MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, PAYSANDÚ, URUGUAI, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Aprendendo a render o coração

A humanidade, filhos, ainda está aprendendo a render o coração a Deus. Alguns se rendem por não ter outro caminho e outras escolhas; outros se rendem por tudo o que já sofreram; e uns poucos se rendem por amor, porque não foram vencidos nem por sua inércia, nem pelo sofrimento da vida, mas sim pelo Amor de Deus. Esta rendição é a que o Senhor os chama a viver.

Quando Cristo lhes diz: "Rendam-se a Mim", não fala sobre seguir Seu caminho por não terem outras escolhas, por medo ou por insegurança; não fala sobre escolherem o Seu caminho porque sofreram o suficiente para não querer buscar outra coisa senão a paz. Cristo lhes fala sobre compreender o verdadeiro sentido da vida; sobre saber que estão na Terra por um propósito superior, este que é a renovação do Amor de Deus.

É sabendo e tendo fé neste Amor, que destitui de suas vidas todas as potestades humanas, que vocês começarão a se render verdadeira e espiritualmente a Cristo.

A rendição é uma decisão interior, que nasce da descoberta do Amor de Deus e da ânsia de viver nesse Amor e por esse Amor para sempre.

Quando um ser está rendido ao Amor de Deus, compreende todas as coisas como veículos para chegar a ele: as dificuldades, as provas, as humilhações, o vencimento das resistências, o constante aprofundamento da entrega, tudo se torna veículo para renovar o Amor do Pai, porque tudo isso participa de Seu Plano e chega na vida de Seus filhos e servidores para conduzi-los ao propósito maior, à Vontade Divina.

Por isso, filhos, neste tempo, rendam-se a Deus de coração e sem medo, confiantes em Sua Graça e em Seu incomensurável Amor. Deixem que o Pai lhes dê a conhecer este Amor, diante do qual tudo se torna pequeno, tudo perde o seu valor e o seu sentido. E rendam-se a ele. Descobrirão, assim, que não há nada mais maravilhoso na evolução dos seres do que ser inundado e preenchido por Deus, porque foram criados para isso, foram criados para amar.

Seu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Oração pela Nova Vida

Que o despertar se dê nos corações 
e nas consciências 
dos que se comprometeram
com a renovação do Amor de Deus.

Que a oração seja a Água Viva
que mantém os corações limpos,
as mentes em paz e os espíritos puros
para responderem ao Chamado Celestial.

Que o serviço seja a tocha
levada para acender os corações
que perderam a esperança,
e que ele os renove no amor, na fé
e na alegria de estarem em vida.

Que o conhecimento seja o motivo
da constância dos seres
no Plano de Deus,
porque a Sabedoria os vivifica e fortalece,
com bases verdadeiras para chegar ao Pai.

Que a vida fraterna seja o sustento e a fortaleza
dos que aspiram a participar do Novo Mundo,
pois sabem que tudo apenas se constrói
amando o próximo, em unidade.

Que o amor aos Reinos da Natureza 
seja um sinal
de que a Redenção se cumpriu 
e de que os Mil Anos de Paz 
começam a se manifestar na Terra
que, digna de um novo nome,
retorna ao Coração de Deus.

Que assim seja.

 

Seu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Quando a Voz do Criador se pronuncia no mundo, através de Seus Mensageiros, ela traz em seus ensinamentos Verdades sublimes que se ocultam na Existência, no sentido da vida, nas raízes da Criação.

O Pai lhes fala sobre estas coisas neste tempo, porque é hora de elevarem a consciência, como seres e como humanidade, para que, amparados pela Verdade, passem pelas últimas provas e momentos nos quais estão imersos na ilusão da Terra.

Elevem-se, não para serem indiferentes diante das atrocidades do mundo, mas para que possam auxiliar o planeta de outro ponto de suas consciências, onde o auxílio que prestam ao mundo provém de Deus e não de seu pobre e humano coração.

Para que a experiência de amor na Terra seja real, ela deve ser vivida dentro da Consciência Divina. Seus corações, filhos, devem estar em Deus e ali renovar-se no Amor, porque é o Amor do Pai em vocês que se renova, e não apenas o amor humano.

A Sabedoria e o Conhecimento Divino, que o Criador faz descer ao mundo neste tempo, são para que suas consciências se expandam e compreendam a amplitude do Amor de Deus, que não se encerra nos corações dos homens, mas que se move e se manifesta em toda vida, inclusive além deste mundo, em toda Criação.

