Terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

Maratona da Divina Misericórdia

Oh, Pai! Olha, contempla e vivifica em Tuas criaturas o Reino do Teu Amor, que Tu, por meio do Teu Poder, semeaste e cultivaste, e que já despertou nos corações do mundo.

Oh, Pai amado! Não olhes os pecados, mas a Obra da Tua Misericórdia, que se fortalece com a fé, a adoração e a devoção dos Teus filhos.

Permite-Me Pai, que hoje, como Teu amado Filho, escreva em Teu Livro de Luz a história, Senhor, que estás escrevendo através do Meu humilde Coração.

Pai amado, refugia Tuas criaturas no Universo da Tua Criação.

Refugia as essências no Universo do Teu Amor, para que algum dia todas elas se tornem imaculadas, como uma vez o foram, no Princípio, quando surgiram das Tuas Fontes de Luz, dos Teus Mananciais Criadores.

Oh, Pai! Não olhes o erro da humanidade, mas a fidelidade dos Teus filhos que Te seguem, que creem em Ti e que bendizem o Teu Sagrado Nome.

Oh, Adonai! Pai da Sabedoria, expande Tua Consciência aos confins do Universo, a fim de que as almas despertem para Sagrado Princípio do Teu Conhecimento.

Santo Pai, Emmanuel, Sublime e Divino Governante do Universo Mental. Oh, Pai da Criação infinita! Oh, Divino Pensamento da Sagrada Manifestação! Reconstrói as essências que estão feridas, retira dos infernos os que estão caídos e fecha com o Teu Poder as portas ao mal.

Abba, Pai da Iluminação, Conselho infinito e Divino, Cálice honorífico e venerável, Emanação Divina da Criação, Fonte Imaculada da Pureza, desce sobre este mundo com o Raio do Teu Poder e da Tua Divina Compaixão. Não olhes os erros dos Teus filhos nem as faltas dos pecadores. Olha, Pai, contempla e glorifica Teu Coração com a chama acesa do Amor no coração dos Teus filhos.

Sagradas hostes de Adonai, Pais elevados e resplandecentes, Emanações da Fonte Criadora, Raios sagrados de Deus, despertem os dons e os talentos nos que escutam a Voz do Mestre e Senhor, para que as sagradas missões se definam e os divinos talentos despertem nos que esperam conhecer a sua evolução.

Pai da Misericórdia e do Perdão, que Te fizeste pequeno e semelhante a nós através do Teu amado Filho, que encarnaste entre os homens para ensinar-lhes o amor, o perdão e a redenção.

Sagrado Pai do Universo, que sofreste por nós em cada passo da Paixão, que derramaste Teu Sangue para a libertação dos pecadores, que derramaste Tua Água do Lado de Teu Filho para lavar as feridas mais imperfeitas, para redimir os que tinham caído na perdição.

Sagrado Pai do Amor, Fonte Insondável da Graça Divina, Sagrado Sol do Universo entre todos os sóis que existem, eterna Estrela de Deus entre todas as estrelas que existem, manifesta o Teu Projeto, o Teu Poder e a Tua Vontade neste planeta tão pequeno e insignificante aos Olhos do Universo.

És tão humilde, Pai, que Te fizeste pequeno e encarnaste o Espírito de Amor e de Misericórdia em Teu Filho Jesus, para demonstrar ao mundo que estava perdido, que devia retomar seus caminhos dentro dos Caminhos de Deus.

Oh, Sagrada Fonte do Amor! Essência curadora, redentora e compassiva, brota como fonte inesgotável e inextinguível nos corações que aceitam a Tua convocatória.

Porque assim, Pai, Eu poderei vir do Céu em Glória e em Luz, quando o indicares, na hora culminante da Terra, quando o fogo e o enxofre estiverem purificando o planeta dos seus maiores pecados, para que seja merecedor da Redenção.

Hoje venho como o Senhor do Ouro e do Enxofre, para que, por meio dos elementos, as almas se purifiquem e se consagrem a Deus.

