mar

31

Quinta-feira, 31 de março de 2016

Mensagens diárias
MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMàLUCÍA DE JESÚS

Quando a alma está diante da própria escuridão, os seus olhos nada podem ver. Não há claridade que lhe seja compreensível. A escuridão da alma leva à escuridão dos sentidos, dos pensamentos, do coração.

Não lhes falo da escuridão espiritual que antecede o encontro com Deus. Falo da escuridão própria destes tempos, na qual a alma ingressa quando se submerge nos abismos da própria consciência. Como essa escuridão provém de si mesma, não há luz que a faça ver ou Graça que a retire das trevas. É a própria alma que deve voltar os olhos para cima e descobrir, além de si mesma, a luz que a ampara.

Muitas vezes, a alma transita pelos próprios abismos sem perceber, mas quando essa alma já havia conhecido e experimentado a presença da luz, muito lhe custará enfrentar com valentia a escuridão e, inclusive, aceitar que tamanho breu provém de si mesma.

Para a alma que entra nos próprios abismos, depois de ter definido a sua adesão à luz, lhe chegou a hora de dar mais um passo e deixar que a luz - que antes iluminava e fazia reluzir tudo o que era superficial e visível - agora possa chegar aos escuros abismos e tornar luminoso aquilo que os olhos não querem ver.

Depois de trazer à luz o que antes estava na escuridão, caberá a cada alma amar seus cavernosos aspectos, assim como uma vez amou as suas virtudes e destrezas, porque da mesma forma como tudo o que já era positivo na alma, diante da presença da luz, se transformou, se consolidou e se enobreceu, também os aspectos escuros devem receber, em si, parte deste fluído curador, que provém da Fonte do Amor Sabedoria, para se transformar.

Para amar, vocês haverão de ser valentes. Aprendam nestes tempos a amar como um coração materno, que – apesar de ver as misérias mais profundas e inexplicáveis em seus filhos – nunca deixa de amá-los. A mãe ama não para que o filho siga sendo miserável: ela ama porque sabe que, para que o seu filho seja digno e encontre a verdade, ele necessita ser amado, sobretudo por ela.

Quando a consciência está se transformando, a alma desperta deve atuar como uma mãe, porque para que seus aspectos não gerem resistências e se deixem moldar e corrigir, eles necessitam não apenas de serenidade, mas sobretudo do amor da própria alma.

Quando é a própria alma que está imersa na escuridão, ela necessita do amor do próximo, silencioso e paciente, como uma mãe quando vê o seu filho enredado em si mesmo e cego.

Sintam no coração o que lhes digo e tenham-no presente. Se hoje vocês não compreendem o que lhes falo, o compreenderão amanhã.

Seu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

mar

30

Quarta-feira, 30 de março de 2016

Mensagens diárias
MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NA CASA DE COSTURA OFICINA SÃO JOSÉ, COMUNIDADE-LUZ FIGUEIRA, BRASIL, À VIDENTE IRMàLUCÍA DE JESÚS

O serviço dignifica a alma e traz ao mundo o espírito da caridade, tão escasso entre todos. Quando um coração descobre o amor ao serviço, ele se plenifica e encontra um caminho seguro para a própria consagração.

O segundo passo, depois do serviço abnegado, sob o espírito da caridade, é o sacrifício consciente em nome dos padecimentos de Cristo. Por mais simples que lhes pareça o que vocês realizam, sempre quando oferecem suas ações em reparação do Coração de Cristo, suas ofertas são aceitas e o Sagrado Coração é aliviado.

Consagrei esta casa ao Meu Casto Coração, para que aqui vocês vivam a simplicidade, a caridade e o amor entre todos. Quero fazer de cada coração servidor uma fonte de paz para este planeta.

Muitos pensam que é necessário realizar grandes obras e ir muito longe para que o serviço seja válido e verdadeiro, mas Eu lhes digo que foi dentro de uma simples carpintaria que prestei o maior serviço de Meu pequeno Espírito e ali encontrei a santidade e a porta para a Divindade, que alcancei ao lado de Meu Filho.

A santidade na vida de cada ser não depende das circunstâncias externas que vocês vivem, pois depende apenas de cada coração, da disposição de cada um em tornar sagrada a própria existência.

Se, nesse serviço que prestam, oferecerem a Deus os seus atos, descobrirão muitos mistérios, que lhes serão revelados como compreensões, às vezes inexplicáveis, que provêm do coração e apenas para ele serão claras.

Comprometo-me, como Pai de todos os servidores, a estar presente entre vocês sempre que invocarem Minha presença pela oração, pela caridade e pelos atos de compaixão e fraternidade.

Comprometo-me a interceder pelas almas e pelos Reinos da Natureza neste oratório de caridade.

Apenas lhes pedirei que se lembrem de Mim e que façam deste espaço um lugar de alegria, de caridade e de unidade entre os homens e Deus.

Quisera que na entrada estivesse a imagem de Meu Casto Coração, consagrando e abençoando este lugar, que irradiará a inspiração ao serviço para as almas que devem se aproximar nestes tempos.

Eu os abençoo e os guardo.

Seu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

mar

29

Terça-feira, 29 de março de 2016

Mensagens diárias
MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMàLUCÍA DE JESÚSLeis

Estabelece o Reino de Deus em teu interior, esse espaço de paz onde as Leis universais encontram a sua manifestação.

Estabelece em ti a união com o Pai e deixa-te assemelhar a Ele, dando-Lhe a potestade de transformar-te, segundo a Sua Vontade.

O Reino de Deus não é como os reinos deste mundo, onde alguns desfrutam das próprias riquezas e a maioria sofre e trabalha para servir os primeiros.

No Reino de Deus, tudo está permeado pela Consciência Divina. O Criador está em todos os Seus servos. Ele mesmo é a essência da humildade, vivendo no menor de todos como em nenhum outro.

No Reino de Deus apenas triunfa a paz, o bem, o amor e a unidade, princípios que se tornam leis manifestadas nas vidas de todas as criaturas que compartilham este estado de consciência, que é o Reino do Criador.

Vive estes princípios em ti e torna-te digno de ser portador do Reino de Deus, que primeiro emerge no interior dos seres, a partir da união com o Pai, e depois se estabelece fora, na vida material deste mundo.

Todo princípio, lei ou manifestação da Consciência Divina, antes de se plasmar externamente na vida planetária, primeiro encontra sua morada no coração de cada ser. O coração é a ponte com Deus, é a porta para o Céu, é o grande manifestador da vontade divina. Todo aquele que tem uma missão primeiro a conhece no coração: ele a sente, a compreende e a aceita, para depois vivê-la.

Cristo primeiro virá aos corações em Espírito e Divindade; depois, se manifestará em Corpo e Alma, quando a Sua Morada já estiver estabelecida nos corações daqueles que, havendo reconhecido a Sua presença nos próprios corações, O reconhecerão quando Ele retornar e cumprirão com Ele o final desta Obra redentora. Por isso, traz o Reino de Deus para dentro de ti; faze-o sendo consequente com ele, vivendo a paz, o amor, a unidade e a humildade como premissas.

Deixa, filho, que as Leis superiores atuem em teu coração e, a partir de ti, cheguem ao mundo inteiro. Deixa-te ser moldado, transformado, corrigido. Prepara-te e consolida em ti o Reino de Deus, morada segura para o Redentor.

São José Castíssimo,

Aquele que prepara o retorno de Cristo no interior dos seres

mar

28

Segunda-feira, 28 de março de 2016

Mensagens diárias
MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMàLUCÍA DE JESÚS

A essência do despertar se encontra no desenvolvimento da fé, porque é a fé o que os move a responder aos impulsos do coração.

A fé é o que os faz transcender os atavismos da limitada compreensão material, para que ingressem nos mistérios da vida superior.

A fé é o que os leva a cruzar os umbrais da vida neste mundo, para que – apesar de estarem sobre ele – vocês não pertençam somente a ele e, sim, percebam-se parte de uma Criação infinita e indescritível.

A fé não nasce da mente: ela provém do espírito e se expressa por intermédio do coração. Por isso, se vocês querem que os impulsos recebidos não se percam, deixem que a fé se desenvolva livremente no próprio interior, ainda que não compreendam bem o objeto da própria fé.

Muitos se perguntam: “Ter fé em quê?”. Tenham fé no propósito, fé no ensinamento, fé na presença dos Mensageiros Divinos, fé no que os move à transformação, fé na comunhão com Cristo, fé em Seu retorno, fé na possibilidade de que cada um tem de viver os Planos de Deus, fé na Fé.

Deixem-se transformar pelos impulsos da própria fé, para a qual as leis da matéria não são as que prevalecem. A fé que provém do espírito se move com base nas Leis espirituais. É por isso que os corações que têm fé podem vivenciar o que chamam de milagres, que nada mais são do que a atuação de Leis superiores nas vidas daqueles que se abrem para vivê-las.

Descubram, filhos, o potencial da própria fé e, por meio dela, os seus prodígios.

Seu Pai e Amigo, na fé e na oração,

São José Castíssimo

mar

27

Domingo, 27 de março de 2016

Mensagens diárias
MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMàLUCÍA DE JESÚS

O Senhor ressuscitou! Dissipando as trevas, o temor e a solidão absoluta dos corações dos homens.

O Senhor ressuscitou! E poderá ressuscitar todos os dias, no interior dos mortos de espírito que, despertos pelo Amor de Cristo, aceitem a redenção.

O Senhor ressuscitou! Para demonstrar à humanidade e a todo o universo que aquele que está unido a Deus transcende as leis deste mundo, inclusive aquelas mais materiais, que regem o curso natural da vida humana.