Deixem que suas consciências se expandam, adentrando na Ciência Divina, para que, assim, possam ver a vida e tudo o que existe como expressões do Amor de Deus. Assim, filhos, poderão olhar para si mesmos e para os seus irmãos e sentir a Graça de Deus.

E quando os seus olhos derramarem lágrimas, será por compartilhar a dor do Pai pelas almas, será para lavar com elas o Coração ferido de Deus, e, limpando o Coração de Deus com a água que provém de suas almas e se expressa em seus olhos, estarão gerando méritos para a salvação e a redenção dos que estão perdidos, dos que causam e padecem injustiças, dos que estão cegos e cegam os seus irmãos.

Encontrem, assim, uma nova forma de ajudar o mundo e, ainda na solidão de seus corações, que tudo em suas vidas seja por Amor à Criação, à Vida, a Deus.

Seu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NA CIDADE DE FLORIANÓPOLIS, SANTA CATARINA, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Santidade é ser consciente da Presença Divina e viver sob Seu Olhar, envergonhando-se, arrependendo-se e confessando-se nas fraquezas e, ao mesmo tempo, acolhendo, reverenciando e agradecendo os Dons e as Graças que do Pai provêm.

Santidade é transpassar, cada dia um pouco mais, as capas da ilusão material, para fixar os olhos e o coração no Propósito e na Verdade Divina. Aos poucos, as forças, as tendências e as condições humanas vão perdendo o lugar no coração dos seres, e esse espaço é preenchido pela liberdade de amar e servir a Deus.

Santidade é reconhecer que o caminho é longo, pois o desvio foi grande, mas, acima de tudo, confiar no milagre e na Misericórdia de Cristo, sem condicionar ou limitar as ações do Senhor na própria vida. Mas, ao contrário, deixando sempre que Ele tenha a possibilidade de transformar as pedras perdidas no lodo em pérolas cristalinas e puras, plenas de Sua Verdade e Transparência.

Santidade é saber que nunca se chegou ao ponto necessário e não deter os próprios passos nem a Graça de Deus em suas vidas, na certeza de que, em algum momento da evolução, a Unidade chegará e, nesse dia, a Criação se recriará. E, tendo o Pai renovado o Seu Amor, reinventará a Vida em um novo grau de Amor.

Vejam a santidade como um horizonte que os chama. Esse é um caminho e não uma utopia.

Busquem o serviço, o amor e a transparência e, sem perceber, viverão a redenção e, mais do que isso, retornarão a Deus.

Seu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Contempla, no centro do Universo, no coração da Criação, o Pai Criador em Seu silêncio. Fonte de todas as fontes, Luz que gerou todas as luzes, silêncio de onde nascem todos os sons. O Coração do Pai observa a Terra, esperando o despertar da humanidade, que em sua maioria vive indiferente para com Deus.

O Coração do Pai silencia com Amor, um Amor que não conhecem neste mundo, mas que são chamados a viver.

Para encontrar o Amor de Deus precisam buscá-Lo além de suas vidas humanas; precisam deter-se e procurar no próprio interior a ponte para o Coração da Vida, que é Deus.

Saibam que o Seu silêncio tem mais sentido que todas as palavras, porque, ainda que fossem pronunciadas todas juntas, não expressariam o que é o Pai.

Saibam que o silêncio de Deus expressa algo único para cada ser. Não basta que Deus fale com seus irmãos; Ele aspira a pronunciar a cada coração o Seu silêncio, para que O sintam, vivam-No e saibam da existência de Deus e de Seu Amor pela própria experiência com Ele.

Viver a Deus os transforma, cura-os e os renova no verdadeiro sentido de sua existência. Por isso, filhos, mais do que buscar filosofias e ciências, antes de tudo, busquem a Deus. Na humildade de uma oração e na verdade do silêncio interior O encontrarão. E assim, Face a face, cumprirão com Sua Vontade e receberão d'Ele o Amor que devem expressar na Terra.

Aquele que os inspira a buscar a Deus, 

Seu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Falo ao coração do velho homem para que se renda e se torne novo, renovado em Deus por Seu profundo Amor.

Falo ao coração retrógrado de uma humanidade perdida, para que, sabendo-se desviada, busque o caminho de retorno ao Coração do Pai e adentre no caminho de sua redenção.

Falo aos miseráveis, aos pecadores e aos indiferentes, para que saibam que, reconhecendo suas misérias, pecados e indiferenças, podem convertê-los e fazer deles um motivo para que a Misericórdia desça sobre o mundo e permeie não apenas o seu ser, mas toda a vida.

