus e do próximo, os que se livram de suas amarras através da confissão a Cristo, os que não temem ver-se imperfeitos, frágeis e pequenos aos olhos do mundo.

Bem-aventurados os que, apesar de tudo, acreditam e buscam o Reino de Deus no próprio interior, os que não negam sua condição humana, mas que a reconhecem como uma passagem para algo maior.

Bem-aventurados os que buscam o sagrado na vida sobre a Terra, os que não se contentam com as energias do mundo e que apenas caminham para o Coração de Deus.

Bem-aventurados os que creem nas esferas celestiais, na vida universal e superior, os que se sabem apenas uma pequena parte de uma vida imensa e desconhecida. 

Bem-aventurados os que sempre se reconhecem ignorantes, mas que não permanecem ali, os que se abrem para que, em sua ignorância, Deus derrame sabedoria, e os que estão sempre dispostos a adentrar no Infinito, pelo simples fato de saber-se parte dele.

Bem-aventurados os que amam de coração, porque o próprio amor lhes mostrará o caminho.

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Sempre que clamarem pela paz, Eu ali estarei. Meu Coração está atento a cada súplica, a cada clamor, a cada coração sincero que acende a luz de sua essência, mesmo nos abismos mais profundos da consciência planetária.

Quando oram de coração, suas vozes são como melodias que ressoam entre as dimensões e que chegam aos altares celestiais, comovendo o Coração de Deus, que responde à súplica de Seus filhos com piedade, cura e Misericórdia, com a Verdade que os desperta do sono do mundo e os faz retornar ao Seu Coração.

Sempre que orarem, recordem de fazê-lo de verdade, com atenção em cada palavra, com vida em tudo o que pronunciarem, cantarem e ofertarem, porque o milagre da oração ainda é um mistério para o coração humano. Mas hoje Eu lhes digo, filhos, que é esse mistério, guardado em seus corações, que revela o verdadeiro potencial dos seres humanos.

É quando oram com sinceridade, vencendo toda vergonha, temor e condição humana, que podem experimentar o que são e descobrir as suas potencialidades mais puras e espirituais.

E não falo da vida universal, não falo sobre realidades materiais, mas de suas essências, daquilo que os faz semelhantes a Deus e que muitos pensam conhecer, sentir e viver sob sua guia, e não é dessa forma.

Quanto mais orarem, mais poderão ir ascendendo a esse espaço profundo da consciência. Quando deixam de lado os temores e tudo o que pensam de si mesmos, quando se colocam na Presença de Deus, e só d’Ele, para entrar em um diálogo profundo com o Criador, é então que podem começar a conhecer a si mesmos.

O autoconhecimento começa com a confissão, quando se permitem estar transparentes, sem capas, sem véus, e se permitem não apenas se expor diante de Deus, mas também que Deus seja Quem os toque com Suas Mãos e lhes mostre aquilo de vocês mesmos que ainda desconhecem.

Por que lhes digo essas coisas hoje?

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Filho, 

Não meças tuas possibilidades segundo as tuas próprias forças. Não busques concretizar o Plano de Deus apenas com tuas próprias mãos. Não penses que não és capaz de fazer e viver esta ou aquela coisa porque não encontras dentro de ti as possibilidades. 

Olha para a história dos que cumpriram a Vontade de Deus e a expressaram, manifestando a parte que lhes cabia da Obra Divina do Criador. Foram eles, por si sós, construtores dessa Obra?

Tuas possibilidades humanas e o que conheces de ti mesmo pouco importam no momento de concretizar uma Obra Divina. O que sim importa é tua capacidade de ir além de ti mesmo, de colocar teus olhos, teu pensamento e teu coração em Deus e dizer: 

 

Senhor, 
faz em mim e através de mim a Tua Obra,
cumpre Tuas promessas, manifesta o Teu Espírito 
e toma meu coração vazio como Tua morada. 
Eu sou Teu.

 

Essa, filho, deve ser tua oração nos tempos que virão.

Não olhes para tuas imperfeições, mas sim para a Perfeição de Deus. Não olhes sequer para as tuas destrezas e virtudes, para que não limites a Obra Divina às tuas possibilidades, mas apenas sê um instrumento vazio, morada do Espírito Santo, disposto sempre a seguir caminhos que não estão em tua mente, que não foram traçados por ti, mas por Deus.

Confia em que, no coração vazio e disposto ao Criador, ali operam os Seus milagres, e sê tu milagre vivo.

Tens a Minha bênção para isso.