O Senhor ressuscitou! Para demonstrar que o amor não tem limites e que aqueles que entregam a vida por amor recebem, em troca, a eternidade com Deus.

Todos os seres viventes são herdeiros naturais do Poder de Deus e de toda a Sua Graça. É preciso apenas que aceitem viver como Seus filhos e que se reconheçam como tais, vivendo para manifestar a Sua Vontade, não importando qual seja.

O Criador é o grande dono desta Empresa da Vida Universal. Para levarem adiante a Sua Obra, vocês haverão de servi-Lo e seguir os Seus Passos, para que um dia sejam uma unidade com o Pai e tenham, por Graça, a possibilidade de levar adiante o Seu Plano.

Deem glória e graças a Esse que lhes mostra o caminho, por intermédio de Sua Ressurreição. Acreditem na presença viva de Cristo entre todos, guiando de perto esta Obra do Pai na Terra. Unam-se a Ele e aos códigos de Sua vida, de Sua Paixão, de Sua morte e de Sua Ressurreição, pois é tempo de que esses códigos, deixados pela experiência de Cristo, se multipliquem e encontrem nova morada.

Seu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

mar

26

Sábado, 26 de março de 2016

Mensagens diárias
MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMàLUCÍA DE JESÚS

Contempla hoje o mistério da morte de Cristo e a solidão sentida por todos os Seus apóstolos e discípulos, por todos os Seus seguidores, já que muito poucos foram capazes de compreender a grandeza de Sua Crucificação.

Contempla, no teu coração, o recolhimento de Cristo, Seu silêncio e a incerteza que esse silêncio causava dentro dos Seus.

Os que O esperavam estavam diante de uma prova de fé: estavam sintetizando, no próprio interior, tudo o que haviam recebido e tudo o que haviam aprendido, para colocar em prática em auxílio aos demais.

Este sábado santo se assemelhará à prova que viverá a humanidade nos tempos futuros. Pois, agora, vocês ainda estão na presença de Cristo, de Maria Santíssima e de Meu Casto Coração; agora, vocês ainda contam com a instrução e a guia dAqueles que foram enviados pelo Senhor para que, na matéria, O representassem e conduzissem o Seu rebanho ao Seu encontro. Mas chegará o tempo em que caberá a cada um confirmar-se e afirmar a própria fé. Caberá a cada um repartir o pão e ser a ponte com Deus para os que estão vazios de espírito. Caberá a cada apóstolo e a cada discípulo de Cristo anunciar o amanhecer que chegará depois dos dias escuros e, assim, manter de pé e com fé no coração aqueles que devem perseverar até o final, porque se comprometeram com Cristo.

Contempla, a fé das santas mulheres de Jerusalém e como elas venceram a dor que sentiam para viver o puro amor que o Senhor lhes havia ensinado. Contempla a devoção dessas santas devotas de Cristo, que não só perseveraram no calvário, mas que também ungiram o Corpo de Cristo, O viram ressuscitado, viajaram pelos continentes anunciando a Sua Vitória e, ao longo dos séculos, retornam ao mundo, ainda como santas mulheres, para perpetuar a Obra do Salvador.

Retira tua força dos mistérios do calvário, da vitória sobre a morte, da fé nos dias de escuridão e da glória da ressurreição.

Revive a história de teu Senhor e multiplica a Sua Graça e bondade, sendo tu mesmo a palavra viva de Cristo e o cumprimento de Suas promessas.

Faz coisas maiores do que Ele fez e cumpre, assim, com Suas palavras, assim como Ele manifestou as Escrituras.

Renova a Igreja de Cristo, que não está guardada em uma religião, mas que está no coração de todo aquele que tem fé e disposição de seguir os passos do Senhor.

Aquele que te guia ao Salvador,

São José Castíssimo

mar

25

Sexta-feira, 25 de março de 2016

Mensagens diárias
MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMàLUCÍA DE JESÚS

Compartilha o peso da Cruz de Cristo, ajudando-O a transmutar as imperfeições humanas.

Compartilha o peso da Cruz de Cristo, amando o Seu sacrifício e oferecendo, em nome de Seus padecimentos, a própria transformação.

Compartilha o peso da Cruz de Cristo, deixando que Ele coloque sobre ti a tua própria cruz, essa que representa a parte que te cabe viver como servidor do Plano de Deus, para transcender o tempo deste mundo, no real tempo do universo.

Compartilha o peso da Cruz de Cristo, consagrando tua vida a Deus, em nome dAquele que entregou a vida por ti e por teus irmãos.

Compartilha o peso da Cruz de Cristo em silêncio e em mansidão, sem queixas e em humildade.

Compartilha o peso da Cruz de Cristo, para que Ele compartilhe contigo também os méritos de Sua Paixão. Assim, viverás não só a dor, mas também o amor que vence a morte na cruz.

Compartilha o peso da Cruz de Cristo e descobre, no sacrifício do Rei Universal, que o verdadeiro sentido para a tua vida é imitá-Lo.

Teu Pai e Companheiro,

São José Castíssimo

mar

24

Quinta-feira, 24 de março de 2016

Mensagens diárias
MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMàLUCÍA DE JESÚS

Nosso Senhor elevou o pão, o consagrou e o repartiu entre os Seus; elevou o vinho, o transubstanciou e repartiu entre os Seus. Quem haverá compreendido este mistério, no qual Cristo toma para si o sacrifício que ofereciam aos animais? Mistério no qual o Rei demonstra a Sua filiação com Deus, oferecendo a Si mesmo como Pão de Vida.

Comer o pão consagrado e transformado no Corpo de Cristo é compartilhar com Ele de Seu sacrifício, é dizer a Deus que vocês são um só corpo e um só sangue com Cristo e, assumindo esta unidade com o Filho, assumem também a filiação com o Pai.

Beber do vinho consagrado e transformado no Sangue de Cristo é aceitar seguir os Seus Passos, receber no próprio sangue os códigos dAquele que traz o verdadeiro arquétipo da vida na Terra; é aceitar em si a genética de Cristo, para abandonar os velhos padrões humanos, esses que trouxeram a humanidade para a decadência atual.

Aquele que comunga verdadeiramente com Cristo se funde ao Filho, assim como ao Pai, e vive os mistérios do Espírito Santo, ainda que sem sabê-lo.

Vocês poderão perguntar-se: Como comungar verdadeiramente com Cristo, se a compreensão humana é tão limitada e seu coração tão imperfeito, para abarcar este mistério?

A reverência diante da Eucaristia lhes dará um coração humilde e, com o coração humilde e simples é que vocês poderão viver o que lhes digo. Jamais se permitam comungar com Cristo inconscientemente, sem que o coração participe de cada detalhe desta comunhão e se deixe inundar espiritualmente por este mistério.

O pão consagrado toma vida e dá seus frutos no coração fertilizado pela reverência, pela humildade e pela fé. Se não for assim, vocês comungarão como Judas, que – apesar de haver recebido o Pão de Vida – não tinha o coração disposto para recebê-lo. Seu coração estava nos seus desejos de ver o Mestre glorioso para o povo e reconhecido como um Rei na matéria e, assim, perdeu a oportunidade de viver os verdadeiros milagres espirituais da presença de Cristo.

Hoje, diante de Cristo, abram os seus corações para as dádivas que o Senhor lhes traz espiritualmente e não se prendam à necessidade de que este momento tenha alguma instância fenomenológica, porque – se for assim – jamais compreenderão a essência desta Obra, da qual fazem parte.

Seu Pai e Amigo, este que os leva à verdadeira comunhão com Cristo,

São José Castíssimo

mar

23

Quarta-feira, 23 de março de 2016

Mensagens diárias
MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMàLUCÍA DE JESÚS

Na agonia de Jesus, o Senhor pôde ver e sentir, em Seu Sagrado Coração, todos os males que padeceria, ao longo de Sua Paixão e também ao longo dos séculos da existência humana, para sustentar a humanidade neste planeta. Ainda assim, Ele elegeu viver o amor, o sacrifício e a entrega, porque muito maior do que o temor em Seu Coração era o Seu Amor pelos Planos de Deus.

A Sua Vontade era uma com a do Pai e não havia sentir humano que pudesse separá-Lo do Criador. Mesmo que o temor tenha sido tão imenso e a tensão tão grande, que fizeram os vasos sanguíneos de Seu corpo se romperem, até que suou sangue, o Senhor não se deteve na debilidade do corpo e, a partir daí, afirmou a Sua fortaleza no Espírito.

O que padecia na matéria, apesar de ser difícil e doloroso, já não tirava a atenção de Jesus. Sua meta estava em Deus e, transcendendo o que sentia o Seu corpo, abraçou a Cruz, que era o propósito de Seu Espírito.

Filhos, a Paixão de Cristo não é para ser apenas contemplada, é para ser vivida e renovada por todos aqueles que se dizem Seus soldados, Seus companheiros. Se bem vocês não serão martirizados e mortos em cruz, podem sim se valer de todos os princípios espirituais vividos por Cristo e trazer para as suas vidas todos os ensinamentos que Ele lhes deixou com Seu exemplo.

Vocês devem aprender a deixar que a consciência transcenda os fatos e os acontecimentos e se submerja na verdadeira essência que move todas as ações divinas. Apenas assim poderão aprender a atuar como filhos de Deus e serão dignos de representá-Lo neste mundo, quando a Sua Voz silenciar e aos próprios homens lhes caiba guiar uns aos outros.

Muitos querem saber com detalhes o que acontecerá no último tempo, em sua prova final, mas quem perseverará ao sabê-lo? Quem continuará ao lado de Deus, sabendo que uma cruz eterna o aguarda? Quem transcenderá os padecimentos do corpo, para transformar toda dor que se possa viver em perdão e em triunfo de Deus?