Falo aos que se consideram pequenos e aos que se consideram grandes, para que cada um, rendendo as suas vaidades, saiba que não é querendo ser pequeno nem grande que chegará a Deus; é sendo nada, dispondo ao Pai grandeza e pequenez, sabendo que tudo só encontra sentido em Deus.

Falo ao mundo por uma Vontade maior, fazendo de Minha voz o eco da Voz Soberana do Criador, porque Ele envia os Seus Mensageiros para advertir e guiar a humanidade. Por isso, escutem os Mensageiros de Deus, como a Voz de Deus mesmo que os fala. Em gratidão, reverenciem a graça que o Pai lhes concede.

Saibam que se escutam estas palavras, elas são para cada um de vocês; é Deus mesmo que os chamou pelo nome para escutarem Sua Voz.

Falo a você, filho Meu, porque esta é a Vontade Divina. Basta agora que siga estas palavras para que compreenda o que o Criador espera de seu coração.

Seu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Nos Reinos da Natureza, Deus encontra a Sua morada.

Nos Reinos da Natureza, o Criador expressa Sua perfeição.

Nos Reinos da Natureza, guardam-se os mistérios do Universo e as chaves para ingressar na nova vida.

No amor aos Reinos da Natureza jaz a expressão do novo homem.

No amor aos Reinos da Natureza jaz a cura para todos os males e enfermidades físicas e espirituais, porque o segredo da vida é o auxílio mútuo entre tudo o que foi criado.

Se querem viver a cura, sirvam e curem os Reinos da Natureza. Se querem se elevar a Deus, ajudem uma árvore a viver sua elevação. Se querem aprender a viver o amor, deixem-se ser amados pelo Reino Animal e aprendam com eles a expressar, sem medo ou vergonha, o amor que há em seu interior. Se querem ser firmes e fiéis, aprendam com a doação dos minerais. Se querem ser transparentes e expressar a semelhança com Deus, contemplem, amem e reverenciem os oceanos.

O Criador lhes concedeu a graça de se renovarem todos os dias através da renovação que vivem constantemente os Reinos da Natureza.

Renovem-se no amor, contemplando os Reinos. 

Superem-se no amor, servindo aos Reinos. 

Sejam mais amor, vivendo em comunhão com os Reinos e, assim, poderão ser chamados dignos filhos de Deus.

Seu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Eleva a tua consciência, através do silêncio, da oração e da aspiração de descobrir a ciência espiritual da vida. Deixa que tua natureza de criatura divina se revele, através da humilde aspiração de expressar o que verdadeiramente és, o que nasceste para ser.

A vida sobre a Terra até hoje, filho, apenas expressa uma síntese das experiências vividas por cada ser ao longo de sua evolução. Apesar de este planeta ter sido criado para gerar a renovação da vida, nada ainda do que nele se vive é novo.

Não fostes criado para expressar destrezas, mas, sim, virtudes; virtudes espirituais e internas, que renovam os Dons de Deus quando são vividas pela expressão do amor no coração humano.

Tudo na vida sobre a Terra guarda em si um propósito sagrado e uma ciência divina e espiritual que, quando vivida, transforma e eleva o planeta, para que alcance o Coração de Deus.

Os Reinos da Natureza, os elementos, a composição dos seres da Terra, os conjuntos da vida familiar, algumas formas de expressão da vida humana, tudo guarda em si um propósito sagrado. E os seres humanos portam em seu interior a síntese desse propósito, a chave para sua manifestação, o mistério para sua expressão.

A natureza cumpre com sua parte, até onde lhe é possível. A consciência do planeta cumpre com sua parte, até onde lhe é possível. E até mesmo Deus cumpre com Sua parte, até onde Lhe é possível. Mas, para que tudo se renove, o coração humano deve despertar, elevar-se e colaborar para a elevação e a renovação de toda a vida.

A existência humana é um mistério incompreensível para quem não conhece o Amor de Deus. 

Medita no que te digo e, quando estiveres diante de uma manifestação da vida, seja um elemento da Natureza, os Reinos, seja um semelhante, emana amor e gratidão e aspira a que eles expressem o melhor.

Assim se constrói a evolução: sendo para o outro o motor que o leva a amar.

Teu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Renova-te todos os dias na fonte da paz e da oração, que provém de Deus. Não deixes que teu ser perca a mudança dos ciclos, por estar distraído e preso aos ciclos anteriores. A vida neste tempo tem um ritmo dinâmico e firme e, para acompanhá-la, é necessário estar em oração e em paz.

A oração te fará vigilante, para que possas atuar com sabedoria quando for necessário.

A oração trará paz quando os acontecimentos do mundo apagarem a esperança do coração de muitos seres que não conheciam a Deus.