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS​

Que em teu coração reine a paz para que saibas compreender estes tempos e buscar tuas forças no lugar correto da consciência e do coração. 

Haverá dias em que tuas fraquezas irão além de tua capacidade de superar-te e seguir, mas nestes momentos, filho, busca em teu coração um ponto em que possas estar seguro. Busca o Amor de Cristo, a memória do abraço de teu Senhor; busca o saber da Presença Divina, de que os Olhos do Criador estão postos sobre ti; fica em silêncio diante da natureza, observa o sol que nasce e que se põe, trazendo paz e recolhimento ao teu coração; busca esperança nas Palavras já pronunciadas por Deus, através de Seus Mensageiros; senta-te em silêncio e solidão apenas para respirar e agradecer e em tua fraqueza dizer:

Senhor, aqui estou, 
fraco em mim mesmo, 
buscando Tua fortaleza, 
buscando a forma de permanecer em Ti.

Que desça sobre mim a Tua Graça, 
revelando em minha fraqueza já revelada 
a Tua grandeza ainda oculta em meu coração.

Vem, Senhor, 
e, conhecendo o mundo
e eu mesmo minhas fraquezas, 
revela agora Tua força, Teu milagre, 
Teu poder, Tua Graça e Tua Misericórdia, 
porque eu, por mim mesmo, sou nada, 
mas Tu em mim podes todas as coisas. 

Amém.

E, pronunciando esta e tantas confissões que podem surgir de teu coração, dá espaço para que Deus te revele não apenas teu vazio e pequenez, mas também Sua grandeza, Seu milagre, Seu poder.

Escolhe, filho, em tuas debilidades mais profundas, dar espaço para que Cristo revele ao mundo a Sua Graça pelo testemunho vivo de teu coração.

Tens a Minha bênção para isso. 

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Preparar-se para a morte: uma arte de amor e de rendição diante de Deus

Preparar-se para a morte, filhos, é em verdade uma ação diária de estar com o coração limpo e vazio das coisas do mundo, temente a Deus e rendido à Sua Vontade Celestial.

Preparar-se para a morte deveria ser um ato constante, no qual a consciência acorda a cada dia sabendo que pode ser o último e vive cada instante dando o melhor de si para que a Vontade de Deus se realize.

Temer a Deus é em verdade amá-Lo por sobre todas as coisas e não titubear no momento de renunciar às coisas do mundo para abraçar Seu Universo Celestial.

Todos os dias de suas vidas, vocês deveriam preparar-se para a morte, no sentido de deixar que a gratidão, a rendição, o amor e a entrega permeiem todos os seus átomos e ingressem nos medos mais profundos de seus seres, não apenas aqueles que se ocultam na alma humana, mas, sobretudo, aqueles que são parte da condição material dos homens e que impregnam até os seus ossos.

Para vencer esses medos, devem amar cada dia mais. Mas não amar apenas o mundo, amar a Deus, amar a vida e saber que ela não se encerra no planeta Terra; saber que uma vida maior e eterna os aguarda e que, para serem dignos dela, basta que levem consigo o Amor do Pai, do Filho e do Espírito Santo em seus corações.

Por isso, façam o exercício de amar, de agradecer e de entregar-se a Deus a cada dia. Aspirem a descobrir um Reino Maior dentro de vocês, no mundo e além dele, e descobrirão, assim, a unidade entre as realidades da vida, e que a morte é um passo para uma vida maior, na qual não existem mistérios, mas apenas a verdade  e a transparência de saber-se filho de Deus retornando ao Seu Coração.

Que a cada dia, filhos, o Amor do Criador se expanda em vocês e tome o lugar de seus medos mais profundos.

Têm a Minha bênção para isso.

São José Castíssimo

 

 

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Como estar disposto, apesar do peso do mundo e do peso do próprio interior? Como ter determinação para superar a si mesmo a cada dia?

A determinação, filhos, é uma Graça vertida sobre aquelas consciências que se abrem para manifestar a Vontade de Deus. Mas, para que essa Graça atue, os seres necessitam permitir que ela ingresse no próprio coração e, de dentro para fora, impulsione-os a seguir adiante e a não deter os próprios passos.

Este momento do planeta é marcado pela densidade espiritual e humana. Dentro e fora dos seres, emergem situações para serem transformadas; de suas almas surgem feridas profundas e desconhecidas para serem curadas, como também, do interior do planeta, surgem feridas muito antigas, porque é o tempo e a hora de curá-las.