A Paixão de Cristo é revivida a cada ano pela humanidade, para que os códigos deixados por Ele os despertem para o seu próprio caminho espiritual e retirem, do exemplo do Mestre, a inspiração de que necessitam para dar os seus passos sem titubear.

Não apenas sofram ou se admirem pelo sacrifício de Cristo. Não O glorifiquem apenas por Ele ter feito algo que vocês pensam que jamais serão capazes de fazer. Glorifiquem-No, porque Ele lhes mostrou o caminho e porque farão do sacrifício dEle a sua força, para não desistirem de cumprir os Planos de Deus, ainda que estejam diante da morte.

O verdadeiro motivo de relembrar a Paixão de Cristo é que aprendam a amar como Ele amou, que sigam os Seus passos.

Aquele que os ama e os instrui sempre,

São José Castíssimo

mar

22

Terça-feira, 22 de março de 2016

Mensagens diárias
MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMàLUCÍA DE JESÚS

Os mundos internos do planeta também contemplam a Paixão de Cristo. Os anjos e arcanjos fazem reviverem e emergirem do interior da Terra, aqueles códigos impressos por Jesus nos planos espirituais do planeta, ao viver o martírio e a morte na Cruz, por amor ao Plano de Deus e à Sua Criação.

No Céu, os Santos e Bem-Aventurados se ajoelham frente ao Altar Celestial, contemplando as chagas ainda marcadas no corpo espiritual do Cristo Solar, como símbolo de Sua perpétua doação, em nome de toda a vida manifestada.

O Amor de Cristo perdura nos séculos, multiplicando-Se e aprofundando-Se a cada dia. Seu sacrifício não terminou na Cruz, ainda que, no Reino dos Céus, à direita de Deus, o Senhor abandone todos os dias o Seu Trono para acompanhar a humanidade e o universo inteiro, repartindo Seu Ensinamento, Sua Sabedoria e Seu profundo Amor, desconhecido para muitos.

Ainda sendo Um com o Pai, Cristo Se manifesta entre os homens e prepara Ele mesmo os corações nos quais deseja habitar no próximo tempo.

Sintam nos seus corações a reverência de toda a Criação pelo Filho de Deus, que não é apenas o arquétipo perfeito para a criação humana, é o exemplo e a guia de toda a Vida, porque o Seu Amor transcende quaisquer expressões de amor já vividas, pois é o Amor Puro de Deus em Seu Sagrado Coração.

Unam-se à reverência de toda a Vida pelo eterno sacrifício de Cristo. Sejam parte da criação de Deus que é consciente de Sua Majestade e rendam honra e glória Àquele que é digno de recebê-La.

Diante de Cristo, nesta Sagrada Semana, rendam-se à oportunidade única de viver a humildade, compreendê-la e experimentá-la, ainda que seja por alguns instantes. Façam-no contemplando a grandeza de Cristo diante de vocês e reconhecendo-se como puro nada, frente ao Seu Amor.

Que suas consciências, por fim, descubram a Verdade sobre o que vivem e que possam ser consequentes com as Graças que recebem.

Uma simples reverência verdadeira pode mudar as suas vidas para sempre, porque – quando a alma atua de acordo com o que sabe – toda a consciência compreende os seus sinais e vive de acordo com esses princípios emanados pela alma.

Hoje, o que lhes deixo é o Meu profundo Amor pelo Filho de Deus, que demonstrou a Sua Humildade, fazendo-se filho do menor de todos os homens – Este que lhes fala.

Com amor e paz, Seu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

mar

21

Segunda-feira, 21 de março de 2016

Mensagens diárias
MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMàLUCÍA DE JESÚS

Assim como Jesus carregou a Cruz dos pecados do mundo, quando esteve sobre a Terra, hoje Ele segue carregando todas as faltas da humanidade, faltas que cresceram e se multiplicaram, faltas que muitas vezes se tornaram imperdoáveis.

Cristo carrega essa Cruz porque sabe que apenas um amor tão grandioso como este que vive dentro de Seu Sagrado Coração é capaz de suportar essa Cruz. Apenas o Amor de Deus dentro de Suas criaturas pode suportar os males causados pela humanidade não só fisicamente, mas sobretudo espiritualmente.

Filhos, Jesus os convida a amar como Ele ama, a se deixar permear por Deus e, assim, reverter a atual situação deste planeta. Não pensem que vocês são poucos entre a multidão que caminha na escuridão. Apenas confiem que vocês não conhecem a potência deste amor, que – por ser tão imenso – não caberia todo em um pequeno coração humano. Esse amor deve ser vivido por todos aqueles que se dizem soldados, companheiros e apóstolos de Cristo.

Diante da Paixão do Senhor, contemplem os fatos espirituais e não tanto os materiais. Contemplem a potência do Amor de Deus, que no Coração dilacerado de Jesus encontrou a sua morada. Esse Coração ferido se fez grande ao perdoar as chagas recebidas e foi assim que Deus mesmo pôde amar dentro dele.

Vivam esta Paixão em seus dias: perdoem os que os maltratam, deixem-se humilhar pelos que os ofendem, amem sem limites, sirvam independentemente dos resultados de se aqueles a quem estão servindo merecem ou não o seu amor. Amem como Jesus, porque Ele amava como Deus.

O Pai é negado, ultrajado e esquecido pela humanidade e, ainda assim, não deixa de ser Deus, não deixa de ser Pai, não deixa de cuidar de cada coração humano. E, não sendo suficiente que tenha enviado o Seu Filho para padecer as ações humanas e convertê-las em amor, O envia em espírito ao longo de toda a existência da humanidade e O fará retornar ao mundo para concretizar a Sua Obra.

Esse é o Amor de Deus e todos, como humanidade, têm a Graça da possibilidade de vivê-lo. É tempo de abrir o coração e entregar a própria morada.

Seu Pai e Instrutor, Aquele que se deixou habitar por Cristo,

São José Castíssimo

mar

20

Domingo, 20 de março de 2016

Mensagens diárias
MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMàLUCÍA DE JESÚS

As últimas gotas do Sangue de Cristo se derramam sobre o mundo, representando o manancial vivo de Sua Divina Misericórdia.

Para perpetuar a Sua Misericórdia, Nosso Senhor perpetua também o Seu Sacrifício todos os dias, renovando os méritos para a salvação deste mundo.

Muitos pensam que o Sacrifício de Cristo foi apenas a dolorosa Paixão e morte na Cruz, vividas por Ele há dois mil anos, mas como poderia Ele estar tão vivo nos corações do mundo? Como poderia seguir salvando as almas e os espíritos aparentemente irredimíveis, se não houvesse uma renovação mística permanente de Seu Divino Amor?

Cristo não só rememora a Sua Paixão: Ele a vive, a sente, padece cada flagelo, recebe cada chaga. E cada vez que uma alma da Terra entrega a vida por amor ao Sacrifício de Jesus ou realiza atos de reparação para com o Seu Divino Coração, é uma chaga menos revivida por Cristo, porque os méritos que geraria através dessa chaga, a própria humanidade os gera, pelo seu aprendizado de amor.

Reconheçam o padecimento eterno dAquele que tem a potestade de fazer desaparecer este mundo e, com ele, todos os seus males e, no entanto, elege sofrer o Seu Martírio e reviver a Sua Paixão, para sustentar a vida deste planeta, na esperança de que uma só alma siga os Seus Passos e manifeste as Suas Palavras, o Seu Evangelho, assim como Ele manifestou as Palavras plasmadas nas antigas Escrituras dos Patriarcas.

Que esta Sagrada Semana represente o despertar de suas almas para o Amor e a Misericórdia de Cristo e que, a partir deste impulso transformador, também vocês aprendam a viver e perpetuar esse Amor e essa Misericórdia, que, em verdade, são capazes de viver. É apenas necessário esquecerem-se de si mesmos e lançarem-se neste mistério.

Vocês não padecerão os martírios vividos por Cristo, apenas batalharão espiritualmente para estabelecer este Amor e, ainda que no plano físico lhes caiba experimentar o sacrifício em nome de Deus, nada se compara ao que viveu o Senhor, que precisou romper as duras barreiras que separavam não só a humanidade, mas todo o universo, da Consciência de Deus.

Eu os amo e os abençoo.

São José Castíssimo

mar

18

Sexta-feira, 18 de março de 2016

Mensagens diárias
MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMàLUCÍA DE JESÚS

Filhos,

Em tempos de tribulação interior e exterior, é necessário desenvolver os dons da persistência e da perseverança. Esses dois atributos emergem naturalmente nas almas fortes e hoje lhes digo que todas as almas que viverão as provas finais destes tempos devem ser fortes. A sua fortaleza provém do amor e da fé e a perseverança da qual lhes falo é em relação a esses dois atributos divinos.

Ainda que se derrube o mundo à sua direita e à sua esquerda, mantenham a fé e o amor em seus corações. Vocês não viverão nada que não possam suportar, porque esta é a Lei; porém, descobrirão que podem suportar muito mais do que imaginavam.

A fé aquieta a mente, na certeza de que o único que sabe o verdadeiro fim de tudo é o Criador. E como o Seu Triunfo também é uma Lei, se vocês estiverem a favor desta Lei e atuarem para o cumprimento dela, não importa o que vivam, pois tudo será um meio para o Triunfo de Deus, de alguma forma misteriosa e imprevisível.

Muitos creem que a fé é a sabedoria dos ignorantes, que – não podendo recorrer à razão – recorrem à fé. Mas aqueles que pensam dessa forma e que têm a sua fortaleza firmada nas instáveis areias da praia da vida material buscarão o auxílio dos que chamavam de ignorantes quando virem afundar a fortaleza da soberba e do falso conhecimento.

