Aparições da Virgem Maria

jun

12

Terça-feira, 12 de junho de 2018

Vigília de Oração
APARIÇÃO DA VIRGEM MARIA DURANTE A VIGÍLIA DE ORAÇÃO PELA PAZ NAS NAÇÕES, NA CIDADE DE OURÉM, PORTUGAL, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN DE JESÚS

Como há cento e um anos, o Sol de Deus volta a brilhar em Fátima, trazendo a paz para o mundo e a Misericórdia do Redentor para as almas.

Este é o maior testemunho de Amor do Deus vivo para com toda a humanidade e o planeta.

E hoje trago aos Meus Pés, queridos filhos, as bandeiras de duas nações do mundo: da Nicarágua e da Eritreia, para que, com este símbolo, seus corações compreendam onde está a Mãe de Deus: buscando o amor de Seus filhos, tentando proteger os feridos e socorrer os que mais necessitam.

Hoje uno as duas nações em um só coração e em uma mesma sintonia, para que a Graça de Deus desça sobre elas e se estabeleça a paz, o fim da guerra e da perseguição entre os homens, porque assim Meu Imaculado Coração triunfará.

Hoje, com a oração de seu povo, pude realizar muitas coisas no mundo. Vocês sabem, filhos Meus, da grande necessidade planetária, da necessidade de amor, de misericórdia, de perdão, de cura e de redenção.

Por meio do caminho de sua oração diária, Eu posso conceder-lhes todas essas Graças e muitas Graças mais, que nem sequer poderiam imaginar.

Meu Coração está com o coração de Meus filhos. A Senhora da Nicarágua está com o povo que clama e, através das orações de Meus filhos, Eu teço o Manto oculto da Paz, onde coloco todos os que necessitam estar em Deus, resguardando-os do mal e do perigo.

Ainda que seu povo esteja agitado, não percam a fé. Confiem no poder do Meu Coração Imaculado, e a Sabedoria de Deus estará em suas mentes e corações, para que possam ser guiados pelo caminho do bem e da luz, para que essa guia beneficie muitas almas mais, especialmente as que estão em perigo e que sofrem grande perseguição.

Hoje também trago aos Meus Pés a bandeira da Eritreia, porque amo este povo sofrido que aspira a encontrar a paz algum dia.

Assim como oram pelas nações do mundo e para que os graves acontecimentos não sobrevenham, Eu também lhes peço, filhos Meus, que coloquem em seu coração a Eritreia, a fim de que esse povo possa se recuperar e alcançar a paz, viver a esperança de Meu Filho e estar imerso em Sua Divina Misericórdia, sem necessidade de se refugiar em outros países ou de escapar do horror.

Porém, ainda que isso aconteça, filhos Meus, Meu Coração Imaculado também está na África, está no coração daqueles da Eritreia, para que possam promover a paz por meio da oração, da súplica e, especialmente, da comunhão com Meu Filho, para que o Sacramento da Eucaristia conceda discernimento e sabedoria aos líderes dessas nações, para que se deem conta de que já não é necessário sofrer, senão amar, amar com todo o coração e toda a alma, assim como Eu os amo, filhos Meus. 

Porque esse Amor que Eu tenho por vocês é o que Me permite estar aqui, neste dia, anunciando ao mundo e à humanidade que a Mãe de Deus, a Senhora da Paz, está com a Nicarágua e com a Eritreia, assim como está com todas as nações do mundo, especialmente com aquelas nações que tomam decisões equivocadas e que comprometem a vida espiritual de milhões de almas no mundo.

Venho desatar os nós da consciência humana por meio de suas súplicas e de suas orações.

Hoje a oferenda de todos os orantes do mundo, nesta vigília de oração, permitiu deter grandes desastres e, especialmente, graves decisões que condenariam o resto da humanidade.

Com isso, queridos filhos, Eu os faço ver a importância da vida de oração, da vida constante de oração e da perseverança na oração, para que seus lábios não se cansem de pedir a Deus por Misericórdia, porque a Misericórdia salvará o mundo e, assim, a Justiça Divina se deterá e o mundo não deverá voltar a sofrer, como no século passado.