A natureza se agita e seus corpos também o fazem. Enquanto no planeta há tremores, ventos, fogo, guerras, dentro dos homens há angústia, tristezas, cansaços, desequilíbrio, falta de compreensão para consigo mesmos.

Como farão, então, para alcançar a paz?

A Paz nasce de uma mesma Fonte para toda a vida, e essa Fonte está no Coração de Deus. Não busquem fora de vocês; busquem dentro, mais profundo do que as dores da alma, mais profundo do que toda confusão. Mergulhem no próprio coração e encontrem o Criador. 

Rendam-se a Seus Pés em oração, porque d'Ele provém a Paz, d'Ele provém a certeza de um tempo fora do tempo e de um Reino que transcende o caos do mundo; d'Ele provém a determinação para que, além do cansaço e do peso do mundo, possam seguir adiante, possam cair, mas se levantar três e mil vezes se assim for necessário.

Tudo, filhos, começa e termina no seu vínculo com Deus. Por isso, busquem dentro de si mesmos. Orem e O encontrarão.

Têm a Minha benção para isso.

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Filho, 

Faz das humilhações uma oportunidade para que tua consciência compreenda o que verdadeiramente tem sentido e valor na vida. 

Não estás na Terra para ser honrando, elevado ou glorificado pelos olhos dos homens; mas estás na Terra para viver um amor que transcende o entendimento e os sentidos, que transcende as lógicas e os limites, que transcende todo amor alcançado no mundo e além dele.

Por isso, quando fores humilhado, deixa que se quebre em ti toda necessidade de reconhecimento, de glória, de retornos humanos por teus esforços, por teu amor. Permite que teu coração se coloque no que é real, no que é eterno, no Amor de Deus, que não se baseia nos merecimentos humanos, e permanece ali, na experiência de humildade que cada situação da vida te conduz a viver.

Com teu exemplo, dá a conhecer ao mundo o Amor de Deus. Segue os passos de teu Senhor que, como resposta da flagelação e da Cruz, verteu Sangue e Água, perdão, redenção e Misericórdia para todos os seres, sem distinção. Esse é o teu eterno exemplo; não queiras outro. 

Não queiras estar elevado como os santos aos olhos dos homens, porque o que faz a santidade dos seres não é a opinião dos homens, mas sim o sacrifício, o amor e a unidade com Deus, muitas vezes vivida no anonimato, na ignorância do mundo.

Por isso, toma tua cruz, abraça essa cruz com amor; ora e pede a Graça de saber imitar o teu Senhor a cada dia. E, quando fores humilhado, não olhes para os tronos do mundo, alcançados com as glórias humanas. Olha para o Trono do Céu, no qual está sentado Aquele que foi ultrajado, incompreendido, humilhado, flagelado e morto em Cruz, mas que Se elevou, não pelo que recebeu dos seres, mas pelo Amor insondável que emergiu de Seu próprio Coração.

Cristo retornou ao Pai, não pelo que recebeu do mundo, mas pelo que soube dar, porque deu tudo, tudo de Si, por amor. Esse é o teu Caminho, tua Verdade e tua Vida.

Tens a Minha bênção para isso.

São José Castíssimo

 

 

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Quando estive na Terra, em Nazaré, e Meu coração humano e frágil se via cansado, Eu Me afastava de tudo e de todos e, sozinho com Deus, orava.

Muitas vezes, não tinha força para orar, e a angústia calava não apenas Minha voz, mas também Meus pensamentos. Então, ajoelhado diante do Senhor, Eu silenciava. Permanecia em silêncio, sentindo o Seu Sopro ingressando em Meu corpo, no ar que Eu respirava. Buscava paz.

Não pedia nada ao Senhor, e tudo o que Eu tinha já Lhe pertencia; então apenas silenciava e esperava, esvaziando o coração do medo e das angústias e encontrando fortaleza nesse silêncio profundo que Eu compartilhava com Deus.

Por que hoje lhes digo isso? 

Porque conheço o mais profundo de seus corações e sei que, sob a pressão destes tempos, se veem cansados, angustiados e movidos sempre a uma transformação maior, a um passo mais profundo no desconhecido.

Por isso lhes ensino, filhos, que, ainda nas fraquezas, sua fortaleza se encontra em Deus. E, quando não tiverem palavras nem sentimentos para compartilhar com o Senhor, apenas silenciem e busquem a paz, compartilhando do Silêncio de Deus. Seu Sopro Divino lhes revelará essa paz.