A oração renovará tuas forças e teu compromisso com o Pai, quando de teus ossos humanos emergirem o medo e a indiferença.

A oração te levará a Deus e guiará o teu caminho de retorno ao Coração do Pai, ainda quando Ele parecer estar distante de ti.

A oração protege. A oração ampara. A oração unifica. A oração transforma.

Ora, filho, e não te esqueças nunca de orar.

Teu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Quando o Pai revelou, pela primeira vez, a Cruz ao Seu Filho, Cristo fechou os olhos e deixou que Seu Coração fosse além do sofrimento, do medo e da dor; elevou o olhar ao Universo, à Sua Origem, às estrelas que pairavam no Céu. Cristo mergulhou no sentido profundo da Cruz e contemplou o Coração de Deus vivendo uma revelação e uma renovação do Amor.

Cristo contemplou o Universo e viu as portas que se abririam, uma a uma, desde o Reino do Pai até os corações dos homens, criando um elo de unidade entre as dimensões.

Cristo contemplou os erros cometidos no passado durante toda a evolução das criaturas que nasceram do Coração de Deus e que, ao longo de seu desenvolvimento, desviaram-se do caminho.

Cristo contemplou como o sangue que brotaria de Suas Chagas se derramava além da terra e chegava ao profundo da condição humana, curando, inclusive, as raízes de males desconhecidos, inconscientes para os homens.

Cristo viu a Cruz que Seu Pai Lhe oferecia e encontrou Sua Mãe Divina acompanhando cada um de Seus passos na Terra, como no Infinito, renovando Suas forças humanas e internas e ajudando a se renovar no Amor e na entrega.

Cristo viu a Cruz que Seu Pai Lhe oferecia e soube que ela perduraria nos séculos, impressa na chaga espiritual que levaria, em Seu Coração, até o dia de Seu retorno ao mundo.

Cristo se reconhecia parte de Deus e, colocando Seus Olhos sobre a Essência Divina do Criador que habitava em Seu Peito, soube que era Deus mesmo quem viveria essa oferta de Amor por Suas criaturas.

Hoje, filho, Deus oferece uma cruz ao planeta, como a cada criatura. Olha a situação das nações e o caos da Terra e encontra ali essa cruz, mas vai além dela e sabe que, muito além do sofrimento, da entrega, da confusão interior, está o Amor que nascerá de teu coração se, como o Filho de Deus, traspassares essas aparências e pronunciares teu “sim” ao Coração do Pai: “sim” ao sacrifício vivido por amor, “sim” ao perdão que supera todo erro, “sim” à esperança que transcende o caos e faz das aparentes derrotas uma vitória divina.

Teu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Escuta o Coração de Deus, que palpita no silêncio de todo coração humano. Une teu espírito ao Espírito do Pai, em oração, e cresce em virtude, em gratidão e em amor, porque o mundo o necessita.

Chegou o momento em que o planeta também adentrou em sua agonia, assim como tu, filho, no profundo de teu ser, podes sentir a agonia que precede uma grande entrega e o triunfo e a renovação do Amor de Deus.

Escuta em teu interior o Coração de Deus, porque neste ciclo que começa, apenas Ele poderá guiar-te em tuas ações, pensamentos e sentimentos; apenas com teu espírito unido ao Seu, saberás discernir para dar passos seguros e sem temor.

Escuta a Voz de Deus em teu interior, inconfundível, impassível, transmitindo quietude para a tua alma e fortaleza para o teu coração.

A agonia do planeta está começando e, assim como tu foste e és provado nas tentações do mundo para perseverar em tua entrega a Deus, assim também as nações e seus povos serão provados e uma a uma se confirmarão em sua entrega e união ao Pai, para que sejam o berço de uma Nova Vida.

Tu deverás orar e unir teu coração ao Coração de Deus, prestando o maior e mais grandioso serviço, de manter aberta a porta da consciência humana para o Coração do Pai, para que os homens não percam o vínculo com o Seu Criador.

Não temas, nem entristeças, mas só mantém teu coração em Deus. Tu conheces a Cruz do Senhor e sabes que, depois do sacrifício, da humilhação e da entrega, chega a renovação do Amor. Por isso, concentra teu coração em fazer verdadeira a tua oferta, e que cada segundo de tua vida neste mundo seja para a renovação do Amor de Deus, seja um tijolo que colocas na Terra para construir a Nova Vida.

Tens a Minha bênção para isso.

Teu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Reverencia os mistérios de Deus, reconhecendo tua ignorância e amando adentrar na Sabedoria Divina.

