Sexta-feira, 25 de outubro de 2019

Aparição
APARIÇÃO RESERVADA DA VIRGEM MARIA NO MONASTÉRIO DA CONFRATERNIDADE DO SENHOR, GUATAVITA, CUNDINAMARCA, COLÔMBIA, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN DE JESÚS

Em nome do Pai do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Através de Seus Mensageiros Divinos e universais, Deus contempla a humanidade em silêncio, assim como contempla tudo que criou para Seus filhos.

Se as árvores falassem, vocês escutariam sua dor. Se os animais se expressassem, compreenderiam seu sofrimento e angústia. Se tudo criado se pronunciasse, assim como se as pedras falassem, a humanidade ficaria horrorizada por tudo o que tem feito contra a evolução.

Ainda que isso continue acontecendo e que uma parte da humanidade continue cometendo os mesmos erros, existe uma solução e uma saída.

Por isso Deus os contempla em silêncio, para poder escutar de alguma forma a resposta da humanidade.

Os Reinos da Natureza são parte da evolução dos seres; nunca poderiam estar separados do ser humano, tampouco o ser humano estar separado deles. 

Tudo cumpre um ciclo, tudo cumpre uma evolução. E se esse ciclo e essa evolução são transgredidos, a evolução do ser humano e dos Reinos ficará incompleta, e o sofrimento que é gerado para os Reinos menores deverá ser transmutado e liberado de alguma forma.

Por isso, não é só o momento de se ter mais consciência, mas também de se ter uma boa e sã atitude para com cada um dos Reinos menores. Se os Reinos menores não estivessem neste planeta, o planeta não se expressaria, tampouco se expressaria a humanidade.

O ser humano deve encontrar o sentido e o significado da presença dos Reinos da Natureza. Eles são parte da comunhão com seu espírito e com sua alma.

Os Reinos menores não são para ser explorados nem transgredidos todo o tempo. Isso não permite que o ser humano evolua e desperte para o grande conhecimento universal. Isso não lhe permite continuar subindo a escada até o Infinito, para poder encontrar, algum dia, a Verdade e a Sabedoria.

Por isso, o próprio ser humano estanca sua evolução e não a finaliza. Por isso,  são muito poucos os que se oferecem para destrancar essa evolução da raça humana.

Os passos são para a ascensão, para o caminho do espírito, para a realização da missão pessoal de cada ser.

Mas enquanto a humanidade não vê estas coisas mais profundas e internas, nunca poderá compreender o Plano de Deus, tampouco sua existência, porque estará fora da Lei, estará fora do equilíbrio e da harmonia.   

Para alcançar as novas esferas e acessar os novos conhecimentos que existem no Universo, não se podem transgredir as Leis.

Sabemos que existe uma ambição desmedida de parte do ser humano que já é incontrolável e insustentável. Por isso, todos os esforços que se fizerem, todas as orações que se realizarem, todos os serviços que se prestarem, não só a seus semelhantes mas também aos Reinos menores, ajudarão para que, algum dia, essa parte da humanidade desperte e tome consciência de tudo o que faz e o possa corrigir.

Enquanto os animais forem mortos, existirão enfermidades incuráveis para o ser humano. Enquanto grandes extensões de bosques forem cortados ou forem destruídos, existirão conflitos entre as nações.

Tudo tem uma consequência, tudo tem uma origem. Nada está separado. É uma cadeia que o ser humano não consegue romper por si mesmo. Somente com a ajuda espiritual da Hierarquia, essas cadeias e essas opressões se liberarão, mas é necessário arrependimento, é necessário sentir no coração tudo o que está acontecendo e ajudar e revertê-lo.

Enquanto nada acontecer, enquanto uma parte da humanidade não escutar e não acolher o chamado que vem da Hierarquia, a mudança não chegará, e a humanidade continuará sofrendo suas próprias consequências.

Não poderá ser somente a minoria da humanidade que viva a mudança de consciência ou o despertar. Todos são chamados a cuidar e a proteger o que receberam, porque é único e não existe em outro lugar do Universo nem em outro planeta.

Por isso, todas as Hierarquias, todos os Mensageiros e todas as consciências do Universo contemplam com amor o planeta e a humanidade, porque Deus lhes entregou todo o melhor que Ele tinha para que Seus filhos pudessem crescer, amadurecer, aprender e evoluir.

Mas esse ciclo se rompeu desde os erros que foram cometidos por Adão e Eva. E novas raças, civilizações e culturas surgiram para tentar corrigir o que havia sido feito pelo desvio vivido e pelos erros cometidos.

Mas nem todas as culturas, consciências ou civilizações alcançaram a evolução que Deus necessitava. Por isso surgiram novas raças, surgiram novas gerações, para que o Plano pudesse seguir adiante. E o mais importante: que esse Projeto genético pudesse alcançar um estado vibratório elevado.

Como não foi suficiente a experiência, como não foi suficiente alcançar as aspirações e concretizá-las pelos próprios seres humanos, pelas próprias culturas ou povos, mesmo havendo vivido os grandes processos de contato e de união com a Hierarquia universal, o Pai Se entregou a Si mesmo por meio de Seu amado Filho, para que esse Projeto, para que essa genética humana, que foi amorosamente pensada e meditada, pudesse ser corrigida através do Amor Crístico proveniente da Fonte do Amor-Sabedoria universal.