Oh, Sagrado Pai! Cura a Sagrada Mãe Terra, que sofre as consequências dos seus filhos, tanto na terra como nos oceanos; que sofre por meio de cada elemento criado, por meio de cada Reino expresso na Fonte da Tua manifestação.

Que a humanidade retorne às suas origens, para que os Reinos da Natureza, oh, Sagrado Pai, possam retornar às suas origens!

Pacifica os corações, Adonai.

Unifica as consciências, Emmanuel.

Eleva a humanidade, Abba, para que algum dia perceba que saiu do caminho do Teu Propósito Maior, para que, antes que tudo suceda, a maior quantidade de espíritos sobre a Terra retorne ao Reino de Tua Glória. Amém

Esvaziem os seus corações ante a Minha Presença.

Benditos sejam os que choram em Nome do Senhor, porque serão consolados por seus sofrimentos, penas e dores!

Benditos sejam os que se entregam ao Senhor e confiam no chamado de Cristo, do Rei do Universo!

Benditos sejam os que hoje se convertem, pedem perdão a Deus e se reconciliam com o Universo! Porque serão coroados no Céu, diante da Glória do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

Benditos sejam os que abandonam as trevas, para ingressar no caminho da Luz!

Benditos sejam os que amam sem nada esperar, sem nada querer, sem nada desejar! Porque receberão em suas mãos o Cetro de Deus para sentir a potência de Seu Espírito Divino, transformador e redentor, curador e libertador.

Benditos sejam os humildes de coração, porque eles aparecerão inscritos nos Livros Sagrados de Deus, como parte desta experiência de redenção e de misericórdia.

Louvado sejas, Senhor do Universo. Bendito sejas, Pai da Criação, porque novamente a Tua infinita Misericórdia vencerá a Justiça, porque nestes dias a voz dos Teus filhos foi ouvida por Teu Coração.

Que ressuscitem os que estavam mortos em espírito e em alma! Porque a hora da salvação chegou, e o Senhor, que é poderoso e invencível, trará à Terra Seu Divino Reino para comungar com os Seus filhos, por toda a eternidade. Amém

Que o sacrifício do Cordeiro de Deus hoje seja revivido para o perdão dos pecados e o estabelecimento da Graça do Pai nos corações.

Comam todos d’Ele, porque este é o Meu Corpo, que foi entregue para a salvação dos pecadores. Tomem e bebam do Meu Cálice, porque este é o Sangue do Cordeiro de Deus, que foi levado ao matadouro, para a redenção de todos os caídos.

Oh, Sagrado Coração de Deus! que brotas como uma Chama viva e incandescente, ilumina os caminhos dos que hoje ingressam em Teu Reino, pelos méritos alcançados pelo Sagrado Coração de Jesus.

Depois que morri na Cruz e libertei os infernos, ao terceiro dia o Senhor ressuscitou e hoje vocês, depois de três dias, ressuscitam em espírito.

Que nunca esqueçam estes momentos, porque necessitarão deles quando a situação se agudizar no mundo. Deverão voltar a beber destes conhecimentos para que estejam sempre fortalecidos. Minha Mão nunca os soltará, sempre tentarei levá-los ao Reino para que estejam nos Braços de Deus.

Hoje elevo-Me ao Céu, encerrando este encontro para a próxima e grande missão, que aspiro a que todos acompanhem, como acompanharam esses dias, com a simples fé do coração.

Hoje escolhi uma canção que abre as Portas dos Céus e une também todos os cristãos em suas diversas manifestações.

Hoje daremos graças Àquele que tudo permite, louvando Seu Nome, honrando Seu Coração, exaltando Sua Consciência; porque Ele é o Pai do Amor, é o Pai que os levará em Seu Coração para sempre.

Hoje ficarei para ouvir as primeiras palavras desta canção; da chama da devoção dos seus corações, servir-Me-ei do amor para entregá-lo ao mundo, especialmente na África, no Extremo Oriente e na Rússia.

Cântico “Aleluia”.

Eu os abençoo sob o Poder do Criador do Universo e da Terra, dos sóis e das estrelas, das humanidades e das essências.

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

Amém