MENSAGEM DIÁRIA DE MARIA, ROSA DA PAZ, TRANSMITIDA NA CIDADE DE LIMA, PERU, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN

As Sagradas Linhas de Nazca

Nazca é um lugar considerado sagrado pelo Céu devido à riqueza espiritual e interna que a antiga civilização que ali viveu deixou como mensagem para esta humanidade futura.

Aquela civilização foi um dos tantos Povos do Sol que atraiu para o planeta o atributo da reverência pelo sagrado.

Nazca é um lugar no mundo que espiritualmente deveria ser reverenciado, já que nesse lugar se desenvolveu uma humanidade avançada no conhecimento cósmico e divino e em sua relação espontânea com o Universo e com a Criação.

As Linhas de Nazca representam para o Pai essa mensagem interior de união da humanidade anterior com a Fonte Divina e, dessa forma, de sua importantíssima comunicação interior com o Cosmos.

As Linhas de Nazca deixam sobre o deserto a mensagem para o Universo de que, em tempos remotos, existiu uma humanidade que pôde espelhar, por meio desses símbolos, sua união com o Pai Eterno e toda sua cosmovisão com relação ao Sistema Solar que rege este planeta.

Dessa forma, as Linhas de Nazca não só deixaram uma mensagem eterna para as civilizações futuras, mas também serviram de Espelhos para estabelecer esse sistema de comunicação espiritual entre o Espelho do coração de cada ser com os Espelhos do Universo.

Isso demonstra, nos tempos de hoje, que a humanidade tem condições espirituais e internas para poder entrar em contato com sua verdadeira realidade interior e que a vida sobre este planeta não é somente física ou material.

As Linhas de Nazca deixaram para o mundo de hoje a mensagem de uma renovada e permanente união com o Universo existente no interior de cada ser e nos demonstram que podemos entrar em contato com o superior e o divino.

As Linhas de Nazca também deixaram a mensagem de Amor dos Reinos e a consciência de reverência e de devoção que todo ser humano pode conceber pelos Reinos da Natureza.

Nazca é o símbolo do despertar para esta parte das Américas, assim como outros lugares sagrados onde civilizações anteriores a esta ensinaram o conhecimento universal e divino a todo o seu povo.