Filhos, não deem ouvidos aos que não acreditam no poder da fé. Quanto maiores forem os desafios para manter essa fé, mais vocês devem ser persistentes. Porque se a fé não fosse um tesouro único nos corações dos homens, o adversário de Deus não se esforçaria tanto para fazê-la desaparecer.

Antes de cederem aos que os julgam e condenam a sua forma de viver, orem por eles e os entreguem nas mãos de Deus, na esperança de que, um dia, o Criador os acolha em Seu Reino, porque também aqueles que O negam são parte de Seu Projeto e devem viver a Redenção.

Digo-lhes tudo isso porque muitas serão as dificuldades destes tempos para vocês manterem a própria fé e o amor. Por tal razão, vocês devem estar fortalecidos e preparados para enfrentar esses embates.

Lhes pedirei que sejam perseverantes e também atentos, já que o inimigo não obra apenas por intermédio dos outros, pois ele também pode utilizar cada um de vocês para estabelecer o seu reino. E aqueles impulsos que os fazem perder a fé podem vir de vocês mesmos. Por isso, sejam valentes e amem de coração o Plano de Deus, para o qual foram convocados.

Seu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

mar

17

Quinta-feira, 17 de março de 2016

Mensagens diárias
MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMàLUCÍA DE JESÚS

Entra em Meu Casto Coração, para que te revele os mistérios insondáveis da simplicidade, da humildade e da pureza de intenção.

É no coração simples, humilde e puro que habitará o Senhor, quando a Sua Essência Crística começar a renovar o mundo, por intermédio dos corações dos homens. Por isso, busca para ti um coração simples. isso significa um coração aderido à Vontade Superior e que não gera resistência à manifestação dos Planos de Deus.

Um coração simples é aquele que flui de acordo com a necessidade que se apresenta e que não gera conflitos em nenhum nível de consciência.

Um coração simples não retém nada para si e não busca compreender todas as coisas antes de vivê-las; ele as vive como Deus as encomenda para a sua vida e deixa que a compreensão surja da experiência.

Um coração simples precisa ser também humilde, para não se crer melhor que os demais por sua simplicidade. Se não gera conflitos aparentes e, no entanto, julga as dificuldades dos outros com as coisas da vida e quer que todos sejam simples como ele, de nada vale a simplicidade desse coração.

O coração simples deve ser humilde para ser simples naturalmente, para ser simples e só. Para não querer mostrar a própria simplicidade ou facilidade de aceitar as circunstâncias da vida. Se o coração é simples e humilde, compreende o próximo e, mesmo que em silêncio, o auxilia com o exemplo, para que dê os seus passos e vença as próprias resistências.

O coração que é simples e humilde, quando também é puro em suas intenções, pode herdar naturalmente o Reino de Deus e vivenciar o Seu Imenso Amor, porque se torna digno de recebê-lo, ainda que não o saiba.

Aquele coração que é verdadeiramente simples, humilde e puro de intenção nunca saberá que o é. Primeiro, porque não anda pensando em si mesmo e nos próprios atributos e, segundo, porque a sua atenção está sempre voltada para o presente, para a necessidade, para o próximo.

Se queres fazer de teu coração um coração simples, humilde e puro de intenção, então esquece que queres fazê-lo e dedica-te apenas a amar o próximo e, sobretudo, a Deus. Busca a cada instante a necessidade do Seu Plano, não para que sejas tu operário de coisa alguma, mas apenas porque sabes que o Criador espera que cumpras minimamente com tua parte. Sabes que o que fazes não tem mérito extraordinário algum. O que acontece é que tu fazes o mínimo, enquanto a maioria dorme.

Agradece por ser filho da Misericórdia e deixa que tua própria gratidão te conduza para a manifestação do Propósito de Deus em ti. Se fores verdadeiramente grato, jamais resistirás a algo que te envia o Senhor, porque tudo te será pouco, frente à grandiosidade da Misericórdia, que te retirou dos abismos deste mundo.

Por isso, filho, agradece sempre a Deus, serve e esquece de ti. Assim te farás simples, humilde e puro de intenção, sem que te dês conta. Assim, serás digno de, algum dia, receber em tua morada o Rei dos reis, teu Senhor e Mestre, Cristo Jesus.

Aquele que te prepara para o retorno de Cristo em teu interior,

São José Castíssimo

mar

16

Quarta-feira, 16 de março de 2016

Mensagens diárias
MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMàLUCÍA DE JESÚS

Queridos filhos e companheiros de Meu Casto Coração,

Às vésperas de seu encontro com Cristo – como humanidade –, quisera impulsioná-los para a entrega da própria vontade e da própria razão diante de Cristo.

Quero, com isso, dizer-lhes que os chamo a aprofundar o próprio contato com o Mestre e Senhor de suas vidas, para que se tornem cada vez mais dignos de Sua Presença e que saibam valorizar e viver plenamente estas instâncias com Ele.

O contato com os Mensageiros Divinos, de uma forma geral, filhos, lhes é muito misterioso e ainda pouco compreendido pela maioria. É por este motivo que venho hoje aprofundar este tema com todos.

Ao longo de Nossas Aparições no mundo, despertamos muitos seres orantes, que descobriram o poder da oração, da fé e da caridade e que hoje repartem a paz para o mundo, por intermédio de suas vidas.

Mas neste ciclo planetário e através de seu grupo de trabalho, viemos instituir a fraternidade e a unidade entre raças, nações e religiões, mediante o ecumenismo, a linguagem do coração e o amor ao Deus único, que manifesta Suas Faces e Expressões graças às diferentes religiões do mundo.

Viemos neste tempo aprofundar a entrega dos orantes e servidores, para que – além de serem colaboradores do Plano – passem a ser soldados e discípulos de Cristo neste último tempo.

Mais do que seres orantes, buscamos agora consciências que se disponham a renunciar à própria vontade e ao modo de pensar humano, para que ingressem plenamente na Vontade e no Pensamento Divino e que, assim, sejam instrumentos de Deus no mundo, consciências com as quais o Criador pode obrar e por intermédio das quais Ele mesmo poderá perpetuar a Sua Presença entre os homens.

Para vocês chegarem a este grau de entrega do qual lhes falo e serem verdadeiros instrumentos de Deus, devem aprender a amar o Seu Plano acima de todas as coisas.

Para muitos espíritos, lhes resultará mais fácil, porque já conhecem o amor ao Propósito acima da própria vontade, mas a outros lhes custará muito, e estes, quando alcançarem este amor, poderão ajudar muitos outros a dar os próprios passos rumo a esta entrega.

Para sentirem o que lhes digo em seus corações e, sobretudo, para terem a valentia de se encaminhar por esta senda, primeiro permitam que um amor divino tome conta de seus corações e lhes dê mostras da grandeza do Amor do Criador e de quão pequenas são as coisas deste mundo, frente à imensidão deste Amor celestial.

É para isto que Nosso Senhor vem ao mundo: para dar-lhes a conhecer este Amor divino, do qual Ele Se tornou expressão viva e, inclusive, material.

Diante de Cristo, rendam-se e deixem-se arrebatar por este Amor infinito, que por si só os transforma. Preparem-se para encontrá-Lo, releiam o Evangelho, relembrem a Sua passagem sobre a Terra e reavivam dentro de vocês a memória de estar com Ele neste mundo.

Sintam dentro de vocês o mesmo Mestre que caminhava nos vales e nas montanhas do deserto. Sintam ecoar a mesma voz que se plasmou nos ares do Oriente e que emanou o perdão, a cura e a redenção para tantas almas.

O mesmo Senhor que os despertou no passado hoje vem para que retomem o compromisso com Ele e com Sua Missão, que em verdade é a Missão de toda a humanidade.

Por isso, filhos, por mais que não possam vê-Lo, sintam-No dentro de vocês e diante de vocês. Fechem os olhos e escutem a Sua Voz, como se Deus mesmo lhes falasse, assim como o foi no passado. Assim, vocês encontrarão a força e o valor para entregar tudo por amor, e o Plano de Deus poderá se cumprir por intermédio de suas vidas.

Seu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

mar

15

Terça-feira, 15 de março de 2016

Mensagens diárias
MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMàLUCÍA DE JESÚS

Para aprenderem a amar, vocês devem primeiro colocar seus olhos e suas consciências na Verdade, porque o que amarão é a Verdade que provém de Deus e que se expressa em todas as coisas.

Se não aprenderem primeiro a reconhecer a Verdade que habita em tudo o que foi criado, correrão o risco de viver um amor humano, baseado em julgamentos e convicções que não são reais, mas apenas fruto da limitada compreensão da mente humana.

Por exemplo: se Cristo não reconhecesse a Verdade, jamais poderia viver o amor em Sua Paixão, porque foi abandonado por Seus companheiros, humilhado por todos aqueles que O escutaram pregar e que, inclusive, receberam as Graças vertidas por Deus por intermédio de Suas Palavras; foi torturado por aqueles que representavam a Lei de Deus para o Seu povo e carregou, em cada uma de Suas chagas, o ódio, a inveja e a maldição de todos eles.

Como amar, com um coração humano, essa experiência?

Cristo amava porque Ele conhecia a Verdade. Ele sabia do amor de Seus companheiros, mas sabia também das suas debilidades. Ele sabia que, depois de deixá-Lo sozinho e ver que ainda assim Ele os amava, nasceria no coração de cada um de Seus companheiros uma fé inquebrantável e, se bem O abandonassem naquela hora, depois disso, perpetuariam as Suas Palavras e a Sua Presença na Terra pelo exemplo e pelo testemunho vivo de cada um deles.