Têm a Minha bênção para isso.

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Uma alma, que se sentia perturbada por não conseguir conter o fluxo dos seus pensamentos ao orar, questionou o Senhor, dizendo: – “Senhor, quando paro para estar diante de Ti e orar, meus pensamentos seguem agitados, as palavras de minha oração se confundem com o verbo incessante de minha mente e não encontro paz. Como posso, Deus, purificar meus pensamentos para estar em paz diante de Ti?”

E o Senhor respondeu-lhe: – “Alma pequena, tua mente é um espelho de tudo o que recebes e consomes do mundo. Aquilo com que tens contato durante o teu dia é o que estará em teus pensamentos quando chegar o momento de orar. Para que alcances a paz, não há uma fórmula, mas uma atitude que se deve transformar dentro de ti, uma decisão de já não buscar determinadas coisas que apenas poluem tua mente e tomam espaço em teu coração.

Se fizeres o contrário, e, no lugar de alimentar tua mente com as coisas do mundo, a alimentares com as coisas do Céu, verás como a oração será para ti um momento de aprofundamento interior, e não de eterna e constante autotransmutação. Mas, para isso, deves escolher pensar e sentir corretamente, cortar os pensamentos degenerativos, deter-te diante dos impulsos que te conduzirão para a obscuridade e sempre escolher estar em Mim e pensar no que te conduz ao Meu Coração.”

Que esse diálogo, filhos, ensine-lhes como estar em Deus e permanecer n'Ele, construindo em cada instante de seus dias, através das pequenas escolhas, o seu momento de oração.

Têm a Minha bênção para isso.

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Uma alma que sentia-se perturbada por seu mundo interior descontrolado, seu corpo enfermo, sua mente sem equilíbrio, sentia que seus problemas já não tinham solução, e questionava a Deus, dizendo: – “Senhor, sou um poço de doenças e de misérias, um poço de imperfeições e dificuldades. Sinto que não há solução para mim, sinto que não há razão para viver. Podes Tu dizer-me qual o sentido de permanecer assim?”

E, depois de um longo tempo em silêncio, o Senhor respondeu-lhe: – “Alma amada, as soluções do Céu não são as mesmas da Terra. Tudo o que pareces padecer sem fim já é, em verdade, a resposta para o equilíbrio de algo que em teu interior precisava ser equilibrado. As doenças que os seres vivem têm, em verdade, inúmeras razões e sentidos, mas todas elas buscam despertar o sentido da fragilidade humana, para que as almas não permaneçam na autossuficiência e, sim, percebam que, apenas quando houver unidade com toda a vida, haverá cura. 

Um corpo apenas estará em equilíbrio quando todos os seus sistemas funcionarem em unidade, e, se a menor das células sentir-se autossuficiente e começar a construir o seu próprio plano dentro do corpo, haverá desequilíbrio e enfermidade, e, por menor que seja essa célula, um ser pode chegar à morte apenas por sua rebeldia.

Quando uma alma está enferma, necessita compreender-se parte de um Todo. E, para voltar ao seu equilíbrio, para curar-se, deve ser amparada pelo poder da unidade; deve deixar que o amor e o auxílio do próximo supram aquilo que, por si mesma, já não está conseguindo; deve permitir que a unidade com a vida, com os universos, com Deus volte a reinar em seu coração. Que essa alma não se sinta sozinha, isolada ou separada de um corpo maior. 

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Uma alma desperta e servidora, que por muitas vias buscava cumprir com sua missão e expressar a Vontade de Deus, questionou o Senhor, dizendo: – “Senhor, apesar de orar, buscar uma vida evolutiva, dispor sempre a Ti meu coração, aspirar ao serviço permanente, ainda assim sinto que não consigo manifestar minha missão completamente. Diz-me, então, como fazê-lo.”

E o Senhor respondeu-lhe: – “Até agora, alma pequena, cada esforço teu foi valioso, cada transformação vivida foi como um presente aos pés do Meu Altar, mas, nesta etapa de tua evolução, deves começar a compreender e a viver o sentido mais profundo da entrega, da doação de si e da vida evolutiva. 

Chegou o momento de colocares em Minhas Mãos aquilo que tens de mais apreciado: teu amor próprio, tua forma de ver a evolução, tudo o que crês saber, tudo o que consideras bom e que te faz uma boa alma diante dos demais. Chegou a hora de colocares em Minhas Mãos não apenas tuas misérias, mas também tuas virtudes, tua necessidade de demonstrar a todos como as vives e, ainda que penses que estás dando um exemplo ao próximo, já não é o que Eu necessito de ti. Teu maior exemplo será oculto, mas ressoará em toda a consciência planetária, em toda a Criação. 