Ao longo dos tempos, depois da passagem de Jesus pela Terra, houve exemplos, testemunhos e experiências de consciências que alcançaram os graus de Amor Crístico. Mas poucos conseguiram viver os mesmos estados que alcançou Meu Filho até o alto da Cruz, até o último momento de Sua expiração.

Por isso Ele derramou Seu Sangue e Sua Água por cada um de Seus companheiros e para que a Terra e seus mais profundos recintos fossem permeados pelo Sangue de Jesus, para que esse testemunho de Amor e de Redenção ficasse guardado na memória espiritual desta raça e deste planeta.

Todos esses códigos alcançados, todos esses planos vividos e experimentados por Meu próprio Filho são experiências muito profundas e espirituais que Ele deixou para o mundo, para que as almas e principalmente as essências pudessem se servir dessa preciosa e pura energia, da Energia Crística.

Agora, que o tempo e a humanidade estão em um momento culminante, é hora de que as consciências que se entregam e se doam a Cristo acessem esses Códigos de Luz de uma forma espiritual e interna, refletidos nos atributos do serviço, da doação, da fraternidade, da entrega, da oração, da Misericórdia e da paz, para que a cura se estabeleça não somente em suas consciências, mas também em seus semelhantes, em seus irmãos, conhecidos e desconhecidos, em todos os seres da superfície.

Que esse amor não só possa chegar ao mais profundo e íntimo de vocês neste tempo crucial para que sua fé e sua confiança estejam fortalecidas, mas também que esses códigos de Amor Crístico possam chegar às consciências e  aos Reinos menores que mais o necessitam, penetrando as capas mais duras e resistentes da consciência, do sofrimento, da opressão, da escravidão, dos conflitos. 

E essa harmonia e essa paz universal se alcançarão na superfície das nações, nos povos e nos continentes, quando esse Amor Crístico for vivido verdadeiramente e o aceitarem como parte de si, em uma comunhão profunda com a Divindade de Meu Filho.

Isso permitirá que o Projeto genético que Deus pensou desde o princípio siga adiante, mesmo nos tempos de Armagedom e de Apocalipse. As portas para a sabedoria e para o Amor cósmico não se fecharão, ainda que os acontecimentos se precipitem em algumas regiões da Terra e em algumas partes da humanidade, para que o ser humano possa aprender, tomar consciência e se arrepender verdadeiramente.

Já não é necessário que o ser humano siga sofrendo e padecendo por tudo o que faz e tudo o que vive. Estar na Lei significa um esforço maior, não só de manter a consciência e a mente abertas, mas também de participar dessas Leis vivendo-as dentro de si e praticando-as exteriormente, para que o povo sagrado de Deus volte a se reunir, volte a se unir, volte a se congregar em nome do Amor Crístico de Meu Filho, que sempre os levará à paz e à visão perfeita da realidade destes tempos, para que tudo seja reconciliado, redimido e curado nas consciências humanas.

O planeta, mas principalmente a humanidade, está diante de dois caminhos e deverá escolher um deles, não de forma impulsiva ou egoica, mas de uma forma intuitiva e amorosa. São dois destinos diferentes, são duas realidades diferentes, são duas situações diferentes e dois resultados diferentes.

Por isso, diante dessa encruzilhada ou dessa decisão, há que orar, orar e orar, para que a humanidade inteira, como uma só consciência e uma só civilização, escolha o caminho que a liberará ou a condenará para sempre.

Por isso, as Leis da Misericórdia atuam, governam e prosseguem na humanidade destes tempos, para que as almas recuperem o sentimento de amar a Deus, de buscá-Lo e de encontrá-Lo, sabendo que o Pai em Seu eterno silêncio os espera com Seus Braços abertos para recebê-los e ajudá-los. 

Mas agora são Seus filhos que devem escolher e decidir. Toda a ajuda do Universo chegará conforme a resposta da consciência humana e da disponibilidade das almas.

Essa decisão está no coração de cada ser deste planeta, mas não esqueçam de ter atenção e reverter os males causados ao Reinos da Natureza, que são inofensivos à vista do homem e que estão aqui para equilibrar suas emoções e seus pensamentos.

Os Reinos menores se oferecem para transmutar situações inconcebíveis. E, apesar do mau trato e da agressão que recebem todo o tempo, eles não deixam de se doar e de se entregar para que o homem possa evoluir e alcançar a maturidade que necessita neste ciclo.

Abram seus olhos, não físicos, mas internos. Abram seus ouvidos, não físicos, mas internos. Percebam, sintam e contemplem a realidade planetária, e compreenderão tudo o que lhes dizemos, porque o mais importante neste tempo é fazer o bem e proclamar a paz. Assim, já não se levantará nação contra nação nem povo contra povo. Já não se agredirão irmãos contra irmãos, e assim a Luz nunca faltará, e o Amor sempre chegará, porque será emanado da Fonte do Universo.

Estamos aqui como Consciências universais para ajudá-los a viver a mudança e para que essa mudança testemunhe, por parte de cada ser, o amor pelo Divino.

Agradeço-lhes por acompanhar-Me e por escutar-Me nestes tempos.

Que a bênção do Pai, do Filho e do Espírito Santo esteja em vocês e os impulsione a viver o que Deus tanto espera.