Cristo conhecia a miséria nos corações dos fariseus, sabia que o demônio utilizava as suas debilidades para fortalecer-se e esse olhar da Verdade lhe trazia compaixão. Ele sentia o pesar de que esses Seus irmãos tivessem que aprender com os próprios erros, mas sabia que, de alguma forma, eles eram veículos para o cumprimento dos Planos de Deus, para que se plasmasse na vida o que estava nas Escrituras.

Cristo sabia que aqueles que Lhe cuspiam no rosto, depois de terem escutado as Suas Palavras e recebido as Bênçãos de Deus, precisavam de algo mais, de um grau de amor ainda maior, porque imensa era a escuridão que os cegava. Por isso, Ele os amava.

Hoje, filhos, vocês devem aprender a contemplar a Verdade. Verdade essa que não se encontra com o uso da razão, porque racionalmente não é possível amar àqueles que tiram a sua vida e que desfrutam de cada gota de sangue derramada de seu corpo.

Essa Verdade é incompreensível para suas mentes e, se tentarem ser eruditos e lógicos diante dela, jamais a encontrarão.

Os ditos sábios da época de Cristo desacreditaram a Sabedoria e o Poder de Jesus, pois pensavam: “Se curava os enfermos e multiplicava os pães, por que não salva a si mesmo e demonstra a toda essa multidão que o persegue o Seu verdadeiro Poder e Divindade? É, em verdade, um fraco, um burro ou um mago, mas não o Filho de Deus”.

Jesus escutava esses pensamentos, amava ainda mais e se fortalecia ainda mais! Porque tanta era a ignorância de Seu povo, que cada vez maior deveria ser o Seu sacrifício e o Seu exemplo de amor.

Hoje, filhos, como seu Pai, os chamo a amar na Verdade, a compreender as limitações, a ignorância e o desamor do próximo e amá-lo ainda mais, plenamente.

Ainda que lhes pareça irracional, imaturo, ingênuo ou imperfeito, amem assim mesmo.

Busquem a Deus sem utilizar, para isso, a razão ou mesmo os recursos intelectuais que vocês têm dentro de si, porque o amor que devem manifestar agora vocês não o viveram nunca. O amor do qual lhes falo é novo, é desconhecido, mas é pleno, único e verdadeiro.

Não se esqueçam do que lhes disse e sintam Minhas palavras nos seus corações, pois as provas vindouras buscarão, dos discípulos de Cristo, um exemplo semelhante ao do Mestre.

Seu Pai e Companheiro, este que os ensina a amar e a conhecer a Verdade,

São José Castíssimo

mar

14

Segunda-feira, 14 de março de 2016

Mensagens diárias
MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMàLUCÍA DE JESÚS

Filhos,

Alguns dias antes de um acontecimento importantíssimo, venho preparar os seus pequenos corações. Refiro-Me à Sagrada Semana com Cristo Jesus.

Venho para pedir-lhes que verdadeiramente disponham os seus corações para este momento, não apenas como um evento, mas como um encontro com o Rei do Universo, que Se digna a Se aproximar de todos, em Espírito e Divindade, por sete dias seguidos.

A Sagrada Semana representa para a humanidade o cumprimento das promessas feitas por Cristo há mais de dois mil anos. Aqueles que um dia escutaram as Suas Palavras e que morreram na esperança de reencontrá-Lo no final dos tempos retornam ao mundo, junto com Cristo, para terminar de cumprir com Ele a Sua santa Obra nesta Terra.

Vocês, filhos, que escutam estas palavras, em algum momento de suas experiências neste mundo, aceitaram seguir os Passos do Mestre e ser partícipes de Seu Projeto redentor. Aceitaram seguir os Seus Passos e imitá-Lo em sacrifício, em humildade e em redenção, para alcançar o arquétipo perfeito que Sua Divindade transmitiu ao mundo, pelo exemplo vivo e material de Sua Cristificação.

Se bem hoje os seus olhos ainda não O possam ver – porque estão muito envolvidos com a matéria e devem estar preparados para isso –, os seus corações, sim, podem reconhecê-Lo e podem viver plenamente a transformação que Ele lhes propõe, se tão somente vocês se abrirem para se aprofundar no que vivem e não deixarem que os dias passem na superficialidade própria da vida comum deste mundo tridimensional.

É o amor em seus corações o que lhes permitirá transcender as formas comuns da mente humana de estar diante das situações da vida, para descobrir o sagrado e o divino que há nestas instâncias de encontro com Cristo, assim como o é com todos os Mensageiros Divinos, que, em verdade, são portadores da Presença de Deus para este mundo.

Quisera, filhos, trazer-lhes essa reflexão, para que seus corações se aprofundem verdadeiramente na Graça que estão recebendo e que vivam esta Sagrada Semana com a santidade que ela lhes propõe, para que possam viver algo único, uma união absoluta com Aquele que tem a potestade de transformar as suas vidas para sempre.

Eu os amo e os ensino a estar diante dAquele que é digno de toda a Honra e de toda a Glória, porque Se entrega todos os dias, em sacrifício, a esta humanidade, pela sua salvação.

Seu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

mar

13

Domingo, 13 de março de 2016

Mensagens diárias
MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMàLUCÍA DE JESÚS

Repousa tua consciência no sacrifício. Não haverá maior descanso para o espírito do que aquele que ele encontra na certeza do serviço permanente a Deus.

Repousa tua consciência no sacrifício e encontrarás a verdadeira paz, aquela que nasce da Graça de servir ao Pai e saber-se no caminho correto de Sua Vontade.

Enquanto o mundo se cansa, lutando por metas vazias de sentido, enquanto as almas não encontram a paz nem o repouso, porque os confundem com a inércia e o prazer mundano, repousa tua consciência no sacrifício e, ainda que teus corpos estejam cansados, o teu espírito e a tua alma conhecerão o verdadeiro regozijo, que é o de servir a Deus.

Sacrifício não é martírio.

Sacrifício é o permanente esforço para manifestar o sagrado neste mundo de superficialidades.

Sacrifício é o conhecimento de outras leis que transcendem a matéria e preenchem o espírito.

Sacro Ofício é aquele que se oferece a Deus com o coração.

Aquele que te chama à graça do sacrifício feito por amor,

São José Castíssimo

mar

12

Sábado, 12 de março de 2016

Mensagens diárias
MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMàLUCÍA DE JESÚS

Filho,

Consagra teu coração à Mãe do Mundo e deixa-te chamar “Filho de Maria”.

Anuncia a tua fé sem medo e proclama a verdade que dia a dia se revela ao teu pequeno coração. Veste sobre o teu corpo o manto dAquela que te protege desde o princípio e que se digna a acompanhar os teus passos até o final.

Dissolve o temor de dizer “sim”, ainda que não saibas exatamente ao que estás entregando a tua vida e o teu coração – já que a Consciência de Maria é, para ti, ao mesmo tempo, tão conhecida e tão misteriosa.

Sente ao teu lado a Mãe Celestial e A acolhe em teu coração como tua Santa Mãe, mas não permaneças apenas neste sentimento que cabe em teu coração humano. Aproxima-te da Consciência de Maria e deixa que Ela se revele diante de ti como a Mãe de todas as coisas, como parte viva de Deus, como o amor que faz nascer o amor, como Mãe não só dAquele que abriu as portas para uma nova humanidade, mas também a Mãe de todos aqueles que devem renascer pelo Seu Amor, para alcançar em vida o arquétipo de Seu primeiro Filho.

Reconhece-te como filho do ventre espiritual de Maria, aquele no qual as criaturas não somente nascem pela primeira vez, mas também renascem todos os dias. O ventre espiritual de Maria é aquele que dá a vida aos que estavam mortos em espírito, é aquele que ressuscita, pelo perdão, todos os que estão nos abismos deste mundo e do próprio interior.

Deixa-te chamar “Filho de Maria” e proclama tu mesmo esta filiação divina. Ainda que muitos não compreendam a tua fé e que outros te persigam por não aceitá-la, faz desse manto que levas sobre o corpo o testemunho de tua perseverança e a confirmação da verdadeira essência do que sente o teu coração.

Que ninguém jamais veja em teu rosto a vergonha por ser fiel à Serva de Deus. Confia que, se uma cruz te for dada nestes tempos e a humilhação e o martírio baterem em tua porta, Aquela que um dia acompanhou a Cruz de Cristo acompanhará também a tua e te fará descobrir o amor verdadeiro e a unidade com Deus, muito além de ti mesmo.

Descobrirás, filho, que esse manto que levas sobre o corpo talvez não protegerá a tua vida, mas sim a tua essência, o teu espírito e o teu caminho. Se te abrires de coração para ser um verdadeiro filho de Maria e se reconheceres o que significa ser chamado como tal, muitos mistérios que não são deste mundo te serão revelados.

Aquele que foi conhecido como Filho de Maria foi educado por Ela para buscar a Deus, unir-Se a Ele e viver a Sua Vontade, ainda que essa Vontade implicasse entregar a própria vida por amor aos que O odiavam.

Filho, se queres ser um verdadeiro “Filho de Maria”, então, segue o caminho dAquele que foi conhecido como tal em Nazaré, em Jerusalém, no mundo inteiro e no Universo.

Sê um “Filho de Maria” e deixa que Ela te guie. Perde o temor de seguir os Seus passos e, abraçando a cruz que o Criador te entrega, jamais tires os teus olhos dos olhos dAquela que te acompanha no calvário deste mundo.

Quando estiveres em dificuldades, olha para o lado e encontrarás o olhar de Maria. Quando caíres no chão, com tua cruz sobre ti, levanta o teu rosto e eleva as tuas mãos, pois tua Santa Mãe te levantará, porque Ela não te chama “Filho” apenas para que A sirvas: Ela te chama de filho para guiar-te, tal como Deus A ensinou a guiar aqueles que provêm de Seu ventre.