Entrega-Me tua forma de viver e de se expressar, tua forma de servir e de amar, tua forma de orar e de conhecer o universo, porque Eu aspiro a fazer novas todas as coisas dentro de ti, para que alcances um conhecimento maior sobre a existência e para que experimentes um grau maior de amor. Deves deixar para trás tudo o que viveste até agora, agradecendo e reverenciando tudo o que foi aprendido e entregando aos Meus Pés, como uma escada que te permitiu chegar até Mim, mas que agora deves deixar para subir por outros degraus, que conduzem a uma união mais profunda Comigo. 

Isso começa, alma amada, sendo consciente da necessidade de ser nova e deixar para trás o que passou. Quando Eu sentir, então, que teu coração está pronto e despojado de tudo o que viveste anteriormente, te mostrarei um novo caminho, te darei a conhecer novas ciências, te revelarei um Amor maior, fruto de tua entrega e de tuas renúncias, fruto de teu vazio.”

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Uma alma, sensibilizada com a urgência da necessidade do despertar da humanidade, com a urgência da necessidade de transformar-se e servir, orava a Deus pedindo-Lhe mais oportunidades de servir, mais responsabilidades e possibilidades de atuar em Seu Plano de Amor, dizendo: – “Senhor, aqui tens meu coração, meu espírito, alma, mente, corpo e sentimentos; usa-me para a manifestação de Teu Plano. Dá-me mais possibilidades de servir, mais responsabilidades para levar adiante a manifestação de Tua Vontade na Terra. Não me deixes, Deus, apenas observando a dormência da humanidade, mas coloca-me naqueles lugares onde eu possa servir cada vez mais ao Teu Coração.”

E, sabendo o Senhor do ímpeto sincero dessa alma por servir e entregar-se, com amor, respondeu-lhe: – “Alma pequena, não busques apenas servir mais, busca servir melhor. Não procures nas grandes coisas a oportunidade para manifestar a Minha Obra, porque Eu não quero de ti um mártir na história da humanidade, não quero de ti uma alma revolucionária, que será lembrada nos livros deste mundo. Eu te chamo a transformar a condição humana de dentro para fora.

Não te chamo a servir mais; antes, chamo-te a servir melhor, a polir em cada instante de tua vida o que te separa de Mim. Não te chamo a ser memorável para os homens, mas sim para toda a Criação, porque Meu Projeto se cumpre quando Ele triunfa no interior dos seres, em suas consciências, em suas almas e em seus espíritos.

Quando serves melhor, nas pequenas coisas, na excelência de tua entrega, no amor ao próximo, na sinceridade de tua oração, na transparência de tua expressão na vida, na vivência dos Dons de Meu Espírito, é, então, alma pequena, que uma grande obra se cumpre.

Quando serves melhor, naturalmente servirás mais, porque a própria energia da vida te conduzirá a responsabilidades maiores, estas que nem sempre serão materiais, mas muitas vezes serão internas, ocultas e invisíveis aos olhos dos homens, porque a atenção dos seres humanos está no exterior, mas o olhar do Universo está no que se realiza na essência dos homens, porque é assim que o Meu Plano se manifesta.

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Uma alma estava aflita por sentir no profundo de seu coração que emergiam dores antigas, registros de experiências que ela desconhecia e de outras que parecia ter superado. Sentia que em seu interior não havia um tempo em que suas experiências antigas passavam e as novas surgiam de forma harmoniosa; mas tudo se misturava e se tornava difícil de compreender e de transformar o que havia em seu interior. 

Então, em uma oração sincera, essa alma questionou a Deus, dizendo-Lhe:  – “Senhor, o tempo passa fora de mim, mas dentro parece não existir. Como eu posso sentir e padecer de feridas que nem sequer tenho consciência de que existiam em meu interior? Hoje tudo é tão confuso; o que parecia estar superado emerge com mais força, e quando parece que eu já me levantei, volto a cair nos abismos de meus medos e incertezas, nas dores de feridas novamente abertas, sendo elas conhecidas e desconhecidas. Explica-me, Deus: como posso curar e superar o que acontece dentro de mim?”

