Domingo, 12 de abril de 2020

Aparição Extraordinária
APARIÇÃO DE CRISTO JESUS GLORIFICADO NO OITAVO DIA DE INSTRUÇÃO, DURANTE A SEMANA SANTA, NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN DE JESÚS

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

A procissão angélica chegou aqui junto com Nosso Senhor Jesus Cristo.

Reverenciemos o Glorificado Cristo Solar e deixemo-nos invadir pela Luz de Sua Divindade, que hoje vem mostrar-se como o centro de toda a Criação.

Essa Luz que nunca morreu e que venceu a escuridão, e que ainda a vence através dos tempos.

Participemos deste momento com a alegria de estar preparando o Seu Retorno à humanidade.

Deixemo-nos guiar pela Consciência do Cristo Solar que, revestido como um grande Sol, mostra-Se diante de nós com o Poder da Glória do Pai a Seu redor.

Contemplemos essa Luz silenciosa, mas poderosa, que Ele nos oferece. Reflitamos essa Luz da Divindade de Cristo em nosso coração, para que toda esta jornada que vivemos com Ele nestes oito dias seja selada como uma poderosa aliança entre nós e Seu Coração. Agradecendo por todas as Graças recebidas e pelos méritos que Ele compartilhou através da Instrução,  contemplemos a Glória de Nosso Senhor em Sua face de Cristo Solar.

Sintamos como todo o Universo se detém por Sua Presença, diante deste acontecimento Universal que o Mestre traz para nós e para toda a Criação.

Em Sua Presença, relembremos tudo o que vivemos nestes últimos sete dias e todas as revelações que Ele trouxe com um único propósito: a redenção da humanidade, o despertar das consciências, o cumprimento do compromisso de cada um de Seus companheiros.

Agradeçamos por todas as experiências que Ele nos fez atravessar e por todos os momentos de amor que Ele compartilhou com cada coração, renovando a vida dos que têm esperança em Seu Nome e despertando o mais verdadeiro e puro em cada ser humano.

É assim que hoje, nesta tarde, neste oitavo dia de Instrução com Cristo Jesus, o Cristo Solar vem pedir a nossa divindade, o mais profundo de nosso ser, a verdadeira luz que somos aos olhos do Pai Eterno, para que esteja a serviço de Seu Plano de Redenção e de preparação para o Seu Retorno ao mundo.

Que nossa divindade se coloque aos Pés de Nosso Senhor, assim como hoje nossas almas novamente são colocadas aos Pés de Cristo, para que sejamos preenchidos por Sua Luz espiritual e cósmica.

Reconheçamos este momento como algo único na história da humanidade. O Céu tocando a Terra, Deus chamando Seus filhos através de Seu amado Filho.

E vemos Cristo chorar de gratidão pela fidelidade dos consequentes, pelas orações dos perseverantes, pelo serviço dos incansáveis, pelo sacrifício dos humildes, pela incondicionalidade dos obedientes, pelos que amam a Deus e a seus irmãos assim como Cristo ama cada um de nós.

No mais profundo, nosso ser recebe o Cristo Solar e comunga com o aspecto mais imaterial do Pai. 

Hoje venho despedir-Me do mundo, porque este será meu último ano de  Instrução com vocês, depois que se cumprir a Sagrada Semana no mês de agosto. 

Eu já não virei mais, mas Meu Espírito será sua fortaleza, porque lhes dei tudo e pude cumprir, através dos Meus companheiros, a obra da Misericórdia que deverá continuar ressoando no mundo através do sacrifício total de suas vidas, até que lhes chegue a hora de ingressar no Céu para entrar no Paraíso de Deus.

Despeço-Me agora para que não sintam Minha falta. Quisera estar mais tempo com vocês, mas Minha nova hora se aproxima. Momento em que a humanidade será julgada universalmente para poder reconhecer seus erros e corrigi-los, através dos frutos da conversão e da Misericórdia que Eu entreguei para cada uma de suas vidas.

Mas não sofram porque Eu não posso ficar mais, porque os encontrarei através do Sacramento da Eucaristia. E quando se cumprir o final da Minha tarefa com vocês, tudo sucederá.

Mas não tenham medo; Minha Mãe estará com vocês. Seu Amor os protegerá e os levantará do chão quando não tiverem forças, porque  Seu Amor é incondicional. Por isso lhes entreguei o melhor que Minha Vida tem: a Mãe de Deus.

Enquanto não falo com vocês e faço silêncio, recordo os encontros que vivemos nos últimos seis anos. Recordo a força da fé de cada um dos Meus companheiros e a fidelidade dos que guardam o cumprimento de Minha Obra, através dos Sacramentos e de cada encontro de oração.

A Luz de Minha Glória desce à Terra para abençoar os que darão continuidade  à Minha Obra no mundo, sob o espírito da Igreja e do ecumenismo.

Assim como Eu mandei os apóstolos, de dois em dois, hoje  envio todos vocês para dar testemunho da Minha Presença em todas as nações do mundo. Que a Palavra do Cristo Glorificado seja ouvida em todas as línguas, para que, no coração dos que mais necessitam,  ressoem a mesma força e Graça que ressoaram em seus corações nos últimos anos.

Tudo foi consumado.

Assim como entreguei Meu Espírito nas Mãos do Pai, hoje entrego seus espíritos nas Mãos de Deus, para que nunca esqueçam tudo o que lhes deixei, a fim de que Meu desígnio espiritual se cumpra em cada um de vocês.