Renova-te, filho, neste dia e aprofunda o que significa reconsagrar-te como “Filho de Maria”.

Aquele que te guia ao Imaculado Coração,

São José Castíssimo

mar

11

Sexta-feira, 11 de março de 2016

Mensagens diárias
MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMàLUCÍA DE JESÚS

Ama a Vontade de Deus mais do que a ti mesmo.

Ama o Seu Plano e o que ele significa para a evolução de todo o Universo muito além do desenvolvimento de tua pequena alma e de tua pequena vida.

Ama o Plano de Deus com a correta compreensão de que ele visa à evolução de todo o Cosmos e, se bem estejas inserido nele, tu não és o que há de mais importante neste Plano.

Compreende que o Plano de Deus, por ele mesmo, deve se cumprir. E se o irmão que tens ao lado tem uma maior possibilidade de viver a Vontade do Pai, então, ajuda-o e cria as condições para que ele alcance a meta, não por ele ou por ti, mas pelo Plano de Deus.

A competitividade da consciência humana retirou de muitos corações a possibilidade de amar o Plano de Deus, porque eles amam muito mais a si mesmos e o próprio papel dentro desse Plano. Amam a própria possibilidade de viver a Vontade de Deus e zelam para que sejam eles mesmos os Cristos do novo tempo, inclusive alegrando-se pelas derrotas do próximo, porque – ao saberem que serão poucos esses Cristos – querem ser eles parte desses poucos. O que esses corações não percebem, filho, é que o Cristo interno nasce do esquecimento de si e do amor absoluto ao próximo.

O amor ao próximo nasce, em verdade, do amor ao Plano de Deus. Aquele que ama verdadeiramente o Plano zela por ele e sabe que todos os seres humanos são necessários no desenvolvimento dele. Por isso, se alegra no despertar de seus irmãos e zela para que eles se desenvolvam cada dia mais, não importando que superem o seu grau evolutivo, porque o importante é que se cumpra o Plano e não em quem ele se cumprirá.

Se queres amar o próximo, ama a Deus e ao Seu Plano. Encontrarás na descoberta desse amor o cuidado com todos os Reinos da Natureza. Descobrirás que tudo o que foi criado tem uma finalidade espiritual de existir e cada criatura vivente, criada por Deus, tem um papel único em Seu Plano. Compreenderás a verdadeira razão da existência de todas as coisas e, embora não possas sabê-lo explicar com a mente, poderás sentir com o coração.

Filho, ama o Plano de Deus mais do que a ti mesmo. Ama o Criador e deixa-te inundar por esse amor que transcende um objeto ou uma criatura e se irradia a tudo o que foi criado.

Comunga da perfeição de todas as coisas, pois – zelando pela evolução do próximo e pelo nascimento do Cristo em teus irmãos – é que, um dia, descobrirás o Cristo Vivo em teu interior.

Aquele que te ensina a viver a Lei do Amor,

São José Castíssimo

mar

10

Quinta-feira, 10 de março de 2016

Mensagens diárias
MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMàLUCÍA DE JESÚS

Confia nos desígnios de Deus, porque Sua Misericórdia tenta alcançar ao máximo as consciências, mas quando os seres decidem aprender sob as Leis da Justiça, ao Criador não resta outra alternativa senão ser Justo.

A Justiça de Deus não é um castigo, é uma oportunidade de reencontrar a Sua Vontade, com base em aprendizados que colocam as consciências diante de uma transformação imediata. E, assim, os seres se veem diante de tudo o que por lei necessitam viver, para aprender e despertar.

A Misericórdia aplaca as Leis da Justiça e tenta trazer para o planeta um aprendizado com base no amor, um despertar proveniente do Perdão e o Conhecimento de Deus e a adesão à Sua Vontade, pelo nascimento da fé.

Mas quando a Misericórdia não encontra lugar para atuar nos corações e quando a purificação cega os olhos de muitos e não os permite ver com clareza, é apenas a Justiça o que pode fazê-los reencontrar a Deus, sempre quando, diante das consequências do descenso da Justiça, as consciências saibam compreender corretamente o que vivem.

Confia na Sabedoria de Deus, porque Ela não funciona com a mesma lógica do pensamento humano.

Sei que a Justiça faz sofrerem os corações e não digo que não sofras, porque também o coração que sofre deve viver a sua parte neste aprendizado, que é de todos. Apenas digo-te, filho, que – além do sofrimento e do temor que causa nos corações esta Justiça – tem fé em que Ela está amparada pela Sabedoria Divina e que, em outra volta da espiral da evolução humana, o que hoje te aflige será motivo de alegria e de crescimento para todos.

Traz a paz ao teu coração diante da atuação da Justiça, porque – em um futuro próximo, quando ela se precipitar sobre toda a consciência planetária – muitos não a compreenderão e a confundirão com o castigo, perdendo assim a fé e a confiança em Deus.

Sê tu um exemplo de fé e de confiança permanente em Deus, independentemente de se os Seus Desígnios estão a favor ou contra o que sente o teu humano coração.

Aquele que te ama sempre e te anima a seguir adiante,

São José Castíssimo

mar

09

Quarta-feira, 9 de março de 2016

Mensagens diárias
MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMàLUCÍA DE JESÚS

Queridos companheiros de Meu Casto Coração,

O mundo ainda agoniza e as primeiras contrações do parto planetário fazem convulsionarem as almas e os espíritos mais frágeis e cujas dívidas para com Deus são maiores e, às vezes, impagáveis.

Muitos estão padecendo espiritualmente e fisicamente as sequelas das ações seculares que deixaram, nos éteres da vida planetária, muitos desequilíbrios e muitas feridas. As guerras e os conflitos de hoje, sobretudo no Oriente Médio e na África, são frutos de um ódio e de uma ânsia pelo terror já arraigados nas consciências de certas nações.

A falsa crença de que, pela submissão e pelo sofrimento, alguns podem impor suas próprias ideias como verdades ficou gravada na consciência profunda de certos espaços do planeta, e isso dá o livre acesso e a livre atuação às forças do caos para que estabeleçam o seu reinado. A única forma de equilibrar tudo isso é a vivência absoluta do amor e o triunfo deste mesmo amor, além das atrocidades, das torturas e dos padecimentos.

Assim como Cristo demonstrou a Sua união com Deus por meio do perdão que entregou aos homens que o colocaram na Cruz, depois de havê-lo martirizado como puderam, assim como demonstrou que Ele estava unido à Verdade, porque era capaz de viver o amor, sem necessidade de glória ou de reconhecimentos, assim, filhos, vocês devem viver neste mundo.

A Verdade se demonstra na vivência do amor.

Está na Verdade não aquele que impõe a sua própria vontade e que, pela manipulação, concretiza o que quer: está na Verdade aquele que se mantém em Deus e vive todas as provas dispostas pela vida como oportunidades de viver o amor e o perdão, humildemente e dignamente, como Cristo.

Aquele que compreende a entrega de Jesus e Sua transformação em Cristo não é o que proclama o Seu Nome e repete as Suas Palavras, mas sim aquele que segue os Seus Passos e comunga com Ele não só para encontrar a paz, mas para fundir-se com Cristo e estar nEle eternamente.

Para equilibrarem os males do mundo, vocês haverão de ser como Cristo, haverão de ser novos Cristos, renovados pela união absoluta com o Filho de Deus. Nesta aspiração não está a ambição, nem o orgulho: está a Verdade.

Orgulho, filhos, não é querer unir-se a Cristo: é ignorar a Sua Verdade, é negar o Seu exemplo e duvidar da Perfeição de Deus, menosprezando o próprio potencial de vocês como criaturas provenientes da Consciência Divina.

Saibam que a união com Cristo não é fruto dos próprios méritos ou dos próprios potenciais, mas sim é fruto da Perfeição de Deus, porque Ele os criou com esta possibilidade de viver o amor desde o princípio.

Seu Pai e Instrutor,

São José Castíssimo

mar

08

Terça-feira, 8 de março de 2016

Mensagens diárias
MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMàLUCÍA DE JESÚS

Quando a Vontade de Deus se expressa no Cosmos, o Seu Verbo Divino se transforma em Princípios Criadores, chamados Raios da Criação. Esses Raios se projetam como Luz sobre as consciências manifestadas nas diferentes dimensões e, à medida que descendem até as dimensões mais materiais, eles se subdividem em diferentes expressões, cada uma conforme as criaturas podem receber e viver.

Quando os Mensageiros Divinos chegam ao mundo, Eles unem as dimensões – desde o Coração de Deus até os níveis mais densos da manifestação da vida – e plasmam, em todos os espaços da consciência humana e de tudo o que foi criado, a Vontade Divina.

Quando Nós os instruímos em cada detalhe do que vocês devem fazer e como devem realizar esta obra, estamos trazendo a Perfeição de Deus e manifestando os Raios que expressam a Sua Vontade para todos os aspectos desta Sua Obra na matéria, para que, por intermédio dos símbolos e das palavras mais simples, tudo possa expressar e irradiar uma parte da Consciência Divina.

Vocês podem não compreender por que ditamos os pequenos detalhes de tudo. É por isso que hoje lhes digo que é desta forma que esta Obra se mantém sagrada, porque a Consciência de Deus está escondida em tudo o que vocês expressam e cada um desses detalhes, ainda que seja a conformação de um altar ou de uma página da internet, ajuda na salvação de uma alma, que será tocada pela vibração que os Raios de Deus emanam, impressos nesses detalhes.

Por isso, filhos, sintam-se manifestadores da Vontade Divina em tudo o que fazem; tragam o sentido do sagrado para as suas atividades mais materiais, porque desta forma vocês sempre permitirão que o Criador manifeste a Sua Vontade neste planeta.