E, com amor e sabedoria, o Senhor respondeu-lhe: – “Em verdade te digo que não apenas dentro de ti, mas também na verdadeira vida, o tempo não existe. O tempo é a forma que Eu criei para que as criaturas deste mundo pudessem crescer em uma sequência de leis e ciências divinas, que as mantêm em uma escola evolutiva até o momento de sua maturidade espiritual. O tempo acontece fora de ti, em teu lado humano. O tempo é percebido por teu corpo, mente e sentimentos, mas, em teu interior, alma pequena, e em tua essência mais profunda, não há tempo. Ali és semelhante a Mim, ao Meu Infinito; em ti pulsa uma vida eterna.

Quanto mais se aproxima a transição do planeta, que é a esperada maturidade humana, mais se chega ao momento em que isso que se oculta em teu interior se manifeste, que a verdade se expresse, que o tempo já não exista, mas que a Eternidade se revele. E é parte desse processo de transição que tua alma pequena veja emergir os registros mais internos daquilo que viveste em outros tempos, porque tudo emerge para ser reconhecido, conscientizado e equilibrado, segundo o despertar de tua consciência e o amor de teu coração. 

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Uma alma que amava a Deus e o Seu Plano, mas que estava cheia de si mesma e de suas vontades, tentava a cada dia esvaziar o seu coração para viver as Leis Divinas. Essa alma preparava-se para tempos agudos do planeta, onde ela sabia que apenas o amor incondicional e a obediência seriam a base da transformação do velho homem naquele que o Criador esperava.

Orando um dia ao Senhor e pedindo-Lhe uma guia para o final dos tempos, essa alma Lhe disse: – “Senhor, custa esvaziar-me de mim, de minhas ideias e conceitos, do que acredito ser correto e o melhor para Ti; custa-me silenciar minha voz para escutar a Tua e confiar quando Tu te manifestas através de meus irmãos. Diz-me, ó Deus, como eu posso fazer para viver em Tua obediência, em Teu Amor e em confiança, e manter-me em Tua Vontade para os tempos que virão?”

E, contemplando o Senhor a sinceridade dessa alma, respondeu-lhe: – “Alma pequena, Eu te criei e conheço a tua força, força que deve ser rendida para dar lugar ao Meu Poder, este que ainda desconheces, porque tu dás mais lugar em teu coração para ti que para Mim. Tenho para cada um de Meus filhos dons inesgotáveis, o potencial não apenas de conduzir a vida na Terra com sabedoria, mas de transformar os universos. 

Porém, Meus filhos estão presos em si mesmos, em tudo o que conquistaram e aprenderam equivocadamente ao longo de sua evolução na Terra. Aprenderam que crescer é afirmar-se e reafirmar-se constantemente na própria vontade, e se perdem de todas as maravilhas e verdadeiros dons que Eu concedo aos que estão vazios de si.

Por isso, alma pequena, reconhecer tua ignorância é o primeiro passo; silenciar e conter teus impulsos é o passo seguinte; ser observadora, em oração, de todos os gestos da vida e dar tua opinião apenas quando ela for pedida. Antes de discordar de uma vontade alheia, primeiro a vive em obediência. Não queiras colocar tua vontade sobre a dos demais, sem antes aceitar o que te pedem. Eu forjo tua consciência e transformo teu orgulho humano através daqueles que enviei para que servissem contigo. Por isso, exercita obedecer sem condições e expõe teus sentimentos apenas quando te abrem caminho. 

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Uma alma que aspirava a conhecer a eternidade e o Paraíso e a cada dia buscava méritos para chegar a merecer um lugar no Céu, questionou o Senhor sobre qual seria o caminho para merecer estar a Seu lado, dizendo-Lhe: – "Senhor, a vida na Terra, apesar de sagrada, é-me pouco. Minha alma aspira ardentemente a estar Contigo no Paraíso de Tua eternidade. Diz-me então, Deus amado, como fazer para permanecer a Teu lado no Infinito?”

E, com profundo amor e sabedoria, o Senhor respondeu-lhe: – “Alma pequena, o que é para ti o Paraíso? Como pensas, em teu coração, que há vida em Meu Reino? Eu te criei para habitar em ti; dessa forma, quero fazer-te compreender que não precisas desejar estar no Céu para estar a Meu lado, mas descobre-Me em teu interior. Feliz e bem-aventurada é a alma que sabe encontrar na própria essência a unidade Comigo, aquela que não busca fora de si, mas sim dentro, no profundo do próprio interior.

Tantas são as almas que dizem querer estar Comigo, mas quantas são as almas que, em silêncio, detêm-se para encontrar-Me em sua própria essência?