Reverencia o Deus que se esconde na Eucaristia e que se revela, em um profundo diálogo de amor, quando o coração se abre e é capaz de escutá-Lo.

Reverencia os mistérios de Deus, porque Sua Vontade está além de toda a compreensão e lógica humana. A Mente e a Vontade de Deus não se movem como a mente e a vontade dos homens. Por isso, acredita que o Pai Criador se esconde no pão e no vinho e coloca Sua Consciência Divina nos elementos sagrados, escolhidos para guardar a memória da Paixão de Seu Filho, para que, assim, os seres aprendam a reviver essa Paixão e encontrá-la refletida nos dias de hoje em todas as situações da vida.

Deus não diminui Sua grandeza para estar no pão e no vinho; Ele revela Sua Onipresença e, dessa forma, convida os seres a se aprofundarem no conhecimento do Seu Espírito, da Sua Ciência Divina.

Hoje, filho, apenas reverencia a presença de Deus e deixa que Ele te renove e revele a verdade do teu coração.

Hoje venho como aquele que contempla o Coração de Deus na Eucaristia como no Universo, para te ensinar que Deus é um só, presente no Cosmos como na Eucaristia, presente no Infinito como na essência de cada ser.

Busca o caminho para encontrá-Lo, cria uma comunicação com o Pai, porque apenas Ele te sustentará no tempo que chegará.

Teu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

 

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Respira o Sopro do Espírito de Deus e deixa que Ele te transforme por dentro, colocando em teu interior o primeiro pensamento que Deus emanou ao pensar em ti, para criar-te como parte viva de Seu Coração.

O Criador é tão misterioso, Seu Plano tão desconhecido e Seu Amor tão incompreensível, que não importam os erros humanos ou a distância em que se encontrem os corações do Seu Sagrado Coração. Deus, filho, apenas espera que a humanidade se arrependa, se renda aos Seus Pés e clame por Misericórdia, porque dessa forma Seu Amor triunfará além das trevas e o mal perderá a sua influência sobre as almas.

O Sopro de Deus se aproxima de todos os corações, para retirá-los da ignorância e despertá-los para um Perdão sem limites e uma Misericórdia cuja fonte é eterna e abundante.

Apenas permanecerá na escuridão aquele que escolher estar nela, porque o Sopro do Espírito de Deus vem acender as chamas dos corações que se apagaram por não terem ar, por não terem vida.

Por isso, hoje, acredita na renovação que provém de Deus, nesta Graça que emana de Seu Espírito, porque Ele tem poder para limpar toda mancha, para te colocar no ponto do princípio, para revelar-te o Seu Amor perfeito e para entregar-te tudo, ainda que em vida não geraste mérito para receber coisa alguma.

Mistério entre mistérios é o Amor que Deus te convida hoje a receber, viver, multiplicar e distribuir ao mundo.

Tens a Minha bênção para isso.

Teu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Não vês, filho, que o mundo agoniza?

Das entranhas da Terra são expurgados os males que lhe causam feridas profundas e espirituais. Das entranhas dos homens são expurgados os males milenares, frutos de uma história construída com base em erros e descaminhos, decisões sem Deus, corações sem amor.

Como o teu Senhor no Horto Getsêmani, fecha os teus olhos e observa o mundo; vê que o planeta agoniza e a consciência dos homens se estremece sem perceber. Não conhecem a razão de seus males e catalogam novas doenças, para dar nome a uma vida vazia de Deus ou plena de uma profunda ignorância.

Como o teu Senhor no Horto Getsêmani, observa a vida sobre a Terra e vê, filho, que apenas um grande amor poderá curar este mundo.

 Amor é esta potência desconhecida e oculta que fez com que o próprio Deus se multiplicasse e se espelhasse em Suas criaturas, para que esse Amor ganhasse vida e se renovasse, de tempos em tempos, em um Amor maior.

O Amor cresce quando o coração se retira da ignorância e adentra na Verdade. O Amor se multiplica quando o ser não apenas conhece a Verdade, mas a vive, expressando sua sabedoria através de ações de amor.

O caminho para a Verdade é a oração, que os coloca em dimensões internas, que estão além de toda a ignorância. Por isso, ora e clama ao Pai por Sua presença. Eleva-te ao Seu Coração e dentro do Coração de Deus observa o mundo e a vida, assim como fez o Seu Filho no Horto Getsêmani.

Vê que não há limite para o Amor, porque ele é infinitamente necessário na Terra e muito além dela.