Ofereçam a Deus tudo o que fazem e perguntem-se sempre o que Ele espera expressar por intermédio de vocês, porque – mesmo que isso lhes pareça muito distante do que realizam, do Centro de tudo o que foi criado, o Senhor os observa e aguarda que vocês possam ser consciências criadoras, tal como foram pensadas originalmente.

Que assim como os anjos e arcanjos manifestam universos e plasmam a Vontade de Deus, criando as novas essências que nascem no Cosmos, que também vocês possam expressar essa Vontade em tudo o que criam, na matéria e no espírito.

Deixo-lhes Minha Bênção para a manifestação desta Sagrada Obra.

Aquele que expressava a Vontade de Deus, ainda que em uma carpintaria,

São José Castíssimo

mar

07

Segunda-feira, 7 de março de 2016

Mensagens diárias
MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMàLUCÍA DE JESÚS

Enquanto muitos vivem as guerras físicas e os conflitos que destroem a vida, por não encontrarem a paz, outros vivem as guerras espirituais e internas e os conflitos entre as próprias convicções materiais e os Planos de Deus para os seus seres superiores. Esses conflitos muitas vezes destroem a alma e não a permitem evoluir, por não encontrar a paz.

Filhos, a purificação tanto na matéria quanto no espírito é inevitável, mas a forma como ela transcorrerá dependerá de como cada um se colocar diante dela.

Em meio a uma guerra, alguns escolhem aderir aos conflitos e gerar mais guerras. Outros são indiferentes e esperam que a violência toque na porta de suas casas. Já outros buscam a paz, ainda que seja por um caminho de transcendência, mas conseguem encontrar a compreensão, o perdão e a fé, porque estão em Deus.

Diante de uma guerra interior, entre o que Deus espera de vocês e o que vocês construíram em si mesmos – com base no que acreditavam que deveriam ser –, vocês podem encontrar os mesmos três caminhos da guerra física: podem conflitar com Deus e viver um desgaste interno permanente, não aceitando a Vontade do Pai e não se rendendo a Ele; podem ser indiferentes a essa Vontade e, embora não conflitem com Ela, tampouco se rendem e creem que não estão sofrendo, mas fazem desaparecer a alma pouco a pouco; ou podem buscar a paz, a compreensão, o perdão de si mesmos e, aceitando que os caminhos traçados foram baseados no próprio orgulho e na própria ignorância, renunciar a todos eles e se abrir a começar de novo, desde o ponto que lhes serve para encontrar a Vontade de Deus, e não a própria.

É assim, filhos, que vocês devem ser mais conscientes dos momentos que vivem e pensar sempre que essa é uma situação planetária, e não pessoal. A própria transcendência e a própria renúncia devem ser em prol da evolução deste mundo.

Não estejam sempre fugindo da própria derrota apenas pelo medo da humilhação e pela incapacidade de se deixarem vencer, porque sim, toda batalha é dolorosa, mas quanto mais rápido vocês se deixarem ser vencidos, maior será a paz que poderão viver.

A humilhação é uma Graça concedida aos valentes, que devem demonstrar a sua coragem como um exemplo semelhante ao do Filho de Deus.

Se vocês consideram que o caminho de transformação em Cristo é para vocês, então, como primeiro passo, rendam-se a Deus, unam-se a Ele e deixem-se humilhar para perder de uma vez o velho homem – baseado no orgulho e no poder humano –, para que viva em vocês o novo homem, que tem como princípio o esvaziamento de si.

Aquele que os ama e os guia pelo caminho da humildade,

São José Castíssimo

mar

06

Domingo, 6 de março de 2016

Mensagens diárias
MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMàLUCÍA DE JESÚS

Quando a noite se precipitar sobre a Terra e a luz for uma memória nos corações que a conheceram, será apenas a Fé o que guiará o caminho dos perseverantes, que servirão de exemplo para aqueles que estarão mais perdidos.

A Misericórdia Divina não deve ser apenas uma realidade durante os momentos de oração. A princípio, vocês devem clamar pela Misericórdia, mas depois, filhos, vocês devem ser a própria manifestação da Misericórdia no mundo.

Vocês são filhos da Divina Misericórdia, porque apenas o fato de que hajam despertado para uma realidade superior, estando em um mundo completamente adormecido para a Verdade, já lhes demonstra a atuação da Misericórdia em suas vidas. Nenhuma criatura desperta para a vida do espírito apenas por mérito próprio. Sim, é necessário que aceitem seguir este caminho, mas ele só lhes é apresentado por obra e Graça da Divina Misericórdia.

A Misericórdia caminha de mãos dadas com a Humildade, porque – para ser misericordioso – é necessário transcender toda expectativa sobre alguém, sobre si mesmo e sobre o Plano de Deus, já que um coração misericordioso acolhe o próximo tal como ele é e entrega, aos que menos merecem, todas as Graças do Reino de Deus.

Aqueles que são misericordiosos perdoam, independentemente do mal que lhes tenham feito, e se valem da humildade para que, antes de julgarem e condenarem as ações alheias, reconheçam as próprias misérias e quantas vezes também se equivocaram em seu caminho evolutivo.

Aquele que é misericordioso sabe que só recebe a Divina Misericórdia quando a doa ao mundo e, assim, descobre a Graça de buscar algo que não é para si, descobre a dádiva de viver na Misericórdia apenas para ser misericordioso e se ofertar a Deus como um canal Seu no mundo. A Misericórdia deve ser um estado interior dos autoconvocados, para que a mantenham dentro de si, independentemente das trevas que os rodearem.

O coração misericordioso não necessita de nada em troca de sua doação e não precisa de condições favoráveis para prestar um serviço ou estar em união com Deus, porque – de tanto clamar – a Misericórdia se tornou o estado natural de seu ser.

Assim como uns viverão a Misericórdia, outros viverão a Fé, outros a Fraternidade, outros a Unidade, como estados permanentes do coração. Assim, mesmo nos tempos em que estiverem aparentemente sozinhos, vivendo a sua provação neste mundo, jamais deixarão de ter o auxílio dos Dons de Deus e a humanidade como um todo não carecerá da Presença Divina, porque o Criador estará vivo dentro daqueles que, pela oração e pelo serviço, descobriram a união perfeita com Ele.

Vivam os Dons Divinos. Clamem, mas também sejam cada um dos atributos de Deus.

Aquele que os ama e os guia,

São José Castíssimo

mar

05

Sábado, 5 de março de 2016

Mensagens diárias
MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMàLUCÍA DE JESÚS

Sentir a dor de Deus no próprio coração é mais do que padecer por alguns instantes um incômodo interior ou físico. Sentir a dor de Deus no próprio coração é assumir a filiação com o Altíssimo e confirmar-se como consciência disposta a viver o Seu Plano neste mundo, ainda que isso signifique o padecimento da carne e de tudo o que conforma a matéria humana planetária.

Filhos, a humanidade está tão distante da aspiração de sentir a dor de Deus em seu coração, que aqueles que se dispõem a equilibrar os males gerados no mundo, ao longo da existência humana, muitas vezes padecerão não por castigo, mas porque a distância da matéria criada no mundo, em relação à verdadeira essência do que devem ser as criaturas da Terra, faz que essa matéria seja densa e grosseira e, ao ser transmutada – para gerar o correto equilíbrio –, causa dor e desestabilização interior.

O Criador, com Sua Pureza e Seu Amor Infinito, muitas vezes se dispõe, com Seu Filho, a transmutar Ele mesmo as situações planetárias, na Divina Esperança de que algum coração humano chegue a ser um triunfo no Reino dos Céus.

Por Ele haver criado a humanidade e por ter colocado nessas pequenas criaturas uma união especial com o Seu Divino Coração, cada vez que os seres humanos se distanciam do propósito do Pai, o Seu Coração sofre e recebe um espinho de negação e de indiferença para com a Perfeição que Ele pensou para este mundo.

Uma forma de não permitir que Deus padeça é viver todos os dias, como puderem, os princípios que Ele pensou para a humanidade. Tudo o que os leva à vivência do Amor Absoluto e da unidade com Deus e com o próximo alivia o Coração do Criador.

Por isso, queridos, não pensem que foge do próprio controle de vocês a capacidade de aliviar o Coração de Deus, porque ademais de todas as ofertas que façam para padecer junto com Ele, em nome da humanidade, vocês também podem atuar ativamente pela fraternidade, pela caridade, pelo amor, pela oração e, sobretudo, pelo esquecimento de si.

Este é o manual para aqueles que querem aliviar o Coração de Deus.

Aquele que os ama e os conduz todos os dias à vivência dos Princípios Celestiais,

São José Castíssimo

mar

04

Sexta-feira, 4 de março de 2016

Mensagens diárias
MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMàLUCÍA DE JESÚS

Eu estava terminando de orar o Devocionário de São José e, antes de que Ele aparecesse, comecei a sentir uma forte dor no coração, algo que me tirava a respiração e pouco a pouco eu ia perdendo as forças fisicamente, mas não sabia o que estava acontecendo. Quando Ele foi se aproximando, essa dor se intensificou. Era algo que me perturbava não só fisicamente, mas internamente também, pois trazia uma tristeza que não cabia dentro de mim e eu já não podia nem orar, nem pensar em nada. São José apenas me observava e disse que Ele estava me dando a sentir um pouco da dor de Deus, pela negação de uma alma, para que eu pudesse compreender melhor o que sente o Criador ao observar o mundo e para que minhas orações pudessem se aprofundar, assim como a compreensão de que a negação das almas para com Deus é mais do que a ação de uma personalidade, é algo profundamente espiritual e que faz padecer profundamente o Coração de Deus. Ele dizia: “Isso é o que Deus sente por uma alma. Imagina o que sentirá com todas as almas que O negam no mundo inteiro”.