Muitas são as almas que dizem preferir o Meu Reino ao mundo; mas quantas são as que deixam de lado, mesmo que por um instante, as coisas do mundo para buscar o Meu Reino no próprio coração e saber-se Reino?

Muitas são as almas instruídas em Meu Conhecimento, as que sabem de Minhas Palavras e dizem amá-las; mas quantas são as que, depois de serem instruídas sobre algo, não se detêm em conhecer e buscam uma experiência sobre o que aprenderam?

Alma pequena, o Meu Reino está em ti, assim como Eu também estou em ti, e o caminho para encontrar-Me é simplesmente buscando-Me de verdade, com sinceridade e com amor. Quando simplesmente te detiveres para encontrar-Me em ti, verás que Meus mistérios não estavam ocultos nas estrelas. Meu Paraíso não é apenas no Céu; ele está em teu interior.”

Que esse diálogo, filhos, inspire-os a buscar a Deus no próprio interior, e não apenas conhecer os Seus mistérios, mas também experimentá-los a cada dia.

Têm a Minha bênção para isso.

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Uma alma que estava desperta e disposta a adentrar nos mistérios celestiais, todos os dias orava a Deus e pedia o Seu auxílio para se desapegar do mundo e não temer o Céu. Essa alma temia o sofrimento, a transição dos tempos e a mudança do planeta, porque tudo isso lhe era desconhecido. 

Um dia, então, questionando o Senhor, ela disse: – “Senhor, creio que Tu és Deus e que além desta vida há uma Vida maior. Sei que estamos vivendo uma grande ilusão, mas, imersa nela, não consigo compreender a verdade. Temo a mudança dos tempos, temo o sofrimento do mundo e temo tudo o que haveremos de viver antes do Retorno de Cristo. Poderás Tu vencer esses temores em meu coração?”

E o Senhor, contemplando essa pequena alma com um olhar de compaixão, respondeu-lhe: – “Quando um coração está colocado em Mim, tudo vive de forma diferente. O sofrimento para ele se transforma em oferta e perde o seu peso, convertendo-se a dor em um Amor maior. 

A transição dos tempos e tudo o que a humanidade haverá de viver será vivido de uma forma diferente por aquele que está em Mim. Seus olhos verão a confusão do mundo, e em seu interior haverá sabedoria. Porque te digo, alma amada, que não serão as pestes, os movimentos da natureza ou os sinais do céu que farão com que as almas na Terra sofram. Será a ignorância e sua desconexão com a vida superior que as tornará perdidas.

As bases nas quais se sustentavam, buscando incansavelmente uma vida de prazeres e comodidades, não existirá, e esse será o maior pesar da humanidade, a raiz de todo o sofrimento.

Aquele coração que estiver em Mim não temerá, porque Eu lhe darei a paz e fortalecerei a sua fé. E quanto mais orarem, mais estarão em Mim e Eu lhes concederei sabedoria. E, dentro da confusão e da obscuridade do mundo, suas almas serão como faróis indicando o caminho, e serão, então, o sal da Terra e a luz do mundo. E Minhas Palavras se cumprirão, e o cumprimento das profecias também lhes trará paz. Por isso, não temas, mas ora e sê persistente em tua fidelidade, porque Eu te escolhi para ser luz sobre a mesa, e este é o teu destino.”

Que essa história os fortaleça, dissipe seus temores e os coloque na direção correta para que orem e não deixem de orar, e assim encontrem a paz.

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Uma alma muito esforçada por cumprir o Plano de Deus e ser melhor estava aflita por sentir que, apesar de seus esforços, não sabia amar e não conseguia ser melhor como tanto aspirava.

Em um momento de oração, questionou o Senhor e Lhe perguntou: – “Senhor, tanto esforço faço para amar mais e ser melhor, e sinto não sair do lugar e estar longe da perfeição de Teu Amor e da semelhança Contigo. Onde está isso que Tu dizes que habita em nós?” 

E, respondendo-lhe o Senhor, também com uma pergunta, disse: – “Alma pequena, acaso buscas mais a Mim, a ti ou ao mundo? Está tua atenção em edificar tua própria consciência, em contentar os demais ou em amar-Me de todo o coração e com todo o teu ser?