Ora, filho, e encontra uma causa maior para tua própria vida. Encontra a causa de Cristo, a causa de Deus, o sentido de tua existência, que se guarda na necessidade que a vida tem de uma constante renovação no Amor de Deus.

Vê que no silêncio do teu coração podes servir e na sinceridade de teu espírito podes transpassar fronteiras. Sem uma vida espiritual verdadeira e profunda, nada terá sentido. Esta é a grande sede do mundo, esta é a sede de Cristo, esta é a sede de Deus.

Teu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUERIA, MINaS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Restaura-te na fonte da oração que, quando ofertada sinceramente, gera méritos para a Redenção das almas.

Restaura-te na fonte da oração e renova-te na certeza de que teu esforço não é vão e de que tudo o que ofereces se converte em reparação para o Coração de Deus.

Restaura-te na fonte da oração e deixa que tua alma ofereça tudo de si a Deus e a Seu Filho que, ao longo de toda a evolução humana, oferece o Seu Coração em sacrifício e renúncia por cada ser desta Terra.

Restaura-te na fonte da oração e recorda-te das almas sem esperança nas guerras, nas favelas e nos palácios deste mundo. Deixa que tua voz, às vezes já sem força, possa chegar ao profundo desses seres como um impulso para que também eles não desistam de encontrar a Deus.

Restaura-te na fonte da oração e não te canses de pronunciar ao Pai os teus louvores. Sabe que o Coração de Deus sempre te espera e que, por menor que seja a tua oferta, quando ela é sincera, os seus méritos se multiplicam infinitamente e a Redenção que dela nasce é eterna.

Restaura-te, filho amado, na fonte da oração e, até o último de teus dias, ora para que o Pai jamais se afaste de ti.

Se não tiveres força ou voz para orar, ora em silêncio. E se teu coração está fraco para emitir amor, ora na quietude. E se tua mente não conseguir pronunciar um pensamento, ora no vazio. E se tua alma estiver no deserto e nada sentir, apenas ora esperando que Deus ali te alcance. Nunca feches a porta para o Coração do Pai.

Persiste e sê firme, ainda que seja no mais íntimo de teu ser.

Tens a Minha bênção para isso.

Teu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NA SAGRADA CASA DE MARIA, MÃE PAULISTA, SÃO PAULO, BRASIL, À IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Eis que os Anjos do Senhor abrirão no Céu duas portas, pelas quais haverão de ingressar todas as almas no momento de sua definição.

Quando a Misericórdia e a Justiça já tiverem descido sobre o mundo, quando a paz tiver se consolidado no coração dos que se abriram para receber o Amor e o Reino da Mãe de Deus, quando as trevas tiverem se assentado no coração dos ímpios, que, clamando, chorarão por uma nova oportunidade, os Anjos do Senhor abrirão no Céu duas portas, para que por elas ingressem todas as almas.

A primeira será estreita, simples e luminosa; a segunda será ampla como o mar, mas seu destino não conduzirá ao Reino dos Céus nem ao reino do mundo, senão ao recomeço, ao vazio, ao nada.

Até o último instante do tempo deste mundo, o Criador tentará resgatar e despertar os Seus filhos; mas os que insistirem no engano e com a maldade do seu coração condenarem a si mesmos, desenharão o próprio destino e construirão para si o caminho para a porta ampla e incerta, vazia de luz e de Deus, pois nesse momento o Pai apenas poderá observar os Seus filhos.

Os Anjos do Senhor não sentem como os homens; em seu coração habita apenas a Lei; suas mãos assinalam o destino eleito por cada ser; seus raios apressam os passos dos seres.

Todos os que honraram e respeitaram o rei das trevas com ele retornarão para o seu abismo. Em seu reino apenas haverá gemidos e escuridão, até o fim dos Mil Anos de Paz, quando para eles também chegar o dia de sua Redenção.

As profecias deixarão de ser profecias, chamadas ameaças, para os que não conhecem a Deus. Suas promessas serão verdadeiras para todos.

Os que honraram o Rei dos reis, o Filho de Deus, a Verdade dos seres, com Ele verão o cumprimento de Suas promessas e n'Ele servirão até os últimos de seus dias, até o dia da Unidade, do retorno ao Coração do Pai.

Esvaziem seus corações dos pecados do mundo e não se rendam às tentações destes tempos. Lembrem que, como esta profecia, tudo o que vivem hoje já lhes foi profetizado, e ninguém deixou de ser avisado sobre a sua definição.