Venho, como Mãe da Luz, conceder a cura para as profundas feridas humanas e todos os que responderem ao Meu Chamado, em suas diferentes nações do mundo, mesmo que seja uma só consciência; isso abre a porta, queridos filhos, para que a Graça de Deus possa entrar nas nações do mundo, especialmente naquelas que mais necessitam de Misericórdia e de Perdão.

Neste dia, nesta noite de Graça, venho falar-lhes novamente do compromisso com a Vigília de Oração pela Paz nas Nações, que será fundamental e primordial para os próximos tempos, a fim de manter a estabilidade no planeta e, sobretudo, o equilíbrio psíquico da humanidade.

Cada oração que é oferecida e que será oferecida será bem recebida pelo Reino dos Céus. E não só suas vidas continuarão se transformando, mas o mundo continuará se convertendo para reconhecer a Vontade de Deus e, algum dia, pela Graça do Pai, do Filho e do Espírito Santo, estabelecer os mil anos de paz.

Algum dia retornarei à América Central para restabelecer o Reino de Deus, que Meus inimigos querem que seja removido. Mas não se amedrontem; recordem que Meu Imaculado Coração triunfará e trará ao mundo a Paz, mesmo que ele se purifique, mesmo que ele atravesse este agudo tempo final. 

Esta noite Me despedirei de vocês, filhos Meus, concedendo-lhes uma Graça espiritual por seu esforço, sacrifício e empenho para levar adiante esta Obra de Paz no mundo, seguindo os passos dos Mensageiros Divinos nesta importante Rede de Oração, que é gestada por seus corações, para gerar mais paz no mundo, alívio e cura para todas as almas da Terra.

Eritreia é um país que deve ser considerado por todas as nações do mundo, porque ali existem almas que são merecedoras da Misericórdia de Deus e que, através das demais nações do mundo, por sua cooperação, caridade e fraternidade, podem receber uma oportunidade de ser alguém na vida.

Por isso, filhos Meus das demais nações do mundo, Eu os convido a abrir ainda mais o coração para acolher em si a verdadeira necessidade espiritual desse povo, que necessita do auxílio de todos, não só para poder estabelecer a paz, a dignidade social, o bem e a cooperação, mas também para estabelecer o Reino de Deus, como Ele uma vez esteve nos princípios da vida de Moisés.

Assim poderão fazer com que sejam valorizados os Mandamentos, que nasceram nessa região do mundo por pedido de Deus e que ensinaram a humanidade e seguem ensinando os primeiros passos na vida espiritual, a fim de se converterem em dignos filhos de Deus, seguindo os passos da Lei e da Vontade Divina.

Eritreia é um país que deve ser curado, não só pelo serviço humanitário, mas também pelas orações de todos os Meus filhos, especialmente pelo acolhimento que os corações das demais nações podem dar àqueles que mais necessitam, assim como pelo resto da África, que espera por mais compaixão, solidariedade e ajuda humanitária.

Esta ajuda que Eu lhes peço não nascerá das grandes nações do mundo, mas das nações simples do mundo que ainda não perderam o espírito da solidariedade e que poderão entender o que Eu lhes peço.

Assim peço-lhes que não temam abrir as portas de seus lares para refugiar aqueles que mais necessitam de esperança e de paz, porque algum dia, vocês também poderão necessitar dessa paz e dessa esperança.

Convido os adultos na vida do espírito a tomar consciência disso e a postular-se para ajudar essas nações do mundo que esperam por solidariedade. Assim estarão consolando Meu Imaculado e Materno Coração; assim estarão concedendo ao mundo uma Graça que talvez muitos não mereceriam, mas que será possível por seu espírito de incondicionalidade e de serviço.

Eritreia deve ser um país repovoado de esperança, que transmita a alegria de viver em Deus, como uma vez o transmitiu, para que o espírito consolador, que é o Espírito Santo, preencha com Seus Dons essa terra e esse povo, trazendo a renovação e a cura para todas essas consciências.

É  assim, queridos filhos, que a partir deste dia, na oração semanal pela África, Eu lhes peço que coloquem em seus corações a Eritreia, para que Minha Obra possa chegar lá, para que a Vontade de Deus se cumpra com a ajuda de todos, nesse país, e se alcance a Paz.