Compreende que Sou Eu quem deve amar através de ti e, para que alcances a revelação desta união profunda Comigo, deves buscar mais a Mim que a ti. Deves ter a tua atenção posta sobre o Meu Espírito, teu coração disposto diante de Minha Presença e, antes de mais nada, construir teu vínculo espiritual e essencial Comigo. Assim, serei Eu a amar em ti, e te sentirás melhor, porque sentirás mais a Mim e menos tuas limitações humanas. Tua vida falará sobre Mim, e, aqueles que te encontrarem, Me encontrarão.

É assim, alma pequena, que alcanças a perfeição: quando Eu posso ser perfeito em teu interior.

Esse é um caminho longo, diário, em que cada dia mais buscas Meu Coração e cedes um espaço em teu interior. Mas, se tua atenção está em que tu sejas melhor e que teu amor seja maior e mais perfeito, então sempre te frustrarás e não encontrarás a paz.”

Conto-lhes essa história para que saibam em que direção devem fazer os seus esforços, para que seu empenho esteja em amar a Deus, conhecê-Lo e expressá-Lo cada dia mais. Assim encontrarão a paz.

Têm a Minha bênção para isso.

São José Castíssimo

 

 

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Amanhece, em cada novo dia, com o coração pleno de gratidão. 

Que teu primeiro pensamento esteja permeado da gratidão pelo dom da vida, a gratidão por cada aprendizado que esse dia trará consigo, a gratidão por todas as Graças recebidas, a gratidão por ainda poder levantar e servir, amar e transformar-se segundo a Vontade de Deus.

A gratidão, filho, te fará crescer humana e espiritualmente, porque aquele que é agradecido não se envolve com as debilidades humanas, mas se afiança na Graça Divina e na Misericórdia que recebe de Deus a cada dia.

O coração agradecido se torna consciente de que tudo quanto possa fazer neste mundo é pouco para retribuir e multiplicar o Amor que recebe de Deus.

A gratidão eleva as consciências além das dimensões do caos e as coloca em um estado de Graça, para que saibam lidar com cada situação da vida com sabedoria e discernimento, imprimindo a Vontade de Deus, e não a própria, em todas as coisas.

Por isso eleva-te através da gratidão e, em cada momento do dia, lembra de agradecer a Deus por tudo. Assim estarás no mundo pertencendo aos Céus, e o Reino de Deus poderá se expressar através de ti.

Tens a Minha bênção para isso.

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Quando não tiveres força, oferece a Deus as tuas fraquezas, a tua debilidade humana, a tua pequenez.

Quando teu coração parecer vazio, oferece a Deus este espaço, para que seja Ele, e não o mundo, quem preencha esse vazio em teu interior.

Quando teu canto estiver mudo, oferece a Deus o teu silêncio e ora com o pensamento, para que seja Ele, e não o mundo, a preencher a tua mente.

Quando teu corpo estiver cansado, oferece a Deus os passos dados, todo serviço vivido e cada mérito alcançado e percebe assim, filho Meu, que sempre há algo para oferecer ao teu Criador, Este que espera não apenas teu triunfo, mas todo o teu ser, da pequenez à grandeza, do que conheces ao que te é um mistério; tudo coloca nas Mãos de Deus.

Tens a Minha bênção para isso.

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Que teu coração sinta a dor do mundo e se comova, encontrando em cada instante da vida a forma de reparar o sofrimento da humanidade.

Desde as coisas mais simples até as maiores renúncias, oferece a Deus tuas ações, sentimentos e pensamentos, para que Ele te transforme em um instrumento de reparação da consciência humana.

Que nasça de teu interior a cada dia um amor maior, que se expresse na fraternidade e na unidade com o próximo, que se expresse no serviço e na cooperação entre irmãos, que se expresse na superação dos limites e no vencimento das barreiras.

Que teu coração reconheça em tudo a oportunidade de curar o mundo, para que seja com a oração ou com a vida, com o verbo ou com o silêncio, com a quietude ou com o serviço, sabendo encontrar a necessidade, sabendo abraçar as oportunidades e encontrando a Deus Vivo em cada instante.

Tens a Minha bênção para isso.

São José Castíssimo

Páginas

Quem somos?

Associação Maria
Fundada em dezembro de 2012, a pedido da Virgem Maria, a Associação Maria, Mãe da Divina Concepção é uma associação religiosa, sem vínculos com nenhuma religião instituída, de caráter filosófico-espiritual, ecumênico, humanitário, beneficente, cultural, que ampara todas as atividades indicadas através da Instrução transmitida por Cristo Jesus, pela Virgem Maria e por São José. Ler mais

Contato

Mensageiros Divinos