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUERIA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Cristo não é apenas o seu Mestre e Senhor, Rei dos Universos, parte viva de Deus manifestada entre os homens. Cristo é um estado da Consciência Divina, um princípio da renovação do Amor do Pai, que desperta quando os seres dão tudo de si por amor ao próximo, por amor ao Criador e, quando pensam que esgotaram as suas forças, dão mais um passo, e outro, e outro, até que se superam, não em suas forças; superam-se no amor.

Deus enviou ao mundo o Seu Filho para lhes mostrar um Caminho: a cristificação, a entrega, a doação, o amor a todas as criaturas, sem distinções.

Deus enviou ao mundo o Seu Filho para lhes mostrar uma Verdade: Ele, o Criador de todas as coisas, habita escondido no interior de todos os seres, e todos aqueles que decidirem sair da escuridão da ignorância para adentrar no caminho do amor, que está além de qualquer ciência, poderão não apenas O conhecer, mas, sobretudo, vivê-Lo. Deixem que o Pai se expresse dentro de suas moradas, dentro das criaturas pensadas por Ele, para renovar e superar o Seu Amor.

Deus enviou ao mundo o Seu Filho para lhes revelar a Vida. O Amor é a Vida. Onde não há Amor, não há vida. E apesar de que os seres caminhem pelo mundo e acreditem que o que experimentam é viver, não fazem mais do que passar por uma experiência permeada pela ilusão, sem jamais terem conhecido a Verdade, sem jamais terem experimentado a Vida.

O Criador os chama a adentrar neste Caminho, conhecer esta Verdade e viver esta Vida, que é o Seu Filho, que é Cristo.

Doem de si sempre um pouco mais. Não deixem para depois um auxílio que é necessário agora.

Amem, sem esperar ser amados. Sirvam, sem esperar ser servidos. E quando parecerem estar sem forças, peçam ao Senhor que os renove e que os ensine a superar-se no amor.

Digam-lhe: “Senhor, até aqui chegaram as minhas forças. Agora, eu Te entrego o meu corpo, alma e espírito, e cedo lugar para Ti, para que venhas e, estando em mim, me faças superar-me no amor.”

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA DURANTE A VIAGEM ENTRE AS CIDADES DE SANTA MARIA E SÃO PAULO, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Quando os Céus se abrem diante de teus olhos, primeiro dá graças a Deus e eleva ao Pai tua mais profunda reverência; depois, filho, deixa que esse Céu não apenas esteja diante de ti, mas que ingresse em teu interior, e tu nele, recobrando, ainda que seja por um instante, a tua unidade com Deus.

Quando os Céus se abrem diante de teus olhos, depois de agradecer, pensa então em toda a humanidade, em todos os Reinos da Natureza, em cada pequeno e recôndito espaço deste planeta, e coloca toda a vida que habita sobre a Terra no Coração de Deus. Clama ao Pai por cada coração e sente que Ele responde às tuas súplicas, derramando Amor e Misericórdia sobre o mundo.

Quando os Céus se abrem diante de teus olhos, agradece, clama pelo mundo e então clama por ti, para que, como parte de um todo, que é a vida, tu também tenhas valor e perseverança, o suficiente para cumprir a Vontade de Deus e nela permanecer.

Reconhece-te como uma peça única no cumprimento do Plano do Criador, na renovação de Seu Amor e de Sua Graça, e, nesta certeza, compreende também a importância de cada ser, de cada coração, e roga pela unidade entre os seres; roga não apenas para que o próximo aprenda a amar-te e a aceitar-te como és; roga, sobretudo, para que todos saibam amar-se mutuamente, respeitar-se e compreender a importância de cada ser dentro deste Plano. Até o mais pecador e perdido dos seres é importante para Deus, porque sua conversão é uma grande vitória.

Mas tu, que também és imperfeito e estás neste caminho de aprendizados, digna-te a orar pelo próximo e a abrir caminho para que este Céu, que se abre diante de teus olhos, verta suas Graças sobre os que mais necessitam, sobre todos os filhos de Deus, para que ninguém permaneça no mundo sem ter recebido ao menos uma oportunidade de retornar ao Coração do Pai.

Com isso, filho, colocando todos os dias a Vida no Coração de Deus, estarás cumprindo com uma parte da Vontade do Pai para ti, porque tuas orações serão verdadeiras.

Ora, e quando o Céu se abrir diante de teus olhos, clama ao Pai, para que Sua Unidade volte a viver dentro dos seres.

Tens a Minha benção para isso.

Teu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, PAYSANDÚ, URUGUAI, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Para ingressar no Coração de Deus e estar em Sua dimensão de Paz nestes tempos, haverão de lutar contra si mesmos, contra a condição humana, que parece se expandir e crescer dentro de vocês para que, rendidos a Cristo, sejam mais mansos e humildes.