Minha alegria é infinita por ter presente um representante desse povo.

Minha doçura Maternal está nesses corações necessitados, cicatrizando profundas feridas, purificando profundas sequelas, concedendo paz no mundo interno dos Meus filhos da Eritreia.

Eu Sou a Mãe dos refugiados, a Consoladora da Paz, a Ave da Esperança, a Cura para as essências, o Consolo eterno para os corações.

Eu Sou a Rainha da Paz, a Grande Mãe da África, a que tem Seu Coração no centro desse continente, fazendo palpitar, nesse lugar e em todas as nações da África, a esperança e a alegria de reencontrar, de ciclo em ciclo, a Deus.

Hoje concedo a este filho da Eritreia a bênção do Pai Celestial para sua nova tarefa.

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

Que o Espírito da Paz esteja contigo e que este Espírito de Paz se propague na Eritreia e no mundo, trazendo esperança e renovação às vidas que mais têm sofrido pela injustiça social e pela indiferença.

É missão dos europeus assumir a Eritreia - é seu dever e seu compromisso - assim como as demais nações da África, para que a expiação seja concedida a ambos os continentes e se feche o ciclo da perseguição e da escravidão e, assim, abra-se o ciclo da luz e da esperança, da Misericórdia e da Redenção.

Hoje desejo que deste coração africano parta o Amor para todos os corações da África, assim como de todos os corações que estão aqui presentes e que estão acompanhando este momento com a Mãe de Deus.

Quisera escutar de novo esta canção que recorda, que traz à memória a presença da Senhora de Kibeho, padroeira de Ruanda e de toda a África.

Agradeço-lhes, nesta noite, por haver respondido a este importante chamado!

Deus os abençoe e conceda-lhes a Paz.

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Agradeço-lhes.

jun

24

Domingo, 24 de junho de 2018

Vigília de Oração
Aparição da Virgem Maria durante a Vigília de Oração pela Paz nas Nações, na cidade de Zurique, Suíça, ao vidente Frei Elías del Sagrado Corazón de Jesús

Por Deus, trago o Amor do Céu para derramá-lo neste lugar e sobre este planeta. Trago-lhes o Amor de que necessitam, o Amor que tanto buscam, o Amor que tanto aspiram a penetrar para poder encontrar Deus.

Trago-lhes o Amor que os liberará, para que possam dar um novo passo, sabendo que é necessário aprender a escutar Deus, da mesma forma que a Mãe de Deus escutou o chamado do Arcanjo Gabriel.

Convido-os, queridos filhos, a seguir o exemplo da Mãe de Deus em uma obediência incondicional, com uma alegria imensa de poder seguir os passos do Senhor, assim como Deus necessita neste tempo.

Tudo o que Eu lhes digo, filhos Meus, não é para feri-los, tampouco para lastimá-los; é para abrir suas consciências, é para penetrar com o Amor de Deus em seus corações, para que feridas tão profundas que ainda estão presentes em suas vidas possam fechar-se e dissolver-se.

Essa é a razão pela qual estou na Europa, filhos Meus, apresentando a vocês Minhas diferentes Faces, para que conheçam a Onipresença da Mãe de Deus, para que saibam compreendê-La e escutá-La da melhor forma que vocês possam. Por isso venho como a Mãe e Virgem de Schoenstatt.

Porém hoje não trago Meu Filho nos Braços; hoje trago uma criança africana, entre tantas que gostariam de estar em Meus Braços.

Hoje trago a criança mais enferma e faminta, a criança mais dolorida, a criança mais angustiada, que necessita da atenção da humanidade e de seu povo.

Dessa forma, filhos Meus, Eu os convido à solidariedade, à cooperação e ao bem que deve despertar em seus corações, para que o mundo e sua humanidade, especialmente seu sofrimento e dor, que devem ser aliviados, possam entrar em vocês, para que sintam como sente a Mãe de Deus quando há falta de consciência, falta de amor e especialmente de fraternidade.

Se vocês dão o passo, asseguro-lhes, filhos Meus, que muitos mais o darão.