Hoje Me vou com Meu Coração cheio do amor e da gratidão dos Meus companheiros, dos que não tiveram medo da transformação, dos que não tiveram medo de proclamar sua fé e sua fidelidade a Cristo.

Minha Igreja espiritual e celestial os abraça, assim como hoje abraça o mundo inteiro, para que a cura se estabeleça na humanidade e em todo o planeta, porque Meu Amor nunca os deixará.

Minhas últimas mensagens serão as mais definitivas, de agora até agosto.

E vocês, com tudo o que aprenderam da Minha Palavra e da força do Amor de Deus, sempre deverão erguer Minha Igreja espiritual  sobre a superfície da Terra, para que cada alma seja o templo vivo que Eu necessito para poder retornar e cumprir com as Escrituras, assim como as Escrituras se cumpriram durante o Meu Nascimento.

Cristo se posicionou estendendo seus braços em Cruz como o Cristo Redentor, e a Luz do Seu Coração ilumina o mundo e tudo o que está nele, para selar esta aliança com o Plano Divino.

Se for de urgência e necessidade para o mundo, Eu poderia vir extraordinariamente a vocês, para que possam sempre ser guiados e conduzidos pelo caminho da Verdade.

Mesmo que Minha tarefa já esteja terminando entre vocês, assim como terminou entre os apóstolos, Eu poderia  reaparecer para dar e entregar as últimas instruções, conforme Meu Pai Eterno o determinasse.

Levem Luz para o mundo, para que o mundo, através da Luz, encontre o amor e a esperança de renascer à vida todos os dias.

Filhos, companheiros e amigos Meus, consumando este trabalho no oitavo dia de Instrução crística para o mundo inteiro, na plenitude do agradecimento do coração, oremos juntos a oração que Eu lhes ensinei em aramaico, suavemente.

Pai Nosso (em aramaico).

Bem-aventurados os que choram, porque sempre serão consolados.

Bem-aventurados os que perseveram, porque sempre encontrarão o Reino de Deus.

Bem-aventurados os que servem, porque verão a Deus.

Bem-aventurados os que se sacrificam por Mim, porque estarão Comigo na Vida Eterna.

Hoje darei a Bênção Pascal depois da Bênção dada pelo Santo Padre, o Papa Francisco. Hoje estou sob o embaixador de Cristo na Terra, porque os discípulos e servidores de Cristo sempre poderão dar passos maiores no amor do que os que Eu dei.

Que a Glória do Pai, do Filho e do Espírito Santo os acompanhe e os abençoe, para que estejam em Minha Paz.

Celebremos esta Eucaristia da Ressurreição dentro da Igreja Celestial.

Hoje, todos os consagrados que estão aqui presentes, representando todas as ordens religiosas do mundo, assim como todos os sacerdotes que hoje estão aqui presentes, representando todos os sacerdotes do mundo, subirão a este palco, para que juntos vivamos a consagração do Corpo e do Sangue de Cristo.

"Pai, Tu sabes que a humanidade sempre se equivocou, mas Tu também sabes de todos os que escutaram Meu Chamado e responderam a Minha Vontade. Nesta hora crucial do planeta, serve-Te de todas as entregas e sacrifícios de Teus filhos, daqueles que nunca abaixaram os braços nem tampouco desistiram de cumprir com Minha Vontade".

"Este é o maior oferecimento que Meu Coração Te faz neste dia, para que Tua Graça, Teu Amor e Tua abundância espiritual possam descer, e assim tudo possa ser renovado. Amém."

Hoje estou com os apóstolos dos últimos tempos e, assim como celebrei a Eucaristia com Meus apóstolos após a Ressurreição, hoje venho celebrar com vocês esta Comunhão espiritual, para que suas consciências sempre possam ser renovadas. 

Por isso volto a tomar o pão e, oferecendo-o a Deus para que seja transubstanciado, entrego-o a vocês, dizendo-lhes: "Tomem e comam, porque este é Meu Corpo, que foi entregue pelos homens para o perdão dos pecados".

Louvamos-Te, Senhor, e bendizemos-Te.
Louvamos-Te, Senhor, e bendizemos-Te.
Louvamos-Te, Senhor, e bendizemos-Te.
 Amém.

Ofereço ao Pai o Cálice da redenção e da renovação, para que o vinho seja transubstanciado no precioso Sangue de Cristo, e entrego-lhes este Cálice, dizendo-lhes: "Tomem e bebam, porque este é o Cálice de Meu Sangue, Sangue da Nova Aliança entre as almas e Deus, Sangue que foi derramado pelos homens para a remissão dos pecados. Façam isto em Minha memória".

Louvamos-Te, Senhor, e bendizemos-Te.
Louvamos-Te, Senhor, e bendizemos-Te.
Louvamos-Te, Senhor, e bendizemos-Te.
Amém. 

Em união com a Santíssima Trindade, por todas as Graças e méritos recebidos, como triunfo da dolorosa Paixão de Jesus e pela cura urgente e necessária da humanidade, rezemos a oração que Cristo nos ensinou, para consumar esta aliança e consagração espiritual e interna.

Pai Nosso (em espanhol).

Pai Nosso (em inglês).

Que a Paz e o Amor de Cristo desçam à Terra.

Damos-Te graças, Senhor, por quanto nos dás!

Neste encontro, honramos-Te, Senhor.

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.