Quando Deus Me chamou ao Seu encontro, para fazer parte do Seu Plano de Redenção para a Terra, começou rompendo, dentro do Meu interior, o que de mais arraigado havia nos homens da Minha época. Fez-me submisso à pureza virginal da Minha Santa Esposa, a Quem aprendi a amar, obedecer e n'Ela confiar. E Me fez submisso ao Meu pequeno Filho, nascido do Espírito Santo, parte de Deus em uma pequena criança.

Com isso, Deus rompia não apenas uma condição retrógrada em Meu interior, mas transformava as leis de uma humanidade que, em seu tempo, não sabia reconhecer o melhor do outro, mas apenas buscava submeter o próximo e sobressair-se. Sobretudo um homem dentro de sua família, ainda que, em seu coração houvesse amor, maior que ele era o falso poder.

O Criador Me ensinou que, sem mansidão, não se alcança a paz. É impossível ingressar em Seu Reino sem antes render-se à humildade, aprendendo a reconhecer Sua Presença naqueles que, enviados por Seu Coração, vêm ao mundo para renovar o Seu Amor.

Cada filho de Deus foi enviado à Terra para renovar o Seu Amor não só neste mundo, mas em todos os universos. Enquanto a consciência não se abrir para esta verdade e preferir permanecer na ilusão de sua superioridade e arrogância em relação aos demais, acreditará que está no caminho da Redenção, mas, em seu interior, nem a Graça nem a Misericórdia de Deus encontram lugar.

Se quiserem comunicar-se com o Pai, filhos, têm o caminho aberto para isso. Poderão estar eternamente nas dimensões do Seu Reino, mesmo estando em vida, mas para isso deverão render-se, humilhar-se e aprender não apenas a amar o próximo, mas reconhecê-lo como um tesouro de Deus no mundo, parte do Seu Coração.

Têm a Minha bênção para isso.

Seu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, PAYSANDÚ, URUGUAI, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Quando Deus pensa nos seres humanos, recorda de Seus filhos amados, frutos de Sua mais pura aspiração de crescer no Amor e de renovar toda a Vida em um Amor maior.

Quando Deus pensa nos seres humanos, contempla todo o movimento que aconteceu no Universo como na Terra para que Suas criaturas tivessem uma oportunidade de amar, e como esses acontecimentos fizeram com que toda a Vida – além do que vocês conhecem – se transformasse e saísse do ponto em que se encontrava.

Quando Deus pensa na humanidade, recorda o sacrifício de Seu Filho, que expressou com plenitude o que é ser um ser humano e preenche Seu Coração de uma esperança divina que O renova na espera do Seu triunfo no coração dos homens.

Quando Deus pensa na humanidade, contempla o esforço verdadeiro de Seus filhos e busca todos os méritos por eles alcançados, para que, por meio da atuação das Leis Universais, os seres humanos recebam Sua Graça e Sua Misericórdia infinitamente.

Quando Deus pensa na humanidade, Ele pensa no que em verdade vocês são. Os Olhos de Deus contemplam o mundo e veem o que é, e não o que aparenta ser.

Os Olhos de Deus contemplam o mundo, e com compaixão Ele aspira a que os homens um dia vejam através de Seu Olhar e vivam a Revelação do que verdadeiramente é a Vida.

Em suas orações, coloquem os seus olhos no Olhos de Deus, para que encontrem dentro de si mesmos a Verdade; para que olhem para seus irmãos e vejam o que eles verdadeiramente são; para que acordem todos os dias e saibam que a vida na Terra é uma Graça concedida ao Universo, para que ele seja parte da renovação de Deus. E para isso, filhos, basta amar; basta renovar-se e superar-se no Amor todos os dias.

Coloquem os seus olhos no Olhar de Deus, ainda que seja um pouco, e clamem pela graça de saber ver com olhos plenos de Verdade. Porque nestes tempos de ilusões e obscuridade, para não se perder no caminho, filhos, deverão estar não apenas com o coração em Deus, mas com os olhos dentro de Seu Olhar e a consciência em Sua Verdade.

Têm a Minha bênção para isso.

Seu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

Páginas

Quem somos?

Associação Maria
Associação religiosa cristã e ecumênica que tem por finalidade difundir a mensagem universal de amor e de paz que Cristo Jesus, a Virgem Maria e São José transmitem aos monges da Ordem Graça Misericórdia, estimulando o crescimento espiritual através da oração e do serviço altruísta.

Contato

Mensageiros Divinos