Por isso hoje decidi vir para dizer-lhes isso, para que possam escutar Meu chamado, para que possam sentir Minha Maternidade, para que possam servir-se do Meu Coração, um Coração nobre que clama ao mundo, um Coração que acolhe as misérias da humanidade e especialmente dos que mais sofrem.

Convido-os, filhos Meus, a imitar Meu Espírito de Maternidade, de serviço e de solidariedade. Isso transformará seu povo completamente e fará do seu povo uma Terra Prometida, sabendo que Deus ainda deseja manifestar aqui Sua Divina Vontade.

Com amor materno Eu os chamo, filhos Meus, a tomar consciência disso, a dar-lhe importância em suas vidas, para que também suas vidas possam transformar-se mediante a resposta ao Meu Sagrado Chamado.

Sempre desejarei o bem para vocês; por isso não só estou aqui por vocês, estou aqui também por todas as nações do mundo, por todos que permitiram esta Peregrinação pela Paz, por todos que, sinceramente, de uma forma ou de outra, fizeram seu esforço amoroso e incondicional para que hoje Eu estivesse aqui na Suíça, assim como estarei, em pouco tempo, na Alemanha.

É assim que Eu os convido a essa Unidade, a Unidade que Deus gestou desde o princípio no Universo, a Unidade que os levará à Paz, porque é uma Unidade Divina que o mundo esqueceu completamente.

Também essa é a razão pela qual ainda peregrinamos. Saímos dos Centros Marianos em busca dos corações mais necessitados e carentes, em busca do despertar da consciência da humanidade, a fim de que os desígnios de Deus possam cumprir-se.

Como Mãe do Amor e Virgem de Schoenstatt, não desejo que Meus filhos sofram nem que aceitem viver o caminho do sofrimento, porque a humanidade já demonstrou ao mundo como sabe autodestruir-se. Quero mudar esse padrão humano por meio de suas orações e de suas súplicas, por meio da abertura do seu mundo interior ao Meu chamado.

Assim, Eu não só poderei continuar trabalhando pela Suíça, mas também pelo mundo, que necessita de Mim, e poderei chegar a outras nações do mundo, assim como cheguei aqui, de forma extraordinária, pela resposta dos Meus filhos.

Hoje transmito-lhes, filhos Meus, com toda a Verdade do Meu Coração, a aflição do Meu Coração Materno pela surdez dos Meus filhos.

Por isso venho do Céu, como vim a Fátima e a Medjugorje, para trazer uma mensagem à humanidade, para mostrar ao mundo que sou única e que sou a Mãe de todas as nações e de todos os filhos que existem neste planeta; que sou a Mãe sem religião, porque Minha religião é o Amor de Deus, que o Arcanjo Gabriel Me ensinou quando tinha Jesus em Meu Ventre.

O Amor de Deus foi gestado em Mim para que nascesse no mundo a Redenção. Hoje Meu Ventre de Luz se doa ao mundo para que suas vidas possam renascer algum dia, na esperança de viver na fé e de alcançar a redenção do coração.

Convido-os a redobrar os esforços por Meu chamado, e hoje agradeço Minhas filhas que vivem aqui na Suíça por terem sido precursoras do Meu chamado em Zurique, por terem se esforçado e se dedicado para o cumprimento divino da Minha missão espiritual na Suíça.

Hoje irei daqui com uma esperança, porque demonstraram que é possível difundir Meu chamado, sabendo que é urgente que as almas saiam do inferno terrestre para ingressar no Universo do Meu Coração, onde há um lugar especial, há um refúgio no Coração da Mãe de Schoenstatt para cada um de Meus filhos.

É o amor de vocês, é a dedicação de vocês, é a oferta de vocês que Me permite, uma e outra vez, voltar ao mundo.

Eu lhes agradeço por responderem a esta convocatória. Abençoo-os com a Chama Sagrada da Esperança de Deus, que nunca se extinguirá porque é eterna.

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

Amém.

Quem somos?

Associação Maria
Associação religiosa cristã e ecumênica que tem por finalidade difundir a mensagem universal de amor e de paz que Cristo Jesus, a Virgem Maria e São José transmitem aos monges da Ordem Graça Misericórdia, estimulando o crescimento espiritual através da oração e do serviço altruísta.

Contato

Mensageiros Divinos