São José explicou que essa experiência eu não a vivia apenas por mim, mas por todos os seres orantes do mundo, que devem aprofundar o próprio contato com Deus. Por isso, Ele me pediu que fizesse este relato, ao transcrever a mensagem.

Como eu não conseguia escrever, nem me mover, São José esperou em silêncio cerca de vinte minutos. Depois, me pediu que, assim como eu me sentia, escrevesse a mensagem diária, porque seria curta.


Filho,

Sente em teu coração a dor de Deus, que não é deste mundo e não se assemelha a nada do que podes sentir naturalmente como ser humano.

Recebe com gratidão essa oferenda e aprende assim sobre uma pequena parcela do que sente o Criador com os desvios das almas deste mundo.

Aprende, filho, com a dor de Deus em teu coração, a orar com verdadeiro amor, a clamar com verdadeiro temor de Deus, a invocar a Sua Misericórdia, não somente para aliviar as criaturas desta Terra, mas, sobretudo, para que um Senhor tão Bondoso e tão Perfeito não tenha que padecer as dores que Lhe causam os Seus filhos pela constante negação e indiferença.

Se, pela dor que uma única alma causa no Coração do Pai, já te falta o ar e sentes que perderás a vida, compreende então, filho, o quanto padece o Criador por todas as almas do mundo.

Apenas te peço que ofereças a ti mesmo em reparação da negação do mundo. Que não sejas tu indiferente diante de Deus. Ama como deves amar e entrega a vida sem condições. Ainda que te pareça pouco ou insignificante a tua entrega, poderás ajudar no equilíbrio que gera a salvação de muitas almas.

Que o que te faço sentir fique impresso nestas palavras e, mais do que conceitos e ideias, a humanidade possa receber uma experiência.

Teu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

mar

03

Quinta-feira, 3 de março de 2016

Mensagens diárias
MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMàLUCÍA DE JESÚS

Ainda quando o mundo submergir no caos, une-te ao Coração de Deus e permanece nEle.

Ainda quando as influências externas te levarem à desconcentração, à distração e às energias capitais da Terra, une-te ao Coração de Deus e permanece nEle.

Ainda que pareça não teres forças suficientes para responder ao Plano, une-te ao Coração de Deus e permanece nEle.

Quando as influências do inimigo permeiam intensamente a mente humana, a mentira por ele impressa no mental coletivo pode se tornar a verdade para muitos. Por isso, além do que possas chegar a pensar e sentir sobre ti mesmo, sobre os demais e, inclusive, sobre os Planos de Deus, une-te ao Coração de Deus e permanece nEle.

Para chegares ao Coração de Deus, basta buscá-Lo e aspirar sinceramente a estar nEle, porque a união entre o Criador e Suas criaturas é algo natural e original dos seres humanos. Tudo aquilo que te separa de Deus é fruto da tua própria ignorância, de tua indiferença ou da astúcia do adversário, que – por tua falta de persistência e de valentia – ainda convence a tua mente com muitas mentiras e enganos.

Não te sintas jamais distante de Deus, porque é apenas tu mesmo que te separas do Criador todos os dias. Busca-O além das dificuldades. Busca-O não só quando precisares de algum auxílio, busca-O também apenas para agradecer, apenas para fazer-te unido a Ele, apenas para criar um caminho de união com Deus na consciência humana, para que outros possam se valer de tua experiência para encontrar, no próprio interior, a ligação absoluta com Deus.

Sente o Pai dentro de ti e como misteriosamente tu estás dentro dEle ao mesmo tempo. Se um dia não O sentires, porque Ele te entregou a Graça da noite escura – que precede o amanhecer do encontro com Ele –, apenas permanece na quietude da certeza de que, ainda que estejas tu cego e às escuras, Ele está aí; és tu que não podes vê-Lo.

A fortaleza em Deus, filho, será tua única segurança, teu único sustento. Por isso, consolida agora a fé da presença do Criador dentro de ti e a certeza de que Ele guiará os teus passos e, sempre quando fores obediente e humilde diante dEle, nunca te desamparará, sempre estará contigo, porque tu estarás com Ele.

Deus sempre está presente e silencioso nos aposentos mais internos de teu mundo interior, no profundo de tua essência. És tu que deves recorrer a Ele e chegar até esse espaço dentro de ti, puro de coração e humilde de espírito.

Apesar das influências externas, apesar da tua própria purificação, apesar da purificação de teus irmãos e do planeta como um todo, une-te ao Coração de Deus e permanece nEle.

Teu Amigo de sempre,

São José Castíssimo

mar

02

Quarta-feira, 2 de março de 2016

Mensagens diárias
MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMàLUCÍA DE JESÚS

Ora e serve pelo equilíbrio deste mundo e já não esperes que os demais acompanhem os teus passos. Abandona as tuas aspirações e teus planos de concretizações pessoais para a vida neste mundo. Filho, Deus espera de ti mais do que um bom servidor. Falo ao teu coração, que escutará estas palavras e saberá que se pronunciam diretamente para ele.

Aquele que está pronto para dar mais um passo, ainda que lhe pareça ser maior do que as suas possibilidades, saberá que Eu o chamo, diretamente, a já não esperar mais para lançar-se sem medo à sua entrega.

É a ti, filho Meu, que estou chamando, porque as coisas deste mundo já não são para ti e Me refiro não só ao modo de vida comum humano, mas também à conduta natural da humanidade. Porque muitos pensam que o único grande passo que se dá é o abandono da própria vida material, dos compromissos com o mundo comum, para consagrar-se à vida do espírito. Mas hoje te digo, filho, que te chamo a algo ainda mais profundo do que esta entrega primeira, que te impulsiona a outros níveis de entrega ainda maiores.

Eu te chamo a viver na Terra como se não pertencesses a ela, a transcender – com ações cristalinas – as obscuras formas de se expressar da humanidade, conduta que se leva adiante pelas influências das forças capitais que circundam a Terra.

Hoje te chamo a estar mais fora de ti, a apenas pensar neste mundo com o propósito de atrair a Misericórdia Divina, para que as almas despertem e possam ser auxiliadas, para que a paz possa reinar nos corações ou que ao menos eles a conheçam.

Filho, Eu te chamo a tomar para ti o Propósito Divino e, ainda que custe muito às tuas células, à tua mente e às tuas emoções, deixa-te guiar pelos impulsos de tua própria alma e de teu espírito e já não sejas guiado por tua imperfeita e ignorante personalidade.

Percebe como sofre tua alma, quando cedes aos quereres da mente e quando tomas para ti aquelas aspirações mundanas de teu interior em purificação, aspirações que cada vez mais enraízam tua consciência neste mundo e te preenchem de ti mesmo, esvaziando-te de Deus.

Deixa de lado o que te eleva e engrandece falsamente a insignificância de teu ser planetário. Deixa de lado o que arraiga dentro ti a vaidade, o orgulho e a soberba, disfarçados com boas obras, às vezes até espirituais.

Filho, mesmo aquilo que te é positivo, se te engrandece, já não serve para ti, porque chegou a hora de que dentro de ti habite apenas Deus. Deves sair dessa morada e já não ter propriedade dela, porque o Senhor tem para ti um destino grandioso, porém invisível aos olhos do mundo, um destino de vitória celestial e de humilhação terrena, um destino de perda de tudo e conquista de Cristo.

Abraça esse novo caminho, porque logo retornará teu Senhor, que irá querer ver em ti o cumprimento dessas palavras.

Teu Pai e Companheiro,

São José Castíssimo

mar

01

Terça-feira, 1 de março de 2016

Mensagens diárias
MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMàLUCÍA DE JESÚS
Quando o coração está diante do ensinamento, em plena paz e disposição de aprender e de se transformar, pode compreender corretamente o que os Mensageiros Divinos estão tentando transmitir ao mundo.

Filhos, coloquem-se diante de Nossas Palavras com humildade e sem julgamentos. Não se considerem conhecedores da Verdade, quando em realidade Ela está oculta nas entrelinhas do que lhes dizemos.

É na aparente simplicidade de tudo o que dizemos que se encontra a Sabedoria de Deus, mas essa Sabedoria se revela somente aos puros e humildes de coração, e este é um estado que se vive quando vocês estão diante do que lhes entregamos com gratidão, com reverência e vazios de expectativas.

Sempre que vocês esperarem saber, sentir ou viver algo, diante das Instruções de Deus, por intermédio de Seus Mensageiros, vocês irão querer adaptar algo que é Divino a uma realidade medíocre e material. É como querer guardar o mar em um frasco de vidro, que é a mente humana.

O Mar do Conhecimento de Deus deve ser apenas contemplado com o coração. Não poderão levá-Lo consigo, porque Ele é infinito, mas – enquanto vocês estiverem diante dEle com simplicidade e com amor – poderão aprender e compreender muitas verdades que, na ignorância da vida cotidiana, vocês jamais encontrariam.

Essa é a chave que lhes trago hoje, neste santo dia, em que a Mãe do Mundo comemora mais um ano de dádivas entregues à humanidade, graças às Suas santas palavras: humildade, gratidão e reverência permanentes, para se descobrir o Deus escondido na simplicidade de Suas palavras.

Aquele que os ama e os guia,

São José Castíssimo

Quem somos?

Associação Maria
Associação religiosa cristã e ecumênica que tem por finalidade difundir a mensagem universal de amor e de paz que Cristo Jesus, a Virgem Maria e São José transmitem aos monges da Ordem Graça Misericórdia, estimulando o crescimento espiritual através da oração e do serviço altruísta.

Contato

Mensageiros Divinos